Cartas - 25/02/2012

PSD

O Estado de S.Paulo

25 Fevereiro 2012 | 03h06

Cresça e apareça

Certíssimos estão os oito partidos que se mobilizaram perante o TSE para impedir que o PSD, recém-criado, tenha acesso às verbas do Fundo Partidário e a tempo no horário eleitoral gratuito de rádio e TV proporcional à sua bancada na Câmara dos Deputados. Ao escolher seu candidato, o eleitor o faz sob a perspectiva do partido ao qual o postulante ao cargo público é filiado. Simpatias à parte, dependendo da agremiação partidária em que milita o candidato, nele o eleitor não votará. Imagine-se um eleitor identificado com os valores consagrados da democracia liberal vendo o político em quem confiava filiar-se a uma sigla que defenda os ideais marxistas-leninistas. Faz algum sentido persistir votando nessa pessoa? Aliás, no dia do pleito muitos nem sequer escolhem um nome específico de sua preferência, votam simplesmente na legenda e ponto final. A regra é o eleito valer-se da soma dos votos dados à sua sigla, contabilizando-os como "dele" e, de igual forma, os sufrágios conferidos a candidatos menos votados de seu partido ou coligação. Sem os votos no partido somente uns poucos têm cacife para se eleger. Por esses e outros motivos, não há hipótese de dissociar a figura do eleito do ente partidário sob cuja bandeira se elegeu o candidato. Se depois de eleito, e por conveniência pessoal (ou mero oportunismo), o parlamentar abandonar o partido pelo qual foi vitorioso - e pior, sem consultar quem o elegeu, caso dos 47 parlamentares do PSD na Câmara -, que arque com o ônus dessa decisão. Um partido que nasceu sem dizer ao eleitor se é de centro, de direita ou de esquerda e acha que tem capacidade de sensibilizar o eleitor, que mostre a que veio, comece do zero e tenha muito boa sorte.

SILVIO NATAL

silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

________

ELEIÇÃO MUNICIPAL

O vai da valsa

Tempos atrás, a expressão vai da valsa era muito utilizada para definir uma pessoa que muda feito biruta de aeroporto, procurando estar sempre a favor do vento. E é o caso do prefeito de São Paulo, que desde priscas eras procura sempre estar ao lado do partido da situação e em período pré-eleitoral age como uma biruta, tentando acertar no vencedor. Ante a recusa inicial de José Serra de ser candidato, correu a procurar Lula, fez um acordo com ele e ofereceu uma área municipal de 4.400 m2 recém-desapropriada para que instale ali o "Instituto Lula", mas, matreiro, encaminhou o competente projeto à Câmara Municipal, onde conta com uma maioria servil. Com a dúvida de Serra, se compete ou não, voltou para o tucano e avisou ao PT que deve lealdade a Serra, apesar de essa atitude atrasar o projeto nacional do PSD. Mas se Serra desistir, voltará para o PT. Para amarrar ainda mais seu projeto exclusivamente particular, aproveitou o carnaval e foi adular o governador de Pernambuco (PSB) e passou por Brasília para solicitar a necessária aceitação da presidente Dilma Rousseff. Está se movimentando mais que sambista no sambódromo. E a cidade que se vire.

GILBERTO PACINI

benetazzos@bol.com.br

São Paulo

________

Trava-língua

Cá já se sabe quem o Kassab é.

MARA FONSECA CHIARELLI

mara.chiarelli@ig.com.br

Mogi-Guaçu

________

Confusão

Sou paulista, paulistano e também tucano. Paulistano que ama sua terra não vota em Serra. É um desagregador e só causa confusões nas hostes tucanas.

HANS DIETER GRANDBERG

h.d.grandberg@terra.com.br

Guarujá

________

Fogo amigo

Os partidários do PSDB que têm feito comentários desabonadores a respeito desse interesse de última hora de Serra em disputar a Prefeitura paulistana deviam parar um pouco para pensar no que significa para o partido a entrada de um nome realmente competitivo, e já testado em eleições anteriores, nessa disputa em que o PT porá todas as suas fichas, e Lula colocará a voz que sua garganta lhe permitir, para conseguir essa que é a joia da coroa, a prefeitura mais importante do Brasil. Disputas internas e fogo amigo só favorecem o adversário. Vencer essa eleição pode ser o reerguimento do PSDB. Perdê-la será um passo largo na direção de entregar o Estado de São Paulo aos petistas.

RONALDO GOMES FERRAZ

ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

________

Chapa puro-sangue

Com José Serra para prefeito da cidade de São Paulo e Andrea Matarazzo como vice, o PSDB sairia fortalecido e a cidade estaria sendo administrada por políticos competentes. Caso contrário, o cidadão paulistano corre o risco de ter um prefeito incompetente e habilmente construído por um bom marqueteiro.

JOSÉ MILLEI

j.millei@hotmail.com

São Paulo

________

Preferência

O PT prefere José Serra na disputa em São Paulo. Mas para derrotar o PT na eleição na capital paulista qualquer candidato serve.

VIRGÍLIO MELHADO PASSONI

mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

________

ADMINISTRAÇÃO KASSAB

Enchentes e carnaval

Depois do infeliz episódio na apuração do carnaval paulistano no sambódromo, a Prefeitura informa que vai punir quem não agir de acordo com as regras estabelecidas e também que não dará verba (R$ 700 mil) às escolas de samba que cometerem faltas. Então, pensei: tomara que nenhuma delas cumpra as regras e aí, quem sabe, a Prefeitura se sensibilize com o problema das enchentes em São Paulo nos meses de janeiro, fevereiro e março. Com esse dinheiro, que vira milhões, poderá começar a melhorar a situação. Tenho 60 anos, moro em São Paulo desde os 12 e todo ano é a mesma coisa: carnaval e enchentes (na mesma época). Por que não pensam em fazer um carnaval como na Bahia, que é livre e mais barato, e resolver de uma vez o problema das enchentes?!

INEZ MARIZA

inezmariza@hotmail.com

São Paulo

________

Samba...

O que aconteceu na apuração dos resultados das escolas de samba de São Paulo é o retrato do Brasil: falta de seriedade, bagunça, malandragem, certeza da impunidade. Não é de surpreender. Afinal, tudo acaba em samba...

LUCIANO HARARY

lharary@hotmail.com

São Paulo

________

"O apoio de Gilberto Kassab a um candidato é muito bom para os outros"

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, A ELEIÇÃO MUNICIPAL

rtwiaschor@uol.com.br

"Parabéns, PT e PSDB. Vão ter de engolir um tremendo sapo, ou melhor, um camaleão bem gordo"

JORGE ZAVEN KURKDJIAN / SÃO PAULO, IDEM

zavida@uol.com.br

_______

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TEMA DO DIA

José Serra sonda PPS sobre possível aliança

Ex-governador ainda estuda candidatura em São Paulo, mas já corteja o tradicional aliado

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.484

"Os peessedebistas estão mesmo falando sério? Deixaram de falar entre si e estão falando para atingir os eleitores?"

ANTÔNIO GONÇALVES CANEIRO

"Este senhor deveria tirar férias permanentes e deixar o povo brasileiro em paz."

EDUARDO MURAKAMI

"Serra é imbatível em SP. Não apenas pela ótima administração e seriedade, mas porque os paulistas estão vacinados."

NIKACIO LEMOS

________

 

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

BADERNA NO CARNAVAL

Integrantes de pelo menos quatro escolas planejaram o tumulto da apuração das notas do carnaval paulistano terça-feira (21) no Anhembi. É o que afirma a Polícia Civil, com base em imagens de emissoras de TV gravadas momentos antes da baderna que terminou com as notas rasgadas. Além das duas pessoas presas até agora, seis são investigadas. Lamentável em todos os quesitos. E agora, Kassab, quem vai punir quem? Isso é muito sério e não podemos ficar só olhando esses marginais, independentemente do cargo ou do título que eles tenham, se acharem os gênios e senhores da verdade. Respeitar os concorrentes era o mínimo que esses cavalheiros deveriam ter feito.

Antonio Jose G. Marques a.jose@uol.com.br

Rio de Janeiro

_______

FAXINA

Ficha Limpa também para os dirigentes das escolas de samba, presidentes de ligas carnavalescas, diretores, sambistas, passistas, compositores, componentes... Ficha Limpa para tudo e todos no Brasil. Vamos pressionar e acuar até varrer o máximo possível da bandidagem do solo nacional e apostar em novos tempos e nova imagem para este país. Basta de ladroagem, corrupção, pouca vergonha, desrespeito!

Doca Ramos Mello ddramosmello@uol.com.br

São Sebastião

_______

NOTA ZERO!

Após um ano de trabalho, dedicação e ensaios, a terça-feira gorda virou quarta-feira de cinzas. No final, o samba de Sampa perdeu o ritmo, atravessou e desafinou na apuração. Nota zero!

J. S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

_______

CINZAS

Na tela da TV, em frente à Rede Globo, a gente faz papel de bobo! Se o Sr. Kassab investisse os carnavalescos R$ 23 milhões em educação, as escolas, que não as de samba, agradeceriam. Panis et Circensis!

 

Gilberto Martins Costa Filho marcophil@uol.com.br

Santos

_______

NO LUCRO

Gostaria de saber quem saiu ganhando com essa confusão armada na apuração do Carnaval Paulista, pois perdendo saiu os contribuintes que arcaram com R$ 700 mil para cada escola, o governo que mostrou incapacidade de gerir um grande evento e a Nação que mostrou ao mundo seu despreparo cultural e educacional, além da violência e falta de moral. O mínimo que podemos esperar é que a Liga das Escolas de Samba façam cumprir o regulamento e puna com severidade as escolas envolvidas nesse escândalo e, que a Prefeitura corte as verbas destinadas a esse evento, que totalizam dezenas de milhões de reais, e aplicá-las com eficácia no combate e prevenção de enchentes... Se assim for, sairemos todos ganhando! Caso contrário, vamos precisar formar e preparar novos gestores públicos que, além da capacidade técnica tenha bons princípios e moral inabalável para fazer as mudanças que o povo tanto espera!

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

_______

 

VANDALISMO

Vídeo exclusivo do canal RedeTV mostra o momento em que torcedores de escola de samba Gaviões da Fiel lançam objetos incendiários em carro alegórico que estava no sambódromo paulista. Isso aconteceu após a interrupção da apuração, com invasão do local e vandalismo. A Liga das Escolas de Samba alega que vai esperar a polícia concluir o inquérito para definir o que fará. Já o prefeito Gilberto Kassab disse que a administração será implacável com escolas que tiverem diretores envolvidos no episódio. Mas o incêndio provocado por integrantes da Gaviões da Fiel está demonstrado por imagens inequívocas que demonstram a raiva daqueles que davam como certa a vitória de sua escola pelo simples fato de seu enredo prestar homenagem a Lula. A soma de torcida de escola de samba com torcida de time de futebol acrescida de torcida de militância política só pode ter como resultado este a que assistimos: vandalismo explícito! A polícia paulistana que se prepare nesta campanha eleitoral, pois teremos muitos fatos como este a lamentar! É o kit PT que já conhecemos bem de "outros carnavais"...

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

_______

DESCLASSIFICADOS

O pessoal da Gaviões da Fiel que está trabalhando nos bastidores para melar a desclassificação da escola, por causa da sua participação nos atos criminosos durante a apuração do resultado do desfile das escolas de samba deste ano, deveria estar mais preocupado com outra desclassificação muito mais importante que poderá acontecer nos próximos dias, já que castigo anda a cavalo, como se dizia antigamente. Afinal, a Libertadores está aí mesmo para isso.

Luiz Rapio lrapio@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

_______

PASSEIO NO CÓDIGO PENAL

Que a Prefeitura e uma grande emissora de TV têm cor de camisa isso todo mundo sabe. Agora resta saber se o Ministério Público Estadual também tem, porque as cenas desta semana comprovam quem fez e o que fez a Gaviões da Fiel. Foi um verdadeiro passeio no código Penal. Nenhum promotor vai pedir sua extinção, tal qual fez e muito bem com outras torcidas organizadas?

Sérgio Roberto da Costa sergiorobertocosta@ig.com.br

São Paulo

_______

QUE SE CUMPRA A LEI

Pelo regulamento da Liga das Escolas de Samba e pela gravidade dos acontecimentos o mínimo que o povo brasileiro espera é que sejam banidas do carnaval as escolas Gaviões da Fiel e Império da Casa Verde. Para que tenhamos maior civilidade nos futuros carnavais é necessário que se cumpra a lei com rigor.

José Carlos Costa policaio@gmail.com

São Paulo

_______

BADERNA

Assisti ao vídeo de quando incendiaram os carros alegóricos em São Paulo e iniciaram a baderna - vários integrantes da Escola dos Gaviões, portanto, a mesma técnica usada pelos salvadores da pátria em 64 - baderna com bombas molotov - e ninguém vai para um desfile carnavalesco com bombas molotv. É fácil e elementar deduzir-se de onde partiram as ordens para serem executadas tais badernas e provocar pânico.

João Roberto Gullino jrgullino@oi.com.br

Petrópolis (RJ)

_______

 

O FRACASSO DISFARÇADO

O tumulto ocorrido na apuração das escolas de samba encobriu um fato importante: o objetivo da Gaviões da Fiel de beatificar a figura de Lula deu com os burros n'água, ficando em pífio nono lugar. Frustrados, essa mistura de torcida organizada e militância política ajudou a protagonizar um dos mais vergonhosos e lamentáveis episódios na história do carnaval de São Paulo, senão o pior! Com isso o fracasso da fisiológica escola de samba Gaviões da Fiel e seu enredo marqueteado e direcionado ao público para causar impacto neste período eleitoral ficou devidamente disfarçado e superado pelo elemento surpresa e espanto com todo esse vandalismo, produto de delinquência e politicagem. Pois é, fazer filme e enredo de escola de samba nem sempre é garantia de sucesso e o tiro pode sair pela culatra.

Eliana França Leme efleme@terra.com.br

São Paulo

_______

 

OLHO GORDO

Tem muita gente que acha o Sr. Lula um tremendo pé frio, pois eu acho que ele é um tremendo de um Seca Pimenteira. Vá ter olho gordo lá em Garanhuns.

Sérgio Barbosa sergiobarbosa@megasinal.com.br

Batatais

_______

HONORIS CAUSA CARNAVALESCO

Nunca antes na história desse país um homenageado por uma escola de samba foi tão bem representado do começo ao fim através de notável exibição de tudo que ele evidenciou na sua vida pública. O fato demonstra a frustrante degradação moral da nação e que o "homenageado" sempre primou por exaltar e incutir nos seus seguidores. Quanto à baderna e incitação à violência; depredação; etc., não há justificativas para aquilo que felizmente não se transformou em tragédia maior. Fatos estes documentados pela TV e transmitidos ao mundo para vergonha de quem ainda tem vergonha na cara neste país. Quanto ao regulamento dessa dita "manifestação popular"; ou melhor- "pão e circo" aos ignorantes por opção (desfile carnavalesco, custeado pelo erário); que seja cumprido à risca, tal qual foi no passado banindo a escola Independente, formada por delinquentes e iletrados (ou manos como dizem os apedeutas) torcedores do São Paulo FC que promoveram acontecimentos similares. A ignorância não deve colocar em risco a integridade de ninguém, e as manifestações em contrário à punibilidade, fortificam a imoralidade de uma terra de ninguém (a de Lula) e quem perderá serão as festas populares; ou a sociedade aguardará que se repita tal selvageria e alguém morra ou fique aleijado para retomar a discussão sobre essa delinquência que são as torcidas organizadas? Imaginem na Copa e com bebidas nos estádios...

Oswaldo Colombo Filho colomboconsult@gmail.com

São Paulo

_______

 

CADA UM TEM O LUIZ QUE SEU CARÁTER RECONHECE

Neste carnaval vimos a rigor, duas demonstrações à altura dos homenageados escolhidos por duas escolas de samba: o brasileiríssimo Luiz Gonzaga, rei do baião pela Unidos da Tijuca; e pela Gaviões da Fiel, que louvou do começo ao fim o rei do mensalão - Luiz Inácio Lulla da Silva. Na verdade cada escola escolheu o "Luiz" que fosse mais apto ao seu caráter. Venceu o bem.

Antonio B.Oliveira aoaboliveira@gmail.com

São Paulo

 

_______

 

HOMENAGEM

Tá aí! Como dizia o bardo inglês "bem está o que bem acaba", os briosos torcedores corintianos e seu braço carnavalesco deram o último retoque à homenagem ao seu sr. Luís Inácio, no epílogo da apuração. A homenagem certa no melhor figurino do homenageado certo. Parabéns aos corintianos e ao eminente corintiano. Tudo a ver!

Alexandre de Macedo Marques ammarques@uol.com.br

São Paulo

_______

COISA FEIA

Apesar da enorme torcida de alguns jornais pela Gaviões da Fiel, era evidente que tamanho mau gosto, do tema às fantasias, não poderia ganhar. Francamente, a coisa toda era muito, muito feia!

M. Cristina R. Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

_______

 

BOMBEIROS PRESENTES

No desfile da Gaviões, o enredo da Fiel-Lula, em vez de lança perfume, lançou chamas!

Mara Fonseca Chiarelli mara.chiarelli@ig.com.br

Mogi Guaçu

_______

 

CARNAVAL E PROPAGANDA POLÍTICA

Nunca antes na estória do carnaval paulista tivemos a alegria do povo misturada com propaganda política enganosa.

Vagner Ricciardi vbricci@estadao.com.br

São Paulo

_______

REBAIXAMENTO

Levaram o Lulla prá avenida. A política continua na sarjeta.

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

_______

DEU NO QUE DEU

Tumulto na apuração do carnaval paulistano. Parece que alguns integrantes da escola que este ano prestava homenagem o "Deus Sol" não esperavam a "lavada" na classificação e partiram para o vandalismo. Assim como no fracassado do filme com a biografia fabricada para o "cara", tentaram fabricar um super homem, na avenida do samba. Não deu. Ou melhor, deu no que deu.

Éllis A. Oliveira elliscnh@estadao.com.br

Cunha

_______

BÁRBAROS

No jogo de quarta-feira, 22/2, entre Corinthians e Portuguesa, tivemos um lance de penalidade máximas é evidente para a Portuguesa, não marcado e o segundo gol do Corinthians em lance de claríssimo impedimento. Toda a mídia, inclusive o Estadão nada ou pouco falou sobre isso. Estão os vândalos que integram a denominada Gaviões aprontam porque sabem que todos defendem o Corinthians. Eles sabem que não serão punidos e aí, barbarizam... Está na hora da mídia se mostrar responsável e clamar por punição severa para esta torcida e parar de proteger o Corinthians, apenas para vender mais, não acredito que empresas sérias queiram ter seu nome sempre ligados a escândalos e vandalismo.

José Renato Nascimento jrnasc@gmail.com

São Paulo

_______

SEM GRAÇA

O carnaval brasileiro para o resto do mundo é festa, é muita comemoração. Em cidades menores de vários Estados há festa com a participação popular, tanto em relação aos blocos como também outras formas de manifestações. Mas em São Paulo, na apuração dos votos para definir a Escola de Samba campeã, surgem incidentes que tiram toda a graça do desfile. E de todo o trabalho de longos meses. Esta é uma questão que deveria merecer a atenção dos participantes desses Desfiles, que precisam aproveitar aqueles momentos para mostrar a competência na organização, na criatividade, no entusiasmo pelo tempo que passam nas passarelas. E os resultados, sejam quais forem os vencedores, devem ser comemorados com muita música. E muita confraternização. E muito preparo para o ano seguinte. Sem brigas, sem ameaças. Afinal é preciso confirmar que o carnaval é alegria.

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

_______

FESTA DETURPADA

Da mesma maneira que muitos gostam do Carnaval, brincam e se diverte de maneira civilizada, educada e sempre respeitando o seu próximo: - eu não gosto e não participo. Porém, respeito o direito dos que gostam, e não concordo com comportamento impróprio demonstrado pelas escolas de Samba: Império da Casa Verde e da Gaviões da Fiel, que parece ter entrado nessa brincadeira apenas para fazer titicas na cabeça dos outros. O castigo ideal pela falta tão grave deverá ser suas exclusões definitivas nas participações festivas carnavalescas. Nesse meio não há lugar para quem não seja civilizado.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

_______

POVO MOBILIZADO

Ao contrário do resto da América Latina, a independência do Brasil nasceu de um acordo familiar da Corte portuguesa. D. João VI, refugiado no Brasil por conta da invasão napoleônica em Portugal, criou o Reino Unido do Brasil, Portugal e Algarves, e no momento de seu retorno a Portugal, depois da derrota de Napoleão na Rússia, chamou seu filho primogênito e sucessor Pedro, dizendo: "Tu ficas,proclamas a independência do Brasil de Portugal e Algarves, te tornas seu primeiro imperador, e quando eu morrer, retornas a Portugal para suceder-me, e tudo fica em família". A libertação dos escravos foi um ato imperial da neta de D. João VI. A República nasceu de um golpe militar. Assim, o povo brasileiro nunca precisou se organizar, mobilizar e lutar para nada. Tudo veio de cima para baixo. Isso transformou o povo num povo reclamão, rabugento, mas inorganizável, imobilizável e totalmente passivo e pacífico. Prefere sofrer calado. Duas coisas mobilizam o povo brasileiro: carnaval e futebol.

Carlos Yoshikazu Takaoka cy.takaoka@hotmail.com

São Paulo

_______

MOCIDADE ALEGRE, A MORADA DO SAMBA

Mocidade Alegre, o pedacinho doce do Limão. É uma das grandes escolas de samba do Brasil. O povo paulista a merece e agradece. Juarez da Cruz seu fundador deixou o legado a sua sobrinha Solange Bechara, que está sabendo conduzir com muita competência. Parabéns pela conquista do oitavo caneco. Participei orgulhosamente por dez anos, como integrante da bateria e no último, em 1980, fomos campeões pela quarta vez. O palco em São Paulo no Anhembi, têm se encantado com as apresentações de todas as escolas de samba. Nada se fará para desmerecer este grandioso espetáculo.

Rubens Q. M. Costa rubensquintao@hotmail.com

Santos

_______

CARNAVAIS

É certo que sem estar dopado de alguma forma não dá para aguentar. A bem da verdade nunca deu, mas hoje especialmente e raros os que não fazem. Antes era à custa de uma pinguinha bruta ou um rum com coca, ou até lança-perfume, que hoje parecem brinquedos inocentes. E disso os jovens atuais parecem ter ciência, não consciência. Daí apelarem para drogas cada vez mais pesadas quanto perigosas. As cervejinhas - que os artistas, despudoradamente e a troco de um gordo patrocínio estimulam, basta que lhes paguem - já não trazem o efeito esperado. E aí, em que pese as autoridades tentarem impedir que se alastrem no meio da juventude, cada vez mais se consome entre os mais jovens, inclusive meninas que já não tímidas ou reservadas quanto antes - equiparam-se aos rapazes... e esses que se cuidem! Seria para aguentar o "Mamãe eu quero mamar" ou "Me dá um dinheiro aí" de milhões de anos atrás (acabou-se a criatividade)? Ou então suportar o estrelismo das estrelas baianas com seus axés repetitivos que arrastam a pipocada inconsequentemente e livremente solta? Tem até bandas de forró que se atrevem animar o carnaval. É... Tem gosto pra tudo! Se pararmos e, sem estimulantes na cabeça, repararmos bem, até as maiores atrações do carnaval e do mundo que são os desfiles das escolas de samba do Rio e São Paulo já estão recebendo críticas, severas, de pessoas do próprio meio. Percebam que os carros continuam a quebrar nas avenidas, as baianas mal rodopiam, as coreografias das alas são repetitivas, sem inovações e apenas preenchendo espaços. Aos sambas falta-lhes poesia, inspiração, alma. Juntam-se um punhado de pseudosambistas e em quantidade (não qualidade) cada vez maior formam grupos que escolhem um tema e montam o "samba enredo" geralmente patrocinado. Uns já apelativos porquanto a política já se infiltrou e os carnavalescos direcionam os enredos à serviço desses que até então estão a dever, e muito, à Nação. Dessas mal sucedidas inspirações sai uma colcha de retalhos, sem melodia, sem sentimentos e apenas voltada para conveniências comerciais; samba mesmo não! Um bom enredo e que calharia bem seria "Apuração: Tumulto e vandalismo dos inconformados". Enfim, escolas que seriam uma força representativa da cultura da comunidade e realce de suas tradições, hoje, comercializadas, o que ainda as salva nos desfiles são o requinte, criatividade e arte dos carros alegóricos e os estrangeiros que, deslumbrados porque nunca viram antes, agora são em número cada vez maior. E a "festa" continua... Mantém-se!

José Hildeberto Jamacaru de Aquino hildebertoaquino@yahoo.com.br

Russas (CE)

_____

A PERFEIÇÃO DO ABSURDO

A Liesa está inovando no carnaval do Rio. Neste ano proibiram nota inferior a 9, antes era inferior a 7. Neste ritmo vão chegar à perfeição do absurdo, que é os jurados não poderem dar nota inferior a 10. Acho que não tem que ter limite para nota mínima. Sei que estabelecem isso em respeito e reconhecimento ao trabalho da escola, o esforço e dedicação dos seus componentes, que merecem o nosso reconhecimento. Temem que não tendo limite de nota mínima algum jurado vai dar zero? Não acredito. Nenhum jurado fará isso. A mudança desse ano foi um tiro no pé. Acho que deveriam deixar em aberto notas de zero a dez.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

_______

CARNAVAL X CONTRAVENÇÃO

Os nobres prefeito e governador do Rio declararam que as Escolas de Samba devem se desgrudar dos bicheiros, verdadeiros deuses das comunidades, onde compram a tudo e a todos. Acho quase impossível isso acontecer, pelo enraizamento dos componentes e sua dependência do famoso patrão. Essa cultura cresceu e se estabeleceu, claro, para lavar o dinheiro do bicho, e por tabela contentar as comunidades, que vivem de ilusão. Para o poder público acabar com isso, só com muito investimento, e erradicar esses contraventores da cidade é cortar seus tentáculos enormes que alcançam muita gente importante. Sem isso não será possível nunca.

Mustafa Baruki mustafa-baruki@bol.com.br

Belo Horizonte

_______

DESPREPARADOS

E o carnaval terminou. Sim, terminou em tese, pois ontem, hoje e domingo ainda teremos os blocos, desfiles das campeãs e outros blocos que encerram a maratona momesca. O que se pode dizer é que: faltaram banheiros nos locais de grandes aglomerações. Inexistiram, também, postos avançados de saúde para socorrer foliões. Existe muita falácia e pouca ação. Aqui, na Tijuca, utilizaram-se das vias públicas para faturarem com feijoadas sob a égide do poder público. O Ministério Público é um órgão omisso e ausente nas atuais situações. Só se fala na prisão dos mijões, mas não adequam os espaços públicos para que os foliões possam se sentir tranquilos e seguros. Enfim, é uma cidade maravilhosa para quem lucra com o descaso que o povo não merece.

Sebastião Paschoal s_paschoal@hotmail.com

Rio de Janeiro

_____

O SAMBA DO CRIOULO DOIDO

Parece piada, mas é a pura realidade. Uma emissora de televisão acostumada a produzir grandes novelas, apresenta um desfile de quinta de escolas de samba de primeira categoria. Como em uma novela, um desfile de escola de samba possui um enredo para ser respeitado. Não é possível que esta emissora de televisão apresente o primeiro carro alegórico, depois pule para o último, depois volte para o primeiro, depois volte de novo para o último, pule a apresentação de vários carros e de várias alas e espera que o telespectador entenda o enredo. Não satisfeita com a desorganização, instala seu QG na dispersão e deixa seus entrevistados de costas para a passarela, assistindo ao desfile pela televisão. Não sabendo o que se passa na passarela informa ao telespectador que o primeiro carro alegórico do Salgueiro quebrou na entrada da avenida e que a escola deverá perder pontos. Mesmo depois de saber que havia dado informação errada, que não havia carro quebrado algum, mas sim um carro grande que para evitar riscos, resolveram terminar a instalação de duas peças laterais após a entrada na avenida, não retificaram e deixaram que o público e jurados fossem influenciados pela má informação. Como em uma novela, o enredo de uma escola de samba conta a história proposta por esta escola. Ora se você pula do primeiro capítulo para o último depois vai para o meio, você cria um samba do crioulo doido e deixa o telespectador desnorteado. Considerando mais ainda que esta transmissão vai para mais de 100 países, calcule a cabeça desses telespectadores? Esses apresentadores deveriam no mínimo ter lido o enredo de cada escola, para não perderem tempo contando estórias de outros carnavais e informando sobre a alegoria que ainda não apareceu.

Além de desinformar ainda ficaram atrapalhando o desfile com repórteres infiltrado no meio da escola. Para completar o samba do crioulo doido, o governador e o prefeito, vêm a público declarar que nos próximos anos não teremos mais banqueiros do bicho nas escolas. Que a partir de agora teremos somente profissionais nas escolas de samba. Ora, a quem esses pseudopolíticos querem enganar? Com que dinheiro esses políticos vão fazer o carnaval? Qual a maracutaia que está por trás? Se houver carnaval apenas por profissionais, governador e prefeito não poderão mais se intrometer no meio das escolas e tumultuarem o desfile. Tampouco emissoras de televisão poderão fazer publicidade de governador e prefeito, como se eles fossem algo importante em alguma escola de samba. A quem interessa saber a quantidade de pares de sapato, pago com o dinheiro do povo, que o prefeito usou no desfile? O que interessa saber é quando prefeitura e governo do estado colocarão segurança para evitar os penetras na área de desfile. Entre os penetras, incluem-se os repórteres atrapalhando o desfile e "otoridades" como prefeito, governador e familiares com crachás de aspones na passarela. O que interessa ainda é que acabe o monopólio de uma única emissora para transmitir o desfile, pois só assim os apresentadores se prepararão como em uma novela. Mas, com certeza, na hora que governantes entrarem nas escolas de samba, o carnaval estará acabado e teremos uma avalanche de corrupção. Senhor governador e senhor prefeito, vão para Brasília criar desfile de escolas de samba sem bicheiros e somente com os políticos íntegros que todos nós conhecemos. Aí, sim, teremos um carnaval com a mulher de um governante como rainha da bateria e as mães dos outros políticos na ala das baianas.

Antonio Antunes antonioantunes@uol.com.br

Rio de Janeiro

_______

AS FERIDAS ESTÃO ABERTAS

Passado o carnaval, é chegado a hora de recapitular o que aconteceu nestes dias que antecedeu a maior festa cultural do Brasil. Os brasileiros comuns, inclusive os que mais apreciam o carnaval trabalham normalmente até a sexta-feira, ás vezes até o sábado, e retomam o batente na quarta-feira de cinzas - uma labuta bem diferente da folga desavergonhada dos nossos parlamentares. Seja no congresso nacional, nas assembléias legislativas ou nas câmaras municipais, a folga carnavalesca começou na quarta-feira que antecedeu o carnaval, atravessa todo o período carnavalesco, atropela a quarta-feira de cinzas e só vai terminar na terça-feira pós-carnaval. Ou seja, depois de paralisar todas as funções, na quarta-feira por conta do carnaval, o Brasil começa a andar, logicamente depois das 12:00 horas, como reza a tradição. Mas a coisa não é bem assim, alguns vão dar uma esticadinha até a próxima semana. Muitos políticos também agradecem aos foliões carnavalescos. Graças a eles que fazem do carnaval brasileiro a maior e melhor festa de rua no globo (olha é no globo e não na globo), ao invés de ver dólares e reais nas cuecas e nas meias, o povo preferiu ver os requintes e atributos das passistas das escolas de samba. E olha que houve atributos na avenida para ninguém botar defeito. Já, o Brasil fica para depois do carnaval. Mas isso só não vale para Salvador e Recife onde sempre acaba acontecendo uma extensão da festa. Os intelectuais estão dormindo de toca, não criaram ainda o bolsa-carnaval porque será? Embora façam do bolsa-família um grande carnaval. Neste ano de 2012, a folga dos malandros do legislativo (federal, estadual e municipal) começou na quarta, dia 15, e deverá se estender até a terça, dia 28. Mais de dez dias seguidos sem trabalhar e sem deixar de receber os salários milionários, que são pagos em Brasília, nos Estados e nas Capitais e cidades de maior porte. O mais escandaloso de tudo isso, sem dúvida, é o que acontece na capital federal, onde os parlamentares batem o ponto (confirmam presença, melhor dizendo) no começo da manhã de quarta dia 15, minutos depois já estão no aeroporto, a caminho dos folguedos em seus currais eleitorais. Como procedem nossos senadores, deputados federais, deputados estaduais e vereadores? Com raríssima exceções, vivem agarrados ás tetas do executivo, quando não estão envolvidos em escandalosos assaltos ao dinheiro público. Oposição? Contam-se nos dedos os parlamentares onde haja uma ação oposicionista de verdade. O que prevalece é a sabujice, a subserviência, a impotência diante da força - e das verbas - dos palácios de governo. Mas viva o carnaval, e olha que esse ano vai até outubro por conta das eleições. Depois de "comer" tanta carne no carnaval vem a quaresma, o jejum da carne.

Turíbio Liberatto Gasparetto turibioliberatto@hotmail.com

São Caetano do Sul

_______

PROIBIDO

O Brasil somente começará a trilhar o longo e penoso caminho rumo à civilização quando surgir um líder com autoridade suficiente para, entre outras providencias, proibir terminantemente o carnaval em todo território nacional.

José Sebastião de Paiva j-paiva2@hotmail.com

São Paulo

_______

ALERTA AO STF

É preciso que o Supremo Tribunal Federal (STF) fique alerta, pois os acusados do famigerado mensalão pretendem contratar o "rasgador de votos das Escolas de Samba de São Paulo" para dilacerar as 69 mil páginas do processo.

José Marques seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

_______

DO CARNAVAL À REPÚBLICA DE MACUNAÍMA

Dona Dilma, terminou o carnaval, acredito que agora o ano vá realmente começar na República de Macunaíma. Por conseguinte, e após uma breve explanação, vou lhe fazer duas perguntas para as quais a sociedade exige e tem direito a respostas. Tudo começou há uma semana, após ter lido extensa reportagem na revista Veja (edição 2.256, 15/2), que relata a pouca vergonha nos fétidos porões do governo petista. Acredito que a sra. tenha lido, ou pelo menos sua assessoria tenha lhe informado, sobre a gravidade das denúncias nela contidas. A minha primeira pergunta é sobre o seu hoje ministro da Secretaria-Geral da Presidência. Por que Gilbertinho, quando chefe de gabinete de Luiz Inácio Lula da Silva, tinha tantos poderes, e continua tendo visto que hoje é seu ministro, a ponto de atender a vários pedidos sujos, inclusive o de uma prostituta, para que fosse reconduzido ao cargo de procurador-geral de Justiça do Distrito Federal, o promotor Leonardo Bandarra? Se a sra. disser que não sabia, tenho a obrigação de reconhecer no seu criador o melhor professor de mau-caratismo do mundo. Minha segunda pergunta se refere ao hoje ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) José Antonio Dias Toffoli. Ele vai continuar ministro, mesmo após ser do conhecimento da sociedade, pelo menos a que não usa jornal para outra finalidade, de que, quando ocupava o cargo de advogado-geral da União no governo de seu guru, trocava informações sujas e comprometedoras, em áudio e vídeo, sob os lençóis, com a Mata Hari tupiniquim, a fim de beneficiar o seu partido? "Presidenta", quebre essa corrente de corrupção que caracteriza seu partido, não seja cúmplice da desmoralização do País.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_______

TUDO COMO DANTES NO QUARTEL DE ABRANTES

As denúncias gravíssimas publicadas pela revista Veja na semana passada, envolvendo Gilberto Carvalho, ministro chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, José Antonio Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal, e uma advogada periguete, que, em troca de favores sexuais, tinha seus pedidos atendidos pelos atuais ministros, vão simplesmente ser abafadas e cair no esquecimento? Onde está o Ministério Público, onde está a Polícia Federal, que foi quem primeiramente gravou o depoimento da advogada trambiqueira e o esqueceu numa providencial gaveta?

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

_______

PUNIÇÃO

A pior coisa para o desenvolvimento de uma Nação é a corrupção, principalmente quando existe a impunidade.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

______

GOVERNABILIDADE OU CABEÇA BAIXA

Em nome da governabilidade a presidente entrega seus Ministérios para vários partidos políticos em troca de apoio irrestrito na hora das votações. Surgem então duas sonoras consequências. Primeira: os políticos mais espertos e por isso mais visíveis são os escolhidos. Entram com o compromisso secreto de deslocar sub-repticiamente alguns recursos para sua bandeira e algumas migalhas não contabilizadas para sua sobrevivência, pois ninguém é de ferro. Ministrar mesmo que era o esperado fica a desejar, pois entendem pouco dos meandros necessários. Basta a chefona ir conferir que aflora a lentidão e a incompetência. Infelizmente, além do pito, fica tudo como está. Segunda: se é para concordar com tudo, qual a necessidade de se ter Partidos Políticos? Têm eles alguma proposta em suas plataformas, ou se contentam em seguir pura e simplesmente a fada madrinha?

Geraldo de Paula e Silva geraldodepaula@ibest.com.br

Rio de Janeiro

______

'A GERENTE DO LOTEAMENTO'

A presidente Dilma Rousseff afirmou várias vezes que daria preferência para escolhas técnicas para a elaboração e execução de projetos considerados estratégicos, como hidrelétricas, ferrovias, etc., porém ficou somente na intenção, pois na troca dos ministros demitidos não foi isso que aconteceu e a presidente Dilma Rousseff decidiu que ela mesmo irá acompanhar os dados dos projetos em andamento e fazer visitas vez por outra ao canteiro de obras. Conforme o editorial A gerente do loteamento (20/2, A3), com a implantação dessa nova maneira de agir da presidente Dilma Rousseff, foram abandonados os requisitos de competência e produtividade somente alcançados por administradores ligados diretamente à elaboração e execução dos projetos. Quem pensou como eu, que a presidente Dilma Rousseff iria inovar na administração federal, pode esquecer.

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com

Campinas

_______

PRIORIDADES NA AGENDA DE 2012

Passados os folguedos de Momo, voltamos a realidade onde as soluções das nossas vulnerabilidades urgem ser resolvidas. A corrupção na gestão pública em conluio com parte da iniciativa privada, é o assunto prioritário dessa pauta nacional.Para tal equacionamento desse tragédia, urge a união da mídia com a opinião pública, no sentido de denunciar e exigir apuração eficiente e, condenação pela Justiça daqueles entes envolvidos em tais desvios de conduta. É o que o País espera para este ano que efetivamente só agora se inicia.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

_______

DESMATAMENTO

Fico surpreso e perplexo com o editorial Menos desmatamento (19/2, A3) afirmando que o cerrado é "recordista em desmatamento", que "perdeu" 14.106 quilômetros quadrados entre 2008 e 2010 e que, com apoio em legislação mais eficiente, a ação governamental deve ser intensificada para conter essa "destruição". Em meu entender, dentro da visão do saudoso Dr. Norman Borlaug (Estado, 11/2/2004, B2), não houve perda nem destruição, mas, sim, a incorporação à área agrícola do País de mais 1,4 milhões de hectares de terras recuperadas, até então mal aproveitadas por serem pobres, ácidas e inférteis, em geral com vegetação leve e esparsa de campo e de cerrado. Caso localizada em clima de MT amazônico, essa área poderia produzir 4 milhões de toneladas de soja, mais 7 milhões de toneladas de milho, mais 8 milhões de arrobas de carcaça bovina, em um só ano, no valor aproximado de R$ 4 bilhões para os produtores que a cultivassem.

Fernando Penteado Cardoso agrolida@uol.com.br

São Paulo

_______

CASO LÚCIO FLÁVIO PINTO

Sempre a imprensa perde quando se depara divulgando um jornalismo verdadeiro porém que envolva pessoas de grande "influência" e "interferência" perante a "Justiça Brasileira". É o caso do jornalista e ex-correspondente do Estado Lúcio Flávio Pinto, que luta desde 1999, defendo-se da acusação de "dano moral", quando classificou de "pirata fundiário" o Cecílio do Rego Monteiro, dono de uma poderosa e grande construtora, ocasião em que se apossou de imensa área de terras do Vale do Rio Xingu. Aliás, confirmado pela Justiça Federal como terras de fato pertencentes a União. A lei aqui, no Brasil, sempre favorece o mais forte, influente e poderoso politicamente.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

_______

COMISSÃO DA VINGANÇA

Os pronunciamentos das ministras da presidente Dilma indicam, aparentemente, duas esquerdistas mal resolvidas que querem transformar a Comissão da Verdade em Comissão da Vingança. Da forma como estão abordando o assunto parece que nossa justiça deverá, em breve, receber uma enxurrada de pedidos de indenização, já que os militares, ou seja o governo de então, estará sendo julgado. Muitos esquerdistas atuantes naqueles tempos da revolução de 1964 e depois, ainda não foram indenizados. Vários, autênticos e responsáveis, não o desejaram por escrúpulos. Ao tentar diminuir o valor dos militares que nos livraram de um regime comunista, essas pessoas provocam, além de um grande desconforto, gestos de descontentamento e ignorância do fato de não nos termos transformado em um infeliz pais como Cuba, por exemplo. Dão, essas senhoras, a impressão de quererem imitar países sul-americanos cujas esquerdas prosseguiram em busca de vingança, o que seria uma lástima para o Brasil.

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

_______

DIREITOS HUMANOS

A ministra de direitos humanos poderia se dedicar a questões atuais e importantes e deixar de criar polêmicas com fatos absolutamente ultrapassados. Por exemplo, o cidadão que contribuiu para a previdência oficial por décadas, sobre dez ou vinte salários mínimos, e hoje recebe dois ou três de aposentadoria, a Justiça tão inoperante e carregada de mordomias e episódios de corrupção, a escorchante carga tributária paga pelos brasileiros sem o retorno em infraestrutura, saúde, educação e segurança, são fatos, dentre tantos outros, insuportáveis de transgressões dos direitos humanos, urgentes e atuais, que todos os brasileiros veriam com grande alegria serem devidamente abordados.

Paulo Edson da Silva Nogueira paulo.nogueira@cecepsi.com.br

Florianópolis

_______

MANIFESTO DOS CLUBES MILITARES

Gostaria de perguntar aos presidentes dos clubes militares, que publicaram um documento criticando posições de ministros do governo Dilma, além de manifestarem a sua preocupação com a postura passiva da presidente da República com relação a essas manifestações sectárias de seu partido político, de que forma brasileiros como eu, que concordam plenamente com o disposto no documento, poderão manifestar essa posição de total apoio a ele.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

_______

BODE

Com relação à nota publicada dia 22/2/2012, A7, Militares criticam opiniões de ministras, minha opinião pessoal é de que "cutucar onça com vara curta" pode dar "bode".

Fabio Novaes e Silva fabiosenior@megadjs.com.br

São Paulo

_______

TRÁFICO DE OVOS RAROS

O insólito comércio ilegal e transnacional de ovos de aves raras é mais facilmente combatível que o tráfico de drogas. Isso porque o consumidor final é de outra natureza. Por 70 dólares, famílias regularmente constituídas, retas, probas e religiosas adquirem esses pobres animais para que figurem como ornamentos trágicos. Logo, uma campanha na imprensa dos países receptores - são os desenvolvidos - com a divulgação dos nomes desses desequilibrados e inconscientes das mais elementares regras naturais de vida, poderia dar resultados profícuos.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

_______

PANO DE LIMPEZA

É lastimável que, diante de tantas reclamações publicadas nos jornais, inclusive a da leitora Marieta Barugo (21/2), haja um plano irresponsável para regulamentar "flanelinhas", quando deveriam ser proibidos de vez , banidos das ruas e extintos. Pagam-se IPVA, seguro, Zona Azul, o salário da Polícia Militar para, pretensamente, ter o direito de estacionar o veículo em paz e em segurança. Até para comprar meia dúzia de pãezinhos é extorquido por essa raça de aproveitadores, que ainda ameaça riscar o carro caso não se "colabore". A rua é pública, a PM deve zelar pela segurança dos veículos e seus proprietários e não exigir BO de quem se sentir ameaçado. Se o objetivo for diminuir o desemprego, há muitas maneiras de dar atividade a esses pilantras.

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_______

SP-413

Gostaria de atentar para o estado dos últimos 20 quilômetros da rodovia SP-413, antes de se tornar a MG-413. Dizer que ela está em pobres condições seria um insulto à palavra "pobre". A rodovia está praticamente intransitável, e a sua superfície está tão arruinada que os motoristas utilizam as vias de terra que seguem pelos dois lados. As linhas amarelas estão tão desgastadas que quase é preciso ter um kit de ciência forense para poder enxergá-las. É uma estrada válida para qualquer "República de Terceira Banana", mas não uma que possa existir, nessas condições, no Brasil e, especialmente, no Estado de São Paulo. Duvido que um mísero centavo tenha sido gasto nesta estrada nos últimos 25 anos.Só pode haver duas explicações para esse estado de coisas: ou o orçamento para a manutenção desta estrada tem sido sistematicamente desviado ou ela não consta da lista de estradas em São Paulo. Deixo a cargo de vocês descobrirem.

Robert King rking@orineng.com

São Paulo

______

MPB DE LUTO

Pery Ribeiro foi um dos maiores interpretes da música popular brasileira! Era um cantor afinadíssimo e versátil, e por onde se apresentava encantava, inclusive no exterior! Na realidade um clássico entre os melhores! E ao lado de João Gilberto, Pery Ribeiro era o melhor que dividia com charme e balanço interpretando Bossa Nova! Sua obra está viva! Que Deus, tenha em paz este brasileiríssimo filho de Herivelton Martins e Dalva de Oliveira!

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.