Cartas - 25/06/2010

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

, O Estado de S.Paulo

25 Junho 2010 | 00h00

Previsões

As últimas pesquisas eleitorais apenas confirmam as tendências do início do ano: crescimento acentuado de Dilma e queda consistente de Serra. Os que discursaram categoricamente que Dilma crescia apenas pela exposição nos programas partidários se calam agora, sonoramente. Lula consegue a transferência de votos, ainda que de forma paulatina, criticada por alguns e cujo sucesso era posto em dúvida por muitos. Já Marina Silva, com sua proposta de chegar aos jovens pela internet, pode ser que venha a se beneficiar da máxima moderna "os fins justificam os e-mails". Até agora fica na consistência do honroso terceiro lugar, com seus previstos 12 milhões de votos.

ADILSON ROBERTO GONÇALVES priadi@uol.com.br

Lorena

____________

Marcha bolivariana

Vendo a última pesquisa eleitoral para presidente da República, em que a intenção de votos na candidata Dilma segue subindo, é possível perceber como não existe no Brasil uma oposição verdadeira. Uma candidata sem histórico algum e sem expressão poderá vir a ser a primeira mandatária do País, e já no primeiro turno. Passou da hora de se constituir um partido verdadeiro, pois com esses tucanos (briguentos entre eles) estaremos marchando celeremente para o bolivarianismo.

ADEMAR MONTEIRO DE MORAES ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

____________

Desinformação dirigida

Precisei tomar um táxi e ouvi do motorista esta pérola: "Vou votar na Dilma porque é a candidata do Lula e ele "fez" a lei dos ficha-limpa." Não acreditou quando lhe falei da pressão popular, dos 2 milhões de assinaturas. Imagino a lavagem cerebral que a companheirada está fazendo!

CLÉA M. CORRÊA cleacorrea@uol.com.br

São Paulo

____________

Receita para Serra

Para subir nas pesquisas basta o candidato José Serra copiar o que faz sua concorrente petista. Comece mudando o visual: faça plásticas e use perucas que combinem com o clima e a população local. Depois, não se exponha, pare de comparecer a sabatinas e debates. Falar dá munição ao adversário. Por último, pare de discursar como se o eleitorado fosse de Primeiro Mundo. Simples assim. Ah, ia me esquecendo: e visite alguns países importantes, se possível à custa do erário.

HERMÍNIO SILVA JÚNIOR hsilvajr@terra.com.br

São Paulo

____________

FOME E RENDA

Pesquisa IBGE

Pesquisa do IBGE prova que sobra mês e falta salário no orçamento familiar do brasileiro. Mas, então, a notícia alvissareira do governo de que o povo está feliz porque está comendo mais é mentira? Pois é, a pesquisa mostra a realidade e desvenda a fraude do governo Lula, que quer impor goela abaixo do eleitor que a pobreza no Brasil agora é pequena, embora 35% passem fome, esse porcentual é quase a metade da Nação. A candidata de Lula prometeu em discurso acabar com a miséria. Prometer sempre foi muito fácil, difícil é cumprir.

IZABEL AVALLONE izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

____________

Custo elevado

Apenados por uma carga tributária das mais elevadas do planeta, lemos, desolados, que 35,5% das famílias brasileiras não se alimentam adequadamente, por falta de recursos. Do imenso volume de dinheiro arrecadado pelo Estado, o retorno para o social é ínfimo, precário, anomalia que se explica pelo altíssimo custo da burocracia estatal, ineficiente, porém voraz no consumo de recursos. Esse Estado paquidérmico, lento e excessivamente burocrático é a causa principal do imenso fosso social que discrimina a população brasileira.

FRANCISCO ZARDETTO fzardetto@uol.com.br

São Paulo

____________

Corda & caçamba

Recordes de arrecadação e ajustes de ganhos dos membros dos três Poderes andam juntos. Para os provedores forçados desse festim pantagruélico, nada; para os mendigos que espreitam pelos janelões embaçados sem nada entender, migalhas e restos. Sempre vimos e continuamos vendo este filme interminável.

LEONARDO GIANNINI leogann930@terra.com.br

São Paulo

____________

TRAGÉDIA NO NORDESTE

Chega de promessas

Presidente Lula, ao povo brasileiro não interessa o que o Irã vai fazer com o urânio enriquecido. O que queremos saber é como vão sobreviver os nossos sofridos irmãos de Alagoas e de Pernambuco. Nada de promessas. E mais realizações.

VIDAL DOS SANTOS vidal.santos@yahoo.com.br

São Paulo

____________

PETROBRÁS

Poluição

Desejável que parte do volumoso investimento da Petrobrás, anunciado estes dias, seja aplicada na modernização das refinarias, podendo assim fornecer ao Brasil combustíveis menos poluentes. A Petrobrás está ciente da sua responsabilidade na poluição do ar?

SERGIO COSULICH cosulich@ig.com.br

São Paulo

____________

COPA DO MUNDO

Dunga

Lamentável a posição de muitos leitores quanto ao comportamento do Dunga. E o sr. José Nêumanne (23/6, A2) dedicando três colunas ao tópico! Dunga não é uma figura pública, é um técnico de futebol, da seleção brasileira, consciente de sua responsabilidade. Ele não fez um curso de relações públicas, não assumiu o encargo de locutor de TV, assumiu, isso sim, o encargo de levar a seleção a mais uma conquista. Como faz isso é problema só dele. Os críticos se acham no direito de dar palpites, o que é muito fácil. Deixem o homem trabalhar!

JOÃO U. STEINBERG justeinberg@terra.com.br

São Paulo

____________

Fifa e políticos

Desta vez eles conseguirão fazer o Brasil ter de volta aquela inflação. Vamos lá: Piritubão, mínimo R$ 1 bilhão; aeroporto em Caieiras, mínimo US$ 5 bilhões; trem-bala, R$ 30 bilhões. Isso só em São Paulo. Façam a conta no restante do País. Coitado do Serra ou da Dilma. Coitado do Brasil.

NELSON PIFFER JUNIOR

pifferjr86@gmail.com

São Paulo

____________

"Não é preciso ser bom de campanha para ganhar a eleição da petista Dilma, basta não ser ruim. Serra parece que vai conseguir

a façanha de perder"

PAULO RIBEIRO DE CARVALHO JR. / SÃO PAULO, SOBRE A

ÚLTIMA PESQUISA CNI/IBOPE

paulorcc@uol.com.br

"Dilma ultrapassou Serra na corrida presidencial. Será que inaugurar terreno baldio dá voto?"

VIRGÍLIO MELHADO PASSONI / PRAIA GRANDE, IDEM

mmpassoni@gmail.com

"Arrivederci, bambini. Ciao"

PANAYOTIS POULIS / RIO DE JANEIRO, SOBRE A ELIMINAÇÃO

DA AZZURRA NA COPA

ppoulis@yahoo.com.br

____________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.944

TEMA DO DIA

SP já tem plano B para a Copa, diz colunista

Sonia Racy informa que o projeto deve ser divulgado após o final na África do Sul; Prefeitura nega

"É um absurdo gastar bilhões de reais para construir um campo de futebol, só para atender aos caprichos da CBF e da Fifa."

CARLOS ALBERTO SANTOS

"São Paulo está seguindo a sua vocação natural, que é ser sede de grandes eventos internacionais no Brasil."

GUILHERME AMORIM

"Acho que, no fundo, era um plano A e o prefeito estava só engabelando o SPFC em combinação com a CBF."

LAVOISIER CASTRO

____________

''''''''Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br''''''''

A PESQUISA DO IBOPE

A pesquisa do Ibope não trouxe nada de novo para quem analisa os fatos de maneira imparcial. A candidata petista passou à frente do Serra. A base chamativa da sua campanha está em quando ela diz que ''meu nome é Lula'', e quando o Lula grita ''meu nome é Dilma''. O Lula já escolheu o vice da sua alma gêmea há bastante tempo, enquanto o Serra está até hoje esperando alguma coisa que ninguém sabe o que é para escolher o nome do vice. O povo não gosta de político vacilante. A grande verdade é que o Brasil não tem oposição. Os supostos oposicionistas têm medo de se opor ao governo Lula. Eles não têm competência, nem coragem, de fazer oposição a um sujeito que tem 85% de aprovação popular. Seria bom que esse pessoal lesse alguma coisa sobre Carlos Lacerda e Leonel Brizola, dois políticos que eram mestres em fazer oposição, mesmo que o adversário tivesse 100% de aprovação popular. Eles sabiam mostrar ao eleitor que tinham uma posição definida, e suas idéias não dependiam do

número de supostos eleitores do adversário. Acorde, Serra! Lute para vencer ou perder, mas lute com vontade. Uma luta para valer, para que todos sintam que está havendo uma disputa eleitoral digna e corajosa. Se o problema é achar que o Lula está governando muito bem, diga que vai fazer tudo o que o Lula faz, mas com uma diferença: vai acabar com a roubalheira, para que sobre mais dinheiro para o Bolsa-Família, para a saúde e para a educação. Deixe o eleitor perceber que vocé faz uma oposição honesta, lúcida, mas sempre a favor dele.

WILSON GORDON PARKER wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

____________

Dilma à frente

Parece que toda a máquina tucana, envolvendo a imprensa (inclusive esse jornal), com o objetivo de proferir mentiras a respeito do atual governo, bem como tentar elevar o nome de Serrra, não está surtindo efeito. Certamente Dilma será presidente da República. Não que isso me agrade, obviamente, mas é assaz prazeiroso ver o tucano mais uma vez ser derrotado nas urnas. O que me entristece, por fim, é que ele não ocorrerá ao governo de nosso Estado, uma vez que Alckmin, infelizmente, dará continuidade à maléfica ditadura tucana à frente do Palácio dos Bandeirantes. Nem tudo é perfeição...

ANSELMO FERNANDO GRECCO fer.grecco@yahoo.com.br

Votorantim

____________

OPÇÕES

Com o previsível resultado das últimas pesquisas, resta ao País descer a ladeira ou subir a serra. Quem tem a satisfação popular, ingênua e desinformada, elege até candidato que nunca se candidatou, o que, considerando a imagem dos políticos brasileiros, acaba sendo uma vantagem. Pelo visto, vamos eleger alguém que se orgulha de nunca ter mudado de lado. Ficou sempre do errado: o da esquerda mofada, estatizante e nacionalista que parece que não viu o Muro cair em novembro de 1989.

Roberto Castro roberto458@gmail.com

São Paulo

____________

Dose dupla

Conforme noticiado pelo Estadão (23/6), a presidenciável Dilma Rousseff disse que presidente será "conselheiro" no Planalto. ''Sempre que eu puder, vou me aconselhar com ele'', afirmou em entrevista à Rádio

Educadora Jovem Pan, de Uberlândia. Se ela pretende ter Lula sempre a seu lado, como vem acontecendo, por que não o adota como vice em sua chapa?

CLÁUDIO MOSCHELLA arquiteto@claudiomoschella.net

São Paulo

____________

Balança de precisão

É importante e necessário que se diga onde, em quais cidades e regiões do País essas pesquisas estão sendo realizadas. Se estão sendo feitas no Norte-Nordeste, é claro que a vantagem é de Dilma, porque o Bolsa-Família tem forte atuação sobre o povo humilde. Se a pesquisa for no Sul-Sudeste e Centro-Oeste, a vantagem é de Serra, uma vez que são os Estados cuja população, mais esclarecida, sofre com o maior peso da carga tributária. Portanto, é de bom alvitre que tenham como escopo a balança de precisão.

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

___________

SERRA x DILMA

Não confio nessa pesquisa, pois continuo apostando em Serra para presidente. A Dilma, por enquanto, está se achando eleita. Ninguém sabe, ainda, do futuro. Uma candidata que foge de todas as sabatinas e é tratada numa redoma de vidro pelo partido, que não a deixa ser sabatinada porque já conhece a fragilidade do seu desempenho, vai esperar o quê, na boca das urnas? O tempo dirá...

ANA MARIA GMACHL amaeleitora@hotmail.com

São Paulo

___________

Resultados encomendados

Enquanto perdurar nas pesquisas eleitorais o objetivo exclusivo do marketing político, os resultados encomendados influenciarão o povo desinformado, pois, para muitos, o importante é votar no que ''já ganhou'', mesmo que o candidato não tenha um currículo ''ficha limpa''. Não dá para confiar nos dados que fogem ao mínimo de verossimilitude.

Leila E. Leitão

São Paulo

___________

Novo Caso Proconsult?

Certamente, se o ex-governador Leonel Brizola não tivesse partido para a eternidade, hoje ele estaria usando a imprensa para nos dar o seguinte alerta: ''Tudo faz crer que esses resultados das pesquisas para as próximas eleições estão sendo pré-fabricados para facilitar a vitória da candidata do sapo barbudo. Quem não se lembra dos resultados das pesquisas que antecederam as eleições de 1982? A impressão que temos é que está vindo por aí a cópia fiel daquelas eleições. Parece-nos que estão criando um novo sistema para apurar as pesquisas e os votos dos eleitores. Na Proconsult, a fraude principal estava na transferência dos votos nulos e brancos para o outro candidato. Precisamos ficar atentos, para não sermos enganados por uma irmã gêmea da Proconsult."

Leônidas Marques Leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

___________

Oposição adormecida

Não adianta ter um bom produto! Precisa expor, propagar! Qualquer empresa minimamente responsável exerce esta prática, mobiliza-se, visita seus clientes, etc., para atingir seus objetivos.

Não é o que estamos vendo no PSDB e seus aliados. Parece que nada é urgente e tudo pode ser resolvido amanhã. Conclusão: na pesquisa recém-divulgada do Ibope, mesmo com todos os dossiês falsos fabricados, e de representar um governo dos mais corruptos da nossa História, a petista Dilma Rousseff, ultradesconhecida e sem currículo público recomendável, assume a dianteira para o pleito majoritário de outubro, e com reais possibilidades de faturar no primeiro turno.

Os tucanos deveriam saber que não estão sozinhos. Isto fosse verdade, não teriam vencidos eleições nos principais Estados e municípios, e inclusive por oito anos no Planalto, com FHC.

O PSDB demonstra desprezar que existe uma grande legião de brasileiros bem informados que não desejam a continuidade deste modelo de governo perverso e incapaz que se instalou em Brasília, que não é capaz nem de respeitar as nossas instituições.

E com todos estes ingredientes negativos da candidata e do governo do Lula, a oposição, com a faca e o queijo na mão, esnoba em berço esplêndido.

E aqui vai um recado para o Aécio Neves. Se o ex-governador mineiro se sente um líder das massas, e quer o melhor para País, deve se engajar já como vice do Serra.

E à cúpula do PSDB, ou toma as rédeas desta campanha sentindo o cheiro do povo, ou é falência política na certa...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

___________

Aposto em Serra

Não acredito mais em pesquisas, haja vista o furo n"água que os institutos de pesquisas deram na Colômbia, inflando o nome do candidato Antanas Möckus, sempre empatando seu nome com o de Juan Manoel Santos, indicado por Uribe. Juan Manoel acabou ganhando por larga margem... Deu um banho! Por aí se vê que a pesquisa serve ao interesse de um grupo, que aposta na idéia de que os eleitores não votam em ''cavalo pangaré''... só em bom corredor. Não precisa ser bom, mas tem de mostrar que tem fôlego, pernas... nem que seja através de números cavocados em bolsões eleitorais sabidamente favoráveis a um dos candidatos. Portanto, apesar dos números do Ibope, que muito estranhamente dão vantagem a Dilma sobre Serra, eu continuo apostando todas as minhas fichas no tucano, até porque Dilma está fugindo de todas as sabatinas, por saber que não tem fôlego nem pernas suficientes, muito menos currículo para competir neste páreo.

Além do que a corrida nem começou de verdade! Tem gente rindo precipitado e à toa. Eu prefiro rir por último!

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

___________

Bye Bye Brasil!

Dilma na frente!? Lançado o movimento ''Bye Bye, Brasil''!

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

___________

Fugindo da raia

É muito conveniente à candidata Dilma não aceitar convites para debates ou entrevistas conjuntas com os candidatos Serra e Marina. Prefere falar no rádio ou TV, a jornalistas "companheiros". Assim, ela pode dizer o que quiser, sem que o oponente, achincalhado, possa retrucar. Desta forma, ela vai contando suas meias-verdades, apossando-se de obras que não foram iniciativa do governo federal, do qual se diz braços direito e esquerdo, e vai mostrando sua nova face, Dilma, a ternurinha, que só convence a quem não a conhece.

Os eleitores de Serra lhe pedem apenas uma atitude: bata forte, diga tudo o que sabe, mostre suas obras nos três níveis da administração pública, lembre-se de quando o PT era oposição. Era manso e cordato como agora é o PSDB? Não temos tempo a perder!!!

Cléa M. Corrêa cleacorrea@uol.com.br

São Paulo

___________

Muda?

A candidata petista, Dilma Rousseff, cancelou sua participação nas entrevistas do jornal Folha de S.Paulo, no programa Roda Viva e na Globo News. Será que ela incorporou o estilo da primeira-muda? Ou a estratégia petista é de que seu guia fale por ela, já que é seu ventríloquo?

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

___________

Debates

Deve-se reconhecer que os debates entre candidatos são muito mais esclarecedores sobre a capacitação e os planos de governo para os eleitores do que as propagandas que tentam vendê-los como produtos de consumo. Entendo que uma reforma política deveria incluir a obrigatoriedade de debates públicos em horários de ampla audiência, e que o horário político gratuito se restringisse a apresentar as convicções ideológicas dos partidos, seus planos de governo e suas formas de viabilização.

Carlos Avila c.avila@modusoperantis.com.br

São Paulo

___________

SÉRGIO GUERRA

Estranhei nenhum leitor do Estadão criticar o deputado Sérgio Guerra, presidente do PSDB e... ex-candidato a vice de Serra, por ele empregar oito parentes (fantasmas). Então fica aqui o meu registro. O tucano Guerra não é nem um pouquinho diferente dos políticos do PT que os leitores do Estadão tanto gostam de criticar.

LEONILSON SUPPI leosuppi@gmail.com

Florianópolis

___________

Parodiando Mary Shelley (Frankenstein)

Com uma ansiedade que chegava quase ao espasmo, o "cara" juntou seus conhecimentos e experiências para infundir uma faísca de vida na criatura que acabava de criar e que, segundos suas intenções, deveria perpetuar sua obra no futuro. Na criatura passaram a existir antíteses eternas como o bem e o mal, tristeza e felicidade, o feio e o bonito, alternando-se como as notas de uma música capaz de assumir conotações diferentes. A criatura, convencida de poder satisfazer as expectativas para as quais tinha sido criada, não consegue, porém, realizar os projetos do seu criador. Desiludida, atribui-lhe a culpa de suas desventuras e, transcendendo o projeto, rebela-se, assumindo suas próprias convicções, deixando de lado heterodoxia e capacidade de negociação para seguir os caminhos dos seus credos pessoais. Os tempos não são mais os mesmos e a vingança da criatura não chegará ao extremo de matar seu criador, que será, porém, obrigado a enfrentar o ostracismo daqueles que pretendia enganar.

Franco Magrini framagr@ig.com.br

Cachoeira Paulista

___________

''Rabo preso''?

Será verdade que o reajuste, muito acima da inflação, dos servidores do Congresso Nacional e do Judiciário só foi aprovado pelos nossos mui dignos, probos, honestos e ilibados congressistas, em ano eleitoral, em razão de uma ameaça de denúncia das falcatruas que fazem com os funcionários e assessores dos seus gabinetes? O que há de tão grave? Pelo visto, está tudo corrompido? Não se salva ninguém? Não pode ser verdade, todos estariam com o ''rabo preso''?

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

_____________________

Que mudança!

O ''cara'' declarou que o seu (des)governo MUDOU o nosso país, e é uma das poucas verdades que disse. Mudou mesmo, para muito pior, devido ao grande número de escândalos, falcatruas, mazelas e corrupções, que mudaram, inclusive e principalmente, a personalidade, a índole, o caráter, a moral e a ética de uma boa parte do povo brasileiro, que foi ultrajado até na sua HONRA. Que mudança...

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

,

_____________________

A carnificina das mulheres

As declarações do candidato Jose Serra sobre a situação do aborto no Brasil e as consequencias de sua legalização tiveram uma repercussao importante, gerando um debate saudável. A posição do candidato surpreende, especialmente pelo fato de ter sido Ministro da Saúde, ter implementado uma norma técnica com incorporação do uso da contracepção de emergência e da atenção aos casos de aborto legal e adicionalmente foi marcante sua capacidade de ampliar o acesso aos métodos anticoncepcionais no país, implementando assim a lei do planejamento familiar que garante este direito constitucional às mulheres. Que o candidato considere abominável um aborto, é posição louvável e compartida com a população em geral. No entanto, há muito para mudar. Mesmo nos casos previstos em lei ainda estao muito longe do aceitável. Há poucos serviços em funcionamento considerando o tamanho do problema e do país. A midia vem mostrando as inumeras barreiras que sao criadas quando meninas, por exemplo , sofrem a violencia sexual e se veem grávidas em função de abusos cometidos por homens de suas próprias famílias ou da comunidade, inclusive religiosa. O caso da menina de Alagoinha gerou uma comoção nacional, mostrando como a população aceita e entende o sofrimento das mulheres de todas as idades frente a uma gravidez indesejaa. As mulheres nao decidem irresponsavelmente, e nem gostam de ter que enfentar um aborto. Como evidenciado na vida real e nas novelas da Rede Globo, abortar significa sofrer e ninguem gosa disto. No entanto, o que ocorre hoje no país é que as mulheres correm riscos : o risco da desigualdade ( as mulheres de estratos medios e altos abortam sem ter que lidar com a lei ou com a falta de assistencia), o risco da desinformação, o risco da falta ou precária assitencia a sua saúde, o risco de nao ter acesso a tecnologias adequadas, o risco da arrogância, do desconhecimento, da displicência ou do descaso das autoridades que estao ou que podem vir a estar no poder. E, alem de tudo as mulheres morrem.

O caso recente de uma mulher do Rio Grande do Norte, grávida de um feto malformado, com risco de vida, nao recebeu a assistencia devida, com um juiz que nao operou de maneira clara e rápida, atrasando o procedimento abortivo, e terminou morrendo.

Os números de pesquisa realizada e divulgada recentmenete no país mostram que o problema é grave, afeta um numero enorme de mulheres, e precisa de mudanças legais que nao podem mais ser adiadas.

Margareth Arilha, diretora executiva da Comissão de Cidadania e Reprodução alessandrasantos@ccr.org.br

São Paulo

_____________________

Pegadinha

Já que pesquisas revelam que 35,5% das famílias brasileiras vivem com ''insuficiência da quantidade de alimentos consumidos'', perguntar a elas se gostam de lula, além de ser pergunta mal-intencionada, confere ao alimento uma boa popularidade...

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_____________________

Nordeste, Dilma, tragédias do momento

Como se não bastasse a tragédia que atinge Pernambuco e Alagoas, eis que as pesquisas eleitorais dão ampla vantagem à candidata do rei. Enquanto isso, o Judiciário e o Congresso deitam e rolam com propostas de reajustes, no mínimo, indecorosas, à nossa custa. Fica difícil decidir qual dessas é a pior tragédia para o País.

Dilma cresce nos bolsões da ignorância e dos sangessugas do governo. Até parece que a pesquisa é feita só com eles. O Congresso está dominado pelo baixo clero ou o grupo do quero-o-meu. O Judiciário, de cujos integrantes se esperava um mínimo de bom senso, está apelando pra lei de Gerson.

Que mistura fina geral, hein?! Só pra lembrar, ''pior que o barulho dos maus é o silêncio dos bons''. Ou ainda, como dizia certo radialista de um programa popular: ''Você não pode consertar o mundo, mas pode ser um canalha a menos.''

Acorda, Brasil! Podemos fazer mais, direito, com ética e decência.

Ivacy Furtado de Oliveira brasilfurtado@gmail.com

Tatuí

_____________________

Interesse pontual

Há uma semana o desastre no Nordeste é alardeado. Com medo dele a candidata Dilma Rousseff virou as costas para a região. O presidente Lula, que se vangloria de ser filho da terra, onde tem votos a rodo, andou a passo de tartaruga e apareceu por lá só uma semana depois. Eles mostraram que o petismo só ampara o Nordeste pra ganhar voto.

Macmiller Ribeiro macmilleribeiro@gmail.com

São Paulo

_____________________

PARASITAS

Os políticos nordestinos e mineiros, quando estão no poder em seus Estados, só fazem campanha. Se a população precisa de hospital, mandam para São Paulo. Precisa de emprego e educação? Mandam para São Paulo. É assim desde que o Brasil é Brasil. Aí se candidatam para presidente e ganham. E São Paulo paga a conta.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

_____________________

Era uma vez...

O presidente Lula foi um dia nordestino. Há muito ele é um aposentado com benefício gordo e, daqui a alguns meses, será um ex-presidente dono de fundação, com casa na praia e cheio da grana.

Carlos Almeida Cruz almeidarj1959@hotmail.com

São Paulo

_____________________

REALIDADE PRÉ-COPA

Mais uma vez a falta de união, e ainda a não-escolha de um vice para Serra, faz com que a fraca oposição política brasileira demonstre sua verdadeira força e a total desunião, ao se assistir agora à subida da intenção de votos na candidata Dilma. A realidade desses números nesta última pesquisa é, de fato, o que vai acontecer daqui para a frente. Se de fato o Brasil ganhar esta Copa do Mundo, aí certamente e muito fortemente esses números trarão mais vantagens à candidata da situação. Essa é a nossa atual realidade. Queiram ou não.

JOSÉ PIACSEK NETO bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_____________________

Peso fiscal excessivo

A situação está cada vez mais crítica para quem trabalha e paga impostos. O consumo dos governos federal, estadual e municipal, já chega a 36% do PIB, enquanto o valor de investimentos em infraestrutura não passa de 1,5%. Ou seja, os governos inchados e perdulários recebem o equivalente a 4,3 meses de nossa produção e renda, e só devolvem uma parcela ínfima para a manutenção da base sobre a qual se deve sustentar o Brasil produtivo. Enquanto muito está sendo canalizado para gastos de custeio de uma máquina pública cada vez mais inchada, para as benesses de toda sorte, e para o ''ralo'' de uma crônica corrupção entre os amigos do ''rei'', pouquíssimo sobra para facilitar a vida do Brasil honesto e cumpridor de deveres. Assim, o Brasil do governo Lula cresce e se projeta (inclusive internacionalmente) como aquele ditado popular: por fora, bela viola, por dentro pão bolorento. Infelizmente, a propaganda e os discursos demagógicos oficiais só revelam a bela fachada, e o povo iludido não percebe nem vê o interior bichado. Um dia isso terá de mudar!

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo

_____________________

Pobre Brasil

Importante agora é o hexa!

Diz o ditado: ''Cada povo tem o governo que merece.''

Difícil e penoso é ter o governo que o povo brasileiro merece.

Pior ainda é ter que pagar a conta.

Carlos Eduardo Stamato dadostamato@mdbrasil.com.br

Bebedouro

_____________________

Pão e circo

xAos peculatos tolerados pelo atual governo soma-se agora a prodigalidade do Poder Judiciário.

Tais mazelas correm paralelas à festança de nossa alheada população, a aplaudir o desempenho da seleção na busca ao caneco dourado. O mesmo acontece com os torcedores fantasiados da África do Sul, ainda há pouco segregados em seus direitos inalienáveis de cidadãos. Dizem que pobre gosta de festa. Quem vê tragédias shakespearianas em certas situações são os intelectuais sisudos.

Fernando Averbach reginalili@yahoo.com

São Paulo

_____________________

Maradona

Enquanto o Dunga vive de mau humor e com a falta de educação, o tão criticado Maradona está treinando e orientando o seu time com o coração aberto, com emoção, com garra, com carisma e com sentimento, empolgando cada vez mais o seu time e a torcida. Está pintando um campeão. Ou será que vencerá a coerência?

Vanderlei Zanetti vanzanetti@uol.com.br

São Paulo

_____________________

Dunga

Lamentável Dunga. Lamentável. Você está na Idade da Pedra. Você e muitos outros técnicos e jogadores que recebem verdadeiras fortunas para mostrar o óbvio, ou seja, nada de novo.

Desrespeitar os profissionais de imprensa, porque eles destacam os erros que acontecem, como destacam os acertos, é de uma ignorância total.

O único no Brasil que está a anos-luz dos outros técnicos é o Bernardinho do vôlei. Sempre se atualizando, mudando, detalhista, apaixonado e educado.

Telê Santana, no futebol, foi o último que realmente sabia o que é futebol moderno.

E os clubes brasileiros, superendividados, não pagam suas dívidas ao INSS há vários anos, mas contratam técnicos e jogadores com salários abusivos (600, 700 mil reais).

Como o governo deixa isso ocorrer?

E a CBF enfia onde os milhões com patrocínios? A Ponte Preta, de Campinas, e outros pequenos clubes estão à míngua por causa dessa máfia.

Tudo é lamentável.

Tiago Homem de melo c silva tihmcs@ig.com.br

São Paulo

_____________________

O religioso Kaká

O Kaká está chato demais nessa sua teimosia misturando religião com futebol, porque, se existe o Deus de quem ele tanto fala, pelo que Dele se espera, a imparcialidade seria absoluta. Essa de a cada gol gestualizar como que celebrando Deus é pura frescura para aparecer. Todo boleiro metido a religioso é cínico o bastante para ''rezar'' antes, descer o cacete num adversário durante e agradecer a Deus no final do jogo, como se Ele tivesse tempo para prestar atenção nesses imbecis.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

_____________________

Jabulani

Em e-mail de 6/6 externei minha suspeita de que a Adidas não tinha

ideia de todas as consequências aerodinâmicas causadas pela microestruturas

introduziidas na superficie da Jabulani. Agora tenho certeza. O Caderno

COPA 2010 de ontem traz uma foto em close onde se vê que a microestrutura è

completamente diferente na região dos desenhos decorativos. Na cobrança de bola parada o jogador poderá escolher a posição da bola no chão, mas nos chutes com a bola em movimento o comportamento da bola se torna imprevisível. O caso agora não é de adaptação.

É de resignação. Pimba, e seja lá o que Deus quiser.

José Bizarro Ferreira Mendes zecamendes@terra.com.br

Cotia

_____________________

A bola

Quando alguns jogadores da nossa seleção criticaram a bola da Copa, não faltaram comentários maldosos e sarcásticos pra cima deles. Quando o Maradona disse que é difícil jogar com a Jabulani, ninguém disse nada. Depois, quando o pessoal lá fora acha que a capital do Brasil é Buenos Aires, ainda tem gente que fica ofendidíssima.

Hermínio Silva Júnior hsilvajr@terra.com.br

São Paulo

_____________________

Contra...

Como a próxima Copa do Mundo será no Brasil (2014) -- e as chances de ganhar são maiores --, parece-me um tanto racional imaginar que nas próximas fases (mata-mata) haverá uma tendência de, na dúvida, as arbitragens apitarem contra... (Apesar de o segundo gol de Luis Fabiano no último jogo, contra a Costa do Marfim, ter sido irregular.)

Reinor Caetano Perez reinorcaetano@uol.com.br

Lins

_____________________

Poupatempo

Fui ao Poupatempo para renovar meu RG. O agendamento funcionou, o local é bom, como também o atendimento.

O que me causou má impressão foi a decoração.

Dezenas de bandeirinhas do Brasil, fitas verdes e amarelas, bandeiras grandes, etc.

Quanto terá custado essa farra aos cofres públicos? Afinal, será para enaltecer os nossos bravos guerreiros e o nosso grande e bem-humorado patriota técnico, Dunga?

Carlos Gandolfo carlosxo@pioneercorretora.com.br

São Paulo

_____________________

Copa 2014

A Prefeitura de São Paulo prova mais uma vez sua incompetência com o veto ao Estádio do Morumbi para a Copa de 2014 e a decisão de construir um novo estádio. Ao invés de gastar dinheiro público com uma nova arena (e, além do mais, São Paulo já tem um estádio municipal, o Pacaembu), a Prefeitura deveria poupar os recursos públicos e fazer uma parceria com o São Paulo Futebol Clube: o governo financiaria a reforma do Morumbi e o São Paulo F. C. ressarciria em parcelas o empréstimo. Mas não é a bola que está em jogo, é a "política".

Oliver M. M. Gordon mainoblues@hotmail.com

São Paulo

_____________________

Morumbi

Caiu a máscara agora. Finalmente, a verdade. A Prefeitura vai construir o estádio para a Copa em 2014, em Pirituba. Conseguiu as garantias necessárias e o dinheiro público para a construção, mas não obteve para a reforma do Morumbi.

Logo que foi anunciada a exclusão desse estádio, imediatamente o Estado e o Município declararam que não colocariam dinheiro público nessa obra, como o presidente da CBF preconizou, alegando um Estado rico e que não poderia ficar fora da Copa. Nas entrelinhas isso quer dizer o seguinte: não dá para as despesas serem superfaturadas, se o responsável pelas mesmas for o clube, maior interessado na diminuição dos custos. Sem mais comentários...

João Ernesto Varallo jevarallo@hotmail.com

São Paulo

_____________________

PIRITUBÃO

Sr. prefeito, peço esclarecer à sociedade, com clareza e sem subterfúgios, por que a Prefeitura vai utilizar nossos recursos para construir um estádio de futebol e outras quinquilharias, se já possui o estádio do Pacaembu, que causa várias despesas e cujas receitas são determinadas pelos clubes que o utilizam, gerando mensalmente prejuízos consideraveis aos cofres do Município.

Por que não usar essas verbas para urbanizar favelas, na educação, segurança, saúde, pavimentação e iluminação de ruas ou outras obras tão importantes e necessárias para nossa cidade?

Espero que entidades de nossa cidade questionem judicialmente essa transferência de recursos, que não constam do orçamento municipal, e consigam dessa forma trazê-lo para a realidade dura e pesada de nossa cidade.

Votei no senhor e tenho certeza que faz parte do bafana, bafana, e não do afana, afana.

LUIZ CARLOS CASTANHEIRA lccastanheira1@gmail.com

São Paulo

_____________________

Novo estádio

O Kassab tanto articulou que vai fazer a vontade do Ricardo Teixeira e do Corinthians, construindo um novo estádio, que futuramente será privatizado. Que vergonha o Estado de São Paulo ceder aos caprichos de alguns.

GUSTAVO GUIMARÃES DA VEIGA gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

_____________________

No Jockey

Prezado sr. Kassab, a respeito de fazer um estádio em Pirituba, por que a cidade não o constrói no atual terreno do Jockey Clube? Afinal, seria uma excelente maneira de tornar aquela imensa área mais útil à cidade e à população,ao invés de apenas a um punhado de interessados em corridas de cavalos. Além disso, seria um excelente cartão-postal para aquela região.

Gustavo Senna gustavo@design.ind.br

São Paulo

_____________________

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.