Cartas - 19/05/2011

BALCÃO DE NEGÓCIOS

, O Estado de S.Paulo

19 Maio 2011 | 00h00

Aqui pooode!

Pelo menos cinco ministros do governo federal têm empresas de consultoria, que continuam ativas, em pleno exercício do cargo. São eles Fernando Pimentel, José Eduardo Cardozo, Moreira Franco, Leônidas Cristino e Fernando Bezerra Coelho. Alguma surpresa? Isso pode? Aqui pooode!

MARIA ELOIZA ROCHA SAEZ

m.eloiza@gmail.com

Curitiba

_______

Ética burguesa

Em qualquer país civilizado do mundo onde a imprensa divulgasse em manchete de primeira página que cinco ministros têm empresas de consultoria, provavelmente o presidente sofreria impeachment ou o Gabinete cairia no dia seguinte. Já aqui, na Banânia, provavelmente vão dizer que os errados somos nós, que cultivamos a odiosa "ética burguesa". Num partido como o PT, em que visão da fronteira entre o público e o privado é pouco clara, nada mais natural que ter um cargo ou função pública e prosseguir com os negócios em seus escritórios particulares, como se tudo fosse plenamente aceitável. Nem preservam mais as aparências...

SILVIO NATAL

snatal49@yahoo.com.br

São Paulo

_______

Consultoria empresarial

A tal "consultoria empresarial" confessada por políticos que estão na ativa nada mais é do que um insustentável eufemismo para a prática deslavada e imoral de lobby. Principalmente quando esses ilibados "consultores" pertencem à base aliada, desfrutam estreita ligação com o governo e contam com o apoio garantido do partido majoritário. Isso, naturalmente, sem falar na vasta experiência que têm em receber via caixa 2 a sua distinta clientela. Ou seja, a safadeza é grossa!

JOÃO NATALE NETTO

natale@natale.com.br

São Paulo

_______

Me engana que eu gosto

A nova modalidade para justificar o injustificável: indústria das consultorias, palestras e mentiras. Fantástico e rápido o retorno financeiro para os recém-formados consultores e palestrantes deste país. Já que o lava-rápido bovino estava muito saturado, quem sabe esta nova lavanderia funcione melhor, não é mesmo? Acho que nem se Jesus Cristo voltasse à Terra, com toda a sua sabedoria e seus poderes milagrosos, para ministrar palestras e dar consultas, seria tão convidado e tão bem remunerado. E já que se fala tanto em diminuir as desigualdades, "nóis tamém qué entrá nessas boquinha", tudo "por uma vida melhor". Cristo, olhai pra isto! Senhores, um pouquinho de respeito, ao menos. Já não bastasse sermos assaltados, ainda precisam nos chamar de burros e idiotas? Isso é bullying!

HELOISA A. MARTINEZ

heloisa_martinez@hotmail.com

Mogi das Cruzes

_______

PALOCCI

De comparações

Simplesmente cínica e indecente a declaração de Antônio Palocci de que outros ex-ministros também enriqueceram, como se isso justificasse seu astronômico enriquecimento meteórico. Ironicamente, como se consultoria não envolvesse tráfico de influência, informação privilegiada, lobby e intermediação, né?

CONRADO DE PAULO

conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

_______

Acaciano

Inaceitável a desculpa acaciana de Palocci de que, como os outros fizeram, ele pode fazer também. Desde quando governos passados no Brasil podem ser paradigmas de moralidade, mínima que seja?

GERALDO SIFFERT JUNIOR

siffert18140@uol.com.br

Rio de Janeiro

_______

Paradoxo

Palocci diz que ex-ministro vale muito no mercado. É verdade. Porém os que não valem nada enriquecem mais depressa.

LÉO COUTINHO

leo.coutinho@uol.com.br

São Paulo

_______

Erradicação da pobreza

Sugestão à presidente Dilma: a melhor forma de implementar o Plano Nacional de Erradicação da Pobreza, que deve atingir 1,5 milhão de famílias, é filiar todos os "miseráveis" deste país ao PT e depois abrir uma firma de consultoria para cada um. Funcionou para Luiz Gushiken, José Dirceu, Roberto Teixeira, Antônio Palocci e até para a segunda geração: Fábio Lulinha da Silva, Fernando e Kalil Bittar (sócios do Lulinha na Gamecorp), Lurian Cordeiro da Silva e Israel Guerra (filho de Erenice), entre outros mais, sabe-se lá quantos...

CLAUDIO JUCHEM

cjuchem@gmail.com

São Paulo

_______

Riqueza

Presidenta, bota o Palocci de volta no Ministério da Fazenda que no final do seu mandato seremos a nação mais rica do planeta!

OSNYR BANDEIRA FILHO

osnyrbf@hotmail.com

Tietê

_______

"Milagre"

Sobre o caso Palocci, tudo me parece muito simples. Se o homem não tiver nada a temer, que vá ao Congresso e justifique o "milagre". Se não o fizer, caberá à sociedade, incluindo pesadamente a imprensa livre, não lhe dar trégua, cobrando diuturnamente até que a máscara caia.

GERALDO ALAÉCIO GALO

ggalo10@terra.com.br

Guarulhos

_______

EDUCAÇÃO

A voz do povo

O MEC nos brinda com a desculpa deslavada de que erros de português são normais porque é assim que o povo fala. Faltou incluir no famigerado livro uma joia do saudoso Adoniran Barbosa: "O Arnesto nos convidô prum samba, ele mora no Brás/ Nóis fumo e não encontremos ninguém/ Nóis vortemo cuma baita duma reiva/ Da outra veiz nóis num vai mais/ Nóis não semos tatu!" Isso é o que se chama "a voz do povo". Sem cultura.

JAMES F. SUNDERLAND COOK

sunderland2008@gmail.com

São Paulo

_______

TV CULTURA

Maestro Júlio Medaglia

A mobilização dos setores culturais mais expressivos não foi em vão. A cultura brasileira foi enaltecida. Cumprimentos ao maestro.

BENEDITO LIMA DE TOLEDO

bltoledo@uol.com.br

São Paulo

_______

"Parece que nesta renovada gestão do PT a nossa Pátria-mãe tão distraída continua a ser subtraída em tenebrosas transações!"

RICARDO OSÓRIO / SÃO PAULO, SOBRE CINCO MINISTROS TEREM EMPRESAS DE CONSULTORIA

rmgosorio@gmail.com

"Quem não deve não teme"

ROBERT HALLER / SÃO PAULO, SOBRE AS NECESSÁRIAS EXPLICAÇÕES A RESPEITO DA FORTUNA DO MINISTRO PALOCCI

robelisa1@terra.com.br

"Provavelmente, o sr. Palocci prestou assessoria ao sr. José Dirceu nestes anos de multiplicação"

ANDRÉ C. FROHNKNECHT / SÃO PAULO, IDEM

anchar.fro@hotmail.com

_______

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.937

TEMA DO DIA

Governo impede convocação de Palocci

Governo suspende as reuniões de comissão na Câmara e ministro se livrou de dar explicações

"Se existe Ministério Público e Polícia Federal, que investiguem. O Congresso deve atender aos interesses do povo."

AILTON ROSA

"Se esse governo fosse um governo sério teria agido ao contrário: exigiria que todas as denúncias fossem apuradas."

AGENOR BARROS

"Todos que protegem Palocci deveriam ser condenados por coautoria, mas a Justiça só funciona para os pobres."

CARLOS ALBERTO MARCEU

_______

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AS ‘CONSULTORIAS’ DOS MINISTROS

 

Pois é, cinco ministros de Dilma têm empresas de consultoria (Estadão de 18/5, pág. A1). É preocupante o fato. Todo mundo sabe que, hoje, a maneira mais fácil de legalizar "propina" é através desse tipo de empresa.

A propina evoluiu sob o governo Lula. Antigamente era recebida em dólares, dentro de envelopes. Exigia a procura de uma casa de câmbio, sua transferência para uma conta secreta em algum paraíso fiscal e o retorno do dinheiro ficava caro. Funcionário corrupto não gosta de ter trabalho.

Corruptos iniciantes, recém-admitidos no poder público, ainda recebem em dinheiro as pequenas propinas exigidas. Mas não é fácil receber alguns milhares (ou milhões) de reais, dólares ou euros e dar destino à grana. Mas a turma lá de cima, dos primeiros escalões, especializou-se, lembrou-se das empresas de consultoria.

A estrutura legal delas caiu como uma luva para os corruptos. Funcionamento simples: acerta-se a propina, elabora-se um relatório sobre qualquer assunto do projeto ou serviço e apanha-se o dinheiro. Paga-se algum imposto e o assunto está regularizado perante o fisco e a polícia. Tudo legal, tudo documentado.

Quem quiser ser homem público deve abdicar de seus afazeres particulares. Deve sair da empresa em que é sócio, fechar sua firma individual, morar onde vai trabalhar e, principalmente, dedicar-se ao serviço a seu cargo. Sem receber propina, que não pega bem...

 

Domingos Perocco Netto dperocco@ig.com.br

Itatiba

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUIOSQUES

Cinco ministros da dona Dilma têm empresas de consultoria que continuam ativas enquanto seus sócios majoritários são funcionários do primeiro escalão. Isso que a imprensa está chamando de empresa de consultoria não passa de quiosques oficiais, balcões de negócios para venda de informações privilegiadas, quando não lavanderias de propinas resultantes de licitações superfaturadas e outras falcatruas, marca registrada desse governo. Essa prática foi inicialmente implantada na Casa Civil e, como deu certo, já que ninguém até hoje foi punido, encorajou muita gente. Prejuízo não dá, se houver condenação moral pela sociedade, eles tiram de letra, afinal, ninguém perde o que não tem. Óculos escuros resolvem. Condenação judicial só 40 anos depois, e se os ventos mudarem. Os que sopram há oito anos no Planalto Central levam toda a sujeira para as nuvens e a mais pesada que o ar vai para baixo do tapete.

 

 

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LOBISTAS

 

Após a saída dos ministros de seus cargos, em vez de "ex-ministros consultores", deveriam ser chamados de "ex-ministros lobistas". Que é a verdadeira função? A de reforçar e manter comercialmente o elo entre seus clientes e o governo.

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAMINHO PARA O ENRIQUECIMENTO

 

 

Atenção, contribuinte, ser consultor é o caminho para burlar a Receita Federal e enriquecer, mas não é só isso. É preciso antes de tudo ter muito prestígio e poder. Embora Palocci tenha enriquecido rapidamente, todos os governistas estão do lado dele, defendendo-o e dizendo que a notícia foi plantada para atrapalhar o governo da presidente Dilma. Ora essa, convenhamos, essa farsa é velha, quem não se lembra do episódio do lixo em Ribeirão Preto, cujo envolvimento de Palocci foi abafado, e do caso do caseiro Francenildo, que até hoje não foi esclarecido? Mas, segundo a nossa Constituição, todos são iguais perante a lei, mas ministros são mais iguais e ponto final. Entenderam?

 

 

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A LÓGICA DA CIVILIDADE BRASILEIRA

 

Se o eficiente consultor Palocci consegue multiplicar por 20 seu patrimônio num espaço de quatro anos, por quantas dezenas ou centenas serão multiplicados os patrimônios das empresas que o contrataram, e em quanto tempo? Outros quatro? Apenas me dou o direito de pensar, tendo em vista as inúmeras obras em vista por causa da Copa e da Olimpíada, que os "planos estratégicos" das empresas com MBA à la Palocci terão evidentes êxitos.

 

Carlos Leonel Imenes climenes@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LOBBY, SIM

Consultoria empresarial é busca de estratégia para otimizar os negócios. Políticos não agem assim, fazem lobby para tirar proveito dos cofres públicos, tal como licitações viciadas, sonegação de impostos, etc. Por isso os consultores não conseguem multiplicar o patrimônio no curto prazo, como se constata com o ministro-chefe da Casa Civil.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LÓGICA CONTÁBIL

 

Srs. brasileiros, advogados e contabilistas sabem muito bem que a carga tributária no Brasil é altíssima e que uma empresa no ramo de consultoria ou assessoria paga, além de Imposto de Renda, o INSS, o ISS (Imposto sobre Serviços). Qualquer empresa nesse ramo, para lucrar em quatro anos R$ 8 milhões, para investir em dois imóveis, deve ter tido um faturamento bruto de R$ 16 milhões, aproximadamente. Ou será que a empresa do sr. Palocci não tinha funcionários, nem gastos com telefonia, luz, água, carros, motoristas? Pois Palocci, Lula e Zé Dirceu jamais foram vistos dirigindo automóvel (se alguém tiver foto, mande para os jornais, pois vira manchete). Para que o imóvel seja adquirido, a quantia a ser desembolsada pela empresa vem da parte do lucro dos sócios, que é isenta de Imposto de Renda. Retiradas acima desse limite são taxadas pelo Imposto de Renda na fonte. Ora, se uma empresa com quatro anos de vida tem um faturamento anual em torno de R$ 4 milhões, lucro de 50%, ou seja R$ 2 milhões ao ano, e foi praticamente fechada em dezembro de 2010 para que o sr. Palocci pudesse ser ministro do governo Dilma, por que não passar adiante uma galinha dos ovos de diamante (a de ouro é da ralé de Brasília), para um parente, um amigo...? Ou essa empresa existiu somente para a compra dos dois imóveis, talvez dinheiro em caixa, de sobra, e agora, já cumprido o seu papel, ela não existe mais...?

Juro, já vi disco voador, duas vezes; já vi onça no mato, frente a frente; já vi de tudo neste mundo. Mas empresa tão lucrativa e proprietário tão desapegado do dinheiro e com tanto amor à pátria como o sr. Palocci nunca vi!

 

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REINCIDÊNCIA

A Casa Civil e Palocci, ambos são reincidentes nesses casos que envolvem suspeitas de corrupção. A Casa Civil, com Dirceu, Dilma e Erenice; já o Palocci, nos episódios de Ribeirão Preto e do Francenildo. Portanto, tem de ser amplamente investigado, sim! Se houver culpa, tem de ser punido, sim! Ou a Justiça é diferente para alguns mais espertos? A Receita Federal tem obrigação de saber tudo sobre esse ministro, como sabe de qualquer contribuinte comum, tem de ter recebido o imposto referente a essa brutal diferença patrimonial, caso contrário houve sonegação, pois a Receita é tão radical com pessoas miseráveis como nós, a maioria de infelizes pagadores de imposto, mas com certeza nada fará, não terá tamanha ousadia, pois poderá acontecer o mesmo que um dia aconteceu a sra. Lina Vieira, que teve coragem de desafiar o governo e foi demitida sumariamente. Ninguém em sã consciência terá tanta coragem nem vontade. Tudo isso é um grande incentivo à sonegação, basta declarar que dá consultoria e palestras que tá tudo certo! Procurador-Geral da União, como não tem o que investigar?Tem, sim! Os valores são incompatíveis com a realidade em que vivemos, ou não são? O senhor procurador foi muito bem no caso do DEM, mas quando o assunto é com o PT aí não tem o que investigar... Por favor!

 

José Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O CASEIRO TINHA RAZÃO

Não sei por que estão fazendo tanto barulho sobre o aumento de 20 vezes em quatro anos no patrimônio "declarado" do ministro Palocci. Ele não é médico? Não foi prefeito de Ribeirão Preto? Não fez ótimas relações entre seus companheiros do PT? Pois é, só usou toda essa "bagagem" para oferecer uma consultoria de alto sucesso aos seus clientes. Certamente todos os que contrataram seus caríssimos serviços saíram ganhando muito em produtividade, eficiência, tecnologia de ponta e outros recursos de importância vital para seus negócios (sic). Vamos acreditar nele, minha gente, como acreditamos no Papai Noel, no coelhinho da Páscoa, no Saci-Pererê e no bicho-papão. Pois somos ou não somos um país de otários?

 

Silvano Corrêa www.silvanocorrea.blogspot.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TROQUINHA

 

Se não estiver enganado, o médico sanitarista disse que iria dedicar-se à pesquisa do H5N1 (gripe aviária), mas como procurar pato morto em banhado é dureza, ele fez uma troquinha para dar consultoria. Só isso. Mirou na galinha e acertou na mina de ouro.

 

 

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SÓ MESMO NO BRASIL

 

Será perda de tempo e esforço inútil qualquer investigação a respeito da fortuna demonstrada por Palocci. Alguém tem alguma dúvida de que aparecerão recibos de "pagamentos" por "consultorias" prestadas pela empresa Projeto, tudo dentro da "legalidade", por empresas que acredito tenham recebido algum "benefício"? Provavelmente por valores bem acima dos de mercado, justificados pela "expertise" do médico Palocci e de seus "colaboradores". Uma dúvida. Quantos apartamentos de R$ 7 milhões pode ter custado ao povo brasileiro esse serviço? Como não se sentir humilhado e envergonhado?

 

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

METEORITO

Se eu tivesse estudos, montaria um escritório de consultoria também.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ARGUMENTOS ADEQUADOS

 

O ministro Antônio Palocci está colocado mais uma vez numa situação de verdadeiro condenado. Que tem desdobramentos. O fato relativo à sua aquisição de dois imóveis está sendo aproveitado por alguns oposicionistas tentando denegrir o nome do ministro. E percebe-se que é com o claro propósito de atingir o governo Dilma. Oposicionistas de prestigio, como Aécio Neves e José Serra, no entanto, diminuem o peso das acusações. O caso requer um andamento de nível, e não apenas baixarias. Como a avaliação se é correta a chamada consultoria por parte de quem tem determinado cargo público. De outro lado, é

preciso avaliar se a atitude do ministro tem ou não argumentos adequados. Por sinal, o fato leva a pensar numa situação real, ou seja, nos governos anteriores nenhum ministro prestou ou veio a prestar serviços nesse ramo?

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PLÁGIO

 

Parafraseando aquele que em passado recente se disse o mais ético deste país, Palocci afirmou que fez o que outros já fizeram. A "pequena" diferença é que os outros não ocuparam cargos eletivos nem antes nem depois do exercício da função pública.

 

Odilon Otávio dos Santos

Marília

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONFLITO DE INTERESSES

 

O problema do Palocci é que até agora ele não conseguiu uma explicação crível. E nem adianta fazer malabarismos, pois não há explicação convincente num caso escabroso como esse. Não é por outra razão que só lhe resta fugir da convocação dos parlamentares. A questão central é a seguinte: como é que ele, ao mesmo tempo que era deputado e integrante da Comissão de Fiscalização e Finanças da Câmara, além de ser também uma pessoa influente nas decisões do governo, "operava" uma empresa de consultoria "econômica" de sua propriedade e que funcionava praticamente na clandestinidade? O conflito de interesses é flagrante e absurdo! Ademais, a situação do Palocci é totalmente distinta daqueles outros economistas que ele evocou em sua defesa. Aqueles foram para a iniciativa privada às claras e nunca exerceram atividade parlamentar. Por fim, solicito ao ministro que nos ensine como ganhar tanto dinheiro em tão pouco tempo, já que foi tudo lícito e ético, como ele afirma.

Rodrigo Borges de Campos Netto rodrigonetto@rudah.com.br

Brasília

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ERRO GROSSEIRO

O ministro Palocci erra grosseiramente ao se defender citando outras pessoas que em tempos outros ocuparam cargos semelhantes ao seu, atualmente. Quem não deve não teme, caro ministro Palocci. Tenha suas próprias respostas e seus próprios argumentos e seja convincente. E além disso tudo, prove o contrário do que o acusam, aí, sim, a transparência será total. Defender-se usando nomes de terceiros é o que de fato não se espera de um ministro que tem o prestígio que S. Exa. desfruta dentro de seu partido e do governo do qual participa.

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DE PARÂMETROS, EXEMPLOS E PARADIGMAS

 

Quem pensa ser Palocci, que está mais para Zé Dirceu, para citar como seus paradigmas Pedro Malan, Pérsio Arida e Armínio Fraga?

Vale a pena repetir, aqui, os versos de um sucesso de Dorival Caymmi: "... ponha-se no seu lugar e veja como sofre um homem infeliz / tendo que desabafar dizendo a todo mundo o que ninguém diz..."

 

João Guilherme Ortolan guiortolan@gmail.com

Bauru

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NÃO CONVENCE

Palocci se compara a grandes nomes da economia nacional que, antes ou depois do governo, atuavam ou passaram a atuar na iniciativa privada. Ele, sindicalista, vereador desde os 28 anos, que jamais teve atividade na iniciativa privada. Não convence!

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

UM PROBLEMA DE CARÁTER

 

 

Na escola, o aluno mais desprezível é aquele que, pego no erro, dedura os colegas. Palocci sabe muito bem que os acusados são economistas excepcionais, com doutorado nas melhores universidades do mundo. Nenhum deles se projetou porque era um político poderoso e atuante.

 

Helena Rodarte Costa Valente helenacv@uol.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CORTINA DE FUMAÇA

Mais uma vez o "trator" do governo PeTista impediu as explicações obrigatórias de um de seus membros, em face das denúncias. Vergonhoso. Se o ministro nada deve, não seria muito mais simples que apresentasse à Câmara suas fontes de renda? Relação de quanto e de quem ganhou, declaração do Imposto de Renda do respectivo exercício (não retificação posterior) que incluísse essa renda com os tributos devidamente pagos nos reais vencimentos (sonegar imposto também é crime). Muito simples e menos desgastante. Sobre os anteriores ministros da Fazenda citados na desculpa, pelo que se saiba, não há denúncia de vertiginosos aumentos patrimoniais enquanto no cargo. Ainda mais. Uma vez no governo, como sobra tempo para ministro prestar consultoria? E alguns brasileiros iludidos pensando que a partir de 2011 seria diferente... Pobre Brasil!

 

Éllis A. Oliveira elliscnh@estadao.com.br

Cunha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEMOCRACIA Em RISCO

 

O governo do PT já estatizou o que chamamos de lobby e, novamente, o personagem central ocupa a chefia da Casa Civil. Quando Palocci se referiu a outros políticos que também fizeram fortuna, esqueceu-se de mencionar o seu colega José Dirceu, que também se declara consultor. Se o STF continuar a fazer vista grossa e deixar passar em brancas nuvens esses episódios, a nossa democracia corre o sério risco de se transformar numa ditadura, como deseja o PT.

 

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TODOS FAZEM...

O que se poderia esperar da verdadeira quadrilha que se adonou do poder? As antigas vestais da ética hoje procuram as mais estapafúrdias desculpas para proteger os seus: ex-ministros "valem muito no mercado", ou outros têm ou tinham consultorias, fazendo lembrar a desculpinha esfarrapada de alguém quando estourou o escândalo do mensalão, ao afirmar que se tratava de caixa 2 e que todos faziam. O mais interessante nessa bandalheira toda é o fato de o ministro (sinistro seria mais preciso!) haver mudado o objetivo da sua (dele) empresa, substituindo "consultoria" por administração de imóveis, orientado pelos "cumpanheiro". Se o grande e lucrativo negócio não esconde nenhuma falcatrua, por que mudar a razão social?

 

Aparecida Dileide Gaziolla rubishara@uol.com.br

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONSULTANDO

 

Enquanto o diretor do FMI fica preso, sem apelação, para averiguações e subsequentes investigações, no Brasil o ministro da Casa Civil, dr. Pallocci, é "blindado" pela Presidência. Só deveria ser blindado o veículo que ele usa em trânsito e a serviço. Blindasse, portanto, aquilo que pode ser atingido de alguma forma, oferecendo riscos à pessoa nele protegido. Se o ministro não tem absolutamente nada que possa ser atingido, nem danos que possam decorrer da falta de blindagem, por que se esconde atrás do cargo e do ParTido que o agasalha? Sua formação em Medicina faculta-lhe o direito dar "consulta" a pacientes, e não "prestar consultoria". Ministeriozinho difícil esse, hein?

 

 

José Jorge Ribeiro da Silva jjribeiros@yahoo.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GUARDIÃO DE CORRUPTOS

 

De nada adiantará uma investigação nesse caso Palocci, que comprou um imóvel por 7 milhões e se recusa a apresentar ao contribuinte a origem do dinheiro. Não adiantará uma investigação pelo seguinte fato: quando o caso chegar ao STF, este o livrará, assim como vem livrando qualquer político corrupto, assim como está usando o tempo para fazer prescrever e livrar 22 dos 41 do mensalão... Afinal, o STF é o guardião da Constituição ou dos políticos corruptos?

 

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DILEMA

 

O ministro Palocci nem precisa dos serviços do ex-ministro e advogado Thomaz Bastos, criminalista famoso e mui amigo de Lulla, que não prescinde de seus serviços advocatícios. Tantas pessoas a defendê-lo, como o ex-ministro do STF e aposentado Sepúlveda Pertence, presidente do Conselho de Ética da Presidência da República, disse à imprensa sobre enriquecimento de Palocci, que é futrica e que não iria tomar nenhuma providência. Na Câmara e Senado vários parlamentares o defenderam também. E a Casa Civil assim se manifestou: "O mercado atribui enorme valor a profissionais que passaram pelo Ministério da Fazenda, BNDES e Banco Central".

Quer dizer que quando alguém sai do governo e abre uma consultoria (balcão de negócios), o que não foi o caso do sr. Palocci, em pouco tempo fica milionário?

Que trabalheira está dando a blindagem do sr. Palocci. Seria tão simples, se ele não devesse nada e tivesse agido na legalidade, vir a público com seu Imposto de Renda de todos os anos mencionados, provando que declarou esses bens milionários, demonstrando de onde vieram esses recursos para comprá-los e os pagamentos de impostos à Receita Federal. Fácil não? Como diz aquele ditado: "À mulher de Cesar não basta ser honesta, tem que parecer honesta".

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

POVO LUDIBRIADO

Palocci não investigado, povo brasileiro mais uma vez lesado, ludibriado pelo PT de Lulla e Dilma, que insiste em ter em seus quadros elementos com passado nada alentador em suas histórias.

Sarney defende Palocci, o mesmo Sarney que insiste em manter o Estadão sob censura há quase 700 dias. O Judiciário teima em arquivar todas as acusações contra Palocci em sua vida pregressa durante suas gestões em Ribeirão Preto, dando alento a que este elemento aja de forma mais ilícita ainda.

Com todo esse respaldo qualquer um faz o que quer a qualquer hora, pois a Justiça, nestes casos, é cega, surda e muda.

 

 

Boris Becker borisbecker@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BALCÃO DE NEGÓCIOS

Ao declarar que o enriquecimento rápido e seguro, do qual deve maiores e melhores justificativas, é uma prática corriqueira no governo e que parlamentares e ministros, supõe-se, também enriquecem, o ministro Palocci passa um atestado assinado e carimbado de que nos bastidores do Palácio do Planalto e do Congresso há uma senha para abrir suas portas: ''Abre-te, sézamo''. Jamais, em tempo algum o Brasil esteve exposto a tamanha enxurrada de escândalos, corrupção financeira e desmandos por total incapacidade administrativa. Sir Conan Doyle, escritor inglês, criador de famoso detetive Sherlock Holmes e de seu auxiliar, doutor Watson, poderia ter criado o seguinte diálogo.

Watson: ''Mestre, como é possível, em apenas quatro anos de mandato parlamentar, formar um patrimônio de R$8 milhões?"

'Sherlock: ''Elementar, meu caro Watson. De posse de informações privilegiadas, podes fornecer assessorias a quem se interessar sobre assuntos de ordem financeira, num autêntico tráfico de influência. Aí está a Pedra de Roseta''.

 

 

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMO ENRIQUECER

 

O sr. Palocci, que "está passando" pelo governo, está coberto de razão. É absolutamente normal "ganhar dinheiro após passar pelo governo". Que o digam seus cumpanhero lobista (evitemos o preconceito linguístico!) José Dirceu e Lulla.

Nelson Penteado de Castro pentecas@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIVRO VOLUMOSO

Para o líder do governo na Câmara, o caso do ministro é página virada. Como estamos ainda na letra A, quem será que aparece na próxima página? Será um livro volumoso de recordes ou uma coleção enciclopédica?

 

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OPERAÇÃO ABAFA

Realmente, esta é a postura dos petistas: pilhados com "a boca na botija", os áulicos saem todos em defesa dos companheiros. Não interessa apurar. O que interessa é abafar nesta República sindicalista que aqui temos. São uníssonos nessa conduta, basta ver como reagiram ao mensalão, à CPI da Petrobrás, às multas impostas pela Justiça Eleitoral ao ex-presidente Lulla, quando, escancaradamente, desobedecia à Lei Eleitoral para fazer campanha por Dilma, com dinheiro público. E o caso dos passaportes dos sete familiares de Lulla? Nem uma palavra.

E como reagiram com os mensaleiros Dirceu, João Paulo Cunha, Delúbio, Genoino, etc.? Estão todos aí. E Dirceu, ao ser cassado, disse que iria trabalhar como advogado! Parece, no entanto, que montou uma assessoria econômica...?!

Com relação ao Palocci, esta não é a primeira vez que ele se vê envolvido com suspeita de condutas irregulares e/ou criminosas. Basta lembrarmos quando foi prefeito em Ribeirão Preto, quando foi ministro de Lulla na Fazenda...

Este espantoso aumento de patrimônio em quatro anos, construído com empresa de consultoria? Vendia que serviço? Serviços perante a administração federal, gozando de seu prestígio? Quem eram seus clientes? E a Receita Federal de nada suspeitou? Advocacia administrativa é crime. E tem gente que acreditou que a Dilma seria forte para mudar este estado de coisas! Por fim, como é triste ver Sepúlveda Pertence na triste condição de ter de jogar seu passado honrado para defender o indefensável. Pobre Brasil!

 

Sebastião Vanderlei Pinheiro vanderlei106@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MARACUTAIA

 

Como pode alguém ter um patrimônio de R$ 375 mil em 2006, e logo em 2010 esse patrimônio chegar a R$ 7,5 milhões? Qual terá sido a mágica dessa evolução fantástica do patrimônio do sr. Palocci? Ou será maracutaia mesmo? Isso não pode ficar assim, sem dar uma satisfação ao povo trabalhador e ordeiro desta Nação. A PGR, o MPF, as forças organizadas do povo, OAB, CNBB, ONGs, principalmente partidos políticos da oposição e outros que prezam a ética, devem veemente manifestar-se contra esses maus políticos, que fazem da política meio de enriquecimento pessoal, esquecendo o povo, que somos nós, seus patrões, que lhes pagamos o seu pesado salário de ministro e outras mordomias. Vamo-nos indignar por essas roubalheiras existentes em nosso Brasil.

Jose Noel Terra terraadv@pocos-net.com.br

Poços de Caldas (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ENTENDI!

Ah, finalmente entendi! O rigor fiscal da Receita Federal é só para os comuns. Para a "gente diferenciada" que trabalha no governo, mesmo não tendo renda compatível com os imóveis que possui, coloca-se uma venda nos olhos que ninguém vai notar. Acontece que desta vez pegaram, mas não foi a Receita, foram repórteres investigativos da Folha. E agora?

 

Eliana França Leme efleme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GÊNIOS FINANCEIROS DO PT

Primeiro foi o filho do Lula que demonstrou sua genialidade ao comprar uma fazenda por R$ 70 milhões, ganhando um salário de R$ 1.500 por mês. Agora é o Palocci, que multiplicou o seu patrimônio em 20 vezes em apenas quatro anos. Dona Dilma, o que está esperando para nomear um dos dois para o Ministério da Fazenda no lugar do Mantega? Este está enfiando os pés pelas mangas para contornar a inflação galopante que se aproxima e não consegue pagar a dívida do Tesouro Nacional. Com um dos dois gênios do PT a inflação vai a zero e a dívida será liquidada em menos de um ano!

 

Ronald Martins da Cunha ronald.cunha@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OPCIONAL

Há verdades, meias-verdades, mentiras e mentiras deslavadas. Só políticos têm a opção

"versão blindada".

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMPUNIDADE ILIMITADA

Há no Brasil dois grupos de cidadãos. O primeiro é formado pela maioria que trabalha duro, séria e honestamente, paga altíssimos impostos e está sujeita às penas das leis. O segundo é composto por cidadãos privilegiados, oportunistas, aproveitadores, corruptos, ladrões e impunes que enriquecem ilicitamente, desrespeitam as leis e são acobertados, protegidos, blindados e absolvidos pelos seus pares que ocupam postos de relevância nos diversos setores da sociedade. Neste caso, provavelmente, o balaio é um só.

 

David Neto drdavidneto@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ‘ZELITE’

Gilberto Carvalho diz que não cabe investigar o passado. Por que será que ele disse isso? Será que é porque, como diz o ditado popular, o fedor aumenta quando se mexe na m...? Do jeito que as coisas estão indo a "zelite" serão dos novos-ricos, os petistas, que demonstram uma incrível capacidade de ficarem ricos na maior cara de pau.

Enquanto, nóis, simpres mortais, fica cada dia mais pobre, incrusive na educassão.

 

Alberto Souza Daneu adaneu@gmail.com

Osasco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

GILBERTO CARVALHO ENVERGONHA O BRASIL

Impressionante o cinismo e a cara de pau do secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, de que o aumento em 20 vezes do patrimônio do ministro Palocci (PT) é um "caso encerrado" e que nada será investigado ou apurado. Carvalho envergonha o País e não pode permanecer ocupando seu cargo depois disso. Todo homem público está sujeito a ser investigado e quem não deve não teme. A presidente Dilma Roussef (PT) vai se desmoralizar e perderá sua credibilidade se omitir, "lavar as mãos" e mantiver no alto escalão do seu governo pessoas como Palocci e Carvalho.

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESCULPAS ESFARRAPADAS

O sr. Antônio Palocci, ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, foi absolvido da acusação de enriquecimento ilícito, por ter aumentado o seu patrimônio material e financeiro 20 vezes em quatro anos, durante os quais foi deputado federal.

O ministro, em sua defesa, apresentou documentos comprobatórios de que a sua empresa particular de consultoria lhe proporcionou ganhos reais compatíveis com o seu propalado aumento patrimonial. Pronto, tudo certo e comprovado, basta acreditar.

Outras desculpas em casos mais graves ocorridos com altas autoridades em pleno exercício de seus cargos foram de causar "frouxos de riso": teve um deputado que, despudoradamente, apresentou comprovantes de ter ganhado na Loteria Federal cem vezes seguidas; outro, ao ser-lhe apresentado um cheque assinado por ele no valor de R$ 2 milhões, disse, na maior cara de pau, que a assinatura era dele, mas não se lembrava de ter preenchido tal cheque; o tal Adalberto, assessor de um político importante que foi flagrado com dólares na cueca, até hoje anda flanando por aí, querendo receber a sua comissão pela audaciosa façanha.

Os implicados no "mensalão" estão gastando o dinheiro da grande jogada, na maior tranquilidade, esperando que o rumoroso caso se arraste pelos labirintos dos tribunais, entrando em prescrição por decurso de prazo, tornando o ilícito lícito. E assim os brasileiros vão se acostumando com a patifaria, até onde ninguém sabe.

 

José Batista Pinheiro batistapinheiro30@yahoo.com.br

Fortaleza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EU QUERO SER UM PALOCCI AMANHÃ

Daqui a quatro anos quero ter um apê de R$ 6,6 milhões. Mas, quero, também, ser um Delúbio, para não pagar nenhuma conta na Justiça. Também vou querer ser uma Ideli, para ganhar um cargo de ministro sem entender nada do assunto. Mais, ainda quero ser um ministro de Fazenda que não sabe o que é fazenda, nem finanças, nem porcaria nenhuma , e ganha um baita salário e ainda recebe comissões por estatais em que também não tem nada a ver . Mas não quero ser um Lula, esse "nóis pega o peixe e eles paga a conta" passa da minha conta, é o chulé da vergonha maldita da ralé da miséria cultural que nenhum miserável pode querer assumir, a não ser pelo salário, ou a bolsa, ou a proteção do STF, ou o passaporte, aquele, ou, quem sabe , a ficha limpa forever no colo dos ministros de araque, do petismo galopante, o enterro do Brasil .

Melhor só se tiver a língua presa, o português safado que permite o erro com desculpa para

o analfabeto-mor da cartilha da professora bem paga petista, a cara de pau de um verdadeiro ministro do STF. Com toga e tudo. E TV para registrar o crime.

Aí seria o petismo ideal, rico, impune e arrogante, ao querer mudar a lei, a língua e o destino desses bobos que correm por aí a trabalhar e pagar impostos que enchem as burras do dízimo da patota.

Meus pêsames, Brasil.

 

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BRASIL NA CONTRAMÃO

 

Um político aumenta seu patrimônio em 5 vezes ao ano e é isentado de explicações por seus pares...

A educação é banalizada e ainda valorizada a escrita incorreta como norma...

A segurança, enquanto é negada aos cidadãos, valorizam-se o respeito e as benesses aos criminosos...

Quer mais? Consulte seu índice de indignação ou os jornais e revistas diariamente.

 

 

José Roberto Borsari jrborsari@terra.com.br

Bariri

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRECONCEITO

A respeito do livro didático, aprovado pelo MEC, defendendo o desrespeito às regras mais elementares de concordância na língua portuguesa, acredito que a professora que o escreveu deu um tiro no próprio pé. Afinal, se regras não precisam ser respeitadas, não há a necessidade do ensino de Português nas escolas, porque se comunicar (falar), corretamente ou não, se aprende antes mesmo de entrar na escola. Assim, não precisamos nem mesmo de livros didáticos ou professores de Português.

Aplicando o mesmo raciocínio ao nosso ministro Palocci, realmente acho que a multiplicação de seu patrimônio não deve ser investigada.

Afinal, se o objetivo foi atingido - que é ganhar dinheiro (isso todo mundo quer) -, não importa se foi respeitando as regras (leis) ou não. Condená-lo seria "preconceito econômico".

Lamento que a jornalista Dora Kramer, com seu Português primoroso, tenha de comentar notícias como essas...

 

Roberto Wehrs robertowehrs@hotmail.com

São José do Rio Preto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FUNDO DO POÇO

 

Brasileiros, acho que desta vez chegamos mesmo ao fundo do poço. Senão, vejamos:

1. Os políticos conseguiram montar um Conselho de Ética composto por vários elementos acusados de falta de ética e desvios de conduta. Seria melhor denominá-la "começão de ética".

2. Damos guarida (sustentamos em nosso presídio) a pessoa condenada à prisão perpétua em seu país por assassinato (caso Battisti).

3. Liberamos e permitimos que pilotos sob julgamento (caso Legacy) deixem o País, para depois de longo tempo os condenarmos - quando já em sua terra e livres de cumprir a pena.

4. Condecoramos pessoa acusada de fraude financeira, processada por assinar contratos de empréstimos supostamente fictícios - embora ainda sem julgamento final (caso Genoino).

5. O MEC referenda a utilização, EM ESCOLAS, de livro com erros de linguagem, sob alegação

de que "é assim que o povo fala"; e ainda tem o desplante de destacar que quer "eliminar preconceito linguístico".

 

 

Lamento que meu texto seja extremamente amargo...

 

 

 

 

 

 

Adib Hanna adib.hanna@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DURA LEX...

 

Para bisbilhotar, condenar, injustamente, um caseiro e sair impune, demorou menos de um minuto. Já alguns quilômetros acima, uma camareira põe um figurão na cadeia.

Que inveja do cumprimento da lei!

 

 

Guto Pacheco daniguto@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A JUSTIÇA E O PODER

 

Dominique Strauss-Kahn, mesmo à frente e no comando de um organismo altamente importante no planeta, como é o caso do FMI, abusou de seu poder e teve pronta resposta dos americanos. Uma trabalhadora foi afrontada, mas soube reagir e confiou na Justiça de seu país. E, então, o estuprador poderoso está a pagar longo calvário nos meandros da Justiça americana. Belo exemplo para o mundo e para nós, em especial. Aqui, por certo, os panos quentes encobririam o rumoroso escândalo. Ou não?

José Carlos de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRESIDENTE DSK

 

Essa história do Strauss-Kahn está com um cheiro de "caso Celso Daniel francês..."

 

Antonio Carlos de Souza Queiroz Cardoso Filho acardoso@acardoso.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A QUEM INTERESSA?

O caso envolvendo o diretor do FMI, Strauss-Kahn, tem conotação de ter sido premeditado. E às vésperas das eleições na França e de grandes decisões para renegociação da dívida de países europeus, cabe indagar a quem interessam o fato e sua repercussão. A fiança foi negada e não há registro de antecedentes criminais ou personalidade que exponha a risco a sociedade. Os americanos conseguiram, em pouco tempo, localizar o voo, parar o avião, em processo de decolagem, e entrar para efetuar a prisão. A par da humilhação e de todo o transtorno causado, e com o máximo respeito à camareira, isso se assemelha ao episódio criado em torno do ex-presidente Clinton. Muito barulho por nada, mas até ser descoberta a verdade toda a reputação e credibilidade foram danificadas. E o prejuízo moral é irreparável. Doravante ninguém mais poderá hospedar-se na terra do Tio Sam desacompanhado, e a presunção de inocência é princípio descartado.

 

 

Carlos Henrique Abrão abraoc@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EXEMPLO DE DEMOCRACIA

 

 

 

 

Os EUA são exemplo de imperialismo, dominadores do restante do mundo, acham-se os pseudojusticeiros montados num tanque branco. Eles têm mais defeitos do que qualidades, todavia o povo americano tem de se orgulhar da lei interna, que não fica passando a mão na cabeça de ninguém, principalmente dos mais ricos, como em certo país que me nego a falar o

nome, porque moro nele. Depois do escândalo sexual do diretor presidente do FMI (Foi Mão Intencional), imagino que se tal fato ocorresse aqui a punição seria de dois anos de prisão, mas como o senhor francês é réu primário, cairia para três meses, e como presidente do tal FMI teria a pena convertida em cestas básicas e um pedido de desculpas em francês.

 

 

Manoel Jose Rodrigues manoeljos@correios.net.br

Alvorada do Sul (PR)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NAZISMO

Absolutamente repugnantes as declarações do diretor dinamarquês Lars von Trier a respeito de sua simpatia por Adolf Hitler e pelas ideologias antissemitas da Alemanha nazista. O cineasta provou não possuir caráter algum, ao fazer apologia sobre uma parte odiosa do passado sombrio da Alemanha. O cinema há de execrá-lo.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PALESTINOS

O artigo de Mahmoud Abbas no Estadão de 18/5, transcrito do NYT, só reforça a nossa crença de que não há boa vontade por parte de Israel em criar um Estado palestino. Isso tudo somente acabará quando o eleitor norte-americano se sensibilizar com os conflitos que ceifam os direitos humanos dos outros...

José Eduardo Zambon Elias zambonelias@estadao.com.br

Marília

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HISTÓRIA MAL CONTADA

Desculpem, mas o artigo do sr. Abas sobre o futuro Estado palestino não está bem contado.

Após a partilha da Palestina em dois Estados, aprovada pela ONU em 1947, vários países reconheceram o novo Estado de Israel, porém os palestinos não aceitaram a divisão, acreditando que os cinco países árabes iriam ocupar todo o território, jogando os judeus no Mediterrâneo. Entretanto, Israel teve de lutar pelo seu Estado, e a parte correspondente aos palestinos foi ocupada pelo Egito e pela Jordânia até 1967, quando Israel teve de vencer novamente, em seis dias, vários países árabes. E assim a Cisjordânia e Gaza se tornaram territórios ocupados até que foi estabelecida a Autoridade Palestina, na época do sr. Yasser Arafat. Várias propostas de paz não foram aceitas pelos palestinos e o sr. Abas é testemunha

Disso.

Novamente a mídia coloca Israel como agressor e os palestinos como vítimas.

Gregório Zolko gzolko@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MENTIRA E NEGAÇÃO

Mahmoud Abbas é um negacionista contumaz. Defendeu em sua tese de doutorado em História a negação do Holocausto, agora pretende negar a fundação e a presença nas terras historicamente judaicas. Não é necessário muito para constatar suas mentiras em inúmeros fatos e documentos históricos. Afinal, quem tornou Jerusalém o que é até hoje, há mais de 3 mil anos, foi David, rei dos judeus. O Velho Testamento, livro sagrado e aceito por judeus, cristãos e muçulmanos, menciona inúmeras vezes a presença judaica constante nessas terras. Constatado este fato (a mentira, a negação), todo o resto de seu artigo se torna balela, feita para ludibriar mentes menos informadas numa armadilha barata.

Ariel Krok arielkrok@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AS POLACAS

O Estadão nos brinda com uma reportagem polêmica. A bem da verdade, se as "polacas" foram enganadas para migrar, o foram por seus patrícios que as compravam de suas famílias, traficando-as. A miséria, fome mesmo, era tanta na Polônia após a 1.ª Grande Guerra que as famílias vendiam suas filhas para fazer dinheiro e na esperança de que elas não fossem morrer de fome, o que, fatalmente, aconteceria na sua terra de origem. Aqui, no Brasil, e em outros países, chegando aos magotes, as jovens, crianças mesmo, faziam enorme sucesso nos prostíbulos por causa da sua pele muito branca e dos cabelos também muito claros, o que era raro entre nós. Na época, até a virgindade dessas crianças era posta em leilão. Pela religião judaica, as prostitutas não podiam ser enterradas no interior dos cemitérios - na Europa eram enterradas na parte externa, junto aos muros, sem identificação e sem a estrela de David. No Brasil, criaram os cemitérios próprios para elas, também sem placas ou símbolos religiosos, como se as pobres moças tivessem culpa da miséria em que viviam. O rabino Henry Sobel fez um gesto extremamente meritório e caridoso ao regularizar a situação, mesmo com a opinião contrária de muitos judeus ortodoxos.

 

José Maurício de Toledo Murgel jmmurgel@gmail.com

Jaú

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.