Cartas - 23/08/2010

CAMPANHA ELEITORAL

, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2010 | 00h00

Vai entender...

... o povo brasileiro. Nem o Lula, frequentador assíduo de eleições e candidato à reeleição, conseguiu o que a Dilma consegue agora: pela pesquisa, liquidar a eleição no primeiro turno.

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

_______________________

VITÓRIA DE DILMA

A verdade vem à tona: Serra preparou-se a vida inteira para legitimar a vitória de Dilma.

Narciso J. Rodrigues Junior njrjpensamentovivo@ig.com.br

Marília

_______________________

PARABÉNS

A Zé Serra, pela incompetência política; ao PSDB, pela covardia ante Lulla e PT, a Zé Dirceu, pela conquista dos 20 anos de poder.

Luiz Carlos Moreira lcm@tableau.art.br

Vargem Grande Paulista

_______________________

SE É ASSIM, VOTEM NO LULA

Sou PSDB desde sua fundação. E pela segunda vez (a primeira foi em 2006, com Alckmin) tenho vergonha dos candidatos do meu partido, porque eles têm vergonha do governo Fernando Henrique. Até agora não vi nenhuma menção, em nenhum programa do partido, ao governo que organizou e fez a redenção econômica do País. Repito: sou PSDB! Mas, em nome da coerência e da honestidade, reitero: Alckmin e Serra estão na mão de marqueteiros de quinta categoria que ditam moda e regras sem nenhum conhecimento do País. São (os marqueteiros) aproveitadores e pusilânimes na sua atuação. Visam apenas ao dinheiro e à fama: se der certo, "eu fiz o presidente"; se der errado, "o candidato não fez o que eu aconselhei". Do outro lado temos um marqueteiro da melhor qualidade, Lula.

Geraldo Roberto Banaskiwitz grbanas@unimarket.com.br

São Paulo

_______________________

CAPACIDADE DE PIORAR

Não se subestime a capacidade de Lula e o PT piorarem o que já está ruim, como a atual reputação da política externa brasileira e o descrédito da Petrobrás perante os investidores estrangeiros e nacionais. Vem aí o trem-bala para mostrar que estão errados os que acham que temos problemas com transporte urbano, saneamento, educação, saúde.

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

_______________________

LAMBANÇA

Quando o governo abriu aos trabalhadores a possibilidade de investirem parte do seu FGTS em ações da Petrobrás, oferecendo desconto de 20%, na verdade, mais do que isso, incentivou a aplicação desses recursos na empresa. Agora, com as lambanças do governo na Petrobrás, além de apunhalar os trabalhadores pelas costas, abre a possibilidade de milhares de ações judiciais.

Clezio Donizete Goulart clezio_goulart@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

PODER JUDICIÁRIO

Aumento salarial

Se os ministros do STF e juízes em geral fossem rápidos para decidir os processos sob sua responsabilidade como o são para solicitar aumento salarial, o Brasil seria um paraíso, acabaria a impunidade. Coitado do povinho, que trabalha e paga os impostos. Que esperança temos nós, vendo o Judiciário competindo com os políticos nessa barbaridade?

Luiz Miguel luizmiguel.carol@hotmail.com

Itaberá

_______________________

SAQUE ILIMITADO

Diante do projeto de lei enviado ao Congresso que contempla extravagante aumento salarial para os proeminentes titulares do STF, MPF e PGR, sugiro pleitear ao presidente Lula a instalação no espaço desses órgãos de caixas eletrônicos 24 horas e sem limite de saque. Estou convicto de ser tal modalidade de remuneração da elite judiciária mais coerente com a prática cada vez mais arraigada de esbanjamento e gastança que caracterizou a era Lula (que deixa para o próximo governo uma continha de apenas R$ 90 bilhões, estourando as finanças do País), do que "projetos de lei" mal-intencionados e sem atender a nenhum princípio de disciplina orçamentária.

Gilberto Motta da Silva gmottas@yahoo.com.br

Curitiba

_______________________

INDEXAÇÃO

Com uma canetada foi eliminada a indexação das aposentadorias do INSS ao salário mínimo. Com outra canetada será implantada a indexação dos salários da Justiça? Eta, caneta poderosa!

Henrique Massarelli hermassa@uol.com.br

São Paulo

_______________________

DIREITOS AUTORIAS

Outra visão

Quem fica com quanto do preço do livro, na cadeia produtiva? Há um mito de que o autor fica com 10% e o restante, 90%, é da editora. Essa visão simplista dos missivistas professor Alpheu Tersariol (14/8) e sr. Gildo Muchiuti (17/8) precisa ser esclarecida. O livro sai da editora com uma sugestão de preço (preço de capa), sobre o qual o autor é creditado em 10%, a título de direitos autorais - prática internacional. O varejo recebe da editora desconto operacional de 50%, em média, para cobrir custos operacionais, financeiros de prazos concedidos, fretes, impostos federais e municipais, com pessoal e tudo o mais que chamamos custo Brasil (os maiores do mundo; graças à isenção de ICM e IPI, os livros não custam o dobro!). Custos esses que são tributados também à editora, que, é claro, compra papel, commodity com preço internacional em dólar, paga a gráfica, outro elo importante na cadeia produtiva do livro, com todos os custos já mencionados. Portanto, o direito autoral representa até 20% do faturamento bruto da editora (10% sobre 50%). É o item mais oneroso, junto com folha de pagamento, papel, impressão, armazenamento e distribuição. Dificilmente se compra um livro em varejo físico ou site e não se obtêm descontos, em média, de até 20% sobre o preço de capa. O livro digital seguirá a mesma lógica de remuneração equilibrada a autores, editores e livreiros/operadores. Nossos respeitos aos autores, o verdadeiro capital das editoras, muito longe de serem amadores, como sugere o sr. Gildo. Lembramos que no País se vendem muito mais artigos para cães e gatos do que livros! É mais lucrativo ter um pet shop que uma livraria! Nada contra, gostaria que donos de mascotes lessem mais livros sobre eles - e sobre tudo, afinal!

Enoch Bruder Enoch.bruder@uol.com.br

São Paulo

_______________________

"Está ficando cada vez

mais claro que o grande eleitor da Dilma não é o Lula. É o Serra"

JOÃO B. CONEGUNDES / BELO HORIZONTE, SOBRE AS PESQUISAS

jconegundes@gmail.com

_______________________

"No horário gratuito ficou claro que Lula é tão popular que, se fosse candidato, PSDB e DEM votariam em peso nele"

ROGÉRIO PROENÇA RIBEIRO / ARARAS, SOBRE A CAMPANHA ELEITORAL NA TV

roger_fani@hotmail.com

_______________________

"O já-ganhou dos petistas é, no mínimo, desrespeitoso para com a população.

Mas não é todo mundo que compra gato por lebre"

CARLOS ALMEIDA CRUZ / RIO DE JANEIRO, IDEM

almeidarj1959@hotmail.com

_______________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 3.106

TEMA DO DIA

Bando invade hotel no Rio e faz 35 refén

Dez bandidos armados com fuzis invadiram o Hotel Intercontinental e uma pessoa morreu no tiroteio

"A solução é uma só: crime organizado tem que ser tratado como guerrilha, tem que ser combatido pelo Exército."

HELDER CAÍRES

"Não fiquem preocupados com Copa e Olimpíada. Farão um belo de um acordo com a bandidagem."

ELZA RAMÍREZ

"Isso que aconteceu no Rio poderia ter ocorrido em qualquer lugar do País, pois segurança o brasileiro já não tem faz tempo."

MARCOS CUNHA

_______________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

DATAFOLHA

A última pesquisa Datafolha, após a primeira semana do horário eleitoral, mostra

que, hoje, não haveria segundo turno para a Presidência da República. A praticamente 40 dias da eleição seria muito difícil para o canditado José Serra (PSDB) reverter a situação. Os candidatos a deputado estadual e federal começam a debandar, não querendo aliar seu nome ao candidato perdedor, os financiadores de campanha começam a fugir e os aliados, a silenciar. Realmente, não está fácil.Penso que a estratégia, agora, é conseguir chegar ao segundo turno. E para isso é preciso trabalhar muito. Sem errar mais.

Olympio F.A. Cintra Netto ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________

VITÓRIA DE DILMA

Quando em 2002, sabe-se lá por quê, Fernando Henrique Cardoso (agora copiado por Aécio Neves) boicotou o candidato de seu próprio partido à Presidência da República, o intelectual versado em Sociologia e História ''brincou com fogo''. Nesta altura, quem está ''queimado'', sem perspectiva de saída do esgoto político onde caiu, é o Brasil. Acontece que, como Stalin na Rússia, Hitler na Alemanha, Castro em Cuba e outros, ninguém retira popularidade de um líder demagogo cujo principal instrumento de ''convencimento político'' é a distribuição de dinheiro e poder. Num contexto assim, em época de eleições, ''urubu'' (oposição) acaba virando ''meu louro'' (adulação).

Jorge João Burunzuzian burunlegal@hotmail.com

São Paulo

_______________________

ARREPIANDO

Esta última pesquisa Datafolha deve ter deixado os tucanos de penas em pé... Dilma 47% das intenções de voto, vitória já no primeiro turno, e Serra, 30 %. Será que a vaca já foi para o brejo? Com Serra despencando, não seria este o momento de Fernando Henrique Cardoso sair da moita?

Serra não é um mau candidato, creio que isso se deve a ter sido abandonado pelo próprio partido. Onde andam os tucanos de alta plumagem? Conclusão: passadas as eleições, se confirmada a derrota de Serra, quem realmente sairá perdendo é o PSDB, que mais uma vez é um partido sem alternativa. A derrota de Serra começou quando Aécio Neves não aceitou concorrer como vice em sua chapa. Agora, a meu ver, essa atitude de Aécio o deixara marcado para sempre, até porque, não temos a memória tão curta como muitos pensam.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

São Paulo

_______________________

O PSDB DORMIU

De nada adiantaram as grandes reformas, privatizações, a criação do Bolsa-Escola (hoje, clonado de Bolsa-Família), etc., na era FHC, assim também os 16 anos de bons governos em São Paulo e oito em Minas, porque os tucanos esqueceram de criticar, condenar o Lula, responsável por um dos governos mais corruptos e desrespeitosos para com as nossas instituições.

O impeachment do Lula, principalmente no caso do mensalão, e depois da confissão do publicitário Duda Mendonça, dentro do nosso Parlamento, de que recebeu em paraísos fiscais R$ 10 milhões do PT, era um mínimo que a oposição deveria tentar.

Os líderes e governadores do PSDB, incluindo o hoje candidato José Serra, preferiram a cumplicidade da política de boa vizinhança com o Lula, para conseguirem verbas federais, e se omitiram, a dano da sociedade, não repudiando o descarado, deplorável desprezo à ética e outras excrescências.

Resultado deste sono em berço esplêndido e - por que não dizer? - da soberba do PSDB é amargo, porque a última pesquisa de opinião Datafolha aponta a Dilma Rousseff liderando com 17 pontos à frente do Serra.

Reverter este quadro será muito difícil. Para os políticos tucanos e aliados nada vai mudar se perderem esta eleição. Não vão ficar desempregados e ainda devem continuar desfrutando os múltiplos privilégios que o poder vergonhosamente permite.

Mas, para o Brasil, mais quatro anos de petismo é o mesmo que escancarar de vez esta nação para as alegorias indigeríveis do populismo perigoso, já que os petistas são íntimos de governos totalitários...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

_______________________

POSTES E PAPAGAIOS DE PIRATA

Coforme noticiado no Estadão de 21/8, as fotos divulgadas na campanha do candidato José Serra, em que ele aparece ao lado do presidente Lula, provocaram inúmeros protestos de leitores desse jornal e de ala do PSDB. A "ideia" do marqueteiro do candidato tucano seria demonstrar ser o presidenciável a opção de continuação do atual governo, no lugar da indicada pelo próprio presidente. A indignação é totalmente justificada: o que o candidato acaba por fazer é bancar verdadeiro ''papagaio de pirata'' de um líder com elevado índice de popularidade. É de causar vergonha nos eleitores do candidato, e parece-me que não estou sozinho nessa interpretação. A última pesquisa Datafolha já nos dá uma ideia de que a campanha do PSDB vai ''Serra abaixo". Mas tudo isso não faz jus ao currículo do ex-governador: ele tem um passado político positivo e uma carreira de administrador público sólida, muito melhor do que a candidata do presidente. As deficiências desta, e do governo que ela representa, se avolumam: ela é não é nenhuma líder natural e chega a ser vista, queira ou não, como o ''poste'' (na gíria política) escolhido pelo presidente Lula em razão de não se ter encontrado, nas hostes do PT, nenhum líder que pudesse substituir o autal mandatário do País para ganhar a eleição e proporcionar a continuidade do partido no governo. E todos nós sabemos que, via de regra, nesses casos a criatura acaba se voltando contra o criador depois que assume o poder, transformando seu padrinho em verdadeiro "general de pijama". O ex-prefeito Celso Pitta, inventado por Maluf, foi o exemplo mais recente. Outro problema evidente da candidata petista é sua biografia belicosa, que deveria nos preocupar e muito. Não vem ao caso a popularidade de Lula: seu governo foi péssimo em termos de garantir uma infraestrutura para o futuro do País, com estradas insuficientes e mal conservadas, além de uma rede de ferrovias medíocres e hidrovias praticamente inexistentes. Não bastasse isso, nossos portos não dão conta das exportações e o Brasil tem uma das cargas tributárias mais elevadas do mundo. Tudo isso causa o aumento dos custos dos nossos produtos no exterior, reduzindo drasticamente a competitividade dos produtos nacionais. Nem se fale nos pífios investimentos em energias renováveis (solar e eólica) e do inconstestável (e prejudicial) posicionamento da candidata na questão ambiental. Com tanta coisa para denunciar e com tamanha fragilidade da figura da candidata petista, não se pode entender como o PSDB se prestou ao papel de tentar pegar ''carona'' na popularidade de seu adversário político. Isso nos faz pensar que o primeiro adversário que o candidato José Serra precisa derrotar é ele mesmo.

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

_______________________

PESQUISAS FAJUTAS

A queda de José Serra (PSDB) é que espanta e é para lá de suspeita. No final, todos sabemos o resultado: Lula teve pouco mais de 48% e Alckmin perto de 42%. É necessário atravessar o deserto da traição. A traição dos próprios companheiros, como ocorreu em 2006. É necessário, também, fazer uma coisa óbvia: desconstruir a candidata do Lula, e isso é para já. Não haverá aloprados desta vez. A aloprada é a Dilma. Portanto, é necessário tirar a sua máscara. Mostrar a sua verdadeira identidade. Não existe um pingo de verdade na imagem forjada para Dilma. Um só programa de sete minutos acaba com Dilma Rousseff. Dois programas de sete minutos arrasam com Dilma Rousseff. Três programas de sete minutos enterram Dilma Rousseff. Mas não acreditem em pesquisas. Mas não acreditem na imprensa. Acreditem nos eleitores reais da oposição. José Serra deveria ter dado entrevista ao Jornal Nacional na frente do Hotel Intercontinental, no Rio de Janeiro, com um colete à prova de balas, como a repórter da Globo, no sábado.

Mauro Silva maurosilva377@gmail

São Paulo

_______________________

PREVISÃO DAS PESQUISAS

Se Lula é o filho do Brasil, sua mãe, a polva, é a próximo golpe. O trouxa brasileirinho aposta em torno de 60 milhões a favor da treta. Merece ficar na fila do corredor da calçada do SUS. Merece receber a miséria da bolsa-esmola, que será completada, ao fim de seus dias de glória petista, pela miséria do rateio do INSS, pelo mínimo. Merece perder quatro ou mais horas por dia nos engarrafamentos em ônibus e trens maltrapilhos. Merece pegar tantos buracos que seu carrinho pobre saia da estrada, acabado. Merece que seus filhos passem anos a fio sem entender uma palavra, sem saber escrever e ficar à mercê do convite do tráfico à sua porta. Merece, pelo que votou. A evolução pressupõe sacrifício e vontade de crescer, não é a seara petista, que visa o lucro pela corrupção e domínio pela ditadura. Merecem, os 60 milhões de brasileiros que vão votar no clone, receber pelo que pagaram. Enquanto não houver pena de morte neste país, enquanto não houver sistema judiciário, não houver policia e não houver revolução digna, estes miseráveis da vantagem ilusionista de auditório chulo pagarão com a vida pelo regozijo dos velhos comunas travecados em petistas da hora, do lucro e do poder alucinado.

A realidade é dura e neste país mal nascido só poderia ser pior. Cabe aos de bem saírem fora, sobreviverem ao mar de lama que afoga os extasiados pelo carnê adquirido, pela pechincha nordestina da bolsa-esmola paga em prestações, que leva seu futuro e seus filhos aos caminhos da droga mais fácil, aos arroubos da presunção de serem ideólogos no colo dos mandatários do crime, em todas as esferas. O Brasil só poderá ser retomado daqui a muitos anos. Perdas e decepções, como se já não bastassem as dos últimos anos.

Ronaldo Parisi rparisi@uol.com.br

São Paulo

_______________________

JURÁSSICOS

Salvo grande erro estratégico de campanha, a candidata Dilma já levou esta eleição, e provavelmente no primeiro turno. Aos tucanos históricos e até hoje ativos, um abraço, já eram. São de fato incompetentes, e acabou. Dos que ficam, e essa será a nova liderança da oposição, o que se espera é que tenhamos gente competente para de fato ser oposição e jogar os jogos do momento em que os fatos estejam acontecendo.Ajam com lisura e transparência e entre si se entendam, pois os que até agora comandaram o espetáculo foram é individualistas e quiseram sempre as glórias de algum feito político apenas para si e seu grupelho.A realidade é essa. A grande esperança nacional de oposição neste país chama-se Geraldo Alckmin. É neste homem que poderá haver um reanscimento de uma verdadeira oposição a isso tudo que está aí.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_______________________

ÚLTIMAS PESQUISAS

José Serra, se o senhor renunciar agora, o nulo poderá vencer.

Adilson Mencarini adilsonmencarini@uol.com.br

Guarulhos

_______________________

ELEIÇÕES

Dilma e Lula já dão como favas contadas a vitória do poste. Eles não perdem por esperar. Vai haver segundo turno e aí é que eles perderão. Basta colocar as verdades do governo Lula, que Dilma pretende continuar, para mudar o rumo dessas eleições. Parece que os tucanos não têm coragem para tal, mas é isso que devem fazer. Mostrem para todos o verdadeiro currículo de Dilma (aquela ficha policial), sua falta de preparo, os desmandos de Lula, as mentiras diárias, as promessas não cumpridas, placas inauguradas mais de uma vez, O PAC 1 cumprido apenas em 27 %, sendo que somente pouco mais de 12 % acabado e 47% ainda no papel. O PAC 2, só promessas. Estradas, ferrovias, portos, aeroportos, tudo sucateado. Falem e mostrem as roubalheiras, os apadrinhamentos, e é isso que Dilma quer continuar. E a política externa? Uma calamidade. Os amigos de Lula, todos ditadores, terroristas ou coisa pior. Será que ninguém enxerga? Pesquisa recente do IBGE diz que a maioria dos que ganham na faixa entre um e dois salários mínimos não paga impostos. São os que mais pagam, em torno de 50%! Que o povo brasileiro abra os olhos.

Carlos E. B. Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

_______________________

CREDIBILIDADE

Pelo visto, a eleição para presidente já está definita e resolvida no primeiro turno, com base nos resultados das pesquisas que têm sido divulgadas. É crível aceitarmos a evolução tão rápida de um candidato, tendo iniciado em 17/8 o medíocre, mas necessário horário eleitoral? Pela experiência que temos, os números (porcentagens) vão mudar, fatos novos surgirão, ou o povo brasileiro está sendo subestimado na sua inteligência. Salvo se o ''dindim'' estiver falando mais alto, daí até as urnas eletrônicas deixam de ser confiáveis. Não é possível que sejamos tão ignorantes quanto ao nosso futuro e do País.

Luiz Doias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

_______________________

CABEÇA DE BACALHAU

Trabalho com público e costumo fazer minha pesquisa eleitoral paralela. Acho que vivo em outro país, ou devo estar sonhando, pois todas as pessoas a quem pergunto não podem nem ouvir falar em Lula ou Dilma. E como ela está na frente nas pesquisas?

Parece que os eleitores da Dilma são como cabeça de bacalhau. Ninguém viu até hoje.

Ricardo Rayes rirayes@uol.com.br

São Paulo

_______________________

O REI DA COCADA PRETA!

Aécio Neves se acha tanto que até ignorou o cargo de vice-presidente do Brasil em prol de suas ambições políticas. O resultado dessa petulância toda está aí, com o Serra derrapando nas pesquisas eleitorais, tendo que se apoiar em índios, enquanto o próprio Aécio está se desdobrando em dez na tentativa de manter intacto o seu curral eleitoral mineiro. Sem dúvidas nenhuma, esteja onde estiver, vovô Tancredo Neves não deve estar gostando nada do comportamento de seu netinho querido.

Pedro Pinto da Silva

São Bernardo do Campo

_______________________

Ainda o peso do IPTU

Na opinião do leitor sr. Paulo A. de S. Amaral (18/8), um importante fator no mau desempenho de Serra na capital paulista é o "absurdo" aumento no IPTU posto em prática pelo prefeito Kassab. Cabe lembrar que, em contrapartida, milhares de imóveis tiveram seu IPTU reduzido e até zerado. Tenho oito IPTUs para mensalmente pagar, não fui beneficiado por esta última situação, mas só por isso não deixaria de votar em Serra e continuo apreciando a administração Kassab. Parece-me precipitado apontar tal ou qual aspecto lastreado apenas em descontentamento próprio, sem comprovação palpável ou dado concreto do que se afirma. É bom que se considere que absurdos e desbragados aumentos de impostos foram implementados mesmo é pelos governantes opositores a Serra, os quais, por tal raciocínio, deveriam, então, estar em último lugar em qualquer pesquisa. Ademais, não é quem paga impostos que está prejudicando o desempenho de Serra, mas justamente os que se beneficiam da gorda distribuição dos tributos é que estão inflando nas pesquisas a "bolsa" dos seus adversários. Por derradeiro, não é dos governos Serra, Alckmin ou Kassab que se veem os milhões e milhões dos impostos desviados, mal empregados, desencaminhados e por aí afora. Por ventura estariam os paulistanos satisfeitos com isso a ponto de preterirem Serra?

Paulo Busko paulobusko@terra.com.br

São Paulo

_______________________

PERGUNTAS INDISPENSÁVEIS

Visto que caminhamos para uma definição da eleição presidencial no primeiro turno, cabe perguntar à provável vencedora (Dilma) o seguinte.

Qual será a relação do seu governo com o MST? A senhora vai permitir que esta organização continue a invadir propriedades produtivas impunemente?

A senhora publicamente defende a liberdade de imprensa: cederá às pressões dos seus partidários para controlar os meios de comunicação? A senhora deve deixar bem claro para todos os brasileiros o seu repúdio ao controle dos meios de comunicação.

Quais são seus planos para a educação? Deve-se investir em educação, e não em programas assistencialistas, como o Bolsa-Família?

Fará as reformas tributária, trabalhista, política e previdenciária, reformas que o sr. Lula, mesmo com toda a sua popularidade, deixou de realizar? A senhora deve afirmar seu compromisso de realizar estas reformas imprescindíveis.

Explicará ao povo brasileiro o seu passado? Penso que temos o direito de saber o que a senhora fez durante a ditadura.

Explicará ao povo brasileiro a relação do seu partido com as Farc? Como cidadãos e eleitores, pensamos que todos nós temos o direito de saber.

Qual será a política externa do seu governo? Continuará defendo ditadores como o Fidel Castro, Hugo Chávez e o presidente iraniano, ou o Brasil demonstrará seu repúdio a regimes ditatoriais que não respeitam os direitos humanos? O Brasil continuará a dar prioridade a nações pobres (África e América Latina), ou finalmente buscaremos ampliar o nosso comércio com os mercados que realmente interessam (Estados Unidos, Canadá, U.E., China, Japão, Alemanha)?

Espero, assim como todos os outros brasileiros, que a senhora responda a estas questões de forma clara e concisa!

Fábio Zatz fzatz@uol.com.br

São Paulo

_______________________

PERDIDO POR PERDIDO, TRUCO!

A cada nova pesquisa eleitoral mostrando a Dilma disparando na frente do Serra, mais me arrependo, e creio que outros paulistas também, de ter forçado sua candidatura quando era visível que a cloaca dos coronéis tucanos queria o Trairécio Neves para concorrer à Presidência. Está abandonado pela canalha de norte a sul e até aqui, em nosso Estado, é esquecido. Sua propaganda eleitoral para a TV é de chorar, graças à ''qualidade'', tão vagabunda que mais parece criada por seus adversários. E essa, então, de trazer a imagem do presidente Burla foi a gota que faltava para derramar o copo. Serra, para não fazer mais feio ainda, desde já esqueça o script montado por seus ''companheiros'' tucanos e saia para o pau denunciando todos os escândalos criados por este governo tido como o mais corrupto da nossa História. Chute o balde, cara ! Perca, mas com dignidade, e não covardia. Honrando sua raiz italiana, perdido por perdido, truco!!!

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

_______________________

SERÁ O FIM?

Lulla deveria colocar uma estátua de FHC em frente ao palácio, ajoelhar-se e dizer amém todos os dias. Não porque ele fez um péssimo governo, mas porque ele respeitou a Constituição que proíbe ao presidente em exercício fazer campanha, e foi por isso que em 2002 Lulla chegou lá. Em 2006 Lulla disputou o segundo mandato debaixo de escândalos e mais escândalos patrocinados pelos "companheiros", mas com uma máquina pública a favor e sem limites do aceitável. Depois de ganhar a reeleição, o método seguiu seu curso. Descaradamente, Lulla apresentou sua candidata por três anos, burlando todas as leis, transformando uma ineficiente ministra da Casa Civil no máximo da competência, e pelo andar das pesquisas a ex-guerrilheira será acomodada no Palácio do Planalto. Já pensaram? O PT dá um baile na ditadura de Chávez e Fidel! Sem stress, sem alarde, vão comendo pelas bordas, usando dinheiro público, bajulando empresários que antes demonizavam, banqueiros se empanturrando com os altíssimos juros como "nunca antes neste país". A imprensa, escandalosamente subjugada, sabe-se lá por quanto. Partidos não existem mais, nem de oposição, já que todos deram as costas e aproveitam as merrecas prometidas. Quem acompanhou essa turma nos anos 60 sabe que eles querem muito mais, só não sabemos quando cobrarão a fatura. Se a guerrilheira ganhar as eleições, pode ser que seja o inicio da cobrança da fatura e o fim de nossa democracia! Só gostaria de saber se nós, que não aceitamos esta ditadura comunista, teremos um fim a exemplo de Cuba. Só falta!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

_______________________

MENTIRAS

Disraeli dizia que "existem mentiras, grandes mentiras e pesquisas". Assim são elas: convêm aos interessados coniventes para enganar o povo e, talvez, até aos jornais e articulistas intelectuais, e o que me surpreende é que nelas acreditam e se baseiam. Das que tomei conhecimento detalhado, foram montadas e, inclusive, pelas cidades sorteadas, coincidentemente, 70% eram redutos petistas, portanto, direcionadas. E ainda há um caso, registrado na polícia de uma cidade de mineira em que o entrevistado constatou deturpação em suas respostas. Portanto, trouxa é quem acredita em mentiras.

João Roberto Gullino jrgullino@oi.com.br

Petrópolis, RJ

_______________________

CAOS

A campanha de José Serra devia deixar de filigranas e dizer o óbvio: o período pós-Lulla será o caos!

Eduardo Augusto de Campos Pires eacpires@terra.com.br

São Paulo

_______________________

URUCUBACA

A campanha de Serra já começou errada na escolha do comitê central, no edifício Joelma, palco da maior tragédia de São Paulo. Depois veio a questão do vice, com Aécio, e assim está caminhando para ser o melhor presidente que o Brasil jamais teve.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

_______________________

MARQUETEIRO

Gostaria, se possível for, de ter a informação sobre quem realmente está pagando o marqueteiro(?) do candidato do PSDB, o ilustre sr. José Serra: o PSDB ou o PT?

Saulo Siqueira saulomelosiqueira@uol.com.br

Cássia (MG)

_______________________

DORMIDO COM O INIMIGO

Ao ler em manchete de primeira página que José Serra defende o uso da imagem de Luiz Inácio Lula da Silva em sua campanha eleitoral, pergunto: o tucano é realmente um candidato de oposição ou é um disfarçado cabo eleitoral da dona Dilma? Coitado do povo brasileiro, parte dele dorme com o inimigo e não percebe.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_______________________

IMAGEM

O candidato José Serra usa a imagem do Lula para ganhar votos, e os votos estão indo para a Dilma?

Cícero Sonsim c-sonsim@bol.com.br

Nova Londrina (PR)

_______________________

AULA PRÁTICA DE SOCIOLOGIA

O problema das elites culturais brasileiras, a começar por Fernando Henrique Cardoso e seu partido, é que demonstram não aceitar que os valores têm uma hierarquia de necessidades (Pirâmide de Maslow) e que elas se iniciam, na sua base, pelos fundamentais à vida como as fisiológicas (fome, sede, frio, etc) e a segurança. A miopia dessas lideranças, em seus castelos de vidro, fazem-nas imaginar que estão a governar para um povo do Primeiro Mundo e que os aplausos (votos) viriam como se estivessem ministrando ''aulas magnas'' em Sorbonne.

A nossa realidade, infelizmente, é outra. Não satisfeitas devidamente as necessidades básicas da população, o resto - sociabilidade, auto-estima, e auto-realização - passa a ser secundário. Na cabeça da base dessa pirâmide prevalece a percepção de que a vida melhorou e quer garantir (segurança) o poder aquisitivo conquistado e não ver interrompido, na sua ótica, a expansão da massa salarial, o avanço do crédito e do consumo, a redução da economia informal, o crescimento do emprego e o desenvolvimento de políticas de assistência social.

Nesse contexto - as pesquisas estão demonstrando isso -, o povo está entendendo que é mais fácil o núcleo central do PT deixar de lado o seu arcaico antiamericanismo e suas idéias antidemocráticas do que o PSDB se preocupar com os pobres. Esta é a questão que o Zé, não o professor da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), mas o filho do vendedor de frutas da Mooca demorou para entender.

Nilson Otávio de Oliveira noo@uol.com.br

São Paulo

_______________________

ESPERANÇA

1988 - Eleição para prefeito de São Paulo. Maluf sempre na frente e, bem longe, em segundo lugar, Luiza Erundina.

De repente, na última semana antes das eleições, erundina vai subindo, subindo... e vence.

foi lindo, maravilhoso, para os que não queriam saber da vitória de maluf.

nossa felicidade só não foi completa porque o pt não deixou erundina governar de modo pleno, da mesma maneira como fizeram com fernando henrique.

pt na presidência, pobre de são paulo. eles odeiam os paulistas.

desastre de de(s)governo: não há repasse de verbas para nosso estado: pão e água. verbas distribuidas à vontade ao mst, fundos de previdência, sindicatos, ongs, empréstimos sem juros e doações para a corriola. estradas federais assassinas, saúde péssima, mentiras, calúnias, etc.

estão todos cegos, surdos, mudos. como pode, tendo serra, votar em dilma? nunca pensei que houvesse tantos ignorantes neste sudeste e sul. principalmente em minha querida são paulo (cidade e estado).

pobre brasil...

mas ainda tenho esperança. esse povo ainda pode acordar até 3 de outubro.

Irani Nunes cirani@uol.com.br

São Paulo

_______________________

QUE OPOSIÇÃO?

O PSDB acabou, no momento em que resolveu deixar Lulla ''sangrar nas urnas'' por conta do escândalo do mensalão.

Os tucanos perderam a grande oportunidade de cortar o mal pela raiz. Agora Inês é morta. Vou no popular: a vaca foi pro brejo!

Triste fim de um partido que fez história neste pobre país de tollos!

Ver Lulla na campanha de Serra foi a gota d"água que faltava para tirar a esperança de quem ainda acreditava que ''o Brasil pode mais''.

Só não sei se terei estômago e paciência para começar nova contagem regressiva para um poste/marionete.

E pensar que faltavam apenas 132 dias...

Maria Eloiza Rocha Saez m.eloiza@gmail.com

Curitiba

_______________________

CARTA A JOSÉ SERRA

Caro candidato a presidente, devo dizer, meu candidato. Não gosto de ser pessimista, mas, desta vez não vejo luz no final do túnel, vamos perder.

Apesar de todo o seu empenho, de sua história política, de sua eficiência quando comandou vários cargos do Executivo, não tem jeito, o Brasil não está com você, ou pelo menos a maioria. Não está hoje e não estará nas eleições de 3 de outubro.

Por que a maioria quer a Dilma de Lula? Porque eles são a cara do Brasil, ou pelo menos 80% do Brasil. Estes 80% aprovam o governo Lula não porque a situação econômica esteja boa, não porque a Bolsa-Família ajude 15 milhões de famílias, não porque "nunca antes neste país...", sei lá o que o Lula vai dizer da próxima vez.

Eles aprovam porque gostamos dos iguais.

A nossa "cara" é o Lula.

Não estamos preocupados com a educação, nem nossa nem dos nossos filhos; não é

importante aprendermos a nos virar sozinhos, o que importa é alguém tomar conta da

gente; mais governo, mais corporativismo, mais fisiologismo.

Quer ver um bom exemplo disso? Quem, incluindo este que vos escreve, já não zombou das leis, já não cometeu uma infração, mesmo que pequena? Já não tentou levar proveito dos seus pares, a famosa Lei de Gerson? Furar fila, passar no

acostamento, comprar produtos "piratas" e outras tantas faltas de cidadania.

Você pode me chamar de derrotista, entreguista e outras tantas, mas sou um realista: a batalha está perdida. O Brasil quer ser Lula, debochar das leis, arrumar um emprego

público, ser desinformado: "ler jornal me dá azia", "nunca li um livro", dar um jeitinho, principalmente para os amigos (aloprados).

Caro José, abandone agora esta batalha, deixe o rio correr para o mar, o tempo fará

seu trabalho. Talvez tenhamos de esperar mais algumas gerações ou talvez nunca

cheguemos lá: uma nação considerada de Primeiro Mundo.

Um povo deve ter o que merece, dadas as suas escolhas, veja Venezuela, Cuba,

Nicarágua e outros tantos "hermanos".

O que fazer, então? Não sei... Talvez emigrar, os seus e os meus antepassados fizeram

Isso. Será que não está na hora de novo?

Covardia? Você tem filhos para criar?

Plinio Chapchap plinio@chap.com.br

São Paulo

_______________________

HUMILHANTE!

Sr. Serra, a última coisa que os cidadãos conscientes de seus próprios votos desta nação desejavam é mais um candidato metido a ''ixperto'', o que, no seu caso, se traduz pela humilhante e ridícula (se não desesperada) tentativa de surfar na popularidde de Lula da Silva, a quem o senhor, enquanto pretensa oposição, já de há muito tempo deveria ter desmascarado, desde os tempos de governador do Estado de São Paulo! Aliás, não o fazendo por pura estratégia e conveniência política, frustrando nesta eleição quem esperávamos que finalmente dissesse a verdade, como o seu vice fez com o caso Farc, mostrando quão podre é o PT, sua história, ligações e, acima de tudo, o seu projeto de poder totalitário contra a liberdade dos indivíduos!

Agora, vocês, tucanos, que colham o que plantaram em sua covardia política, quando deveriam ter feito uma coisinha que sempre se recusaram a fazer ao PT, por conta, entre outras, de sua afinidade ideológica com o execrável socialismo, ou seja, oposição. Boa derrota! Perderemos todos, perdará o Brasil...

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

_______________________

PAÍS TROPICAL

País onde está tudo bem é isso aí! O que

aconteceu, e acontece, no Rio de Janeiro na manhã

deste sábado foi somente um fato isolado. Qualquer

candidato a presidente dá um jeito nisso, fácil!Por aqui não existe miséria, o País está uma

beleza. Provavelmente esses bandidos são da oposição, com toda a certeza!

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

_______________________

VITÓRIA PETISTA

A iminente vitória petista nas próximas eleições é resultado da leniência do TSE ao ''punir'' as manobras em torno da promoção de sua candidata e da inundação de verdadeiras ''pesonalidades'' entre os candidatos, resultado da vontade de uma população desinformada e que só se senta à frente da televisão para assistir a programas de auditório e de baixíssimo conteúdo intelectual.

Basta meio quilo de farinha na mesa para que esse povo esqueça todo o histórico de roubalheira que envolveu mensaleiros, sanguessugas e toda sorte de criminosos que fizeram parte do governo nos últimos oito anos.

Ricardo A. Rocha rochaerocha@uol.com.br

Belo Horizonte

_______________________

PARA ONDE VAMOS?

O Brasil de hoje é uma nação desinformada, como sempre foi, hipnotizada e anestesiada. Isso justifica a imensa popularidade de Lula.

Vicente Bento de Oliveira vicente-bento@uol.com.br

Lençóis Paulista

_______________________

COMO NA VENEZUELA

Como na Venezuela, teremos eleições em breve. Como na Venezuela, temos um governo populista e fanfarrão. Como na Venezuela, esse governo medíocre pretende se perpetuar no poder. Como na Venezuela, a criminalidade alcançou níveis insuportáveis. Como na Venezuela, a questão da segurança aflige como nenhuma outra o eleitor. Como na Venezuela, o governo pretende mudar as regras e instituir a censura à imprensa. Como na Venezuela, o eleitorado ignorante vai esperar para ver. E como na Venezuela, a oposição é totalmente incompetente.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_______________________

SOCIALIZAÇÃO

No Brasil a classe A continua cada vez mais A, a classe B está se transformando em C, a D em C e a E está cada vez mais E. Assim sendo, estamos conseguindo socializar... a miséria!

Albert Henry Hornett hornettalbert@hotmail.com

São Paulo

_______________________

Chávez de saias

Para sabermos como acontecem as coisas, na Venezuela, com perseguição à imprensa, tolhimento das liberdades individuais, controle da mídia, inflação alta, aumento da criminalidade, falência e desorganização do Estado, invasão de propriedades privadas, controle de supermercados e tantos outros absurdos, não precisaremos ir para lá. Basta elegermos a Dilma do presidente Lula e aí teremos o Hugo Chávez de saias.

Carlos Alberto Ramos Soares de Queiroz soares.queiroz@terra.com.br

São Paulo

_______________________

Na mosca!

A candidata petista acertou na mosca ao dizer, em comício, que o candidato do PT ao governo de São Paulo pode dar ao Estado a mesma contribuição que deu ao Brasil no Senado Federal: irrevogavelmente, nenhuma!

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_______________________

AGORA É QUE VAMOS VER

Dona Dilma cresceu mais ainda, grudada nas barras das calças de Lula. A oposição faz pouco para mudar a situação. Talvez esteja certa. Uma rápida folheada nos jornais mostra que a situação do Brasil não deve ser nenhum mar de rosas a partir do ano que vem. As familias estão muito endividadas. Até a Petrobrás começa a fazer água e a mostrar-se ferida com o aparelhamento que sofreu. Praticamente tudo está por fazer em termos de infraestrutura. Não há saneamento, não há estradas, ferrovias, aeroportos e portos. A educação e a saúde vão de mal a pior. Até agora, o departamento de marketing do Planalto conseguiu contornar esses problemas, investindo fortemente em propaganda. Mas as contas estão chegando agora e a euforia de ter ido comprar seu primeiro carro usado em 80 parcelas esmoreceu. Vêm uma Copa e uma Olimpíada por aí, e nada foi feito. Não bastasse, o cofre está bastante esvaziado. Investiu-se muito na eleição de Dilma e agora não há verba para o resto, o próximo governante terá sérios problemas pela frente. É justo que Dilma ganhe e fique com esse ''prêmio''. Quem pariu Matheus que o embale. Nós, que nos opusemos e gritamos enquanto ao menos ainda se podiam salvar os dedos, continuaremos nos opondo ao PT e a seus métodos. Só que, a partir de agora, não haverá marketing que consiga maquiar a dura realidade do Brasil. Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo.

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_______________________

VENDER SABONETES

Os tucanos manifestam-se cada vez mais indignados contra os marqueteiros do sr. José Serrra, sem razão. Os mais exaltados falam em sabotagem ou que as estratégias adotadas servem muito bem para ''vender sabonetes e quinquilharias'', mas não conseguem fazer decolar um ''Tupolev''. As línguas maldosas dizem que, quando "o lobo perde o pelo, não consegue livrar-se do cheiro de lobo''. Não faltam maldades e é farta a associação de ideias.

Vender sabonetes para a higiene matinal é bem mais fácil e nada tem que ver com o cheiro do bicho. Toda a quetão se resume nas posturas políticas do candidato e que ficam para sempre, como o cheiro do lobo, e não adianta nada tentar vestir-se de ovelhina. O problema não é do marketing, é do lobo, que não ajuda.

Sinésio Müzel de Moura sinesiomdemoura@hotmail.com

Campinas

_______________________

AOS INTERESSEIROS

Por ocasião da Copa do Mundo, enviei o seguinte e-mail ao Luciano do Valle, da Band: ''Dunga está para a seleção, assim como Lula está para o Brasil, somente os interesseiros os querem no poder." E agora, não são os mesmos interesseiros e apadrinhados que querem Dilma e José Dirceu também no poder?

Alcyr Pereira consultor-ap@hotmail.com

São Paulo

_______________________

LIVRO SOBRE O MENSALÃO DISPONÍVEL NA INTERNET

Após passar anos fazendo pose de paladino da defesa da ética e moralidade na vida pública, o presiMente Lulla, tão logo aboletou o traseiro no Palácio do Planalto, começou a pôr as unhas de fora, passando a capitanear um governo que, em termos de ''armações'', conseguiu ''colocar no chinelo'' as mais corruptas gestões públicas deste tão dilapidado País. Entre os muitos escândalos que macularam os mandatos de Lulla, seguramente o mais grave foi aquele que ficou conhecido como ''escândalo do mensalão'', até porque, além de indícios de malversação de dinheiro público e/ou uso de caixa 2 para arrecadar dinheiro de empresas interessadas ''em se dar bem'' nas concorrências públicas, envolvia uma nítida tentativa de golpe contra a democracia, no sentido de que o tal dinheiro arrecadado ilicitamente serviria para ''comprar'' deputados federais, garantindo o apoio dos crápulas aos projetos de governo. O escândalo foi tão sério que causou a queda do então oficialmente todo-poderoso Zé Dirceu (na surdina, ele continua dando cartas e jogando de mão), e o presimente Lulla só conseguiu escapar após abafar as investigações e não ter vergonha de fazer papel de bobo, afirmando que não sabia de nada. A sordidez do episódio fez com que o jornalista Ivo Patarra escrevesse o livro ''O Chefe'', com um detalhado levantamento sobre os 13 meses do maior escândalo de corrupção ocorrido no Brasil, expondo os acontecimentos em ordem cronológica. Pois bem, o livro ''O Chefe'' acaba de ser disponibilizado na internet, podendo ser lido no link http://www.escandalodomensalao.com.br/indice.php. Acorda, Brasil!!!

Júlio Ferreira julioferreira.net@gmail.com.

Recife

_______________________

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.