Cartas - 18/10/2010

SEGUNDO TURNO

, O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2010 | 00h00

A volta da CPMF

O presidente Lula, no discurso em que cita a "vingança de Deus" contra os senadores que derrubaram a CPMF, sinaliza, claramente, a volta do malfadado tributo num eventual governo Dilma. Trata-se de questão que - ao contrário de posições religiosas ou sobre o aborto - realmente interessa à grande maioria do povo brasileiro, que, acredito, abomina tal imposto, como eu. Não darei meu voto a quem não assumir claramente posição contra a CPMF e acho que ambos os presidenciáveis devem manifestar-se a esse respeito, principalmente a candidata apoiada pelo governo que se bateu arduamente contra a sua extinção e dá evidentes sinais de que pretende promover a sua volta, agora que obteve confortável maioria no Senado.

ELIANA GUTTMANN

eguttmann@uol.com.br

São Paulo

____________________________

"VINGANÇA DIVINA"

Então, o presidente acha que "Deus fez a vingança que ele queria"? E se compara a Jesus Cristo só porque tem barba? Esquece que Caifás e Judas Iscariotes também eram barbudos?! Será que devemos temer a "vingança divina" no caso de uma possível vitória de Serra no segundo turno?

ALBERTO FUTURO

carlos_futuro@viscondeitaborai.com.br

São Paulo

____________________________

ABORTO

É curioso que se aposte que o novo presidente do Brasil será decidido pela posição sobre o aborto. Sem risco de exagero, essa guinada moral do debate deve ser comparada a práticas já repudiadas na política, como compra de votos ou nepotismo. A legalização do aborto não pode ser moeda de troca política. É uma questão que diz respeito aos direitos fundamentais das mulheres. É pernicioso, se não injusto, discutir a política brasileira pelo aborto. O que essa discussão nos mostra é que querem reduzir a democracia brasileira ao útero das mulheres

CARLOS IUNES

carlosiunes@bol.com.br

Bauru

____________________________

MILAGRE?

A calmaria no campo, com o MST hibernando, não é milagre, é a perfeita coordenação do movimento pelo líder máximo, sem nome, sem cargo, mas com toda a liberdade de comandar e comprar a paz momentânea, extremamente útil a Lula e sua candidata. Também não é milagre as composições do metrô e dos trens metropolitanos voltarem a funcionar sem problemas após a vitória de Alckmin em São Paulo. A coordenação dos movimentos quase terroristas se esconde atrás de um partido que não tem adversários, tem inimigos, não disputa uma eleição, promove uma verdadeira guerra. Se tudo isso é uma amostra grátis da democracia que estão tentando implantar no Brasil, Hugo Chávez tem muito a aprender... Aliás, se Dilma não vencer, parte do Brasil volta à Idade Média com a política da terra arrasada. Quem viver verá.

LUIZ RESS ERDEI

gzero@zipmail.com.br

Osasco

____________________________

PRIVATIZAÇÕES RUSSAS

A Rússia está partindo para um audacioso plano de privatização das suas estatais de grande porte (16/10, B15). Será que ainda continuarão as críticas às estatais privatizadas no governo do FHC?

JOSÉ MILLEI

elymillei@hotmail.com

São Paulo

____________________________

DE VERGONHAS

Só faltava essa... Justamente quem vem falar em vergonha! Durante oito anos de governo, brindou o povo brasileiro com incontáveis escândalos, sendo o mais espantoso dentre eles o de conseguir engavetar todos na Justiça, tudo para salvar os seus aloprados e, por que não, também a si próprio. Vergonha é mentir para o povo, vergonha é se apropriar do trabalho alheio!

PAULO BRAUN

paulobraun01@gmail.com

São Paulo

____________________________

APENAS UM ALERTA

Trabalhar menos e ouvir mais não é o intuito dos governantes para o povo. Eles querem é que o povo se levante com o galo e durma com as galinhas, porque assim o manejo fica mais fácil. Não leem nada, não veem nada... e o voto dessas pessoas como fica?

SONIA MARIA SALZANO GENTIL

soniasalzano@gmail.com

Descalvado

____________________________

FHC X LULA

Debate

Como a campanha de Dilma está escorada na figura do grande "estadista" Lula e também na comparação de seu governo com o de FHC, por que o atual presidente não aceita o desafio do antecessor? E que este ocorra antes das eleições. Se Lula se acha o melhor presidente que o Brasil já teve, não tem motivos para recusar.

VICENTE BENTO DE OLIVEIRA

vicente-bento@uol.com.br

Lençóis Paulista

____________________________

COISA DE COMADRES

Por que sempre que um membro de destaque do PT é desafiado, como Dilma ou Lula, aparece outro petista para responder? FHC desafia Lula e quem responde é José Eduardo Dutra, dizendo que Lula não vai "bater boca" com FHC. Não foi para bater boca que FHC chamou Lula, mas para fazer um acerto na História do Brasil que Lula e o PT distorceram. Bater boca é coisa de comadres.

FRANCISCO DA COSTA OLIVEIRA

fco.paco@uol.com.br

São Paulo

____________________________

ESCLARECIMENTO

Igreja Presbiteriana

Sob o título Dilma promete a igrejas vetar teses históricas do PT (14/10), o Estado publicou texto a respeito do encontro que a candidata manteve com supostos líderes evangélicos, entre os quais está mencionado o reverendo Guilhermino Cunha, que se apresentou como presidente da Igreja Presbiteriana do Brasil. O sr. Guilhermino cometeu dois clamorosos erros: uma mentira e o outro, por não respeitar um dos princípios fundamentais da Igreja Presbiteriana. O sr. Guilhermino não é presidente da Igreja Presbiteriana nem do Supremo Concílio, razões por que não está autorizado a opinar sobre assuntos político-partidários - a Igreja Presbiteriana, como entidade, tem por princípio não se envolver em polêmicas e/ou campanhas político-partidárias. Este outro erro é tão grave quanto o fato de o sr. Guilhermino se fazer de presidente sem o ser. Gostaria que o Estado corrigisse os erros, ou enganos, que estou certo não terem dependido da redação, mas do mau pastor.

EVARISTO RIBEIRO FILHO

evaldib@uol.com.br

Barueri

____________________________

"Nunca antes neste país FHC foi tão crítico com Lula. Pena que pode

ter sido tarde demais..."

JOSÉ EDUARDO ZAMBON ELIAS / MARÍLIA, SOBRE OS EFEITOS NA CAMPANHA ELEITORAL

zambonelias@estadao.com.br

"Os amigos do bem estão virando o jogo contra os amigos do rei"

VAGNER RICCIARDI / SÃO PAULO, SOBRE OS RESULTADOS DAS PESQUISAS DO SEGUNDO TURNO

vbricci@estadao.com.br

"Muito melhor Paulo Preto do que Sarney, Collor, Renan e Jader"

VICTOR GERMANO PEREIRA / SÃO PAULO, SOBRE OS ALIADOS

victorgermano@uol.com.br

____________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 4.720

TEMA DO DIA

Marina declara independência no 2º turno

Para a ex-candidata, posição contribui com o equilíbrio do processo eleitoral

"Melhor pronunciamento não poderia ter. Manteve o livre arbítrio do eleitor."

RODRIGO RODRIGUES

"O Partido Verde vai acabar é caindo de maduro sem ter posição definida sobre nada."

SÉRGIO SANTIAGO

"Realmente decepcionante essa ''posição'' do PV e da Marina. O Brasil precisa de pessoas que tomam decisões."

RENATO LEODÁRIO JÚNIOR

____________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

PROPAGANDAS DO PT DE LULLA E DILMA

Além de afrontarem as leis eleitorais, fazendo reuniões em órgãos públicos, o que é expressamente vedado por estas leis sempre burladas pelos aloprados do PT e, o mais incrível, o TSE, venal nada faz contra toda esta baderna expressa mostrando de que lado está, ainda por cima nas chamadas da TV a coligação dos aloprados critica as privatizações da época de FHC.

Pois bem, se criticam tanto, então os aloprados que devolvam seus celulares, seus telefones fixos, não se utilizem de internet banda larga para mandarem mais mentiras de maneira mais rápida e passem a mandar sinais de fumaça ou bater tambores. Provavelmente é o que els querem fazer após as eleições com as estatizações dos meios de comunicação para pendurarem mais apniguados do PT e dos partidos coligados que nunca trabalharam na vida, tendo sido somente baderneiros líderes sindicais, terroristas, guerrilheiros assassinos e ladrões que nunca souberam fazer outra coisa a não ser arruaças.

E para terminar quero lembrar um fato marcante ocorrido há vários anos em São Paulo com o governador Mário Covas já debilitado por sua doença, que foi acuado por professores ligados à CUT/PT de Lulla e Dilma e foi agredido fisicamente com uma cadeirada por parte destes que desejam se perpetuar no poder.

São pessoas dessa estirpe maledicente que desejam fazer do Brasil um cabide de empregos para os derrotados e incapazes do PT, emburrcer o País e introduzir o comunismo retrógrado aqui.

Fez bem FHC em chamar Lulla para um debate cara a cara e, como já era de esperar, o covardão-mor já se esquivou e disse que não vai perder tempo debatendo com ninguém. Sabem por quê? Não tem capacidade nem conhecimento.

Por esta e por outras é que a corrupção corre solta em todos os lugares e em todos os níveis.

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

____________________________

CALÚNIAS PETISTAS

Lamentáveis os rumos que a campanha do PT está dando às eleições presidenciais. Primeiro, atacam a filha do tucano José Serra, Verônica Allende, quebrando o sigilo fiscal dela. Fortalecidos pela impunidade do primeiro ato, partem para o segundo: espalham a calúnia baixa e sem fundamento de que a mulher do candidato à Presidência, Mônica Allende, fez um aborto, numa tentativa repugnante de recuperar os votos cristãos perdidos após a descoberta de que Dilma Rousseff é a favor da descriminalização do aborto. Espero que o segundo ato não saia impune. Descontrolada pela queda da afilhada de Lula nas pesquisas, a coligação governista está recorrendo a manobras cretinas, semelhantes às de Collor contra Lula há pouco mais de uma década, que culminou na derrota do petista. Os brasileiros têm de ser intolerantes com a baixaria.

Thiago C. Andrade thiagocandrade@gmail.com

Recife

____________________________

MAIS VERBORRAGIA LULÍSTICA

Novamente o grande ''timãoneiro'' Lula ataca de desagregador social com inverdades e palavras de efeito, como fez nesta última sexta-feira, 15 de outubro, em Minas Gerais, nas quais somente incultos ou desavisados podem acreditar. Na ''zelite'', ou os ricos, não estão somente eleitores de Serra, bem como é verdade que entre os mais pobres também existem os que votam em Serra. O presidente dos petistas, o senhor Lula, deveria pensar mais antes de proferir bobageiras como essas e parar de incentivar o ódio e a discórdia entre as distintas classes sociais, principalmente entre ricos e pobres, como gosta de fazer. (É clichê, mas quem planta vento, colhe tempestade.) E depois vem o PT, sua candidata à Presidência e o próprio presidente Lula mentir e acusar a oposição de ser do mal. Quem está incentivando o ódio, senhor Luiz Inácio? Quem é que o verdadeiro líder negativo desta história, que também ''joga'' brasileiros nordestinos contra brasileiros paulistas? Quem está com medo de que outras maracutaias e casos de nepotismo e corrupção possam ser descobertos, caso existam, neste governo de Lula, Dilma e do PT? QUEM ESTÁ COM MEDO DO QUÊ, SR. PRESIDENTE? Por acaso o Lula fala (berra) nos comícios de que participa que sua candidata é RICA também? Então ela estaria com medo dela mesma?

Quem não vota na candidata do PT e Lula à Presidência não concorda com a administração petista, com o Lula, com ela, com o Aerolula, com a desconstrução do Estado brasileiro que o presidente e seu partido promoveram (promovem), com os inúmeros casos de corrupção e desmandos destes dois últimos governos, com o mensalão, com os dólares na cueca, com a estrela do PT nos jardins do palácio presidencial em Brasília, com a esdrúxula política externa petista, que é amiga de ditadores e políticos de quinta categoria como Hugo Chávez e o presidente do Irã, Fidel, etc. Também discorda da ''aparente'' leniência do governo do PT e com a ajuda extraoficial - via ONGs - aos MSTs da vida, que de movimentos sociais não têm nada. Não concorda, igualmente, com a impunidade de companheiros e camaradas que cometeram irregularidades, criminosas ou não.

E também não venha Lula com esse papo furado de que a ''zelite'' é preconceituosa em relação ao fato de sua candidata ser mulher. Por várias vezes mulheres já ocuparam cargos executivos em muitas cidades e Estados do Brasil e, com certeza, não foram eleitas somente com os votos dos pobres. Que partido foi preconceituoso com o Kassab, em São Paulo, na última eleição para a Prefeitura paulistana?

Só para lembrar: cadê Erenice Guerra, a apuração de corrupção na Casa Civil e do nepotismo envolvendo, supostamente, a ex-braço direito da candidata do presidente? Quem foi punido nos casos de violação dos dados sigilosos de membros do PSDB que estão sob a guarda da Receita Federal? O que dizer das cópias dos mesmos documentos que foram encontradas no comitê da campanha eleitoral da candidata oficial à Presidência da República? Onde estão os policiais federais do caso da rinha de galo do Rio de Janeiro, quando um político petista e marqueteiro foram apanhados no local? Bem, a lista de pendências é enorme...

Maurício Miguel

São Paulo

____________________________

MACHISMO

Mais uma vez é Lula quem sai em defesa de Dilma, parece que a candidata não consegue mesmo ter opiniões e determinação para se defender, Lula acusa Serra de preconceito contra as mulheres. E Dilma, não sabe como tantas outras mulheres fazem, ter argumentos e se defender? O que fará caso eleita, vai chamar Lula ou algum membro do PT para tirar satisfações? Lula está sendo muito machista com Dilma. E o preconceituoso é Serra?

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

____________________________

JÁ CANSOU

Lá vem Lula com aquela conversa de ''preconceito'' e ''elites'' outra vez! Sempre que Lula se vê em má situação, saca o mesmo truque da algibeira. Não existe ninguém mais cheio de preconceitos do que Luiz Inácio, que separa a sociedade em grupos, mulheres e homens, brancos e negros, ''nós '' e ''eles''. Quanto à ''elite'', não consta que Lula seja, hoje, um homem pobre. Essa conversa já cansou.

Mudando de assunto, o PT vestiu a carapuça. Entrou com representação para apreender material impresso em que o bispo da Diocese de Guarulhos pede aos fiéis que não votem em ''candidatos e candidatas favoráveis ao aborto''. Segundo se entende, o panfleto não cita nenhum candidato nominalmente. Ninguém se sentiu atingido, exceto Dilma! Alguém ainda acredita na carta que ela divulgou?

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

____________________________

POSTURA

Tudo na candidata do PT é falsidade. A postura dela durante a missa em Aparecida demonstra a ''católica'' que ela é. O que esse pessoal do PT não é capaz de fazer para não perder a boquinha.

Laert Pinto Barbosa : laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

____________________________

DILMA E LULA EM BH

Dilma e Lula correm atrás do prejuízo, fazendo carreata em Belo Horizonte, terra de Aécio (e de Dilma, segundo ela). Ele, quase enfurecido, critica novamente a ''zelite''. Afinal, quem são essas

elites que tanto o incomodam? Os banqueiros, que nunca ganharam tanto como em seu governo? Os empresários de obras públicas, que também continuam faturando alto? Ou pessoas

cultas, que não é o caso de Lula? Ele recebeu um país saneado, que tinha tudo para evoluir, mas,

mesmo assim, continua com suas críticas a FHC, este, sim, um verdadeiro presidente, que deixou um legado como poucos, fez uma transição perfeita e deixou Lula com a mesa pronta. Mas, mesmo assim, ele conseguiu fazer muito pouco pelo País. Apropriou-se do que estava pronto, colocou o seu rótulo e saiu por aí dizendo que tudo era mérito de seu governo. Não quer largar o poder mesmo, está enlouquecido com isso, parecendo que o Brasil é dele e de seus asseclas de partido. Até ele deve saber que Dilma não tem capacidade para exercer o cargo, mas os que ele poderia indicar já estavam fora, principalmente por corrupção, e aí, sobrou Dilma. Ficou popular graças à sua maneira de ser e pelo fato de ter aumentado e deturpado as bolsas, tornando-as simplesmente uma bolsa-esmola, que tem dado muitos votos a ele. Basta acompanhar os mapas das eleições. Em que essa bolsa beneficiou a população? Continuam sem tudo, saúde (ele não repassa nem as verbas previstas pela Constituição), educação, segurança e sem estradas, portos, aeroportos... As receitas de seu governo aumentaram muito, mas seus gastos foram incrivelmente altos, principalmente com as nomeações sem concurso. Estendeu seus tentáculos até no exterior, distribuindo dinheiro aos tiranetes sul-americanos. Nada fez quando Morales tomou à força uma instalação da Petrobrás e aumentou o preço do gás. Nada fez quando o presidente do Paraguai aumentou o preço da energia elétrica. E não vai tomar nenhuma medida no caso da parceria com e PDVSA em Pernambuco, onde o brucutu venezuelano não colocou nem um centavo. Que governo foi esse? Para os pobres? Nem isso, pois continuam pobres e iletrados, mas iludidos com sua tosca figura. A era PT acabou, vamos partir realmente para outra melhor.

Carlos E. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

____________________________

O INTOCÁVEL

Para ficar completo o seu estoque de falácias indigeríveis, só falta ao Lula proclamar que quem não o apoia não está com Deus!

Pois é! Sexta-feira, em Belo Horizonte, em carreata com Dilma, o presidente percebeu que, ao passar num bairro de classe média alta da cidade, muitos dos cidadãos que assistiam ao evento nas ruas colocavam o polegar para baixo, reprovando a presença dos petistas por lá.

E com o microfone na mão (um perigo), o Lula lascou contra as elites, dizendo que jamais e em tempo algum os ricos ganharam tanto dinheiro como em seu governo.

É verdade. Por exemplo: os bancos, as grandes empresas privilegiadas pelo BNDES, só para fazer fusões sem criar um único emprego, etc. Até o filho ficou rico com as facilidades do poder... do pai!

Aliás, estes mesmos endinheirados a quem o lulismo há muito, e de bandeja na mão, pede encarecidamente, ou na marra, recursos para campanha de Dilma.

As baboseiras de Lula, como se diz no interior, não têm um quarteirão de crédito!

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

____________________________

DESAFIO

Finalmente FHC falou, defendendo o que plantou, defendendo o seu ninho. Estávamos cansados de ver o sr. Luiz Inácio da Silva ora vociferar, ora arrotar grandeza por ter conseguido fazer o País crescer: ''A ambição universal dos homens é viver colhendo o que nunca plantaram'' (Adam Smith, Caderno2, 15/10). Nunca um pensamento foi tão oportuno.

Não acredito que haja um mínimo de hombridade para que o arrogante e invejoso presidente aceite o desafio para debate cara a cara. É mais fácil destilar todo esse ódio, inveja, rancor na presença de plateia cativa e ladeado por subalternos.

Aparecida Dileide Gaziolla rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

____________________________

CAMPANHA DO PT

No estilo "morde e assopra", o "noço" presidente, sempre em tom raivoso, acusa a campanha de José Serra de falta de caráter e de hombridade. Depois, junto com a sua criatura, afirmam que o PSDB é quem está "baixando o nível". Quanto engodo, quanto cinismo deste cidadão e da sua turma de aloprados que fazem o jogo sujo, com mentiras, dossiês e boatos falsos e depois acusam a oposição dessa prática. Esse comportamento reflete o desespero de quem não quer perder o "pudê" e a "boquinha". Pelo andar da carruagem, a partir de janeiro os "cumpanheiro petista" vão engrossar a fila do salário-desemprego. Que assim seja.

Justino Marcio Antunes de Oliveira jmarao@hotmail.com

São Paulo

____________________________

DILMA, LULA E A MENTIRA COMO MÉTODO

Diz um velho ditado que é na adversidade que se forja o caráter nobre de uma pessoa ou se quebra a sua máscara.

Nesta eleição, na iminência de um insucesso político, estamos podendo conhecer melhor quem de fato são Dilma Rousseff e seu padrinho político, o presidente Lula. Este, sexta-feira, ao sair do Palácio do Planalto de maneira disfarçada para gravar programa eleitoral, deixou a Bandeira do Brasil (símbolo máximo da Nação) tremulando no mastro oficial, como se ele lá estivesse. Mais uma vez Lula mandou às favas a liturgia do cargo que ocupa, sem que a Justiça cega, surda e muda deste país mexesse uma palha sequer para repreendê-lo. Lula não tem comportamento digno de um presidente da República, comprovando sua arrogância crônica de quem se acha acima das responsabilidades inerentes ao cargo. Já foram tantos os abusos cometidos por ele nesta eleição que simplesmente perdemos a conta de quantas vezes o dito desprezou a Lei Eleitoral, sempre contando com a omissão vergonhosa dos tribunais, que se limitam a dar multas irrisórias ao infrator contumaz. Já Dilma nos dá uma prova do seu cinismo e hipocrisia sem limites mudando aquilo que defendia bem pouco tempo atrás e usando da mentira deslavada como método. Se ela foi vítima de alguém, foi de si mesma, que falou o que bem queria por vários anos e agora não sustenta o que disse.

Ao distorcer a realidade dos fatos nesta campanha, Dilma está subestimando a capacidade do eleitor de perceber a manipulação e rebelar-se contra a tentativa. A média da consciência coletiva não é tão tola quanto pensam os petistas e a tática utilizada por eles nesta eleição ainda haverá de lhes cobrar um preço muito alto, pois, como diz outro ditado popular, a mentira tem pernas curtas.

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

____________________________

SEGUNDO TURNO

Primeiro passo: o coronel Lula mandando votar (cabresto), como há 50 anos, só que em rede nacional, um desrespeito ao povo brasileiro.

Segundo passo: fazer-se de vítima (perseguido), (todos inocentes) assim como os presos na penitenciária.

Terceiro passo: desqualificar São Paulo (sendo que para tratamento médico todos recorrem a São Paulo). Viajei em agosto para o interior de São Paulo, 530 km (470 km em pista dupla ou mais), não encontrei um buraco na pista, para chegar ao meu destino, um sítio, percorri apenas 1 km de estrada de terra (que estava em obras com o projeto Melhor Caminho). Eu penso que a gestão do coronel não chegou ao estágio do custo-benefício.Está na hora de o povo brasileiro, em especial o paulista, não dar mais chances a esses elementos.

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

____________________________

MANIFESTO DO EU SOZINHO

Você pode achar que os candidatos a presidente tiveram seus pontos fracos. Você pode achar que Plínio de Arruda é um palhaço e não deva ser levado em conta, que Marina é crente e não tem força política e seu programa está circunscrito à questão ambiental, ou que Serra é privatizante e tentou colar sua imagem à de Lula e esconder o FHC, e cobra pedágio. Mas tudo, absolutamente tudo na campanha da Dilma tem sido uma piada de mau gosto, do tema mais sério ao mais insignificante. A começar pela forma como foi escolhida a candidata, a dedo e autoritariamente. E a própria escolha, Dilma Rousseff. O sem-sentido e ridículo do raciocínio da Dilma. Os apoios e coligações do Partido dos Trabalhadores, sendo Tiririca a sua mais completa e ridícula tradução. Lula e sua ridícula declaração de que é bom ter Tiririca como "senador". A obscena presença de José Dirceu como coordenador da sua campanha. A novela sentimentalóide do horário eleitoral do PT. A ridícula, anacrônica e novelesca pose da Dilma como mãe do Brasil. A ridícula, anacrônica e novelesca pose de Lula como pai do Brasil. A arrogante certeza da vitória acachapante no primeiro turno. A prévia e mesquinha divisão e briga por cargos decorrentes dessa certeza. Os erros monumentais das pesquisas de opinião no próprio dia da eleição. A incapacidade revelada do presidente Lula em diferenciar presidente de um país de presidente de um partido. A baba raivosa do presidente Lula contra seus adversários políticos antes do primeiro turno. O escândalo na Casa Civil envolvendo o braço direito da Dilma. O autossilêncio voluntário sobre o escândalo na Casa Civil. A culpabilização da imprensa pelo escândalo na Casa Civil. A logomarca das estatais estampada nos blogs que calaram diante do escândalo na Casa Civil. As repentinas e eleitoreiras mudanças de opinião da candidata. O uso da palavra tergiversar dez vezes num único debate. A repentina pose de beata no segundo turno. O grande índice de aprovação do governo contrastado com o grande índice de desaprovação da sua candidata. A rídicula, ineficaz, repentina e mentirosa condenação do aborto no segundo turno e a ridícula condenação da união homossexual, a volta atrás no dia seguinte, e outra vez no outro dia. Por fim, o ridículo e egoísta manifesto dos professores de Filosofia, ridiculamente denominado de "manifesto dos filósofos." O Brasil anônimo levantou um grande espelho e disse: "Olhem! Estes são vocês!"

Esta eleiçao vai entrar para história brasileira da infâmia. E Dilma, Lula e o PT vão perder, e vão perder por sua ÚNICA e exclusiva culpa, e vai ser bem feito.

Eu sozinho, Lúcio de Miranda luxio@hotmail.com

Barcelona, Espanha

____________________________

SUBMUNDO

No palanque de São Miguel Paulista, onde promovia sua beata Dilma, Lula disse que "a campanha do Serra é uma vergonha e que faz ataques até no submundo religioso". Se para ele a religião é submundo, entende-se por que ele convive tão bem com a corrupção. Basta!

Gilberto Dib www.dib.com.br

São Paulo

____________________________

CAMPANHA - QUEM PAGA?

Peço vênia para comentar um ponto talvez irrelevante. Sou ignorante no que se refere às coisas políticas e às ligadas à administração pública do nosso país. Nem sequer sou hoje eleitor, por uso de prerrogativa legal que me garante esse direito. Para mim, dado o quadro sucessório, pouco importa qual candidato seja eleito. Todos são piores; mas todos, felizmente, são biodegradáveis. Isso não me desclassifica, todavia, para me interessar por aspectos particulares do que vem acontecendo neste momento em meu país. Consultei o Orçamento Federal aprovado pelo Senado e não consegui identificar, possivelmente por falta de cultura específica, qual rubrica dá cobertura às despesas pessoais efetuadas pelo presidente e membros do governo com transporte, hospedagem, alimentação, fora o pagamento dos respectivos salários e adicionais, nos momentos em que desertam de seus postos no governo sem a necessária e indispensável autorização do Congresso e se lançam numa peregrinação, financiados, ao que tudo parece indicar, por verbas do erário, para participar pessoal, aflita, ativa e ostensivamente da presente campanha presidencial. A inquietante impressão que me fica é de que o compromisso do governo atual é com o poder, e não com o País; não com as responsabilidades assumidas voluntariamente por solene juramento no ato da posse. Fico curioso porque, se minhas suspeitas têm fundamente, tal dispêndio só pode ser coberto pelos impostos pagos por todos os cidadãos, e não apenas pelos que apoiam a candidata oficial. Não me recordo de ter visto, "nunca antes neste país", coisa semelhante em ocasiões anteriores. Ou talvez me engane, o procedimento seja normal numa democracia e tudo esteja devidamente autorizado pelo TSE e pelo Tribunal de Contas, com reembolso a ser efetuado "a posteriori" com verbas dos partidos ou através de doações populares. Se a hipótese acima for a verdadeira, antecipadamente me penintencio e apresento minhas desculpas por minhas infundadas suspeitas.

Henrique Morais henrimorais@gmail.com

Rio de Janeiro

____________________________

CAPITULANDO

Infelizmente, Marina Silva está capitulando aos petistas, haja vista o seu comportamento de fuga sobre o segundo turno. É uma pena, pois ela como poucos sentiu o odor putrefato do núcleo central do governo petista. Ela começa a borrar a sua biografia optando silenciosamente por aqueles que a destrataram quando ministra. Que decepção.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

____________________________

CONFIRMAÇÃO

Em seu programa, Dilma cita o fato de ter participado do Conselho de Administração da Petrobrás. Isto é ou não a confirmação do aparelhamento das estatais com companheiros petistas?

Carlos Angelo Ferro carlosangelo@uol.com.br

Mogi-Mirim

____________________________

PEQUENAS MENTIRAS, GRANDES SIGNIFICADOS

Lula e o PT chafurdam na lama do desespero. O carro oficial de Franklin Martins estava à frente do local de gravação da campanha por força do livre-arbítrio, conta e risco do motorista. A Bandeira hasteada no Alvorada também não foi recolhida por conta do servidor que dela se encarrega? Ninguém mais trabalha, o País está às moscas, todo mundo só pensa naquilo e, como de hábito, quando flagrados, a mentira é fácil, já se encontra na ponta das línguas.

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

____________________________

COMPRA E VENDA

O candidato nega, mas insistem que Serra, presidente, venderá a Petrobrás. Precisará, antes, comprá-la do PT.

Jairo P. Gusman jairogusman@gmail.com

São Paulo

____________________________

LULA, A LIDERANÇA MAIOR DO SÉCULO 21

Teremos outra Liderança com tamanha expressão nas próximas décadas? Ao participar de um comício na Zona Leste de São Paulo (São Miguel Paulista), fiquei surpreso e emocionado ao ver quanto o povo de São Paulo adora nosso presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Logo após apresentar e pedir votos para Dilma Rousseff, Lula quebrou o protocolo e ''pulou a cerca'', abraçando e sendo abraçado por milhares de pessoas. Acompanhado por Mercadante, Netinho e Marta Suplicy, todos ficaram admirados com o gesto do presidente Lula. Com certeza ele já faz parte da verdadeira História do Brasil e no futuro nossos estudantes saberão a importância de um governande verdadeiramente popular. Coincidentemente, isso ocorreu no Dia do Professor (15 de outubro ), o que nos faz refletir e tirar nossas conclusões... Lula é o maior e o mais veradeiro de todos os mestres na política brasileira, podendo ir também para outros continentes como um veradeiro lider. Somente o tempo desmentirá ou não estas afirmações.

Fico feliz, pois vi com os próprios olhos o carisma e a capacidade de ser humilde de nosso presidente Lula.

Adalberto Angelo Custódio betocustodio@uol.com.br

São Paulo

____________________________

LULA X FHC

Lula é mesmo um afortunado. Quando a campanha da sua candidata começa a afundar na sua própria "sem-jeitice", aparece um fato novo que poderá tirar os companheiros todos do poço em que se meteram: FHC desafiou o presidente para um debate cara a cara! Lula, como grande estadista que sempre foi, deverá aceitar o desafio de FHC sem pestanejar! Não aceitou ainda? Não se manifestou? Ora, isso é questão de agenda, Lula deve estar viajando em campanha, assim que retornar a Brasília deverá aceitar e até antecipar a data sugerida por FHC, afinal de contas, esse desafio foi o que Lula sempre quis durante os seus oito anos de mandato, não foi? Agora Lula poderá provar a todos o que até agora não conseguiu provar a muitos: que o Brasil começou em 2002, logo após a sua posse. Lula vai mostrar, por exemplo, que o Plano Real, inventado por FHC, foi um fracasso e por isso não o apoiou na época da sua implantação. Lula vai poder provar que o desenvolvimento alcançado pelo País durante o seu mandato foi obra única e exclusiva do plano econômico implantado pela sua equipe e que o governo de FHC foi um desastre para a economia brasileira. Lula vai provar que foi ele, Lula, quem nos salvou da inflação, que as privatizações foram um erro e destruiu grandes e lucrativas empresas estatais. Enfim, Lula vai ter a oportunidade de mostrar como modernizou em todo o País o atendimento à saúde, a infraestrutura viária, os portos, os aeroportos, a segurança, a educação, o saneamento, as vias férreas, etc., etc., etc. O quê? Lula não aceitou o desafio de FHC ainda?

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

____________________________

ACUSAÇÕES

A candidata do PT e o resto da tropa deram para acusar o Estado de São Paulo como sendo o pior lugar do mundo em educação, saúde, moradia e outras besteiras mais. Então, se São Paulo é este reduto de caos, o que se pode pensar do restante do País? A candidata está atacando um Estado que produz 35% do PIB do Brasil. Se não estamos melhor é porque pouco nos sobra. E o governo federal bem sabe disso. Mas deixo uma questão para a candidata. Por que o dono do Maranhão e do Amapá veio tratar da saúde em São Paulo e não usou o sistema num de seus Estados?

Antonio Fernando Ferreira rdseg@terra.com.br

São Paulo

____________________________

DILMA TRANQUILA(MENTE)

Alguém já disse: ''Aquele que diz uma mentira está obrigado a inventar vinte vezes mais para sustentar a primeira.'' Deve ser por isso que a candidata Dilma Rousseff continua mentindo para sustentar suas outras tantas mentiras que já contou, e ainda diz que não tem vergonha de mentir. Mente para sensibilizar eleitor desinformado, ao afirmar que foi torturada na prisão. Mente toda vez que nega seus crimes de guerrilha. Mentiu quando apresentou um currículo falso de doutora. Mentiu para se passar por jovem usando uma foto de outra pessoa. Mentiu quando negou a reunião com a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira. Mente quando diz que era obediente aos seus pais e ouvia seus conselhos. Ora, só se não caracteriza desobediência uma jovem abandonar a família para se juntar a um bando de terroristas no meio do mato, como fez a candidata. Agora mente em campanha, para tentar ganhar votos, afirmando que São Paulo é o Estado com maior índice de criminalidade, quando, na verdade, o Estado foi o que mais reduziu o número de assassinatos no Brasil. É assim que a candidata Dilma, tranqüila(mente), segue em sua campanha.

Francisco Ribeiro Mendes mendes.brasilia@gmail.com

Brasília

____________________________

DE VOLTA AO COVIL

O PSOL foi uma dissidência do PT devido à corrupção com o mensalão. Esquecidos os falsos escrúpulos, os chorões voltam à quadrilha antiga!

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

____________________________

KASSAB NÃO CUMPRE

A Prefeitura de São Paulo reconheceu ter cumprido apenas 7 das 223 metas estabelecidas. Ou seja, mais de 95% das metas traçadas simplesmente não foram cumpridas até o momento na gestão do prefeito Gilberto Kassab (DEM), o que é inaceitável. A impressão que fica para os cidadãos paulistanos é de morosidade, lentidão, ineficiência e falta de respeito para com os eleitores, eis que há um claro descumprimento das promessas feitas em campanha. Gostaria que o prefeito Kassab prestasse algum tipo de esclarecimento a respeito e que tentasse explicar o inexplicável.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

____________________________

LULA ATACA A RELIGIÃO

Lula, em recente discurso em São Paulo, diz que existe uma ''boataria'' criada pelo submundo religioso. Primeiro, boato é algo infundado, uma mentira, mas todos sabemos que no programa de governo do PT está a liberação total do aborto, o controle da mídia, etc. Em 2009, dois deputados foram expulsos do PT por se posicionarem contra o aborto. Segundo, chamar as religiões de submundo é de uma total falta de caráter, compatível com ser chefe de aloprados, mensaleiros e de quem nunca sabe de nada, que sempre é pego de surpresa com cada novo escândalo.

Sinceramente, presidente Lula, acredito que boa parte dos brasileiros está mais consciente, veremos isso nas urnas.

Hugo Hideo Kunii hugo.kunii@terra.com.br

Campinas

____________________________

O DESCOBRIMENTO DO BRASIL

Era o dia 1º de janeiro de 2003.

Com toda a pompa e circunstância recebia, elegante e diplomaticamente, a faixa da Presidência da República Federativa do Brasil, das mãos democráticas do sr. Fernando Henrique Cardoso, o ilmo. sr. Luiz Inácio da Silva.

Dentro de um processo inédito de transição de poder, dava-se mais passo a novíssima democracia brasileira.

Após os banquetes de praxe nessas ocasiões, começava mais um período republicano.

Cedo se descobriu que, imanado dos palácios brasilienses, se reinstituía, na nova divisão gerencial do País, o modelo das capitanias hereditárias.

"Nunca antes na história desse país" assumia, de novo, um Pedro Álvarez Cabral, agora Lula da Silva.

Estava descoberto o Brasil. Mesmo depois de 503 anos.

Tudo o que havia sido feito antes, com esmero e luta, passou a se chamar "HERANÇA MALDITA".

A existência de uma moeda sólida, de 1994; a reformulação das instituições bancárias eliminando, na superfície, a sangria dos bancos estaduais - PROER; a privatização de cabides de emprego - VALE DO RIO DOCE, EMBRAER, entre outros; a universalização dos serviços de telefonia - ironicamente, só para quem podia pagar por uma linha telefônica o tinha, as elites; uma tal LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL que colocava um freio nos esmerados políticos da elite colonialista; as AGÊNCIAS REGULADORAS de serviços públicos; um quadro de funcionários públicos enxuto e racional; tudo isso englobado num rótulo: herança maldita.

Tomava posse uma espécie de República sindicalista. Benesses para poucos.

E a letargia e anestesia do povo brasileiro passou a se espalhar, viroticamente, a partir de uma tal BOLSA-FAMÍLIA, nada nova, mas junção.

A política econômica, claro, foi mantida. A diplomacia transformada em SUL-SUL, cabendo dentro desse figurino qualquer espécie, desde que SUL.

Começava o desmonte.

Passaram-se dias e uma aeronave moderna, com interior decorado nos Estados Unidos, substituiu os meios de transporte da CARAVANA DA SOLIDARIEDADE. O mundo passou a ser visitado à custa de querosene aeronáutico. E cowboys.

Não custou muito e os habitantes "indígenas" desse Brasil passassem a ser a "zelite". A imprensa sempre sob sério risco de não publicar o que via e ouvia.

Sem entrar nos detalhes grotescos de montanhas "alopradas" de dinheiro, e aquelas enfiadas em cuecas, cabides de empregos a mil, deputados pagos para votar a favor, vozes antes caladas tomaram pé, a "monarquia" sindicalista, às vezes à base de botox, se inebriava com os ares, odores, serviçais e bajuladores dos palácios.

E, passados quase oito anos do REDESCOBRIMENTO, ressurgem as acusações das FAMIGERADAS privatizações dos ORELHÕES, aquelas mesmas que MARGARET TATCHER (?) fez na mesma época, na Inglaterra.

Não se considera que o mundo andou, que se instalou uma crise enorme e que os céus de brigadeiro acabaram?

O programa LUZ PARA TODOS, de que nunca vi resultado, gerou um poste cuja biografia visível é o Ministério das Minas e Energia, ironicamente.

Não serão precisos detalhes mais SÓRDIDOS nessa PEQUENA HISTÓRIA DO BRASIL do Século 21.

A não ser mais alguns cowboys.

Mario Henrique Ferreira mh.ferreira@uol.com.br

Santos

____________________________

SEGUE O ENTERRO

Dilma 47 x 41 Serra, conforme o Datafolha. Se eles dizem isso, é porque

a coisa deve estar muito pior para ela. Também é de se notar que Dilma

não herdou voto de ninguém. Tem o que tinha no primeiro turno, enquanto

Serra cresce de modo seguro e consistente.

E não adianta o Lula cuspir marimbondo. Quanto maior o poste, maior o

tombo.

Stanislaw Cordeiro ratles2@hotmail.com

São Paulo

____________________________

PESQUISA DUVIDOSA

Diante dos erros constatados em todas as pesquisas depois de confrontadas com o resultado do primeiro turno das eleições e pelo tanto de esforço que fez o presidente, que há pelo menos dois anos exibe Dilma como sua candidata por todo o Brasil, subindo em palanques e dizendo ser ela o Lula destas eleições, e mesmo assim não conseguindo elegê-la no primeiro turno, há de se pôr em dúvida que esses 81% de aprovação que as últimas pesquisas creditam ao presidente também estejam corretas.

Eni Maria Martin de Carvalho enimartin@uol.com.br

Botucatu

____________________________

DATAFOLHA

Não dá para confiar na pesquisa Datafolha publicada no sábado. Ela mostra erros elementares de matemática, uma ciência exata que não admite erros. Se nos votos totais Dilma tem 47% e Serra 41%, a proporção exata nos votos válidos é de 53,4% para Dilma e 46,6% para Serra. A diferença entre eles nos votos válidos é de 6,8%, e não 8%, como aponta a pesquisa. O que se nota, na verdade, é a má-fé do responsável pela pesquisa que arredondou para mais 53,4% (54%) e para menos 46,6% (46%). Se tivesse de arredondar, o certo seria 53% para Dilma e 47% para Serra, porque o arredondamento se dá para cima quando a decimal é superior a 0,5 e para baixo quando é inferior a 0,5. A diferença, pois, seria de 6%, e não 8%, como anunciado, com redução de 2% sobre a última pesquisa. Se a pesquisa não obedece aos critérios de uma ciência exata como a matemática, como acreditar que a proporcionalidade da população e dos extratos sociais esteja certa? Quer me parecer que houve má-fé ou incompetência de quem apresentou os resultados da pesquisa.

Adel Feres a.feres@terra.com.br

Goiânia

____________________________

DE ARREPIAR

As últimas pesquisas (de todos os institutos) para o segundo turno indicam empate entre os candidatos

Dilma (PT) e Serra (PSDB). O que vai decidir o pleito serão os votos dos indecisos, em branco

e nulos. E acho também que as abstenções vão influir muito no resultado. A apuração será

de arrepiar.

Olympio F. A. Cintra Netto ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________

PODER DE MOBILIZAÇÃO

Após ser pressionada por uma ala de religiosos, Dilma Rousseff teve de ceder e prometeu que, se eleita, manterá a lei do aborto. Esse segmento da sociedade se mobilizou exigindo que certos preceitos sejam mantidos ou a candidata não terá os votos. Interessante notar que a sociedade em geral não se mobiliza para exigir dos candidatos que não permitam que haja censura e que a liberdade de expressão esteja garantida, uma vez eleitos. Com um Congresso cada vez mais cooptado pelo governo, o que esperar dos parlamentares que formarão maioria, vão brigar pelos interesses próprios ou pelo bem da sociedade e do País? A conferir.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

____________________________

POLÍTICA EXTERNA

A poltica externa de Lulla foi um desastre e o PSDB não explora isso. Não consigo entender o marqueteiro tendo sempre que correr atrás das mentiras da propaganda petista. Tem de sair da defensiva e ira para o ataque. O Brasil foi humilhado quando o ''amigo'' e ''cumpanhero'' cocaleiro Evo Morales invadiu a Petrobrás na Bolívia. E o que Lulla fez? NADA. Não esbravejou e muito menos vociferou indignação, obrigando a empresa a aceitar, com a faca no pescoço, qualquer valor pelo patrimônio. No Equador foi a mesma coisa. Invadiram e prenderam executivos de empresa brasileira, e o que Lulla fez? NADA. Em Honduras foi outro vexame, acolhendo um presidente que, ele, sim, quis dar um golpe na Constituição hondurenha e foi deposto, e mais, a sua deposição foi confirmada pelo Congresso hondurenho e pelo Judiciário. Quando os demais países, incluindo os EUA, perceberam que, na verdade, quem tentou um golpe foi o presidente deposto, logo apoiaram o vice e o novo presidente eleito democraticamente. Resultado: o Brasil teve de amargar mais um vexame. Se ainda pudesse ser pior a nossa política externa, o Brasil apoiou o Irã em sua pretensão de possuir arma atômica, indo contra, pasmem, todos os países da União Europeia, a Rússia e a China. Não obstante alertado pelos EUA de que o Irã estaria mentindo e usando o Brasil, ainda assim o Brasil insistiu em sua imbecilidade de remar contra a maré. Quando, afinal, o marqueteiro de Serra irá expor isto na propaganda política e assim fazer a guerrilheira comunista dar as devidas explicações, se é que as tem?

Mauricio Ferreira da Silva mauricio.ferreira.adv@hotmail.com

São Paulo

____________________________

LLOSA E A DEMOCRACIA NO BRASIL

O laureado escritor Vargas Llosa, em entrevista publicada no Estadão, reconhece admiravelmente o avanço da democracia em nossa região, mas ressalta a existência da ditadura de Cuba e o autoritarismo na Venezuela, Nicaragua e Bolívia. É saudável apreciar opiniões realistas e lúcidas sobre a América Latina, particularmente no instante em que o Brasil se prepara para eleger novo presidente da República, sob a possibilidade de um continuísmo de viés populista no Palácio do Planalto.

O elegante entrevistado, jornalista, conhecedor dos apetites marxistas, sutilmente deixou de abordar as investidas oficiais ameaçadoras da liberdade de imprensa no continente e, particularmente, à censura imposta há 445 dias ao Estadão. Infere-se das palavras do titular do Nobel de Literatura a insegurança jurídica que vivemos na América Latina, com a ''praga da corrupção e o narcotráfico'', elementos fundamentais para a propagação do crime organizado envolvendo agentes públicos.

Pelo que estamos a assistir no País, aos brasileiros resta esperar que o mandatário eleito combata com coragem moral e rigor os vícios de facilidades e corrupção desde a Casa Civil da Presidencia da República, não permita a hemorragia do erário nacional, não goze sistematicamente da imprensa, deixe de zombar do Ministério Público, não venha politizar os arrastos na nomeação de amigos e apadrinhados para ministro do respeitável STF e assegure as conquistas jurídicas dos cidadãos e das instituições para que não se turbe o cenário democrático de nossa Pátria. Assim, enriqueceremos a percepção da democracia aos olhos do emérito escritor latino-americano.

Ney de Araripe Sucupira ney.sucupira@uol.com.br

Cananeia

____________________________

DÍVIDA EXTERNA

Um governo que apoia Fidel Castro, Evo Morales, Hugo Chávez, Ahmadinejad, tirano que mata mulheres a pedradas e enforca pessoas em praça pública; um governo que vende uma refinaria cujo investimento foi de US$ 200 milhões e vendeu à Bolívia por US$ 112 milhões; um governo que favorece sem nenhum debate outro país, como o caso de Itaipu, que dará muito lucro ao Paraguai em detrimento dos brasileiros; um governo que perdoou mais de 1 bilhão em dívidas de outros países com o Brasil, dinheiro que nos fará falta; um governo que investe em Cuba vários milhões sem sabermos se realmente esse dinheiro está mesmo financiando obras... Enfim, trabalhamos para pagar impostos, somos contribuintes para ajudar outros países sem nossa anuência. Mentem quando afirmam que pagaram a dívida externa. Nossa dívida com os bancos internacionais é de US$ 245 BILHÕES. O que pagamos foi uma dívida de US$ 20 bilhões ao FMI. Portanto, não pagamos dívida nenhuma aos outros bancos. Mentem quando dizem que pagamos a dívida externa. É um governo extremamente MENTIROSO!!!

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

____________________________

RESERVAS CAMBIAIS

Muito estranho. Como é possível constituir uma reserva cambial de aproximadamente US$ 280 bi a um custo (parte) de 10,75% ao ano e aplicar os referidos dólares no mercado internacional a taxas bem menores? A diferença do spread, taxa de captação versus aplicação, é de US$ 45 bi anuais, que está sendo paga pelos contribuintes brasileiros. E ainda vejam o absurdo, os investimentos totais do governo no País, no ano de 2010 foram de US$ 20 bi. E ainda falam que até o final deste ano as reservas atingirão os US$ 300 bi. Difícil ficará para quem assumir o próximo governo.

Marcos Antonio Scucuglia sasocram@ig.com.br

Santo André

____________________________

REAL VALORIZADO X DÓLAR BARATO!

O dólar barato gera mais importações, portanto, quanto mais importarmos, mais empregos criaremos para os asiáticos, argentinos, indianos, chilenos, americanos, etc... E os empregos para os brasileiros ficam escassos, ou melhor, sobram os empreguinhos com salários baixos.

José Luiz Martin jlmartin@estadao.com.br

São Paulo

____________________________

SINAL AMARELO

A polarização a que estamos assistindo na atual disputa eleitoral está me deixando preocupado.

Independentemente de minha posição no atual pleito, o que assisto é não a uma disputa em relação a ideias, mas em torno de pessoas, como se a disputa fosse um jogo de futebol.

Acusações contundentemente falsas de ambos os lados, louvação em boca própria, citações de fatos que nunca ocorreram, ou que a consulta a qualquer jornal da época demonstra claramente serem inverídicas, levam à preocupação de uma luta em que fatalmente o grande derrotado será a democracia.

Lula citar Ulysses Guimarães ou Tancredo Neves como se eles fossem companheiros afinadíssimos, tentando transferir para Dilma um cacife que não é dela; ou Serra levar a disputa para a discussão sobre princípios de religião, que de resto pertencem a cada um em particular e à coletividade que professa determinada crença, é simplificar demais o processo político brasileiro.

Ambos estão errados, porque o que precisa ser feito é discutir os problemas que afligem o povo brasileiro, de forma clara, didática e precisa. E tem de ser assim, porque grande parte da população brasileira não consegue entender o problema do Brasil, apenas sente de forma dura e cruel os seus efeitos, por exemplo, quando necessita de atendimento médico, procura emprego, busca educação, ou precisa gastar horas em transporte nas grandes cidades, quando poderia usar esse tempo em atividades mais interessantes.

Não há efetivamente disposição política para criar no povo a mentalidade e a responsabilidade democrática. Como pode o povo viver intensamente a democracia se ele não sabe qual é a responsabilidade que lhe compete?

Não basta apenas ter ao direito ao voto. É necessário ter a consciência do efeito que esse direito gera para o bem e para o mal.

Essa é a verdadeira batalha eleitoral, que só com o tempo e o exercício constante será vencida.

A vontade do povo será manifestada no próximo dia 31. Que Deus ilumine o povo brasileiro e que mais um passo seja dado em direção à democracia plena. E que a liberdade e a responsabilidade do povo não sejam traídas pela pequenez do momento político brasileiro.

Célio Dal Lim de Mello celiomello01@terra.com.br

Campo Largo (PR)

____________________________

OS CRENTES, AS HERESIAS E OS PRESIDENCIÁVEIS

As cenas mais deprimentes a que me lembro ter assistido nesta eleição foram o desespero dos candidatos à Presidência tentando mostrar a sua fé aos crentes. Ambos são mais ateus que Bakunin, Nietzche, Einstein, Saramago e Carl Sagan juntos, mas sem 0,0000000001% da inteligência e integridade deles. Para um ateu "apolítico", um crente é alguém que precisa de ajuda para aprender a enxergar a verdade, e nada mais. O religioso é ser humano carente de conhecimento e cultura que baseia todas as suas necessidades num amigo invisível para conseguir suportar o sofrimento da realidade da existência no planeta Terra, drogando-se de esperança, crendo em algo que nunca acontecerá. Os ateus não enganam e não usam a ingenuidade dos crentes para chegar ao poder e ganhar muito dinheiro e admiração. O que Dilma e Serra estão fazendo é uma baita sacanagem. Uma grande farsa enganando os crentes do Brasil visando apenas poder. O medo de perder votos por serem ateus os tornou canalhas. Se Torquemada e a Inquisição existissem, certamente eles teriam de pagar toda a verba de campanha de propina para escaparem da fogueira. Tenho certeza que se algum crente "verdadeiro" votar em qualquer um desses candidatos estará comprando uma cadeira cativa no inferno. Os filhos de Deus devem pesar muito bem suas atitudes, pois, segundo seus livros sagrados, "Ele" tudo vê e tudo sabe e não vai perdoar a enorme traição que será outorgar poder a hipócritas e mentirosos em nome "Dele". Portanto, os crentes que acreditam realmente que estão certos não devem votar, sob o risco de incorrerem num pecado imperdoável. Nunca esqueçam que a covardia não muda o destino.

André Luís de Oliveira Leite andreluisleite@folha.com.br

Pelotas

____________________________

DEUS X DIABO

Planejaram a missa com carinho, pois depois dela, com certeza, todos iriam para o céu.

Gastaram todo o dinheiro para trazer padres, coroinhas, freiras, carolas e todo mundo

que rezava pelo mesmo catecismo. Era uma farra total. A comemoração do grande milagre.

Estariam criando uma nova santa para o lugar do atual deus. Toda a verba foi gasta na compra e distribuição de hóstias.

Mas o diabo, sempre ele, mais uma vez fez das suas. Mexeu os pauzinhos usando uma

inocente útil, ou uma útil inocente, acabou com a festa. Se quiserem ir pro céu terão de

fazer uma nova missa, uma reza mais forte.

E agora, pessoal, cadê grana para fazer outra missa, maior e melhor? E cadê aquela gente toda?

Muitos, desconfiando de que o diabo estava certo, e também porque foram ''castigados'' em outros tempos

pelo deus atual, já se bandearam para o lado do diabo. A nova santa, pra chegar aonde quase chegou,

maltratou alguns abnegados seguidores, fez pouco de alguns e pisou em outros. Era a certeza do sucesso.

Chama o sacristão. A culpa é dele, que não soube organizar a festa. Ela reclama que não esperava ser

necessária uma nova missa e o deus lhe dava razão. A culpa é do deus, diz o sacristão.

E agora o bicho vai pegar. De repente, parte dos tais 80% da população que adoravam aquele deus parece

que passaram a adorar o diabo. Se aquela inocente útil optar também pelo diabo, aí é que vaca foi pro brejo.

Mais da metade dos que rezavam com ela já estão rezando com o diabo. Enquanto o diabo sobe as escadas,

a cada dia a santa vai despencando ao altar. Se não se cuidar, vai acabar caindo de vez e se quebrando.

Enquanto o diabo vai juntando mais seguidores, a santa do pau oco sai desesperada atrás daqueles que

antes foram ignorados. Mais duas semanas de reza e saberemos quem será o novo messias. Tá com jeito de dar diabo.

Odair Picciolli pedraseartes@suednet.com.br

Extrema (MG)

____________________________

"A COMPULSÃO FALA MAIS ALTO"

O primeiro equívoco foi da turma do Serra, que também poderia ter uma vitória tranquila se tivesse uma estratégia correta de ''governo que defende algo'', e não uma massa amorfa de ideias de pavões. Alguém de governo tem de representar um ''governo'', que Serra até hoje não tem, ou melhor, é um versão light do ''Estado sou eu''! O ''poste'' teve apenas uma estratégia melhor, DEFENDER COM UNHAS E DENTES SEU GOVERNO, ainda que demagógico, corrupto, imoral, incompetente, etc., etc., mas que se apresentou na condição de defendê-lo a qualquer custo (para o povo, evidentemente).

Trata-se apenas de uma luta entre alguém que defende um governo contra alguém que não defende absolutamente nada, EXCETO SEU PRÓPRIO PAVONISMO DE ESTADISMO, QUE ESTÁ MUITO LONG DE TER.

Como eleitor, sinto-me na condição de optar pelo ''menos ruim''!

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

____________________________

UM PREÇO PARA O BOATO NÃO FICAR BARATO!

Primeiro ato: no debate da Band, do nada, Dilma levanta a acusação contra Mônica Serra, dizendo que ela a acusava de matar criancinhas...

Segundo ato: agora ex-alunas de Mônica Serra aparecem para declarar conversas particulares que supostamente tiveram com a mulher de Serra, em que teria admitido ter feito aborto. Ora, está tão evidente a armação feita pelo PT para contra-atacar Serra justamente onde Dilma estava enfraquecida, na questão do aborto, que agora bem vale a pena Mônica Serra entrar com uma ação judicial por danos morais, e de valor bem alto, contra Dilma e contra as ex-alunas, que certamente são eleitoras da candidata petista.

Não deixe barato, Mônica... Estamos contigo!

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

____________________________

AS BONDADES DE LULA

Uma coisa é fazer caridade aos olhos da imprensa para se promover, bem como divulgar pela TV. Outra coisa é ter tal sentimento espontâneo, próprio dos desprovidos de vaidades. Foi o que aconteceu com dona Corina Guilhermina da Silva, diabética e hipertensa, moradora em Caetés (PE), que pela demora em ser atendida pelo hospital público local teve de ser submetida à amputação de sua perna, recebendo uma cadeira de rodas ofertada pela emissora de rádio local. O curioso deste caso é que essa senhora vem a ser tia do sr. Lula, que não a socorreu em tempo hábil nem a confortou com uma simples cadeira ou até com uma visita, ou menos ainda, com uma mensagem. Como esperar que alguém defenda você se ignorou o sofrimento de sua própria tia, quando para ele não seria qualquer sacrifício? Convenhamos, ajudar uma tia velha não dá voto, o que dá voto é fazer propaganda enganosa para o povo exclamar: Que homem bom!

João Roberto Gullino jrgullino@oi.com.br

Petrópolis (RJ)

_____________________________________________________________________________

MARIA RITA KEHL

FRENESI

Afinal, quem é essa Maria Rita Kehl ? Existe alguma lei que proíba sua demissão ? O Estado é, mais do que nunca, o '' meu '' jornal e defendo o seu direito de contratar ou demitir legalmente seus funcionários ou colaboradores. Não se deve confundir emprego em empresa privada com as sinecuras vitalícias que infestam o nosso serviço público. Aqui o mérito está em primeiro lugar.

Eu gostava da Eliane Cantanhêde que saiu (faz tempo) e detesto o Veríssimo que ficou, mas nem por isso mando cartinhas reclamando ou chantageando o jornal. E já que tratei desse assunto, gostaria de sugerir o nome de Ana Beatriz Barbosa

Silva de ''mentes perigosas'' para a coluna. Ela parece ótima.

Stanislaw Cordeiro

São Paulo - SP

____________________________

Não acompanhei as colunas de Maria Rita Kehl, apenas tenho acompanhado as repercussões da demissão dela do Estadão, que como empregador pode dispor de seus funcionários dentro da legislação em vigor, assim como qualquer outro.

Gostaria de saber se uma revista como ''Carta Capital'' manteria Enio Mainardi por quanto tempo em seus quadros de articulistas, em nome da liberdade de expressão?

Francisco Xavier Fernandez

São Paulo - SP

____________________________

N. da R. - O projeto original, no caderno C2+música,é ter aos sábados um espaço para a psicanálise, mas não era esse o enfoque que Maria Rita Kehl vinha dando à coluna. Iniciou-se com a autora, portanto, uma discussão em torno de novos rumos para a coluna, incluindo até a possibilidade de ela deixar de escrever. O vazamento dessas tratativas pela internet precipitou a decisão. A imputação de que houve ''censura'' é absurda. Todas as colunas recebidas foram integralmente publicadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.