Cartas - 27/01/2011

DILMA E KASSAB

, O Estado de S.Paulo

27 Janeiro 2011 | 00h00

Novo companheiro

Agora não falta mais nada ao governo: já conquistou a oposição mineira, comprovada pela ajuda do "companheiro" Aécio Neves na campanha, e acaba de ganhar o "companheiro" Gilberto Kassab. E PSDB e DEM ficam quietinhos, bem comportadinhos.

M. CARMEN DEL BEL T. GOULART

carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

__________

Noiva disputada

Um novo caso "criador e criatura" surge no cenário político: o prefeito Kassab, tido como hábil negociador e estrategista, passa a ser "a noiva" da vez, disputada por PT e PSDB nas eleições de 2014. Sua provável ida para o PMDB e as mudanças decorrentes no jogo eleitoral agitam os bastidores políticos como há tempos não se ouvia falar. Como se comportará "a noiva" em relação ao seu padrinho José Serra? Aguardem-se os próximos capítulos...

J. S. DECOL

decoljs@globo.com

São Paulo

__________

É para rir...

Kassab só está onde está pois foi apoiado e certificado pelo PSDB!

TANIA TAVARES

taniatma@hotmail.com

São Paulo

__________

Vira-casaca

Qual será a trama maquiavélica de Kassab para "virar a casaca" e migrar para o PMDB? Uma coisa é certa, não é para nos beneficiar!

ANGELO TONELLI

angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

__________

Noé redivivo

Enquanto a ira de São Pedro despeja um dilúvio em São Paulo, o nosso alcaide cuida do destino de sua arca: o PSDB de Serra ou qualquer outro partido que o queira fazer candidato a governador.

JAIRO P. GUSMAN

jairogusman@gmail.com

São Paulo

__________

Decepção

O DEM, ex-PFL, ao longo dos anos tem sobrevivido como partido parasita do PSDB, pois enquanto este esteve em evidência com ele se coligou e tirou todo o proveito. Acostumados à lei do mínimo esforço e vendo o naufrágio do PSDB, procuram agora um ramo da árvore do PMDB para continuarem sugando a seiva e se manterem de pé. Onde está o idealismo desses políticos? Em vez de lutar pelo crescimento do partido, preferem usufruir as benesses governamentais sem maiores esforços. Infelizmente, a maioria dos políticos objetiva sempre estar ao lado do poder, seja qual for, e por isso vemos o Congresso Nacional, as Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais sempre de cócoras diante dos Executivos. Para eles, ideais, caráter e vergonha na cara são só palavras que constam dos dicionários. Querem o voto a qualquer preço. Eu depositava esperanças em Gilberto Kassab como político e pela sua juventude, mas me decepciono e vejo que é igual aos outros.

GUILHERME MARTINS MANCINI

guilher4012@yahoo.com.br

São José do Rio Preto

__________

Arte do conchavo

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, é atualmente o mais "mineiro" dos políticos brasileiros. Sem alarde, está atuando nos bastidores, conversando com todos os partidos e mantendo seus compromissos à moda "antiga" - no fio do bigode. Assim, está trilhando caminhos que fazem diferença no universo político brasileiro, carente de nomes com habilidade na arte de fazer conchavos.

ARTHUR SOARES

arthur09br@yahoo.com

Belo Horizonte

__________

Desde criancinha

Uma vez migrado para o PMDB, o prefeito Kassab será Dilma desde menino, ou melhor, de carteirinha. Alguém dúvida?

JOSÉ PIACSEK NETO

bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

__________

Crítica fora de lugar

A presidente Dilma, numa crítica indireta ao governo de São Paulo, disse termos problemas a resolver. Teremos muitos, a continuar o inchaço populacional no Estado, pela migração. Os outros Estados não dão condições de vida decente aos seus cidadãos, obrigando-os a procurar quem lhes pode proporcionar tais condições. Há anos li uma reportagem dizendo que 40% dos migrantes que havia em São Paulo eram mineiros. Até Minas, que dizem ser rica, não dava condições, que dirá os outros mais pobres. Portanto, dona Dilma deve primeiro ver seu Estado natal antes de falar de São Paulo.

EVERARDO MIQUELIN

everardo.miquelin@ig.com.br

São Paulo

__________

MENSALEIROS

A volta de Delúbio

O secretário de comunicação do PT está certo: ninguém do partido tem moral para negar a volta de Delúbio Soares. Só faltou explicar em que situação ainda restou moral ao PT.

SERGIO APARECIDO NARDELLI

sergio9@ig.com.br

São Paulo

__________

ANEEL

Calote de R$ 7 bilhões

É sempre assim, arrecadações impostas, muitas vezes, sem base legal, com prazos de restituição muitas vezes preestabelecidos, deixam de ser devolvidas com base em argumentos, no mínimo, ridículos, como ocorreu com o cálculo de correções monetárias indevidas em financiamentos agrícolas, habitacionais, empréstimos e "contribuições" compulsórios. A moda é alegar, sempre, perigo de quebra de instituições, como aconteceu com o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, a Petrobrás e, agora, a Aneel.

SERGIO S. DE OLIVEIRA

ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

__________

Agências reguladoras

Essa decisão da Aneel de não devolver os R$ 7 bilhões cobrados a mais dos consumidores é outra vergonha a que se submete o cidadão. E se fosse ao contrário, daria para reembolsar as concessionárias? Aliás, a conduta das agências reguladoras no Brasil está bem explicada em tese de doutorado defendida na Unicamp, cuja referência consta de meus arquivos. Pelo resumo observa-se que essas agências, do tipo Aneel, Anatel, Artesp, entre outras, deveriam ser desqualificadas, pois só regulam quando a favor das concessionárias, justamente por meio do que as próprias agências chamam de "reequilíbrio financeiro".

ORIVALDO T. DE VASCONCELOS

prof.tenorio@uol.com.br

Monte Alto

__________

"Dilma caça Kassab"

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, SOBRE CONLUIO

CONTRA O PSDB

rtwiaschor@uol.com.br

"A farinha é a mesma, só muda o saco"

A. FERNANDES / SÃO PAULO, SOBRE DILMA E KASSAB

standyball@hotmail.com

"Aceitar a refiliação de Delúbio Soares significará o coroamento debochado da corrupção corporativa cínico-petista"

CONRADO DE PAULO / BRAGANÇA PAULISTA, SOBRE O ARQUITETO E EXECUTOR DO MENSALÃO

conrado.paulo@uol.com.br

__________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.659

TEMA DO DIA

Pré-sal é descoberto na Bacia de Santos

Petrobrás será operadora do consórcio, formado também pela BG Group e a Repsol

"Temos que torcer é para que nunca precisemos de pré-sal. Um salto tecnológico que nos afaste de combustíveis fósseis seria muito mais desejável."

PEDRO RIBEIRO

"Quando a estatal terá capacidade para retirar esse petróleo das profundezas do oceano? Isso é o que interessa."

BRAZ DOS SANTOS

"Tanto petróleo ante tanta miséria! Que hipocrisia!"

ESTÊVÃO ZIZZI

__________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

MANIFESTAÇÃO IMPRÓPRIA

 

A massa de manobra que faz oposição aos tucanos e democratas e tem um plano para tomar de assalto a Prefeitura paulistana e o governo estadual compareceu à festa do aniversário de 457 anos da capital. Repetiram na porta da Catedral da Sé manifestação para provocar o prefeito Kassab e na Biblioteca Mário de Andrade esbravejaram mais uma vez. Só faltou o MST para a arruaça ser completa. Por estas e outras, PT nunca mais!

Macmiller José Ribeiro macmilleribeiro@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SUBCONSCIENTE DEDO DURO

O Estadão informa (26/1, A4) que o "prefeito (Kassab) comete gafe e chama (a presidente) petista de 'vice-presidente'".

Não foi gafe, não! Foi ato falho, mesmo... Para o subconsciente do prefeito, quem manda ainda é o "sapo barbudo" (sic Leonel Brizolla, já falecido).

Kassab que aguarde. Vai cair do cavalo e se lesionar todo. S. Exa. cospe, agora, no prato em que comeu. Foi eleito pela oposição e faz do mandato que exerce e que pertence ao DEM, não a ele conforme o STJ e, posteriormente, o STF -, objeto de barganha com a dupla partidária mais antiética e fisiologista do Brasil: o PMDB e o PT. Vade retro... Porque "macaco que muito pula quer chumbo"!

 

João Guilherme Ortolan jortolan@uol.com.br

Bauru

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

EX-PRESIDENTE

 

O que estava fazendo o ex-presidente Lula nas comemorações do aniversário de São Paulo e na homenagem ao José Alencar? Será que agora que ele não tem mais nada pra fazer vai ficar colado na Dilma e se aproveitando e gastando o dinheiro de nossos impostos em eventos e passeios não autorizados? Por favor, Lula, arrume algum trabalho e deixe-nos em paz pelo menos nos próximos quatro anos, afinal, você já fez todas as viagens turísticas que queria e gastou tudo o que podia em cartões corporativos em seu último ano de governo.

Luiz Claudio Zabatiero zabasim@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

HONRARIAS

O ex vice presidente Alencar foi aos festejos do aniversário da nossa cidade de São Paulo para receber a Medalha 25 de Janeiro, acompanhado de sua equipe médica. A FHC também foi conferida a honraria, mas este está fora do Brasil e não esteve presente.

Apenas gostaria de saber o porquê de essa medalha ser conferida a Alencar, pois FHC, bem o sabemos, foi quem colocou o Brasil nos eixos. Alencar tratou de suas doenças aqui, em São Paulo, embora nada tivesse feito por nossa cidade. FHC mora aqui e tem muitos méritos para receber honrarias.

Que se convidasse Dilma, tudo bem, é a presidente do Brasil. Para que convidar Lula, só pelo fato de ele gostar de palanques? Lula deveria estar no Haiti, abraçado a Baby Doc.

Carlos E. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUE MERECIMENTO?

O que terá feito pelo País o ex-vice-presidente José de Alencar para se tornar merecedor da Medalha 25 de janeiro, que lhe foi concedida pelo prefeito Kassab?

O homenageado tomou posse em 2003, já portador de tumor maligno, que se revelou incurável com o passar do tempo, e notabilizou-se por passar praticamente os oito anos de seu mandato lutando pela sobrevivência, através de tratamentos e inúmeras intervenções cirúrgicas paliativas no Hospital Sírio-Libanês, tudo à custa do erário, bem entendido.

 

 

Flávio José Rodrigues de Aguiar rsd100936@terra.com.br

Resende RJ

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MUDANÇA DE COR

O ex-vice-presidente José Alencar, cuja contribuição à cidade de São Paulo foi apenas se internar em seus excelentes hospitais, recebeu homenagem. O evento teve inclusive a presença da recém-empossada presidente Dillma, do PT! O prefeito Kassab, que sempre foi oposição, avermelhou ou amarelou?

 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SEM MOTIVO

Nas comemorações do aniversário de São Paulo, não entendi o porquê de medalhar o vice-presidente José Alencar, e certamente ele nem pediu isso. Como cristãos, oramos para que o ser humano José Alencar saia vencedor dessa luta terrível contra a doença que há muitos anos o persegue, mas se foi essa situação que levou o prefeito Kassab fazer tal homenagem, não há razão para tal, porque existem milhares de pessoas nessa mesma condição. Se foi para homenagear o ser político José Alencar, não há motivo algum, porque ele pertenceu a um governo no qual acompanhou seu chefe, que dizia nunca saber da existência de tantos casos de corrupção que marcaram os dois mandatos. Essa de ajudar a cidade, se São Paulo recebeu verbas federais é direito de uma metrópole que ajuda a encher os cofres de Brasília via impostos aqui cobrados.

 

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PUXA-SAQUISMO

 

Passei boa parte do meu dia 25 procurando descobrir o que levou a Prefeitura de São Paulo a conceder a Medalha 25 de Janeiro ao ex-vice-presidente José Alencar.

Ao que me conste, ele nada fez de especial pela cidade durante os seus oito anos de mandato.

Só existem duas explicações possíveis: ou o puxa-saquismo explícito do prefeito Kassab, que a cada dia que passa mais se aproxima do governo a quem ele outrora fazia oposição, ou o agradecimento pela montanha de ISS recolhido ao Município pelo Hospital Sírio-Libanês, por serviços prestados a Alencar ao longo de suas inúmeras internações.

 

 

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

QUEM FEZ MAIS

Ex-vice José Alencar para São Paulo ou São Paulo para o ex-vice José Alencar?

Miguel Politi miguel.Politi@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NOS BASTIDORES?

Aniversário da cidade de São Paulo. Entrega da merecida medalha ao ex-vice presidente. Quem entregou a medalha? Dona Dilma e Lula.

Onde ficou o prefeito da cidade de São Paulo, nos bastidores?

 

Reynaldo Palma rcpalma@uol.com.br

São Manuel

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEMAGOGIA

 

O sr. Alencar queria receber uma medalha - qualquer medalha! - das mãos de Dilma Rousseff. Inventou-se então de homenageá-lo com a Medalha 25 de Janeiro, no aniversário de São Paulo. O governador e o prefeito de São Paulo não aparecem nas fotos publicadas no site da Presidência, onde só se vê Alencar, Dilma, Lula e até Marta Suplicy. O aniversário da cidade passou a segundo plano e a valentia do homenageado, na luta contra o câncer, ficou em primeiro plano naquele site. Mais valentes, porém, são os paulistanos, que construíram a cidade e a fazem a maior do Brasil e uma das maiores do mundo, e que lutam, muitos deles, com doenças graves, não no melhor hospital brasileiro, mas nas filas do SUS. Estes, sim, são bravos! Não são homenageados, não recebem medalhas. Não são sequer lembrados! A honraria concedida a Alencar, que nem sequer é paulista, não fez o menor sentido.

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

EXEMPLO DE PERSISTÊNCIA

 

José Alencar, ex- presidente de Lula, continua emocionando o povo na sua luta para viver. Foi receber a homenagem do prefeito Gilberto Kassab em cadeira de rodas no aniversário da cidade de São Paulo. De onde vem tanta força para viver? É um exemplo de persistência, que no encanta e nos dá ânimo. Deus certamente protege José Alencar.

Prof. Paulo Dias Neme profpauloneme@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BRAVO, ALENCAR

 

Emoção mais que justificada na cerimônia de entrega da Medalha 25 de Janeiro ao sr. José Alencar. Infelizmente, lembrou-me a foto de Tancredo Neves com a equipe médica sorridente, tirada em 25 de março de 1985. Torço para que Alencar tenha melhor sorte.

 

Luiz Nusbaum, médico lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LEGADO

Acho que o melhor legado do governo Lula, após oito anos, foi a lição de luta pela vida e as mensagens positivas passadas pelo vice-presidente José Alencar.

Em todas as entrevistas a que tive a oportunidade de assistir ou ler, vi sempre uma pessoa otimista, que mostrou respeito pela dádiva de viver.

Ficará em minha memória a figura de um lutador.

 

 

Andre Coutinho arcouti@uol.com.br

Campinas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HOMEM COM H MAIÚSCULO

A nossa querida capital, na comemoração do seu 457.° aniversário da sua fundação, não poderia ser mais justa, mais merecidamente, mais patriótica, numa demonstração de brasilidade, homenageando um brasileiro das Minas Gerais, o ex-vice-presidente da República José Alencar, numa cerimônia realizada na sede da Prefeitura de São Paulo, condecorando-o com a Medalha 25 de Janeiro, cerimônia enriquecida com a presença da presidente Dilma, do ex-presidente Lula, do governador Geraldo Alckmin e do atual vice-presidente da República, Michel Temer. José Alencar, além de ser "bônus pater famílias", é também um exemplo de ser humano possuidor de uma força imbatível de amor à vida. Ele está lutando há 13 anos contra um câncer, mas não se deixa dominar, porque Deus lhe deu essa força, comprovada pela sua frase dita na aludida homenagem: "A morte para mim é um privilégio, (...) estou vencendo as dificuldades". Sem essa leonina luta pessoal contra a terrível doença, lutando incansavelmente pela sua saúde, a medicina, os atendimentos hospitalares e as cirurgias a que se submeteu não teriam os êxitos que estão tendo.

José Alencar, o carinho demonstrado pela presidente Dilma com o beijo em seu rosto e a condecoração com a Medalha 25 de Janeiro, que São Paulo lhe outorgou, representam o carinho e o respeito que todos os brasileiros têm e querem dar ao senhor.

Que Deus não o abandone ("Desiderandum / Desideratum", ou o que deve ser desejado / o que se deseja).

 

 

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

FIM DE FESTA

Próximo objetivo do ex-vice-presidente José Alencar: ser homenageado pelo escola de samba Não Vai-Não Vai, do Grupo Especial do carnaval paulistano.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIGNIDADE

Na festa em homenagem ao ex-vice José Alencar, a presidente Dilma classificou-o como "exemplo de dignidade". Pode até estar certa, a não ser quando ele se recusou a fazer exame de DNA para confirmar paternidade de uma filha. Foi quando o então presidente acabou com a lei que regulamentava a situação: agora, quem se recusar a fazer tal exame não poderá mais ser considerado pela Justiça o pai, como era antes. Quanto ao especial tratamento, seria muito bom se todos os brasileiros pudessem ter o mesmo atendimento.

Plínio Zabeu pzabeu@uol.com.br

Americana

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NACIONALIZAÇÃO

"Em São Paulo, o esforço de José Alencar". No Brasil inteiro, o martírio da "saúde à beira da perfeição".

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APAGÃO

 

São Paulo comemorou seu 457.º aniversário com 600 de seus semáforos apagados por causa da chuva da véspera. Que a cidade sofra inúmeras inundações, ainda é compreensível, pois a impermeabilização nunca foi fiscalizada nem controlada pelos inúmeros órgãos públicos criados para fazê-lo. Todo mundo sabe da incompetência histórica das administrações regionais na fiscalização das construções legais e principalmente das ilegais, mas executar a instalação elétrica do complexo sistema de semáforos da capital sem que seja à prova d’água é uma total demonstração de incompetência crônica e do péssimo uso do dinheiro público.

 

 

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARABÉNS, CET!

São Paulo aniversariou, mas quem merece os parabéns é a CET. Não deve ter sido fácil conseguir congestionar tantas ruas e avenidas num dia em que, segundo ela própria, centenas de milhares de automóveis deixaram a cidade.

A Marginal do Pinheiros, por exemplo, por volta das 9 horas, apresentava quilômetros de extrema lentidão, assim como a República do Líbano e várias outras avenidas.

Imagino que tenha requerido muito planejamento e meticulosa execução.

Não entendo por que o Crea não a processa por difamação. Montar uma indústria de multas e bagunçar o trânsito, definitivamente, não é exercer a engenharia.

 

 

Mario Silvio Nusbaum mario_silvio@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NADA A COMEMORAR

 

Pesquisa indica que 51% dos paulistanos querem se mudar de São Paulo e o fariam se

pudessem. Cidade muito mal "prefeitada": transporte coletivo deficientíssimo e caro, trânsito infernal por ruas cheias de buracos, sinalização irracional por placas e semáforos. Há quem leve de até cinco horas no trajeto casa-trabalho. Poluição, lixo, alagamentos, enchentes. Caríssimos: imóveis, vereadores, TCM, IPTU, IPVA e

estacionamentos. Insegurança, venda de drogas em todos lugares, etc.

Enquanto a cidade for "administrada" por políticos e seus indicados,

não há solução.

 

 

Mário A. Dente dente28@gmail.com -

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NADA MESMO

Pode até parecer um absurdo, mas uma das melhores homenagens feitas à nossa cidade, em minha opinião, foi o editorial do Estadão de dia 25 sob o título "Nada a comemorar" (A3), e exatamente pela transcrição das absurdas declarações do presidente da Câmara Municipal e do líder do PT naquela Casa. A tentativa do vereador Police Neto, do PSDB, de justificar o injustificável é uma ofensa à nossa inteligência, enquanto a do edil José Américo, do PT, é uma obra-prima de disparate. Se, por um lado, assiste razão ao vereador quando afirma que a "Câmara não pode propor projetos que obriguem o Executivo a ter novos gastos, porque isto é atribuição dele", na prática é comum os vereadores aprovarem leis infringindo essa norma e que obrigam o prefeito a vetá-las por inteiro.

Como exemplo tem-se o PL 763/2005, do vereador Aguinaldo Timóteo, que dispõe sobre parcelamento, via carnê, das custas referentes a despesas com velório e sepultamento, intitulado "Carnê da Última Hora". Aprovado pelo plenário da Câmara recebeu o veto total do Executivo, através do Ofício A.T.L. n.º 209, de 8 de dezembro de 2006, exatamente por ferir "o salutar princípio constitucional da independência e harmonia entre os Poderes", e ainda hoje tramita pela Câmara objetivando derrubar o veto do prefeito ou não, conforme publicação do DOC 15/12/10, pág. 249. E assim como esse existem inúmeros projetos de leis no Legislativo municipal aguardando a solução final dos vereadores. Recordo-me ainda de que em minha primeira eleição votei no rinoceronte Cacareco para vereador, em decorrência de um dos maiores protestos dos paulistanos contra o mau desempenho dos nossos vereadores. E é triste constatar que depois de todos esses anos o nível dos edis continua igual, se não pior do que a de seus pares em 1959.

É por essas e por muitas outras, tais como enchentes, transporte deficiente, trânsito caótico, etc., que o paulistano não tem realmente nada a comemorar nesta data.

 

 

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VAMOS MUDAR?

 

Pelas enchentes, pelo trânsito, pelo aniversário, seja qual for o motivo, sempre lemos cartas iradas de habitantes de São Paulo criticando tudo e todos. Não posso afirmar, mas muitos destes com certeza nas últimas décadas votaram em candidatos que a pretexto de fazer fluir o transporte individual ocuparam as várzeas dos rios, construíram medonhos minhocões, horrorosas praças sob as quais passam avenidas, esqueceram o transporte coletivo. Que tal começarmos a mudar a cidade? Afinal, quem a faz são seus habitantes, sobretudo elegendo administradores que tenham outras propostas.

 

 

Francisco Xavier Fernandez fcoxav@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CÂMARAS E ASSEMBLEIAS

Não é nada surpreendente que a Câmara Municipal ocupe o último lugar na avaliação dos paulistanos. Se fizer uma avaliação semelhante da Assembleia Legislativa, ver-se-á que haverá uma disputa renhida entre elas pelo título nada honroso. A causa, na minha opinião, é um pouco mais profunda: não há razão para que uma e outra Casa tenham funcionamento permanente, não existe trabalho ou atividade úteis que o justifiquem. Ambas deveriam reunir-se ordinariamente a cada trimestre para fazer um balanço das atividades do Executivo ou extraordinariamente para a votação de certas e especiais matérias: aprovação do orçamento municipal e estadual, um novo plano diretor para a cidade, o investimento para a realização de uma obra vultosa na cidade ou no Estado, etc. Os vereadores e os deputados estaduais deveriam receber por sessão a que comparecessem e com isso se poderia reduzir o número de membros de ambos os órgãos, com significativa economia para os cofres públicos. A verdade é que com a centralização absurda de funções na União operada pela Constituição de 1988 sobrou muito pouco de útil para as Câmaras Municipais e Assembleias Legislativas.

 

 

 

Paulo Afonso de Sampaio Amaral drpaulo@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CÂMARA MUNICIPAL

 

Perguntar não ofende: aconteceria algo de grave para a cidade de São Paulo se a Câmara Municipal fosse reduzida em 50%?

 

 

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SILÊNCIO PERDIDO

O artigo "O silêncio perdido", do professor titular de Teoria Política da Unesp, publicado em 22/1 (A2), aborda de maneira brilhante o problema do barulho em nossa sociedade, tema que é tratado com um desprezo injustificável pelos órgãos competentes. A maior parte da população não faz barulho, mas uma minoria, impune, perturba muito com som alto, pois a legislação é frouxa e a fiscalização, pífia. A sociedade pode e deve exigir das autoridades que o direito ao silêncio, dentre outros, seja plenamente respeitado. Como disse o historiador Arnold Toynbee: "O problema das pessoas que não se interessam por política é que elas serão governadas pelas que se interessam".

 

 

Marco Antonio Vianna Vanzolini mvanzolini@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EDIÇÃO COMEMORATIVA

O Estadão está de parabéns pela edição do dia 25 de janeiro, principalmente pelo caderno especial que faz até quem não é da cidade de São Paulo se orgulhar dela, já que sou de São Bernardo do Campo. Pois que bela cidade temos, a campeã de recordes e que tem um jornal excelente que leva o nome dessa cidade tão maravilhosa. Parabéns, cidade.

PS: Amei o logo do jornal em referência ao aniversário, parabéns ao editor.

 

Stefano Rossi Silva stefanorossi_17@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PAULICEIA AQUARIANA

 

 

Foi o primeiro ar que me invadiu os pulmões e foi a primeira luz que os meus olhos perceberam. Foi o choro primeiro. Foi em São Paulo!

Salve, minha terra natal, aquariana como eu, berço da cultura nacional! A minha São Paulo faz tempo é dona do progresso que enobrece um povo heroico que trabalha sobretudo com o coração! Parabéns, São Paulo!

 

Luiz Fernando D'Ávila lfd_avila@hotmail.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

UM CHARME

Feliz aniversário, São Paulo, cidade complexa e tão mal entendida, mas única, real e sempre charmosa.

Severino J. da Silva silva.pretti@gmail.com

Rio de Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARABÉNS SÃO PAULO

O que faz São Paulo ser tão bonita.

Não são seus arranha-céus, suas avenidas seus viadutos;

Nem suas praças, seus cafés, suas lojas e seus bares;

Mas sim a beleza da mescla do seu povo;

São cores e cheiros que se misturam;

Branco, preto e acobreado.

Porque os homens são irmãos;

Filhos de um mesmo pai e mãe.

E uma cidade é o mundo todo;

Italianos, árabes, judeus, japoneses;

Coreanos, africanos e americanos;

Amarelos, brancos, pretos;

Raças, culturas, povos e religiões;

Todos, todos são irmãos;

Mudam apenas as cores;

Mas a natureza é a mesma.

 

 

Moussa Simhon Moussa_simhon@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

TERCEIRO MUNDO

O proprietário do imóvel onde funciona o Cine Belas Artes, assim como seu advogado, pode até ter respaldo legal ao estipular o preço do aluguel que ache conveniente e argumentar que o processo de tombamento não procede. Só que a questão não é meramente legal. Isto é apenas mais um exemplo do descaso que a própria população tem com nosso patrimônio público e cultural e nossa história. Desdenhar do significado do Belas Artes é quase o mesmo que pichar uma estátua numa praça. É imoral e desrespeitoso. Coisa de Terceiro Mundo.

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SALVE O BELAS ARTES

Entre R$ 63 mil e R$150 mil há uma grande diferença no valor do aluguel e nenhum investidor coloca a emoção em seus negócios. Li no Estadão que o sr. André Sturm já contava com o aumento do valor do aluguel, talvez não o pedido pelo proprietário.

Acontece que o prefeito Kassab já demonstrou que também está engajado na campanha "Salve o Belas Artes", providenciando o processo de tombamento do prédio, o que parece não ser o suficiente. Resta mais uma colaboração do nosso alcaide: isentar o prédio de IPTU, cujo valor viria somar ao previsto pelo sr. Sturm. Sei que isso ainda não é suficiente, mas vamos agora aos patrocinadores. Dois, e não um, o que acredito não será difícil em virtude do grande apelo popular demonstrado pelo querido cinema. E que sejam bem discretos em seu "merchandise", diferentemente do antigo. E os cinéfilos ficarão felizes.

 

 

Delpino Veríssimo da Costa dcverissimo@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MEMÓRIA

 

Nativos ou não, principalmente aqueles de gerações anteriores à minha, que viviam nas noitadas de Marília lá pelos idos de 60, sabem o vazio que se sente quando se perde um local memorável e mágico que foi palco de atuação de grandes artistas nacionais. Falo dos saudosos Cine Marília e do Cine Bar, que foram demolidos. Nada mais, nada menos que Guiomar Novaes, Elis Regina, Anselmo Duarte e tantos outros ali se apresentavam, para orgulho de nossa cidade, que era efervescente e singular naquela época, como citou recentemente Ignácio de Loyola Brandão em sua coluna no Estadão. Hoje, naquele local há simplesmente mais um prédio comercial, que nada significa do ponto de vista cultural e sentimental para a coletividade. Cito tal fato diante da polêmica em torno do tombamento do Cine Belas Artes, de São Paulo, que também frequentei, na década de 90.

Para mim, tal local tem de ser preservado, já que se incorporou, há muito, na alma e na identidade cultural de grande parte da população paulistana. Obviamente que a propriedade privada deve ser respeitada com uma indenização ou locação justa para o proprietário do imóvel. Àqueles que afirmam que há mais o que fazer com o dinheiro apenas digo que o bom exemplo de conservação da nossa memória pelo poder público também faz parte da educação de um povo...

 

 

José Eduardo Zambon Elias zambonelias@estadao.com.br

Marília

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LIXO SUPEROU LULA

 

Curioso, na disputa de indicados para o Oscar, o filme "Lixo Extraordinário", do brasileiro Muniz, foi indicado para receber o prêmio, enquanto o filme sobre Lula foi excluído do concurso. Impressionante virada do destino.

 

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OSCAR

O filme "Lula, o Filho do Brasil" não emplacou no Oscar, mas agora seremos representados por um outro lixo. O Brasil será representado na categoria documentário com "Lixo Extraordinário", já premiado em Berlim.

E no fundo está certo, porque o outro era um "lixo ordinário"!

 

 

Ricardo Melhem Abdo www.ricabdo.blogspot.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"LIXO EXTRAORDINÁRIO"

 

Esse documentário semibrasileiro concorre ao prêmio máximo do cinema. Pena que o filme não aborde o maior problema do lixo brasileiro - políticos, quem os suborna e protege e a ética, que há muito tempo é um lixo!

 

 

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

APLAUSOS PARA HOLLYWOOD

Com o mesmo discernimento com que rejeitou lixo ordinário, candidato ao Oscar escolhido pela Academia Brasileira de Cinema, a Academia de Hollywood escolheu como finalista para o Oscar em uma das categorias o documentário "Lixo Extraordinário".?

 

 

Eng. Ilmar Mello de Carvalho ilmarcarvalho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A OPOSIÇÃO SUMIU

A oposição ainda está em férias? Foi extinta? Ou aderiu à falta de vergonha que impera no País?

 

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A OPOSIÇÃO APARECEU

Finalmente apareceu na imprensa uma notícia sobre a oposição. Há muito tempo a oposição sumiu do noticiário. Muito tempo mesmo. Acho que já deve fazer uns oito anos. E quem foi que reapareceu? O governador Geraldo Alckmin! E qual foi o conteúdo da notícia? Ele nomeou para o cargo de presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) o ex-prefeito de Taubaté José Bernardo Ortiz (PSDB), condenado judicialmente por ato de improbidade administrativa. Sempre é bom salientar que o nomeado vai ter à sua disposição uma verba de R$ 2,5 bilhões, destinada à construção e reforma de escolas e projetos pedagógicos. Com uma oposição dessas, não é preciso ser nenhum Lula da Silva para ficar eternamente no poder. Basta ser uma Dilma Rousseff.

 

 

Wilson Gordon Parker wgparker@oi.com.br

Nova Friburgo (RJ)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALCKMIN DEFENDE CONDENADO

É inaceitável que o governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), tenha defendido e nomeado como diretor da FDE o ex-prefeito de Taubaté José Bernardo Ortiz, condenado pelo STJ por improbidade administrativa. Uma pessoa que é condenada por esse tipo de delito jamais poderia permanecer no governo e comandar uma entidade com um orçamento de milhões de reais. Alckmin demonstra falta de respeito aos paulistas e deve explicações à sociedade. Como se já não bastasse ele ter um cunhado envolvido em escândalo por desvio de verbas públicas, agora ele protege um condenado por improbidade administrativa. Isso que é deixar as raposas tomarem conta do galinheiro.

 

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

POR QUE NÃO?

A princípio, o critério usado por todos os políticos nesta terra do "não sei de nada", a cada ano que passa, faz o número de funcionários indicados para cargos de confiança crescer de maneira incontrolável, mas nunca suficiente para acomodar amigos, cabos eleitorais. Se o governo Lula do (PT) teve muitos, até ministros, com passado não recomendável, por que o governador Geraldo Alckmin não poderia indicar para um dos cargos de sua confiança, a Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), o sr.

José Eduardo Ortiz (PSDB), ex-prefeito de Taubaté? Usa-se este critério pernicioso, que para o bem do Brasil precisa ser extinto ou limitado a um número bem reduzido. E com a realização de concursos para tantas vagas que servem apenas para os políticos acomodar seus correligionários, muitos inaptos para o respectivo cargo.

 

 

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VALA COMUM

O PT faz escola! Alckmin, mesmo sabendo que o ex-prefeito de Taubaté José Bernardo Ortiz foi condenado por improbidade administrativa (apesar de caber recurso), oferece ao citado um importante cargo em seu governo.

Pelo mesmo motivo, e por justa razão, o PSDB, incluindo o governador, por oito anos criticou o Lula, campeão de acomodar gente sem estofo moral nas nossas instituições!

E como fica agora?! Já que com esta condenável decisão de um dirigente do Estado mais importante do País, que também demonstra estar se lixando para ética, certamente vai ajudar a perpetuar o petismo no poder central, porque não teremos mais partidos ou políticos que venham combater a corrupção e desmandos tão comuns nestes últimos anos...

E depois das recentes decisões que continuam enojando a Nação, como os 62% de reajustes dos parlamentares, aposentadorias cumulativas e sem tempo de contribuição de ex-governadores, e mais esta atitude deplorável de Geraldo Alckmin, não tem como não afirmar que as regras democráticas estão sendo confundidas pelo anarquismo...

 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS

"Alckmin põe aliado condenado pela Justiça para gerir fundo de pensão", essa foi a manchete do Estadão para falar da nomeação do ex-prefeito de Taubaté José Bernardo Ortiz (PSDB). Num primeiro momento pode-se tachar de louvável a iniciativa do jornal. Ocorre que o mesmo jornal permaneceu calado quando José Serra nomeou o ex-prefeito de Itapira Barros Munhoz (PSDB) como subprefeito de Santo Amaro e depois o escolheu para presidência da Assembleia, mesmo sabendo (na época farta documentação foi enviada ao Estadão) que o atual deputado estadual tem mais de duas centenas de processos na Justiça, quase todos por improbidade administrativa. Comparado a Barros Munhoz o José Ortiz é aprendiz, então, por que não é dado o mesmo tratamento? Ainda é tempo de corrigir esse grave erro!

 

Antonio Carlos dos Santos ptitapira@bol.com.br

Itapira

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CHAMAR NA CHINCHA

Vejam o que está acontecendo no PSDB: José Serra derrotado nas eleições presidenciais, Geraldo Alckmin criticado por nomear condenado pela Justiça, Antonio Anastasia incha a folha com 1.314 cargos sem concurso. Será que estão querendo se equiparar ao PT para vencer as próximas eleições? FHC, não está na hora de o senhor dar uma chacoalhada nesses meninos?

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE E PRECATÓRIOS

 

Infelizmente, lendo no Fórum a opinião de leitores com relação aos precatórios devidos pelos governos estadual e municipal, vejo mais uma vez vejo o descaso de ambos, de adiar o pagamento, conforme na notícia publicada dia 24/1 sobre o bloqueio de um precatório. Porém não vi muita preocupação em deixar que virem precatórios as dívidas de R$ 307 milhões do governo Serra em propaganda! Que entrem na fila também!

Mauricio Avellar de Azevedo Marques mzlmauricio@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IPTU ENGANOSO

 

 

A prefeitura de sua cidade procede como a de Guarulhos, que alardeia, até em seu site, que o IPTU apenas foi corrigido de acordo com a inflação, mas na realidade teve aumentos de mais de 25%, como o meu?

Diante de minha reclamação foi "justificado" que tal ocorrera por "atualização do valor venal". Faz diferença para o contribuinte o nome do aumento? Correção, atualização são artifícios para aumentar a arrecadação e sustentar a má gestão dos recursos!

Se o Código de Defesa do Consumidor se aplicasse, no mínimo, tipificaria uma propaganda enganosa.

Certamente esses procedimentos ainda existem porque alguns políticos têm a certeza de que até a próxima eleição tudo já terá sido esquecido e esses aumentos continuarão sustentando todas as mazelas da má administração!

 

 

Cesare Morosini cesare@listasinternet.com.br

Guarulhos

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONSTRUÇÃO DE NOVO MITO

A respeito de Dilma, vou reproduzir o último parágrafo do artigo de Eduardo Fagnani "Juro cumprir a Constituição" (26/1, A2), para demonstrar como a militância operosa está a construir um novo mito: "Com sua notável biografia de luta pela democracia e pela correção demonstrada ao longo de sua vida pública, a presidenta Dilma poderá contribuir para a consolidação das conquistas sociais de 1988, o que passa por cumprir a Constituição, como jurou fazer ao tomar posse".

1) Notável biografia de luta pela democracia, tendo utilizado todos os métodos de guerrilha abominados numa democracia?

2) Correção demonstrada ao longo de sua vida pública, mas já esqueceram a pressão exercida por ela (enquanto ministra da Casa Civil ) e sua secretaria-executiva Erenice Guerra no caso da VarigLog, para livrar o comprador da empresa de uma dívida tributária calculada em 2008 em R$2 bilhões, prejuízo deixado para a União, ou melhor dizendo, para o bolso de todos nós, contribuintes?

3) A presidenta poderá contribuir para a consolidação das conquistas sociais de 1988... mas, afinal, alguém ou algum jornal possui uma foto, um documento qualquer que inclua Dilma naquele movimento em prol das conquistas democráticas de 88? Ela simplesmente não existe. Onde estava Dilma naquele momento histórico e o que fazia ela?

Portanto, esse artigo é somente mais uma peça na montagem da construção de mais um mito, e utilizando a mídia, tão criticada por elles... E é bom que mais gente perceba isso!

4) Ao indicá-la como presidentA, o articulista já deixa clara sua preferência ideológica e sua falta de isenção em suas considerações.

 

 

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MOMENTO SPUTNIK

 

Ao proferir o tradicional discurso sobre o estado da União, Barack Obama chamou a atenção para os desafios que os EUA terão de enfrentar doravante, com ênfase para os aspectos de educação e pesquisa, pregando um "upgrade" na infraestrutura e no aprimoramento da educação num país que já conta com as 20 melhores universidades do mundo, segundo o ranking Web of World Universities. Disse que a competição será contra indianos e chineses, "que passaram a educar suas crianças com ênfase em Matemática e Ciência e investindo em pesquisas e novas tecnologias". Note-se que os citados correspondem a 50% da sigla Bric, que reúne Brasil, Rússia, China e Índia. Por que Obama não nos mencionou em seu discurso? Vejamos. No Brasil do PT, a educação disputa espaço com o assistencialismo nos planos de governo; o País tem 15 milhões de analfabetos e um número ainda maior de analfabetos funcionais, razão pela qual importa mão de obra qualificada, um dos já tradicionais "gargalos" a dificultar nosso desenvolvimento. Na área de pesquisa, nada melhor: o orçamento do Ministério de Ciência e Tecnologia é de 1,25% do PIB e, neste ano, está a sofrer "contingenciamento" (corte de R$ 610 milhões), com os protestos da SBPC. Outros entraves são a infraestrutura arcaica, a burocracia, a hipertrofia do Estado, a corrupção e uma longa série de deficiências que se convencionou chamar "custo Brasil". Nenhuma dessas questões esteve em pauta no desgoverno Lulla e tampouco parecem ser o centro das preocupações do atual governo. Noves fora, Barack Obama está certo em temer China e Índia. Bem informado como é, ele sabe quem são os verdadeiros "caras".

 

 

 

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

OBAMA NOTA 10

Barack Obama, em seu mais eloquente e importante discurso, no Congresso dos EUA, conclama o país inteiro para uma refundação da educação, que hoje está obsoleta, e colocando o papel do professor em posição fundamental, para a retomada da hegemonia americana no mundo.

Bem diferente do discurso do ex-presidente Lula, que pregava a fuga das escolas e odeia quem tinha curso universitário.

 

Jose Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

____________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A NAÇÃO ESPERA

 

Ao ouvir o presidente Obama falando da valorização dos professores, fiquei na expectativa de que o nosso governador tivesse vendo. Que sirva de exemplo e comece a investir e valorizar realmente aqueles professores que merecem ser reconhecido não por politicagens, apadrinhamentos, mas sim por conhecimento profissional. Com o fim da corrupção, vai sobrar dinheiro para saúde, educação, segurança e saneamento. Controlar os gastos públicos, principalmente com as terceirizações, acabar com os aumentos dos salários dos políticos na calada da noite e as aposentadorias milionárias: só assim os brasileiros teriam a certeza da vitória da justiça sobre as injustiças que sofre a nossa população!

 

Anderson Aparecido Dias dandersonaparecido@yahoo.com

Hortolândia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.