Cartas

CRISE FINANCEIRA

, O Estado de S.Paulo

10 Maio 2010 | 00h00

Esbórnia do poder

A economia mundial vive um momento de risco. Um descuido qualquer e logo temos uma crise internacional. As crises andam batendo à porta até daqueles que se dizem potências mundiais. Porém, mesmo sabendo que a causa principal dessas crises é a gastança dos governos, existem países que não estão dando importância a esse fator de risco. É o caso do governo brasileiro, que, diante desse quadro preocupante, continua aumentando os gastos públicos num patamar acima da sua capacidade de arrecadação e do índice de crescimento do nosso PIB. A dívida pública brasileira já beira o R$ 1,5 trilhão, alavancada por gastos que, sabemos, não foram aplicados em bens e serviços, mas na esbórnia do poder. O presidente Lula parece subestimar a crise para descobrir como o povo vai se comportar diante dela.

FRANCISCO RIBEIRO MENDES mendes.brasilia@gmail.com

Brasília

________________

POLÍTICA ECONÔMICA

Popularidade

As pesquisas não revelam que eu e milhares de outros militantes e simpatizantes do PSDB estamos no rol dos 80% que enaltecem o sucesso econômico do governo Lula. O sucesso de Lula é o nosso sucesso! É prazeroso constatar que seu desempenho vitorioso se deve à fidelidade às diretrizes elaboradas por Fernando Henrique Cardoso. Lula até convidou um dos nossos, o Henrique Meirelles, para garantir o êxito do Plano Real no âmbito do Banco Central. Antes da posse de Lula, Pedro Malan encontrou-se várias vezes com Antônio Palocci e sempre lhe ponderava: "Na qualidade de ex-prefeito de Ribeirão Preto, o senhor sabe que vivemos em regime capitalista e que os mecanismos econômicos que o mundo aceita e pratica são a base daqueles que criamos para o progresso do Brasil. Portanto, meu caro Palocci, por Deus lhe imploro, não pratique a ortodoxia econômica do PT soviético, porque vocês vão enfiar os pés pelas mãos e fazer a maior lambança!" A sensatez e a sabedoria de Palocci salvaram o Brasil. Nos últimos dias, o governo Lula tem esbravejado para manter o fator previdenciário, outro mecanismo criado por Fernando Henrique Cardoso. Aliás, diga-se a bem da verdade: este governo não pratica nenhuma inovação sua, não teve nenhuma manifestação de genialidade, de algo que tenha deixado o mundo boquiaberto a ponto de nos imitar.

JAIME M. DA COSTA FERREIRA jaimemcferreira@hotmail.com

São Paulo

________________

TRAMOIAS COTIDIANAS

Mídia vigilante

Fernando Sarney foi indiciado por remessa ilegal de US$ 1 milhão para agência do HSBC na China. Não bastasse, também foi acusado, pela Polícia Federal (PF) e pelo Tribunal de Contas da União, por interferir no desvio de dinheiro público da Ferrovia Norte-Sul, uma das honestíssimas obras do PAC. Em vez de se defender, alega tratar-se de "vazamento criminoso de inquérito sigiloso". Tuma Júnior compromete-se com a máfia do contrabando chinês. Maluf é condenado por, indiretamente, "roubar galinhas" (compra superfaturada de frangos para a Prefeitura, em 1996). Que bom que as fraudes são levadas ao conhecimento público pela mídia vigilante.

ROBERTO TWIASCHOR rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

________________

A casa caiu

Parabéns ao Estadão pela reportagem de sábado (A4) sobre investigações da PF envolvendo o secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior. Não fosse a imprensa, casos como esse poderiam ficar engavetados. Na verdade, só quem não quer não vê o que acontece nos bastidores da nossa política. Praticamente todo dia, os brasileiros ficam sabendo de algum desvio de conduta de pessoas que deveriam primar pela legalidade e conduta ilibada. Aliás, como se diz no jargão policial, a casa caiu. Contra fatos não há de ter muitos argumentos.

CARLOS RODRIGUES berodriguess@yahoo.com.br

São Paulo

________________

Filho de ex-xerife

É irritante ver notícias de um filho de "ex-xerife" da PF envolvido em falcatruas, quando, por moral e ética, deveria aplicar a lei onde houvesse a necessidade, não importando a quem quer que seja. E como se não bastasse, vem a público o Lula querendo defendê-lo? Então, para quem não for amigo do amigo do Lula prevalece o duro gládio da lei? Isso que é ser secretário nacional de Justiça? Que justiça é essa?

EUGENIO ARAUJO SILVA eugenio-araujo@uol.com.br

São José dos Campos

________________

Arruda, Tuma Júnior...

Falar o óbvio e não dizer nada. Assim Lula se pronunciou a respeito do caso Tuma Júnior.: "Vamos investigar democraticamente." Seria intenção investigar ditatorialmente - ou não investigar? Antes as imagens nada evidenciavam - e evidenciaram. E agora, as gravações nada dizem?

LUIZ NUSBAUM lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

________________

Flagrante

Aquele flagrante no aeroporto de Guarulhos que levou à detenção de pessoas e à apreensão de US$ 160 mil terminará com uma festa de arromba. O encarregado de coordenar as ações federais de combate à lavagem de dinheiro, o secretário nacional de Justiça, Tuma Júnior, está calado. Provavelmente, estão "trabalhando" para livrá-lo e algum peixe miúdo pagará a festa. Como dizem: "Brasil, um país de tolos."

TANAY JIM BACELLAR tanay.jim@gmail.com

São Caetano do Sul

________________

Evasão de divisas

Nos EUA, Al Capone, não obstante a sua vida de crimes, acabou sendo preso quando apanhado sonegando impostos. Aqui, Fernando Sarney poderá ficar no indiciamento, já veiculado pela imprensa, diante do que, no máximo, está dando um sorriso de canto de boca. O Brasil perdeu o norte. Está à deriva. Nenhum órgão que teria a função de cuidar da moralidade pública tem mais moral para nada! Esse é o meu entendimento.

ORIVALDO T. DE VASCONCELOS prof.tenorio@uol.com.br

Monte Alto

________________

Censura

Agora que a Polícia Federal mostrou mais uma falcatrua envolvendo um membro da família Sarney, vai ser retirada a censura imposta ao Estadão?

ANGELO ANTONIO MAGLIO Angelo@rancholarimoveis.com.br

Cotia

________________

"O ministro da Fazenda anuncia que o Brasil enviará à Grécia US$ 286 milhões. Tadinho do aposentado!"

RENATO RIBEIRO / SÃO PAULO, SOBRE O ANUNCIADO VETO DE LULA AO REAJUSTE DE 7,71%

renato@ribeiroeabrao.com.br

"A política do governo Lula tem por base o "tuma-lá-dá-cá"..."

FAUSTO FERRAZ FILHO / SÃO PAULO, SOBRE AS DENÚNCIAS CONTRA ROMEU TUMA JÚNIOR

faustofefi@ig.com.br

"Com Fernando Sarney, Lullinha e Tuma Júnior, o Brasil está com o futuro garantido!"

LUIZ DIAS / SÃO PAULO, SOBRE FILHOS ILUSTRES DE POLÍTICOS

lfd.silva@uol.com.br

________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 1.718

TEMA DO DIA

Efeitos da privatização voltam a gerar debate

Retorno da Telebrás, agora para cuidar da banda larga, reaviva a disputa sobre o papel das estatais

"Se a Petrobrás fosse mesmo eficiente, não precisaria da proteção do monopólio constitucional!"

CAIO MÁRCIO RODRIGUES

"As privatizações no Brasil trouxeram muito mais prejuízos do que vantagens à Nação."

JOÃO FÁBIO BORTOLANZA

"O Estado deve entrar em empreitadas em que o meio privado não tenha interesse ou não esteja dando conta."

SÉRGIO CORRÊA DE CARVALHO

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

MINHOCÃO

Esse ''minhocão'', verdadeira afronta à estética de nossa cidade deve ser demolido e já vai tarde; no seu tempo de vida destruindo o importante visual que foi a Avenida São João no trecho. Além disso, transferiu valor imobiliário negativo para as edificações lindeiras e apenas a recuperação desse valor ganharia a cidade, implementando atividades de comércio e serviços ao nível do chão da Avenida São João, teríamos praticamente uma espécie de nova 25 de março de comércio e serviços. Para verificar o ''cacife'' do Prefeito, se é verdade a sua anunciada medida, deveria já desviar o trânsito para ruas paralelas, especialmente as que acompanham o trecho da Av. São João (Rua das Palmeiras, Helvetia, Comandante Salgado, Amaral Gurgel, etc.) e ali no trecho exclusivamente uso de pedestres. A CET tem técnicos competentes para fazer projeto funcional das vias adjacentes, por exemplo, inibir estacionamentos nelas para facilitar quem deseja ir da Zona Oeste para a Leste; quando resolveram fazer um tamponamento do Rio Tamanduaté o trânsito ficou desviado por mais de cinco anos e nada aconteceu de trágico. Qualquer motorista sabe ir nesse caminho sem usar o famigerado Minhocão. Aqui basta mais ou menos propiciar, através regulamento de usos e ocupação do solo, uma espécie de ''mall'', tal qual sugerimos num certame de idéias que foi realizado pela Prefeitura recentemente. Esta primeira providência (desviar o trânsito) afinal custa nada mas certamente animará o segmento urbano na atividade de comércio e serviço, cuja tipologia de construções já lá está, mas inibida pela presença do ''monstrengo''. Apenas isso: recuperar o valor imobiliário e o mercado imobiliário resolve o resto.

As prováveis obras faraônica de túneis e similares devem ser amadurecidas e não necessariamente soluções que apenas procrastinam a derrubada do elevado; este já não serve nem para os automóveis. Não dá para entender a amarração de uma coisa com outra.

Raymundo De Paschoal, arquiteto depaschoal@uol.com.br

São Paulo

________________

VIAJANDO NA MAIONESE

Obra construída há 41 anos e nenhum prefeito teve a capacidade de fazer a devida manutenção, uma vez que referida obra serve diariamente a milhares de usuários, ligando as Zonas Leste e Oeste. Como experiência, sugiro que o prefeito Kassab feche o Minhocão um dia de semana e verá o que acontecerá com São Paulo. O prefeito está viajando na maionese. Assim como ele, foram os ex-prefeitos Erundina, Marta e Serra. Todos, radicalmente e politicamente contrários a Paulo Maluf, idealizador e construtor de tão importante obra viária. O Minhocão enfeiando a cidade, segundo esses ex-prefeitos e o atual, porque nada foi feito para embelezá-lo após sua construção...

Prefeito Kassab, que tal reestruturá-lo e embelezá-lo, como deveria ter sido feito há muitos anos?

Oswaldo Abrão José oaj007@hotmail.com

São Paulo

________________

SEM ELE, O CAOS

Moro em Higienópolis há quase 50 anos. Não tenho a menor dúvida de que o elevado é o que

salva o trânsito neste bairro. Sem ele esta região seria um caos.

Concordo totalmente com a opinião do arquiteto Cesar Bergstrom Lourenço, citada na matéria do Caderno Metrópole.

Alfredo J. Sadler asadler@terra.com.br

São Paulo

________________

QUESTÃO DE GOSTO

Ô Kassab, para de mexer com o Minhocão! Você não é chegado, mas tem quem goste. Esse negócio de põe e tira dói no contribuinte!

Cesare Morosini cesare@listasinternet.com.br

Guarulhos

________________

ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA

É absurda a ideia do prefeito de demolir o Minhocão, uma obra que custou BILHÕES à população de São Paulo.E não se trata de discutir a qualidade dessa obra.

A ideia de troca por potencial construtivo nada mais é do que se sujeitar à especulação imobiliária, permitindo-lhe adensar a cidade, ocupando áreas com excesso de gente e veículos, numa cidade que não tem um SISTEMA VIÁRIO para isso!

A tragédia dos mortos e desabrigados das chuvas no Rio de Janeiro trouxe à baila o uso desordena da terra e suas consequências.

Mas o adensamento forçado por essa especulação imobiliária e a ocupação intensa da terra sujeitam a cidade a um trânsito caótico, e isso é patrocinado pelo conluio de prefeitos e vereadores com os especuladores. Isso se prova pela punição do TSE aos veredores de São Paulo em sua relação espúria com o SECOVI. Em São Paulo, outro exemplo, o entorno de Cumbica vem sendo ocupado ilegalmente e já impedindo a expansão do aeroporto, nos moldes do que foi feito no passado em Congonhas!

Repete-se o erro! Errar é humano, mas repetir o erro é burrice!

E a Prefeitura da cidade, usando seus braços, como o CET e a SPTRANS, destrói bairros residenciais inteiros como os do Morumbi, Vila Olímpia e Brooklin, transformando pacatas ruas residenciais em ruas de passagem!

Isso para permitir uma fluidez impossível do trânsito causado pela mesma verticalização intensa que agora se quer para a região do Minhocão. Ao custo final que será para a população.

É impressionante que um país tão grande e com tanta terra como o este, mesmo após os exemplos de Brasília e Curitiba, não planeje e execute brilhamente suas cidades.

José F. Souza frnc2@hotmail.com

São Paulo

________________

TRANSTORNO

O prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab, vai demolir o Elevado Costa Silva ( Minhocão). Está agindo corretamente. O Minhocão somente trouxe transtorno para capital do Estado..

Paulo Dias Neme profpauloneme@terra.com.br

São Paulo

________________

IDEIA ABSURDA

É habitual do político brasileiro procurar desviar a atenção da realidade. O prefeito Kassab agora vem com essa de demolir o Elevado Costa e Silva (Minhocão). Essa é a prioridade para São Paulo? Existirá rota alternativa para escoar o trânsito que passa por ali atualmente? Se existir, qual será o custo? Ora, prefeito, se as ruas, avenidas e praças da cidade estão em péssimo estado de conservação e nem relógios nas vias públicas funcionam, como é que o senhor se propõe a essa absurda ideia? Tenha a santa paciência.

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

________________

LOUCURA

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, está prometendo demolir o Elevado Costa e Silva (Minhocão), construído durante o primeiro mandado de prefeito do sr. Paulo Maluf. Sem dúvida alguma o Minhocão não é uma obra bonita e agradável para a região servida. Porém resolveu na época, e até agora, o grande caos que era e continua sendo o trânsito na capital para quem precisa fazer o itinerário da Zona Leste para a Oeste e vice-versa. Demolir é fácil. Difícil será controlar o já péssimo trânsito que se encontra a cidade de São Paulo. Concordo e aplaudo quem fizer o ideal para essa ligação viária:túnel. Todavia, apesar de ser a obra ideal para substituir o Minhocão, que realmente incomoda os moradores da região, não podemos esquecer ou ignorar o seu alto custo e o tempo de duração da construção. Sem antes de executá-la, será loucura conviver e controlar o trânsito sem o velho Minhocão.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

________________

REFORMA

Absurda, cara e infeliz a ideia de retirar o Minhocão de lá. Em vez de gastar bilhões, criar avenidas ou, pior, túneis, com trânsito parado e mais feios que o Minhocão, a única opção para lá é, sim, uma reforma. Na parte de baixo, encher de pequenas árvores, em cima, muitas árvores frutíferas, e no corpo do Minhocão, unhas-de-gato, que, além de refrescar e melhorar o ar, darão uma visão fantástica, digna de lugares lindos da Europa, que possuem milhares de construções velhas, feias, só que com esse toque se transformam em beleza e motivo de visitação turística, pois dá um charme que não tem preço ao local. Além do mais, melhora o ar, embeleza o que é feio, e o custo é infinitamente menor. Agora, eu não sei se isso interessa politicamente, afinal, imaginem os milhões que estão em jogo nas famigeradas licitações que querem ganhar a qualquer custo. E quem paga tudo é o dinheiro infinito de impostos. Mas se houver bom senso, verei propostas como esta minha sendo levadas a sério, basta o povo exigir mais amor e menos confiança, e as mesmicies. Vejam o horror que ficaram as Avenidas Faria Lima e Rebouças depois da construção daquele túnel pavoroso. E o trânsito, sinceramente, piorou, o ar mais ainda, sem contar que um lugar antes lindo agora é feio que dói. Por favor, São Paulo, vamos pensar antes de agir errado novamente.

Roberto Moreira Da Silva rrobertoms@hotmail.com

Cotia

________________

MANIA DE GRANDEZA

Tendo acompanhado no Jornal Nacional o serviço sobre o sistema de recolhimento do lixo em Barcelona. Acredito que com os US$ 286 milhões com que o sr. Mantega vai presentear a Grécia poderíamos realizar o sistema de Barcelona por todo o Brasil.

Maria Isabel Brandão rimartil@yahoo.com

São Paulo

________________

PROTESTO

Tem dinheiro pra emprestar à Bolívia, à Venezuela, à Argentina, a países africanos. E agora também tem dinheiro para emprestar à Grécia. Só não tem grana para os aposentados. Para mim está valendo o protesto de uma faixa que saiu na capa do jornal O Dia - ''Lula: pegue os 6,14% dos aposentados e enfie no... PAC.''

Regina Helena de Paiva Ramos reginahpaiva@uol.com.br

São Paulo

________________

E VIVA A GRÉCIA!

Os US$286 milhões que o Brasil vai dar à Grécia representam exatamente a diferença de 7% para 7,71% que o governo tanto reluta em dar a 8 milhões de aposentados brasileiros que ganham mais que um salário mínimo.

Gustavo Guimarães da Veiga gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

________________

SOCORRO FINANCEIRO

Lulla diz que o Brasil vai ''enviar'' à Grécia, e Mantega diz que o Brasil ''vai dar'' à Grécia US$ 286 milhões. Ora, como explicar que temos dinheiro sobrando para ajudar a outros países e não temos dinheiro para dar um aumento digno aos aposentados? Tanto Lula como Mantega devem se preparar também para prestar socorro financeiro à Espanha e a Portugal, uma vez que esses países, como a Grécia, estão no mesmo caminho da bancarrota financeira. E então, senhores, vão usar nossas reservas para ajudá-los? E nosso país, nosso povo, como é que ficam? Lembrem-se de que temos ainda de comprar os caças Rafale para a Aeronáutica por US$ 36 bilhões. Ou não vão mais comprá-los? Será que mudaram de ideia para enfraquecer nossas Forças Armadas e dar poder aos militares venezuelanos e seus aliados numa futura guerra contra nosso país para garantir a implantação do socialismo na América Latina? Afinal, sem armamento moderno não teremos como lutar contra os vários países da América Latina que virão contra nossa democracia.

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

________________

GRÉCIA?!

Enquanto o sr. Lula ironiza os políticos que aprovaram um aumento maior para os aposentados e alega falta de dinheiro para tal, enquanto os flagelados e governantes de Santa Catarina, São Luís do Paraitinga, Angra dos Reis, Niterói, etc., aguardam ansiosos a chegada da verba prometida, para reconstruir suas cidades e sua vida, o governo Lula, para mostrar, não sei a quem, que o Brasil é poderoso vai auxiliar a Grécia (?) com a pequena soma de US$ 286 milhões, ou R$ 520 milhões. Pode?

Maurício Lima mapeli@uol.com.br

São Paulo

________________

APOSENTADORIA

Se o presidente Lula vetar o reajuste de 7,7% para as aposentadorias acima de um salário mínimo, aprovado pela Câmara e que deve ser mantido pelo Senado, a candidata

do presidente, Dilma Rousseff, vai perder as eleições para a Presidência da república.

Olympio F. A. Cintra Netto ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

________________

PONTO DE VISTA

O presidente Lula foi escolhido como o homem mais influente do mundo. Se dependesse dos aposentados do INSS, provavelmente ele não iria aparecer na lista...

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

________________

A ÚLTIMA PREMIAÇÃO DO LULA

Outro dia recebi um e-mail com os nomes dos premiados como ''referência'' mundial, o último do Lula. É uma verdadeira piada (Lady Gaga é a 5ª, a Susan Boyle, a 7.ª, e assim por diante). O mais lamentável de tudo é que a imprensa noticia apenas a posição do nosso ''líder'', mas não os nomes dos envolvidos. Uma verdadeira propaganda enganosa, costumeira em quase tudo o que se relaciona ao presidente.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@ig.com.br

São Paulo

________________

OS DEPUTADOS E OS APOSENTADOS

Gostaria de saber: por que, durante os dois dias que os deputados apareceram nas TVs para falar sobre o fator previdenciário e o salário dos aposentados que ganham acima do mínimo, não apareceu um só deputado com coragem para alertar os demais sobre o PL 4434/08, que propõe a recuperação dos benefícios a partir da data em que foram concedidos? Aproveito para perguntar: na gaveta de quem ele está aprisionado? Algum parlamentar teria condições de nos responder?

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

________________

CAÇAS FRANCESES

Enquanto isso, em algum lugar do Planalto: "Cumpanheiros, se virem-se, fazem mais de dois ano que comprei os caça francês. Arruma um jeito de explicar e convencer o povo porque compramo o pior pelo dobro do preço."

Helio Boturão heliobot@uol.com.br

Rio de Janeiro

________________

O DESPREPARO NA SEGURANÇA PRIVADA

Estamos vivendo uma sequência estúpida e cruel consequência do despreparo que ocorre na área de segurança pública. Os chamados ''seguranças'' demonstando absoluta falta de treinamento e preparo; a Polícia Militar deslocando-se dos quartéis para áreas de conflitos urbanos e saídas de competições esportivas com esquemas que utilizam táticas e estratégias nitidamente militar, próprias para a guerra. Lamentável.

Sérgio Paulo Teixeira Pombo sp.pombo@estadao.com.br

Campinas

________________

BRASIL COM MEDO

Nunca na história deste país se viveu com tanto medo! Passear distraído numa calçada junto à praia para ver o barquinho passar, nunca mais. Relaxar na varanda de casa numa pacata cidade do interior, nunca mais. Contemplar as estrelas na fazenda, nunca mais. Parar tranqüilo no semáforo, nunca mais. Dar uma volta noturna pela rua com o cão, nunca mais. Sair do banco com dinheiro sacado, nunca mais. Voltar a pé da escola para casa, nunca mais. Pegar uma estrada para curtir o lazer, nunca mais. Estamos chegando a esse ponto no Brasil: de nunca mais podermos fazer coisa alguma, pois o perigo ronda a cada minuto e em todos os cantos, das grandes cidades ao campo. Estamos sendo dominados pela bandidagem que age sem medo, sabendo que não encontra policiamento ostensivo e preventivo, sabendo da impunidade, sabendo que terão chance de praticar mais um crime com os indultos de Natal, de Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais e quem sabe um dia até indulto de Carnaval. Governo Federal e os Estaduais culpam um ao outro, mas parecem indiferentes aos noticiários diários que relatam apenas uma pequena parcela da violência que graça em toda parte. Talvez não tenham competência para lidar com esse assunto. Ou o crime dominou de tal forma que agora não tem mais jeito mesmo. O Governo Federal tem culpa uma vez que a base do crime são as drogas e as armas que entram pelas fronteiras. E os Estaduais pelos baixos salários que pagam aos policiais e pelo modesto investimento em recursos e tecnologia. Por tudo isso o Brasil é hoje um país inseguro para se viver. Um país que se destaca entre os emergentes pela sua violência. De que adianta ter um Presidente estadista se no país que governa os cidadãos se sentem inseguros nas ruas e em suas casas? Segurança é obrigação do Estado. Deus nos proteja!

Ari Giorgi arigiorgi@hotmail.com

São Paulo

________________

SOU DA PAZ

Os referendos populares são muito raros. Por que gastar dinheiro para saber o parecer da população?

Anos atrás foi realizado um raro referendo popular a respeito de restringir ou não uso de armas, e o referendo não agradou ao governo.

Agora querem eliminar os colecionadores de armas e os caçadores, todos com o devido registro no Exército.

Por que essa mania de desarmar o cidadão honesto e responsável? Talvez porque seja mais fácil que desarmar os bandidos?

Mario Biseo mario@biseo.com.br

São Paulo

________________

A COPA AMEAÇADA

Considero importante que o governo federal se manifeste com relação às críticas à preparação do País para sediar a Copa do Mundo. Em qualquer projeto, pequeno ou grande, existem documentos com a aprovação dos envolvidos, bem como o provisionamento de verbas. No projeto da Copa do Mundo no Brasil, obrigatoriamente existem documentos assinados pelos governos municipais, estaduais, dirigentes dos estádios e órgão ligados ao meio ambiente, concordando com as reformas urbanísticas e dos estádios. Além dessa aprovação, precisamos saber onde está o provisionamento das verbas, bem como o porcentual que cabe a cada uma das esferas envolvidas. Todos esses documentos precisam estar datados antes da candidatura do Brasil. Se esses documentos não existem, tanto a Fifa como o povo brasileiro foram vítimas de um estelionato. Fazer desenhos e maquetes é muito simples. Difícil é saber quem vai pagar a conta. Além de fanfarrões na economia, será que fomos fanfarrões na preparação da Copa? Onde estão aqueles que assinaram e prometeram a infraestrutura do evento?

Pedro S. Dos Milagres e Sousa pedross@ig.com.br

São Paulo

________________

DOCUMENTOS

Perguntar não ofende. Se toda a população terá que tirar nova identidade, que conterá foto digitalizada, números de RG, CNH, CPF, Carteira de Trabalho e Título de Eleitor, tudo supervisionado pela Polícia Federal, por que se decidiu que todo eleitor terá também que se cadastrar e receber o titulo com foto, número de documentos, etc.? Para que dois trabalhos? A nova identidade não seria um documento único? Se eu perder meu título, posso votar com o RG. Para que, então, com a nova identidade tenho que ter um novo título? E o custo disso será de quem? Eu só queria entender...

Vera Oguma vera.oguma@uol.com.br

São Paulo

________________

PRISÃO DO NARCOGUERRILHEIRO DAS FARC!

Depois da prisão do narcotraficante das FARC José Luiz Sanches, provavelmente Marco Aurélio Top Top Garcia deverá providenciar asilo político ao bandido! Porque não? Já temos vários exemplos por aqui. Afinal as FARC também fazem parte do Foro de São Paulo programa comunista de domínio da AL, cujo Top Top Garcia é um dos presidentes. Aposto que hoje os delegados da PF que executaram a prisão do guerrilheiro, estão sendo transferidos lá para onde Judas perdeu as botas, ou destituídos de seus cargos! Serão substituídos pelos que rezam a mesma cartilha! Escrevam!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

________________

COVARDIA?

O que está acontecendo com a Espanha? Nos próximos dias 17 e 18 deverá realizar-se naquele país a cúpula da Unasul e para a qual havia sido convidado entre outros, o presidente de Honduras, Pofirio ''Pepe'' Lobo. Porém, de última hora, o governo espanhol desconvida o presidente hondurenho por pressão explícita da quadrilha bolivariana. Aquela mesma que esbanjando moral, lambe as botas de Fidel Casto e estende tapete vermelho para Mahmoud Ahmadinejad. Sempre vi a terra de meus antecedentes como um país sério e independente, portanto não quero acreditar que se trate de covardia. Espero que tenha sido apenas um equívoco diplomático e com tempo hábil para ser corrigido.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

________________

UNASUL

Sobre a fala do presidene hondurenho, Porfírio Lobo, sobre a postura arrogante desses vetustos, de idéias, esclareça-se, ''ditadores esquerdistas maquiados de democratas'' que não reconhecem o seu governo, e tenta, de forma abominável impor suas idéias, lembra bem - e, não podia ser diferente - a propaganda nazista, quando Gobbels, assessor de imprensa daquele regime - figura aqui, no Brasill, equiparável ao Franklin Martins -, insistia em divlgar maciçamente um notícia falsa até que o povo, diante da insistência, a via e a entendia como verdadeira. É o caso de Honduras. a verdadeé outra - lá as autoridades respaldadas pela parte do povo consciente daquele País, não deixaram que a ditadura do Chávez por lá se instalasse -, pois não houve qualquer golpe, apenas as autoridades cumpriram sua missão: defender a Constituição. Quanto à postura do Brasil naquele episódio não há mais o que se comentar. Acorda, Brasil!

Carlos Benedito Pereira da Silva advcpereira@ig.com.br

Rio Claro

________________

A CÚPULA DE MADRI

Ainda que formada a cúpula a se reunir em Madri por governos da União Europeia e América Latina, a divergência entre Brasil e EUA, no tocante à participação de Honduras, sem dúvida já afetou a condição de ''o cara'' com que o presidente Obama aquinhoou o nosso. Não há o menor sentido essa contínua retaliação a Honduras, o pequeno país da América Central, que, com livres eleições, vive em um regime democrático. Se tivesse lógica a nossa diplomacia, deveria dirigir suas ações contra o Irã ou Cuba, que ignoram os direitos humanos. Mas, ao revés, merecem benesses e recursos do nosso governo, que para os aposentados não quer pagar ínfimo reajuste. Daí, vem a ser considerado ''arrogante e prepotente'' pelo presidente hondurenho, Porfírio Lobo, como toda a imprensa noticiou hoje (8/5). Creio que podemos dar adeus à tão postulada cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU.

Jairo P. Gusman jairogusman@gmail.com

São Paulo

________________

''O RATO QUE RUGE''

No editorial do Miami Herald, ''seu comportamento é lamentavelmente obtuso'';

no do Washington Post, ''Lula é o idiota útil ao Irã''. Tomara que a megalomania

lullopetista do Itamaraty não proponha um embargo ou, na pior das hipóteses,

declare guerra aos americanos.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

________________

POR SORTE, INCOMPETENTES!

Após a adoção do euro os países que compõe o bloco se tornaram dependentes um do outro e, porque não, um de todos. A crise na Grécia que ameaça a Espanha e Portugal, que juntos, ameacam o restante dos países mostra que êsse modêlo nasceu com os dias contados. Na América do Sul, por sorte, incompetência, arrogância e incapacidade de seus dirigentes nunca se chegou a um acõrdo neste sentidO. Pelo menos uma vêz a incapacidade total está mostrando o seu lado bom... Ainda mais agora com Chavez a caminho do Mercosul.

Luiz Res Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

________________

A RESPONSABILIDADE AMBIENTAL COMO AÇÃO VERDADEIRA

Nos dias de hoje vemos as mais diversas ações empreariais que são qualificadas como atitudes de responsabilidade ambiental que precisam de uma reflexão abaliza sobre o que se diz e o que se faz no momento de condução dos negócios. Há muitas empresas no Brasil que fazem deste discurso um mero instrumento de marketing e que acabam não desenvolvendo plenamente as ações e atitudes definidas como responsabilidade ambiental. Hoje é extremamente necessário que a geração de uma visão empresarial que conduzam a um modelo econômico pautado pela sustentabilidas seja fortalecido por uma prática de formação de valores éticos na empresa e na vida dos grupos empreasariais em geral. Neste contexto fazer responsabilidade ambiental tem a ver com a atitude firme de respeito com os colaboradores, fornecedores , público e comunidade em geral para dar uma ar de firmeza no discursos da responsabilidade ambiental que tem sempre de corresponder a verdade de um processo.

Fazer responsabilidade ambiental envolve cumprimento dos direitos trabalhistas, geração de oportunidades de emprego, valorização dos seres humanos e da natureza, promoção de ações em educação ambiental e conhecimento e cumprimento da legislação ambiental para um atitude que vá além de mero marketing da empresa. A responsabilidade ambental só será consolidade na empresa se houver um firme propósito de seus gestores na concretização de uma sociedade onde todos tenham direitos a saúde, educação de qualidade, moradia digna e demais instrumentos para concretização da justiça social que precisa ser objeto de preocupação de todos no contexto de nossa sociedade. No momento atual buscar a responsabilidade ambiental dever ser uma ação coerente que va´além do discurso e da propaganda da empresa.

A empresas devem incluir nos seus valores e missões a busca firme e incessante pela concretização da responsabilidade social tanto na empresa como na sociedade em geral para garantir um nível de sociedade livre das agressões ambientais motivadas por uma lógica exclusiva de lucro que tem motivado e causado vários problemas ambientais, No contexto atual é preciso gerar na empresa um processo de envolvimento dos colaboradores sempre na perspeitiva de construção do conhecimento à serviço do bem do planeta e dos seres que nele vivem

Francisco Djacyr Silva de Souza, mestre em educação, professor da disciplina de Responsabilidade Social e Ambiental na Faculdade Integrada do Ceará djacyrsouza@gmail.com

Fortaleza

________________

A VALIDADE DOS EXAMES PERICIAIS E SEUS EFEITOS NA SOCIEDADE

Um assunto que até agora não tem sido sequer ser mencionado nos meios de comunicação: a da validade do processo de obtenção das CNHs dos envolvidos em acidentes de trânsito e o comportamento agressivo dos mesmos presente na maioria dos casos. Dado o comportamento dos motoristas e motoqueiros que vemos diariamente pelas ruas de Porto Alegre, algo está errado. Será que a simples opção de realizar três dias de aulas teóricas para a renovação da carteira de motorista é suficiente? Sabe-se que a outra opção é uma prova que pode levar à reprovação do candidato e a novos gastos. Que tipo de "aprovação" teremos ao final dessas três aulas e que tipo de motorista dali sai, já que a aprovação é automática? Mas e os Exames e Testes obrigatórios realizados?

Mas o ponto mais importante a meu ver, como Perito: que tipo de testes estamos aplicando onde , motoristas saem de lá aprovados e depois apresentam esse comportamento altamente agressivo? Será que grande parte deles consegue burlar os Peritos? Será que a certeza da impunidade os transforma logo depois de aprovados? Será que a maioria dessas CNHs não tem procedência legal? Onde estamos errando já que essas pessoas, teoricamente, estariam habilitadas, inclusive psicologicamente, para possuírem uma CNH?

Colocar apenas os motivos do que acontece no trânsito no uso excessivo do álcool é uma falácia. Muitos dos envolvidos têm seu comportamento cronicamente alterado e não fazem uso do álcool. Alegar que a impunidade estimula esse comportamento agressivo não procede pois assim fosse, todos os motoristas assim procederiam e não apenas uma parcela. A questão gira em torno, como quaisquer exames periciais que fazemos nos admitidos em concursos ou admitidos para exercerem novas funções, na verdadeira triagem de quem está em condições e de quem não está, seja fisicamente seja psicologicamente. As responsabilidades da nossa aprovação, da nossa chancela, por assim dizer, são grandes para a vida diária da sociedade, instituição ou exercício da função que deles se espera.

Já ouvi, em entrevista recente, de uma autoridade do trânsito estadual, o percentual de reprovados na obtenção ou até renovação da CNH, mas, em momento algum, não foram apresentados os índices de reprovação nos testes médicos ou psicológicos, principalmente. Quais são eles? E qual, estatisticamente fácil de verificar, o percentual de aprovados envolvidos em acidentes onde a agressividade é explícita segundo as testemunhas e as autoridades policiais?

José Andersen Cavalcanti, médico perito jose_andersen_7@hotmail.com

Porto Alegre

________________

COLONIZAÇÃO TROCADA

Concordo integralmente com o oportuno artigo do Sr. Roberto Macedo, pela mania estúpida de se colocar nomes estrangeiros na vida brasileira, quando a língua portuguesa nos brinda por ser uma das mais ricas do mundo. Conheço executivos que não conseguem formar uma frase, sem colocar um anglicismo no meio. Mesmo que seja evidente que o Inglês é o Esperanto que deu certo, é vergonhoso conviver com delete, backup, feedback, turnover, check-up, erase, escape, fast-food, delivery, rave, entre tantas outras, quando temos palavras na língua portuguesa que tão bem as substituem. É assim que um idioma morre, como o pobre Português tão mal ensinado nas escolas e tão judiado pelas altas autoridades do governo. Logo, logo nossas crianças estarão se expressando em espanhol ou inglês, se algo de sério não for feito. Mesmo que, para isso, o atual governo esteja em liquidação: 100% OFF!

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

________________

MATA A COBRA E MOSTRA O SARRAFO

João Mellão Neto em 07/5 conclui seu artigo de maneira polêmica e desnecessária ao demonstrar explicitamente sua predileção tucana quando afirma: "José Serra, na sua sexta eleição majoritária, já está calejado. Ele, assim, jamais se atreveria a tentar mostrar-se como não é".

Dora Kramer na mesma edição na página A6, no seu lúcido -como sempre- texto, conclui seu raciocínio sobre a declaração de Serra que "no afã de tentar agradar a todos ao dizer que não é de oposição nem de situação, afirma que "a declaração de Serra soa artificial, ensaiada demais e apaixonada de menos". Implodiu o argumento de Mellão e colocou Serra numa saia justíssima. Ponto para Dora.

Nicanor Amaro Silva Neto nicanoramaro@yahoo.com.br

Bauru

________________

VIRADA TUCANA

FHC: "tucanos querem Brasil em mãos limpas". Serra: "não praticamos truculências, não organizamos dossiês".

Que bom seria se estas frases acima citadas fossem metas e praticas petista. E se nestes quase oito anos de gestão do Lula, a ética e os bons costumes, teriam sido a maior obra deste relapso governo.

O PSDB, nesta prévia de campanha faz muito bem se comprometer com a moralidade institucional. E que a sua principal, "bolsa, ou cota" seja o de oferecer a sociedade como um todo, a decência administrativa. Ou seja, sem prometer o céu e entregar o inferno dos excessivos gastos públicos, da corrupção, dos dossiês, do descaso com o judiciário, TCU, e da relação promiscua com o Congresso, como infelizmente faz a gesta petista.

O Brasil não pode mais ser dirigido como se fosse um botequim, embebedando sua cúpula pelo mundo das facilidades institucionais, privilegiando amigos, e fazendo do seu cofre a orgia de Rasputin.

O Passado recente dos tucanos no poder central está aí: criação do Real, Lei de Responsabilidade Fiscal, Bolsa-Escola, Plano de Metas, criação dos genéricos, remédios gratuitos para os aidéticos, etc.

O cadastro é bom! Depende do juízo dos eleitores em outubro...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

________________

PROFESSORES: SP, MG, ETC.

Greve dos professores é política? Não posso esperar até o dia 15 de outubro para me manifestar: não vou me esquecer dessa Bebel querer ''quebrar a espinha dorsal desse partido e desse governo''. Por um lado estou feliz que meus filhos e neta não estudem com professores desta qualidade; por outro, entristece-me imaginar a quantidade de outros alunos que eles ''instruem''. Ex-aluna de escola pública, em contraponto a estes piqueteiros quero homenagear meus queridos Professores, Mestres Ma-ra-vi-lho-sos que tive entre 1955 e 1961 no Ginásio do Estado (Pq.D.Pedro) e ''Presidente Roosevelt'' (rua São Joaquim): que saudades ! Tamanho quilate, nevermore...

Anette Fuks anettefuks@hotmail.com

São Paulo

________________

CARTILHA

Existem no Brasil algumas cartilhas para auxiliar a população em seu dia a dia, como, por exemplo, uma cartilha publicada no Recife que ensina crianças de 5 anos a se masturbarem, cartilhas para evitar assaltos, etc. Gostaria de sugerir uma cartilha que nos ensinasse a interpretar os extratos bancários e faturas de cartão de crdito. No extrato bancário de minha estimada sogra tem cinco lançamentos de débitos correspondentes a taxas, os títulos têm abreviaturas que tornam impossível a compreensão. Sei que os bancos fazem isto de propósito, mas deveria haver uma Lei que os obrigasse a ser mais claros e não dificultarem a interpretação do extrato ou da fatura.

Jatiacy Francisco da Silva, consultor de negócios jatiacy@ibest.com.br

Guarulhos

________________

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Devemos lutar pelos nossos direitos de cidadãos! Estamos acostumados a ser roubados por espertalhões, banqueiros, por exemplo. Se o nosso saldo bancário estiver devedor (no vermelho) pagamos juros exorbitantes; se o nosso saldo for credor em caderneta de poupança recebemos menos de 1% ao mês; se o saldo estiver em conta corrente não recebemos nada, nem os agradecimentos do banco. Uma prova de que bancos nos roubam: depositei um cheque (nº 000226) do Sicredi (cheque especial), agência de Canarana, MT, de R$ 4.000,00, na Caixa Econômica Federal, agência de Campo Mourão, PR, dia 2/5 (domingo), e foi liberado em minha conta corrente somente no dia 8/5 (sábado). O dinheiro ficou bloqueado 5 dias úteis. A compensação de cheques é online. Os bancos abusam da ingenuidade dos clientes!

Fraterno Maria Nunes fraternomarianunes@gmail.com

Campo Mourão (PR)

________________

CESTA BÁSICA NÃO É SÓ FEIJÃO

Leio nos jornais que a chuva provocou o aumento nos preços dos alimentos. Esta é a ''desculpa oficial'', uma variação de ''estiagem'' e da ''entressafra'', que se revezam, como explicações rotineiras para a alta de preços. Não é possível que sempre algum fator meteorológico interfira na safra, e invariavelmente de forma negativa. Tampouco a chuva justifica o aumento de preços do material de higiene ou de limpeza, por exemplo, que também subiram muito. Quando se fala em ''cesta básica'', esquecem dos produtos não alimentícios de primeira necessidade, como o sabão, o papel higiênico, o creme dental e sabonete. Se considerados os aumentos destes itens na análise, se vê que a chuva não é uma boa explicação para a inflação crescente.

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

________________

ENTREVISTA

Muito boa e esclarecedora a entrevista com o dr. Alckmin (8/5), que revela a sua personalidade de ser humano de excelente qualidade, político competente e principalmente equilibrado e muito bem educado. Suas palavras confirmam a sabedoria contida na velha frase: ''Quem tem razão não grita''. Nesse verdadeiro torvelinho político que cresce à medida que a proximidade das eleições aumenta, é muito reconfortante saber que podemos contar com um representante digno de São Paulo, que não tem medo de defender o nosso Estado, com dignidade e firmeza.

Vera Bertolucci veravailati@uol.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.