Cartas

CRISE FINANCEIRA

, O Estado de S.Paulo

07 Maio 2010 | 00h00

Presente de grego

A maioria das crises até agora foi causada por especulação, falta de controle das áreas financeiras e mau gasto de governos. Nas últimas, nosso presidente tem se vangloriado de que o País foi pouco atingido, só sentiu "marolinhas". A verdade é que para ficar nessa tal de "marola", e não permitir a fuga de capitais, especuladores e agentes financeiros foram premiados com enormes lucros e o governo aumentou gastos improdutivos como nunca. Ao mesmo tempo, a infraestrutura do Brasil que trabalha e produz ficou à míngua de investimentos. Teremos aí uma grande bolha? Até quando poderemos descuidar de educação, saúde, segurança, estradas, transportes, etc., enquanto propiciamos aos capitalistas nacionais e internacionais lucros financeiros muito acima do mercado mundial? O que Lula está deixando para quem lhe suceder em 2011? Será mais do mesmo lucrativo presente para os financistas ou um grande e demolidor presente de Troia para o presidente que quiser ajudar o Brasil trabalhador, eliminando a política de cobiça e usura que tem prevalecido?

SILVANO CORRÊA

scorrea@uol.com.br

São Paulo

__________________________________________

CENSO

Eu não sou cachorro, não

O IBGE deve parar de fazer política com nosso dinheiro. Que sentido tem incluir no próximo censo pergunta(s) sobre "raça", quando qualquer pessoa minimamente alfabetizada sabe que "raças" não existem, nunca existiram, são uma invenção pseudocientífica destinada a justificar ambições políticas? Ao introduzir esse tipo de pergunta nos seus questionários, o instituto só se desmoraliza, mostrando-se não um agente de planejamento do Estado, mas instrumento político de um governo intoxicado por ideologias racialistas.

ODILON TOLEDO

odilonto@terra.com.br

Belo Horizonte

__________________________________________

VANDALISMO

No Pacaembu

Quando ouvi o helicóptero rondando minha casa após o jogo Corinthians x Flamengo, pensei: a torcida corintiana deve estar aprontando. O Timão ganhou, mas não se classificou para a Libertadores. E não deu outra: quebraram vidros de banco, brigaram entre eles, uma baderna. O pior é que, além de destruírem propriedades, estabelecimentos comerciais, até carros, com esses atos de vandalismo os imóveis da Avenida Pacaembu e os aluguéis vão perdendo valor de mercado.

OLYMPIO F. A. CINTRA NETTO

ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

__________________________________________

Mais uma noite difícil, com os moradores apreensivos e sitiados dentro de casa, impossibilitados não só de sair ou entrar por causa dos veículos que ocupam indiscriminadamente qualquer espaço que se pareça com uma vaga, mas de dormir ou descansar, já que o barulho insuportável dos fogos toma conta do bairro e adjacências e se prolonga até altas horas. Mas o mais grave é o medo da violência que tomou conta do bairro, coincidentemente depois de o estádio ter sido cedido a clubes famosos por suas torcidas que, infelizmente, nos últimos tempos não agregam só torcedores, mas marginais que depredam e assaltam, agora não só nos dias de jogo, mas durante toda a semana. Os assaltos a residências, os últimos em plena luz do dia, e até sequestros de guardas que tentam fazer a segurança das ruas, antes calmas e seguras, tornaram-se uma rotina que os moradores não podem aceitar, sem falar na enorme quantidade de lixo deixada nas calçadas, praças e até nas portas das casas, usadas como banheiro. O mínimo que o contribuinte tem o direito de esperar das autoridades é o respeito a seus direitos, já que paga para obter o básico que todo cidadão de bem merece: segurança para poder trabalhar em paz.

VERA AUGUSTA V. BERTOLUCCI

veravailati@uol.com.br

São Paulo

__________________________________________

FUTEBOL

Centenário...

Mas que vergonha! Começou com o campeonato da Taça São Paulo. Depois a Gaviões da Fiel foi uma tristeza carnavalesca. Campeonato Paulista? O Mano preparou o time dos sonhos para a Libertadores. Outra decepção. E, como era de esperar, fomos eliminados da Libertadores, por culpa da diretoria, que não soube montar um time para tanto. Só gabolices. Agora, sr. Andrés Sanchez, é ir para casa chorar o leite derramado e ficar matutando: cem anos, sem nada!

ROBERTO STAVALE

bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

__________________________________________

Após o fracasso na Libertadores, pensamos: o sr. Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, é o responsável pela derrocada centenária do Timão, haja vista as ideias e os atos praticados. Senão, vejamos: gastou 50% de seu tempo alfinetando o coirmão São Paulo; promoveu o cruzeiro marítimo do centenário; patrocinou uma equipe de Stock Car e uma de Fórmula Truck; contratou nadadores; negou-se a jogar no maior estádio da cidade e reunir em massa a força de sua torcida, fato muito bem aproveitado pelo rival Flamengo no Maracanã. Pois bem, como fica agora a situação da fiel torcida? Ir assistir a provas de Stock Car e Fórmula Truck em Interlagos e gritar "Timão, eh, oh", torcer no Troféu Maria Lenk ou ficar vendo fotos do cruzeiro marítimo do Timão? O sr. Sanchez cometeu inúmeros e impagáveis erros e deve, sim, ser responsabilizado. Não conteve o entusiasmo com a chegada do Fenômeno já obeso e fora de forma; não segurou a língua, que de forma inexplicável sempre atacou o rival São Paulo; não manteve a serenidade em momento algum, sempre alardeando e iludindo a massa corintiana com espasmos injustificáveis de grandeza, inclusive com a eterna história da construção da arena corintiana. Pois bem, que isso sirva de lição ao coirmão da Marginal do Tietê, pois não se constrói história com espasmos de grandeza, e sim com pés no chão, capacidade, inteligência e, principalmente, profissionalismo.

PAULO AUGUSTO NUNES FERREIRA

sweetpappa@uol.com.br

São Paulo

__________________________________________

Palmeiras e Corinthians

O quase ex-presidente do Banco Central (BC) não dá sorte mesmo. No dia em que o Corinthians foi eliminado da Libertadores, o Palmeiras também foi, só que da Copa do Brasil. Vai rir de quem, palmeirense? Já pensou se o "cara" o tivesse convidado para o BC, como ele sonhava? Sobrou só para nós, palestrinos.

MANOEL DE BRITO

voni.brito@itelefonica.com.br

Bertioga

__________________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 3.106

TEMA DO DIA

Prefeitura de SP quer derrubar Minhocão

No lugar do Elevado, uma via de 12 km seria construída. Ainda não há prazo nem custo estimado

"Não sou fã de Kassab, mas ele vem fazendo coisas que prefeitos anteriores não tinham coragem nem tampouco iniciativa."

VINICIUS GAVILAN

"Só quem mora no centro sabe o que é ter o Minhocão ali. Sem ele, o bairro será valorizado e ficará muito mais bonito."

DANIELA AMARAL

"Demolir e não construir uma área de lazer em substituição é penalizar quem mora ali. Feio e inseguro, porém necessário."

RENATO SANCHES

__________________________________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

 

 

 

LIBERTADORES

 

E o Corinthians, hein? Ser desclassificado pela pior equipe da primeira fase? Pior equipe da primeira fase, não, pelo hexacampeão brasileiro. Com o Flamengo não se brinca. Guardem os apitos para o próximo jogo. Pior é a gozação de palmeirenses, são-paulinos, santistas, etc. Esta não estava no programa deles, não. Também, time que não se planeja quer o quê? Dos jogadores contratados, a maioria está machucada e ainda tem que depositar as esperanças no Ronaldo Baleia? Aí não dá, meu.

Panayotis Poulis ppoulis@yahoo.com.br

Rio de Janeiro

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

NUNCA VIU NEM VAI VER...

O Corinthians fez a melhor campanha na primeira fase, mas foi precocemente eliminado pelo Flamengo na Copa Libertadores, no Pacaembu, em pleno ano de seu centenário. Uma coisa é certa: Libertadores o Corinthians nunca viu. Nem vai ver!

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

 

__________________________________________

 

 

 

 

CENTENÁRIO OU SEM TER NADA?

Em nome da Nação Tricolor, gostaria de parabenizar o Sport Club Corinthians Paulista pelo seu centenário, especialmente seu glorioso presidente e o nosso não menos excelentíssimo presidente da República. Faço apenas uma ressalva: centenário vem de centena, cem anos, que se grafa com c, e não com s, que tem sentido totalmente distinto, ou seja, ausência de. Mas ainda resta o Brasileirão, competição longa e muito difícil, e também o concurso de presépios e fachadas por ocasião do Natal. Quem sabe um desses títulos vai pro Parque, afinal, assim não passaria despercebida tão ilustre celebração.

Renato Camargo natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

"SENTENÁRIO"

 

Ontem foi um dia meio esquisito para mim. Tenho muitos amigos corintianos e, apesar de muito brincalhão e gozador, costumo respeitar o luto dos amigos.

Mas tudo na vida tem dois lados e lembrei que no sábado passado o sr. Lullalánãosei foi com a sua esposa condecorada assistir ao treino do Corinthians para "dar uma força".

Faço, então, um pedido: que ele dê o mesmo tipo de "força" à Dilminha love and peace e, fazendo minhas as suas palavras, digo:NUNCA ANTES NESSE PAÍS UM CLUBE GRANDE PASSOU UM "SENTENÁRIO" SEM GANHAR UMA LIBERTADORES!!!

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA...

Ricardo Melhem Abdo ricabdo.blogspot.com

São Paulo

__________________________________________

 

 

 

 

URUCULULA

E a uruculula fez mais uma vítima anteontem...

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

__________________________________________

 

 

 

 

PÉ-FRIO

Desde que o Corinthians ganhou a Copa Brasil em 2009, nunca mais foi o mesmo. Sabem por quê? Assim que conquistaram o título, eles saíram do Rio Grande do Sul e foram direto para Brasília fazer média com o pé-frio (Lulla). Quando as coisas começaram a melhorar e o Mano acertou o time, o pé-frio foi ao Parque São Jorge fazer média, e deu no que deu: mais um ano fora da Libertadores.

O que me conforta é que este SECA-PIMENTEIRA está saindo e apoiando a Dilmasia.

José Saez jsaez2007@gmail.com

Curitiba

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

PÉ-FRIO...

Então está mesmo explicada a desclassificação do Corinthians da Copa Santander Libertadores: o presidente Lula foi, no sábado, visitar a equipe.

 

Anibal V. Fillip aniverofil@uol.com.br

Santos

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

FIM DE FESTA

O sonho acabou... Mano, volte pra casa!

 

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

"ANTIDESPORTISMO"!

Parabéns à equipe, ao presidente, ao técnico e mais ainda à torcida corintiana!

Quero frisar aqui que em tudo o que fazemos há consequências.

 

Hoje o preço caro do Corinthians pago anteontem tem que haver com o "antidesportismo" de 2009, quando o Grêmio e o Corinthians abriram caminho para a rivalidade e entregaram o título na direção do time do "Clube de Regatas da Rede Lobo".

O mesmo não abriu caminho para o Corinthians!

Destino? Não sei! Aqui fazemos, aqui pagamos!

O campeão moral de 2009 do Brasileirão é o Inter.

Daniel David danieldavid.c.de.m@bol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

SANTOS

A conquista do Campeonato Paulista foi justa. Agora o que eu não consigo engolir é a postura de seus jogadores, principalmente do Neymar, que é um craque, mas deixa muito a desejar com suas atitudes dentro e fora do campo. Faz-se necessária uma orientação para que ele possa se tornar um profissional respeitado por todos, consolidando com sua fantástica capacidade futebolística. É bom lembrar que em primeiro lugar é preciso ser homem, coisa que ele não vem demonstrando. O Santos deveria deixar de passar a mão em sua cabeça e cobrar uma postura mais profissional, evitando o risco de queimar um atleta com sua genialidade.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

 

__________________________________________

 

 

ATLÉTICO MINEIRO

O Atlético Mineiro é um clube vitorioso, campeão brasileiro e muitas vezes no seu Estado, com brilhantes temporadas, destacando-se entre os principais clubes do Brasil. Neste ano ja mostrou sua força, sagrando-se justamente campeão mineiro, e com uma ótima campanha na Copa do Brasil até o jogo de anteontem contra o Santos, que iniciou este ano com brilhantismo incomum. Eliminado, não há nenhum desdouro para a honra e grandeza do clube mineiro, que tem condições de fazer o mesmo com o Santos em próximos encontros. Feia foi a conduta do sr. Vanderlei, que não soube receber uma manifestação de carinho feita pela molecada boleira do Santos. Em vez de agradecer, apelou para o mau trato aos seus ex-amigos e até ao Santos. O Atlético que se cuide, agora ele destratou o Santos, amanhã poderá ser o campeão mineiro.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

__________________________________________

 

 

 

 

FUTEBOL ÀS 22 HORAS

Isso que é competência. A novela das 8 é às 9, o jogo de futebol das quartas-feiras, que deveria ser, no máximo às 9 é às 10 horas, e chamam isso de "grade"? E há patrocinador para tudo, até prefeito e vereadores votam contra o torcedor/eleitor, depois ainda têm a cara de pau de continuar pedindo votos, enquanto a ajuda publicitária estiver garantida. O torcedor/eleitor que se lixe, e assim caminham as muitas barbaridades, enquanto os maus exemplos continuarem chegando dos nossos probos, dignos e ilibados representantes do desrespeitado cidadão brasileiro.

 

Luiz Dias lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

__________________________________________

 

 

 

 

RISCO A COPA NO BRASIL

Gosto demais de futebol, mas pouco me importo se a Copa do Mundo não for realizada no Brasil, graças ao atraso das reformas necessárias nos estádios e toda a infraestrutura que o evento exige. Sou totalmente contra o governo financiar bilhões de reais a clubes falidos devedores de outros milhões, para executar as tais obras. O Brasil, com a carência de hospitais, escolas, saneamento básico, segurança, pública e outros, é um absurdo desviar tamanha verba do erário no patrocínio dessa Copa do Mundo e talvez de uma futura Olimpíada.

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

 

__________________________________________

 

 

 

AEROPORTOS BRASILEIROS: DESAFIOS PARA O INÍCIO DO MILÊNIO

Sou engenheiro, com mestrado e especialização em transporte aéreo, e trabalhei a maior parte de minha vida profissional no extinto Instituto de Aviação Civil, órgão de planejamento e pesquisas do também extinto DAC (Departamento de Aviação Civil), e gostaria de expressar minha preocupação com a condução das questões relacionadas às necessidades para a Copa e para a Olimpíada, no que tange aos aeroportos brasileiros.

A conquista do direito de sediar dois dos maiores eventos esportivos mundiais desta década, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016, traz para o Brasil não apenas as benesses efêmeras inerentes à oportunidade de receber estes torneios internacionais maiúsculos, mas apresenta também desafios a serem sobrepujados para que venha a se concretizar um novo e definitivo futuro para a qualidade de vida dos cidadãos brasileiros e para as relações econômicas internacionais de nosso País.

Esta oportunidade é ainda mais representativa para a cidade do Rio de Janeiro, que será sede tanto para a Copa quanto para as Olimpíadas, e que também, por seu potencial de cultura e beleza, poderá conquistar definitivamente um lugar de destaque no cenário do turismo internacional, colocando o Brasil entre os principais destinos turísticos do mundo.

Atualmente nosso país está longe de figurar entre as melhores estatísticas da Organização Mundial do Turismo (OMT) e, mesmo quando contextualizado entre os países da América Latina, observa-se que atraímos, por exemplo, apenas uma quarta parte dos turistas recebidos pelo México (Fonte: OMT, 2008).

Neste sentido, para que transformemos estas oportunidades em conquistas definitivas, há um sem-número de tarefas importantes que devemos cumprir com austeridade e propriedade. Com relação especificamente à oferta da infraestrutura, que será necessária para receber o volume de turistas, atletas, jornalistas, executivos e fãs do esporte, de todas as partes do planeta, nossos aeroportos, domésticos e internacionais, podem ser considerados como elementos de destacada importância.

Neste contexto, para garantirmos a qualidade e eficiência do transporte aéreo em nosso País e, ainda mais destacadamente, para que não ofereçamos riscos à segurança de seus usuários, há algumas perguntas que precisam de respostas diligentes e precisas:

1) Os aeroportos brasileiros atendem com rigor às normas de Segurança Operacional (Safety)?

2) Os aeroportos brasileiros estão preparados e equipados para enfrentar as ameaças do terrorismo internacional - Segurança Civil (Security)?

3) Os aeroportos brasileiros estarão preparados (planejados) para receber a demanda extraordinária de passageiros e aeronaves, motivada pela Copa do Mundo e pelos Jogos Olímpicos?

4) O planejamento dos aeroportos brasileiros contempla os novos patamares de demanda por transporte aéreo que podem ser definidos após estes dois destacados eventos desportivos?

5) E, por fim, quais serão os valores de demanda por transporte aéreo antes, durante e depois de cada um destes eventos transformadores?

Para encontrar as respostas adequadas a cada uma destas perguntas torna-se imperativa a realização de uma profunda análise técnico-operacional, que serviria de base para a consolidação de um planejamento coerente e atualizado, ao menos para os aeroportos brasileiros que servirão diretamente aos torneios internacionais em destaque.

Assim, no âmbito do Planejamento aeroportuário, a Capacidade, a Segurança Operacional, a Segurança Civil, assim como as Previsões de Demanda por Transporte Aéreo, que considerem os referidos eventos transformadores, representam considerações que precisam ser contempladas.

É necessário esclarecer que Projeto não é sinônimo de Planejamento, muito pelo contrário, são documentos extremamente diferentes e complementares. Um Projeto deve atender às exigências de um Planejamento, portanto, antes de se aprovar qualquer Projeto se faz necessária e imperativa a elaboração de um Planejamento, caso contrário as chances de desperdício de tempo e de dinheiro são muito grandes, ou quase certas.

Considerando os eventos transformadores que estão por vir, a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016, e até mesmo por sermos um País ainda em desenvolvimento, precisamos fazer nosso "dever de casa" e não deixar os estudos para a "véspera da prova". No mundo de hoje, que encerra um ambiente econômico veloz e demandante, não há como "repetir de ano". Agora mais que do nunca, é preciso que sejamos dirigentes e objetivos. É preciso que pensemos no futuro sempre com seriedade e responsabilidade. É preciso planejar, agora ou nunca, ou perderemos o "bonde da oportunidade".

Luiz Carlos de Avellar Junior avellarjr@hotmail.com

Rio de Janeiro

 

__________________________________________

 

 

 

 

OBRIGAÇÃO...

 

É melhor ficar calado quando não há sobriedade. Disse o "cara" que trabalho doméstico não é profissão, é quase obrigação. Então, as leis que existem para os empregados domésticos são um ENGODO e não devem ser cumpridas? Disse ainda que o marido vai ser mais respeitoso com a mulher se ela trabalhar fora. E, mesmo trabalhando fora, quem fará os serviços domésticos?

Enfim, o que se deduz da fala do "cara"? Será que foi a ressaca da desclassificação do Corinthians da Libertadores. Ou será que o "cara" não sabe que a mulher que trabalha fora tem dupla jornada de trabalho? A mulher do "cara" é um caso atípico, nos últimos quase oito anos tem sido previlegiada e talvez não faça nenhum trabalho doméstico, outros fazem para ela, e apenas para ela não é obrigação.

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________________

 

 

APARTHEID CIENTÍFICO OU RACIAL?

Indecorosa, abominável, odiosa e tantos adjetivos negativos que se possa lembrar para nominar a atitude tomada pela Assessoria de Assuntos Internacionais do Ministério da Ciência e Tecnologia (Assim) em solicitar aos diretores de universidades, centros de pesquisas, sociedades cientificas, etc, a indicação de nomes de pesquisadores e cientistas de origem árabe, que trabalham hoje no Brasil, "tendo em vista o desenvolvimento de programas e projetos de cooperação em ciência e tecnologia entre o nosso País e os Países árabes". O Brasil que sempre se orgulhou da pluralidade e miscigenação do seu povo, do respeito à liberdade religiosa e de ideias, de não ter nenhuma forma de segregação como política oficial, de respeito aos direitos humanos, foi capaz de, através, documento oficial, formalizar medida discriminatória, contra brasileiros natos dentro de sua própria casa, além dos descendentes de imigrantes que aqui encontraram seu segundo lar. Questionado, o Sr. José Monserrat Filho, chefe da Assim, justificou que o motivo da consulta seria devido ao fato "que o conhecimento da cultura e dos costumes locais desempenha papel por vezes essencial na troca de informações, nos seminários e eventos, bem como na conclusão de acordos", como se nossos cientistas e pesquisadores, não fossem capazes de portarem-se de forma adequada em contatos com outras culturas e costumes. Faz lembrar as famigeradas Leis de Nuremberg de 1935, do regime nazista (a Lei de Cidadania do Reich e Lei para a proteção do sangue alemão e honra alemã).

 

Luiz Nusbaum, médico lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

AMORALIDADE

É incrível! O secretário Nacional de Justiça relaciona-se intimamente com um conhecido contrabandista, que também está envolvido em imigração ilegal, e o Ministério da Justiça não vê razão para demiti-lo. O que aconteceu com a máxima "dize-me com quem andas e te direi quem és"? A amoralidade impera!

 

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

DOPS E O BIGODE

Agora São Paulo tem sua versão do clã Sarney, é a família Tuma. Os dois patriarcas são senadores e filhotes da ditadura. O filho de um com falcatruas de âmbito nacional, o do outro, falcatruas no eixo 25 de Março-China. Todos companheiros de Lula.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

SEM COMPROMISSO

O senador Romeu Tuma quebrou compromisso com a fidelidade partidária, migrando do DEM para o PTB, da base aliada, e, segundo o noticiário, motivado por interesses pessoais. É lamentável que esse perfil molde boa parte dos políticos brasileiros, os quais, motivados por interesses particulares, trocam de partido, em flagrante desrespeito aos seus os eleitores. Depois se queixam da péssima imagem que possuem junto à população.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

TUMA JÚNIOR

Peço perdão aos leitores desta carta, mas não há como tergiversar ou amenizar a real sensação de mal-estar em palavras diante da postura um homem num importante cargo público, ainda mais no Ministério da Justiça (!!!) e também policial de carreira, que, fazendo uso do compadrio e de sua influencia, desprezando toda a moral que deveria ensejar o bom exemplo no desempenho da função num cargo a serviço da sociedade, ao arrepio do mérito alheio, tentou, fazendo pressão, colocar um parente no serviço público policial paulista, ainda que para isso tivesse que fraudar um concurso e, possivelmente, prejudicando algum candidato que por mérito próprio, tendo passado na prova, iria ficar de fora, sem a vaga de direito, apenas por não ter um amigo importante.

Nojo! Eu tenho nojo de pessoas como o sr. Romeu Tuma Júnior!

Espero que ao menos o Ministério Público paulista o processe na forma da lei e lhe tome a carteira de delegado de polícia, expulsando-o pela porta dos fundos do serviço público, onde, hoje sabemos, jamais deveria ter sido admitido...

Mais que a responsabilidade de portar uma arma, de investigar pessoas e de possuir um distintivo, para ser policial há que ter bom caráter!

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

MOCINHO E BANDIDO

Huuummm... Então o filho do velho xerife, que exerce um cargo importante no governo federal, virou bandido? Será?

Carlos Eduardo de Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

TU(R)MA JR.

 

Os e-mails transcritos ontem por este jornal, revelando as ligações do Tuma Jr. com o mafioso chinês, são batom na cueca. O linguajar ali contido é típico de mafiosos mesmo. O mínimo que ele deveria fazer é deixar o cargo imediatamente, por tê-lo desonrado. Não o tendo feito, caberia ao sr. Lula demiti-lo imediatamente após suas explicações que não convenceram ninguém. Quanto ao chefe do clã, dizer que confia no filho não é novidade para ninguém. Cabe a ele dar umas boas palmadas no filhinho, e à Polícia Federal, completar as investigações, pois a bandalheira certamente não para por aí. Secretario Nacional de Justiça! Esse cidadão é uma piada. Pobres de nós, povo brasileiro.

Alcides Alves aalves@adv.oabsp.org.br

Osasco

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

IMPUNIDADE

Todos os que gravitam em torno deste governo acabam descambando. Agora, Tuma Jr. também é suspeitíssimo de envolvimentos nada convencionais, conforme investigação da Polícia Federal (que já foi chefiada pelo seu pai). Mas, para variar, vão alegar que isso é ilação, fofoca e intrigas da oposição, e por aí vai... rumo ao esquecimento e à impunidade.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

 

__________________________________________

 

 

 

 

A SINGULARIDADE DA CRISE GREGA

Permito-me, respeitosamente, discordar da análise do leitor sr. Wilson Gordon Parker ("Tragédia grega", 6/5). O drama da Grécia certamente é subproduto da crise internacional, das hipotecas, dos derivativos desfundamentados e das respectivas bolhas. O problema da Grécia, contudo, consiste em haver gasto mais - e muito mais - do que podia, nos últimos anos, empolgada pelas maravilhas do capitalismo globalizado. O déficit fiscal do governo grego atingiu 13% do PIB, enquanto o da Alemanha ficou em 3%. Daí a resistência inicial alemã em atender ao pedido de socorro. A dívida externa da Grécia supera significativamente o PIB nacional. O que se verifica, nesse panorama, é que a União Europeia não cuidou bem de estabelecer critérios uniformes e rígidos para serem observados pelos governos dos países que a integram, no que tange ao controle dos gastos públicos, ao estilo do FMI. O pior é que a gastança governamental não se limita à terra de Aristóteles. A avalanche está quase a atingir as plagas de Camões e as planícies de Cervantes e inundar a comunidade por inteiro. Superar essa corrente de sucessos negativos, em tempo hábil, é o ponto da pauta emergencial da civilizada Europa de nossos dias.

 

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

__________________________________________

 

 

 

 

 

 

HELLAS POR HELLAS

Para os especuladores, tudo ficará "hellas por hellas", pois o povo helênico é que pagará a conta.

Aliás, estive dando uma espiada nas condições prussianas, ops, desculpe, draconianas, impostas à Grécia e penso que a União Europeia deveria criar uma nova nomenclatura para designar a Grécia.

País soberano não é mais, talvez um protetorado europeu. Nem região autônoma serve como nome, pois o País Basco e a Catalunha têm mais autonomia do que a Grécia terá daqui para a frente.

Luiz Henrique Penchiari luiz.penchiari@bericap.com

Vinhedo

 

 

__________________________________________

 

 

 

FMI ERRA TODAS AS PREVISÕES PARA O BRASIL

 

Todo mundo pode errar, espero que o erro do FMI não seja devido à extraordinária capacidade do governo de distorcer e camuflar os números. A página de economia do jornal está cheia de dados que contradizem o otimismo galopante do governo. Creio que para sufragar esta hipótese seja suficiente ler o preocupante artigo publicado na página 2 do caderno de Economia desta última quarta-feira, com o título "Saldo comercial garantido pelos produtos básicos".

A opinião dos leitores - Leio e escrevo cartas para o Fórum, entretanto, não simpatizo com a atenção dada aos assuntos já colocados em evidência e amplamente comentados pelo jornal. Acredito que em lugar do canto coral de muitos falando da mesma coisa sejam mais interessantes as observações daqueles que conseguem enxergar verdades escondidas atrás do nevoeiro das meias verdades, e mentiras, do governo.

 

Franco Magrini framagr@ig.com.br

Cachoeira Paulista

 

 

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

DERROCADA EM CUBA E VIZINHOS

 

Uma gestão ineficiente é o que se pode ver em Cuba. A produção de açúcar caiu, mostrando uma catástrofe evidente. Ao reestruturar o setor açucareiro entre 2002 e 2004, Cuba fechou cerca de uma centena de fábricas, restando apenas 61, e com isso foram eliminados mais de 100 mil postos de trabalho. A Venezuela não fica atrás. Sua riqueza maior, o petróleo, também está indo para o ralo. Diminui a produção, sem contar o caos em que se encontra o país do déspota Hugo Chávez, com crise de alimentos e energia. A América Latina começa a dar sinais de que está morrendo aos poucos nas mãos dos tiranos que tomaram o poder. Logo mais teremos a Bolívia, o Equador, o Paraguai e, se não tomarmos cuidado, o Brasil poderá ser atingido pela voraz política das esquerdas, que ao pensarem em enriquecer seus bolsos, tornam seus países os mais pobres do mundo. É o que dá votar errado achando que pseudo-salvadores da Pátria vão salvá-la verdadeiramente. Quando acordarem será tarde.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

 

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

O governo apesar da Lei de Responsabilidade Fiscal têm usado verbas bilionárias para servir às Empreiteiras amigas e para ajudar governantes dos países de seus companheiros do "Fórum de São Paulo"; apesar das justificativas de que o aumento aos aposentados irá aumentar as despesas obrigatórias não justifica economizar justamente sobre os que mais merecem.

Lula serve aos seus desejos megalomaníacos, não poupa benesses aos demais e esquece suas promessas de palanque achando que os idosos não tem memória. Além dos mesmos votarem, têm família que os ajudam a sobreviver com as injustiças de seu governo e não vão aceitar desculpas esfarrapadas...

Leila E. leitão - São Paulo- SP

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

MADRI LONGE DE HONDURAS!

 

Quer dizer que se o golpe programado por Manuel Zelaya em Honduras tivesse dado certo, com a conivência de Chávez, Fidel, Lulla, Morales e outros vermelhinhos, tudo bem? A reunião União Europeia-América Latina e Caribe programada para ocorrer na Espanha teria a América Latina em peso? Mas como o golpe não deu certo, pois feria a Constituição de Honduras e o povo se levantou não permitindo a volta de Zelaya, os "vermelhinhos unidos venceremos" boicotaram a reunião. Não aceitam a presença de Honduras. Um país minúsculo com um PIB de dar dó! Na América Latina de hoje é assim: quem for a favor deles, vale tudo, até roubar; quem for contra eles, "o isolamento e a miséria"! Pensando bem, Honduras ficará muito melhor aproximando-se dos imperialistas americanos do que dessa corja capenga do Foro de São Paulo!

 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

 

 

__________________________________________

 

 

 

 

 

DIPLOMACIA - COMÉRCIO EXTERIOR

 

Boicote a Honduras e apoio ao Irã: deixando de servir aos reais interesses da Nação, o Itamaraty é hoje apenas o exportador estatal do lullopetismo.

A. Fernandes standyball@hotmaiol.com

São Paulo

 

__________________________________________

 

 

 

HONDURAS

Não reconhecer o governo atual de Honduras é desrespeitar o povo hondurenho, que o escolheu através de eleições livres. A vontade da "LIGA DA BIRRA" (composta por Chávez, Morales, Correa, Lugo, Lula...) não prevalece em relação a outros países.

Alvaro Salvi alvarosalvi@gmail.com

Santo André

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.