Cartas - 18/04/2011

INFLAÇÃO EM ALTA

, O Estado de S.Paulo

18 Abril 2011 | 00h00

Selic, um analgésico

Remédio para atenuar sintomas de doença diagnosticada, mas não combatida! O excessivo uso por longo tempo motivou a sua ineficácia. A inflação tem duas características: a globalizada, incontrolável, e a doméstica, passível de controle. Aquela compreende a escalada de preços, atualmente do petróleo e de outras commodities; a outra é motivada, mormente, pelos descontrolados gastos públicos, pelo arcaico e obsoleto sistema tributário, pelos componentes do custo Brasil e pelo crescente déficit fiscal/imensa dívida pública. Não menos impactante, o aumento da já enorme taxa de juros, que inibe investimentos e limita a oferta de produtos. Ora, o crédito é extremamente caro para pessoas físicas e jurídicas, com os juros mais altos do planeta; logo, não será a elevação da já infausta taxa da Selic em mais dois ou três pontos porcentuais que inibirá o consumo. Indispensável é tomar a decisão corajosa de atacar o mal da inflação pela raiz. A política da Selic assemelha-se à polêmica questão de certos medicamentos para emagrecer: o benefício é questionável e combina o risco de graves efeitos colaterais. Em ambos os casos, "pior o remédio que a doença"!

PABLO L. MAINZER

plmainzer@hotmail.com

São Paulo

_______________________________________

Parceria

Governar é criar impostos e aumentá-los, direta ou indiretamente, para não assustar. E aumentar os juros, para poder acompanhar o aumento de impostos no mesmo ritmo.

JAMES F. SUNDERLAND COOK

sunderland2008@gmail.com

São Paulo

_______________________________________

ADMINISTRAÇÃO KASSAB

Vamos multar o prefeito?

A Prefeitura quer protestar motoristas que não pagarem multas. Desconfio que o péssimo serviço de transporte público seja proposital (faturar com multas), para induzir cidadãos a comprar carros - a frota já alcançou 7 milhões, com os consequentes congestionamentos - para fugirem das demoras e do desconforto de viajar em pé nos coletivos superlotados. Vamos multar o Kassab - que só se dedica a futuras eleições - por descumprir promessas de campanha, pelos péssimos serviços da Prefeitura, aumentos absurdos do IPTU, buracos nas ruas, sinalização de trânsito confusa, coleta de lixo deficiente, calote nos precatórios?! O foco é arrecadar, não prestar serviços.

MÁRIO A. DENTE

dente28@gmail.com

São Paulo

_______________________________________

Incoerência política

Esse Kassab é um político diferenciado mesmo. Além de nos punir com impostos absurdos e uma verdadeira indústria de multas, está afundando São Paulo com o novo partido, destruindo a já delicada situação política local.

LAERT PINTO BARBOSA

laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

_______________________________________

MSP

Uma das recompensas de atingir idade avançada é obter indenizações pela dedicação ao trabalho ou a uma causa. O duro é quando essas compensações, direito líquido e certo, se transformam em precatórios, por decisão de políticos interessados em postergar suas dívidas. Aos que reclamam da decisão da Prefeitura de levar o nome dos inadimplentes de multas de trânsito à Serasa proponho a criação do Movimento dos Sem-Precatório (MSP), para lutar contra a Prefeitura (e também contra o Estado). Só os herdeiros dos credores recebem essas verbas, aplicadas em obras eleitoreiras ou em manobras contábeis de interesse orçamentário.

JOSÉ FLÁVIO TINÉ

flavio.tine@gmail.com

São Paulo

_______________________________________

Poder cobrador

Depois do que se viu quarta-feira nas imediações do Morumbi, na hora do show do U2, soa totalmente descabida a intenção de Kassab de executar judicialmente motoristas por atraso no pagamento de multas. O contribuinte, humilhado, extorquido, sendo obrigado a pagar até R$ 50 a um flanelinha para "olhar" seu carro e R$ 150 para estacionar, além de ser explorado por alguns taxistas que não respeitam o taxímetro, enfrenta um poder público cobrador, mas não cumpridor das suas responsabilidades de fiscalizar os abusos contra a população.

JAIME LUIZ LEITÃO RODRIGUES

jaimeleitaoo@gmail.com

Rio Claro

_______________________________________

Cidade suja

A Lei Cidade Limpa só olhou para cima! Devia ter olhado para o chão e ver a sujeira nas ruas poeirentas onde há construções em andamento e por onde passam caminhões que transportam o entulho dessas obras! Por que a Prefeitura não fiscaliza e multa donos, construtores e transportadores que, sem constrangimento, vão sujando nossas vias? Por que betoneiras e caminhões que trabalham para tais obras podem parar na rua, tumultuando o trânsito? Não seria o caso de só aprovar projetos de construção em terrenos que tenham espaço para entrada e estacionamento de caminhões de carga e descarga?

ALCEU LANDI

alceuweb@terra.com.br

São Paulo

_______________________________________

Cadê você?

Por que não se vê o prefeito andando pelas ruas, no transporte público, nos hospitais, nas escolas, para verificar a qualidade dos serviços, do atendimento e a satisfação da população? Por que a Prefeitura tem barricadas na porta e guardas truculentos a impedir a entrada do povo? Por que a sede da Prefeitura da maior cidade da América Latina, que funciona 24 horas, fecha às 17 horas e fica fechada nos fins de semana, impedindo o povo de visitá-la, conhecê-la e fazer reclamações e solicitações? Por que camelôs trabalham livremente em volta de estações do metrô e na Rua Xavier de Toledo após as 18 horas, impedindo a passagem de pedestres, sem fiscalização? Cadê você, Kassab?! Vamos pôr um anúncio nos classificados de empregos, São Paulo precisa de um prefeito, urgente!

LUIZ CLAUDIO ZABATIERO

zabasim@ig.com.br

São Paulo

_______________________________________

Falta de medicamento

Enquanto o prefeito ganha seu salário para abandonar o cargo e fazer festas para fundar seu novo partido, os postos UBS do Município enfrentam falta de medicamentos do SUS. Faz um mês que procuro o genérico valproato de sódio 500 mg. O pior é que a receita vale só por 30 dias e o remédio é para ataque de epilepsia, para meu filho. Kassab devia ter mais consideração com a população.

PAULO MAGALHÃES

magalha1960@bol.com.br

São Paulo

_______________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.545

TEMA DO DIA

Menos exigências na hora de contratar

Empresas são forçadas a aceitar candidatos com menor preparo e a investir em treinamento

"Precisamos investir maciçamente em educação de base e na formação de técnicos."

DIEGO CÓSTOLA

"Esse efeito está ocorrendo em todo o mundo. É pior ainda para contratar em cargos que exigem experiência e sabedoria."

JOÃO DE PÁTIMOS

"Não existe escassez de mão de obra especializada. O que existe são empresas oferecendo salários muito baixos."

PAULO TIAGO

_______________________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROMETER SEM TER

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prometer obras em campanha, ciente de que não há recursos públicos para enfrentá-las, é ludibriar o povo para conquistar seu apoio eleitoral (demagogia, a arte de conduzir o povo a uma situação falsa). Depois, ceder créditos públicos mediante descontos régios aos cessionários, que certamente serão bancos poderosos, é lesar o erário e o patrimônio popular. É o que pretende o prefeito Gilberto Kassab, para se salvar politicamente, com o cumprimento de uma parte das promessas, impossível sem o estratagema. Provavelmente, enfrentará uma ação civil pública ou uma ação popular.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MULTADOS NO SERASA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Concordaria com o prefeito Kassab, que quer incluir os devedores de multas no Serasa, se ele e o governo do Estado mostrassem transparência no julgamento dos recursos contra as multas, assim como e onde são aplicados os recursos advindos dos proprietários de autos, tais como ICM, licenciamento,  IPVA, pedágios, indústria das multas, etc.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Angelo Antonio Maglio http://www.rancholarimoveis.com.br/

Cotia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O BIQUÍNI DO KASSAB

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A medida proposta de negativar no Serasa o nome de quem não paga multas é, além de ilegal, injusta. Pois o crédito não é liquido e certo e pode ser questionado, pois constantemente é fruto de enganos diversos e má aplicação do Código de Trânsito por marronzinhos, azulzinhos e amarelinhos diversos, além de radares mal regulados e delegação de legalidade discutível a empresas que recebem porcentagem das multas.

Portanto, a proposta é esdrúxula, pois pode gerar contra o poder público indenizações por danos morais maiores do que seu benefício, e a Prefeitura tem na apreensão dos veículos e no seu não licenciamento poderes bem maiores para cobrança do que qualquer negativação.

Daí, deixo minha proposta para o prefeito, enviando para a Serasa o nome dele e dos secretários diretamente envolvidos no caso do atraso de pagamento de direitos de empresas prestadoras de serviço ou de munícipes, só assim teríamos isonomia para essa medida.

Pois isso parece ideia de burocrata que não tem o que fazer e de político oportunista do tipo Jânio do século 21, inaugurando, só pra aparecer, sua versão da campanha contra o biquíni.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Márcio M. Carvalho mmcoak@hotmail.com

 Bauru 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 KASSAB E A CIDADE

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prefeito, agora que o senhor resolveu todos os seus problemas de partido, que tal começar a trabalhar?  Meu bairro (Jardins), um dos mais nobres da cidade, está todo esburacado!

A Av. Europa, onde estão as lojas de carros mais chiques e merecia uma via mais bem nivelada, é puro buraco.  E a Alameda Franca, nem se fala, buraco atrás de buraco. 

Tem também o resto da cidade, lixo jogado no caminho do Glicério...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Virginia A. Bock Sion vickybock@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Descaso

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Minha querida cidade de São Paulo, a cada passo um descaso...

Na terça-feira passada, pela manhã, andei pela Rua Guaicurus, estava com um pedaço de papel na mão para jogar no lixo. Que lixo? Não havia uma lixeira sequer, havia tampas sem a parte de baixo. Acreditem, andei desde o número 1.000 até chegar à Av. Pompeia, e nada.

Tenho reparado na escuridão das ruas quando anoitece e pela manhã verifico a ausência de algumas árvores. O que está acontecendo na minha cidade?

Não posso caminhar à noite, pois está escuro e corro o risco de ser assaltada, pela manhã o ar não é próprio por causa do excesso de veículos e as árvores que fariam o bem estão sendo podadas.

Sem contar as condições precárias das calçadas. Na Avenida Sumaré deram um tapa no final do ano, mas uma boa parte nem foi mexida, da Rua Caiubi até a Praça Marrey Junior. Meus pés doem todos os dias por causa dos buracos, das inclinações para entrada de veículos, desvio de lixo pela rua, um odor insuportável, às vezes acho que não estou na cidade, mas no campo.

A cidade pede socorro e nós, moradores, soluções já, porque, se a moda pega, como no Senado, dentro de tantos dias úteis daremos uma posição e depois de xis, quem sabe uma solução...

Sinceramente, gostaria de escrever a alegria de viver numa cidade em ordem, não gosto de incansavelmente escrever e pedir um olhar para o problema que todos vêem, mas nada fazem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tânia Gorodniuk taniag@espadoto.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre ‘Planejamento e metrópole’

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Coincidindo com o início da articulação política de Lula para eleger um petista, ou pelo menos um aliado,  na para a Prefeitura de São Paulo, leio o artigo "Planejamento e metrópole" (Estadão, 16/4, A2), do arquiteto e urbanista Jorge Wilheim, que, entre muitas considerações que entendo acertadas, introduz “sutilmente” o nome de Marta Suplicy entre os nomes de Fabio Prado, Toledo Piza, Faria Lima e Olavo Setubal, como exemplos de prefeitos nada individualistas, que foram capazes,  deixando interesses de carreira, ideologia e partido de lado, de governar de forma ímpar  a cidade de São Paulo. Ora... Começa que Wilheim, insidiosamente, deixou José Serra fora dessa lista - prefeito que marcou esta metrópole com uma gestão de primeira linha -,  ao mesmo tempo que em diversas passagens do texto tece tímidos elogios (e até merecidos) a Geraldo Alckmin (mas já fomentando novas disputas entre os dois tucanos) . Porém o fato de inserir o nome da petista Marta, com quem Wilheim trabalhou, como exemplo de gestora competente e moderna, generosa e altruísta,  independente dos interesses e dos programas de seu partido e só voltada para os interesses da cidade de São Paulo, é considerar que nós, paulistanos, somos descerebrados ou imémores. Vale lembrar que muitas de suas obras tiveram de ser totalmente refeitas: o túnel-piscina na Av. Rebouças sob a Av.Faria Lima, a Av. Vereador José Diniz e seu corredor de ônibus e uma obra que acompanhei de perto por ter sido proposta pela associaçõe de bairro a que pertenço, o Parque dos Cordeiros. Para ser entregue antes que sua gestão se encerrasse, a obra foi feita sem  a menor preocupação com os ditames da engenharia,  pois, entre outras falhas, nem sequer tinha sistema de drenagem... e ameaçou virar um pântano esboroando pelas bordas  apenas  dois meses após sua inauguração. O Parque do Cordeiro de hoje,  nos parâmetros de excelência que atingiu  e do qual o bairro se orgulha e usufrui,  deve-se somente ao prefeito José Serra. Marta ficou na história da cidade como a autora do famoso Projeto Belezura: por fora bela viola, por dentro pão bolorento.

Para terminar, lembro que durante a primeira gestão de Kassab - aquela que foi muito boa -  Wilheim chegou a escrever no mesmo Estadão criticando a Lei Cidade Limpa, dizendo que a retirada dos outdoors apenas serviria para mostrar a feiúra natural da cidade de São Paulo. Eu tenho memória de elefante - para azar delles...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESDÉM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A respeito do desdém da ex-prefeita de São Paulo e atual senadora sobre o PSD, só resta uma certeza: dona Marta, quem desdenha quer comprar. Ainda mais que, segundo comentários, seu algoz Gilberto Kassab recebeu a bênção do Palácio do Planalto para criar o partido e buscar filiados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Valdeir Celestino de Oliveira vcelestinodeoliveira@yahoo.com

Cotia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 PSD

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quer saber? A política brasileira precisava mesmo ser chacoalhada e o PSD pode ter esse papel. A turma do quanto pior, melhor (para o PT e aliados) não dá o braço a torcer. Nem o DEM ou o PSDB querem falar muito no assunto para não dar espaço ao novo partido. Torço para que esses 32 deputados federais e os políticos regionais, em especial seu idealizador, Gilberto Kassab, consigam o equilíbrio e a união em torno da razão, sem perder a ternura, que o PSDB, o DEM e até o PPS não conseguem alcançar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mirel Gonçalves Souza mirelgsouza@yahoo.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEVER ESQUECIDO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A busca por membros para o seu novo partido está fazendo Gilberto Kassab esquecer o seu verdadeiro dever: administrar São Paulo. O erro do prefeito é algo comum no nosso país, embora não justifique a falta de consideração com milhares de pessoas que o colocaram democraticamente no poder. Tal como Kassab, os nossos governantes acabam se tornando mais ligados à politicagem do que à população que representam. Lamentavelmente, o PSD nasce da pior forma possível e, se for sábia a população, não prospera. A Kassab restará o lamento de ter deixado de lado a oportunidade de fazer a diferença.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Thiago C. Andrade thiagocandrade@gmail.com

Recife

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIXO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Andei pesquisando o horário da coleta de lixo no trajeto de casa para o trabalho. Descobri que ninguém respeita, nem mesmo as empresas de variação. Segundo explicação, os sacos amarelos que vemos nas ruas, especialmente boiando nas enchentes, contêm o produto da varrição efetuada pelos garis que não foi recolhido. Assim fica difícil limpar a cidade. Será que vale a pena o prefeito Gilberto Kassab gastar dinheiro público para instalar novas lixeiras na capital paulistana?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Andrea Carvalho spdeiacarvalho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 LIMPEZA PÚBLICA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por que o poder público, as empresas privadas e as ONGs de maneira geral não integram uma enorme campanha para educar e criar consciência a respeito do descarte do lixo, desde o momento de colocá-lo pra fora? Desta forma vão ajudar a Prefeitura a gastar menos dinheiro público recolhendo lixo. Afinal, a despesa com lixo sai dos recursos dos impostos que pagamos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Helli Oliveira helliso@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAMINHÕES DE LIXO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A sociedade precisa ficar alerta para as condições de higiene dos  caminhões que recolhem lixo nas cidades. Esses veiculos não são lavados e desinfetados regulamente. Trafegam pelas vias públicas expelindo um mau cheiro terrivel, além de representarem um foco de doenças circulando pelas comunidades, uma ameaça à saúde  das pessoas. Para preservar a  saúde pública acredito ser importante a limpeza constante desses veículos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fernando Melo fernandofmelo.blogspot.com

Igarassu (PE) 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESPERDÍCIO DE DINHEIRO PÚBLICO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na semana passada, os jornais publicaram a foto de uma aluna da USP, bem vestida e bem alimentada, que se dedicava a espalhar o conteúdo das lixeiras dos banheiros da FFLCH nos corredores da faculdade. É nisso que colocamos nosso dinheiro? Nossos impostos servem para custear esse tipo de gente? Eu preferia que meu dinheiro custeasse gente séria. Que desperdício!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CET: UMA DAS CAUSAS DO PÉSSIMO TRÂNSITO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É impressionante a incapacidade e a incompetência da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para em administrar  o trânsito em São Paulo!

 Os congestionamentos acontecem muitas vezes  por causa das péssimas decisões desse órgão, que não só cria  fluxos por áreas residenciais, desrespeitando o zoneamento, mas não permite estacionar em nossas ruas em lugares totalmente possíveis. Isso para favorecer estacionamentos comerciais!

Ou alguém conhece alguma placa de “permitido estacionar” em São Paulo? Circula-se, mas não se estaciona?

Existem milhares de ruas em que tranquilamente se poderia estacionar sem prejudicar o trânsito. A CET não coloca placas de orientação em avenidas  importantes, saídas de estradas,  seu sistema de conversão em avenidas chega  ao cúmulo de permitir conversões em curvas, como no Morumbi. Para não falar dos retornos em avenidas como a Bandeirantes, ligação importante entre estradas e Marginal. Sempre se vai mais longe para retornar.

Chega-se ao absurdo de a cidade investir milhões num túnel, como o Ayrton Senna, para vê-lo fechado em horários de pico!

 É urgente a contratação de arquitetos e urbanistas para planejar o trânsito desta cidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

José F. Souza frnc2@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

INFRAESTRUTURA E PROGRESSO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A palavra infraestrutura está na moda. Para a Copa de 2014 e da Olimpíada de 2016 muitas obras estão “ainda” no papel. O dinheiro público e privado existe, mas a famosa burocracia impede, dificulta ou atrasa todas as grandiosas obras. As licenças ambientais são o maior obstáculo, aliado às licitações e denúncias via Ministério Público. Tudo isso acontece porque existe muita coisa errada que se solidifica no “governo”. Recentemente foi anunciado que muitos aeroportos do País estão com suas melhorias e ampliações atrasadas para Copa do Mundo. Mas, independentemente de Copa ou Olimpíada, nossos aeroportos já estão saturados, as ferrovias que ainda funcionam são da época do Império, um abandono total, e nossas rodovias são péssimas, as melhores estão no Estado de São Paulo. O povo brasileiro está prosperando, todas as classes sociais evoluíram e o poder de compra é uma realidade. Mas toda prosperidade (progresso) vai encontrar barreiras, no caso, a infraestrutura do País. Conclusão: o Brasil sem “infra”, todas as estruturas vão começar a ruir!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alex Tanner  alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROPAGANDA TUCANA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostaria de parabenizar o PSDB pela bela e inteligente propaganda na TV a respeito dos aeroportos. Mas gostaria também de lembrar que foi com experiência própria que eles puderam fazer essa propaganda. É só lembrar o Anel Viário de São Paulo, que até hoje não terminou, já vai para mais de 12 anos. Ou o Metrô paulistano, que também não foi terminado e já custa três vezes mais  do que o orçamento previsto. Com isso cai por terra a frase da propaganda que diz que o PSDB tem só competência ao seu lado. Quem nos dera...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANDERSON APARECIDO dandersonaparecido@yahoo.com

Hortolândia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OBRAS DOS AEROPORTOS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É impressionante a inocência da população brasileira e também de alguns repórteres que assinam matérias. Reportagens importantes ficam cobertas superficialmente, em assuntos que deveriam ser cuidadosamente destrinchados e, assim, colaborar para o esclarecimento do leitor. Em 16/4 Denise Madueño assina matéria sobre atraso das obras em aeroportos para a Copa e a Olimpíada, apontado pelo Ipea como inevitável, e regras novas de licitações a serem enviadas pelo governo ao Congresso, com o objetivo de contratar sem licitação. Meia página sem nenhuma análise ou contraponto e citando a bravata da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, dizendo que não passaria vergonha com o fato!

Será que vamos deixar isso passar em branco, desperdiçar dinheiro dos nossos impostos e fomentar a propina no Brasil? É mais que óbvio que os atrasos serão propositais e a maior desculpa, fundamentada na possivel "vergonha mundial", para fazer a farra com o dinheiro público e distribuir veladamente dinheiro do contribuinte para um oceano de ratos farejadores de propina.

Temos que fiscalizar já!!! A imprensa tem papel fundamental nisso e dependemos dela para não aceitar desmandos arquitetados que passam debaixo de nossos narizes. Atenção, Brasil! Os larapios estão agindo à luz do dia e vamos acabar assistindo a tudo passivamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

Andre Gomes andremv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 LEGALIZAÇÃO

 

 

 

 

 

 

"Governo terá regra especial para licitar obras da Copa". Só mesmo no Brasil um ato de governo legaliza o roubo.

 

 

 

 

 

 

 

 

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APOSTA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jogo a minha vida  como todas as obras para os mundiais ficarão prontas, claro, com um hipersuperfaturamento. Haverá meia dúzia de CPIs, depois de muita investigação será tudo comprovado (com filmagens e áudios) e no fim ninguém será punido porque  não foi possível comprovar nada, e mais uma vez termina tudo numa grande pizza, com sobremesa de marmelada, como diria o Boris Casoy. E o povo, o povão alegre com os jogos  não estão nem aí. Isto é o Brasil, minha gente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Antonio Roberto Vianna Santos antoniocaulauro@hotmail.com

Tramandai - RS  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AEROPORTOS

 

 

 

 

 

 

 

O governo anuncia que o cronograma de obras está em dia, que tudo está sob controle e  não há com que se preocupar em passar vergonha, como anunciou a propaganda do PSDB! Então, por que fizeram uma reunião de emergência, por que não vemos nada sendo feito em Guarulhos?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ricardo Nóbrega cnc.eng@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EXPLIQUE-ME, SALVADOR DALI

 

 

 

 

 

Como dizia o filósofo, "gênio é aquele que percebe o óbvio".

Nessa questão do despreparo do País para grandes eventos, tais como a Copa do Mundo e, mais especificamente, quanto aos problemas dos aeroportos, singularmente os de São Paulo, mostrem-nos os "especialistas de reuniões, congressos, simpósios e  projetos mirabolantes", porque o aeroporto de São José dos Campos, tão próximo de São Paulo e Rio de Janeiro, continua às moscas, com pista bem conservada e longa o suficiente para receber grandes aeronaves.

Seria de uma complexidade tal de engenharia e alocação de recursos para se realizarem as obras de infraestrutura aeroportuária, tais como dependências de embarque e desembarque, depósitos, estacionamentos, etc.?

Não custa lembrar que o citado aeroporto no Vale do Paraíba já está localizado em terreno de domínio público, desapropriado na década de 40 para instalação do CTA e do ITA.

Mas, como sempre no Brasil, se podemos complicar, para que simplificar? Partiremos de fantásticos projetos, inúmeras reuniões e rega-bofes, para que a construção seja impedida por um órgão qualquer de controle do meio ambiente e, finalmente, já atrasados, partiremos para as desapropriações, o que possibilitará, dada a urgência e para que não fique feio no exterior, a prática de preços muito mais altos, encarecendo o custo final da obra e repercutindo  no bolso do contribuinte.

O único que poderia entender este país já morreu. Salvador Dali, aquele magnífico artista plástico espanhol, surrealista, que em seus últimos dias pensava que era um caracol e se comportava como tal.

 

 

 

 

 

 

 

Roberto Cursino Benitez benitez.gimenez@hotmail.com

São José dos Campos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 RELATÓRIO DA FIFA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sinceramente, não entendi qual é a da Fifa, pois há pouco mais de um mês Blatter disse estar preocupado e agora volta a elogiar a preparação de "gente grande". Gostaria de saber o que de relevante aconteceu nesse período. Ao mesmo tempo o Ipea alega que nove aeroportos não deverão ficar prontos até a Copa, fora o estádio da cidade de São Paulo, sem esquecer o trem-bala. Isso que é preparação de gente grande...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUE PAÍS É ESSE?

 

 

 

 

 

 

Tem um executivo incompetente, inoperante e corrupto.

Um Judiciário preguiçoso,  ocioso e às vezes venal.

Um Legislativo, em todos os níveis, lastimável.

Tem 40 Ministérios.

Trinta partidos politícos.

Um péssimo sistema de saúde, saneamento básico e educacional.

Péssimo transporte público, péssimos portos e aeroportos.

O seu maior Estado produtor de grãos não tem um metro de estrada duplicada, nem ferrovias, nem hidrovias.

 Penaliza sua maior empresa pelo seu bom desempenho.

 Que país é esse?

 É o país do trem-bala e das próximas Copa e Olimpíada.

 

 

 

 

 

 

Francisco Azevedo Figueiredo bisaivone@hotmail.com

Marília

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TOMANDO DINHEIRO DO POVO

 

 

 

 

 

 

Gostamos muito de futebol, mas achamos um absurdo tomar dinheiro do povo, cerca de R$ 500 milhões, para reformar um estádio de futebol moderno e bem acabado, que é o Castelão, aqui, em Fortaleza, para satisfazer as vaidades pessoais da turma da Fifa. Essa mesma Fifa envolve com os seus tentáculos as vaidades pessoais de governos de todos os níveis, que só buscam dividendos da mídia malvada. Essa rica organização mundial que domina o futebol já ultrapassou todos os limites do racional no trato com um esporte atraente que fascina multidões em todos os continentes, ditando as suas ordens como um mandatário universal tirânico. E ainda exige calendário ortodoxo para a conclusão das malfadadas obras

Aqui, no Ceará, os governantes, apaixonados por propaganda enganosa, vão proporcionar aos  torcedores do futebol um grande espetáculo de quinta categoria futebolística na Copa do Mundo do Brasil, um ou dois joguinhos chinfrins, quem sabe Costa do Marfim x Belarus (Bielo-Rússia), num estádio sofisticado. E o povo que vá morrer de fome!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

José Batista Pinheiro batistapinheiro30@yahoo.com.br

Fortaleza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PROMESSA

 

 

 

 

 

Governo promete: obras da Copa serão desemPACadas.

 

 

 

 

 

 

 

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

FINANCIAMENTO DO TREM-BALA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Li a matéria sobre o financiamento do trem-bala do dia 14/4 caderno de Economia do Estadão, pagina B12. Discordo da aprovação de financiamento do BNDES para construção do trem de alta velocidade pelo Legislativo, pois o maior aproveitamento desse serviço será para a cúpula com um bom poder aquisitivo, com condições favoráveis para aderir à ponte-área Rio-São Paulo, e não para os que dependem de uma locomoção digna, como boas vias terrestres pavimentadas, sistema de transporte público de qualidade.

Com essa verba (R$ 35 bilhões) se melhoraria o nosso transporte público, com coletivos de qualidade, e aumentaria nosso sistema de transporte sobre trilhos, como trens e o metrô, que é considerado o mais populoso da América, com mais de 3 milhões de pessoas ao dia e com pouco mais de 70 quilômetros... Isso sem contar que podemos melhorar o nosso sistema aéreo com melhoria e expansão de aeroportos.

Lembrando que em 2014 teremos em nosso país um evento esportivo com uma grande concentração turística e para isso precisamos resolver esse problema, que nos transtornam diariamente. Após esse evento, todas as obras de benfeitoria em infraestrutura ficarão para todos os que habitam e transitam nesta cidade.

 

 

 

 

 

 

 

Gilmar de Jesus Macedo gj.macedo@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BOAS NOTÍCIAS

 

 

 

 

 

 

Que a polícia de São Paulo se tem mostrado eficiente, os números demonstram. Parabéns. E a Justiça? Não adianta prender se a Justiça, obrigada pelas leis,  logo coloca na rua de novo. Polícia eficiente e leis atualizadas certamente nos fariam sentir mais seguros. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BAIXA CRIMINALIDADE?

 

 

 

 

 

 

Com a recente divulgação de que o índice de criminalidade em São Paulo é baixo, vem a pergunta: como é medido esse índice? Pelo número de boletins de ocorrência? Quem já sofreu algum tipo de violência e precisou fazer um B.O. sabe como é muito difícil a realização do mesmo em qualquer delegacia.

 

 

 

 

 

E fazer um B.O. pela internet serve para quê?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mário Issa drmarioissa@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMEMORAÇÃO

 

 

 

 

 

Depois da "marolnha" do Lula, do "relaxa e goza" da Marta Suplicy, agora temos de engolir a comemoração do governador de São Paulo, pela "nunca já vista na história deste Estado" taxa de homicídios não epidêmica. Talvez o número de homicídios no Estado de São Paulo não passe apenas de um pequeno surto. Estes são os políticos que "tomam conta da nossa pátria amada, salve, salve".

 

 

 

 

 

 

 

 

Pedro Mori advpedromori@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 INVESTIMENTO  EM SEGURANÇA PÚBLICA

 

 

 

 

 

 

 

 

O governo federal, de uma arrecadação anual que chega perto de R$ 2 trilhões, aplica apenas R$ 1,3 bilhão/ano em segurança pública. Um país de dimensões continentais como o Brasil, precisaria de mais de R$ 8 bilhões/ano para dar paz ao brasileiro comum. Enquanto isso, José Sarney, o homem "nada comum", vai gastar mais de R$ 300 milhões, um quarto da verba anual, para fazer um referendo que de antemão já se sabe do resultado. O povo dirá mais uma vez não ao desarmamento e os burrocratas lavarão as mãos como Pôncios Pilatos. Eles sabem que o investimento nessa área não passa de cafezinho barato e frio. Enquanto isso, no País das Maravilhas de Brasília eles gastam a rodo com seus carros blindados e seguranças armados até os dentes, com tudo pago por nós!

 

 

 

 

 

 

 

Beatriz Campos beatriz.campos @uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BANCO PANAMERICANO

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais uma socialização de prejuízo? No caderno de Economia do Estadão de 15/4  (B5), o desembargador Walter do Amaral tenta reaver prejuízo supostamente causado pelo rombo do Banco Panamericano ao patrimônio público.

A nota informa que o sr. desembargador estaria movendo uma ação popular, propondo que a conta, estimada em R$ 695 milhões, seja dividida pelo ministro da Fazenda (Guido Mantega) pelo presidente  do Banco Central, (Alexandre Tombini), pela presidente da Caixa Econômica Federal (Maria Fernanda Coelho) e pelo empresário Silvio Santos, citados como réus.

A notícia menciona que a Caixa Econômica Federal, no final de 2009, comprou

45% do Banco Panamericano por R$ 739 milhões, quase um ano antes do estouro da fraude contábil, que supera os R$ 4 bilhões, na instituição controlada pelo Grupo Silvio Santos.

Especula-se que essa ação poderá durar décadas e, tudo indica, vai sobrar pro povão pagar mais essa conta, uma vez que não foi arguida a responsabilidade dos gestores do Banco Panamericano que efetivamente praticaram a fraude contábil. Ainda bem que a ação (dos males, o menor) prevê que a Caixa Econômica Federal fique impedida de fazer novos aportes ao Banco Panamericano.

 

 

 

 

 

 

 

Newton Castagnolli castagnolli@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O PALESTRANTE

 

 

 

 

 

 

 

Interessante como o novel “doutor” Lula estabeleceu uma nova forma de comportamento: ignarrogância, a arrogância de quem afirma o que não sabe. Em sua turnê europeia, recebendo por palestras da Telefónica, que comprou metade do negócio de seu filho Lulinha (que, aliás, conseguiu a cidadania italiana, para melhorar na vida), declarou, dentro de sua visão através de antolhos, maniqueísta e mal-intencionada, que Fernando Henrique Cardoso é contra o “povão”. Já que o artigo da revista Interesse Nacional, da qual pinçou a sua dogmática afirmação, não saiu em quadrinhos e o artigo é longo e “eivado” de bom senso, não acredito que o tenha lido por inteiro ou depreendido seu significado.

Depois de ler o artigo na íntegra, parece-me claro que FHC conclama a oposição a não malhar em ferro frio, ou seja, tentar convencer os que não entendem o significado da mensagem a ser passada e que votam com medo de perder sua “bolsa” assistencialista. Demonstra que há outro público, mais bem informado e interessado, que está tendo acesso à chamada classe média e poderá fazer a diferença na mobilização de resgatar ou criar novos paradigmas sociais visando a desenvolver a inclusão, a igualdade de oportunidades e o bem-estar.

Enquanto nossos políticos agirem como protomessias, declarando o que é vermelho e o que é verde, o que é dia e o que é noite, o bem e o mal, tudo de acordo com suas conveniências, o obscurantismo e o assistencialismo produzirão cada vez mais o contingente à margem das conquistas sociais e na fímbria do discernimento, que se pode denominar de “povão”, “rebanho”, “escolhidos” ou “Artaxerxes”.

 

 

 

 

 

 

Corinto Luis Ribeiro corinto@corinto.arq.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONFERENCISTA

 

 

 

 

 

 

E  ouvimos o ex-presidente Lula, durante oito anos, sem pagar nada. Ou pagamos?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oscar Rolim Júnior rolimadvogado@ibest.com.br

Itapeva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DNA DOS TUCANOS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É bem verdade que nos oito anos de lulismo, recheados de corrupção, o PSDB foi incapaz de enfrentar os males do petismo. Mas desde a sua fundação, em 1988, a sigla tucana deu grandes contribuições ao País. Saneamento das finanças de São Paulo por Mário Covas. Consolidação das melhores estradas, hospitais, modelo Poupatempo, metrôs, Nota Fiscal Paulista, etc., executados por vários de seus governadores.

Durante a gestão FHC, Plano Real, Lei de Responsabilidade Fiscal, Plano de Metas, Bolsa-Escola, Genéricos, 97% das crianças nas escolas, privatizações, saneamento do sistema bancário com o Proer, renegociação das dívidas de Estados e municípios, etc., etc.

E na segurança pública o PSDB dá a grande demonstração de eficiência. O Estado de São Paulo, finalmente, tem índices de assassinatos de países desenvolvidos. Ou seja, 9,52 mortes por 100 mil habitantes. E na capital, mais expressivo ainda, 7,8 por 100 mil.

Tudo graças a altíssimos investimentos em tecnologia cientifica, armamentos, formação dos policiais e aumento do contingente. Construção de dezenas de presídios, firme continuidade na repressão ao crime e recolhimento de armas. Somente neste último trimestre foram retiradas das mãos dos marginais 3.129 armas de fogo. Ou seja, em São Paulo, a campanha e ação a favor do desarmamento não foram interrompidas.

É bom lembrar que em 1998 ocorreram 6.065 assassinatos no Estado. E a perspectiva para 2011, provavelmente algo em torno de 1.200.

Os avanços citados não foram alcançados com populismo e demagogia! Na realidade, os tucanos respeitaram nesse quesito o clamor da sociedade, e sempre pelos canais da incansável imprensa. E o resultado está aí. E pode melhorar muito mais.

Agora eu pergunto: o PT, que foi fundado em 1980 e dirige o País há mais de oito anos, que legado deixou, fora a tentativa de intromissão na liberdade de imprensa, apoio ao MST, que inferniza o campo, promessas de múltiplos projetos que não se concluem e altíssima corrupção e aconchego aos vis?! 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ASILO INVIOLÁVEL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Disse o sr. Fux, ministro do STF (pasmem!), num dia de infeliz verborragia, quando de uma entrevista :“Não (se) entra na casa das pessoas para ver se tem dengue? Tem que ter uma maneira de entrar na casa das pessoas para desarmar a população”.

E sobre o direito ao sagrado asilo inviolável, que o sr. ministro parece desprezar, disse um certo nobre inglês de nome lorde Chatam, em 1864: "Um homem, ainda que pobríssimo, desafia em sua casa todas as forças da Coroa; sua casa pode ser frágil e o teto a tremer, o vento passar por entre as frestas das portas, ali pode entrar também a tempestade, mas o rei da Inglaterra, este não pode entrar!”

Ao que parece, o ministro Fux ou gazeteou algumas aulas importantes de Direito Constitucional em sua graduação ou anda precisando tomar chá com uma certa realeza civilizada!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LÊNIN FEZ ISSO

 

 

 

 

 

 

 

 

Ministro Fux, não faz muito tempo que o senhor fez uma defesa intransigente da Constituição que, no final, beneficiou a bandidagem política que assola o País, dando-lhe o direito de continuar assaltando os cofres públicos por, pelo menos, mais alguns anos. O direito à privacidade do cidadão também é constitucional, ou esse princípio não merece sua defesa? Com todo o respeito lhe digo: na minha casa não tem larva do mosquito e só entra com mandado judicial muito bem fundamentado em texto legal. Caso contrário, infelizmente, eu terei de inaugurar a minha arma em legítima defesa.

 

 

 

 

 

 

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PLEBISCITO

 

 

 

 

 

 

Levando em conta que a falta de hospitais mata mais que armas de fogo, sugiro ao sr. Sarney, o rei do Maranhão, que faça um plebiscito para saber se o povo é a favor da construção e do funcionamento de hospitais. Sei que para ele isso não é problema, pois, ao menor mal-estar, ele dispara para São Paulo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clarice de Andrade Silva e Castro claricean@bol.com.br

Mogi das Cruzes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PELA LEGÍTIMA DEFESA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gostaria de dizer não a essa ideia de um novo referendo ou plebiscito sobre a proibição do comércio de armas e munições. Já basta o fato de o cidadão não poder andar armado e ficar à mercê dos assaltantes, que sabem que não vão sofrer nenhuma reação da vítima, pois não se pode usar armas sem o risco de ser preso. Poderia concordar se todos os cidadãos passassem a ter direitos iguais e andassem desarmados, sem nenhum tipo de segurança armada, diferentemente do Sarney, que só anda com vários segurança armados. Mandem o Sarney passar a andar sozinho, como qualquer cidadão de bem. Blindagem de carros grátis para todos, ou proibição de carro blindado. Firmo aqui meu protesto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Helio Rozenblit helio@somax.com.br

Recife

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 _______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PERGUNTAS OPORTUNAS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesses tempos de manifestações de autoridades e "experts" em criminologia, decorrentes do massacre de 12 crianças por um desequilibrado em escola do Rio, caso a grande imprensa tenha de fato compromisso social com a verdade, algumas perguntas são oportunas. Como a arma de fogo só tem duas finalidades - ferir ou matar -, por que apenas quem puxou o gatilho é apontado como bárbaro (e o é) e todos "esquecem" os fabricantes de armas e munições - os únicos, no mundo inteiro, que ganham com a violência e as mortes, e não respondem por isso? Como não é a arma de fogo que fere ou mata, mas sim a bala ou o projétil (que exigem urgente e viável controle de códigos nanotecnológicos), não parece estranho e descabido que o atual ministro da Justiça pretenda a introdução de um inóquo "chip" identificador de cada arma? Por fim, se os presídios estão abarrotados e as estatísticas provam que 95% dos encarcerados, em situação degradante "aceita pelo Estado", são pobres e não podem pagar a um advogado para lhes rever a situação jurídica, quem está, direta ou indiretamente, lucrando com o crime, no Brasil? Alguém se habilita a uma resposta ética?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bismael B. Moraes, mestre em Direito Processual pela USP bismoraes@uol.com.br

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

_______________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CHINESINHO

 

 

 

 

 

 

 

Morreu Chinesinho, aos 75 anos, que foi ídolo do Palmeiras nos anos 1950. Chinesinho foi um dos maiores craques do clube e do futebol brasileiro de todos os tempos. Também foi ídolo no Internacional (RS) e teve destacada carreira na Europa, numa época em que isso era raro. Merece todas as homenagens da nação palmeirense e de todos os amantes do futebol.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.