Cartas - 18/08/2011

CORRUPÇÃO

, O Estado de S.Paulo

18 Agosto 2011 | 00h00

Ficou de mal

O ilustre presidente do Partido da República (PR), por causa das demissões no Dnit e quejandos decorrentes de desmedida corrupção, afirmou que seu partido não mais faz parte do bloco aliado. "Tô de mal", disse ele, em resumo, na tribuna do Senado. Esqueceu-se, contudo, de que para ficar de mal tem de trançar o dedo mindinho.

MAURO LACERDA DE ÁVILA

lacerdaavila@uol.com.br

São Paulo

_______________________

E o Planalto tremeu

Ai, meus sais... Tremei! O PR deixa a base. O que será de nós? Doravante os parlamentares do PR votarão de acordo com a sua consciência. Trata-se de uma informação ou de uma ameaça? Tragédia grega ou ópera-bufa?

ALEXANDRU SOLOMON

alex101243@gmail.com

São Paulo

_______________________

Regra do jogo

Se não puder roubar a "bola" nem rebater os ataques, saia correndo da base. Não, não é uma regra do beisebol, é o lema dos partidos aliados do PT.

LUIZ HENRIQUE PENCHIARI

luiz_penchiari@hotmail.com

Vinhedo

_______________________

Mensalão rebatizado

O ex-ministro Alfredo Nascimento, agora senador, comunicou o afastamento do PR da "base do governo" dizendo que "a partir de agora a legenda será independente". Revela, portanto, que o PR era "dependente" do Executivo, ou seja, seus membros perderam as vantagens não republicanas - outra forma de mensalão - e estão revoltados: não querem trabalhar para o Planalto sem receber por fora. Se outros partidos "da base" perderem as boquinhas, também se afastarão? Os contribuintes agradeceriam!

MÁRIO A. DENTE

dente28@gmail.com

São Paulo

_______________________

Cargos por votos

É necessário regredir mental e espiritualmente até chegar ao mundo das sombras para entender a politicagem que grassa neste país. Ora, para um projeto ser votado, para o bem da Nação, os partidos exigem cargos? E se não forem contemplados a Nação ficará com o prejuízo? Que política nojenta é essa? Por que fazem esse jogo, uma vez que foram eleitos para exercer mandatos a favor do País? A Justiça Eleitoral deveria punir com cassação os congressistas que exigem cargos para votar, isso não deve continuar assim!

ALBERTO NUNES

albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

_______________________

Sociedade condenada

"Quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em autossacrifício, a sociedade está condenada" (Ayn Rand). Parece que a filósofa russo-americana se referia ao Brasil de hoje.

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@gmail.com

São Paulo

_______________________

O País está queimando

Onde há dinheiro, há corrupção. Onde há muito dinheiro, há muita corrupção. Por isso os maiores antros de corrupção estão nos governos, onde há a maior concentração de dinheiro de um país. E o combustível que alimenta este vasto incêndio corruptor que corrói as entranhas da Nação é a certeza da impunidade.

MIRIAM BENAYOUN

assatemec@bol.com.br

Itu

_______________________

Caminhos para Dilma

Entre as duas gestões petistas não houve aumento da corrupção. Apenas Lula era imbatível na arte de escamotear os fatos. Que caminho Dilma vai escolher?

JOSÉ WILSON GAMBIER COSTA

jwilsonlencois@hotmail.com

Lençóis Paulista

_______________________

Se correr o bicho come...

A presidenta está no mato sem cachorro: se ampliar a faxina, vão derrubá-la; se parar por aí, não convence ninguém.

CONRADO DE PAULO

conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

_______________________

Inversão de valores

O senador Jarbas Vasconcelos movimenta-se para construir uma base de sustentação para a presidente Dilma no Senado, tentando libertá-la dos fisiologistas. Mas será que ela quer? Alguém acredita que ela demitirá o Novais, do Turismo? Pago pra ver.

ADEMAR MONTEIRO DE MORAES

ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

_______________________

Distribuição de renda

Em cerimônia no palácio, dona Dilma afirmou que uma das metas de seu governo é a distribuição de renda. Pena que, pelas denúncias diárias, a impressão que fica é que essa distribuição só está sendo feita internamente.

MAURÍCIO LIMA

mapeli@uol.com.br

São Paulo

_______________________

PETROBRÁS

Aparelhamento

"Toda decisão na Petrobrás é política", diz seu presidente (17/8, A1). Para isso serve o aparelhamento político das estatais. O interesse do PT prevalece sobre o da empresa ou o do País.

ALBERTO FUTURO

carlos_futuro@viscondeitaborai.com.br

São Paulo

_______________________

Propriedade particular

Mas é claro que todas as decisões são políticas, como diz Gabrielli. A PeTrobrás hoje pertence ao PT!

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

_______________________

Decisões políticas

É bom que os investidores da Petrobrás saibam disso e caiam fora enquanto é tempo.

M. CRISTINA ROCHA AZEVEDO

crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_______________________

Práxis de governar

O gargalo do pré-sal não está nos equipamentos, mas na garganta dos dirigentes do Brasil nestes mais de oito anos de governo. Está na empáfia irresponsável com que vêm anunciando uma esperança que se encontra a mais de 7 mil metros de profundidade, alimentando ilusões mentirosas, como é da práxis deste modelo lulopetista de governar. Muito pior que isso, pretendem continuar!

EUGÊNIO JOSÉ ALATI

eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

_______________________

"Limpar o chiqueiro ou alimentar os porcos, eis a questão"

JORGE MANUEL DE OLIVEIRA / GUARULHOS, SOBRE A FAXINA VERSUS "GOVERNABILIDADE"

jmoliv11@hotmail.com

"E Wagner Rossi não sabia de nada? É mesmo? Nem

o padrinho Michel Temer?"

FABIO MELLO FONTES / SANTOS, SOBRE O PEDIDO DE DEMISSÃO

DO MINISTRO DA AGRICULTURA

fmfontes@globo.com

_______________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.348

TEMA DO DIA

Desvios no Turismo não serão rastreados

Segundo os responsáveis, dificilmente será possível comprovar o destino dos R$ 4 mi repassados ao Ibrasi

"Até agora, o único punido foi justamente o servidor que denunciou o esquema."

ANSELMO NOGUEIRA

"Aqui, ser corrupto é sinônimo de sucesso e prosperidade."

RICARDO LAZZARINI

"Não nos surpreende esse desfecho (impunidade). Por que não perguntam ao povo se concordam em deixar todo esse dinheiro nas mãos desses bandidos?"

HAMILTON DE OLIVEIRA

_______________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

VETO AO AUMENTO REAL

Partido dos Trabalhadores (PT). É uma ironia! A presidente Dilma Rousseff vetou regra que previa reajuste acima da inflação (aumento real) para trabalhadores aposentados que ganham mais de um mínimo, prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) aprovada pelo Congresso. O deputado Paulo Pereira da Silva (PDT) deverá apresentar emenda para garantir o aumento real em 2012. Aguardamos ansiosos, pois o deputado Arnaldo Faria de Sá, que se diz representar os aposentados, não se manifestou. Quanto ao aumento de sete anos quanto ao tempo mínimo de contribuição, considero uma solução possível, visto o custo da sobrevivência no Brasil ter aumentado, causando um problema real de caixa na Previdência.

José Erlichman joserlichman@terra.com.br

São Paulo

_______________________

PERVERSÃO

R$ 3oo milhões para explorar o "naming rights" do Itaquerão, aumento de mais de 100% para os "nobres políticos", muitos envolvidos em maracutaias milionárias, e os aposentados, que trabalharam uma vida toda, com o mísero aumento do salário vetado pela presidente para (pasmem!) "mostrar rigor fiscal e impedir a pressão por aumento de gastos". Quer dizer, dinheiro para esbanjar numa Copa, que nem é importante para o País, tem. E os coitados dos aposentados pagando o pato. Isso não é uma reversão de valores, é uma perversão. Tenham dó! Isso é uma vergonha!

Tânia Pinotti tkita@uol.com.br

São Paulo

_______________________

MENTALIDADE ARCAICA

Para mostrar rigor fiscal e impedir pressão por aumento de gastos, ao invés da Dilma Rousseff proibir políticos corruptos em geral (como ministros, senadores, governadores e prefeitos) de se autodeterminarem aumentos absurdos e superbenefícios estendidos aos seus familiares, que normalmente nunca fica abaixo de 70%, podendo chegar a até 200%, como já vimos ocorrer, preferiu começar vetando artigo de lei que previa reajuste acima da inflação - que com certeza não seria acima de 1% - a aposentados e pensionistas do INSS que recebem acima de um salário mínimo. Ou seja, a desfaçatez, a perversidade, a mentalidade arcaica do governo continua no mesmo padrão e conduta, a de acabar cada vez mais com a vida dos aposentados, colocando-os em níveis de miséria total.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

ASSEMBLEIAS

A emenda do senador Paulo Paim que foi introduzida na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) sobre o critério de aplicação do reajuste ao valor das aposentadorias de quem percebe acima de um salário mínimo foi vetada pela presidenta Dilma. Isso vai fazer com que as aposentadorias tenham um pequeno percentual de reajuste Mas os milhões de aposentados não assumem a responsabilidade de lutar por algo que lhes diz respeito de forma direta. Efetivamente, quem pode dizer quanto o aposentado está reivindicando de reajuste? Quantas assembleias foram realizadas, quais as categorias que tomaram essa iniciativa e qual foi a frequência? E qual o esquema de mobilização? O aposentado esqueceu que na ativa tinha de ir à luta nas Campanhas salariais para obter muitas vezes apenas à recuperação da inflação do ano anterior. E mais, a Presidenta vetou a Emenda que agora, volta para ser apreciada pelo Congresso. É preciso então pressionar os Congressistas a derrubarem o veto. E não adianta só fazer manifestações esporádicas, é preciso procurar o Parlamentar na sua base, onde ele vai buscar votos. Como se pode constatar, são muitos os desafios que estão colocados para cada aposentado. Que precisa procurar sua Entidade representativa assumindo a responsabilidade que lhe cabe num programa de luta. De imediato. Sem mobilização vamos ver milhões de aposentados "esperando" soluções. E sem participação, isso não vai acontecer.

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

_______________________

VIOLA FORA DO SACO

Nós, os aposentados e pensionistas de Volta Redonda e das demais cidades do Brasil, queremos saber da Associação de Aposentados e Pensionistas (AAP-VR), a maior da América Latina, qual vai ser o próximo engodo depois do veto da presidente Dilma Rousseff à emenda que "assegurava os recursos orçamentários necessários aplicáveis ás aposentadoria e pensões que seriam definidas com a presença dos representantes da AAP-VR e demais Associações dos Aposentados de todo País". Será que vai ser necessário aposentados e pensionistas do INSS, independentemente das associações, se prepararem para, num grito uníssono, acordar os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário do nosso Brasil? Não gostaríamos que dessa vez nossas associações colocassem a viola dentro do saco. Chega de tanta covardia.

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

_______________________

A FORÇA DOS APOSENTADOS

Se engana quem pensa que os aposentados são o elo mais fraco dessa corrente. Não são! Quem tem aposentados na família sabe quem o quanto esse descaso se irradia por todos os eleitores que forma o conjunto familiar. Não consideram que são pessoas queridas, avós, tios, pais, agregados, etc. Posso dizer que é uma tremenda burrice julgar que tal fato não contamina todos os membros: eleitores, cujo voto vale tanto quanto qualquer outro. Basta olhar ao redor e conferir o efeito. Veremos o resultado nas próximas eleições!

Maria de Mello nina.7mello@uol.com.br

São Paulo

_______________________

PASSEATA

Aumento acima da inflação para os aposentados não pode, mas dar dinheiro aos parasitas da Nação pode. Nós, aposentados, infelizmente ainda não percebemos a nossa força, pois somos 20 milhões de eleitores e, com certeza, isso dá para eleger um presidente da República. Agora, enquanto ficarmos sentados na pracinha jogando dominó, não vamos conseguir nada, pois sempre seremos utilizados como instrumento de manobra por parte dos políticos oportunistas. E tem mais: será que, se chegarmos a um supermercado ou a uma farmácia para fazer uma compra e, na hora de passar no caixa, dissermos ao gerente que somos aposentados e que nosso aumento foi uma mixaria, será que teremos algum desconto? Com certeza seremos motivo de piada. Diante disso, conclamo todos os aposentados a saírem em passeata pelo Brasil afora para mostrarmos à presidenta Dilma e aos políticos deste Brasil desigual a nossa indignação diante da maneira com que estamos sendo tratados ao longo desses oito anos e meio de governo.

José da Silva jsilvame@hotmail.com

Osasco

_______________________

MISERÁVEIS

O brasileiro aposentado é uma classe que esquece rápido. Há pouco tempo o Lula vetou o fator previdenciário do INSS. Logo depois os ministros do supremo consideraram a fórmula mágica deste fator constitucional. Para o Supremo, dois brasileiros, um de 15 anos e outro de 30 anos, que começam a trabalhar no mesmo dia, recolhendo iguais valores, depois de 35 anos, o mais velho deverá receber o dobro. Cadê a igualdade entre os brasileiros! Agora com o corte da Dilma, a tendência é que no futuro todas as aposentadorias, corroídas pela inflação, fiquem próximas ao salário mínimo. No entendimento do governo do PT, trabalhador aposentado do INSS não passa de uma classe de miseráveis.

Luiz Carlos Laurindo de Oliveira luizcarloslaurindooliveira@gmail.com

Rio de Janeiro

_______________________

LINHA DE FRENTE

Pelo que estamos observando em nosso país, esse ano haverá muitas crateras. Umas serão utilizadas para a construção de estádios de futebol, outras provavelmente serão utilizadas para enterrar os aposentados do INSS. Pelo que observo, com a marolinha que está vindo por aí, mais uma vez seremos nós, aposentados, que ficaremos na linha de frente.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

_______________________

INDIGNO

Dias atrás o Sr José Dirceu afirmou com todas as letras que a Dona Dilma vai cair. Tomara que isso ocorra mesmo, depois deste ato indigno contra os aposentados, o veto ao aumento para as aposentadorias. Isso, sim, é indigno, e não as fotos e algemas daqueles ladrões defendidos por ela, a queda da presidenta hoje com certeza é o desejo de todos nós, aposentados e trabalhadores honestos deste imenso Brasil.

Jose Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

_______________________

AS METAMORFOSES DE DILMA

Palavras vão ao vento. Promessas somem ao sabor das correntezas. A presidenta Dilma para fazer passar um aumento pífio do salário mínimo garantiu que em 2012 o aumento seria decente. Mas sabemos que o compromisso com a verdade não é quesito de importância na visão lulopetista. Metas passam a ser metamorfoses. Indecente e daí. Como arranjar dinheiro para alimentar a corrupção. Afinal os aposentados não saem pelas ruas e não pintam suas caras. São passivos e ignoram que têm força para mudar os resultados de uma eleição. Dilma merece mesmo ser chamada de presidenta, o que embora correto segundo os dicionários, imprime um certo sentido de deboche.

J. Treffis jotatreffis@hotmail.com

Rio de Janeiro

_______________________

POBRES APOSENTADOS

Parece que a presidente Dilma não está nem um pouco preocupada com os pobres aposentados, posto que vetou o aumento maior para benefícios do INSS acima do mínimo. Mas, por outro lado, está liberando R$ 10 bilhões para emendas parlamentares. A pergunta que se faz é a seguinte: Quais votos são mais importantes, aqueles dos aposentados, que parecem não levar a nada, ou os representados pelos congressistas que aprovam os projetos do governo? Não é muito difícil de responder.

Jose Marques seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

_______________________

SEM REPRESENTATIVIDADE

Grande parte dos aposentados brasileiros tem mais de 70 anos, portanto possuem a prerrogativa do voto facultativo, votam se quiserem. Sendo assim, não tem muita representatividade nas urnas. Será este o motivo por não conseguirem ter sua aposentadoria reajustada dignamente?

Maria do Carmo Zaffalon Leme Cardoso mdokrmo@hotmail.com

Bauru

_______________________

APOSENTADORIA - PLÁSTICA x CONTEÚDO IMUTÁVEL

Hoje é prática fazerem cirurgia plástica no rosto, porém, muda-se a embalagem, mas permanece o conteúdo. Dona Dilma Rousseff tirou a máscara de destemida e seguiu os passos de seu criador - prometer e não cumprir. Assim, podem-se desviar verbas nos ministérios, mas não se pode usar algemas; pode-se dobrar o salário dos três poderes, mas não se pode aumentar a pífia pensão dos espoliados aposentados. É permitido mentir, roubar, falsear - mas não é permitido reajustar as miseráveis aposentadorias. É a eterna lorota de sempre, tendo como pano de fundo a fantasia do senador Paulo Paim (PT), que "morde e assopra" a medida presidencial dentro de sua jogada. Afinal, qual é a desse senador - fazer "mise-en-scène" política para tapear o eleitorado? Promete, fala, denuncia e, de repente, fica mudo, calado e omisso. Onde é que ficaram as promessas e denúncias de desvios astronômicos de verbas da Previdência pelo governo Lula? E o governo atual continua desviando também? Onde é que se esconde o senador, pseudo defensor dos aposentados? Onde é que se escondem os eleitores petista que tudo aplaudem e nestas horas se calam? - Para eles sempre há verbas aumentadas, como as bolsas-parasitas, o MST, as ONGs clandestinas, e tantos outros segmentos. É a desfaçatez de um governo corrupto e de um povo apático.

João Roberto Gullino jrgullino@oi.com.br

Petrópolis (RJ)

_______________________

TREMENDAMENTE INJUSTO

Muito bem, dona presidente. A senhora está provando que realmente quer recuperar a economia do País, e nada melhor do que cortar na polpuda receita dos aposentados. Em alguns países, como o Japão, por exemplo, o ancião é venerado tanto pelo que já fez pelo seu país como pelo exemplo e pelos conhecimentos que transmite à juventude. Aqui, no Brasil, embora representem votos numa eleição, o aposentado é tratado pelos políticos como lixo. Veja o meu caso, que pode servir como exemplo. Contribuí ao INPS, depois INSS, durante cerca de trinta e oito (38) anos, religiosamente, sem falhar um único mês, sendo que num número incalculável deles, pela contribuição máxima de vinte salários mínimos. Passei, então, a receber o chamado, na época, "prato de sopa", mas continuei contribuindo por mais uns pares de anos, cerca de 10 ou 12 anos, até a aposentadoria definitiva, cujo valor considerei inadequado. Com o direito adquirido pela fidelidade nas contribuições, recorri ao Judiciário e obtive o reconhecimento do meu direito, tendo sido minha aposentadoria fixada em 10,7 salários mínimos. Neste país maravilhoso, mas tremendamente injusto pela delegação concedida aos poderes públicos - onde juízes desonestos são "condenados" à aposentadoria compulsória, mas recebendo o salário integral; deputados e senadores desonestos, muitos deles incursos na Lei da Ficha Limpa, retornam ao Congresso e são recebidos com aplausos e agraciados com cargos de relevo; ministros de Estado, a maioria deles indicados pelo apedeuta Honoris Causa, são acusados de meterem a mão no erário, e os únicos resultados visíveis são a indignação do vice-presidente pela sua detenção e as críticas à Polícia Federal por cumprir bem o seu dever -, não poderia ocorrer outra coisa: um espertalhão enviou ao Congresso um projeto de lei mandando, unilateralmente, reduzir a taxa dos aumentos para as aposentadorias superiores a um salário mínimo. Como os nossos congressistas são muito zelosos com a economia nacional e só aceitam gerar aumento de custos quando em seu próprio benefício (mais de 60% este ano), o Congresso apressou-se a aprovar a referida lei, salvando assim, o país da bancarrota. Hoje, com quase 86 anos de idade, com o fêmur direito fraturado em acidente doméstico e não consolidado, tendo de usar muletas para me locomover, recebo apenas 5,1 salários mínimos, menos da metade do que deveria receber pelo direito adquirido, ao cumprir a minha parte. Aguardem sentados pelo meu voto.

Nelson Reis Pinto nelsonreispinto@litoral.com.br

Registro

_______________________

APOSENTADOS QUE SE EXPLODAM

Dale, Dilma, do glorioso PT! Promessa é só em época de campanha eleitoral. Ora, quem disse que temos dinheiro para aumento de idoso, eles que se explodam. Não votam mais e com o que ganham logo morrerão de fome, entendeu, companheiro? Vamos acordar, eleitores que hoje são filhos e netos, pois seus dias tardarão mais chegarão.

José Alberto de Paiva alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

VETO INJUSTO

Presidente Dilma, não frustre um sopro de esperança que ainda nos resta em relação ao seu governo. Não sacrifique mais os aposentados, que não merecem. Há amplas possibilidades de cortar despesas em outras áreas. Por que a incoerência de sempre atingir os mais fracos?

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

_______________________

ACORDA, BRASIL!

Já estão tirando dinheiro dos aposentados com os roubos e desvios, como bem escreveu aqui o Sr. Roberto Twiaschor, mas também estão tirando dinheiro do povo em geral, com a inflação (diluída em dois anos), com os gastos acima do recomendado, para ganharem a eleição e se manter no poder. Mas também estão provocando mortes de juízes, quando a impunidade, toma conta do País, onde os amigos do rei não são incomodados (sem algemas e sem fotos), fazendo a onda se espalhar entre os criminosos. Quando há descontrole e má gestão, falta de compromisso com o bem, o mal prevalece e a conta volta para a população. Já tivemos isso no passado, está voltando tudo novamente. Há continuar, vão acabar com as contas públicas, que com muito esforço, nosso povo colocou em ordem, o que nos espera, será um brutal esforço, mas não agora, porque o ''pt'' covardemente vai empurrar isto para outros, para um verdadeiro líder, que seja capaz de pedir um novo esforço, para o povo e estes atender, como aconteceu nos anos 90. Acorda, Brasil!

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

_______________________

PODE E NÃO PODE

Então tá! Aumento de aposentadorias e pensões acima da inflação não pode, mas atender aos pedidos para emendas parlamentares de cunho meramente eleitoreiros pode! Não fiscalizar, como deveria, para onde vai o dinheiro destinado às ONGs pode! Fazer de conta que as obras do PAC estão aceleradas pode! Fazer vista grossa aos desmandos de muitos ministérios poode! É esse o Brasil sem miséria que nossa presidente almeja?

Ana Clarice Baccini claricebaccini@hotmail.com

São Paulo

_______________________

O PAÍS NÃO MERECE NOSSO SANGUE

A Dilma pretende ano que vem deixar os aposentados mais lesados do que já estão sem aumento? Mas os mistérios (antigos ministérios) dela podem roubar e corromper que o dinheiro nunca acaba? É assim mesmo no Brasil, ser honesto, trabalhador, é crime. Os aposentados são sempre os lesados por tordos os governos, então para que dar sangue por um país tão corrupto, onde só os políticos levam grandes e enormes vantagens?

Alvaro Jose Justino Antonio anjogoma@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

_______________________

PUNIÇÃO

Aumento para aposentados que ajudaram a construir a Nação não pode. Liberar emendas para encher os bolsos de políticos corruptos pode. Prender pessoas que roubam uma banana pode. Prender políticos que roubam milhões dos cidadãos brasileiros não pode. Estes são imunes a qualquer punição, têm foro privilegiado, são figuras especiais, ficam impunes. Espero que o inferno esteja à sua espera e a todos os que pactuaram com o mal feito.

Alvaro Salvi alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

_______________________

FAXINA OU FACHADA?

Um significativo número de leitores do Estadão se manifestou ontem no Fórum sobre a atitude absurda da presidente Dilma e a cúpula do seu governo, escrachando a Polícia Federal pela "surpresa" de prenderem corruptos infiltrados há anos em diversos ministérios, em nome da tal "governabilidade", implantada pelo guru deles. A presidente então foi ao cume da montanha defendendo a dignidade dos safados porque suas fotos foram publicadas nos jornais. E como se manifestaram os leitores preocupados com os interesses legítimos do país, não disseram nada sobre o assassinato da juíza Patrícia Lourival Acioli, que procurava simplesmente cumprir com o seu dever de condenar assassinos e safados de toda ordem. Com certeza sua família teria preferido que os assassinos tivessem publicado a sua foto na internet para que "a sua dignidade" fosse exposta aos pilantras que se encontram nas ruas e no governo apontando-a como persona non grata à bandidagem nacional, em vez de assassiná-la barbaramente. São essas declarações e as leis ridículas aprovadas pelo Congresso e sancionadas pelo Executivo, que transformaram este país em um mar de rosas para toda sorte de malfeitores. É sabido que a presidente demonstrou tanta indignação com as fotos para acalmar os membros da sua base parlamentar preocupados em saber quem seria a bola da vez. E assim o governo federal nos brinda com mais uma jogada de marketing, usando a faxina como fachada enquanto vai governando na mesma toada, para satisfazer o bando de pilantras que pululam no Congresso sempre em nome da tal governabilidade. Paralelamente ela vetou o aumento para os aposentados do INSS para não complicar as contas do governo, afinal, digo eu, com tanta roubalheira, sobrou para os aposentados compensar o rombo no erário federal, já que seus ladrões dificilmente serão condenados e mais ainda em devolver o que furtaram. Já o governador do Rio de Janeiro rejeitou a ajuda da Policia Federal, exatamente para investigar membros da força policial do seu Estado, que resolveram aderir ao crime e formaram as chamadas milícias, uma das quais é suspeita do assassinato da juíza. Terá ele receio de que a PF, a partir das milícias alcance algum membro do seu governo ou será só por arrogância? Tinha razão o filósofo Bezerra da Silva quando compôs o samba Reunião de Bacana, com o famoso refrão "Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão".

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

_______________________

LIMPEZINHA MEIA-BOCA

Vamos deixar de conversa mole! A nova mania de alguns coleguinhas da imprensa brasileira, quando noticiam a profusão de escândalos que enlameiam a gestão da presidente Dilma Rousseff, é desancar os acusados de corrupção, mas fazendo o possível, e o impossível, para "aliviar a barra" da chefe do Executivo, baseando-se sempre na falaciosa tese de que ela estaria afastando os corruptos, naquilo que seria uma "faxina governamental". Mentira!!! Na realidade, os corruptos estão se afastando, como forma de proteção, na medida em que são expostos pela imprensa, mantendo-se nos cargos todos os demais envolvidos nas maracutaias, até o momento em que acabem também sendo denunciados pelas revistas semanais. É triste ver jornalistas da "velha guarda", com reais serviços prestados ao Brasil, deixando-se intimidar pelas empresas nas quais trabalham, aceitando o ridículo papel de exaltar essa mentirosa faxina que estaria sendo feita por dona Dilma, quando eles sabem, tal como sabem os brasileiros que ainda preservam um mínimo de dignidade e independência de raciocínio, que essa "limpezinha meia-boca" não passa de um "teatrinho" para enganar otários. Afinal, se Dilma estivesse verdadeiramente interessada em fazer uma "limpeza geral", ao invés dessa "faxinazinha seletiva", em alguns ministérios, começaria por tirar o lixo que está escondido debaixo dos tapetes do Palácio do Planalto. Na verdade, ou a presidente Dilma parte para uma "assepsia ampla, geral e irrestrita", custe a quem custar, ou vai continuar "enxugando gelo", em uma mera estratégia de enrolação. E tenho dito!

Júlio Ferreira julioferreira.net@gmail.com

Recife

_______________________

A FAXINEIRA ENCURRALADA

A faxina acabou ! O patrão real desta Casa da Mãe Joana, Michel Temer, dono da mansão PMDB, depois de uma reunião com os outros sócios do poder que ocupam a maioria dos cômodos no luxuoso castelo Brasil, chamou a governanta e impôs severas condições para que ela continue no cargo. Dilma deve ter pensado muito nas palavras do suposto chefe do mensalão, José Dirceu, quando ele disse estar espantado com a loucura que Dilma estava fazendo ao enfrentar a base política aliada do governo no Congresso Nacional. O dono da mansão peemedebista disse que Dilma só poderia demitir os corruptos de categoria inferior, popularmente conhecidos como "ladrões de galinha". A turma dos corruptos de colarinho branco que ocupa os ministérios da Casa da Mãe Joana pertence ao bloco político conhecido como "Banda da Impunidade". Triste fim de uma suposta boa idéia. A grande verdade é que o povo brasileiro, assim como a presidente Dilma, está sem saída. Todos somos reféns dos corruptos. O povo parece estar vencido pelo cansaço. O Brasil foi sequestrado por um sistema político criado para dar abrigo aos corruptos. Esta bagunça jurídica tomou impulso a partir de 1988, quando o ex-ministro da Defesa Nelson Jobim era deputado Federal e articulou a votação das leis na nova Constituição da República. Segundo declarações do mesmo, todas as leis para serem aprovadas, tinham que ser ambíguas, para que pudessem contentar todos os grupos que detinham o poder no Congresso Nacional. Por causa deste absurdo somente foram aprovadas leis propositalmente controversas, destinadas a manter fora da cadeia todos os corruptos e assassinos de colarinho branco. A partir daí, o crime começou a compensar. Como parece ser impossível acabar com esse status quo, a única maneira de haver justiça igual para todos no Brasil será fazer com que a impunidade venha beneficiar a todos os brasileiros. Para que isto ocorra, será necessário que os homens honestos desse país criem um movimento que se chamará "Impunidade Para Todos, Já".

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

_______________________

PR FORA

Finalmente o PR se tocou que a casa caiu? Perderam o filé e agora vão ter de comer o osso duro de roer, pelo fato de ficar fora da turma, do leva-vantagem-e-como. No Brasil, em política, quase tudo se sabe, pena que esse quase é o xis da questão. Duvido que isso dure muito, pois fica difícil quem está acostumado com a cumpanheirada e distribuindo verbas a rodo, não vai aguentar ficar OUT. Isso é um charme passageiro para o povão/imprensa esquecerem das falcatruas do ex-ministro dos Transportes e o filho dele, o pallocinho multiplicador de investimentos (80.000%), e aí voltam com pompa e circunstâncias. Isso é norma dos canalhas/políticos brasileiros.

Antonio Jose G. Marques a.jose@uol.com.br

Rio de Janeiro

_______________________

ARRANJO NO PODER

Há momentos em que chego a pensar, diante da ridícula situação a que chegou a presidente - que algumas vezes até parece vítima - que é tudo arranjado e amanhã aquele que se acha o todo poderoso irá voltar a assumir tudo. Aliás, coisa que ele nunca deixou de fazer desde a sua saída.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

_______________________

NÃO COM O PMDB

É ilusório pensar que Dilma fará com os envolvidos em escândalos de corrupção pertencentes ao PMDB o mesmo que fez com os suspeitos do PR. Ora, ela foi eleita devido à transferência de votos engendrada pelo seu antecessor e à coligação com a sigla comandada por Michel Temer. Dá para creditar algum peso no sucesso da empreitada eleitoral da presidente aos PRs, PC do Bs, PSCs e outros nanicos da vida? Acho que não. A questão é de lógica elementar: se Dilma, na posição de "gerente" do governo Lula, não condenava essa asquerosidade do toma-lá-dá-cá que insiste em corroer as bases institucionais do País ano após ano - algo que se reforçou sobejamente a partir de 2003 -, porque o faria agora, agindo justamente contra o fiel da balança daquilo que chamam "governabilidade"? Parece claro que, infelizmente, a Dilma moralizadora foi somente um breve hiato na trajetória de depredação da ética na política que o PT impõe ao Brasil há oito anos e sete meses.

Henrique Brigatte hbrigatte@yahoo.com.br

Pindamonhangaba

_______________________

DUBLAGEM

Paz com PMDB e aliados garante governabilidade, versão lullopetista da Campanha da Fraternidade.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

_______________________

REPÚBLICA DOS APANIGUADOS

Não é preciso muito para constatar que as coisas pioraram - e muito - desde os tempos em que o chefão do PT dizia que seu partido, quando assumisse o poder, iria "mudar tudo isso que está aí" : a verdade é que "nunca antes na história deste país" se viu tanta involução e degradação dos costumes políticos como nos desgovernos petistas. Após oito anos, em meio a um absurdo déficit de realizações - que é inversamente proporcional às promessas de campanha - as palavras que mais se ouvem na República petista são "corrupção", "faxina" e "Polícia Federal". Novas denúncias pipocam a cada dia; ministros caem, servidores são presos, algemados, fichados, processados, etc. O compadrio - um traço de nosso atraso institucional - virou a regra em nome da "governabilidade". Veja-se a Pasta da Agricultura. Ministério da quota do PMDB, a pasta reflete bem aquilo em que se transformou o Brasil. Denúncias de corrupção atingiram o agora ex-ministro Wagner Rossi, que achava ético usar jatinhos de empresa que tem interesses milionários junto ao ministério do qual é titular. O filho (!) do ministro, por sua vez, foi beneficiado com doações de cooperativas agrícolas que receberam recursos da... Conab para sua campanha para deputado estadual. Do chefão aos chefinhos, o ministério virou um pasto onde o capim das nomeações era farto e verdinho, à disposição dos parentes de políticos "amigos". É o caso do irmão do líder do governo no Senado, Romero Jucá; do filho de Renan Calheiros, da "ex" do líder do PMDB na Câmara, Henrique Alves, dos netos do deputado Mauro Benevides e do finado líder peemedebista Orestes Quércia, e assim por diante. São excelentíssimos apaniguados sem qualquer formação técnica para o desempenho dos cargos que ocupam, mas, cada qual, com "QI" respeitável a regar suas indicações. Quem paga essa conta são os contribuintes, que nem ficariam tão aborrecidos se o País não teimasse em prosseguir sem uma política de produção de fertilizantes; não perseverasse sem falar em modernização dos portos (para escoamento da produção de grãos, etc.) ou sem tocar no assunto "etanol", combustível que continua sem uma política de produção e distribuição, sujeito seu preço às oscilações da safra e entressafra. Nem sequer do Código Florestal ali se trata, já que, à vista de "tantas emoções", não sobra mesmo tempo para nada. Ao que me lembre, não era bem "esse" o modelo de administração pública proposto por Lulla e Dilma em seus palanques. A administração do PT é, de fato, diferente. Mas para pior.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

SOCORRO

A "coisa" está preta, estamos cercados, a roubalheira vem de cima e de baixo, o que fazer? Não há mais segurança em lugar nenhum. Brasil terra de "bandidos", salve-se quem puder! Nem adianta pedir socorro, quem deveria socorrer é capaz de lhe "tomar" mais algum, cuiiidaaaadoooooo!

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

_______________________

BRASIL ESQUECIDO

O descaramento desses políticos que "querem dinheiro público", para emendas e para uso próprio chega a aterrorizar. O PR sai da base (corruptora) o PT e o PMBD fazem ameaças e exigências; filhos de senadores, ex-senadores, deputados, fazem parte de Ministérios por indicação dos partidos. No Brasil e no brasileiro ninguém pensa. Isso é que é herança maldita, o ex-Lulla da Silva denunciou em 1988 300 picaretas e deixou em dezembro de 2010 mais de 2.000, incluindo ministros deputados, senadores e assessores.

Celso de Carvalho Mello celsosaopauloadv@uol.com.br

São Paulo

_______________________

AINDA SOBRE CORRUPÇÃO

A continuar essa ciranda infindável de parlamentares envolvidos em corrupção. A continuar essa desfaçatez de se julgarem indignados pelas prisões, algemas e fotos na mídia. A continuar esse encobertamento generalizado de suas ações, danosas ao país mas extremamente favoráveis aos seus bolsos, meias e cuecas. A continuar esse lamentável estado de coisas, sem punição alguma, vamos ter muito em breve esses pústulas vindo a público , para declararem, desavergonhadamente: "Estamos roubando, sim, e daí?".

Djalma de Melo ddmelo@terra.com.br

Rio de Janeiro

_______________________

FAXINA

Alguém ainda continua preso?

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_______________________

FAXINEIRA DO PAU OCO

Não nos enganemos. A imagem da presidente Dillma como faxineira da corrupção é igual as imagens de antigamente que popularmente chamamos de: Santo do pau-oco! A meu ver é apenas como jogada de marketing, porque ela não poderá ir além dessa espuma. Se a tropa de choque do governo federal deixar que se instale qualquer CPI, a exemplo da CPMI dos Correios que chegou aos 40 ladrões do PT, irão chegar na própria presidente. Com que dinheiro vocês acham que sua campanha a presidência, com pompa, filmagem de ultima geração, jatinho particular para cima e para baixo foi levada a cabo? Não dá para imaginar que a verba legal deu para pagar tudo aquilo não é? Se tivéssemos um Tribunal Superior Eleitoral com a mesma disposição do TCU para investigar gastos, com certeza chegaríamos aos números reais, que foram estratosféricos. Fizeram com que a campanha da oposição parecesse coisa de principiante. Por isso o Governo Federal irá barrar qualquer CPI, porque inevitavelmente chegarão a primeira sala do Palácio do Planalto e ateará fogo ao mandato da própria presidente Dillma e do vice-presidente! Leia-se: PT e PMDB!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

_______________________

VASSOURÃO

Faxina geral no governo Dilma: varre, varre, vassourão!

J. S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

_______________________

SEMPRE FOI ASSIM, SEMPRE SERÁ ASSIM

Sem qualquer rodeio na explicação, gostaria de saber se apenas os vencedores das eleições é que usaram jatinhos e outros veículos para deslocamentos quando em campanha incluindo ainda o recebimento de recursos em forma de dinheiro para suas campanhas? Os que perderam as eleições não receberam nada, não usaram jatinhos e outros veículos e por isso então é que não ganharam tais eleições? Parem com isso. Quem fica plantando notícias dessas é um ludibriador. Todos os políticos em qualquer lugar do planeta recebem recursos de terceiros (simpatizantes, interessados, lobistas e outros tantos) isso é assim e não vai mudar. Ficar batendo na tecla que fulano recebeu não sei quanto, ciclano usou não sei o que, é pura balela. Deixem de ser ingênuos e acordem para a realidade,se candidatem sem recursos e vão ver quantos votos terão.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_______________________

MOTIVO PESSOAL

A empresária Luiza Helena Trajano aceitou ser ministra de Dilma Rousseff, no lamaçal de corrupção que é Brasília do pós Lula, será que ela não calculou o dano, que acarretará para seu magazine e com o próprio nome. Sem dúvida deve ser por vaidade: uma nova tentativa de emagrecimento rápido. Contrariedade não vai faltar para a nova ministra.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

_______________________

AMOR À PÁTRIA

Senhora Luiza Trajano, se estiver aceitando a nomeação para o Ministério das Pequenas e Médias Empresas, simplesmente pelo amor à Pátria, parabéns.Mas, se for para usar o cargo como um novo balcão de negócios, dentre outras atividades, como todos os seus colegas estão fazendo, que a sua passagem seja muito breve.

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

_______________________

PALPITE DE SERRA

O ex-candidato à Presidência da República derrotado José Serra, ao palpitar sobre sua escolha para concorrer à Prefeitura de São Paulo, diz que o senador Aloisio Nunes Ferreira é o nome certo. Pelo que me consta, caro Sr. Serra, o senador Aloisio foi escolhido pelos paulistas para ficar no cargo pelos próximos oito anos. O voto dado a ele foi um voto útil e de resistência à petralhada, tanto que sua eleição foi uma surpresa para ele e o PSDB. Penso que o Sr. deva se preocupar com os altos índices de rejeição que o seu nome obteve neste último mês, quando se cogitou seu nome para prefeito. Então, vá cuidar da sua vida e de sua imagem, já que sua opinião e vontade estão em baixa, esqueceu-se do nosso lema? O que menos precisamos é de tutela.

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

APOIO

Ainda bem que José Serra apoia Aluisio Nunes para a Prefeitura de São Paulo, porque os paulistanos querem para administrar essa cidade Andrea Matarazzo. Esse, sim, um candidato pronto que conhece a cidade e sabe como resolver seus problemas.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

SEM INTERFERÊNCIAS

Dora Kramer, em sua coluna de terça-feira, afirma que Serra prefere Aloysio Nunes para ser candidato em São Paulo... mas o que nós paulistanos achamos do senhor Aloysio Nunes, eleito por nós para senador, por oito anos, para equilibrar a balança de São Paulo no Senado, já descalibrada com a presença de dois Suplicys? O que sabe Aloysio Nunes de administrar esta cidade? Nada! Agora queremos votar em quem já conhece São Paulo como a palma da própria mão, quem nela já trabalhou - por escolha do próprio Serra - e que aqui deixou sua marca de excelência! Portanto, que Serra agora respeite mais o eleitor, pois votei nele e ele me deixou falando sozinha mais de uma vez... Agora chega de interferir, senhor José Serra. Deixe-nos fazer a nossa escolha em paz!

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

_______________________

ENERGIA CARA E DENÚNCIA

A publicação da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) nos jornais de domingo (14/8), mostrando por que a energia elétrica no Brasil é cara foi uma denúncia. Principalmente na parte em que as concessões/distribuições foram prorrogadas até 2015 sem leilão. Foi uma farra. Uma vergonha. Lembra a compra, pelo governo, da Light, na década de 80 e que pertencia a Brascan Canadense. O governo pagou sem necessidade, pois 2 anos após a compra venceria a concessão e teriam a Light de graça. E pagaram. Claro. Não foi do bolso deles. Merecia apuração, como merece a atual prorrogação para apontar quem prorrogou as atuais licenças até 2015 sem leilão. É uma vergonha. Vejamos se esta denuncia da Fiesp desperta algo na sociedade, veja porque está pagando caro por uma eletricidade e cobre, efetivamente, medidas do governo. Uma coisa o povo precisa aprender. Se ele não mostrar sua cara para o governo e dizer com todas as letras o que quer, vai continuar povinho. Desculpem, mas é a realidade.

Panayotis Poulis ppoulis@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

_______________________

PERGUNTAR NÃO OFENDE

1- Após a morte da Juíza Patricia Acioli, li uma declaração de um outro juiz dizendo que ela era muito dura com o crime. Pergunto: Então os que estão vivos são os que "dão moleza"? 2- Agora colocaram três juízes para fazer o trabalho dela e os três com proteção! Pergunto: Como fica a família dela? Será que ela era perseguida no trabalho?

Ricardo Melhem Abdo www.ricabdo.blogspot.com

São Paulo

_______________________

CONTRASTE

O assassinato de uma juíza que não aceitava a impunidade contrasta com a justiça brasileira, benevolente com a impunidade, feita para os ricos e poderosos e principal e fundamentalmente defensora árdua dos criminosos do colarinho branco.

Marcos Barbosa micabarbosa@gmail.com

São Paulo

_______________________

MORTE DA JUÍZA

Se a nobre Polícia Federal sabia dois dias antes que a juíza iria ser escalpelada, por que razão não se pronunciou ou alertou a quem de direito? No Brasil nada está ruim que não possa piorar. O desembargador chefe diz que a juíza tinha escolta, a família nega, ela estava na lista dos mais procurados pela escória da nossa sociedade, e absolutamente ninguém fez nada?

Asdrubal Gobenati asdrubal.gobenati@bol.com.br

Rio de Janeiro

_______________________

ASSASSINATO

Achei equivocado o Conselho Nacional de Justiça divulgar nomes dos magistrados sob escolta de segurança. Menos mal que não tenha informado o endereço dos juízes e o nome do colégio de seus filhos.

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

_______________________

O DESTINO DOS ASSASSINOS

Uma boa sugestão à nossa presidente, que pegou a BOMBA deixada pelo animador de auditório/boneco de ventríloquo: assim como o apedeuta mandou para cuba, sem piedade e covardemente, só para agradar o ditador cubano, os dois humildes atletas e acolheu, para criar intrigas com a Itália, o assassino profissional Battisti, que tal enviar, para a Itália, em troca, os assassinos da juíza, assim que identificados?

Italo Poli Junior polijau@terra.com.br

Jaú

_______________________

CONTRIBUINTE OU VÍTIMA

Enquanto a bandidagem massacra o cidadão, assassinando crianças, jovens, idosos, homens e mulheres, nenhuma voz do judiciário pediu ao Legislativo mudanças nas leis tornando-as mais severas. Bastou que uma juíza fosse assassinada para que houvesse um clamor de juízes ao legislativo para que a lei seja revista dando maior rigor a quem matar um juiz. E contra a quem mata o cidadão contribuinte, nada? A denominação "contribuinte" não seria menos correta do que chamá-lo de "vítima?" Cidadão, contribuinte ou vítima?

Alberto Nunes Alberto albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

_______________________

RELATÓRIO SOBRE O ESTADO DA JUSTIÇA

O desembargador Nelson Calandra, Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, tem razão quando registra que a divulgação do relatório do CNJ sobre o estado da Justiça Brasileira coloca na vala comum da suspeição todos os juízes brasileiros, o que é uma profunda injustiça para aqueles que cumprem seu sacerdócio à risca - e são a maioria. No entanto, agita um grande problema do regime democrático; seriam anunciados os malfeitos somente após o trânsito em julgado de decisões judiciais, que, no Brasil, demanda anos ou décadas? O relatório aponta fatos concretos e nenhum magistrado digno deve vestir a carapuça por atos atribuídos a outros, que, de outra parte, também podem estar apontados sem razão. Espera-se, contudo, que um órgão de controle externo, cujos membros são rigorosamente escolhidos no seio da comunidade jurídica, esteja a exteriorizar ocorrência já apuradas, no âmbito interno, com o mais extremo rigor.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

_______________________

PARQUE DE DIVERSÕES

Há dias mais uma tragédia envolvendo parque de "diversões", onde um brinquedo em péssimo estado de conservação se soltou, matando e ferindo pessoas no Rio de Janeiro. Infelizmente isso já virou rotina, todo ano em algum lugar deste país acontece algum acidente semelhante! Isso tudo é fruto da falta de manutenção. Onde os culpados são os donos dos parques! Os responsáveis pela fiscalização são cúmplices. Nós como cidadãos também temos que aprender a enxergar certas coisas. São perceptíveis as más condições dos parques, a maioria dos brinquedos são velhos e com peças enferrujadas e quebradas, onde os próprios caminhões para transporte e os carros para divulgação são reflexos das mazelas. Enfim, fatalidades acontecem, o que evidentemente não é o caso dos parques de "diversões".

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

_______________________

MORTE NO PARQUE

Pela centésima vez alguém morre num chamado parque de diversões. O engenheiro levou propina e aprovou algo onde ele mesmo diz que não deixaria seus filhos? E a lei? Que lei? Sempre os gênios advogados acham pequenas brechas (crateras) nas nossas leis - que os magistrados dizem que são muito boas - sempre após qualquer tragédia, algo que não é muito frequente no Brasil. Mata-se por tudo e por nada, e é sempre a lesma lerda, ou seja, solução nunca.

Benedito Darigoto libanum@hotmail.com

São Paulo

_______________________

PEDESTRES X VEÍCULOS

Sobre a enorme quantidade de multas aplicadas pela CET a motoristas que desrespeitam a faixa de pedestres, acho que ainda é pouco. Mais motoristas deveriam ser multados haja vista que muitos deles ainda infringem essa regra básica. E não há que se falar em "educar", como muitos motoristas alegam para se justificar. Isso é papo furado. Afinal, por acaso alguém tem dúvida de que deve se respeitar a faixa de pedestres? Infelizmente o motorista brasileiro, via de regra, é indisciplinado e dissimulado, e só entende uma regra: a da punição! Quanto aos pedestres que não respeitam a faixa - e concordo que há muitos deles, infelizmente eles sempre serão a parte mais frágil se comparado ao automóvel. Então, o mais prudente e racional, é que o motorista dirija mais atentamente de modo a prevenir o risco de acidente.

Paulo Ribeiro de Carvalho Jr. paulorcc@uol.com.br

São Paulo

_______________________

"NAMING RIGHT"

Notícia de Wagner Vilaron (Estadão, 16/8) dando conta de que o futuro estádio do Corinthians recebeu proposta de R$300 milhões de naming right de um banco privado é motivo mais que suficiente para os homens públicos deste Estado, em particular o governador e o prefeito de São Paulo, recuarem no absurdo compromisso de investir dinheiro público em estádio para a Copa do Mundo, deixando para a iniciativa privada esses investimentos. Serviriam, ainda, para se retratarem à opinião pública depois de durante toda campanha eleitoral terem garantido que não haveria dinheiro público na construção de estádios e, posteriormente, com a maior desfaçatez, assumirem gastos com o Itaquerão, em solenidade que faria corar Pinóquio e seus asseclas.

Nelson Gomes Affonseca Junior nelsonaffonseca@uol.com.br

Cordeirópolis

_______________________

SUGESTÃO DE NOME

O Sr. Fernando Gonçalves sugeriu o nome Invejão ao estádio do Parque São Jorge. Até que cabe a alusão feita pelo Sr. Fernando Gonçalves, pois o Estádio do São Paulo ficou bastante "pequeno" para abrigar todos os títulos que o Tricolor ostenta. Em especial os da Libertadores, mundiais e brasileiros. Como o time do Parque São Jorge não tem nenhum título da Libertadores, de fato o estádio que estão construindo sobrará bastante espaço.

Aristides Sampaio Xavier Neto asxn@terra.com.br

São Paulo

_______________________

QUEM BATIZA O ESTÁDIO?

O Corinthians já conseguiu R$ 420 milhões da Prefeitura, nada mais justo que batizar o estádio de "Kassabão".

Sergio Scalisse sscalisse@hotmail.com

Jacareí

_______________________

NÃO VAI PEGAR

O Estádio do Corinthians a ser construído em Itaquera deveria ter o nome de seu grande presidente, falecido. "Estádio Vicente Matheus". Homenagem a este grande e saudoso Corinthiano. O nome Itaquera é um bom nome local, que em Tupi tem um significado "pedra" qualquer coisa. O que será? Agora, associar o nome a alguma Instituição financeira, cá pra nós, não vai pegar.

Rubens Quintao rubensquintao@hotmail.com

São Paulo

_______________________

ITAQUERÃO

Já que existe dinheiro público envolvido na construção do Itaquerão através do financiamento do BNDES e da isenção fiscal dada pelo governo paulista, o site da Odebrecht deveria possibilitar, além do acompanhamento físico da obra, o seu acompanhamento financeiro, mostrando de que forma está sendo consumida a fortuna que foi orçada a construção do estádio.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

_______________________

O TAMANHO DO ROMBO

Qual o tamanho do rombo que o BNDES terá com a construção do estádio do "Curintias", os benefícios e vantagens e prêmios e contratos, etc., etc. que a construtora terá para bancar um capricho do "seo Lulla"? Nós vamos pagar a conta e enricar muitos "companheros" que o PT plantou na administração pública (em Brasília). É só ler o artigo do Augusto Nunes.

Carlos Roberto Gomes Fernandes crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

_______________________

MANIFESTAÇÃO NA PAULISTA

Uma manifestação feita na Av. Paulista por um grupo de aproximadamente 300 pessoas, não mais que isso, contra o ex-genro do ex-presidente da CBF e da Fifa, João Havelange; Ricardo Teixeira... Grande parte dos amantes do futebol já está saturada de ver a mesma figura dirigindo a CBF com apoio de uma minoria de brasileiros, dirigentes de clubes e federações que o reelege antecipadamente. Esses dirigentes precisam deixar as negociatas de lado, defender a honra própria e a dos clubes históricos e partir para uma direção esportiva com alguém que vá para a CBF com a intenção de defender os clubes e principalmente a seriedade do futebol brasileiro. Chega de tantos escândalos de corrupção na CBF e na Fifa com a participação desses dois citados e mundialmente divulgado pela imprensa. Chega de compra de votos para reeleição, tanto na Fifa como na CBF. Será que as federações e clubes não têm coragem de realizar uma eleição limpa? Expliquem.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

SOLUÇÃO PARA O MST

Graças a Deus apareceu o solução para os trabalhadores sem terra do Brasil, o governo Moçambique esta oferecendo 6 milhões de hectares valida por 50 anos, aos trabalhadores com experiência em terras no serrado, Espero que nossa Presidente providencie um navio bem grande (transatlântico) e leve todos esses coitados que estão (loucos) para trabalhar em não possuem terra, assim será realizado o sonho desse pessoal (fartura de terras), que não possam voltar antes de completar os 50 anos conforme o combinado. Vão com Deus e já vão tarde

Roberto Antonio Massarente massaren@terra.com.br

Araçatuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.