Cartas - 23/08/2011

LÍBIA

, O Estado de S.Paulo

23 Agosto 2011 | 00h00

Fim de linha

Está chegando ao fim o longo reinado do assassino Muamar Kadafi. Os rebeldes, com apoio da Otan, já entraram em Trípoli e foram aclamados por moradores da capital líbia. Tomaram a TV local e capturaram filhos do déspota. O fim da ditadura é iminente. Deveria alegrar a todos os amantes da democracia, mas desagrada cabalmente aos "grandes democratas" Lulla e Hugo Chávez, seus parceiros. O primeiro recolhe-se ao silêncio, lamentando solitariamente o destino do amigo, que visitou várias vezes em seu desgoverno. Já o bufão de Caracas, menos comedido, foi à TV condenar abertamente o apoio da Otan aos rebeldes e lastimar o avanço dos que lutam para pôr fim à ditadura de Kadafi, que apoia de forma explícita. Os bolivarianos da confraria do Foro de São Paulo, pelo visto, estão tristíssimos. Afinal, é mais um da "turma" que se vai.

SILVIO NATAL

silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

_______

 

O delírio dos coronéis

O esquizofrênico bolivariano Hugo Chávez deturpa aos olhos de seu povo - mediante o controle dos órgãos de comunicação e sob uma manipulação grotesca dos fatos - a realidade do mundo. Para ele, seu amigo, o outro coronel - da Líbia -, é vítima do "império", ficção que em sua cabeça tresloucada abriga as democracias ocidentais, a ONU, etc. Para ele, a multidão retratada na praça de Benghazi é uma miragem e Kadafi, um santo homem, vítima da ganância dos que desejam tomar-lhe o petróleo. Podemos ter concepções diversas da política, mas agredir fatos notórios é doença.

AMADEU R. GARRIDO DE PAULA

amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

_______

Boa sorte aos líbios

Não sei o que o futuro reserva para o povo líbio. Torço para que se instale um regime democrático, e não teocrático. De qualquer forma, um bom começo é não ter como apoiadores os "presidentes" Hugo Chávez e Mahmoud Ahmadinejad, amigos de Kadafi.

LUIZ NUSBAUM

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

_______

Esticando o passeio

Alguns dos nossos nobres deputados estão muito preocupados com o povo da Líbia e, por isso, foram até lá para "analisar a situação" desse país. Podiam aproveitar tanta preocupação e dar também uma passadinha pela Somália e pelo Sudão. E depois expor para nós o que se passa por lá. Ou os povos desses países não merecem a mesma atenção?

DORIVAL MUNHOZ JUNIOR

junhaomunhoz@terra.com.br

Curitiba

_______

CORRUPÇÃO

CPI

Manchete do Estadão de ontem (A1): Governo quer PT unido para evitar CPI. Não dá para acreditar! Quando estava na oposição, o PT queria instalar uma CPI por semana, dizendo que o governo que não aceitava CPIs era antidemocrático, tinha o rabo preso e quem não deve não teme. E agora? Será que o PT é antidemocrático, tem o rabo preso, deve e teme o que pode ser descoberto? É, PT, que te viu e quem te vê...!

JOSÉ MILTON GALINDO

galindo52@hotmail.com

Eldorado

_______

Culpa no cartório

Se o governo quer impedir a CPI da corrupção, é porque tem culpa pesadíssima. Sra. presidente, por favor, recupere a dignidade do nosso querido país. É o que as pessoas de bem esperam da senhora.

ANTONIO GABRIEL DE LIMA

gabriellima@stetnet.com.br

Presidente Prudente

_______

Dilma nota mil!

Sou, literalmente, contra o PT e a sua falida doutrina de levar vantagem para ajudar os cumpanheiros aloprados a qualquer custo. E, claro, fazer o partido ter o seu caixa altíssimo. Mas espero sincera e honestamente que a presidente Dilma faça uma faxina geral e irrestrita nos "mistérios" (os antigos ministérios), sejam eles de que partido forem. O Brasil já passou da hora de mostrar a cara limpa da decência e da dignidade, o que em outros países é comum e natural. Chega de meter a mão na cumbuca do povão, dos aposentados e dos sem-camisa. O Brasil tem tudo para ser um país honesto, correto e digno de todos, sem exceção, independentemente de posição social ou hierárquica.

MUSTAFA BARUKI

mustafabaruki@gmail.com

São Paulo

_______

 

 

Mérito

Muitos brasileiros e a mídia elogiam Dilma pela punição dos corruptos. Mas isso não é mais que a obrigação de um presidente! O mérito de Dilma é ser diferente de Lula, que em muitos casos de seu governo, em particular no do mensalão, foi, no mínimo, conivente ou talvez até cúmplice...

GILBERTO DIB

gilberto@dib.com.br

São Paulo

_______

Anna Hazare

Lendo sobre o que Anna Hazare está fazendo na Índia contra a corrupção, eu me pergunto quantos Hazares seriam necessários para ajudar a dona Dilma na faxina que ela precisa fazer para se livrar da herança maldita e governar com "menas" corrupção, que tanto proliferou no governo do Lula.

CARLOS R. GOMES FERNANDES

crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

_______

RODOANEL

Armadilha

O Rodoanel Mário Covas, que nasceu para desafogar nossa metrópole, tornou-se num pesadelo de trânsito. Hoje é uma armadilha, pois, uma vez entrando nele, não há alternativas de escape ao trânsito parado. Na sexta-feira, como de costume, o congestionamento estendia-se por mais de 15 km em direção ao litoral, entre as Rodovias Anhanguera e Régis Bittencourt. Levou-se perto de duas hora para percorrer esse trecho! O motivo desse diário congestionamento? A ganância e o amadorismo do governo estadual. Explico-me: o pedágio situado antes da Régis é subdimensionado, não dá vazão ao número de veículos e provoca esse congestionamento todos os dias. Às sextas acentua-se, dado o natural maior movimento. Sr. governador Alckmin, votei no senhor e, se não acreditar no relato acima, sobrevoe o Rodoanel na próxima sexta. Garanto que mais um megacongestionamento estará esperando pelo senhor. Desative esse pedágio, ou transfira-o para local mais adequado, pois hoje ele nada mais é que um torniquete dessa moderna e importante obra viária!

JÚLIO CRUZ LIMA NETO

juliocruzlima@uol.com.br

São Paulo

_______

"Dilma está usando espanador, mas é caso de limpa-fossa"

FERNANDO DE MATTOS BARRETTO / SÃO PAULO, SOBRE A FAXINA MINISTERIAL

fmbar@terra.com.br

"Sem gritar "pega ladrão" os políticos estão em polvorosa. Imagine se gritarem!"

MILTON BULACH / CAMPINAS, IDEM

mbulach@gmail.com

_______

 

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 823

TEMA DO DIA

Receita fixa preço mínimo para cigarros

Em novembro, maços não deverão custar menos do que R$ 3,00. Até 2015, valor mínimo será R$ 4,50

"Ainda está barato. Em lugares fora do Brasil, o cigarro é caríssimo. Quase US$ 10."

THIAGO SMITH

"Pode começar com R$ 25,00 até chegar a R$ 50,00."

VANDERLEI SANTOS RIBEIRO

"Mais dinheiro no bolso dos políticos! Mais impostos não vão fazer ninguém deixar de fumar! O correto seria investir em políticas públicas antitabagistas!"

IVAN DOMINGUEZ

_______

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

A ÚLTIMA SEMANA DE AGOSTO

O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), é o relator do processo do "mensalão". O povo brasileiro acredita que ele corre contra o tempo para evitar a prescrição do crime contra os 39 acusados. Estamos chegando à última semana de agosto. Se o ministro não apresentar uma solução para que isso não aconteça, a maioria dos envolvidos estará livre da acusação mais grave que é a da formação de quadrilha. Na prática, todo o balaio de gatos do mensalão estará livre para continuar a receber as suas "mensalidades". O cidadão comum já percebeu há muito tempo que as leis brasileiras fazem parte de um jogo de cartas marcadas. São leis destinadas a manter longe da cadeia os criminosos que podem pagar os grandes escritórios de advocacia. Essa impunidade legal, revoltante e escancarada, é o monstrengo jurídico que sustenta boa parte das decisões do Supremo Tribunal Federal. E os ministros que lá estão, com raras exceções, nada fazem, e seguem fielmente as leis ambiguas e absurdas que permitem a impunidade dos ladrões de colarinho branco. A campanha popular chamada "passeata de telegramas", enviada para o ministro Joaquim Barbosa, para que o prazo de julgamento do "mensalão" não prescreva, é uma prova de que o cidadão brasileiro encontrou no Supremo um ministro em quem ele pode confiar. Ministro Joaquim Barbosa, o senhor é a última esperança de que a justiça leve em conta os anseios legítimos e morais da sociedade brasileira. O não julgamento dos envolvidos no mensalão será a prova final de que nenhum corrupto de colarinho branco será julgado e preso neste país. O Brasil poderá ser declarado oficialmente o paraíso jurídico dos ladrões e assassinos.

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

 

_______

  

 

JUSTIÇA HIPÓCRITA

O "mensalão" é um inequívoco registro histórico do legado de Luiz Inácio Lula da Silva, e como bem colocou o procurador Roberto Gurgel: "um atentado sem iguais precedentes à democracia brasileira". O governo Lula da Silva alienou os incautos em orquestradas campanhas de contrainformações; revendeu a uma classe social ascendente o consumismo desvairado através pela oferta de crédito desatinado e que agora se afoga em dívidas; assim, de fato enriqueceu os rentistas e especuladores. Legou a quem o sucedesse uma herança espúria expressa numa horda de desregrados travestidos de políticos - seus bons "cumpanheiros", nas facções aliadas e que dia após dia enxovalham as manchetes pela revelação de atos lesivos ao erário público. Não há novidades, a estirpe de impudicos é mesma desde 2003, e o que se altera e consolida é a constatação do desastre que foi seu desgoverno ao Brasil. O que fica claro neste momento é que o "cara" ainda dá as cartas. Predisse que o mensalão está engavetado é seria julgado em 2020, sua influência no STF já garante a prescrição pela acusação de formação de quadrilha para 36 marginais, no próximo dia 27. Há tanta hipocrisia no exercício da Justiça no Brasil, que fico imaginando se não está na hora de adotar uma cadeira especifica nas faculdades de direito que obste o continuísmo dessa praga que em crime é maior que a própria dilapidação do erário e dos direitos da nação.

Oswaldo Colombo Filho colomboconsult@gmail.com

São Paulo

_______

 

 

 

LULA E O MENSALÃO

Desde algum tempo, tenho lido no Estadão que o ex-presidente Lula afirma que o mensalão nunca existiu. Com tantos fatos e fotos apresentados sobre o mensalão, fiquei sempre imaginando: como ele pode fazer tal afirmação? Agora fiquei sabendo o porquê disto. É muito simples. Foi ele, como presidente do nosso infeliz país, que nomeou quase todos os titulares do Supremo Tribunal Federal, portanto, os mesmos que irão julgar toda a corja do mensalão. Qual foi o subterfúgio que um deles adotou para assegurar a certeza da afirmação do Lula. Pediu vistas ao processo, guardou-o a sete chaves e deixou o tempo passar. Agora, o processo voltará ao plenário, quando então será arquivado, uma vez que as acusações estarão prescritas e não se fala mais nisso.

Raul S. Moreira raulmoreira@mpc.com.br

Campinas

_______

 

 

A PRÁTICA DO MENSALÃO SE REPTE

A briga pelo poder estava indo de vento em popa, não fosse a mídia denunciar a guerrilha do ministro Mário Negromonte (PP), das Cidades. O ministro estaria comprando apoio dos parlamentares à bagatela de R$ 30 mil, numa sala montada ao lado de seu gabinete com 4 deputados considerados seus leões de chácara. Uma prática que vem ganhando adeptos desde o escândalo do mensalão. Conforme noticiado, o Ministério das Relações Institucionais está sabendo de tudo. E agora vai abafar e começar a defender o que é indefensável para depois do desgaste, botar o ministro para correr? A fila anda, ministra Ideli Salvatti, apure sem o viés ideológico, uma de suas marcas.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo 

_______

 

 

A GANÂNCIA CONTINUA

A ganância continua desenfreada nos altos escalões do governo. Agora, o Planalto - diga-se a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann -, na maior desfaçatez, cobra unidade do PT para conseguir aprovação no Congresso de projetos de lei que o Estadão qualifica como verdadeiras "bombas", diante da divisão de apoio político dos partidos da situação. Realmente, dos projetos-bomba, basta citar um dos mais escabrosos: a Proposta de Emenda Constitucional que, vergonhosamente, prorroga por mais quatro anos os mecanismos (roubalheiras) que permitem o livre uso (sem comprovação) de 20% das receitas do Orçamento. É a "desvinculação de receitas da união", conhecidas pela sigla DRU. Essa sigla deveria ter outro significado: o "direito de roubar e usurpar", além de fraudar o Tesouro Nacional com a proteção da lei, o que, aliás, vem acontecendo. Essa emenda não pode ser aprovada, é um escárnio, um menosprezo à dignidade humana. É a continuação do coroamento da corrupção, que continua a reinar no nosso pobre Brasil! É, infelizmente, a comprovação de a que veio a nova ministra... Este prazo de quatro anos não será um prazo cabalístico, enigmático...?

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

_______

 

 

A MINISTRA 'NARIZINHO'

A "narizinho" do governo (Gleisi Hoffmann) sai a campo cobrando unidade do PT? Basta dar cargo e liberar verbas que o governo consegue barrar até pensamento, principalmente com as eleições municipais chegando. Quando começa rebelião em quadrilhas organizadas, o chefão dá autonomia a bandidagem ou começa a cortar cabeças, que no caso do PT a cabeça pedida seria da própria presidente. Pensa que é fácil comandar quadrilhas organizadas é? Ou dá ou morre. É a lei tanto no micro como no macro cosmos! É melhor a presidente começar a distribuir cargos urgente!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

_______

 

 

USOS E COSTUMES

Dona Dilma, ao dizer que os estrangeiros (The Economist) não entendem nossos usos e costumes políticos, a sra. quis dizer que aceitamos a corrupção? Pois é, isso que são os usos e costumes por aqui! Sua faxina é de fachada?

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

_______

 

  

OS DOIS LADOS DA QUESTÃO

Tenho acompanhado as manifestações de leitores que se indignam - e com razão - com o fato de as autoridades brasileiras se revoltarem com a prisão com algemas de políticos que , sabidamente, comportaram-se como verdadeiros ladrões do erário público, e não darem a menor declaração de revolta com a agressão ao povo brasileiro, espoliado vergonhosamente. A impressão que nos dá é a de essas autoridades e políticos estarem morrendo de medo de serem os próximos a passar pela mesma situação que os envolvidos na Operação Voucher, haja vista o desmoronamento dos tetos de "suas casas". Comportam-se como se estivessem à boca de serem denunciados. Coisa booooa, como diria minha avó. Que lhes venha o telhado à cabeça como punição e que essas mesmas autoridades olhem para o lado do povo que, este, sim, é a verdadeira vítima, e se indignem a favor dele com a mesma força, ou com o mesmo medo. Queria somente saber que tratamento elas acham que merecem suas excelências de colarinho branco que roubam na cara dura e enriquecem em cima da desgraça dos outros!

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

_______

 

 

PRESIDENTE ÉTICO E JUSTO

A presidente Dilma herdou um governo corrupto e quer fazer de conta que isso não é verdade., nem que para isso seja obrigada a contestar a veracidade das investigações feitas pelo Ministério Público e pela Policia Federal. Em seu lugar, qualquer presidente ético e justo, viria a público elogiar o trabalho desses orgãos que agem em defesa dos verdadeiros detentores do Poder, que é o povo! Mas parece que nem a Constituição é defendida pelos nossos ditos representantes!

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

_______

 

 

LEI DE LAVOISIER

Na natureza nada se cria, nada se perde. A roubalheira criada por Lula não se perdeu com Dilma.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

  

AGARRADO AO TRONO

Dilma foi uma guerrilheira, mas pensava, em priscas eras, em liberdade e justiça para o povo. E talvez por isso reste ainda um pingo, mínimo que seja, de esperança em sua relação. Já o "cara" não. Foi sempre um surfista aproveitador da desgraça dos outros (vide ex-sindicalistas e ex-cumpanheros que foram traídos ou sacrificados politicamente, e vários governos desde 1980) para alcançar seu único objetivo: ser o primeiro "fuhrer" das Américas, quiçá do mundo. E, claro, um trono de ouro maciço a que possa se agarrar para sempre e acompanhado por toda sua descendência. O clã dos Fidel ficaria com uma inveja à beira do desespero, de doer em qualquer vassalo lambe-botas que pisotearam as mais fétidas pocilgas palacianas. E o País está entupido dessa gente.

Klaus Reider vemakla@hotmail.com

Guarujá

 

 

 

_______

 

 

O BODE NA SALA

Enquanto a "presidenta" fingir que lamenta a saída de um ou outro salafrário nada vai mudar. Cumpliciada com o que de mais podre existe na política brasileira e colaboradora da herança maldita deixada pelo seu ex-chefe, sabe muito bem que não falta nos partidos da base aliada material de reposição. Não é exigido conhecimento técnico, ficha limpa ou vergonha na cara. O plano do Lulla nunca foi o de fazer um sucessor, e sim uma "presidenta laranja", que se não abrir os olhos irá até o final do seu mandato acuada no seu gabinete, atacada pelos chantagistas a serviço do "cara" que vai querer voltar em 2014 como o grande salvador da Pátria. A Dona Dilma ainda não percebeu que ela é o bode que o Lulla deixou na sala.

Rogerio Amir Rizzo rizzomoreno@superig.com.br

São Paulo

 

_______

  

 

PRESIDENTE, ACORDE

Sra. presidente, cesse a liberação de verbas, afaste-se, definitivamente, dos achacadores, acabe com as nomeações políticas e prestigie as apurações da corrupção de forma ampla, geral e irrestrita. Saiba também que essas denúncias, ameaças de CPI, etc., etc. só convergem para o fomentador-mor de tudo isso, a figura de seu preceptor, a quem interessa seu desgaste e insucesso, que seria a motivação maior delle para 2014.

José G. Oliveira mandarino-oliveira@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

  

VELHO DITADO

Interessante como velhos ditados populares ainda funcionam. Dize-me com quem andas e dir-te-ei quem és: Michel Temer, Wagner Rossi...

Carlos E. Barros Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

 

_______

 

  

FALANDO ÀS CLARAS

Fazendo minhas as palavras do Daniel Piza (D10, 21/8): em vez de fingir que está faxinando, trocando uma mosca varejeira por outra, a obrigação dos Três Poderes é impedir que sujem. A função do(a) presidente do País é administrá-lo, pensá-lo, planejá-lo e projetá-lo no curto, no médio e no longo prazos, e não ficar caçando políticos meliantes e corruptos todo santo dia. Não é para isso que foi eleita nem para isso que é regiamente paga.

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

  

 

_______

 

  

CORRUPÇÃO

O brasileiro não aguenta mais corrupção com o dinheiro publico, ou este país fecha para balanço ou alguma revolução vai acontecer.

Valdir Sayeg valdirsayeg@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

  

TETAS

Os bezerros quando sentem fome, colam nas tetas das vacas e mamam até. Assim são as bases do governo, que em troca de "apoio ou concordância", escolhem as tetas (ministérios), porém os bezerrões políticos insaciáveis na fome têm intoxicação (corrupção) e são abatidos (trocados). Enfim, isso tudo parece não ter fim! Ou tem?

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

_______

 

 

ZARATTINI E O BALAIO

Carlos Zarattini se manifestou fortemente contra o uso de algemas quando as viu colocadas nos pulsos de corruptos quadrilheiros que agiam no Ministério do Turismo: "Há muito tempo não se via tanto abuso quanto nessa operação da Polícia Federal. Isto remonta às arbitrariedades cometidas na ditadura ". Bom, da mesma forma como hoje a PF age com rigor contra os bandidos que , ocupando cargos públicos aproveitam para desviar dinheiro do erário, pode ser que os militares daqueles tempos não vissem também com muitos bons olhos as ações dos terroristas que agiam contra o governo estabelecido, cometendo assaltos a bancos, matando civis inocentes... A esquerda sempre teve muito cuidado em distinguir os atos dos terroristas" idealistas" que roubam e matam por uma causa daqueles dos bandidos pragmatistas que matam e roubam por uma causa própria...mas parece que o próprio Zarattini colocou todos no mesmo balaio, ao condenar o uso das algemas naqueles que agiam no Ministério... Eu acho que ele tem toda razão... o balaio é um só.

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

 

 

_______

 

'O DILEMA DE DILMA'

Não há nenhum dilema (22/8, A3). Em termos de política de gastança eleitoreira, Dilma vai cumprir com todo rigor as ordens de seu criador. "E não se fala mais nisso!", como diria Tutty Vasquez.

Flávio José Rodrigues de Aguiar rsd100936@terra.com.br

Resende (RJ)

 

_______

 

MOBILIZAÇÃO

Tão certos estamos sobre a resposta de Dilma ao seu dilema que urge nos empenharmos na adoção das medidas sugeridas no Radiografia da Corrupção (22/8, A2). Vamos começar a contribuir, não podemos mais ficar calados. Se com o clamor da sociedade, aliado à imprensa e aos meios de comunicação, já conseguimos no passado muita coisa neste país, por que agora, na era da internet, das redes sociais e da globalização vamos permitir que tudo fique por isso mesmo? Por que temos um Impostômetro, e não temos um Corruptômetro? Vamos mostrar nossa cara e nossa força. Faça a sua parte.

Maria Regina Gasparetti mreginagasp@gmail.com

São Paulo

 

_______

 

 

MOVIMENTO POPULAR

O excelente artigo Radiografia da corrupção do jornalista Carlos Alberto Di Franco. Conclama o leitor a fazer a sua parte exigindo a punição dos corruptos através de passeatas e manifestações públicas diversas. É assim que faziam os estudantes de minha geração, mas que parecem acomodados atualmente. Mas a maior força que poderia existir nesse sentido seria um grande movimento popular da classe média que é quem tem o volume de votos para eleger futuros deputados e pressionar nosso poder judiciário. E como conseguir isso, que mais parece uma utopia? Imagine se a TV Globo se enchesse de patriotismo e no seu "horário nobre", no meios das novelas, fizesse essa conclamação para que seus espectadores promovessem um panelaço contra a corrupção e exigisse do Judiciário uma punição exemplar dos corruptos... Seria bom demais, não seria?...

Antonio Penteado Serra apserra@uol.com.br

Santana de Parnaíba

 

_______

 

  

BATALHA PELA HONESTIDADE

Após ler o Estado de segunda-feira, percebi que não estou sozinho na batalha pela honestidade. Fiquei feliz em saber que não é apenas o meu esforço que mudará o País, mas também o somatório da expectativa que o próprio jornal deu ao dizer, em dois artigos diferentes, que o passo fundamental para se obter um trabalho honesto dos políticos é levantar voz ou escrever sobre. Cada vez mais devemos nos erguer e demonstrar nossa insatisfação e exigir que todos os políticos sejam fiscalizados como todo e qualquer trabalhador o é.

Pedro Beja Aguiar pedrobejaaguiar@gmail.com

Rio de Janeiro

 

 

_______

  

O PAPEL DO STF

Concordo com a análise feita pelo articulista Carlos Alberto Di Franco em seu artigo de 22/8, bem como com sua conclamação ao povo para dar um basta nessa realidade triste e suja pelos corruptos que infestam a política nacional. Assim, indago ao Supremo Tribunal Federal (STF) se, realmente, vão julgar os crimes cometidos contra o País e o povo brasileiro. Espero que o fato de a maioria de seus membros ter sido indicada pelo "cara" não os impeça de julgar com celeridade e isenção. A situação chegou a um patamar insustentável.

Adelina Bitelli Dias Campos, procuradora de Justiça aposentada adelinabitelli@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______

  

UM PACTO REPUBLICANO, PARA O BRASIL

O encontro da presidenta com os governadores de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo para o programa "Brasil Sem Miséria" (Estado, 19/8) enche de esperanças não só os miseráveis, mas a população, cansada de ver os políticos de diferentes facções agindo como inimigos, não como simples adversários. Faz crer que, num ambiente como este que se cria, haverá menos espaço para aqueles que procuram construir o sucesso sobre o fracasso do adversário. A teoria do "quanto pior, melhor", então, deverá estar sepultada, definitivamente. O povo volta a se entusiasmar com política e espera, através dela, resolver os problemas nacionais, estaduais e municipais. Oxalá Dilma continue firme a faxina no governo e que, afinados, os governadores e os prefeitos, sejam capazes de também "faxinar" para, com isso, livrar a administração pública dos vícios e da impunidade que fizeram a má fama do meio e da classe que nela atua. Os parlamentares de todas as instâncias precisam aceitar que a política não é um jogo de vale-tudo. Deve valer apenas o interesse da sociedade, a quem a classe tem o dever de servir. Não se deve, por exemplo, lutar até a exaustão e a falta de ética para abrir ou deixar de abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). O que deve presidir a abertura (ou não) de processos investigativos é o indício do cometimento de irregularidades, jamais o interesse político ou partidário de grupos. A apuração deve interessar tanto a situação quanto oposição. Nunca é demais pensar que o país será melhor no dia em que o povo tiver condição de voltar a respeitar e acreditar na classe política. Mas tudo depende da própria classe...

Dirceu Cardoso Gonçalves aspomilpm@terra.com.br

São Paulo

 

  

 

 

_______

  

TOMA, QUE O FILHO É TEU

Que negócio é esse de procurar o Fernando Henrique Cardoso para combater a miséria e os malfeitos (no eufemismo petista, roubo). Por trás dela está elle, manipulando os cordéis para parar com a faxina (até agora só tirou o pó), pois todos sabem que precisará de muitos aterros para depositar toda a sujeira. Fazer oposição não é crime! Srs. Fernando, Geraldo, Aécio, José e demais líderes, façam o que todos esperam dos senhores, oposição. Não a raivosa e inconsequente do PT, mas que seja firme e esclarecedora. Eles que embalem o filho que adotaram e alimentaram a nossa custa.

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

 

_______

 

  

GAMBÁ NÃO ANDA COM ELEFANTE

Gostaria de lembrar ao ex-presidente FHC que suas atitudes de apoio à presidenta estão sendo um golpe de misericórdia na já tão vacilante e combalida oposição. Ou vocês são iguais ou está desmentindo um conhecido ditado popular que diz: gambá não anda com elefante.

Jose Mendes josemendesca@ig.com.br

Votorantim

  

_______

 

A PURITANA

Presidente Dilma, a sua faxina, vamos e venhamos, não foi bem aceita pelo PT e o PMDB, ambos dirigidos e compostos, infelizmente, por aproveitadores (minoria) que só pensam em si, esquecendo-se de amar a nossa pátria. Por isso, aqui estou para lhe dar parabéns por sua inteligente e oportuna aproximação com FHC e o governador Geraldo Alckmin, um dos líderes do PSDB. Por favor, vá mais longe: não se esqueça de Aécio Neves, Álvaro Dias, Mario Couto, senadores pelo PSDB, bem como Pedro Simon, Demóstenes Torres, um do PMDB, outro do DEM, além de Jose Aníbal (execrou da Tribuna do Senado o ministro Paulo Bernardo, ardoroso defensor da volta de Lula em2014, aparente trição com a atual presidente, Dona Dilma). Esboça-se, no Senado, hoje, uma volta aos tempos do lendário Carlos Lacerda, que fustigava os erros dos seus adversários. Doa a quem doer, a limpeza dos corruptos e ladrões do erário precisam ser punidos. Dona Dilma pode fazê-lo: não me sai da memória o seu comportamento de tigresa no debate com seu adversário Jose Serra. Era uma verdadeira ferra que mal se continha. E ela está bem viva. Trato-a como presidente, pois, no meu modo de ver, aqueles que a chamam de presidenta, talvez sem o saber, o fazem para lembrá-la de que Dilma é mulher. Um absurdo...

Adinael Carlos Marues Teixeir duquevente@Uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

  

CONFUSÃO DE CONCEITOS

Bastou a Sra. Dilma afastar alguns ministros e capachos e já tem pessoas a comparando a estadista. Ela simplesmente fez aquilo que a falta de sensibilidade - por interesse - que o presidente anterior deixou de fazer durante oito anos de corrupção. Haja falta de sensibilidade! Acordem a realidade é bem outra, quem assina acordo com a Síria está longe desse título. Infelizmente estadista só temos um e há muito tempo FHC. Uma pessoa com o passado da Sra. Dilma nunca chegará nem perto desse conceito.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

É POUCO

Dilma esta mostrando pulso firme no combate a corrupção e a gestões fraudulentas em seus ministérios, é verdade, mas em 8 meses de sua administração, apenas vemos este fato com o principal destaque nos noticiários. A simples atitude corajosa da caça as bruxas e da intolerância aos fraudadores, como se o próprio governo não tivesse sua parcela de culpa, ou mesmo como se não fosse sua obrigação dar satisfação e repostas à sociedade depois de tudo o que houve, é muito pouco. Em que pé andam os projetos e promessas de governo? A presidente precisa começar a enxergar as coisas diferente, começar a agir enquanto ainda goza de alguma popularidade.

Filipe Luiz Ribeiro Sousa filipelrsousa@yahoo.com.br

São Carlos

 

 _______

 

 GOVERNABILIDADE

A jornalista e professora Suely Caldas (21/8) esmiúça o modelo de governabilidade existente no País, identificando-o como gerador de corrupção. É fato que ela é diretamente proporcional ao tamanho do Estado, com seus 38 ministérios e com as tentativas de acrescer mais Estados à Federação. Mas a promiscuidade política também está intimamente ligada à redundância (ou esperteza) do pluripartidarismo. Quantos são trabalhistas e democráticos? Por que não uni-los? Quantos são comunistas? No mínimo cinco: PCO, PSTU, PCB, PCdo B e PSOL. Este último resolveu ligar socialismo com liberdade, coisa nunca antes vista no mundo. Em suma, isso é expressão de liberdade ou falta de vergonha?

Roberto Castro roberto458@gmail.com

São Paulo

 

  

_______

  

RECOMENDAÇÃO

Muito bom o artigo de Suely Caldas O modelo precisa mudar. Vamos torcer para que Dilma e outros políticos também leiam e criem coragem.

Rubens Souza Nascimento jrubens884@hotmail.com

São Paulo

 

 _______

 

  

ADESÃO TOTAL

Prezada Suely, minha adesão total ao seu artigo de domingo no Estadão. Ele casa com uma tese cara ao colunista Rolf Kuntz: que cada parlamentar sustente o seu escritório político. E faz um menage a trois com meu sonho do cidadão: o orçamento impositivo, em vez do autoritativo. Com isso, a Praça dos Três Favores poderia reivindicar seu nome de batismo, e pertencer a três poderes reais do país. E se você estender essas mudanças aos níveis estadual e municipal, verá cair sobre o país uma chuva de mandatos. Devolvidos por mais de 58 mil parlamentares, cujas aspirações pessoais não batem com essas mudanças.

Luiz Fernando Rudge rudge@enfin.com.br

São Paulo

 

_______

 

ECOS DE CAMPINAS

O episódio do processo que resultou no afastamento do prefeito de Campinas coroa uma situação que perdura desde a promulgação da Constituição federal de 1988, feita por políticos para os políticos, e depois "ajustada" ainda mais pelos partidos "progressistas" para permitir a roubalheira e a impunidade. Vale lembrar que durante o processo, Lula e Zé Dirceu defenderam publicamente o "cumpanheiro" prefeito do PDT, e o vice que é do PT, e em inúmeras entrevistas e pronunciamentos tentaram desqualificar o Ministério Publico e a Comissão Processante, acusando-os de fazerem uso político das investigações.

Edvaldo Angelo Milano e_milano@msn.com

Limeira

 

_______

 

  

E AGORA 'DOUTOR'?

Não basta parecer, tem de ser honesto, e quando não é... Dá no que deu, na cassação do segundo mandato de prefeito da grande cidade de Campinas (SP). A cassação foi por unanimidade da Câmara Municipal, e agora "doutor"? Com doutorado em "roubalheira" a perda do mandato foi pouco, como e quando vai repor ao erário os valores apropriados? De nada valeu o apoio do Lula e do Zé Dirceu, talvez se livre de cumprir prisão pelos crimes cometidos, os malfeitos petistas, mostram os efeitos dos dias de hoje, até crianças - meninos e meninas - matando e roubando, que futuro para o nosso país. É, sr. Hélio de Oliveira dos Santos (PDT/SP), quem lhe conheceu no passado jamais poderia imaginar onde chegou... Que vergonha para o povo campineiro e brasileiro. Na atual conjuntura quantos prefeitos de outros municípios estarão na mesma condição, na esperança de não serem descobertos, quem será o próximo? Este é o Brasil da era petista.

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

PT X CAMPINAS

Na expectativa de assumir a prefeitura de Campinas, o PT local anunciou a intenção de passar um pente fino nos processos e projetos da administração. O cinismo embutido na declaração seria apenas deprimente, se não inspirasse, de imediato, uma sucessão de trocadilhos. Pois vejamos: todo mundo já está careca de saber que, em se tratando de corrupção, o negócio do PT é não passar pente fino em lugar nenhum. Isto porque todo mundo também sabe que, nessa mesma matéria, o partido está muito mais pra "vista grossa" do que pra pente fino.

José Benedito Napoleone Silveira nenosilveira@aim.com

Campinas

_______

 

 

PODER E PRIVILÉGIOS

Sinto-me enojado cada vez que é divulgado mais um privilégio do senhor José Sarney, político que professa as ideias "si hay gobierno, soy a favor" e "se há boquinha, estou dentro". Não bastasse ter sido o responsável pela moratória e hiperinflação, quando presidente, e a perpetuação da miséria no Maranhão, abusa de certas prerrogativas legais, porém, imorais, e utiliza um helicóptero da Polícia Militar (PM) do Maranhão para passear em sua ilha particular, e acha isso a coisa mais natural. Usa como desculpa, esfarrapada, ter sido convidado pela filha governadora, como se alguém precise de convite para ir a sua própria casa. Por que será que o senador tem tanto poder, é tão temido e é praticamente intocável? Pelo que sabe?

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

_______

  

ESCÁRNIO DE SARNEY

José Sarney usa helicóptero da PM para passear no Maranhão, seu curral eleitoral. Enquanto isso, um cidadão acidentado esperava o rei disponibilizar a aeronave para, então, ser socorrido. Que escárnio! Cadê o nosso exército para dar um jeito nisso? Ah, sim, eles nem armas possuem, e são tão subalternos quanto os policiais militares que carregaram as bolsas de Sarney no passeio. A que situação de fraqueza, submissão, de decadência moral e cívica a que chegamos. O mundo árabe em revolta, a Europa em crise social, os EUA entrando em recessão, os estudantes no Chile nas ruas, e nós, bem, nós continuamos sendo os bobos do globo. Entra governo e sai governo e as coisas continuam a mesma: afronta, corrupção, gestos e ações de vilania, mais a desfaçatez. Justiça morosa e somente para ricos, prisões decadentes, hospitais em leito de morte, educação, então, um lixo. Claro, povo bestializado é mais fácil de dominar.

Luiz Fabiano Alves Rosa fabiano_agt@hotmail.com

Curitiba

 

_______

 

  

O PÚBLICO E O SARNEY

Tu quoque, Sarney, tu quoque!

Paulo Ribeiro de Carvalho Jr. paulorcc@uol.com.br

São Paulo

 

_______

  

FORA SARNEY

O cumpanheiro Sarney, antigo atrelado ao PMDB, agora do PT nunca meu é claro, pois além de todas as vantagens e benesses recebidas de todos os governos e conseguir transferir o seu reduto eleitoreiro para o Amapá, por onde ainda nada fez nem vai fazer, assim como no Maranhão, onde não existe um só hospital no nível dos melhores do Sul, onde a família dele e ele vão a toda hora, agora resolveu, por ser poderoso, andar de helicóptero da polícia para dar um rolê? Só no Brasil podemos encher o peito todo dia e toda hora e dizer "não se preocupem, nada vai dar certo" quando se fala em política. E tá falado. Sarney pede para... ir e some.

Antonio Jose G.Marques a.jose@uol.com.br

Rio de Janeiro

_______

 

 

A REVOLUÇÃO LÍBIA ESTÁ CONCRETIZADA

A revolução líbia está aperfeiçoada, independentemente da sorte física do ditador Muamar Kadafi. As forças rebeldes já estão internacionalmente reconhecidas e o fenômeno político-social de mudança caracterizada pela erradicação de uma classe dominante é universalmente notório. Já é plenamente válido um ato formal de destituição do ditador e de deslegitimação dos aparelhos estatais do ancién regime, com a eleição de um governo provisório e a convocação imediata de uma Assembléia Nacional Constituinte. Com essas medidas, o país entrará em normalidade e Kadafi passará a ser um criminoso político perseguido pelo Tribunal Penal Internacional.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

 

KADAFI

Enfim, "kadaFOI".

David Neto drdavidneto@uol.com.br

São Paulo

 

 

_______

 

TRICOLOR

A foto que estampa a primeira página do Estadão de 22/8, mostrando a comemoração dos rebeldes líbios, nos dá a certeza de que o Andrés Sanches e seu diretor Luis Rosemberg ainda têm que batalhar muito para tornar o Corinthians deles conhecido no mundo, como eles imaginam que é.

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

 

_______

 

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE 2013

Fala do papa em português diz, lá pelas tantas: Até lá, rezemos uns pelos outros... Acho que ele sabe como é a situação da segurança, saúde, etc. no Rio de Janeiro. Rezemos nós também.

José Roberto Palma palmapai@ig.com.br

São Paulo

  

_______

 

 

EMENDAS

Já entendi por que o papa virá no Brasil em 2013, deve ser para fazer uma prece pelo nosso futuro, pois em 2013 será ano da Copa das Confederações; 2014, ano de Copa do Mundo; 2015, ano de Copa América no Brasil; e 2016, ano de Jogos Olímpicos. Ou seja, ninguém trabalha depois de 2012...

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

 

_______

  

MOTOR INFLACIONÁRIO

Verifica-se nas duas maiores redes de varejo do País (Carrefour e Pão de Açúcar) uma disputa por quem cobra mais. Será que é uma retaliação aos consumidores pela frustrada associação? Percebe-se claramente que associados e ou independentes, continuam sendo o motor inflacionário.

Haroldo Rocha haroldoerocha@ig.com.br

São Paulo

_______

 

  

O PRIMEIRO HIPERMERCADO

Fiquei estupefato com a propaganda do Carrefour publicada do Estadão. Lá diz textualmente que foram a primeira rede a instalar Hipermercado no País. Não é verdade. O primeiro Hipermercado do país foi instalado em 1974 pela Rede Peg-Pag na Av. Santo Amaro próximo à Roque Petrônio. O Carrefour nem tinha chegado ao Brasil ainda.

Carlos Lessa da Fonseca cabemy@ig.com.br

Barueri

 

_______

 

 

CONCURSOS PÚBLICOS E O STJ

Finalmente, alguém decidiu de forma sensata contra os inúmeros concursos que existem no país, com seu tempo de validade curto, pouca duração, "vagas de reserva (se é que existem?), uma única vaga (parece piada, mas existe), contratação de um ano, fila de espera onde ninguém é chamado, realização de concursos subsequentes e valores de inscrições exorbitantes, não condizentes com a realidade de quem está desempregado. É de se estranhar, algumas autarquias e outros órgãos públicos nos âmbitos federais, estaduais, municipais, ainda fazem concursos, com estes mesmos vícios, além do mais, quando o concurso coincide próximo a anos eleitorais e sua validade, é de 4 anos, para a próxima eleição. E ainda, alguns órgãos federais fazem em âmbito nacional. Imaginem só, quanto dinheiro arrecadado para as "vagas de reserva", ou seriam apenas um estelionato legalizado?

Maurício Avellar de Azevedo Marques mzlmauricio@yahoo.com.br

São Paulo

 

______

 

 

 

MST (MOVIMENTO SEM TER O QUE FAZER)

A falta de políticas em geral no Brasil nos leva a ter movimentos como o MST onde um dos antigos líderes, o espertíssimo José Rei (mais graduado do que Rainha) conseguiu, pasmem, 17 ha no Pontal do Paranapanema e hoje é um grande produtor. Claro, os bois de piranha que apanharam ou morreram ajudaram o mestre a ficar rico? Já matou, já grilou, já quebrou e continua livre leve solto, e não divide os seus hectares com os cumpanheiros? Agora invadem uma fazenda de uma das mais importantes empresas nacionais na citrocultura, e como na vez anterior que destruíram plantações, não vai acontecer nada a esses vândalos, que vivem de atazanar a vida de quem tem muito o que fazer, pois eles além de vagabundos são direcionados a fazerem o que os seus mestres mandarem mas claro os mestres só pegam o filé. E a polícia ainda alivia, pois os mesmos são em geral filiados ao PT (partido dos trapalhões). Espero que a Dilma mude o figurino do antecessor, pois posso encher a boca e dizer: é uma herança maldita em todos os sentidos.

Mustafa Baruki mustafa-baruki@bol.com.br

Belo Horizonte

 

_______

 

 

FESTA DE PEÃO

Na Festa do Peão de Barretos, recentemente um bezerro foi sacrificado na arena em virtude da quebra da coluna cervical, efetuada por um peão, numa prova denominada "bulldog". Assim diz a Lei, maltratar animais é crime, previsto no artigo 32 da Lei Federal dos Crimes Ambientais nº 9 605/98, que prevê pena de reclusão de 3 meses a 1 ano, uma vez que os animais são considerados propriedade do Estado. Será que a Polícia Militar Ambiental, a Delegacia de Polícia ou a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente tomaram conhecimento dos fatos?

Arnaldo Luiz de Oliveira Filho arluolf@hotmail.com

Itapeva

_______

 

  

 

VIOLÊNCIA NO RIO

A perícia apurou que as balas usadas no atentado contra a juíza Patricia Acioli são de um lote de compra da Polícia Militar (PM). Bem, como a PM não comercializa balas, as conclusões não são tão difíceis assim. Não precisa ser nenhum Sherlock. Certo?

Panayotis Poulis ppoulis@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

_______

 

 

OUSADIA

O ministro do STF Gilmar Mendes comentou em 15/8 a ousadia do crime organizado em razão da execução da juíza Patrícia Lourival Acioli, em São Gonçalo (RJ). É uma agressão simbólica ao Estado, será que é por isso que o nosso Judiciário é "lento" demais? Não se faz justiça com receito da vingança? Só tem uma explicação: é a impunidade generalizada...Como não pune, quando pune, corre-se risco de vida? Onde vamos chegar?

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

 

_______

  

 

QUEM PAGA A CONTA

A importante matéria do Estadão (21/8, C3) relatando a triste realidade da lotação de CDPs, em São Paulo, em que as famílias dos presos precisam levar produtos de higiene pessoal, incluindo papel higiênico, e até roupas, nos faz refletir do por que, que estes se delinqüiram... Na maioria dos casos os pais foram negligentes na educação dos filhos. E se atrás das grades ainda estão vivos, a situação que poderia ser pior se estivessem nas ruas praticando crimes. E querer tapar o sol com a peneira (coisa de políticos e direitos humanos) de que cometem ilícitos porque são pobres e desempregados é uma afirmação falsa. Neste caso não teríamos nas cadeias do País apenas 450 mil detentos, e outros quase 200 mil sendo procurados. E os impostos que pagamos deveriam se traduzir para melhoria da qualidade de vida, como transporte, saúde, educação, etc. E não para cada vez mais sustentar, sem responsabilidade das famílias estes transgressores. Deveríamos criar uma lei, em que as famílias de classe média, ou rica tivessem que ressarcir ao Estado, as despesas sustentam filhos criminosos. E se não deram educação correta, que paguem agora uma possível recuperação de seus filhos. A Federação não é a casa da mãe Joana...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

  

_______

  

SAÚDE DOENTE

No Rio de Janeiro, os motoristas das ambulâncias escolhem, independentemente da saúde ou da urgência do paciente, aonde levar o mesmo. Para o hospital que paga mais? Por que esse procedimento? Para levar vantagem e grana? Isso já existe em casas de massagem, rodízios e foi copiado? Como dizia o gênio chacrinha, neste país nada se cria tudo se copia, para pior. Realmente, a nossa saúde está muito, mas muito, doente. Ganhar dinheiro em cima de uma pessoa doente que não pode naquele momento decidir nada pode ser transportado para um local onde ele corre o risco de ser enterrado, pois a decisão dos canalhas é que vai fazer a diferença entre a vida e a morte, e isso vale dinheiro, e como vale. Só faltava essa para nos transformar no número 1 em canalhice e corrupção. Nada mais será surpresa.

Marieta Barugo mbarugo@bol.com.br

São Paulo

  

_______

 

CONTRA AS MORTES NO TRÂNSITO

Quem não gosta de mortes no trânsito levanta a mão. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) gosta: exime-se de fiscalizar o limite de 60 quilômetros por hora porque retira agora radares em longos trajetos cruciais. Sem fiscalização, a morte tem trânsito livre, pois os bandoleiros do volante já estão voltando a "costurar" por entre os carros em correria duas vezes o 60 quilômetros. Para se evitar mortes é válido oficializar até uma indústria de multas, aprovada em plebiscito, com radares próximos uns dos outros, até os confins de todas as periferias. Gastar com radares é investir na vida e na paz do trânsito. Queremos indústria de multas!

Apóllo Natali apollo.natali2@gmail.com

São Paulo

 

_______

 

 

'DIVÓRCIO E LIBERDADE'

A lei do divórcio é um avanço, instrumento necessário a uma sociedade moderna. O que precisa ficar claro é que o divórcio não pressupõe uma escolha leviana, infundada, mas muitas vezes a única possibilidade por parte daquele que jamais faria essa opção, mas que quer continuar a viver com dignidade, amor próprio e liberdade. Liberdade da alma, da crença nas próprias convicções.

Ao citar Aristóteles, o articulista nos lembra que o aprendizado da liberdade e sua gradual conquista é obra de toda uma vida, mas, infelizmente, muitos são os que usam a liberdade de maneira equivocada, apenas no "aqui e agora". As escolhas que se limitam unicamente a resolver as questões presentes igualam o homem a qualquer animal irracional, movido apenas pelos instintos mais primitivos. Ora, somos muito mais do que isso e como bem diz nosso articulista, somos seres temporais: somos história e somos futuro e a falta de vínculo com o passado e com o futuro é o que nos faz refém das circunstâncias, nos tira o domínio da própria vida, nos tira a verdadeira liberdade. Tenho certeza que se esse conceito fosse mais bem difundido e trabalhado entre as pessoas, o mundo sem dúvida seria melhor. Parabéns, Nicolau Cavalcanti, pelo artigo (A2, 22/8) e por tratar de conceito tão importante, mas tão mal interpretado nos dias de hoje.

Maria Isabel Gomes belgomes@terra.com.br

Ribeirão Preto

_______

 

 

SELEÇÃO SUB-20 PENTACAMPEÃ

Vamos cumprimentar a nossa Seleção Sub-20 de futebol, pela conquista do penta. No último jogo, contra Portugal, os meninos se saíram muito bem. Fizeram 3 gols no time de Portugal, que até a final não tinha tomado nenhum. Valeu, moçada. Mas não podemos ignorar a perfeita organização da Colômbia, país sul-americano, que sediou o evento. Recebeu muitos elogios e até Blatter, o capo da Fifa, afirmou que eles teriam condições de sediar uma Copa do Mundo. Será que nossos dirigentes, que lá estavam presentes, aprenderam algo para que a próxima Copa, que será no Brasil, não seja um fiasco?

Carlos E. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

_______

 

 

PÁTRIA DE CHUTEIRAS

Parabéns aos meninos da Seleção Sub-20, futebol de verdade, bonito, com garra e harmonia, como era a fama do futebol brasileiro antes da era mercenária! Algum político provavelmente tentará pegar carona nesta glória, aprendam com eles (os meninos e técnicos da seleção Sub-20) o que é patriotismo, o que é se dar ao País! Reinventaram a Pátria de Chuteiras em resposta a esta atual Pátria de Contrataques, Pátria de Peleguismo!

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

_______

 

 

SELEÇÃO BRASILEIRA

Seleção Sub-20, bola cheia; seleção pós-20, futebola murcha!

J.S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

_______

 

 

COPA DO MUNDO SUB-20

Quem acompanhou a Copa do Mundo Sub-20, como eu o fiz, na expectativa de ver Casemiro e Philippe Coutinho, acabou assistindo ao volante cabeça de área do selecionado nacional, Fernando, esbanjar categoria. Eficiente no desarme, Fernando quando está de posse da bola, joga de cabeça erguida, avança, dá passes e faz lançamentos aos atacantes, ao invés dos costumeiros e improdutivos toquinhos laterais e pra trás a que se acostumaram os meio-campistas brasileiros. Espero que Mano Menezes tenha tido essa mesma percepção que tive e reparado em Fernando,que me lembrou muito o nosso Zito das Copas de1958 e 1962. Apesar de meu receio, pois até hoje acho que ele não percebeu o Arouca, médio-volante santista, na minha opinião o melhor meio-campista brasileiro atualmente, já que nunca o convocou. E, Deus queira, que Mano Menezes tenha visto também o Oscar fazendo os gols que o selecionado principal não sabe fazer.

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

_______

 

 

 

REGRA INJUSTA E BURRA DO FUTEBOL MODERNO

É injusta e burra a regra que autoriza o árbitro de futebol a aplicar o cartão amarelo para o jogador que, supostamente, teria 'simulado' sofrer uma falta, sobretudo se for dentro da área para 'cavar' um pênalti. A boa malandragem faz parte da própria essência do futebol. Pelé vivia 'cavando' faltas e pênaltis. Serginho Chulapa e muitos grandes atacantes do passado faziam o mesmo e nunca foram punidos por isso. Hoje em dia, mesmo sem 'simulação', muitos jogadores erradamente são punidos com cartão amarelo e acabam expulsos apenas porque o juiz 'interpretou' isso. O atacante tem todo o direito de tentar 'cavar' um pênalti, sem nenhum tipo de punição. É um retrocesso dar tantos poderes ao árbitro, penalizar a boa e saudável malandragem e querer que a ditadura do politicamente correto também impere no futebol.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

_______

 

 

ACORDA, TITE

Há algumas semanas eu enviei ao Fórum um email com o título Acorda Tite!, cobrando do técnico uma série de cuidados, que embevecido pela mídia que o badalava pelas 10 primeiras rodadas e invicto, ele dava uma de quem não estava nem aí para tal mas cheio de si seguiu cometendo uma série de erros que faz o time estar pagando agora, perdendo 5 pontos em dois jogos contra pequenos no Pacaembu. Proibidos a time que pensa ser campeão e faz lembrar 2010. Um técnico do Corinthians que escala cinco meio campistas (seis com o Ralf) e só um atacante nato para enfrentar um Figueirense em Sampa, está brincando com as incertezas do futebol que não perdoa tais abusos. Resultado dessa teimosia: na penúltima rodada, em vez de uma gordura de 6 pontos na frente do Flamengo ficou com apenas 2 e pode terminar o turno sem essa, basta perder para o Palmeiras na última rodada e o rubro-negro vencer o Vasco. Por isso renovo meu protesto, lembrando o primeiro "Acorda, Tite".

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

_______

 

 

 

FIM DO EXAME DA OAB

Acostumado a responder perguntas pré-fabricadas e devidamente ensaiadas/treinadas nos jornais nacionais impressos e eletrônicos, o nobre Presidente da OAB Dr. Ophir Cavalcante, compareceu dia 19/8 às 17h nos estúdios da TV Câmara, Programa Participação Popular, para debater o Exame da OAB, com o bacharel em Direito (advogado) nobre colega Dr. Higino Neto Coordenador Político do Movimento Nacional dos Bacharéis em Direito (MNBD), cujo programa foi ancorado com muita sapiência e desenvoltura pelo eminente jornalista Fabrício Rocha, e na externa contou com a nobre jornalista Ginny Morais, da Rádio Câmara FM, com a participação especial do Dr. Vasco Vasconcelos, sem falsa modéstia renomado Analista Escritor, Compositor, Administrador e Bacharel em Direito (Advogado), o homem que acabou com o Entulho Burocrático do GF, anos atrás, cujo evento contou com participação maciça dos internautas de todo o País (vídeo está disponível em http://www2.camara.gov.br/tv/materias/PARTICIPACAO-POPULAR/201059-PARTICIPACAO-POPULAR-DESTACA-EXAME-DA-OAB.html). O presidente da OAB, como afirmei acima acostumado a depreciar os conhecimento de milhares de operadores do direito, devidamente qualificados pelo Estado (MEC), não esperava um debate de alto nível e acima de tudo o alto discernimento e saber jurídico dos Bacharéis em Direito (Advogados), os quais deram um banho em desenvoltura e conhecimento com ênfase e respeito maior à Constituição Federal, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, ao Estado e Direito e aos Direitos Humanos. Apesar da vitória fantástica dos bacharéis em direito advogados, claro que reconhecemos a coragem do Dr. Ophir, o seu espírito democrático, em deixar a seu luxuoso gabinete a suntuosa sede da OAB, para ir até os estúdios da Câmara participar do evento em tela. Porém Sua Excelência, "Data-Venia", ficou mais perdido do que cachorro quando cai do caminhão de mudança, ao ponto de declarar que não fez exame de ordem, ou seja se ele não se submeteu a essa excrescência não tem moral para exigir dos bacharéis (advogados), essa exigência imoral e descabida. Aliás foi muito feliz o Dr. Vasco Vasconcelos quando foi questionado pela jornalista Giinny Morais, ao afirmar: Se o Desembargador Sylvio Capanema ex-Vice- Presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o Desembargador do TRF5 do Recife Vladimir de Carvalho ambos com mais de trinta e dois anos de Magistratura declararam que não passariam no Exame de Ordem, o que exigir dos pobres mortais bacharéis em Direito? Durante uma hora de debate o Dr. Higino Neto deu uma aula de direito constitucional justificando a inconstitucionalidade do caça-níqueis Exame da OAB, dentre outros os seguintes dispositivos: Art. 5º, inciso XIII, "É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. Art. 205 CF. "A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Art. 43. da LDB - Lei 9.394/96 "a educação superior tem por finalidade (.); inciso 2 - formar diplomados nas diferentes áreas de O art. 48 da LDB diz que os diplomas de cursos superiores reconhecidos, quando registrados, terão validade nacional como prova da formação recebida por seu titular. O art. 209 da Constituição Federal diz que compete ao poder público avaliar o ensino. O art. 29 § 1º do Código de Ética Disciplina da OAB (Das regras deontológicas fundamentais) "Títulos ou qualificações profissionais são os relativos à profissão de advogado, conferidos por universidades ou instituições de ensino superior, reconhecidas. Exame da OAB não qualifica ninguém. Enquanto isso o nobre presidente da OAB, não mencionou um só artigo da Constituição, para justificar tal excrescência se limitando em falar da falta de fiscalização e da baixa qualidade de cerca de 1240 faculdades de direito. Ora Senhores não é porque o MEC não fiscaliza as Faculdades de Direito que a OAB, irá tomar o lugar do MEC. Não é porque a violência lá fora está pipocando, acaba de ceifar a vida da Juíza Patrícia Acioli, 47 anos, atingida por 21 disparos na noite do último dia 11.08,no Rio de janeiro, que a OAB, irá tomar o lugar do Estado, para instituir a sua polícia. Tanto segurança pública quanto educação são papeis do Estado e não de órgão de fiscalização da profissão.Respeitem senhores a independência dos poderes. Nesse sentido peço "vênia" para transcrever as palavras do eminente Jurista Dalmo de Abreu Dallari (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz0805200209.htm) "Nenhum Estado moderno pode ser considerado democrático e civilizado se não tiver um Poder Judiciário independente e imparcial, que tome por parâmetro máximo a Constituição e que tenha condições efetivas para impedir arbitrariedades e corrupção, assegurando, desse modo, os direitos consagrados nos dispositivos constitucionais. O nobre presidente da OAB, acuado chegou a mencionar que o Curso é de Direito não é da advocacia. Ora, meus nobres causídicos, isso não é argumento plausível para manter essa reserva de mercado esse caça-níqueis e pernicioso e nefasto exame. Se assim fosse o curso é de medicina não forma médicos; curso de administração não forma administradores; curso de psicologia não forma psicólogos; curso de arquitetura e urbanismo não formam arquitetos e urbanistas, curso de odontologia não forma odontólogos e/ou cirurgiões dentistas. É uma falácia deslavada afirmar que as Universidades formam Bacharéis em Direito e OAB, forma advogados. Afirma OAB, que o Exame está de "acordo" com o art. 5º-XIII da Constituição: "É livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. Qualidade de ensino se alcança com a melhoria das Universidade, do seu corpo docente, de sua biblioteca, instalações, e da qualificação dos seus professores, no caso do curso e direito, quase todos oriundos dos quadros da OAB e não com um exame medíocre, projetado para reprovação em massa, (parque das enganações), e fazer reserva de mercado para advogado ruim. Exame da OAB não reflete no final das contas na qualidade dos advogados e na justiça brasileira. E assim além de enfrentar o Dr. Higino , o Dr. Ophir Cavalcante foi surpreendido com a presença na externa do nobre articulista e Homem Público, Dr. Vasco Vasconcelos autor do mais de cinco mil artigos publicados no Brasil e na Europa que deixou nobre Presidente da OAB, de queixo caído, as imagens não me deixam mentir:; a propósito o seu queixo só não caiu ão caiu porque todas as vezes que este articulista aparecia na tela, ele segurava o queixo, pasmado. (vide as imagens). Em certo momento de sua aparição o Dr. Vasco, reconhecendo que no passado a OAB, prestou relevante ao país, e em respeito a essa colenda entidade, (OAB), conclamou: Dr. Ophir, vamos humanizar a OAB! e substituir a excrescência do exame de Ordem por práticas jurídicas.. Um bom advogado se faz ao longo dos anos de experiência forense e não com um exame medíocre infestado de pegadinhas (Parque as Enganações), quanto maior o número e reprovados maior o faturamento da OAB. A OAB deve-se limitar a fiscalizar os seus inscritos e puni-los exemplarmente, fato que não está acontecendo veja o que relatou a reportagem de capa da revista Época edição nº 297 de 26/01/2004 "O crime organizado já tem diploma e anel de doutor. Com livre acesso às prisões, advogados viram braço executivo das maiores quadrilhas do país. O texto faz referência aos advogados que se encantaram com o dinheiro farto e fácil de criminosos e resolveram usar a carteira da OAB para misturar a advocacia com os negócios criminosos de seus clientes. Como é sabido a nossa Justiça que vem da época de D.João VI, foi estruturada para proteger as elites e punir os pobres. E os nossos caros representantes do judiciário fazem isso até hoje. Aliás as "nossas leis são como as serpentes só picam os pés descalços". Doutores a OAB não tem condão e/ou alçada constitucional para avaliar ninguém; muito menos punir por antecipação, milhares de Bacharéis em Direito, (Advogados), soterrados em dívidas do Fies já devidamente qualificados pelo Estado, aptos para o exercício advocacia em flagrante contradição com a missão da OAB, sem o devido processo legal violando a Constituição e o Estado de Direito. (art. 5º LIV-LV CF) . (due process of law, lembrando que após Bacharel em Direito se inscrever nos quadros da OAB, ela tem poder de advertir e até excluir dos seus quadros os maus advogados. Basta uma rápida leitura no art. 35 do Estatuto da OAB. A OAB, vem se aproveitando da palidez, frouxidão e inoperância do Ministério da Educação - MEC, que não impõe suas atribuições insculpidas na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Bases (LDB), para impor o seu caça-níqueis, abusivo, inconstitucional, famigerado, Exame da OAB, feito para reprovação em massa, (parque das enganações) abocanhando por ano cerca de R$ 66 milhões, com altas taxas, sem prestar contas ao Tribunal da Contas a União - TCU, para suprir cerca de quase 30% (trinta por centos) dos advogados inadimplentes com anuidades, manter sua reserva pútrida de mercado num flagrante desrespeito aos art. 70 parágrafo único e art. 71 da Constituição, jogando ao infortúnio, dizimando sonhos de milhares de Bacharéis em Direito (Advogados), sufocados em dívidas do Fies, negativados no SERASA e SPC, pela Caixa Econômica Federal, milhares de operadores do direito, devidamente qualificados pelo Estado (MEC), aptos para o exercício da advocacia, gerando fome, corroborando para o aumento do caldo da miséria elevação do número de desempregados, num país de desempregados, num verdadeiro mecanismo de exclusão social (bullying social). Preclaro Dr. Ophir, a função primordial do Direitos Humanos é: "Assistir os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos." "Exame de Ordem protege o cidadão?" Isso é uma inverdade. E eu questiono: Afinal os bacharéis em direito, (advogados) por acaso são celerados? São delinquentes? São fugitivos de alguma penitenciária? São, sim, Dr. Ophir, homens épicos, homéricos, portadores de caracteres invejáveis; egressos das Universidades, uns falam dois três idiomas, possuem mais de uma graduação, premiados pela administração pública com idéias moralizadoras e inovadoras, portanto, os bacharéis em direito não são meliantes e/ou celerados para causar medo a ninguém. Vamos parar com esse terrorismo (bullying) . São pessoas devidamente qualificadas pelo Estado (MEC), que depois e sacrificarem suas famílias, pagando altas mensalidades, se formaram, atolados em dívidas do Fies, e outros empréstimos, com o diplomas nas nãos, são impedidos do livre exercício cujo título universitário habilita. Diferentemente do exame nefasto, abusivo, imoral, cruel fraudulento, medíocre infestado de pegadinhas feito para reprovação em massa, para enriquecer OAB donos de cursinhos editoras etc, e ainda manter essa vergonhosa reserva de mercado. Saibam que a fila anda, e um dia o país vai saber o real destino de todo esse volume de dinheiro tosquiados /extorquido dos bolso e dos sacrifícios desses operadores do direito.E ainda tem a desfaçatez de afirmar em horário nobre da televisão que as Universidades formam bacharéis e a OAB, advogados. Assim é fácil ganhar dinheiro. Sem adquirir uma só unidade de giz, sem contratar um só professor, sem ministrar uma só aula, uma só palestra, e dizer que isso é qualificação. Por falar em qualificação de verdade, conclamo os dirigentes da OAB, visitarem o Ministério do Trabalho e Emprego (TEM), para conhecer/saber "in-loco" o que é qualificação. Doutores enquanto a qualificação do Ministério em pauta, está voltada ao combate às desigualdades de oportunidades; preparando o trabalhador para os desafios que caracterizam os tempos modernos ou seja sua inserção no mercado do trabalho, contribuindo com o aumento da produtividade e da renda, rumo à conquista da sua autonomia financeira, sua dignidade do ser humano, para que passe a integrar a sociedade, a tal "qualificação" que se diz fazer a OAB, e os seus defensores de plantão, é totalmente inversa, visa a manutenção da reserva pútrida de mercado, em um país de desempregados, gerando fome, desemprego e doenças psicossomáticas enfim corroborando para o aumentando do caldo da miséria,da mendicância e as desigualdades sociais, num flagrante desrespeito a dignidade da pessoa humana. Isso é uma vergonha internacional, um bullying social. Durante a minha aparição fiz questão de explicitar: que ninguém em sã consciência é contra a melhoria do ensino e a fiscalização dos cursos superiores. Se a Universidade não presta o correto é fechá-las. Se o MEC não fiscaliza as universidades a culpa não é dos alunos. Por que a OAB não fiscaliza? Ah mas isso dá trabalho. Para as cabecinhas de bagres que insistem na defesa do Exame da OAB (bullying social) saibam que a preocupação maior dos dirigentes da OAB é que, com a extinção dessa excrescência e o ingresso de milhares de bacharéis em Direito (advogados) nos quadros da OAB, na primeira eleição serão todos serão expurgados dos cargos que ocupam, e respeitando os Princípios da Moralidade Pública (Transparências, Concurso Público) irão tornar transparentes as contas da OAB, prestando contas ao Egrégio Tribunal de Contas da União, irão exigir eleição diretas para todos os níveis ao invés de listas, enfim mostrar ao pais e ao mundo o real destino desse volume de dinheiro tosquiado/e extorquido dos bolsos e dos sacrifícios dos Bel .(advogados). Lamentável e irritante é deparar com o despreparo de certos juristas, não se sabe qual o interesse maior, em se prostituir, em rasgar a Constituição para defender tal excrescência, sem nenhum argumento jurídico plausível. O simples fato da existência no país de 1240 faculdades de direito e falta de fiscalização do Ministério da Educação, não dão direito à OAB e a nenhuma outra organização de substituir o papel do Estado (MEC), respeitem senhores o art. 205 da Constituição Federal. "A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho". Em síntese, foi um debate nota 10. Ufa! Vitória dos bacharéis em Direito (advogados)! A população tomou conhecimento do verdadeiro nível dos Bacharéis em Direito (advogados). Tanto o do Dr. Higino quanto o Dr. Vasco Vasconcelos se mostraram portadores de alto saber jurídico, conhecimento de Direito Constitucional e Direitos Humanos e sobre LDB, superiores ao do próprio Presidente da OAB,que abatido confessou que não fez Exame da OAB. Ora se ele não submeteu a essa excrescência não tem moral para exigir dos pobres mortais, Exame de Ordem? A propósito em sua fala o Dr. Vasco Vasconcelos afirmou em alto bom tom quando foi questionado pela jornalista Ginny Morais, 'Querida se o Desembargador Sylvio Capanema Ex- Presidente do TJRJ, juntamente com o nobre Desembargador Vladimir de Carvalhos ambos com mais de 32 anos de magistratura, declararam que não passariam no pernicioso Exame da OAB, o que exigir de nós mortais? A própria OAB, reconheceu a inconstitucionalidade do Exame de Ordem depois do desabafo do Desembargador Lécio Resende então Presidente do TJDFT, Exame da OAB, 'É uma exigência descabida. Restringe o Direito de livre exercício que o título universitário habilita". O Desembargador Sylvio Capanema Ex- Vice - Presidente do TJRJ, "As provas da OAB estão num nível de dificuldade absolutamente igual às da defensoria do Ministério Público e, se bobear, da magistratura", "Posso dizer com absoluta sinceridade que eu, hoje, não passaria no Exame de Ordem". Dias depois ou seja, dia 16/05 OAB por maioria dos seus pares, aprovou alteração no Provimento n° 136/2009, pasmem, para dispensar do Exame de Ordem os bacharéis em direito oriundos da Magistratura e do Ministério Público. No ano passado isentou desse exame os Bacharéis em Direito oriundos de Portugal, e com essas tremendas aberrações e discriminações ainda têm a petulância de afirmarem que esse tipo de excrescência é Constitucional? No futuro irá dispensar do referido exame, filhos, netos e esposas de Senadores, Deputados Federais etc. Os mercenários da OAB, atuam com fossem dirigentes de time de futebol de várzeas. "A bola é minha e no meu time só joga quem eu quero". Deveriam respeitar um dos mais sagrados Princípios Constitucionais, o Princípio da Isonomia. Aristóteles afirmava que a lei tinha que dar tratamento desigual às pessoas que são desiguais e igual aos iguais. Assim o legislador constituinte de 1988 (Constituição Cidadã), decidiu a positivação de vários direitos fundamentais com o fito de dotá-los de maior efetividade. Citamos por exemplos a dignidade da pessoa humana e os valores sociais do trabalho enquanto princípios fundamentais da República Federativa do Brasil (CF, 1°, III); o objetivo de promover o bem de todos, independentemente de origem, raça, cor, idade e toda e qualquer forma de discriminação (CF, 3°, IV); a liberdade e a igualdade entre todos, justiça social assegurada pela redução das desigualdades regionais e sociais e a busca do pleno emprego (CF, 170, VII e VIII. Art. 170 CF- A ordem econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa, tem por fim assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social, observados os seguintes princípios (...). Mais constrangedor ainda foi quando o âncora o Programa em questão quis saber o por que das altas taxas e a falta de transparência? antes porém afirmou o Dr. Vasco. As taxas desse exame já chegaram a R$ 250, em (RO) 2009, verdadeiro mecanismo de exclusão social (bullying social ). OAB abocanha tosquiando extorquindo R$ 66 milhões tungados dos bolsos e dos sacrifícios milhares de Bel. (Adv). numa prova feita para reprovação em massa, infestada de pegadinhas (Parque as Enganações), jogando ao banimento ao infortúnio milhares de Bel (advogados) atolados em dívidas do Fies aptos para o exercício da advocacia. Num certo momento pensei que o Dr. Ophir fosse jogar a tolha pois não tinha mais sustentáculo para defender esse bullying (Exame da OAB), ou seja ficou mais perdido que cego em tiroteio. Seria de bom alvitre que ele convocasse uma reunião extraordinária com a presença de todos os Presidente das Seccionais da OAB e num gesto e extrema grandeza, em respeito a Constituição,o Estado de Direito e os Direitos Humanos, antecipassem o fim dessa excrescência antes da decisão do Egrégio STF, jogar um pá de cal nesse bullying social e doravante dedicar à fiscalização e punição exemplarmente os seus inscritos, após a ampla defesa o devido processo legal, e não punir por antecipação. (due process of law, afrontando além dos dispositivos em tela, do o art. 5º LIV-LV CF). Para os leitores que não assistiram a entrevista, ela foi finalizada com chave de ouro; sobre a pergunta: Dr. Ophir uma pergunta meio constrangedora : O Senhor fez a prova da Ordem? Resposta: NÃO (...). Então o Dr. Vasco Vasconcelos tem razão ao defender o fim dessa excrescência afirmando que um bom advogado se faz ao longo dos anos de militância forense e não com um exame medíocre, inconstitucional, infestado de pegadinhas (Parque das Enganações). Estou cônscio de que o Egrégio Supremo Tribunal Federal-STF, a maior Corte e Justiça do nosso País, não irá se curvar aos jus sperniandi dos mercenários a OAB, deverá acolher na íntegra o Parecer do Doutor Rodrigo Janot Monteiro de Barros, nobre Subprocurador-Geral da República , relativo ao RE 603.583 em tramitação no STF, declinando com muita sapiência e coragem, em respeito à Constituição, ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos, a inconstitucionalidade do caça-níqueis Exame da OAB, verdadeiro mecanismo de exclusão social , o qual vem gerando, terror, fome desemprego e doenças psicossociais (bullying social). O STF deverá cumprir com zelo, dedicação, pertinácia e denodo e com absoluta independência moral, os elevados objetivos norteadores de sua criação, inclusive tem que dar um basta nesse leviatã, (OAB), julgando urgentemente o Recurso Extraordinário (RE) 603583, que visa extirpar esse câncer (Exame da OAB), do nosso ordenamento jurídico, essa máquina de arrecadar trata-se de pura reserva de mercado, em respeito à Constituição Federal ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos. Destarte suplico aos Nobres Ministros do Egrégio Supremo Tribunal Federal: mire-se na celeridade, seriedade, inteligência, honradez e no exemplo humanitário e moralizador do Tribunal Constitucional de Portugal, que num gesto de extrema grandeza, declarou inconstitucional o famigerado Exame de Ordem de Portugal, em respeito à Constituição, ao Estado de Direito e aos Direitos Humanos. Por último reafirmo mais uma vez que a privação do emprego é um ataque frontal aos direitos humanos. "Assistir os desassistidos e integrar na sociedade os excluídos." Senhores respeitem a Declaração Universal dos Direitos Humanos, notadamente art. XXIII -1 - Toda pessoa tem o direito ao trabalho, à livre escolha de emprego (...), e à proteção contra o desemprego. Afinal a função primordial dos Direitos Humanos é proteger os indivíduos das arbitrariedades, do autoritarismo, da prepotência e dos abusos de poder.

Vasco Vasconcelos vasco.vasconcelos@brturbo.com.br

Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.