Cartas - 24/03/2012

IN MEMORIAM

O Estado de S.Paulo

24 Março 2012 | 03h03

Chico Anysio

Vai-se aquele que, com os seus múltiplos personagens, somente nos roubava a tristeza. Infelizmente, continuam por aí, mais vivos do que nunca, os Justos Veríssimos reais.

ODILON OTÁVIO DOS SANTOS

Marília

_____

 

Personagens inesquecíveis

Uma pena a morte de Chico Anysio. Humorista irônico e de grande inteligência, criou personagens inesquecíveis. Como não lembrar de Azambuja, Justo Veríssimo - "Eu quero é puder" -, Bozó, Pantaleão... enfim, uma lista interminável. Ele vai fazer muita falta.

RENATO CAMARGO

natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

 

_____

 

COPA DO MUNDO

O país do jeitinho

Depois de uma inação de mais de três anos desde a escolha do País para sediar a Copa de 2014, obras superfaturadas ou nem iniciadas, planejamento nota próxima de zero, etc., vem o ministro do Esporte com afirmações que envergonhariam qualquer país que se julgue sério. O ministro Aldo Rebelo dizer que "o atraso é uma coisa da nossa cultura" e que confia no jeitinho brasileiro para a conclusão das obras para a Copa é o fim do mundo. A época da improvisação foi válida até a primeira metade do século passado. A partir de então o planejamento passou a dominar o mundo, reduzindo custos e prazos, melhorando a qualidade de vida das pessoas. Só anacrônicos e políticos gostam do não planejamento, pois sempre há espaço para "ganhos extraordinários", sejam políticos ou até financeiros. Se quisermos ser uma potência de verdade, temos de ter planejamento e seriedade no trato das coisas públicas e privadas. Não podemos ficar mais ao deus-dará. Estamos iludidos com nossa forte economia, mas essa força é relativa, porque muitos outros países estão em crise. Quando retomarem seu crescimento, encararemos uma dura realidade, até porque, dado o elevado custo Brasil, não somos mais competitivos no mundo industrial, aliás, nem de serviços. Depois de décadas de erros e acertos em vários governos, poderemos estar regredindo no comércio internacional ao perfil de exportações que tínhamos há 50 anos. O "jeitinho brasileiro" tem de ser o que nos pode tornar melhores, desde que seja feito em complemento (e não em substituição) de um bom planejamento e administração.

EDISON ROBERTO MORAIS

ermorais@uol.com.br

São Paulo

 

_____

 

Vanguarda do atraso

Deputado, dublê de filólogo e jurisconsulto, o ministro Aldo Rebelo continua evoluindo como vanguardista de carteirinha do atraso, agora ao exaltar o "jeitinho brasileiro" para resolver "os nossos problemas civilizatórios". E a solução é a de sempre: puxadinhos, gambiarras e garibadas.

JORGE SÁ DE MIRANDA NETTO

jorgesamiranda@hotmail.com

São Paulo

_____

 

Problema civilizatório

Enquanto o jogo de futebol for a única coisa que não atrasa no Brasil (nas palavras do brilhante sr. Aldo Rebelo) e o despreparo for a única credencial para se tornar ministro desse (des)governo, teremos não um, mas vários problemas civilizatórios.

NELSON PENTEADO DE CASTRO

pentecas@uol.com.br

São Paulo

 

_____

 

Papelão internacional

Dr. Aldo Rebelo, será que vamos ter de dar razão a Jérôme Valcke? Que conversa é essa de "jeitinho"? Por favor, ou vai ou fica, mas "jeitinho", não. Da maneira que vai efetivamente, já temos o que lamentar: falta estrutura até no pensamento dos responsáveis! Ainda dá tempo para não fazer um papelão internacional e entregar o evento a quem possa realizá-lo de fato! MJT (Movimento para Jogar a Toalha) já!

ANTONIO CARLOS CARDOSO

acardoso@acardoso.com

São Paulo

 

_____

 

 

GOVERNO DILMA

Sem traquejo

Dilma tem demonstrado não ter nenhum traquejo político, além de, pior, não ter competência para governar. Não consegue aprovar seus projetos pois a chamada base aliada rachou. E nada do que foi prometido na campanha eleitoral está sendo cumprido, como bem demonstrou o Estadão de 22/3. O lulopetismo, agora com Dilma, o poste que Lula elegeu, está, aos poucos, acabando com o Brasil, cuja reconstrução havia sido iniciada, com louvores, pelos governos Itamar e FHC. Nós, brasileiros, só podemos lamentar.

CARLOS E. BARROS RODRIGUES

ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

 

_____

 

Sucessão presidencial

A personalidade determinista de Dilma está fazendo desandar a base partidária montada pelo lulopetismo. Com isso se abre uma janela para o PSDB mais uma vez chegar ao poder sem saber como!

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@gmail.com

São Paulo

 

_____

 

Presidenta prudente

Será que ela vai dar um pulinho em São Bernardo de novo?

JOSÉ EDUARDO VICTOR

je.victor@estadao.com.br

Jaú

_____

 

DIREITOS HUMANOS

Vendeta cômica

Até os ratos sabem da degradante condição dos presídios e delegacias civis no Brasil, que flagrantemente desrespeitam os direitos humanos. Ainda assim, a ministra está "preocupada" com meia dúzia de militares presos?! Que barbaridade, é uma vendeta, no mínimo, cômica, que não passa credibilidade alguma. Que pena nosso governo despender suas parcas energias num revanchismo inútil, quando deveria concentrar suas preocupações nas sabidas mazelas que afligem nossa população.

GUSTAVO GUIMARÃES DA VEIGA

gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

 

_____

 

Inspiração cubana

A ideia da ministra de checar prisões militares certamente se originou nas masmorras cubanas, onde, na visão palaciana, os pouquíssimos dissidentes ficam em hotéis cinco-estrelas e inexiste desrespeito aos direitos humanos, inclusive dos pobres desportistas presos e enxotados de volta à ilha da fantasia. Como o projeto recomenda visita-surpresa aos quartéis para não despertar suspeitas, que tal os fiscais irem disfarçados de mensaleiros, por exemplo?

LAFAYETTE PONDÉ FILHO

lpf41@hotmail.com

Salvador

_____

 

 

"Bravo, Chico Anysio! Deu-me muita alegria na minha infância. Não há substituto..."

LUCIANO HARARY / SÃO PAULO, SOBRE A MORTE DO HUMORISTA

lharary@hotmail.com

"Quem sabe o ministro achará também um ‘jeitinho’ de o Brasil ganhar a Copa?"

ROBERT HALLER / SÃO PAULO, SOBRE ALDO REBELO

robelisa1@terra.com.br

_____

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TEMA DO DIA

Ciclista tinha álcool no sangue, afirma perícia

Polícia ainda investiga velocidade do carro de Thor Batista no momento do atropelamento

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.394

"E daí? Quem estava ao volante?"

NANDO SIGM

"Não dá para entender como uma pessoa com tantos pontos na carteira continua dirigindo. Podem falar o que quiserem sobre o ciclista, ele já faleceu. Que sejam tomadas providências."

GISLAINE MOLINA

"Por que o rico no Brasil sempre é o vilão? O ciclista também pode estar errado."

CHRISTIAN CAVALCANTE

_____

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

CHICO ANYSIO

Compositor, redator, escritor, comentarista esportivo e um dos mais completos humoristas do Brasil, Chico Anysio se despede de nós aos 80 anos. Literalmente, não só o Professor Raimundo, como seus mais de 200 variados personagens encantaram o País. Seu legado é imenso! Dois deles foram ter sido fiel e generoso com seus colegas de profissão e nunca ter se esquivado das questões nacionais. Um grande cidadão! Se, certamente, vamos continuar nos deliciando com as reprises de seu humor, assim também pedimos que Deus lhe reserve um confortável lugar no céu...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

______

LÁGRIMAS

Lágrimas, muitas. Morreu o Chico Anysio, que fez um humor sem apelação, sem sexo, com críticas sociais que nos divertiam mas levavam a pensar.

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

______

O LEGADO DE CHICO

Ele emprestou o nome a uma cidade que deu muitas alegrias ao povo brasileiro, fundou uma escola que era uma espécie de "aula do humor", escreveu canções, participou de filmes e novelas e deu vida a personagens tão antagônicos que poderiam facilmente se relacionar entre si num imaginário país. Síntese das gerações que produziram humor no Brasil do século 20 e verdadeiramente um ator, Chico Anysio ainda me espanta pelo merecido sucesso que fez, pois não criava a piada fácil e fugia dos cânones tradicionais em que poderia ter moldado um estilo. E, muito possivelmente por isso, criou a forma "Chico Anysio" de fazer humor. Um estilo que elevou ao nível da excelência a construção metódica dos personagens, o cuidado com o bom texto, o aprendizado com a televisão que se apresentava como um veículo a ser aperfeiçoado e o respeito à inteligência do público. Este estilo exigia um grande homem de interpretação e de criação. E o encontrou em Chico Anysio, que o fez brilhantemente em todos os momentos de sua vida artística. A televisão mudou nas últimas décadas e aproximou-se da urgência com que a modernidade nos exige digerir informações e é claro que o humor mudou também. Lamento que estas mudanças nos façam esquecer facilmente os artistas atuais deste gênero. Mas é certo que o legado de Chico Anysio e as várias facetas do artista genial são lições a serem apreendidas por todas as gerações.

Aldo Moraes, músico e coordenador do Batuque na Caixa composermoraes@hotmail.com

Londrina

_____

O HUMORISTA

Essa não teve graça nenhuma, Chico.

Stanislaw Cordeiro ratles2@hotmail.com

São Paulo

______

GRANDES PERDAS

Recentemente perdemos dois grandes humoristas brasileiros: José Vasconcelos e, agora, Chico Anysio! Faziam parte de uma geração de humoristas que dificilmente retornará, porque se sentiam isentos, fazendo piadas mostrando a realidade social e política brasileira. Hoje em dia poucos têm essa visão, pensando apenas no que venderia em show ou não, em detrimento da independência moral do artista. Fazer piada hoje dos governantes, dando pequenas pinceladas em seus defeitos e maus feitos virou proibição "econômica", porque a exemplo da oposição que não ousa mostrar defeito dos governantes com medo de perderem votos, eles têm medo que seus shows não vendam, perdendo bilheteria. Com certeza o Brasil hoje está mais triste com a falta de Chico Anysio!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

_____

HUMOR COM EXCELÊNCIA

Com a morte do mestre único do humor brasileiro, Chico Anysio, o Brasil perdeu o último suspiro da comédia feita com inocência e sabedoria. Chico nunca precisou apelar em seus quadros, com duplo sentidos, vulgaridades ou palavrões para fazer sucesso. Basta ver que os jargões de seus personagens eram repetidos e imitados por todos, até pelas crianças. Muitos tentaram, mas só Chico Anysio fez humor com excelência no Brasil.

Filipe Luiz Ribeiro Sousa filipelrsousa@yahoo.com.br

São Carlos

______

A UNIVERSIDADE DO PROFESSOR RAIMUNDO

Uma característica que, além de todas as demais, no campo da genialidade humorística, do talento criativo e da imaginação incomparável, caracterizava Chico Anysio, perceptível a quem olha a fundo o que ocorre para além das aparências dos programas televisivos: seu profundo humanismo e solidariedade profissional, ao primar por gerar programas que abriam o mercado de trabalho, face ao grande número de personagens de seus programas. Como certeza, se pudesse não promoveria a escolinha, mas a universidade do professor Raimundo.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

______

MEMÓRIA

Adeus ao grande humorista que passou suas mensagens irônicas, divertidas e críticas sobre o comportamento do povo brasileiro, principalmente quando se referia aos políticos do País, usando com sua maneira toda especial os seus quadros, que representava muito bem o pensamento do povo no cotidiano irresponsável da maioria dos políticos. A Dama de Taubaté e Salomé jamais será esquecida pelos telespectadores que riam muito das suas debochadas sátiras irônicas incorporado a um personagem político. O Brasil perde seu maior humorista e com certeza o grande cidadão de Maranguape, Ceará, brasileiro que deixará muita saudade. É pena ter partido agora, quando o Brasil está vivendo um quadro político que lhe renderia certamente muito tempo para ironizar os corruptos que assolam o Brasil. Enfim, Chico Anysio, esteja certo de que os brasileiros entristecidos lhe desejam paz e descanso eterno.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

______

ADEUS, PROFESSOR CHICO

Morreu Chico Anysio. Um dos maiores, senão o maior, humorista deste país. Um homem que fez gargalhar gerações através de seus mais de 200 personagens e também centenas de bordões que ficarão marcados para sempre na memória. Alguns em especial me serão sempre gratos, como a Salomé que em plena ditadura fazia frente ao General Figueiredo, o deputado Justo Veríssimo, o político corrupto, sempre lembrado e sempre atual, o Bozó que tão bem representava os deslumbrados com seus quinze minutos de fama e o Coalhada, craque perna de pau, digno de figurar em qualquer seleção de gênios, não do futebol, mas do humor. Descanse em paz.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

______

LUTO NACIONAL

Os mestres se encontram... Chico Anysio foi fazer companhia a Charlie Chaplin.

Fernando d'Ávila luizfernandodavila@gmail.com

Rio de Janeiro

______

UM ÍCONE DO HUMORISMO MUNDIAL

É lamentável para se dizer o mínimo essa perda para os brasileiros! Com a morte de Chico Anysio, o Brasil não só perdeu o maior e melhor humorista brasileiro de todos os tempos, mas também um grande gênio do humorismo brasileiro e porque não dizer mundial. Os seus mais de 200 personagens na TV, comentarista esportivo, o homem que revolucionou a televisão brasileira, o rádio, o teatro, o cinema com sua alegria, além de ser um excelente compositor. Quem não se lembra dos personagens divertidos como: Alberto Roberto, Azambuja, Bozó, Qualhada, e do Baiano e os novos Caetano. Vai ser difícil encontrar alguém para substituí-lo. Como comediante ele vai deixar saudade em todos aqueles que os apreciavam em seus personagens. Como ser humano humilde que era, a essa hora já está sentado ao lado direito do criador, que sua alma descanse em paz!

Turíbio Liberatto Gasparetto turibioliberatto@hotmail.com

São Caetano do Sul

______

ARTISTA ETERNO

Com o Chico Anysio vai também muita alegria e criatividade, o sarcasmo do ridículo dos políticos e as ironias do ser humano. Pena, há certas pessoas que deveriam ser eternas, entretanto, vamos nos contentar com o artista, pois este sempre será eterno.

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

______

LUTO NO HUMOR

O Brasil sem dúvida perdeu o maior humorista de toda a sua historia. Um lutador que, entre tantos outros, veio do Nordeste vencer no Sudeste. Infelizmente chegou seu dia de partir, mas certamente jamais será esquecido, pois foi um mestre do humor.

Paulo Rodrigues de Moura paulorodriguesmoura@hotmail.com

São Paulo

______

NÃO SERÁ ESQUECIDO

A perda de Chico Anysio abalou a todos, não só aqueles que cresceram e conviveram com seus personagens, mas também aqueles que apenas ouviram a respeito de seu humor que, apesar de simples, levava o público a altas risadas. Chico pode ser considerado o pai do humor no País, um precursor e visionário daquilo que este é hoje, e infelizmente o deixa pobre sem sua presença. Quem se esquecerá do queridíssimo professor Raimundo, da divertida dona Salomé, e o hilariante Alberto Roberto? Além de dezenas de outras personagens que marcaram a vida de tantos. Apesar de sua morte, não será esquecido, esteja onde estiver, Chico sempre permanecerá vivo no coração do povo que ele tanto amou e que tanto divertiu por todos esses anos. Chico, sentiremos sua falta.

Vinícius Bernardes Mondin vguidio@ig.com.br

São Paulo

______

SAUDADE

Anunciada a morte do grande humorista Chico Anysio, fundador da inesquecível e sempre lembrada Escolinha do Professor Raymundo, que era um dos mais assistido e querido programa da televisão brasileira e que durou muitos anos, alegrando as nossas famílias, com as suas perguntas aos seus alunos, também humoristas, provocando respostas que enchiam nossos corações de alegrias. O humorismo brasileiro está de luto, mas Chico Anysio e suas aulas jocosas jamais se apagarão da nossa lembrança. A saudade não deixará que isso aconteça, porque, se ela não existisse, não teria razão de ser. Que Deus receba a sua alma!

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

______

A CULTURA DO ATRASO

O nome vem bem a propósito das ridículas observações do ministro do Esporte, o comunista Aldo Rebelo, ao justificar o injustificável: a absurda demora em se pôr a prumo a infraestrutura necessária à Copa do Mundo de 2014, evento para o qual o Brasil foi escolhido pela Fifa há vários anos. "Ao final, tudo dará certo", parece ser o irrealista "wishfull thinking" do ministro do Esporte, ao procurar convencer incautos de que, apesar de tudo, não haverá vexame. As arenas - palco principal do evento - ainda que "em cima da hora", podem até ficar prontas, mas... e o todo o resto, Sr. ministro? Cadê os hotéis, os serviços de mobilidade urbana, os aeroportos e demais obras prometidas e compromissadas, cuja construção, já nestes "40 min. do segundo tempo" sequer começaram? É demais, concorda ou não, Excelência? O início do evento tem data certa para começar e terminar. Não haverá prorrogação, mas pode, sim, haver "morte súbita" e levarmos "cartão vermelho" aos olhos de todo o planeta. Fica a sugestão: se não tem o que falar, Sr. Ministro, melhor ficar quieto. O ouvido da gente não é penico.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

______

ALDO REBELO

Por que no te calas, ministro?

Ricardo Marin s1estudio@ig.com.br

Osasco

______

JEITINHO BRASILEIRO

Talvez devido ao especial jeitinho com que foi alçado ao cargo de ministro do Esporte, sem que nunca antes tivesse mostrado qualquer pendor para esta especialidade é que o ministro Aldo Rebelo afirme, convicto, que o Brasil e os brasileiros darão um jeitinho para fazer uma bela Copa do Mundo... Dessa forma o ministro caminha na via contrária do mundo, que hoje cada vez mais exige prestação de serviços de excelência, competência e com a marca de profissionalismo em todas as áreas. Mas se entende aqui não se exige nem os pré-requisitos para que ministros ocupem seus cargos, é tudo feito na base do jeitinho, cargos é que não faltam para satisfazer tantos aliados.

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

______

PENA

Deploráveis as palavras deste sr. que é ministro do Esporte. Tenho dó do povo brasileiro.

Nelson Piffer Jr. pifferjr86@gmail.com

São Paulo

______

FRAUDE NAS LICITAÇÕES

Os Srs. Edmilson Migowisk e Bruno Leite Moreira (Diretor e Vice) do Instituto de Pediatria e Puericultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) afirmaram que a Lei "favorece" fraudes (22/3). Pelo que foi mostrado na reportagem do Fantástico, da TV Globo, ficou claro que não havia controle algum na área de compras, pois as ações eram continuadas. Antes de culpar a Lei de Licitações, deveria culpar o(s) (i)responsáveis pelas contratações. Ao que parece, esses diretores desconhecem a modalidade de Pregão Eletrônico; que, se não acaba, dificulta muito a formação de cartéis, pois muitas empresas tomam conhecimento dos serviços a serem contratados ou equipamentos a serem adquiridos. Agora, se quem gerencia não tem integridade, nenhum sistema é totalmente imune a fraudes.

Paulo Aguiar paguiar@saude.sp.gov.br

São Paulo

______

RODÍZIO DA CORRUPÇÃO

Sobre as fraudes na saúde reveladas no Fantástico, é preciso não perder de vista que a corrupção sofre um processo chamado rodízio. O dinheiro sai dos cofres públicos, passa pelas mãos dos corruptos, vai para as mãos dos corruptores e depois volta em forma de doação de campanhas. Uma investigação nesse sentido deveria ser feita e punições severas deveriam ser aplicadas. Ou se faz uma reforma política para valer ou corremos um sério risco de o tempo apagar os rastros dos roubos apontados até aparecer uma nova denúncia. Com a palavra o (TSE) Tribunal Superior Eleitoral e o (TRE) Tribunal Regional Eleitoral.

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com

São Paulo

______

ICEBERG

Os fatos narrados pela televisão sobre superfaturamento no Rio de Janeiro não representam nem a pontinha do iceberg do superfaturamento, da subentrega e da terceirização generalizada em todo o país, nos três poderes e estatais e nos três níveis de governo. Se o Ministério Público, com seus jovens integrantes se interessar em fiscalizar, não vai mover um milímetros do iceberg, tão grande e assentado há muito tempo nesse imenso mar de lama que está transformando o Brasil. Seremos um dia um país sério?

José Luiz Tedesco wpalha@terra.com.br

Presidente Epitácio

______

OU SOMOS BOBOS OU HIPÓCRITAS

Gostaria de saber, diante desses escândalos mostrados pelo Fantástico sobre corrupção num hospital universitário, se para por ai. É óbvio que não. A coisa realmente é generalizada, ou como disse uma representante de uma empresa que queria fornecer serviços: ..."o de praxe, o normal", ou seja, é assim mesmo. A começar pelos nossos legisladores, pois um deputado gastou na média 1,1 milhão pra se eleger na última eleição e ganha quanto muito 0,7 milhão em todo o seu mandato. Porém seu patrimônio quase sempre dobra a cada eleição. Que mágica é essa? Ninguém faz ideia, né? E os interesses do país, do povo vão ficando sempre de lado, crescemos pela coragem da iniciativa privada e de nosso povo mesmo, e quanto a coisa aperta nossos políticos ou lançam algum escândalo ou inventam com o apoio dos grande grupos de mídias alguma coisa para esfumaçar a realidade. Porém com isso vão surgindo as grandes quadrilhas que dominam atualmente quase todas as licitações e concorrências no país, enganando a população que se preocupa em votar nalgum participante do BBB para ele não ser derrubado. Sem dúvidas que existem pessoas honestas até na política, mas são tão poucas quando todos deveriam ser. Acredito que princípios a gente aprende em casa, e só consigo enxergar uma mudança verdadeira nesse país com uma reforma legislativa, com o povo brasileiro legislando através de plebiscitos pela internet, on-line, com senhas conforme o CPF de cada cidadão. Sem dúvidas no começo erraremos bastante e haverá manipulação de informação sobre os problemas nacionais conforme os interesses dos grandes grupos detentores do dinheiro, mas aprenderemos com certeza e após alguns erros nos lembraremos que para um mundo melhor, meu filho tem que ser melhor, mais ético, mais solidário, mais justo, mais participante, mais consciente. Vergonha na cara caráter e decência a gente aprende em casa. Há, por acaso você se lembra em quem votou nas últimas eleições? Sabe de alguma coisa que eles fizeram para o povo? E ainda reclama...

Paulo César Godoy pcgodoy@live.com

Ilhabela

______

CORRUPÇÃO NA SAÚDE

Apesar de ser louvável a reportagem feita pela Globo sobre a corrupção na saúde, pergunto: onde está a novidade? E é só na saúde? Desde meus 20 anos de idade (e olhe que tenho 60), tenho conhecimento das safadezas apresentadas na reportagem. Em concorrências feitas por diversas prefeituras municipais, os métodos não se alteraram. Eram empresas que venciam as concorrências em sistema de "rodízio", percentagens discutidas sem a menor cerimônia, etc. E agora vem o governo federal querer criar uma empresa para centralizar isso? Será outro cabide de empregos que, com certeza, de nada adiantará. O que se faz necessário é moralizar, punindo realmente os envolvidos quando flagrados. Mas é claro que em contos de fadas ninguém mais acredita.

Heleo Pohlmann Braga heleo.braga@hotmail.com

Ribeirão Preto

______

CPMF

O que o pessoal que, de tempos em tempos, insiste na volta da CPMF para resolver os problemas da Saúde no Brasil, estará dizendo dessa roubalheira de milhões de reais mostrada pela TV Globo em um hospital do Rio de Janeiro? É só projetar essa pequena amostra para todo o Brasil, e constatar a imensa fortuna que vem sendo desviada para o bolso de ladrões, deixando a Saúde no estado caótico que se encontra. O Brasil não precisa da CPMF. Precisa de vergonha na cara dos que detêm o poder, e uma gestão eficiente na Saúde. Nada além disso.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

______

MUNDO CÃO

2014 será ano de Copa do Mundo e de eleições... Mesmo o impostômetro girando a todo vapor, os valores arrecadados com impostos não serão suficientes, até porque, além se serem dois acontecimentos que normalmente se utilizam de muitos recursos , há que contabilizar as propinas também, embora propina aqui, no Brasil, seja coisa rara...

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

______

TERRENO MINADO

Os acontecimentos envolvendo pagamento de propinas na área da saúde, recentemente divulgados de maneira sensacional pela televisão, levaram autoridades dos três níveis de governo, com ares de quem se surpreende com a seca anual do Nordeste, a cancelar os contratos com as empresas citadas, com direito a instalação de uma CPI no Congresso. Seria interessante, para evitar demonstrações de outros sustos artificiais, que se investigasse também até onde vão as ramificações dessas e de outras empresas, atuando em áreas igualmente sensíveis, tais como merenda escolar, nas doações a partidos políticos e a candidatos no jogo eleitoral. Mas aí o terreno é minado e os 89% do iceberg (de acordo com a Física, só 11% são visíveis) vão aparecer e o que se verá será estarrecedor.

Paulo Roberto Gotaç prgotac@hotmail.com

Rio de Janeiro

______

E AS CLASSES A E B?

Há muito tempo empresas privadas conhecem falcatruas adotadas em licitações do setor de compras de materiais e de contratação de serviços que gerentes praticam em seu benefício, prejudicando as empresas em que trabalham. A grande diferença é que são punidos e levam de arrastão seus superiores, também, cuja supervisão falhou. Dependendo de suas conseqüências, a punição pode atingir até a diretoria e a própria presidência das empresas, dependendo de suas "bases" na Assembléia de Acionistas. A TV Globo fez um excelente trabalho de revelação das maracutaias que acontecem nos escalões inferiores de compras no setor de saúde do governo federal e, pela primeira vez, no País, colocou na berlinda o setor empresarial de empresas médias que fornecem produtos e serviços ao setor público em que até Diretor comparece para discutir detalhes do roubo a ser praticado. Nossos parabéns à Globo e ao repórter-ator! Rezamos para que a Globo tenha coragem, interesse e competência em responder ao anseio da população brasileira, estendendo o jornalismo investigativo às Classes A e B. Fico imaginando, somente como exemplo, qual a reação de uma empreiteira pega em flagrante com um funcionário público em intrincados e sofisticados esquemas "universitários" de desvio de recursos públicos criados nos altos escalões de nossa elite corrompida. E nesse caso, se o governo teria condições de fazer o mesmo que fez com as empresas médias da classe C denunciadas pela Globo: cancelar, imediatamente, todos os contratos viciados - até mesmo de estádios para a Copa de 2014, se fosse o caso!

Eduardo José Daros http://ejdaros.blogspot.com

São Paulo

______

COMPRAS LESIVAS

Pelo visto tudo virou bagunça, e para variar só começam a tomar providências depois de denúncias de órgãos não governamentais, comumente a imprensa, mais uma vez denúncias de uma reportagem começam a desmontar mais uma quadrilha nas compras e licitações em todo o governo, e pelo visto estão todas entrelaçadas entre estados, quiçá municípios, nossa briosa imprensa mostrou desvios de ministros, depois disto a presidente botava-os na rua, alguns ainda não esclareceram como o poderosíssimo Pimentel, está na berlinda mas parece ter trunfos fortíssimos, o que seria? esperamos respostas, aconselhar a este governo de que parem de macular a honra dos militares, é mais ou menos assim, deu problema, não conseguiu, errou, chamem os Milicos, e seus relevantes serviços se evidenciam, desde o Império, quando holandeses nos invadiram e juntaram-se índios, negros, brancos e se formou nosso gloriosos Exército, (1864), e estes tem prestado a Nação serviços honrados, sem propinas gordas, não arrumem notícias requentadas para tirar o foco dos roubos e desmandos existentes em nossa pobre de caráter e probidade classe política e seus auxiliares apadrinhados e colocados em posições chaves e com poderes também para nos lesarem, chega políticos, vocês estão indo longe demais.

Julio Jose de Melo julinho1952@hotmail.com

Sete Lagoas (MG)

______

O GATO COMEU

A corrupção com certeza consome aproximadamente 20% de tudo o que é arrecadado em forma de impostos, algo em torno de R$ 300 bilhões. Assustador, bizarro, indecente, imoral e impunemente a máquina de arrecadação paralela gira um montante de dinheiro invisível, tão invisível quanto uma girafa no gramado de um campo de futebol. Como pode uma quantia tão absurda circular sem ser notada pelos órgãos de fiscalização que apanham um cidadão com um recibo médico de cem reais suspeito em sua declaração de rendimentos e uma mansão, um barco de luxo, carros importados trocando de mãos sem que o mesmo órgão fiscalizador tenha condições de monitorar altas somas de dinheiro circulando sem origem legal. A resposta é simples: o cidadão comum, honesto cai na malha fina porque simplesmente declara o que ganha e o que gasta. Quem sobrevive graças à corrupção não declara e ponto final. E somos um dos maiores produtores de laranja do mundo, além das verdadeiras doces como o mel... E o País ainda cresce, sabe-se lá como.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

______

ANISTIA, JUSTIÇA E IMPUNIDADE

Temos lido e ouvido muitos familiares e membros de partidos políticos de esquerda exigindo a punição e que se encontrem os restos mortais daqueles que por opção partiram para a luta armada e desapareceram, centenas talvez. Provavelmente forma mortos pela ação das forças que os combatiam. Estes mesmos partidos e pessoas sempre se disseram defensores dos menos favorecidos, enfim daqueles que não tem acesso a um partido político e a seus bons advogados para poder reivindicar seus direitos, para encontrar seus entes queridos mortos em chacinas, emboscadas, e outros tipos de mortes, cujas apurações destes crimes na sua maioria fica impune e nunca se encontram os responsáveis. São pessoas que não tem amparo, não recebem nenhuma reparação (pensões, e indenizações), do Estado, e muitos ficam sem enterrar seus mortos. Estes partidos parece que cuidam apenas de seus filiados, e não do povo que eles passaram a vida toda dizer defender. Parece que não há coerência, e tudo fica como sempre eles sempre denunciaram, que as elites se protegem, e os menos favorecidos ficam de fora, ou seja tudo continuou igual como sempre, seja com partidos de direita ou de esquerda, para esta gente, sem defesa.

Francisco da Costa Oliveira fco.paco@uol.com.br

São Paulo

______

O MPF E OS CRIMES DA DITADURA

Parabenizo a ação do Ministério Público Federal (MPF) de reabrir ações contra os crimes cometidos durante a ditadura militar que assolou o Brasil (1964/85). As torturas, mortes, "desaparecimentos", violações dos direitos humanos e demais crimes bárbaros cometidos pelo regime militar são imprescritíveis. Merecem punição exemplar, justamente para que nunca mais voltem a ocorrer. O Brasil tem a obrigação de apurar e punir os crimes da ditadura militar, para que possamos andar de cabeça erguida e olhar para frente, sem botar o lixo embaixo do tapete e sem medo da verdade. Os 21 anos de ditadura militar foram um câncer no país e não podemos ser coniventes com assassinatos e torturas covardes cometidos pelo Estado contra seus próprios cidadãos.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

______

NOVO MANIFESTO

Sobre o novo manifesto de militares noticiado no portal do Estadão em 18/3, acho que Santa Rosa e os Capitães que os subscrevem não entenderam que a ditadura militar foi consequência da revolução de 1964 que nos livrou do comunismo, cujo modelo seria Cuba. Houve resistência por parte de setores da esquerda que se organizaram em guerrilhas e terrorismo, combatidos pelo regime de então, o que resultou em mortos e feridos em ambos os lados. Há notícias de militares que aderiram à esquerda e ao PT, tomando partido contra os militares da ditadura, para obterem favores do governo atual. Acredito que não seja este o caso em questão. A lei da anistia vale tanto para militares quanto para guerrilheiros e terroristas. Sugiro aos manifestantes ( e às esquerdas e o PT) lerem a entrevista do jurista publicada domingo 18/3 no Estadão, para aprenderem um pouco sobre o assunto. Espero que o desejo revanchista das ministras seja logo superado pela razão, para voltarmos à convivência pacifica de que o país necessita, para vencer seus graves problemas.

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

______

BASES COMANDANTE FERRAZ E ALCÂNTARA

Ao chegarem à conclusão de que a maioria das bases instaladas na Antártida usava diesel, energia solar ou eólica e que a estação do Brasil abastecia seus geradores com etanol, um combustível mais explosivo, deu para sentir ainda mais a falta de segurança que toma conta dos nossos profissionais. Uma afirmativa : O silêncio da Marinha de hoje é tão preocupante quanto o silêncio das Forças Armadas e do governo brasileiro com aquela explosão da Base Aérea de Alcântara em 2003, onde morreram 21 profissionais. Alguém vai mandar apurar o que realmente aconteceu ou vai ficar tudo como antes? Acorda Forças Armadas.

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

_____

BRASIS

É importante e necessário um posicionamento da área diplomática brasileira em relação ao discurso do ministro britânico das finanças ao Parlamento do Reino Unido, Sr. George Osborne, que de forma pejorativa, deselegante e arrogante afirmou: "Nós vamos assistir aos Brasis, às Chinas e às Índias como potências mundiais à nossa frente... "e assim por diante. Primeiro que o Brasil é único e não admite plural, segundo que quer o Sr. George queira ou não, o Brasil é a sexta economia do mundo da atualidade e terceiro que o ministro britânico deve se curvar e respeitar a nova realidade mundial e a sexta economia do planeta. Perdeu uma grande chance de ficar calado. Duas perguntas: 1) As autoridades brasileiras ficaram sabendo destas colocações do ministro britânico? 2) Quais as atitudes tomadas pelo governo brasileiro? Um grande abraço a todos os brasileiros.

Vlademir Marangoni Filho promarangoni@gmail.com

Penápolis

______

COMPRA DE VAGA

O líder do PT Jilmar Tatto (SP) afirmou que Dilma Rousseff está com a faca no pescoço, empunhada pela base aliada. Evidente que isso iria ocorrer, pois ele não quer pagar o preço combinado entre ambos pelo apoio e pela compra de sua "vaga".

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

______

PODE SER

Pode ser que a presidente Dilma Rousseff perca a tão famosa e sonhada base interessada em cargos, e nunca no Brasil. Pode ser que o PMDB, antigo e famoso partido parasita, queira mais e mais e mais por serem insaciáveis. Pode ser que um dia o PMDB se renove, pois quando fazem propaganda política - tirando o traíra Chalita, que pula de partidos, só aparecem Sarney, Temer, Calheiros, Simon e outros um pouco mais jovens. Então, resumindo tudo isso: a presidente Dilma, ainda com a pressão dos cumpanheiros do ético PT, está numa chamada sinuca de bico, ou seja, se ficar o bicho pega se correr o bicho come. É um salve-se quem puder. Lamentável.

Kaled Baruche kbaruche@bol.com.br

Belo Horizonte

______

PMDB E DILMA

Que base que nada, o PMDB só está preocupado com ruge.

Francisco José Sidoti fransidoti@gmail.com

São Paulo

______

CONGRESSISTAS HUMILHADOS

O Congresso Nacional, composto de duas Casas: o Senado Federal, integrado por 81 senadores, que deveriam representar as 27 Unidades Federativas; e a Câmara dos Deputados, integrada por 513 deputados federais, que deveriam representar o povo, vergonhosamente e humilhantemente 80% desses congressistas, de "joelhos," perante o executivo, só votam matérias de interesse deste (des)governo ao invés de representar os interesses da nação. Já está passando da hora desses congressistas realizarem as reformas exigidas pelo povo, determinarem realização de CPIs para indiciar parlamentares, administradores públicos e empresários corruptos, incompetentes e imorais, que ocuparam ou ocupam cargos importantes do governo, e cumpram as promessas de campanha, para que nossas empresas sejam mais competitivas, melhore as fontes de renda dos aposentados, eliminar a impunidade, dentre outras prioridades.

José Wilson de Lima Costa jwlcosta@bol.com.br

São Paulo

______

E NO BOLSO DO LULA, NÃO HÁ INVESTIGAÇÃO?

Há dez anos que assistimos a escândalos, roubos, falcatruas e tudo de ruim no governo federal, a começar pelo "mensalão" que o Lulinha negava de pé junto. No atual da boneca Dilma, desde o seu início, demitem-se os "cumpanheiros" que foram herdados e novamente empossados, mas os rombos continuam e o dinheiro nunca retorna aos cofres públicos, ou seja, aos nossos bolsos. Estranho "os poderes representantes dos eleitores", não investigarem nada que foi repassado ao bolso do Ali Babá. Impossível que a OAB ainda não enxergou isso? Se dependermos só dos senadores, deputados e do STF, tudo acabará sempre em pizza! Se aprendermos as lições, é nas urnas onde nós, eleitores, poderemos dar um basta nessa podridão a começar já com os novos prefeitos e vereadores.

José Alberto de Paiva alpai12@yahoo.com.br

São Paulo

_____

GOVERNO DILMA

Notícias recentes nos informam que a presidente Dilma convocou empresários para cobrar investimentos. E quem foi que disse que a presidente está em condições de cobrar da iniciativa privada (ela não defende o Estado gerindo a economia?) alguma coisa relacionada a investimentos ou ao que quer que seja? Com que autoridade moral ele faz esse apelo? Que primeiro ela dê o exemplo, enxugando a gigante e contraproducente máquina do Estado, e direcione os recursos dos impostos que pagamos para investimentos. Setores da nossa economia carentes de investimentos e áreas que demandam urgentemente investimentos públicos é o que não falta. E nem venha me falar no PAC-quiderme, que isso nada mais é que lero-lero pra bovino dormitar.

Rodrigo Borges de Campos Netto rodrigonetto@rudah.com.br

Brasília

______

MESTRE-SALA E PORTA-BANDEIRA

A foto principal da página A4 da edição de 21/3 do Estadão nos remete ao verdadeiro carnaval que é a nossa atual política e administração pública. O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, cantarolante passista na sua fantasia de tocador de obras, ao lado da nossa não menos saltitante e jubilosa presidenta, bailam como verdadeiros carnavalescos fantasiosos sob o enredo do "Orgulho do Apoio e Sabedoria da Escolha". O ambiente traduz a alegoria de uma obra, que sabemos muito bem onde vai dar e o que já está dando. Uma lástima que a pá carregadora, ao fundo do cenário, não tenha executado a necessária remoção nesse canteiro de obras.

Flavio Geraldo madflavio@uol.com.br

São Paulo

______

SOBERANIA NACIONAL

Devemos considerar gravíssima a denúncia da leitora Sra. M. Cecília Naclério Homem, Fórum dos Leitores no Estado de 23/3/2012, onde informa que as cabeceiras dos rios amazônicos já se encontram em mãos de ONGs estrangeiras, onde nem mesmo os nossos militares poderiam entrar (?). É possível que uma informação como esta não seja passada a limpo pelo Poder Público? Se sim, estamos muito mal diante do concerto das nações. Mais um motivo para envergonhar nosso patriotismo.

Fábio Mello Fontes fmfontes@globo.com

Santos

______

COMO MELHORAR O TRÂNSITO

O artigo do Sr. Claudio Moura Castro (Como melhorar o trânsito a custo zero (ou quase), 21/3, A2) passa ao largo do principal problema do trânsito paulistano: a falta quase total de fiscalização, que faz com que todo motorista paulistano seja um infrator em potencial. Multar não é fiscalizar! E como boa parte da frota de veículos é antiga (serão 50%?) e nem mais é licenciada (por falta de fiscalização!), as multas caem no vazio. Quem deveria fiscalizar é o Estado (Detran). Seus Marronzinhos não têm nenhuma autoridade a não ser anotar infrações, que em boa parte não resultam em absolutamente nada! Conclusão: está tudo errado!

João U. Steinberg justeinberg@terra.com.br

São Paulo

______

TRÂNSITO MAIS INTELIGENTE

Fico imaginando se o Claudio de Moura Castro, economista e especialista em educação, não fosse um leigo em matéria de trânsito. Seus "palpites" são perfeitos. Acrescentaria apenas, com base ainda no sistema norte-americano de trânsito, a instalação de semáforos com sensores, capazes de otimizar automaticamente o tempo de duração de cada rua ao detectarem com precisão os fluxos de carros. Nos EUA, diferentemente daqui, as leis de trânsito são feitas, exclusivamente, para facilitar a vida dos usuários de veículos automotores.

Sergio S. de Oliveira marisanatali@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

______

THOR BATISTA

Apesar de a defesa da família do ciclista atropelado, e morto, ter testemunhas de que o ciclista trafegava no acostamento, e que Thor Batista, ao tentar cortar um ônibus na zebra, perdeu o controle do Mercedes que dirigia a alta velocidade. O pai do homicida, Eike Batista, tem dinheiro mais que suficiente para compensar a morte de Wanderson Pereira dos Santos, e comprar qualquer testemunha, e o que mais for preciso, para 'provar' a inocência do filho homicida. Quem viver verá!

Iracema Palombello cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

______

CAUTELA

Não podemos condenar uma pessoa por sua riqueza ou pela vida favorecida desde o nascimento. Nem extrair presunção de culpa num evento concreto por conta de um histórico de infrações de trânsito. É preciso que seja apurado se na situação em questão ele (Thor) agiu, ou não, com culpa. E fazê-lo de forma isenta e desapaixonada. À injustiça que um país fez ou faz com os seus mais pobres cidadãos não podemos substituir com a injustiça feita aos mais favorecidos. Injustiça é sempre injustiça. Cautela é o que se recomenda sempre.

Xisto Rangel xalbarelli@uol.com.br

São Paulo

_____

THOR E A VELOCIDADE

Consideradas todas as versões publicadas, o que denuncia a velocidade excessiva não é que o carro pode chegar a 300 e tantos km/h, tampouco os 51 pontos na carteira em 18 meses. Mas isto: os seguranças particulares, que faziam também a viagem, mas em outro carro luxuoso, só chegaram ao local do acidente minutos depois. A reportagem é assim vaga, não diz quantos foram os minutos. Mas o que seguranças estariam fazendo se afastados assim daqueles que protegeriam? Seriam relapsos? Ou estariam avessos a trafegar com velocidade superabusiva? Também é relevante notar que esse detalhe - da defasagem do aparecimento dos seguranças no local - não é repetido nas matérias subsequentes, diferentemente de outros aspectos do acidente. Esses primeiros dados, que depois somem, indicam que eles não convêm à versão construída mais tarde. Portanto, estão mais próximos da verdade, se não a própria verdade.

Amelia Regina Coelho camelia.regina@yahoo.com

São Paulo

______

O DINHEIRO CONTORNA TUDO

Os bilhões do pai de Thor Batista vão, com toda certeza, impedir que seu filho Thor vá para a cadeia. Thor já havia atropelado em maio de 2011, um senhor de 86 anos, na Barra. Claro que foram pagas todas as despesas, e a família nem registrou queixa. O dinheiro contorna tudo mesmo, menos a morte de quem o tem.

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

______

AS BIKES DA VIDA

Quem ainda não "enfrentou" uma bike na contramão, passando num sinal vermelho, trafegando nos acostamentos nos horários lusco-fusco, às vezes com o condutor bêbado etc. em minha cidade? Quando moleque, as magrelas tinham chapas, pagavam uma taxa à Prefeitura e muitas vezes eram recolhidas ao pátio da PM por alguma irregularidade cometida. A bike é um veículo de duas rodas não motorizado e deve ter regras que precisam ser seguidas...

Carlos Roberto Gomes Fernandes crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

______

PONTE RIO-NITERÓI

Até onde vai a cara de pau desses petistas? Imaginem que querem mudar o nome da Ponte Rio-Niterói de Costa Silva para Hebert de Souza (o Betinho). Pelo Amor de Deus. O que o Betinho fez, o que ele construiu? Campanha de prato de comida qualquer um faz. O PT quer registrar sua passagem pelo poder, então que nomeiem: Boca de Fumo Delúbio Soares, Fumódromo José Dirceu, Covil José Genoino.

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

______

MORUMBI

Tem constado da mídia que o Morumbi é o bairro mais assaltado na cidade de São Paulo. Penso que a partir dos anos 60 particularmente a classe alta paulistana passou a morar no Morumbi porque além de bairro chique era considerado um bairro seguro, numa cidade que à época começava a ficar violenta. É mais ou menos o que acontece hoje com os condomínios fechados, sejam os horizontais sejam os verticais. Nesta luta do bem contra o mal ele é uma forma de suavizar o problema por se achar que é de difícil ou impossível solução. Mas isto é ilusório e o tempo acaba mostrando que o problema social é um problema que deve ser resolvido pela sociedade como um todo e não apenas pela justiça e pela segurança pública oficial. É preciso deixar os big brother, as novelas, e os demais programas de baixo nível de lado e colocar as mãos na massa, para se começar a restaurar alguns valores básicos que possam melhorar este quadro.

Marisa Stucchi lastucchi@yahoo.com.br

Ribeirão Preto

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.