Cartas - 25/01/2011

DESVIO DE RECURSOS

, O Estado de S.Paulo

25 Janeiro 2011 | 00h00

Escalões de incompetência

É assente que ao Estado cabe, de forma primacial, a promoção da educação e da saúde, áreas típicas de sua atuação. Nos últimos oito anos a educação não avançou e o "reizinho" saiu, concluído seu reinado, deixando um passivo de 15 milhões de analfabetos, mais os chamados analfabetos funcionais, escolas precárias, sem equipamentos básicos, alunado mal preparado, professores desmotivados, etc. Agora mesmo - estamos vendo - o Ministério da Educação simplesmente não consegue gerir o Enem e o Sisu, e os vexames se repetem com previsível regularidade. Já na saúde, nem se diga: filas e prazos indecentes, hospitais superlotados, péssimo atendimento, tudo revelando o colapso do sistema, também por falta de gestão eficiente. Nos demais Ministérios, nada de muito diferente. No chamado "segundo escalão" a coisa não está melhor: a Controladoria-Geral da União (CGU) vem de apontar desvio de recursos no Fundo Nacional de Saúde (FNS), na Funasa, no Dnocs, nos Correios, na Conab, no INSS, na Embratur, no Ibama, no Incra e no Dnit, totalizando R$ 1,3 bilhão! Fica claro que o nosso Leviatã é leviano com o dinheiro dos contribuintes, pouco administra e quase nada vê. Chama a atenção, todavia, que, com um quadro dantesco desses, haja quem, ainda hoje, critique as privatizações de FHC, chegando alguns - acredite quem quiser! - a levantar a bandeira da reestatização da Vale! Longe do Estado corrupto e incompetente, e sob mãos de administradores privados, tornou-se a Vale, no ano findo, a maior exportadora do Brasil, ultrapassando a Petrobrás, tida como a joia da coroa. Diga-se que entre as dez maiores exportadoras brasileiras não se vê estatal alguma além da Petrobrás, que só entra no ranking porque atua e sempre atuou sob o amparo do Estado, numa área altamente lucrativa como é o negócio do petróleo no mundo moderno. Fico imaginando se as empresas privatizadas por Itamar e FHC perdurassem, ainda hoje, sob o controle do Estado... A quanto não estariam chegando os desvios e malbaratamentos - e qual seria a sua posição no ranking empresarial?

SILVIO NATAL

silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

_______________

Está comprovado

As auditorias da CGU revelam que os dez órgãos mais disputados pelo PT e pelo PMDB desviaram R$ 1,3 bilhão, no período de 2007-2010: FNS, R$ 663 milhões; Funasa, R$ 486,6 milhões; INSS, R$ 87,3 milhões; Correios, R$ 21,12 milhões; Incra, R$$ 31,4 milhões; Embratur, R$ 14,4 milhões; Conab, R$ 13,6 milhões, etc. Depois de tudo levantado e comprovado, o que vai dizer o Tribunal de Contas da União? As verbas saem pelo ladrão, ou melhor, nas mãos dos ladrões. Agora fica fácil reaver os valores roubados e punir os responsáveis ou também vai ficar no "esquema" da impunidade? Está comprovado!

LUIZ DIAS

lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

_______________

SAÚDE PÚBLICA

Index prohibitorum

Lembro aos "comissários sanitários" da Anvisa que está na hora de reverem o besteirol concomitante à resolução "revolucionária" do uso de antibióticos. Fui comprar um Decadron colírio, mas é proibido pelo feroz regime de receita retida, porque contém antibiótico. Necessitei de um creme Quadriderme, a mesma coisa. E certamente o mesmo acontece com dezenas de produtos usados há dezenas de anos. Faço um apelo aos férreos "comissários" para que esqueçam por um momento seus furiosos ímpetos "revolucionários sanitários", examinem os produtos, suas fórmulas, seus usos, os antibióticos e anti-infecciosos que contêm. E num raro momento de bom senso e conhecimento racional médico retirem esses produtos do "index prohibitorum" xiita que foi a resolução sobre venda de antibióticos, obrada no apagar das luzes do governo Lula, aproveitando o fato de que alguns pacientes terminais e portadores de graves patologias crônicas apresentaram infecção por um germe multirresistente. Se sobrar um tempinho, estudem mais, com mais seriedade. Verifiquem se a mutação genética que origina a superbactéria (uma só espécie) tem algo que ver com o uso tópico de antibióticos e anti-infecciosos existentes nas fórmulas dos produtos citados. A justificava das doutas autoridades de proteger a "gente comum", que somos nós, míseros "obedecedores" de ordens, é uma falácia, como tantas outras cultivadas ao da longo da história da medicina. Verifiquem quantas "verdades científicas" tidas como pétreas foram desmentidas nos últimos dez anos. Medicina não deve ser terreno de exploração ideológica ou de exercício vulgar da deformada "quase lógica". Que sempre eles se revelam inverídicos e perniciosos.

ALEXANDRE DE M. MARQUES

ammarques@uol.com.br

São Paulo

_______________

Metamidofós

Fiquei quase feliz ao ler que o odiado agrotóxico seria banido. Quase porque poderá ser usado livremente até 2012. Quase porque faz pouco tempo que vi o maldito ser usado em alface. Quase porque a demora propiciará estocagem. Quase porque, para quem foi intoxicado há 32 anos, o famigerado já deveria ter sido banido. Quase porque o interesse econômico fala mais alto.

SÉRGIO BARBOSA

sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

_______________

MINISTÉRIO DA CULTURA

Iniciativa corajosa

Lembro que, em pleno regime ditatorial, fundamos a velha Sombrás. Era uma sociedade sem fins lucrativos que lutava pelos mesmos direitos que parecem nortear a ação da ministra Ana de Hollanda. Isso foi há mais de 30 anos, não havia a internet, mas já atuava nos bastidores uma complexa rede de interesses comandados por grupos poderosos do exterior. O discurso de flexibilização dos nossos direitos, assumido pelos que comandaram o Ministério no oito últimos anos, adoçou as bocas famélicas desses grupos, que devem estar insatisfeitos com a retirada da licença Creative Commons do site do MinC. Essa iniciativa corajosa merece aplausos e o apoio da nossa classe. Defendamos, companheiros operários da música, nossos direitos. Vemos que novos ares estão soprando na gestão que ora se inicia, e que deve também lançar um olhar igualmente inovador para ações efetivas que promovam a circulação dos bens culturais. A indicação do Antonio Grassi para a Funarte sinaliza, por exemplo, que o exaurido mercado de trabalho dos músicos tende a sofrer uma revitalização. É o que todos esperamos.

HERMÍNIO BELLO DE CARVALHO, poeta, compositor

hbello75@gmail.com

Rio de Janeiro

_______________

"E quanto ao primeiro escalão?"

LUIGI VERCESI / BOTUCATU, SOBRE O DESVIO DE R$ 1,3 BILHÃO DO SEGUNDO ESCALÃO

DO GOVERNO FEDERAL

luver44@terra.com.br

"Por que será que os órgãos mais disputados por partidos são exatamente os que mais desviam dinheiro?"

ANGELO TONELLI / SÃO PAULO, IDEM

angelotonelli@yahoo.com.br

"Enquanto a presidente Dilma se concentra na gestão, os políticos só pensam na digestão..."

GILBERTO DIB / SÃO PAULO, IDEM

gilberto@dib.com.br

_______________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.272

TEMA DO DIA

Previsão de inflação é elevada em pesquisa

Relatório estima IPCA de 5,53% neste ano e de 4,54% em 2012. O dólar deve fechar 2011 em R$ 1,75

"O governo fez o que tinha de fazer: liberou o crédito e o País andou. Agora é hora de puxar o freio, pois não temos infraestrutura para suportar a velocidade que atingimos."

LUIZ CASTRO

"Isso é reflexo da gastança desenfreada."

PEDRO TAVARES

"Por mais que doa nos bolsos, o aumento da Selic é inevitável. Promove a poupança interna, controla gastos e despesas."

CLAUDIO BERNARD

_______________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARABÉNS, SÃO PAULO

 

Hoje é seu aniversário. Você que já foi chamada de São Paulo da garoa. Mas, graças ao descaso de muitos filhos seus, que não a trataram com carinho, e de governantes que, muitas vezes pensando em seus próprios interesses , transformaram-nos na São Paulo das enchentes, do trânsito caótico e dos desmoronamentos. Rogo que em futuro bem próximo surja um filho seu que, somente com intuito de a governar, possa trazer de volta a simpatia que sempre lhe foi peculiar.Afinal, nós a amamos muito.

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

ANIVERSÁRIO

A cidade de São Paulo, que hoje comemora 457 anos, é filha da adversidade e foi historicamente refém da solidão. Permaneceu praticamente isolada do resto do Brasil durante mais de três séculos (1554-1867), até a chegada da ferrovia construída pelos ingleses, que a ligou ao Porto de Santos. Abdicou então do merecido título de "capital da solidão". Seu primeiro historiador, Pedro Taques de Almeida Pais Leme, relatava que tal isolamento fazia com que no período colonial a língua tupi fosse mais usada no dia a dia que o português. No entanto, o País deve àquela vila isolada no planalto as suas atuais fronteiras, pela incursão das bandeiras e entradas a oeste do Tratado de Tordesilhas, integrando ao País quase toda a Região Sul, a Centro-Oeste e o Norte, que pertenciam à Espanha. Nasceu na adversidade, vive com ela e, devido ao seu gigantismo, provavelmente com ela continuará, pela teimosia de seus habitantes em conviver com seus inúmeros problemas (alguns,creio, insolúveis) e pela atração que ainda exerce sobre muitos que aqui ainda vêm, de todas as partes, em busca de melhor oportunidade de vida.

 

Estela Rios estelacastrorios@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

SAMPA-457

 

São Paulo é um lugar do Brasil e a capital é a parte da Terra mais sedutora do mundo. Idosa menina brincando com o leque do tempo, que se desdobra cada vez mais depressa, mas mostra sempre a mesma criança inscrita no tecido.

 

José Moacyr Brunhek moabek@hotmail.com

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MINHA ALDEIA

 

É mais belo do que minha aldeia

O verde exuberante de Manaus

A qualidade urbana de Curiiba

 

A bainice de Salvador

Vinicius do Rio

As jangadas de Fortaleza

Tudo isso, belo e rico

Mas não é o que passa pela minha aldeia.

Mais "belo e rico" são para mim

O verde-oásis do Ibirapuera

O incrível da Praça da Sé

O balbúrdio da 25

A saudosa maloca

O trânsito maldito

E os carros tão desejados

Tudo isso, o que posso fazer...?

É a minha aldeia

Que completa 457 anos!

 

Neuton Karassawa nkarassawa@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SENHORA MODERNA

Mãe é aquela que cria, não a que apenas dá à luz,

Essa cidade é mãe de tantos que acolheu,

Os anos passaram, as coisas mudaram,

Mas ela nunca envelheceu.

Onde eu subia nas árvores para roubar laranjas

Como um pequeno infrator,

Hoje escalo as maiores alturas

Espremido num elevador.

Onde crescia a grama teimosa

E o mato era bem alto,

Hoje existem calçadas charmosas

E um escuro tapete de asfalto.

São Paulo cresceu e se desenvolveu,

Mas manteve a sua essência

E apesar de sua avançada idade

Tornou-se importante referência

E o povo acolhido por ela

Comemora seu aniversário com festa e reverência.

Agora que completa 457 anos

Com toda a grandeza que tem,

Permita-me então me curvar aos seus pés

E lhe dar os meus sinceros parabéns.

Dizer que não existem problemas

Seria uma afirmação mentirosa,

Mas pensar em você representa ir ao jardim,

Desprezar os espinhos e fitar só as rosas.

Cidade tão tolerante

Que abriga sem restrições,

Pessoas de todos os cantos,

Raças, cores, ideologias e religiões.

Cada bairro tem sua própria história,

Nessa cidade não existe tédio,

Em poucos minutos se vai à Europa,

Ásia e até ao Oriente Médio.

Por mais curioso que pareça

Ela cresce, mas preserva suas raízes,

Se formos para Parelheiros,

Lá encontraremos até índios felizes.

Olhando dos prédios mais altos,

São Paulo se perde no horizonte,

Cruza rios, córregos, lagos

E ultrapassa os inúmeros montes.

O privilégio é tão grande

Que temos até uma porta para o céu,

Ela está sempre aberta esperando a gente entrar,

Basta para isso subirmos as trilhas ou ruas

E chegarmos ao pico do Jaraguá.

Apesar do trabalho árduo

Esse povo é feliz,

Ele anda pelas ruas da cidade

Sem saber se está em Londres, Tóquio ou Paris.

A velocidade do seu crescimento

Não a deixa descansar,

Seu viver é alucinante,

Pois o futuro não pode esperar.

Quem me dera ter braços gigantes

Para a fazer parar

Nem que fosse por um instante

Só para a poder abraçar.

 

 

Eduardo de Paula Barreto www.opoetizador.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SINGELA HOMENAGEM

 

A forma mais singela e carinhosa de as pessoas prestarem uma simples homenagem à cidade de São Paulo no dia de seu aniversário é fazendo uma reflexão e a promessa a ela de fazer o máximo para respeitá-la, protegê-la e preservá-la.

Somente com sentimentos como estes os filhos e todos aqueles que dependem de uma forma ou de outra da maior metrópole da América Latina poderão comemorar muitos e muitos 457 anos.

Parabéns, São Paulo. Que todos aproveitem esta data para entender a sua importância no cenário econômico, social e cultural do Brasil e do mundo.

 

 

Filipe Luiz Ribeiro Sousa filipelrsousa@yahoo.com.br

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SÃO PAULO DE TODOS NÓS

São Paulo aos 457 anos. Para muitos uma recém-nascida, totalmente dependente. Para outros uma criança desprotegida, necessitando de cuidados frequentes; ou uma adolescente ansiosa por crescer, aprender com seus erros e acertos, preparando-se para o futuro; ou adulta trabalhando, evoluindo, participando e conduzindo; ou madura, de realizações plenas, sedimentadas, não estacionárias; ou então São Paulo idosa, sábia, conselheira e acolhedora. São Paulo de todas as cores, de todas as raças, de todos os sotaques. São Paulo, coração de mãe, sempre acolhendo. São Paulo que recebeu meus pais estrangeiros e permitiu que aqui prosperassem e formassem os filhos. A você, São Paulo de Piratininga, votos de feliz aniversário e obrigado por tudo.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRESENTE

 

Queria pedir um presente para a cidade de São Paulo no seu 457.º aniversário. Após anos de omissão e de se surpreender com "surpresas" do clima da cidade, passando pelos escândalos da merenda escolar, transitando pelos desmandos do trânsito com fechamento de vagas de estacionamento que levaram ao fechamento de lojas, floreando sobre a saúde das árvores, que só este ano já caíram mais de 150, revisando os aumentos do IPTU que beiram a derrama dos tempos do Império, queria pedir ao prefeito que entregue o posto, pendure as chuteiras, pule fora. Nossa querida São Paulo não merece o prefeito que temos.

 

 

 

Mário Brescancini Bello mariobbello@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BIBLIOTECA

 

Devolver a Biblioteca Mário de Andrade inteiramente reformada à população de São Paulo é um presente digno para a capital. Daqui a pouco será a vez de entregar o Teatro Municipal. A oposição pode tecer duras críticas à administração do prefeito Kassab, mas nunca poderá falar que ele abandou as artes e a cultura.

 

Tiago Vinícius Matos matostv@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

CONVITES

 

"O ex-presidente Lula foi convidado para a cerimônia, segundo o Planalto. Se Alencar for ao evento, a presença de Lula é praticamente certa." Como perguntar não ofende , o ex-presidente FHC também foi convidado ?

 

L. A. B. Moraes labmoraes@uol.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

TERRA BOA

Ao ensejo dos 457.° aniversário de fundação da nossa querida São Paulo, quero prestar-lhe a minha modesta homenagem, relembrando os antigos versos, cujo autor não me ocorre no momento (Rapaziada do Brás, ou Demônios da Garoa, ou outrem), mas que representam a antiga caracterização da nossa capital como São Paulo da Garoa, e que assim eram cantados:

"Eh, Eh, São Paulo,

Eh, São Paulo,

São Paulo da garoa

São Paulo que terra boa!"

Na minha mocidade, à noite, quando voltava para casa, era sempre envolvido pelo manto frio da garoa paulistana. Embora esta hoje esteja substituída por pesadas chuvas, para mim São Paulo continua sempre terra boa.

 

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VIDA LONGA!

Segundo a mitologia grega, Narciso era filho do deus Cefiso e da ninfa Liríope. Quando nasceu, sua mãe - curiosa por saber o seu futuro - procurou o adivinho Tirésias, que proferiu: "Narciso terá uma vida longa desde que jamais se contemple". Sua beleza era semelhante à de um deus, comparável à de Apolo. A história relata, ainda, que havia uma ninfa chamada Eco, que em vão o amava e por ele foi rejeitada. Sua tristeza foi tamanha que a fez definhar, definhar - até não restou dela mais do que um débil sussurro de dor e melancolia. Vendo esse desfecho trágico, a deusa Némesis decidiu condenar o egoísta Narciso a apaixonar-se por si mesmo. E assim foi. A profecia cumpriu-se. Narciso teve o seu fim admirando-se na água. Extasiado por sua imagem, morreu de amor por si mesmo.

O que tem São Paulo com a história de Narciso? Convenhamos: beleza não é o ponto forte deste município.

Mas tem coragem e determinação para derramar todo o suor em seu trabalho. Cultura, inteligência e criatividade, também.

Elegância e bom gosto desfilam por São Paulo. Motivos para atrair gente de todas as partes do mundo é que não faltam a esta cidade.

Por vezes, é o poder absoluto que a transforma numa das mais sedutoras capitais do mundo. Por outras, a força absoluta de sua economia que abastece toda uma nação. Seja como for, dá para gente entender que sobram razões para a autoestima de São Paulo ser do tamanho do seu ego. Não é difícil se apaixonar por esta cidade.

A diferença é que, ao contrário de Narciso, São Paulo pode, sim, se encantar por si mesma e ter uma vida longa. Aliás, quanto mais o tempo passa, melhor ela fica. Irresistível - com todas as suas virtudes e mazelas. Deixar de se admirar é um luxo que São Paulo jamais há de perder.

Parabéns, São Paulo, por mais um aniversário!

 

Professor José Maria Cancelliero rank@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

FORÇA VITAL

São Paulo, o cérebro, o coração, os pulmões, os rins, os músculos, os ossos e o sangue do Brasil, completa 457 anos, usando a força e os órgãos vitais de todos aqueles que contribuíram para esse feito desde os tempos dos jesuítas. Em São Paulo, na pujança multirracial, de credos e de cores, de pobres e ricos, de acolhimento fraterno de brasileiros de todos os Estados, recebe cada um respeitando suas idiossincrasias, dando-lhes as chances que não tiveram nas suas origens.

Por tudo isso São Paulo é o que é. Com todos os seus problemas, naturais das megalópoles, oferece a todos a mesma oportunidade de uma vida digna, de trabalho e de progresso, que nunca tiveram e que sempre buscaram. Basta trabalhar - seja no que for - que São Paulo retribuirá com esse calor humano, fraterno e de amizade, e mais, com oportunidades que nenhuma cidade do mundo pode oferecer.

Parabéns, São Paulo! Parabéns, paulistanos! Parabéns, paulistas! Parabéns, brasileiros, por São Paulo fazer parte do Brasil.

Carlos Benedito Pereira da Silva advcpereira@hotmail.com

Rio Claro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

VENEZA DO PLANALTO

 

 

 

Mais um ano de vida para a velha senhora! A querida vovó faz anos, bondosa velhinha caricata

que a todos os netos e agregados acolhe! Deliciosamente incorreta e política, aqui o preto

ainda é preto, o judeu é judeu, o asiático é japonês,o árabe é turco, o nordestino é baiano e

até o branco é branco, eles se engalfinham, mas convivem intensamente! Bondosa vovó, não escolhe a

origem de seus afilhados, acolhe o político corrupto, o estrangeiro, hétero, gay e impatizante.Aceita os desmandos de todos, em contraponto às nossas benesses de impostos pagos, nos oferece uma cidade escura, faróis de trânsito inoperantes, assaltos mil, trânsito insuportável, árvores podres não cuidadas, prefeitos que somente sabem colocar a culpa no antecessor e no pobre São Pedro, já nosso íntimo Pedrinho!

Como boa vovó,também distingue alguns de seus netinhos,uns mais queridos e beneficiados que outros. São Paulo que atende todo o Brasil, Estado nenhum conseguiu fazer investimentos decentes na saúde, provavelmente por falta de tempo e dinheiro! São Paulo, que tem dinheiro de sobra, mas falta para a educação, tapar buracos e coisinhas triviais!

Velha vovó, ainda jovem no seu dispor, (in)felizmente nos vicia em sua oferta de tudo, terra de oportunidades, de metrô saturado e transporte público com qualidade vietnamita, nos orgulha por conseguir viver e sobreviver, apesar de todo o desmando e controvérsia política.

Parabéns, bondosa velhinha, nossa Veneza do Planalto!

 

 

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALEGRIA E TRISTEZA

Parabéns à bela e pujante São Paulo pelos seus 457 anos de vida. Pêsames pelos tristes 543 dias de mordaça ao Estadão.

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SÃO PAULO DOS CONTRATES

Como na parte mais oculta,

no recôndito da alma,

como se no nosso pensamento,

fossem nossas entranhas,

São Paulo completa457 anos.

E guarda doces e tristes mistérios,

ainda não revelados.

De frutos e de imagens,

que podem até ser miragens.

É que esta cidade,

que não chega a ser monstruosa,

não chega a ser grandiosa.

Encontramos de tudo,

de uma das melhores gastronomias,

até os que vivem em

meio a tanto luxo e

muita grandeza.

São Paulo de vistas coloridas,

e de diferenças mais suaves,

vivem também os contrastes,

do retrato branco e preto.

Onde pouca gente vive bem e

a maior parte sobrevive e muito mal,

com o muito que têm ou com

ou com o quase nada.

Vivem em barracos, nas encostas dos morros,

na beira dos corregos, nas ruas e

Comendo do que sobra,

No meio do lixo e das enchentes.

 

Sinésio Müzel de Moura sinesiomdemoura@hotmail.com

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PAULICEIA

O mundo se encontra em São Paulo! Parabéns pelos 457 aninhos!

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FERIADOS DEMAIS

O governo de São Paulo suspendeu as atividades do dia 24, véspera do feriado da cidade. Não sou daqueles viciados em feriados. Por isso, se o governador resolveu suspender as atividades do dia 24, por conta própria, não acho justo que os funcionários compensem as horas não trabalhadas. Se a suspensão do expediente é conveniente à administração estadual, conforme o decreto, nem sempre é conveniente para todos os funcionários. No lugar de feriados aos montes, muitos servidores preferem salário decente.

Renata Rodrigues huppertt@ibest.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARQUE DA ÁGUA BRANCA

 

Manifesto meu profundo pesar com o que fizeram com o maravilhoso Parque da Água Branca. Vê-se ali o retrato de um país por onde proliferam obras sem o menor acompanhamento. O parque está coberto de reformas/obras por toda parte, por um período que já ultrapassou o aceitável, prejudicando toda a população, que já é bem carente de lazer e áreas verdes. É uma tristeza. Perdeu-se a beleza original, por responsabilidade de quem deveria zelar pela melhoria de nossa cidade. Não que as obras não devam ser feitas, porém devem ser setorizadas, para menor impacto.

Aviso aos incautos: evitem visitar parques de países do Primeiro Mundo...

 

Jaime Natan Winik jrct@construtoraatlantica.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CHUVA

Manifesto minha indignação pelas nove horas que fiquei parado na Marginal do Tietê na noite deste domingo, chegando de viagem ao Aeroporto Internacional desta taba medíocre que é a cidade de São Paulo.

Não vi um único policial dando algum conforto de segurança, ou informação, ou qualquer coisa relacionada a serviço publico. Repito, foram nove horas!

Estávamos entregues à nossa própria sorte.

Como essa casta que tomou nosso país de assalto (do PT, PSDB, PMDB, PV e todos os pês que essa corja inventa ) tem coragem de nos expor ao ridículo que serão os eventos esportivos mundiais previstos?

Temos de reagir.

Edgar Gusmão Dias da Silva edgarsilva@mpc.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TEM GENTE QUE NÃO APRENDE

E no aniversário de 457 anos de São Paulo, será que o presente do governador Geraldo Alckmin para a cidade é a indicação do candidato tucano a prefeito em 2012? Em sendo verdade, só podemos lastimar.

Mirel Gonçalves Souza mirelgsouza@yahoo.com.br

Santos

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

ENCHENTES

As enchentes são problemas crônicos na cidade de São Paulo. Todos os paulistanos sofrem com o problema nos meses de chuva.

A cidade teve um desenvolvimento desorganizado, principalmente nos últimos 70 anos, quando a industrialização trouxe milhões de brasileiros buscando emprego e sobrevivência.

A cidade cresceu, principalmente na sua periferia, com a ocupação desordenada das encostas e das margens dos córregos.

Soma-se a isso a grande impermeabilização do solo urbano, com o asfalto e o cimento.

Com o aquecimento global e as mudanças climáticas, agravadas pelo desmatamento da cidade, as chuvas tornaram-se cada vez mais violentas, a ponto de hoje termos verdadeiras "trombas d’água" em muitas ocasiões no verão.

A previsão dos meteorologistas é de que esta violência das chuvas deverá aumentar nas próximas décadas.

O lixo é um terceiro fator de complicação. Produzimos 17 toneladas de lixo todos os dias. A Prefeitura gasta mais de R$ 1 bilhão por ano para a coleta e destinação do lixo.

Porém, pela irresponsabilidade dos grandes geradores de lixo, que não obedecem à lei e despejam seus dejetos fora de horário e em lugar inapropriado, este lixo torna-se fator de piora das enchentes, por obstruir as bocas de lobo e galerias.

Assim, diante do volume cada vez maior de chuvas, cabe à cidade se adaptar.

1) Tratar suas áreas de risco com mais rapidez.

2) Agir com rigor junto aos grandes geradores de lixo, fazendo cumprir a lei.

3) Trabalhar para permeabilizar o solo urbano com novas tecnologias, com cimento e asfalto poroso e aumento de áreas verdes.

Devido à gravidade da situação, acredito que as medidas têm de ser tomadas por todos os governos (federal, estadual e municipal), empresas e entidades e cada munícipe morador de São Paulo.

 

 

Gilberto Natalini, médico e vereador (PSDB-SP) natalini@natalini.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RECADO AO REFEITO

 

O que mais precisa acontecer para que o nosso bom prefeito se conscientize do quanto é necessária uma limpeza nos bueiros da nossa capital? Seria pedir muito que também passe a educar nosso povo, via mídia em geral, para que comece a cuidar melhor da nossa cidade?

 

 

Lili Averbach reginalili@yahoo.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PESQUISA

 

Pelo terceiro ano seguido, pesquisa feita com o povo paulistano aponta, sem nenhuma surpresa, a casa dos vereadores (Câmara municipal de São Paulo) como a instituição que tem o menor índice de confiança da população, com 36%, ante o Corpo de Bombeiros, que ostenta merecidamente o primeiro lugar na opinião do povo paulistano, com 94%. Por que será que o povo não confia na classe política da capital de São Paulo? Qual dos vereadores estaria disposto explicar essa constatação visível aos olhos de todos os que querem ver e não se conformam com o procedimento desses políticos?

 

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FALSIDADE

Gilberto Kassab (DEM) reduziu 18 metas, com certeza para garantir caixa para pagar seu salário e da corja de traíras dos vereadores que elegemos. Vamos prestar bastante atenção nos atuais nomes, que se recandidatarão ao cargo nas próximas eleições, para bani-los.

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A POPULAÇÃO NÃO TEM VEZ MESMO!

A CET cria 108 vagas do lado dos pássaros e do lado dos índios e os comerciantes continuam a ver seus clientes apenas passarem em frente das lojas, porque não há com estacionar.

Na Alameda Maracatins, que tem o maior comércio do bairro, por exemplo, está impossível fazer alguma compra, mais de 30 lojas estão em processo de fechamento ou fecharam.

Sou moradora deste bairro há 39 anos, faço parte da comissão de comerciantes e moradores junto à associação do bairro contra essa atitude da CET, afinal, nós também fomos afetados. O povo de Moema faz praticamente todas as suas comprar no bairro e agora não temos onde parar, além da velocidade absurda dos carros, após as modificações e ameaças de construção de ciclovias.

Por favor, até quando a população será esmagada por interesses financeiros do município baseados em pareceres fantasmas?!

 

 

 

Rosangela Lurbe rlurbe@yahoo.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ZONA AZUL EM MOEMA

A CET recria 108 vagas de Zona Azul em Moema. Só a imbecilidade de um prefeito e seu secretário de Transportes poderia ter acabado com os milhares de vagas de Zona Azul que existiam no bairro. Segundo a reportagem do Estadão, já fecharam mais de 30 lojas e muito mais vão fechar. Corrupção tem limite (100% do valor), burrice não.

Ronaldo José Neves de Carvalho rone@roneadm.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É SÓ PAGAR...

Com relação à noticia do Estadão de ontem, "CET recria 108 vagas de Zona Azul em Moema", sinceramente gostaria de entender uma coisa. Para mim é claro que uma rua, ou sua metade, quando é proibido estacionar, é porque o estacionar de veículos atrapalha a circulação dos outros veículos. Ocorre que magicamente, de uma hora para outra, trocam-se as placas e a partir do momento em que se paga a Zona Azul os veículos não mais atrapalham a circulação, e podem estacionar. É realmente um milagre!

Pudessem esses senhores do trânsito, com seu poder mágico, resolver os problemas do trânsito dessa maneira.

Pobre cidade desamparada!

 

Mohamed Abdalla Kilsan kilsanabdalla@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RESGATANDO OS SUBPREFEITOS

Sensacional a portaria do prefeito Gilberto Kassab determinando que os subprefeitos percorram, a pé ou de carro, 5 quilômetros por dia. Acredito que a população paulistana de maneira em geral vai ganhar com esta iniciativa, porque é este o real papel que os subprefeitos devem desempenhar: fiscalizar serviços, como o de limpeza urbana e conversar com a população. Mais genial ainda é o relatório semanal que devem publicar na internet.

Aliana Cândida Silva alianacandida@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CASO DE POLÍCIA

 

Venho denunciar a caótica situação das Unidades de Saúde na zona leste da capital de São Paulo. Para se preservarem, o prefeito Kassab e o governador Geraldo Alckmin não se expõem e sempre colocam os secretários de Saúde no sentido de aliviar as denúncias. O que trago aqui é verdadeiramente casos de polícia. Refiro-me ao Hospital de Cidade Tiradentes (com médicos e profissionais insuficientes para atender à demanda local). Outro caso gravíssimo é o sucateamento da Casa SER Dorinha, localizada na Av. Guilherme de Abreu Sodré, 485 - Cohab Prestes Maia, próximo à Cidade Tiradentes. Este equipamento vem diminuindo sensivelmente o número de atendimentos em suas especialidades (atenção primária à saúda da mulher). Temos dados comparativos que são os mesmos que a direção tem e ficamos abismados com os números. Está quase fechando. Vamos continuar lutando pela saúde pública e de qualidade. Exigimos melhorias já!

 

 

Beto Custódio, professor, morador em Guaianases betocustodio@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

A CHINATOWN PAULISTANA

 

Gosto muito do bairro da Liberdade, mas acho que ele não está sendo devidamente valorizado pelo poder público. Nesse sentido, gostaria de sugerir um projeto de revitalização do bairro que seria muito útil para o desenvolvimento do turismo em São Paulo e para a recuperação do centro da cidade. Essa revitalização englobaria:

1) Proibição dos carros no bairro, transformando todas as suas vias em ruas de pedestres. Isso melhoraria muito a qualidade de vida no bairro e seria muito bom para o comércio.

2) Renomeação das ruas com nomes relacionados à cultura asiática, como nomes de países asiáticos, de personalidades asiáticas, de valores asiáticos (Rua da Harmonia, Rua do Ccrisântemo, Rua do Grou), etc.

3) Arborização do bairro com plantas de origem asiática, como cerejeiras, salgueiros, laranjeiras, limoeiros, macieiras, amoreiras, plátanos, mangueiras, jaqueiras, etc. Isso daria um ar ainda mais oriental ao bairro, o que seria interessante para o turismo e para a identidade do bairro e da cidade.

4) Estímulo para que os consulados de países asiáticos se transfiram para o bairro. Isso seria interessante para o turismo, pois viraria uma atração turística do bairro.

 

Erico Tachizawa ericotachizawa@ig.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CRÍTICA SEM RACIOCÍNIO

Pelo visto, o prefeito Kassab é obrigado a aumentar o número de famílias beneficiadas pelo programa de urbanização de favelas, como se as favelas continuassem a se multiplicar no espaço urbano da capital. Depois que a Prefeitura e o governo do estadual trabalham em parceria, o número de famílias tem-se reduzido e não estão surgindo novas favelas. No entanto, os críticos do prefeito não raciocinam com dados da realidade.

 

Andrea C. Carvalho spdeiacarvalho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AGUARDAR O MESMO EM SÃO PAULO?

 

Consideradas as características geológicas análogas entre as regiões serranas do litoral do Rio de Janeiro e as do litoral norte de São Paulo, infelizmente a ocorrência de uma catástrofe ecológica nesse sítio do Estado de São Paulo pode ser questão de tempo. Segundo o Estado, no ano passado foram mapeadas 180 novas construções irregulares na área, especialmente nas praias de Juqueí, Maresias, Camburi e Barra do Sahi. Vamos aguardar a implacabilidade da natureza ou o governador Geraldo Alckmin determinará a tomada de todas as providências necessárias, a tempo e modo?

 

 

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DESPERDÍCIO DE ÁGUA

A coluna escrita pelo jornalista Celso Ming, com colaboração de Isadora Perón, "Cano Furado" (22/1), toca num tema de extrema importância para o desenvolvimento econômico e social do País, mas que ainda ocupa um espaço tímido na agenda pública: o saneamento básico.

Experiências bem-sucedidas aqui mesmo, no Brasil, mostram que as perdas de água podem, sim, ser minoradas, por meio de uma gestão eficiente e investimentos em tecnologia. O exemplo vem do município de Limeira (SP), que hoje opera com perda de 16%, a menor do Brasil.

Assim, importante seria que os responsáveis pela matéria fizessem contato com a Empresa de Limeira que tem dado bons exemplos de como deve tratar esse "bem" tão precioso.

Mauro Avair Pilon mauroavairpilon8@gmail.com

Limeira

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A CIDADE DE SANTOS AGONIZA

 

Depois de passar mais de 30 anos morando fora da nossa cidade, eu retorno e nestes últimos dois anos venho assistindo à degradação rápida da qualidade de vida da Terra da Liberdade e da Caridade. E o que é pior, com a conivência das autoridades (prefeitos, vereadores, Ministério Público), dos técnicos especializados (engenheiros, arquitetos, médicos, advogados, etc.) e com a passividade dos próprios santistas, que parecem estar num estado letárgico ou lisérgico assistindo a tudo sem que se faça nada para mitigar os efeitos nocivos da verticalização desordenada que vem ocorrendo em Santos.

Muita coisa se ouve a respeito dos políticos encarregados da aprovação das leis que orientam as edificações, mas nada se prova, como também não dá para acreditar que eles não se movam ou não se comovam com a situação. Onde está o Ministério Público, que pela Constituição não se pode omitir e deve zelar pela manutenção das boas condições ambientais? E os nossos técnicos, engenheiros, arquitetos, nossos professores das escolas e universidades? Os médicos? Será que estão esperando os futuros pacientes com problemas respiratórios, alérgicos, auditivos, neuróticos, etc.?

Quando transitamos pela cidade deparamos com o absurdo de ver prédios ou torres esbeltíssimas sendo construídos quase colados e sufocando as edificações vizinhas, tornando-as insalubres pelo bloqueio da luminosidade. Quem chega por último tem o direito de prejudicar quem mora de maneira decente e com qualidade. Essas construções são executadas quase nos limites das suas divisas, quase sem recuo frontal e próximas do alinhamento dos muros das calçadas. São executadas ainda sem a preocupação de substituir as árvores e plantas existentes nos quintais das casas que são derrubadas para dar lugar a esses monstros de concreto; são construídas sem se preocupar com os idosos que as habitarão e não encontrarão um jardim, um lugar para circular e andar com suas cadeiras de rodas ou mesmo com os acompanhantes que os atendem na velhice; o mesmo problema encontrarão as crianças, que serão obrigadas a andar de bicicleta dentro dos apartamentos ou pedir que os pais construam um playground dentro deles. E por falar em apertamentos, como são as áreas dos novos apartamentos? São verdadeiros cubículos: cozinha e área de serviço conjugadas, salas exíguas, quartos em que só cabem as camas. Por fora bela viola, por dentro pão bolorento. No papel é muito bonito, sim, até porque ninguém é obrigado a entender de espaço, porque ninguém nasce arquiteto ou engenheiro, mas depois de entrar pra morar é que se vê o mico comprado. Parece que na prefeitura de Santos os seus arquitetos e engenheiros ainda não perceberam nem alertaram o prefeito, que, para meu espanto, também é engenheiro. E a nossa Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Santos? O Crea? Será que o Ministério Público só se mexe quando alguém faz uma denúncia formal, e não pode agir preventivamente? Onde estão os ambientalistas da cidade?

Estão ainda aumentando a altura do paredão existente na orla praiana e que tornará o centro e os bairros internos verdadeiros caldeirões. E mais ainda, estão sendo construídos verdadeiros corredores de edifícios altíssimos, que tornarão a nossa cidade sombria, abafada, barulhenta, estéril e sem vegetação que amenize a perda de área livre. Isto tornará a nossa cidade um verdadeiro tormento e a qualidade de vida será baixíssima em pouco tempo. Hoje, pra ver a Lua e as estrelas, temos de quase ficar deitados ou olhar perpendicularmente ao solo. É intenção receber mais moradores forasteiros, mas para tanto não estão aumentando as nossas redes de saneamento básico. Todos têm carro e a nossa malha viária ainda é a mesma. Nossos filhos, netos e as próximas gerações sofrerão todo esse impacto ambiental. Quem está permitindo e patrocinando esse descalabro e deixando esse passivo ambiental absurdo para os nossos filhos não tem compromisso nenhum com a nossa cidade.

O conceito de desenvolvimento sustentável ou sustentado já caiu por terra há muito tempo aqui, em Santos: a utilização dos recursos naturais de forma equilibrada para que as gerações futuras possam utilizá-los, também. Sim, porque a luz do Sol, o luar, o ar puro, o silêncio são bens naturais que todos têm direito de usufruir e dentro em pouco nem a isso, que é ainda é de graça, teremos mais direito aqui.

Conclamo todos os cidadãos de bem, santistas de verdade, a se unirem para que a nossa cidade seja salva. Ainda há tempo, mas não muito.

 

Carlos Roberto Brasilício, engenheiro crbrasilis@hotmail.com

Santos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

___________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAR PEQUENO

Iguape, cidade histórica da baixada do Ribeira, pede socorro urgente à imprensa e aos órgãos competentes dos governos federal e estadual, para que salvem a parte lagunar do Mar Pequeno, que está sendo fechado pela vegetação daninha, com focos de mosquitos, sem a devida providência desta administração municipal, que justifica pela severa intervenção do Ibama. É possível?

Antonio Rochael Jr. antoniorochael@gmail.com

Iguape

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.