Cartas - 30/05/2011

RODOVIA DA MORTE

, O Estado de S.Paulo

30 Maio 2011 | 00h00

Aberração

Manchete do caderno Cidades do Estadão de 27/5: Ibama barra a duplicação da Régis. Essa notícia cai como um balde de água fria nos usuários da BR-116! A rodovia que liga o Sudeste ao Sul do Brasil, por onde passa grande parte do PIB nacional, tem um gargalo de 30 km que é uma aberração. Milhares de pessoas já morreram nesse trecho. Os caminhoneiros não aguentam mais tanto sofrimento e o Ibama prefere jogar para os holofotes: ao mesmo tempo que impede a duplicação de 30 km da rodovia, libera obras gigantescas, como a barragem de Belo Monte. Quantas pessoas ainda deverão morrer nesse trecho para preservar os papagaios-de-peito-roxo? Faço questão, a partir de agora, de mandar um e-mail para o Ibama a cada morte que acontecer ali. Os ambientalistas que pressionam pela não duplicação do trecho certamente nunca perderam um ente querido em acidente na Serra do Cafezal. São ambientalistas de ar-condicionado: "defendem a natureza", mas querem continuar morando nas grandes cidades. Que hipocrisia!

JOSÉ MILTON GALINDO

galindo52@hotmail.com

Eldorado

_________________________________

Outro golpe?

Mais uma vez o Ibama no caminho da BR-116. O trecho da Serra do Cafezal no Vale do Ribeira estava sendo duplicado e novamente a obra é paralisada pela "burrocracia" governamental. Isso vem causando angústia e pânico aos cidadãos que transitam por aquela rodovia, uma das mais importantes do Brasil, apedrejada pelos maus políticos e ainda sujeita a vários postos de pedágio. Será que só existe essa estrada na Mata Atlântica? Vamos deixar de palhaçadas, porque nossa vida está em jogo, não podemos mais sofrer com as tragédias que acontecem ali diariamente. Essas obras terminariam em fins de 2013. O dinheiro está acabando. Não será mais um golpe para novas licitações e contratos? Se liga, Brasil.

ANTONIO ROCHAEL JR.

antoniorochael@gmail.com

Iguape

_________________________________

Serial killer institucional

Sou super a favor do meio ambiente, mas gente é importante! Ao suspender a licença de duplicação da Régis na Serra do Cafezal, o Ibama condenou premeditadamente à morte número indeterminado de pessoas não identificadas cujo "crime" será transitar por ali nos anos de atraso patrocinados por esse órgão federal. Mas os Ibamensis passarão esses anos a tirar ouro dos narizes federais, para parodiar Drummond. Mal comparando, o psicopata que entrou naquela escola premeditou o assassinato múltiplo e o executou contra pessoas não pré-identificadas cujo único "crime" foi ir às aulas. O contra-argumento é óbvio: precisamos proteger a fauna e a flora. Mas será que os bichinhos não se realojam, as plantinhas não existem no resto da mata? Um dia essa estrada vai ser duplicada mesmo. Já os mortos deixarão amigos e famílias para se realojarem nos cemitérios. Mas os bem alojados Ibamensis não estão nem aí!

MAURICIO DA ROCHA E SILVA

mrsilva36@hcnet.usp.br

São Paulo

_________________________________

Chega de mortes!

Até quando a população vai ficar à mercê dos tecnocratas do Ibama, que acham que um par de árvores vale mais do que a vida humana? Defender a natureza é importante, sim, mas eles têm de saber a que custo. Chega de mortes, liberem a duplicação já!

RENATO FOGAÇA DE ALMEIDA

rfog@uol.com.br

São Paulo

_________________________________

IMAGEM DO BRASIL

Razões para perplexidade

E o Brasil ainda tem a coragem de pleitear uma vaga no Conselho de Segurança da ONU! Será que os mandatários dos Poderes Legislativo, Judiciário e Executivo não perceberam que, entre as nações sérias e eficientes, o Brasil não é visto como um país sério, confiável e capaz de tomar decisões duras? O Brasil continua sendo o país do futebol, do carnaval, da ineficácia, da baixa qualidade educacional. E da corrupção, da impunidade... Ninguém quer sentar-se ao lado de um parceiro com essa mentalidade e com tais características, pois nada conseguirá acrescentar à comunidade internacional.

KARIN MUTTER FRAGA

karinmutter@terra.com.br

São Paulo

_________________________________

GOVERNO DILMA

Frustração

Certo da sua impunidade, o ministro Antônio Palocci aparece, todo sorridente, ao lado de sua defensora, a presidente Dilma Rousseff, na primeira página do Estadão (27/5). A frustração de expectativas com relação ao mandato presidencial de Dilma já começa a ser tornar uma realidade.

FRANCISCO ZARDETTO

fzardetto@uol.com.br

São Paulo

_________________________________

Quem é quem...

E afinal, quem é mesmo o(a) presidente deste país?

GILBERTO M. COSTA FILHO

marcophil@uol.com.br

Santos

_________________________________

Presidente "ultrapassada"

A presidente começa a enfrentar encruzilhadas. Ou é presidente ou é joguete nas mãos do PT capitaneado por Lula. Aliás, sem Lula o PT é um nada.

ARIOVALDO BATISTA

arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

_________________________________

Contestação

Em relação ao editorial A presidente "ultrapassada" (27/5, A3), a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República refuta a acusação de que mentiu sobre o estado de saúde da presidenta Dilma Rousseff. Os esclarecimentos públicos foram dados pela Presidência da República e pela equipe médica do Hospital Sírio-Libanês, que afirmou em boletim de 1.º de maio de 2011: "A presidenta foi submetida a uma série de exames, incluindo tomografias, e detectou-se um foco de pneumonia. A presidenta recebeu antibióticos e continuará sendo acompanhada pela equipe médica".

JOSÉ RAMOS FILHO, secretário de Imprensa da Presidência

enio.vieira@presidencia.gov.br

Brasília

N. da R. - Os vagos "esclarecimentos" a que se refere a mensagem, falando em "foco de pneumonia", contrastam com a duração do período em que a presidente da República reduziu significativamente as suas atividades, resguardando-se na residência do Palácio da Alvorada. Informações mais realistas sobre a saúde da presidente foram transmitidas por assessores que preferiram ficar no anonimato.

_________________________________

"Todos são iguais perante a lei. Exceto certos ministros de Estado e alguns políticos influentes"

JAMES F. SUNDERLAND COOK / SÃO PAULO, SOBRE PALOCCI

sunderland2008@gmail.com

_________________________________

"O ex-deputado Roberto Jefferson está fazendo

falta com seus conselhos aos chefes da Casa Civil"

JAIRO P. GUSMAN / SÃO PAULO, IDEM

jairogusman@gmail.com

_________________________________

"O felino já subiu no telhado (que é de vidro)"

SINCLAIR ROCHA / SÃO PAULO, IDEM

sinclairmalu@uol.com.br

_________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 633

TEMA DO DIA

Grupo de Aécio vence e comanda o PSDB

Derrotado, o ex-governador de SP José Serra assumirá o Conselho Político da legenda

"Qual o termo que melhor se aplica ao atual estado de São Paulo: dominante ou recessivo?"

FRANCISCO MENDES

"É necessário que agora todos trabalhem para a completa reunificação do partido."

MARCELO FONTANA SOARES

"O ex-governador José Serra é um dos melhores quadros do PSDB, competente e trabalhador."

PAULO CESAR NOGUEIRA

_________________________________

Cartas enviadas ao fórum dos leitores, selecionadas para o estadão.com.br

 

 

 

 

 

 

 

SERRA DO CAFEZAL

 

 

 

É lamentável que numa situação tão grave, em que se estão perdendo vidas, um entrave rodoviário há mais de meio século, seja mais uma vez prorrogado a duplicação de uma rodovia que mata, aleija e enlouquece motoristas e famílias inteiras. Levar duas horas para andar 30 km é de enlouquecer qualquer um. Depois sai como louco, correndo, e capota, atropela, tromba com tudo pela frente. A duplicação da BR-116 na Serra do Cafezal é assunto de saúde pública! Não e possível que ninguém mexa politicamente para resolver aquilo! Fazia 30 anos que não passava lá, fui agora em dezembro. Estava tudo mudada de São Paulo a Florianópolis, menos a Serra do Cafezal. Acho que ambientalista só anda de avião e que, para eles, gente vale menos que árvore ou barranco com pedras, pois lá não tem fauna e flora, tem plantação de cruzes por cada óbito que aquela estrada planta. A culpa não e dos motoristas, e sim de quem está sentado em cima da solução.

 

 

João Bráulio Junqueira Netto, engenheiro civil emaeng@terra.com.br

São Paulo

 

 

_________________________________

 

 

 

 

IBAMA E O DESENVOLVIMENTO

 

 

 

O Ibama, em seus inúmeros casos de desautorizações, tenta transparecer como órgão ativo, detalhista e vigilante. Seu quadro de funcionários mais parece uma convenção de radicais de extrema esquerda.  Desse competente quadro, quando se manifestam, é perceptível a predisposição a impor obstáculos para todo tipo de investimento, seja público ou privado, seja em infraestrutura ou produtivo. É praxe nesse zeloso órgão primeiramente se dizer “não”para depois, dependendo da pressão envolvida favorável à demanda, analisar a questão morosamente. Muitas vezes as compensações exigidas para licença – que é um bominstrumento – são criadas como obstáculos e também punitivas. Não há apoio do órgão em alertar e auxiliar os requisitantes de autorizações para que procedam corretamente com relação às exigências legais, parecendo-nos mais que torcem para algo dar errado, justificando assim suas negativas. Para o cidadão comum que assiste ao espetáculo do desmatamento sem fim, do tráfico de animais silvestres e caçadas internacionais, da corrupção intrínseca do órgão junto à atividade madeireira, da falta de foco, da miopia para o progresso tão almejado pelos brasileiros, só temos a lamentar.

 

 

 

Flavio Langer diretoria@spaal.com.br

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

VIDAS CEIFADAS

 

 

 

 

A melhor maneira de frear o desenvolvimento da China seria transferir para lá o nosso Ibama e os nossos ambientalistas.

 

Estes defendem a biosfera em detrimento das inúmeras vidas que são ceifadas em nossas rodovias cujas obras são por eles entravadas.

 

Como diz o ditado, essa gente cria dificuldade para vender facilidade.  

 

 

 

 

Gustavo Guimarães da Veiga gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

PÉSSIMO EXEMPLO

 

 

 

A Fifa ameaçou excluir a cidade de São Paulo da Copa do Mundo de 2014 por causa dos inúmeros problemas, atrasos e indefinição em torno do futuro estádio do Corinthians. São Paulo já foi duramente punida com a perda da Copa das Confederações, em 2013. É revoltante o que está acontecendo com a maior e mais rica cidade do Brasil e da América do Sul. Aventureiros, oportunistas e grandes interesses de imensos lucros rápidos e fáceis impedem que São Paulo ocupe o seu lugar de destaque na Copa. Pessoas como Ricardo Teixeira (CBF), Andrés Sánchez (Corinthians), Orlando Silva (ministro do Esporte) e Gilberto Kassab (prefeito) devem explicações à sociedade e deveriam ser investigados pelo Ministério Público. Todos sabem que os Estádios do Morumbi e do Pacaembu - com custos infinitamente menores - poderiam ser reformados e atenderiam às exigências da Fifa para receber os jogos da Copa e que o futuro estádio do Corinthians, em Itaquera, nem deveria ser cogitado. Faltam do apenas 37 meses para o início da Copa, o Brasil dá um péssimo exemplo de desorganização, incompetência e corrupção, num triste retrato do país em que vivemos.

 

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

A COPA DO PT

 

 

 

 

São Paulo, o Estado mais rico e com melhor infraestrutura da Federação, corre o risco de ficar fora da Copa de 2014, mas por culpa exclusiva do Lula, que, assim como aconchega e privilegia indigerivelmente seus camaradas vis, forçou a barra para beneficiar o Corinthians, prometendo estádio para o Timão. Tudo visando unicamente à eleição de 2010...

Infelizmente, e até com ajuda de milhares de torcedores do time do Parque São Jorge, a candidata do ex-presidente se elegeu. E passado o pleito, com petistas muito felizes, não é que o Palácio de Planalto dá uma banana para os corintianos, abandonando o sonho do estádio?!

Neste caso, não somente a coletividade corintiana está sendo humilhada pelas sempre promessas jamais concluídas do lulismo, mas também os mais de 40 milhões de paulistanos. Que assistiram indignados ao desprezo da CBF e do governo petista pela utilização do Morumbi, que está localizado numa região com melhores serviços do País, para atender delegações e torcedores dos mais sofisticados! E não satisfeitos em continuar sacaneando São Paulo, até um estádio moderníssimo e já em construção, como do Palmeiras, a ser concluído no início de 2013, não querem utilizar para Copa das Confederações.

E neste mar de jogo baixo, provando que o petismo também não digere a imprensa livre, principalmente a paulista, conseguiu até, com apoio da Fifa, tirar de São Paulo o centro de imprensa do Mundial.

Esta é a forma de Lula retribuir a São Paulo, que produz 35% do nosso PIB e até hoje acolhe com dignidade o ex-metalúrgico como um dos seus filhos, assim como faz com todos os que para aqui imigram. Enquanto isso, os petistas em Brasília todas as semanas precisam explicar o inexplicável da corrupção que é produzida há oito anos pelos principais membros do partido.

Para mexer com esta terra dos bandeirantes precisa ter muita moral...

 

 

 

 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

 

 

_________________________________

 

 

 

COPA DAS CONFEDERAÇÕES

 

 

 

 

A Fifa decidiu! São Paulo, a maior e muito importante cidade brasileira, está fora da Copa das Confederações. Ao valoroso alcaide dessa cidade meus sinceros parabéns.Agora só nos falta  o sr. Kassab, com a competência que lhe é peculiar, se candidatar ao governo de nosso Estado,para nossa total satisfação.

 

 

 

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

 

 

_________________________________

 

 

 

UMA VERGONHA

 

 

Corretíssima a decisão da Fifa de eliminar São Paulo da Copa das Confederações e como sede do Centro de Imprensa da Copa 2014. Indolência, conflito de egos, politicagem e burocracia excessiva só poderiam dar nisso. O próximo passo será a eliminação definitiva da Copa 2014 por falta de estádios, infraestrutura aeroportuária e metroviária inadequada e trânsito horroroso. Uma vergonha.

 

 

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

 

 

_________________________________

 

 

 

 

‘DESCOPA’ EM SÃO PAULO

 

 

 

 

Tudo estava programado e certo para ser no Estádio do Morumbi, reforma com R$ 350 milhões de recursos da iniciativa privada e o governo entrava com a infraestrutura,como metrô, novas avenidas, estacionamentos, centro de mídia, etc.

Aí veio um tal de Andrés, convidado pessoal do Teixeira na Copa, e melaram tudo em favor do Corinthians. Tiraram o Morumbi, inventaram o Itaquerão, num local sem qualquer infraestrutura, e a um custo que já chega a R$ 1 bilhão, a maior parte com recursos do governo. Prometeram Copa do Mundo, Copa das Confederações, etc.

Esses indivíduos (Andrés e Teixeira) deveriam ser considerados "personas non grata".

Invejaram o São Paulo Futebol Clube, invocaram com opresidente Juvenal (que também não é "flor que se cheire") e, com a rivalidade de uns e a inveja de outros, a cidade de São Paulo perde seu clamor pelo futebol.

Sempre estranhos em seus atos e nas atitudes, todos merecem ser investigados.

 

 

 

 

Luís Carlos França Guimarães luiscfg@uol.com.br

São Vicente

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

Desdém por São Paulo

 

 

 

A Fifa e a CBF estão de mãos dadas, desrespeitando nossa cidade. Até quando esses  incompetentes e negligentes políticos de São Paulo, inclusive o governador e

o prefeito, vão esperar para dar um basta? Nós é que não queremos nada com esses corrupos cartolas, e deixem nosso Estado em paz. Quando estão doentes, são os primeiros a nos procurar. A Santa Casa está prestes a fechar, sem recursos para continuar dando assistência aos pobres, ela merece nossa atenção. Não é a Copa do Mundo ou a das Confederações que vão trazer o progresso para São Paulo.

 

 

 

João Ernesto Varallo jevarallo@hotmail.com

São Paulo

 

_________________________________

 

 

ITAQUERÃO

 

 

 

 Afinal o Corinthians começará a construção do novo estádio na segunda- feira. Só não informaram de que ano...

 

 

 

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

O ESTÁDIO EM ITAQUERA JÁ É UM MICO

 

 

 

Tudo começou com a birra do sr. Ricardo Teixeira com os dirigentes do clube que mantêm o Estádio do Morumbi. O estadio do São Paulo Futebol Clube estava pronto, e precisava apenas de algumas obras que poderiam ficar em menos de R$ 500 mil. Era muito pouco dinheiro para entrar no jogo.

O sr. prefeito Gilberto Kassab, sempre o oportunista que gosta de plantar notíciais e lançar obras de impacto na cidade de São Paulo, resolveu criar uma estratégia marqueteira de pior especie. Querendo ser um Juscelino, para se apropriar da sigla do PSD, lançou a ideia de uma nova Brasília em Pirituba. Seria o Piritubão. A ideia não envolvia massa de gente, só de concreto. Buscou apoios e envolveu a torcida do Corinthians, os dirigentes do clube, em particular o presidente Andrés Sánchez, que já tinha dormido muitas noites (não na mesma cama) com o presidente da CBF, durante a última Copa. Fora do horário dos jogos da seleção tiveram muito tempo para conversar e arquitetar um plano conta os dirigentes do São Paulo. O grupo anti-Morumbi estava formado: Teixeira, Kassab, Andrés e mais tarde o governador Geraldo Alckmin.

 

Surgiu então a ideia de se fazer, segundo o comentarista Milton Neves, a "transamazônica do futebol" em Itaquera. E tudo começou errado de novo. Agora não dá mais para mudar. Sem estrutura nenhuma, apareceu um terreno em Itaquera, com todas as tubulações da Petrobrás enterradas. Ninguém sabia desse grande mistério, o dos tubos. Pouca coisa. Custo para remover as tubulações: algo em torno de R$ 30 milhões. Tempo estimado para remover as tubulações: 6 a 7 meses. Depende ainda da autorização da Cetesb para remover e para levar os tubos para outro local.

 

Enquanto isso “o casamento entre Corinthians e a Construtora Odebrecht... passa por conflito” (Estadão, 24/5, E1). As falas e os jogos de cena se sucedem, e a Prefeitura autoriza a instalação do canteiro de obras.

 

Não vai mais dar tempo.

 

O povo se ilude, acredita e forma fila em busca de emprego.

 

É só fazer as contas e projeções. Não vai dar tempo. Tem corintiano que não tem mais dúvidas, os jogos da Copa 2014, se vierem para São Paulo, serão no Morumbi, no Palestra e só.

 

 

Sinésio Müzel de Moura sinesiomdemoura@hotmail.com

Campinas

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

OLIMPIADA

 

 

 

É sem acento mesmo. Leitor assíduo do Estadão, li na página E1 de 27/5: “África do Sul desiste de Olimpíada para construir moradias”.

Será que não poderíamos enviar nossos políticos (inclusive o

“Lulla megalomaníaco”) para irem lá aprender alguma coisa com nossos

irmãos sul-africanos?

 

 

JOÃO DE BRAZ joao@cto.com.br

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

JÁ VIMOS ESSE FILME...

 

 

 

Qualquer obra pública no Brasil, ou particular com participação estatal, sempre é motivo de reajuste e de um significativo ganho adicional para todos os envolvidos. É praxe, após a licitação e escolhido o vencedor, acontecer, depois de iniciada a empreitada, interrupção para, em seguida, um generoso reajuste e, como é do conhecimento interno e externo, as “comissões” são mais elevadas e o TCU acaba aceitando tudo ou, então, a obra é paralisada por tempo indeterminado. A exemplo dos Jogos Pan-Americanos, a Copa do Mundo em 2014 e a Olimpíada em 2016, seu valor será algumas vezes superior ao inicialmente orçado e engordará a conta bancária de uma infinidade dos contumazes aproveitadores. Os contribuintes contestam, pagam a conta, mas a rica cúpula dominante finge que não é com ela, que não tem nada com isso.

 

 

 

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vilha Velha (ES)

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

ESPORTE AMADOR

 

 

Daniel Sabóia, tricampeão de boxe brasileiro meio médio, pasmem, é flanelinha e treina na rua, enquanto toma conta de veículos no Tatuapé, em São Paulo. Imaginem em outro Estados a nossa estrutura para ganharmos medalhas na Olimpíada, enquanto nossos políticos ganham o que querem e compram o que querem também sem serem importunados.

Ganha R$ 1.000 por luta, precisa urgente do Palocci par multiplicar os valores.

No Brasil, tirando futebol, ninguem não está nem aí para os esportes menos cotados. E isso nunca vai mudar.

 

 

Antonio Jose G. Marques anjogoma@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

PALOCCI, DILMA E SÃO PAULO

 

 

 

A frase, tão arrogante quanto cínica, de Antônio Palocci “era bem pago, sim!”, além de ser plágio da ex-garota de programa Bruna Surfistinha, apenas desmascara mais uma vez a sua personalidade rasteira e corrupta. E pensar que,em tese, ele representa aquilo que o PT tem de melhor. Para quem imaginava novas desventuras de aloprados do segundo e terceiro escalões, não é que foi o homem da sala ao lado da presidente (de novo!) que foi pego de calça curta? Como R$ 20 milhões é muito dinheiro em qualquer lugar do planeta, ou se demite, ou Dilma estará desmoralizada perante o mundo.

 

Obs: Quando a cidade mais rica e populosa do País fica de fora de um evento como a Copa das Confederações, ou mesmo, como estão ameaçando, da Copa do Mundo 2014, é porque tem algo de muito errado nisso. O governo petista, via CBF, politizou um evento esportivo global para fazer represália a uma cidade e a um Estado governados por opositores (com exceção do vira-casaca Kassab, sendo bem claro).

Não existe outra explicação para tão delirante decisão. São Paulo vai engolir essa?

 

 

Sandro Ferreira sandroferreira94@hotmail.com

Ponta Grossa (PR)

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

A NOVELA CONTINUA

 

 

 

De uma vez por todas, essa fracassada diretoria corintiana deveria desistir desse tal "Itaquerão", ou "Lulão", como querem seus puxa-sacos. Ou então, iniciem logo as obras com dinheiro e prazo garantido antes da Copa. Nós,torcedores, estamos cansados de ouvir gozação de outras torcidas por essa novela sem fim. E tem mais: somos contra qualquer financiamento governamental, deixando aos interessados da iniciativa privada  a busca da grana necessária.

 

 

 

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

DENÚNCIAS

 

 

É inaceitável que Ricardo Teixeira continue presidindo o Comitê da Copa do Mundo do Brasil após as denúncias na Inglaterra de acordo realizado em Corte suíça em que devolve dinheiro de propina por transações da Fifa. Apesar de um evento privado, há muito dinheiro público envolvido,inclusive de renúncia fiscal, idoneidade deve ser a regra. Com a palavra do Ministério Público.

 

 

 

Nelson Gomes Affonseca Jr. nelsonaffonseca@uol.com.br

Cordeirópolis

 

_________________________________

 

 

 

ITAQUERÃO

 

 

 

A julgar  pelas  patacoadas dos dirigentes,    governadores e empreiteiras, acho melhor fazer  a Copa de 2014 na Áfricado Sul, porque lá está tudo pronto.

 

 

 

Cláudio Moschella    arquiteto@claudiomoschella.net

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

CORRUPÇÃO

 

 

 

As recentes denúncias de corrupção contra a Fifa mostram que ela acertou ao escolher o Brasil como sede da próxima Copa do Mundo. Em que lugar do mundo um ex-tesoureiro acusado de corrupção é acolhido de braços abertos pelos seus pares? Em que lugar do mundo um presidente da República diz que nada "sabia" sobre o maior escândalo de corrupção de todos os tempos? Em que lugar do mundo uma pessoa multiplica por 20 o seu patrimônio por meio de uma "consultoria" e ainda assume um dos mais altos cargos no governo? Parabéns à Fifa pela escolha do Brasil.

 

 

 

Roberto Saraiva Romera robertosaraivabr@gmail.com

São Bernardo do Campo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

DESRESPEITO AOS DIREITOS HUMANOS

 

 

 

Li com profundo pesar a notícia de que as obras para aCopa de 2014 já desalojaram mais de 65 mil pessoas no Brasil.

Algumas delas praticamente tiveram de deixar suas casas sem receber quase nada, pois com R$ 4.500 você não vive com o aluguel inflacionado como está.

Um claro desrespeito aos direitos humanos - acesso a moradia digna.

O que eu mais temia está em pleno curso: gastos descontrolados, gestão equivocada dos equipamentos de mobilidade urbana e acomodação de pessoas. Estamos perdendo a oportunidade histórica de começar a concertar a educação, a saúde e a segurança pública do Brasil, e ao invés disso montamos "fantasia de carnaval".

Quando o "espetáculo do crescimento" acabar - pois tudo oque é material e humano um dia acaba -, lamentaremos profundamente as escolhas do governo e aliados em nome da sua perpetuação no poder. Eles esquecem que poder, glória e prestígio um dia acabam. Só fica o sentimento positivo de dever cumprido, de trabalho bem acabado em prol dos outros. Mas para isso é preciso não ter peso na consciência...

 

 

 

Edison Minami edison.minami@hotmail.com

São Paulo

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

NÃO TEM PREÇO

 

 

 

 

Domingo, 22/5, 18 horas, o apresentador de um programa líder de audiência fala com todas as palavras: um país que quer realizar uma Copa do Mundo sem estádios, sem aeroportos, sem investir em educação, segurança é uma coisa muito séria. Por que não fazem um plebiscito para saber se o povo prefere Copa do Mundo ou educação e saúde? E completou: se alguém não gostar e quiser me mandar embora pode ficar à vontade... Será que é a primeira voz que chegou a todas as classes sociais, em horário de grande audiência, e  que abrirá as portas das verdades e mentiras do nosso querido Brasil? Espero sinceramente que sim e que seu exemplo seja seguido, doa a quem doer...

 

 

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

 

_________________________________

 

 

 

OS ABSURDOS

 

 

O sr. Walter Torre, da Construtora WTorre foi chamado a explicar por que o orçamento do Estádio Palestra Itália era modesto se comparado aos demais, conforme publicado em 22/5. Respondeu: “Eu não tenho que explicar, quem deve explicar são os outros”. Frisa-se: tal arena, multiuso,para 47 mil espectadores, em padrão condizente as exigências europeias, está sendo construída pela associação de entidades privadas e com recursos privados. Seu valor será de R$ 310 milhões, mas ao total acrescentam-se outros R$ 48 milhões à parte de responsabilidade da construtora e que serão em obras na parte social do clube, que nada têm que ver com a arena. Além disso, a obra não conta com nenhuma isenção fiscal, como todas as outras arenas são beneficiadas; custo esse bem considerável em 23% a 26% nos materiais e que resultará no dispêndio total em cerca de 12% a 13%, como coloca o entrevistado.

Pergunta-se: até onde irá tanta hipocrisia, e que ocorre nas 12 sedes? E em SP o Itaquerão, com apenas 13 mil lugares a mais que a arena supracitada, e onde orçamento com todas as benesses fiscais, além de terreno doado pela Prefeitura, saltou em apenas seis ou sete meses de R$ 400 milhões para R$ 1,070 bilhão.

A WTorre é citada como cliente de Palocci, e se foi com ele que aprenderam a fazer estádios nessa dimensão de qualidade e custos, deixemos o Palocci como ministro dos Esportes. 

 

 

 

 

Oswaldo Colombo Filho colomboconsult@gmail.com

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

‘PORCARIA DE PAÍS’

 

 

O investidor  Walter Torre tem razão, em parte, quando se refere à "aposta na porcaria de País", referindo-se ao Brasil e aos brasileiros. Realmente, ele é o empreendedor do “porcódromo” da Arena palmeirense e também, um neófito deslumbrado de um dos mais influentes e geniais "porquinhos da presidente".

Então, não somos nós que vivemos numa "porcaria de País".

 

 

José G. Oliveira mandarino-oliveira@uol.com.br

Praia Grande

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

CARAPUÇA

 

 

O sr. Walter Torre precisa ser informado de que "porcaria" não é o País, são os políticos que o comandam. E também são "porcarias" os empresários que, a título de consultoria, enchem as burras de políticos safados e depois vêm posar de indignados, como se sua "honra" fosse duramente atacada.

Se a carapuça lhe servir, que a use para esconder sua cara, que deveria estar cheia de vergonha pelas bobagens que falou.

 

 

José Alfredo de Tolosa Andrade marilujacome@uol.com.br

Santos - SP

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

PQP

 

 

Se esse empresário acha que o Brasil é uma droga, que vá para um País Que Prospere!

 

 

Osnyr Bandeira Filho osnyrbf@hotmail.com

Tietê

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO

 

Alguém sabe quantas vezes o patrimônio de nosso ex(?)-presidente cresceu nos últimos oito anos?

 

 

 

Pedro Loeb loeb.pedro@gmail.com

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

CONSULTORIA DO CRIOULO DOIDO VIVENDO MELHOR

 

 

Num dá prentendê. Cumé qui os político ganha milhão cum consuta si nóis num consegue consuta grátis no SUS?

 

 

 

 

 

José Bizarro Ferreira Mendes zecamendes@terra.com.br

Cotia

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

PALOCCI E OS ÓRGÃOS DE CONTROLE

 

 

 

Numa democracia, o principal órgão de controle do governo é a opinião pública. A esta Palocci deveria dar explicações – se não raciocinasse, como sua chefe (?), na base do “nós” contra “eles”. Para essa ideologia de trincheiras não existe um país, milhões de cidadãos a quem se devam prestar contas. Existimos “nós”, os bons, os justos, do lado de cá, e existem “eles”, os maus, os ímpios, do lado de lá. Cidadãos, se há, estão do lado de cá da trincheira, com “nós” (adotei aqui uma moderna regra alternativa, pois não tenho preconceitos linguísticos), ou estão do lado de lá, com “eles”. Os que estão com “nós” não precisam de explicações, porque nós e o povo somos uma única e mesma coisa. Os que estão com “eles” não merecem explicações, porque não são o verdadeiro povo e tudo o que querem é nos impor um “terceiro turno”, nos exterminar. Por isso, se esperam que o “nosso” Palocci vá prestar contas para os órgãos que “eles” controlam, dar explicações para a mídia golpista controlada pelo capital, tirem o cavalinho da chuva.

Parafraseando um velho caudilho de admiração do nosso eterno candidato a caudilho: “A democracia? Ora, a democracia...”

 

 

 

 

Odilon Toledo odilonto@terra.com.br

Belo Horizonte

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

O ENIGMA

 

 

Trata-se, o sr. Palocci, de antigo político de carreira, atualmente no exercício de elevado cargo na hierarquia do Poder Executivo nacional.

Portanto, não há como “despolitizar” os debates a respeito de seu enriquecimento, via pessoa jurídica, em pleno exercício do mandato de deputado federal.

Não se pode deslembrar de pretéritos acontecimentos desabonadores, tampouco do fato de ser filiado ao PT, que há muito tempo está enrascado com os problemas do mensalão, dos sanguessugas, dos aloprados, das propinas e que tais.

Em conta disso, não basta prestar esclarecimentos aos órgãos fiscalizadores do governo, do qual é parte integrante e proeminente.

O político Palocci deve explicações amplas, abrangentes, sobretudo honestas, ao povo brasileiro, que há muitos anos paga os seus vencimentos, via cofres públicos.

Não basta a pífia, inconsistente e pouco convincente manifestação da criatura presidenta, veiculada na mídia, por imposição do seu criador, para fazer cessar a discussão sobre o tema e consolidar como verdadeira a premissa que exalta a probidade do, até agora, ministro, na tentativa de desautorizar percucientes e isentas perquirições.

 

 

 

 

Ulisses Nutti Moreira ulissesnutti@uol.com.br

Jundiaí

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

‘CLAUSUÍSMO’

 

 

 

Trata-se de um novo neologismo para proteger ministros corruptos.

Palocci não pode revelar as fontes de seu dinheiro, pois assinou CLÁUSULAS exigindo sigilo. Ora, uma pessoa que tem vida profissional secreta não pode nem deve ocupar cargos públicos.

Imaginem que um pistoleiro alegue que não pode revelar o nome dos mandantes, pois assinou um contrato com cláusula que proíbe essa revelação. A polícia e a Justiça podem levar em conta essa alegação?

Desde quando cláusulas de contratos particulares podem prevalecer sobre o Código Penal brasileiro?

Da mesma maneira, nem a Justiça brasileira, nem o procurador, nem o Congresso podem aceitar esse“clausuísmo”.

Nesse caso, a nomeação da fraudadora do INSS Georgina, pelo governo do Rio, foi mais honesta. É público e notório que ela é uma condenada, cumprindo pena em regime semiaberto.

 

 

 

Francisco J. D. Santana franssuzer@gmail.com

Salvador

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

CAOS

 

Eu faço de tudo para evitar, mas a revolta prevalece. Isso se acentua ao ver um povo omisso, escravo, submisso aos vagabundos que governam este país. Não tem outro adjetivo a não ser vagabundos e ladrões. Tenho outros piores em mente, mas vou me reservar. Veem-se protestos por todo o mundo, seja no Oriente ou nos desenvolvidos países europeus. E aqui? Vivemos numa miséria moral, econômica e política. E por que nada é feito? Diariamente roubam nosso dinheiro, o que acontece? A Justiça é cega, na linguagem literal da coisa. Submete os bestializados ao rigor da espada, ao mesmo tempo que é complacente com bandidos de colarinho branco. Covarde.

Isso só vai acabar quando a população se instruir. Mas quem disse que eles querem uma boa educação? Acorde,meu povo! Eles querem mantê-lo ignorante porque assim eles deitam e rolam sobre vocês. E os bandidos de plantão, não os de Brasília, os outros, por que não transformam em terrorismo político o banditismo social que vocês protagonizam, que só prejudica os simples mortais que pagam impostos, que lutam para sobreviver perante a casa dos horrores que é o Congresso Nacional?

 

 

Luiz Fabiano Alves Rosa fabiano_agt@hotmail.com

Curitiba

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

EMPRESAS DE POLÍTICOS

 

Junto com o episódio Palocci, ficamos sabendo que muitos políticos têm "empresas".

Penso que seria de muita valia se Polícia Federal e a Receita Federal fizessem

uma investigação muito grande em todas elas e seus clientes.

 

 

 

Carlito Sampaio Góes carlitosg@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

CONSIDERAÇÕES SOBRE A NOSSA SITUAÇÃO

 

 

É incrível como a história se repete.

As prefeituras do PT são as provedoras de dinheiro para o partido e o método é sempre o mesmo.

Aconteceu em São José dos Campos quando aquela senhora que fez a pornográfica dança do mensalão era prefeita.

Aconteceu em Santo André e sabemos todos como ficou: um prefeito assassinado, seus familiares fugidos do País por receberem ameaças de morte e muitos protagonistas do episódio ocupando posições importantes no governo federal.

O mesmo destino macabro teve outro prefeito, desta vez o Toninho de Campinas.

Em Ribeirão Preto o escândalo da coleta de lixo e da merenda com molho de tomate com ervilhas. O prefeito era o atual ministro da Casa Civil.

Agora, outra vez em Campinas propinas e dinheiro sujo para todo lado.

Desta vez amigos do ex-presidente Lula fazem parte da lista dos presos e suspeitos.

O que mais intriga é que, apesar de tantos e comprovados fatos de falta de ética, o povo votou em Lula e elegeu a presidente Dilma.

Todos os escândalos com dinheiro público só deixam o Brasil mais pobre, os brasileiros mais carentes e todos sem esperança de melhora de nosso país.

O dinheiro arrecadado pelos impostos cada vez é maior, mas seu investimento para o bem da população cada vez menor.

Tudo ainda precisa ser feito e nada é resolvido.

Ou os brasileiros tomam consciência disso e pressionam os políticos ou nunca vão ver o Brasil ser um país justo.

 

 

 

 

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

OPORTUNIDADE PERDIDA

 

 

 

“A partir deste momento sou a presidenta de todos os brasileiros, sob a égide dos valores republicanos. Serei rígida na defesa do interesse público. Não haverá compromisso com o erro, o desvio e o malfeito...” Neste trecho de  seu discurso de posse, a nova presidente sinalizava que, ao mesmo tempo que observaria os valores “republicanos”,  seria implacável com os “erros” e os “malfeitos” de seus colaboradores.  Ora, mal se passam cinco meses, surge a denúncia de que seu principal colaborador, o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antônio Palocci  – o mesmo velho protagonista de outros escândalos –,  multiplicou por 20 seu patrimônio pessoal em quatro anos,  período em que ocupava cargo  eletivo e exercia clara influência no governo petista. E o que faz Dilma Rousseff?  A princípio, recolhe-se ao mutismo, assistindo, passivamente, a seu ministro ser fritado em fogo brando. Ao depois, vendo o  fogo aumentar, sai em defesa do colaborador, agora com o apoio do “ex” Lulla, que, ao ver a fumaça da crise,  acudiu, atacando de “bombeiro”.  Tempo e energia perdidos a troco de nada.  S. Exa.  deveria ter cortado o mal pela raiz,  demitindo Palocci e sinalizando que, de fato, estava a falar sério,  se pretendesse, mesmo, honrar os compromissos que assumiu no discurso de posse. “Não vacilem, que eu não vou acobertar desvios de conduta!”  seria esse o recado para todo o staff.  Ao revés, permissiva, na defensiva, sai em apoio ao infrator, passando à sociedade a mensagem de que as palavras de seu discurso de posse foram mera formalidade protocolar.  Dilma estava calada. Perdeu, agora,  excelente oportunidade para assim permanecer -   e usar a caneta.

 

 

 

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

_________________________________

 

 

 

CASA CIVIL

 

 

 

 

Nunca antes na História deste país a Presidência da República, enquanto instituição, foi tão desrespeitada. Nem nas campanhas golpistas através das bravatas confessas e dos gritos de “fora FHC!”, o presidente Lula foi tão irresponsável quanto na semana que passou, indo a Brasília e assumindo o poder num golpe branco, sem considerar que o posto tem novo ocupante.

 

As imagens do Duce de Garanhuns articulando com os representantes do Poder Legislativo, incluindo os presidentes das duas Casas, líderes do governo na Câmara e no Senado, além do vice-presidente da República, passaram a impressão que a Presidência da República é exercida por uma secretária, à qual só faltou receber ordem de trazer água e cafezinho para os senhores reunidos.

 

A operação toda teve um objetivo único, que foi mais uma vez salvar a cabeça doministro da Casa Civil. Desde o caso Waldomiro Diniz, que assessorava o primeiro ocupante da pasta da era petista e foi flagrado esmolando 1% de comissão de donos de bingos, ninguém ficou tranquilo no cargo. O próprio chefe do mendigo corrupto, José Dirceu, caiu após o escândalo do mensalão, pelo qual também teve cassados o mandato de deputado federal e os direitos políticos de cidadão. Depois dele, a atual presidenta da República, Dilma Rousseff, foi acusada de mandar criar a partir de dados sigilosos um dossiê contra a saudosa dona Ruth Cardoso. Licenciada para disputar o Palácio do Planalto, foi substituída pela famigerada Erenice Guerra, que em plena campanha eleitoral caiu, levando consigo o próprio filho, então instalado oficiosamente na antessala do gabinete mais importante do País. Agora o Antônio Palocci e seus inexplicáveis R$ 20 milhões é quem volta a dar trabalho ao governo e ao PT, que trata mais de preservar sua cabeça do que de levar o Brasil adiante.

 

Palocci é reincidente como pessoa e como ministro. Traz desde sua cidade natal casos sem explicação envolvendo ervilhas, molho de tomate, duplicidade de CPF e muito lixo. Quando no Ministério da Fazenda teve de deixar o cargo após ser acusado de avançar sobre o sigilo bancário de um trabalhador, chamado Francenildo Costa, conhecido no Brasil inteiro por desmentir o ministro dizendo o óbvio: sim, ele frequentava a mansão no Lago Sul mantida por seus amigos conterrâneos, também conhecida por “República de Ribeirão”. Para piorar, no meio do tiroteio da semana, o presidente da Caixa Econômica Federal informou em texto à Justiça Federal que o mentor intelectual da quebra do sigilo do caseiro não é outra pessoa senão Palocci, num caso impressionante de fogo amigo.

 

Diante de tanta confusão pessoal, urge afastar esse senhor da Casa Civil da Presidência da República. E, considerando o histórico vicioso recente do cargo, por que não acabar de uma vez com a pasta? A quem serve uma cadeira tão poderosa e rica, sem função clara e, portanto, sem responsabilidade definida? Como pode alguém indicado ter poder a ponto de se imaginar acima dos próprios chefes, exatamente como fez Palocci ao telefonar para o vice-presidente Michel Temer ameaçando colegas ministros de demissão?

 A Casa Civil foi criada por decreto pelo ditador Getúlio Vargas durante o Estado Novo, um erro crasso que os períodos democráticos que vieram a seguir não tiveram o cuidado de corrigir, mas deveriam. Outro ditador, o Napoleão Bonaparte, disse que,“dos dez preferidos do rei, nove acabam enforcados”. E o ministro-chefe da Casa Civil é oficialmente o melhor amigo do rei, que serve exclusivamente para fazer as coisas que o rei não pode, dizer coisas que na boca real não cabem e, quando for pego, ser enforcado. Pois que seja logo, com pasta e tudo.

 

Léo Coutinho www.gordopensando.com.br

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

PALOCCIGATE

 

 

 

 

Palocci comece a pôr as barbas de molho, a CPI noSenado será aprovada, apenas para comprovar tudo aquilo que já sabemos. Nem com a "ajuda" do ex-presidente, grande especialista em "comprar" o que deseja, não vai conseguir, desta vez o feitiço vai virar contra o feiticeiro. O custo será muito elevado, o povo está acompanhando de perto, é muita sujeira para ser limpa, será que é como o mensalão que não existiu, grande mentira? Não há cidadão que consiga aguentar e suportar tantos desvios do erário e corrupção. Fora os corruPTos. A situação poderá ficar insustentável, se o Ministério Público, Judiciário e OAB não intervirem logo, o Paloccigate vai proliferar!

 

 

 

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

ISSO É GOVERNAR?

 

 

 

A cúpula do governo federal está empenhadisssima em uma única tarefa:

só defender o Pâlocci. Isso demonstra que ele é indefensável, porque

tem empreiteira no caso:  se tem justificativas criveis, por que não

se defende sozinho e conta o que aconteceu? E por que, devido à

importância que o caso alcançou, não chamam a Polícia Federal? Se

errou, que se ferre. Fim de caso, porque o governo tem de governar

para dar retorno aos impostos que pagamos: de janeiro a maio tudo o que

ganhamos foi para o "quinto dos infernos".

 

Mário A. Dente  dente28@gmail.com

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

PROTESTO

 

 

 

Enquanto o PMDB impõe seu preço no caso Palocci, nós pagamos a conta. Vale lembrar que esta semana completam-se os 4 meses e 29 dias que temos de trabalhar para pagar todos os impostos a que estamos sujeitos. Que tal neste dia pararmos por um hora em sinal de protesto? Chega de bandalheira e impunidade. Que alguma entidade representativa encampe esta ideia, é preciso dar um basta. Acorda, Brasil!

 

 

Angelo Antonio Maglio www.rancholarimoveis.com.br

Cotia

 

_________________________________

 

 

 

 

PRESIDENTA SUBORDINADA

 

 

O Brasil é o único país no mundo que tem um casal que governa. Temos a presidentA e o presidentE. O presidentE manda e a presidentA subordinada cumpre. Talvez pela razão de a presidentA dever ao presidentE o cargo que ocupa.

 

 

 

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

 

 

_________________________________

 

 

 

 

BIZARRO

 

 

 

 

No que me concerne, a partir de hoje passarei a me referir à Dilma como  presidenta, tal como os petistas sempre o fizeram...

Pois entendo que o verdadeiro presidente é e sempre foi, como se constata agora na crise Palocci, o sr. Lula da Silva. Por isso  a necessidade desse bizarro neologismo criado pelo governo petista que tanto nos ajuda a distinguir a real importância de um e de outro no exercício conjunto do cargo da Presidência da República. Mas confesso que me falta inspiração para encontrar uma denominação para o tipo de regime presidencial que foi instituido "neste país" à revelia de toda a população...

 

 

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.fassa@gmail.com  

São Paulo

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

PASSAPORTES

 

 

 

Agora eu entendi porque o Ministério das Relações Exteriores não

cogita de cancelar os passaportes diplomáticos dos filhos de Lula. É

que ele ainda continua presidente da República Federativa do Brasil.

Manda quem pode, obedece quem deve.

 

 

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

 

 

_________________________________

 

 

 

GOVERNO TELEGUIADO

 

 

 

Antes das eleições do ano passado, durante a campanha, era comentado que a candidata Dilma, caso vencesse as eleições, seria uma presidente teleguiada de Lula. Não demorou muito para que isso acontecesse. Bastaram as primeiras crises deste governo, para que o ex-presidente voltasse, usando e abusando da sua arrogância, chamandoa si a responsabilidade da crise, menosprezando e abusando das nossas instituições democráticas já combalidas pela corrupção e impunidade, sem se preocupar que estava dando a entender para a opinião pública que a presidente Dilma não tem aptidão para exercer o alto cargo que ocupa. Caso continuem essas interferências, seria prudente alterar a Constituição para mudar o regime de governo de presidencialismo para parlamentarismo.

 

 

 

José Wilson de Lima Costa jwlcosta@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

PESADELO

 

 

Peninha de dona Dilma. Se abre a porta do gabinete, dá com o Palocci; se vai à recepção, o Temer (horror); se parte para a copa, topa com o Gilberto Carvalho; corre para fora, no jardim... o Lula. É demais.

 

E. Parente Ramos Filho e.parenterf@gmail.com

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

INGERÊNCIA

 

 

 

Se Dilma Rousseff achava que, como presidente eleita, iria governar sem nenhuma interferência do "cara", errou redondamente, pois, além de comandar de longe como vinha fazendo, ele resolveu agora comparecer pessoalmente em Brasilia para poder ordenar in loco. Exatamente como ele sempre disse, que ser presidente é muito "gostoso" e "vícia".

 

 

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

_________________________________

 

 

 

 

E, NOVAMENTE, ELE ‘NADA SABIA’

 

 

Peço vênia para adicionar um meu comentário ao excelente editorial "A presidente ultrapassada" (27/5, A3). Ei-lo:  Dilma deixou-se desrespeitar pelo antigo dono da cadeira, da mesa e da caneta do poder! Não merece mais meu respeito enquanto "presidenta" da República, mesmo porque o presidente, a meu ver, continua sendo ele.

"Ultrapassada", como a qualifica o editorial, merece o meu comentário e o ministro-chefe da Casa Civil que lhe foi imposto.

Talvez agora o "ex" perceba a "bella roba" que conseguiu colocar no comando da nação. Se é que não fosse esse mesmo o planejado.

Ademais, alguém acredita que Lula, também desta vez, "nada sabia" a respeito das... consultorias e palestras de Palocci?

 

 

João Guilherme Ortolan guiortolan@gmail.com

Bauru

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 TIMÃO

 

 

 

E o "cara de pau", subrepticiamente, retornou ao  timão. Deu

um chega pra lá no poste e assumiu...

Incompetência de uma, esperteza de outro, desgraça de todos.

 

 

Carlos e. Barros Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

OS FRUTOS VÊM DEPOIS

 

 

 

 O ex-presidente Lula colheu os frutos que o ex-presidente FernandoHenrique Cardoso e sua equipe plantaram. Agora a presidente Dilma começa colher os frutos que Lula e sua equipe plantaram. Azar da Dilma.  E haja lugar para armazenar toda a colheita!

 

 

 

Isael Coleone isael.coleone@itelefonica.com.br

Indaiatuba

 

 

 

 

_________________________________

 

 

 

O POSTE

 

 

 

 

Nos primeiros dias do novo governo, li em alguns jornais, assistí na TV e escutei nas rádios algumas pessoas elogiando o jeito Dilma de governar. Eu preferi esperar, em função do seu Ministério, formado por pessoas como Marco Aurélio Garcia (top, top da TAM), Gilberto Carvalho (amiguinho do Lulla) e o Palocci (do caso Francenildo).Com o passar dos meses começaram a aparecer as falcatruas, e sempre vindo das mesmas pessoas que aprontaram no desgoverno do Lulla. Aconteceu o enrequicimento rápido do ministro da Casa Civil, cujo patrimonio cresceu 20 vezes em quatro anos. Pergunto: quem era o presidente? E agora o real presidente da República aparece, janta na casa de Dilma, reúne-se no dia seguinte com a camarilha do PT e do PMDB, e na tarde do mesmo dia o poste (Dilma) diz aos jornalistas que Palocci já se explicou e tudo não passa de política do PSDB. Diante do exposto e do meu ceticismo sobre a forma Dilma de governar, cheguei à conclusão de que eu tinha razão, nada mudou, o poste fala diariamente com o Lulla e as ações são tomadas depois de suas recomendações. Elle assumiu o comando de vez e a Dilma não termina o mandato. O Brasil está jogado às raposas, o povo está anestiado, não reage a nenhuma atitude e o rolo compressor da corrupção assola cada vez mais o Brasil.

Acabou a educação, a saúde nem se fala e a segurança continua precária. Vamos esperar a Copa do Mundo, que já é uma vergonha nacional. Este será o circo que o governo do PT dará ao povo. A nós caberá pagar as despesas através de tributos.

Não se enganem, o poste (Dilma) faz parte da turma que comanda a safadeza no Brasil.

 

 

 

 

 

José Saez jsaez2007@gmail.com

Curitiba

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

SÁBIAS PALAVRAS

 

 

Quando o ministro do STF se manifestou a respeito do atual caso Palocci,

Imediatamente nos lembramos das palavras de Montesquieu: "Não há tirania

mais cruel do que a que se exerce à sombra das leis e com as cores da justiça".

 

 

 

Francisco José Sidoti fransidoti@gmail.com

São Paulo

 

 

 

_________________________________

 

 

 

 

 

 

NOVA RAZÃO SOCIAL

 

 

 

"Partido dos Trabalhadores S/A - A$$e$$oria Empre$arial, Con$ultoria, Repre$entaçõe$, Finança$ & Negócio$"

 

 

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.