Cartas - 30/01/2011

TENSÃO NO MUNDO ÁRABE

, O Estado de S.Paulo

30 Janeiro 2011 | 00h00

Derrubando o muro

O que está acontecendo com os árabes lembra muito a derrocada da URSS, no final dos anos 1980, que, na realidade, começou dentro do próprio partido, através da Hungria e da Polônia. Como não há muro a ser derrubado como o de Berlim, está-se derrubando o muro da autocracia religiosa, que se baseia na ancestral forma do cacique e do pajé, cuja pajelança dinossáurica vai chegando ao fim, como chegou o comunismo - nada mais do que outro tipo de fundamentalismo religioso.

ARIOVALDO BATISTA

arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

___________________________________________________

Nova Revolução Islâmica?

Os protestos pelo fim do atual governo no Egito remetem ao que vimos no Irã em 1979. Que o governo de Mubarak não é um primor de liberdade e democracia, como o do xá Reza Pahlevi não era, todos sabemos. Mas a História nos prova que o que não está bom pode piorar - e muito - caso as pessoas tomem ações descabidas. El Baradei, principal líder oposicionista, é ligado às facções islâmicas mais conservadoras, avessas ao Ocidente, ao Estado de Israel e à liberdade de expressão. Cabe lembrar que Khomeini só chegou ao poder após ter prometido liberdade de expressão, voz às minorias e democracia plena no Irã. Tudo mentira.

SÉRGIO ECKERMANN PASSOS

sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz

___________________________________________________

Um tsunami político...

... parece varrer países onde a cultura árabe-islâmica, ao longo de séculos, não logrou constituir Estados organizados e sólidos, fundados em instituições democráticas, o que permitiu sua absorção por ditadores sanguinários e populistas. O caudilho egípcio está encastelado no poder há 30 anos, média de vida da população, inacreditável em cotejo com a longevidade das populações ocidentais. O déspota da Tunísia já foi defenestrado. Não se compreende a política de Barack Obama, que não apoia incondicionalmente movimentos populares que buscam o direito à vida proporcionado pela democracia.

AMADEU R. GARRIDO DE PAULA

amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

___________________________________________________

Sorte nossa

O Norte da África e o Oriente Médio prometem espanar ditadores para todo lado. Para azar deles, sorte do cidadão brasileiro e honra do País, Lula da Silva está fora do governo e o grande Celso Amorim, defensor de bandidos, hoje só apita ensaio de bateria.

HUMBERTO DE L. FREIRE FILHO

hlffilho@gmail.com

São Paulo

___________________________________________________

POLÍTICA ECONÔMICA

FMI, go home

O FMI diagnosticou uma rápida deterioração do nosso "cadastro". Há duas alternativas. Podemos pôr em dúvida o diagnóstico. As "forças vivas", CUT, UNE MST (e outros profundos entendedores do assunto), poderão promover manifestações "fora FMI!" - o diabo é que o FMI já está fora. Então, "fora os palpiteiros!". Nosso ministro da Fazenda poderá desmentir tudo, negando a realidade, apostando caixas de vinho como "eles" nada entendem, no mais puro espírito do circo com ou sem tanto pão. Como aceitar a hipótese de estarmos diante de uma herança maldita, fruto de incompetência populista? Como admitir que a gastança de 2010 teve consequências tão nefastas? Existe também a possibilidade de levar a sério o alerta e fazer os deveres de casa, abrindo mão de mandracarias contábeis e adotando o rigor fiscal. Menos cocoricós e mais seriedade.

ALEXANDRU SOLOMON

alex101243@gmail.com

São Paulo

___________________________________________________

Seriedade

O governo fecha as contas com superávit usando nova mandracaria contábil. Sem a alquimia feita com a Petrobrás os resultados seriam muito ruins. Os números brasileiros são passíveis de todo tipo de manipulação. Da inflação ao desemprego, os índices apresentados não seriam levados a sério, se fôssemos gente séria.

M. CRISTINA ROCHA AZEVEDO

crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

___________________________________________________

Petrobrás

O presidente da Petrobrás continua o mesmo. E os acionistas seguirão com um "mico" nas mãos?

FLAVIA SAMPAIO

flaviasampaio61@gmail.com

São Paulo

___________________________________________________

Inflação

Na tentativa de despistar, o governo vai pôr a culpa na elite quando o consumismo desregrado dos advindos da classe C começar a fazer efeito no disparo da inflação. Alegará que a elite rogou praga aos emergentes, que até ontem eram os desvalidos. Mas a grande verdade é que quem acaba sempre pagando o pato é a classe média, o eterno bode expiatório.

IRACEMA PALOMBELLO

cepalombello@yahoo.com.br

Bragança Paulista

___________________________________________________

Aritmética dolorida

O Banco Mundial afirma que o PIB do Brasil em 2009 foi de US$ 1,57 trilhão. Nossos economistas dizem que nossa tributação é de 37% do PIB, ou seja, são US$ 580 bilhões pagos ao poder público. No Chile, a tributação é de 25% do PIB e a infraestrutura e os serviços prestados pelo Estado são muito superiores aos do Brasil. A aritmética é simples e dolorida: pelo menos 12% de nosso PIB, ou US$ 188 bilhões, é desperdiçado ou roubado anualmente pelos administradores públicos... Está em nossas mãos a missão de expulsar os maus administradores, substituindo-os por gente decente que elimine o desperdício e a corrupção que grassa no País.

ALDO BERTOLUCCI

accpbertolucci@terra.com.br

São Paulo

___________________________________________________

Sofisma

Tendo em vista que o início de um governo é sempre momento oportuno para mudanças, que tal inaugurar uma era de transparência? Nossos economistas e autoridades financeiras, que dão lições ao mundo, acabaram com a hiperinflação e vêm administrando 17 anos de estabilidade monetária, certamente concordam que, sendo a moeda um ente em movimento, a correção anual da Tabela do Imposto de Renda na proporção da inflação no período é uma simples questão de aritmética, que deve ser feita em respeito ao contribuinte. Falar em "perda de receita" para justificar a não correção é sofisma!

VIANNEY MENEZES

cardosodemenezes@terra.com.br

Rio de Janeiro

___________________________________________________

"A pequenez dos comentários de Mantega quanto à advertência do FMI é um reflexo da estatura do ministro"

HELENA RODARTE COSTA VALENTE / RIO DE JANEIRO, SOBRE AS "BOBAGENS DE UM VELHO ORTODOXO"

helenacv@uol.com.br

"Saiu Lula, entrou Dilma, mas as manobras contábeis para maquiar números e mostrar "resultados" continuam?"

ANGELO TONELLI / SÃO PAULO, SOBRE AS CONTAS PÚBLICAS

angelotonelli@yahoo.com.br

"A não correção caracteriza uma nova figura de furto legal"

SERGIO S. DE OLIVEIRA / MONTE SANTO DE MINAS (MG), SOBRE A TABELA DO IMPOSTO DE RENDA PESSOA FÍSICA

ssoliveira@netsite.com.br

___________________________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL:664

TEMA DO DIA

Encontrada galáxia mais distante da Terra

Objeto a 13,2 bilhões de anos-luz da Terra foi captado pelo Hubble; cientistas ainda estão céticos

"Cada vez mais, diante do tamanho do universo e de descobertas quase diárias sobre ele, nos tornamos nada."

EDUARDO PASSAIA

"Acho que o universo é bem mais antigo do que se imagina."

BRAZ DOS SANTOS

"Ainda faremos muitas melhorias nos instrumentos hoje disponíveis e não seria surpresa, nos próximos 500 ou 600 anos, o atual conceito do universo sofrer grandes alterações."

TETSUO SHIMURA

___________________________________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

E o Corinthians, hein?

No jogo contra o Tolima meu Corinthians mostrou estar pior do que imaginava. Nada jogou no primeiro tempo e voltou para o segundo como se estivesse ganhando de 3 x 0, tocando a bola a 60 km por hora, quando deveria estar a 120, voando baixo e comendo grama. A mediocridade do time nesse jogo não explica essa marcha lenta e tal comportamento costuma ser quando querem derrubar técnico, o que não acredito. Parece mais consciência da própria mediocridade. O que se pergunta é onde foi parar o futebol do Bruno César, que prometia muito, mas desapareceu, lembrando uma fugaz estrela cadente. E o Juciley? Talvez sua pior partida desde que chegou a titular. Esperar o Ronaldo, que deve estar pesando uns 100 quilos, fazer os gols necessários é pura ilusão e não chegaremos a lugar algum, porque, se mesmo parecendo um Buda ele entende do métier como ninguém, cadê parceiros para colocá-lo em situações para isso? Duro é ver o ramerrão de sempre, com o Tite trocando Bruno pelo Danilo, saindo Dentinho (que só foi ao Pacaembu bater ponto) para entrar o Edno e, arrematando, trocar o Roberto Carlos pelo Marcelo. Marcelo quem? Trocando em miúdos, o elenco é pequeno, de baixa qualidade e esperar vantagem na Colômbia só por milagre, que não creio. Mas para que classificar-se para outra fase? Dar vexame mais à frente? O presidente do clube, já prevendo fracasso, declarou que se isso acontecer colocará os garotos do Sub-20. Pior ainda é ficar lançando novas camisetas cada vez mais caras, quando deveria mesmo é lançar um novo plantel, porque o atual já ''carunchou''.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

___________________________________________________

NOTÍCIAS DO "CARA"

Os jornais dão conta de que o "cara" estará presente no jogo do Corinthians contra o São Bernardo, mas ele diz não querer badalação. Será? Em seguida o noticiário constata que, além de duas aposentadorias, receberá uma outra de R$ 21 mil por ser dirigente do PT. Estará se adiantando em não querer nenhuma badalação porque com o aviso de sua presença poderá se inverter a situação e os trabalhadores do ABC se manifestarem calorosamente (?) ante o estabelecimento do novo salário mínimo, no ótimo patamar de R$ 545? E, afinal, uma injustiça com o "cara" num convite de duas páginas para a participação da sociedade no Fórum de Sustentabilidade, a se realizar na cidade de Manaus, não aparece nem como palestrante (?) nem como convidado. Por que seria?

Luiz Carlos Cunha luiz.cunha@terra.com.br

São Paulo

___________________________________________________

Elle dá azar!

O ''cara'' quer dar o pontapé inicial em São Bernardo.

Cuidado, Corinthians, ele dá azar! Vão perder para o São Bernardo e

depois dirão adeus à Libertadores, perdendo para o Tolima.

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

___________________________________________________

Privatizamos a Vale e criamos a Não Vale

Durante as gestões do governo FHC várias empresas foram vendidas a preço de banana, um dos maiores crimes contra o patrimônio nacional foi a venda da empresa de mineração Vale do Rio Doce por um preço muito aquém do seu real valor. Muito se discutiu à época, mas a carruagem seguiu e FHC continuou como um cavalo de parada militar... C...ando e andando para os reclamos da sociedade.

Hoje, oito anos depois, recebemos a notícia que o governo federal conseguiu se superar em termos de absurdos administrativos em toda a sua história democrática. Criou uma estatal chamada "Empresa Brasileira do Legado Esportivo Brasil 2016". Com a finalidade de elaborar estudos técnicos sobre obras destinadas à realização da Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro.

Ela foi criada por Lula em maio de 2010, através das abjetas medidas provisórias, que levou o número 488. A mesma caducou por não ter sido votada dentro do prazo estipulado e perdeu a eficácia em setembro. Os deputados trabalharam bem menos nesse ano por causa da Copa do Mundo e das eleições.

Mas nada detém nossa burocracia federal, nem o prazo, nem recurso, nada detém o impulso de criar novos cargos e mamatas no governo federal. Na visão (míope) das autoridades do Ministério dos Esportes, ao qual a estatal está subordinada, a empresa continua existindo porque atos tomados na vigência da medida provisória não podem ser desfeitos (eu não disse que ninguém os detém jamais?).

Assim, o ministro dos Esportes afirmou que falta apenas indicar um presidente para a empresa. Após essa indicação a empresa começará a operar, para sorte do nosso país. Afinal, como poderemos viver sem a tal empresa?

Engraçado que mesmo sem a empresa estar funcionando já existe um conselho administrativo que até reuniões já realizou. Estranho, mas muito pertinente, afinal, esses conselhos estaduais ou federais, como nesta situação, remuneram muito bem seus indicados. Não tem moleza no Brasil, basta indicar e eles já saem se reunindo, só esqueceram de montar a empresa primeiro. Coisa pequena, leve e que pode ser corrigida, é claro.

Falta agora fazerem um concurso para escolhermos o logotipo da empresa, afinal, tudo o que é pertinente à RJ/2016 tem de ter logo e festa. O nome corriqueiro e popular deveria ser Legadobrás ou Desperdiciobrás.

Nada mais do que a pura realidade, num país sem infraestrutura, sem saneamento básico, sem segurança pública e saúde o povo ter de engolir excrescências como essas criadas por políticos imbecis que não têm o que fazer exceto desperdiçar nosso dinheiro e paciência.

Rafael Moia Filho http://falandoummonte.blogspot.com

Bauru

___________________________________________________

Acredite se quiser...

Ouço Kassab dizer que o Anhembi, do jeito que está, atende a 100% do caderno de encargos da Fifa para ser o centro de imprensa na Copa.

Custa-me a crer que aquele dinossauro capenga, que nem ar-condicionado tem, seja o mesmo a que o prefeito se refere. Hoje em dia, até centro de convenções na Argentina já tem ar-condicionado. No último Salão do Automóvel eu emagreci três quilos naquela sauna.

Luiz Henrique Penchiari luiz.penchiari@hotmail.com

Vinhedo

___________________________________________________

HONORIS CHATO

O príncipe de Garanhuns, suserano de São Bernardo, arquiduque do Parangolé

e ''despresidente da bagaça'', que agora também é doutor-comendador da

Zona da Mata - uma capivara e tanto! -, voltou a fazer o que gosta: maldizer

alguém pelas costas, contar lorota e descolar emprego público para o puxa-

saco que ri mais alto de suas piadas sem graça. Não tivemos nem um mês de

férias.

Stanislaw Cordeiro ratles2@hotmail.com

São Paulo

___________________________________________________

Doação

O PT pagará ao ex-presidente um salário mensal de R$ 13 mil. Se dona Marisa continuar com as roupas caras, aplicações de botox, plásticas, lipoaspirações a que se submeteu nos oito anos de governo Lulla, não vai dar. Ele precisará de mais doações, porque pelas nossas contas toda a transformação sofrida pela ex-primeira dama nesses últimos anos, nem com o salário de presidente a conta fechava! A exemplo do ex-presidente FHC, Lulla precisará dar muitas palestras ou receber muito mais doações.

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

___________________________________________________

Triste realidade

O Lula é mesmo um bom exemplo para os brasileiros ''espertos''. Recebe aproximadamente R$ 9 mil de duas aposentadorias oriundas de anistia política e por ter perdido um dedo em serviço (28/1, A8). Enquanto isso, nós, brasileiros de bem, trabalhamos um mínimo de 35 anos e recebemos verdadeiras migalhas, como se esmola fosse. Quanta incoerência e injustiça. Este país não é sério mesmo!

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

___________________________________________________

O Lula dos discursos

O mesmo Lula que em campanha defendia aumento para os aposentados, por achar que o

salário era uma ofensa, ficou calado durante oito anos a respeito do tema. Lula,

como os demais políticos, sai do governo levando todas as mordomias que o

cargo lhe concede. O povo brasileiro saúda o presidente que soube levar o povão

no bico. Lula está com o futuro garantido. Recebe cerca de R$ 9 mil por

duas aposentadorias, uma porque perdeu um dedo (quando milhões não têm uma

perna e nada recebem) e outro como anistiado político, além do salário de

ex-presidente. Se o povo soubesse lutar por seus direitos, no mínimo, exigiria

direitos iguais para todos. Mas no Brasil, como se vê, alguns são mais iguais

que outros e fica tudo certo no país dos tiriricas.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

___________________________________________________

LULA E OS 21 MIL

Realmente, existe uma desigualdade social multicentenária no Brasil. Mas a desigualdade que marca o mundo dos políticos e o mundo do cidadão trabalhador e contribuinte é, sem dúvida, a maior causa da existência dessa anomalia, neste país riquíssimo e de um povo na esmagadora maioria muito pobre. Por que o Lula não troca os R$ 21 mil pelo Bolsa-Família? Não seria mais justo socialmente?

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

___________________________________________________

SALÁRIO GORDO

21 mil de Salário para Lula? Brasil, um país de todos...

Cícero Sonsim c-sonsim@bol.com.br

Nova Londrina (PR)

___________________________________________________

Aposentadoria

Gostaria de saber quem, entre a população brasileira, por ter perdido um dedo recebe em torno de R$ 4 mil mensais, por invalidez sem ser o ''cara'' e como ele chegou aí.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

___________________________________________________

O ex-presidente pode?

Pode o aposentado por invalidez, mesmo que tenha sido pela perda do quinto dedo da mão não dominante, voltar a trabalhar com registro em carteira sem antes pedir o cancelamento do benefício e exame médico-pericial?

Luiz Nusbaum, médico lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

___________________________________________________

APOSENTADORIAS, ETC. E TAL

Uma do INSS, outra de anistiado político, outra do PT, plano de saúde o melhor do mundo (O mesmo do Sarney, José de Alencar, etc.), e ainda tem um tal de Okamoto que, desinteressadamente, paga todas as suas contas. Filharada toda nadando na grana, passaportes diplomáticos, etc. e tal.

Eta, cabra de sorte!

Walter Duarte duartecont@globo.com

São Caetano do Sul

___________________________________________________

CASALZINHO DANADO

O ex-primeiro-casal continua fazendo das suas, ou melhor, pelos seus. Dona Marisa, em seu único ato como primeira-dama, tentou a cidadania italiana para seus netos, pois queria garantir o futuro deles. Lula conseguiu que a Telemar comprasse por R$ 5 milhões 35% das ações da Gamecorp, uma empresa de games de fundo de quintal do Lulinha, que até 2004 era biólogo do zoológico e, da noite para o dia, tornou-se um dos mais prósperos empresários do País (chegou a comprar a Fazenda Fortaleza por R$ 47 milhões, uma fazendinha que possui Certificado de Exportação para a Europa). Sua filhinha Lurian tinha carro da Presidência, morava de graça em Florianópolis. No final de seu mandato, Lula deu passaporte permanente a filhos e netos do casal. Faz até sentido, com os negócios e lazer da família, parece que viajar será constante.

João Henrique Rieder rieder@uol.com.br

São Paulo

___________________________________________________

Vergonha

A Itália deveria anular os passaportes dos filhos do Lula como represália pela atitude acometida por elle, envergonhando nosso país, ao dar guarida a um feroz assassino e terrorista.

IVAN BERTAZZO bertazzo@nusa.com.br

São Paulo

___________________________________________________

"Herança"

Epidemia de dengue, mais de 820 mortos na Região Serrana do Rio de Janeiro, inflação subindo, Petrobrás depois de quase 70 anos perde sua posição para a "privatizada" Vale; R$ 94 bilhões de 2010 para o orçamento de 2011; salário mínimo de R$ 545 (e o Brasil está voando). Isso, sim, é que podemos chamar de "herança maldita", nunca antes neste país a incompetência e a mentira tiveram tanto espaço.

Celso de Carvalho Mello celsosaopauloadv@uol.com.br

São Paulo

___________________________________________________

Real herança maldita

Será que valeu a pena o PIB brasileiro ter crescido 7,5% em 2011? A inflação por conta disso chegou a 5,91% corroendo principalmente o salário dos que ganham até três salários mínimos.

O IGP-M, índice que corrige os aluguéis, astronômicos 11,32%. E dos aluguéis com contratos novos, 13%. Ou seja, neste quesito são prejudicadas 25 milhões de pessoas que moram de aluguel...

Na esteira da escalada da inflação, os pais vão gastar mais por material escolar, mensalidades escolares e da casa própria, etc. Pessoas físicas e jurídicas serão oneradas com juros ainda mais extorsivos, porque somente em janeiro, além da alta da Selic, os juros subiram 4,5 pontos porcentuais.

A cúpula petista certamente está muito feliz! Mas a política de gastos improdutivos e expansionista de crédito do Lula, com objetivo de ludibriar os eleitores em 2010, e assim conseguiu elegendo a Dilma, hoje não somente os 83% que o apoiaram, mas os 190 milhões de brasileiros pagam esta conta amarga e perversa. E de quebra o lulismo deixa um déficit fiscal jamais visto...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

___________________________________________________

Lula é o máximo!

Nunca antes neste país se viu um governante capaz de tal façanha: em apenas oito anos Lula conseguiu pôr abaixo a maior obra de seu antecessor, FHC, que foi ter acabado com a inflação no Brasil! As contas do governo, desde 2003, mostram um avanço cada vez maior nos gastos e um inchaço expressivo na máquina governamental. Mas a fissura de fazer eleger Dilma como sua sucessora fez com que nos últimos anos Lula batesse todos os recordes em gastança. Mais valia para ele manter o poder nas mãos do que garantir a inflação sob controle. Realmente, Lula é o máximo... Governante deletério como ele, só o Chavez!

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

___________________________________________________

OAB

Muito oportuna a atitude da Ordem dos Advogados do Brasil, questionando o pagamento de pensão vitalícia a ex-governadores. Trata-se de um privilégio absurdo aprovado por políticos e beneficiando os próprios políticos. Como sempre, os contribuintes vão pagar a conta através de uma carga tributária absurda e desumana. Parabéns à OAB pela iniciativa de enfrentar os poderosos em defesa da sociedade.

Claudio Froes Peña cpena@plugin.com.br

Porto Alegre

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.