Cartas

CENSURA

, O Estado de S.Paulo

17 Maio 2010 | 00h00

A outra face

A atitude do prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (PT), ex-ministro de Lula, de recorrer à Justiça para impedir a imprensa local, via censura prévia, de divulgar matéria crítica a atos de sua administração demonstra claramente a face autoritária do PT, que se declara democrático. Atitude coerente com quem almeja a implantação do socialismo de Estado no País. Vários intelectuais e jornalistas, ditos conservador-reacionários (como se uma coisa pressupusesse a outra) pelos petistas, já alertaram a sonolenta sociedade brasileira para a linha política do PT: atingir o socialismo através do capitalismo, minando-o gradualmente, principalmente por meio de educadores, professores e estudantes universitários. Esse foi o caminho recomendado por Antonio Gramsci (1891-1937), filósofo e presidente do PC italiano, e que vem sendo seguido de maneira clara e inequívoca pelo governo. O socialismo petista é parte da resolução aprovada no 7.º Encontro Nacional (31/5 a 3/6/1990), no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo, e reafirmado no 2.º Congresso, realizado em Belo Horizonte (24 a 28/11/1999). Consta no item 4: "É da opressão capitalista que resulta a miséria absoluta de mais de um terço da humanidade." Será que as centenas de milhões de asiáticos que graças à globalização saíram da miséria absoluta concordam com isso?

ROBERTO CASTRO

roberto458@gmail.com

São Paulo

Constituição violada

Como se não bastasse a censura ao Estadão, que completa 290 dias, agora o Diário do Grande ABC recebe a mesma penalidade. Por que alguns juízes não respeitam a Constituição, que garante a liberdade de expressão? Essas ações, que violam o Estado Democrático de Direito, são movidas por pessoas que dilapidam o erário e estas, sim, é que deveriam ser punidas, por improbidade, corrupção, falcatruas e desvios de recursos públicos. Mas nada lhes acontece. A impunidade está transformando o Brasil no país onde o crime compensa.

LUIZ DIAS

lfd.silva@uol.com.br

São Paulo

Mordaça no "Estadão"

Juro que pensei que a mordaça no Estadão levaria, no máximo, o período de uma gestação humana, que é de aproximadamente 266 dias, conforme consta nas enciclopédias. Mas, ao que parece, eu estava enganado. Espero sinceramente que não leve o período de gestação de um elefante, que são cerca de 645 dias, ou seja, quase 2,5 vezes mais.

STEFAN LITVAY

litvay@amcham.com.br

São Paulo

Quem é o pai?

O sr. José Eduardo Dutra, presidente do PT, diz que não consta em nenhuma parte do programa desse partido nem a citação de "controle social dos meios de comunicação". O presidente Lulla alega que assinou o PNDH-3 sem ler e a pré-candidata, ministra-chefe da Casa Civil na época, também não assume que nele constasse a censura. Como, então, há mais de nove meses um jornal está censurado? E por que ficará mais um dia sob censura, no caso do filho de José Sarney? Será o STF influenciável? Já, já, o atrevido jornal não poderá falar de Tuma Júnior, pois o xerife, seu pai, também é amigo do "cara". Brasil, um país de todos... Elles!

FLÁVIO CESAR PIGARI

flavio.pigari@gmail.com

Jales

_________________

CAMPANHA ANTECIPADA

Leite derramado

A possível não-ação junto ao TSE, pela oposição, contra a descarada propaganda eleitoral no programa do PT de 13/5 me faz lembrar do não-pedido de impedimento do presidente Lula por uso de caixa 2 em campanha, confessada por seu marqueteiro na CPI dos Correios, para salvar o senador Azeredo e porque era mais interessante deixá-lo sangrar! Deu no que deu. Depois do leite derramado, não adianta chorar.

DARCI PRADO

darci.ops@terra.com.br

Guarujá

Louvaminha

O programa político do PT de quinta-feira deixou claro o pensamento do partido do governo: Lula no Céu e Dilma na Terra...

VICTOR GERMANO PEREIRA

victorgermano@uol.com.br

São Paulo

Vox Populi

Em caso de licença do cargo de presidente da República - hipótese muito forte -, para que Lula suba ao palanque de sua candidata, Dilma Rousseff, para transferência de seus votos, é de bom alvitre que a oposição se cuide, e muito, a começar por colocar Aécio Neves na chapa. Caso contrário, já dançou. Vox Populi é coisa séria. Quem viver verá!

JOSÉ PIACSEK NETO

bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

_________________

CORTE DE GASTOS

Inflação eleitoreira

O governo anunciou o estupendo corte de R$ 10 bilhões no Orçamento, com o fim de conter o crescimento, em outras palavras, a inflação eleitoreira. Mas o caixa da campanha de Dilma vai estourar com tanto dinheiro. Assim, até o Zé da esquina vence eleição para presidente da República.

ROBERTO STAVALE

bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

O governo está fazendo um estupendo alarde político sobre o corte de R$ 10 bilhões. Considerando que as despesas deste ano atingirão a casa dos R$ 650 bilhões a R$ 700 bilhões, R$ 10 bilhões não farão efeito algum em termos de economia. Pura propaganda eleitoral.

JOÃO MENON

joaomenon@terra.com.br

São Paulo

_________________

CUMBICA

Terminal provisório

Não dá para acreditar. Cumbica, o maior aeroporto do Brasil, vai ganhar um terminal provisório. E, ainda por cima, será construído pelo Exército, cuja função constitucional é completamente diversa. Enquanto isso, o governo federal faz doação de importantes recursos brasileiros ao Haiti e à Grécia e perdoa dívidas de outros tantos, como se fôssemos milionários samaritanos de plantão. Tenho a impressão de que, com a atual e escorchante carga tributária, temos muito dinheiro. O problema é a destinação incompetente e irresponsável da nossa riqueza.

FRANCISCO A. BIANCO NETO

franciscoabianco@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

 

 

 

"Em analogia com Dunga, que disse querer ganhar a Copa de 2010, e não pensar na de 2014, nós, brasileiros honestos e atentos, desejamos que o PT seja punido hoje, e não em 2011, conforme decisão do TSE"

GUTO PACHECO / SÃO PAULO, SOBRE A CAMPANHA ANTECIPADA

daniguto@uol.com.br

 

"Tudo nos une, nada nos separa! Só a ‘boquinha’ atrapalha"

VIDAL DOS SANTOS / SÃO PAULO, SOBRE AS DIFICULDADES DA ALIANÇA PT-PMDB

vidal.santos@yahoo.com.br

 

"Euro uma vez uma moeda única..."

LUIZ HENRIQUE PENCHIARI / VINHEDO, SOBRE A CRISE FINANCEIRA NA UNIÃO EUROPEIA

luiz.penchiari@bericap.com

 

 

_______________________________________

 

 

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL: 2.324

 

TEMA DO DIA

Vox Populi põe Dilma na frente pela 1ª vez

Candidata tem 38% e Serra 35%. Pesquisa foi feita em semana do programa petista na tevê

 

"Ataques à Dilma não produzem o efeito esperado pelos seus adversários e, mesmo assim, eles continuam na mesma linha."

WARLEY FERREIRA DIAS

 

"Todos os institutos manipulam dados durante a campanha conforme a encomenda e só ajustam à verdade na reta final."

ALBERTO OLIVEIRA

 

"Pouco importa porque eu votarei na Marina. É esperar a troca de acusações destes dois começar para vê-la subir mais.

MARCO FERRÃO

 

 

_______________________________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

VOX POPULI

O antigo ditado "vox populi, vox Dei" (a voz do povo é a voz de Deus), é a pura expressão da verdade.

O Vox Populi, esse instituto que escancaradamente "dilmou", com o seu diretor já tendo declarado extemporaneamente que não seria surpresa se Dilma ganhasse a eleição já no primeiro turno, além de ter feito a inclusão de perguntas que certamente alteraram o resultado sua penúltima pesquisa, ao contrário do ditado latino, é a pura distorção da verdade.

Suas pesquisas refletem apenas o interesse de seu patrão e não têm valor algum.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

_______________________________________

QUINTAL

O corte de bilhões anunciados pelo governo, como era de esperar, já fez efeito. A última pesquisa anunciada pelo Vox Populi diz que Dilma, pela primeira vez, supera Serra. Com dinheiro e a máquina do governo em campanha política há meses, desrespeitando as leis eleitorais e a nossa Constituição irrisória, fazem do Brasil o quintal da casa deles, para brincarem à vontade comprando votos dos incautos com bolsas eleitoreiras e outras artimanhas. Assim, a ex-terrorista deverá ganhar no primeiro turno. Quem viver verá!

Roberto Stavale bobstal@dglnet.com.br

São Paulo

_______________________________________

PESQUISA

O Instituto Vox populi divulga pesquisa em que há empate técnico entre Dilma (38%) e Serra (35%), pesquisa feita com 2 mil pessoas em 117 cidades de cinco regiões do País. A pesquisa foi registrada no TSE sob o n.º 11.266/2010 em 7/5 e os eleitores foram entrevistados entre 8 e 13, posteriormente ao registro? Em mais de 40 anos jamais fui entrevistada em pesquisa eleitoral e o grande número de pessoas que conheço também não. Estranho? Pesquisa? Ora, pesquisa...

M. Teresa Amaral mteresa0409@estadao.com.br

São Paulo

_______________________________________

CAMPANHA JÁ?

Dona DiLLma,

Nem sempre quem sai na frente leva vantagem ou vence.

Não se antecipe ! Não entre no jogo do PaTrão ...

Exposição e campanha PolíTica, só em agosto.

Tenho certeza que a PrecipiTação em busca de vantagens, através da propaganda do PT (13/5), comprova que você é MANIPULADA, CONDUZIDA e ''FANTOCHIADA'' pelo ParTido.

Infelizmente, parece-me que, assim como o PresidenTe (que nunca soube ou não quer saber de nada), o TSE é cego, surdo e mudo.

José Roberto Rebello bob.olleber@gmail.com

São Paulo

_______________________________________

CÁSPITE!

As próximas eleições estão me deixando dispéPTico! Vou oPTar por pintar um cenário apocalíPTico. Como não é preciso consultar a criPTa sagrada ou decifrar criPTogramas, para saber que 83% do povinho não está aPTo a escolher, lanço aqui um rePTo, até de forma abruPTa, para de forma concePTiva fazermos uma ruPTura peremPTória com os políticos corruPTos, intercePTando a carreira política desses réPTeis vorazes, inaPTos a governar, que raPTam o dinheiro público e cuja caPTura seria uma bênção para a sociedade.

Devemos caPTar a atenção dos eleitores para, de modo irruPTivo, impedirmos o mandato ininterruPTo, sempre dos mesmos mentecaptos.

Seria, com certeza, um modo antisséPTico de livrarmos nosso país da sujeira política, que age de forma sub-rePTícia, com os escroques mais velhos da política nacional cooPTando colaboradores em todo o País. Vamos adaPTar nosso governo, mudar para uma forma honesta, limpa, enérgica e dinâmica. Jamais cataléPTica! PT, até logo! Suma do governo de avião, de navio ou de helicóptero!

Flávio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

São Paulo

_______________________________________

OS DEBOCHADOS

A nova investida de Dilma Rousseff, fazendo propaganda de sua candidatura à Presidência da República no horário político reservado ao seu partido político (PT) é o retrato fiel do desdém do ex-partido "da ética" ao primado da lei. O que o PT tem feito é escarnecer das normas eleitorais criadas para estabelecer um mínimo de igualdade entre os candidatos sem que os magistrados do Poder Judiciário estabeleçam um marco de decência nesse "vale-tudo" da sucessão. Quanto a Lulla - supremo magistrado da Nação - este não perde oportunidade de fazer a parte que lhe cabe nesse latifúndio do deboche e da omissão, com pilhérias, gracejos e zombarias sobre as multinhas que tem recebido da Justiça Eleitoral. São esses que dão de ombros para as leis do País que se apresentam como pessoas idôneas e merecedoras do respeito e do sufrágio do eleitor. É o fim.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________________________

QUEM DEFENDE O ELEITOR?

De um lado da corrida eleitoral, o presidente Lula e o PT fazem o que querem para divulgar sua candidata ao Planalto, acima de qualquer legislação que os proíbe de antecipar a propaganda eleitoral.

Do outro lado, mas correndo por fora, PSDB e DEM já ensaiam aproveitar a mesma estratégia de utilização do horário eleitoral gratuito e divulgar o seu candidato. Para isso já sinalizam que não apresentarão nenhuma representação ao TSE pelos abusos cometidos pelo PT no horário nobre da TV desta última quinta-feira (15/5, A4).

Paralelamente, o TSE vai multando os abusados do PT a conta-gotas, multas estas que em nada inibem a continuidade da barbaridade pré-eleitoral que vemos diariamente.

Se ninguém respeita legislação alguma, se os interessados não reclamam para se valer no futuro das mesmas ferramentas ilegais de divulgação do seu candidato (todos farinha do mesmo saco ?) e se quem deve punir - quando pune - pune muito delicadamente, quem é que vai defender o eleitor de tanta ilegalidade e impunidade?

Luís Alberto de Araújo Ramos bragaramos@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

MAIS UM ABSURDO DO LULA

No horário político de quinta-feira ele comparou Dilma com Mandela. Isso é uma aberração. Em que sentido pode ser feita tal comparação? Nenhum, a não ser pela beleza física. Mas também não dá certo: ele é muito mais bonito!!!

Plínio Zabeu pzabeu@uol.com.br

Americana

_______________________________________

ZOMBAR & IRONIZAR

Quem não tem conhecimento e argumentos verdadeiros e convincentes, costuma zombar, ironizar e desqualificar (Dora Kramer, 15/5) as ideias daqueles que os têm. É próprio de pessoas invejosas e complexadas. Agora, não respeitar a Constituição é demais!

Alvaro Salvi alvarosalvi@gmail.com

Santo André

_______________________________________

"A INCÓGNITA DILMA"

Excepcional o texto do ex-presidente do TST Almir Pazzianotto (15/5, A2). O que não fica claro é o temor do articulista, se vencer Serra ou Dilma, ou melhor, Lula.

Todos os requisitos caudilhescos de Vargas Lula tem, e até de sobra. O que resta saber é se o povo brasileiro ainda continua sendo ''índio'', como na época de Getúlio. Se for, Dilma se elege, se não, Serra se elege. A questão não é da capacidade caudilhesca de Lula, mas do atraso cultural do povo brasileiro!

Arivaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

_______________________________________

DILMA EM EVIDÊNCIA

Almir Pazzianotto, ex-ministro de Sarney, inicia bem com uma aula de história o seu texto ''A incógnita Dilma'', mas desencanta com as críticas superficiais, mentirosas e preconceituosas na análise do momento atual. Foi exagero dizer que Dilma sai do anonimato, tendo em vista sua carreira política no Rio Grande do Sul. Ela nunca concorreu a cargo público da mesma forma que Serra nunca completou um mandato! Isso nunca é avaliado. E quanto à exposição, vejo a candidata oficial mostrando a que veio, com propostas e partindo para a discussão, ao contrário do tucano, que, arrogante e centralizador na essência, não mostra suas propostas, além de se garantir dizendo que valoriza o que Lula fez e fará melhor. Sei que o Estadão não publica esse tipo de visão não alinhada com a mídia, mas fica o meu registro.

Adilson Roberto Gonçalves priadi@uol.com.br

Lorena

_______________________________________

AS FACES DE DILMA

Afinal, Dilma Rousseff é uma mulher forte, intransigente, a ex-guerrilheira que escolheu pegar em armas para lutar pela democracia e participar de ações violentas decorrentes dessa escolha, ou a mulher meiga, descabidamente adocicada, que o marketing político mostrou no último programa do PT? Durante o movimento do qual fez parte, precisou mudar várias vezes de nome para não ser presa. Valeria agora mudar, ou fingir mudar de personalidade para conquistar o poder? Enfim, qual seria a Dilma verdadeira?

Eni Maria Martin de Carvalho enimartin@uol.com.br

Botucatu

_______________________________________

CHAPA PURO-SANGUE

Juntando-se Aloizio Mercadante e Eduardo Suplicy, teremos uma chapa-puro sangue. Puro sangue de barata.

Carlos Montagnoli carlosmontagnoli@uol.com.br

Jundiaí

_______________________________________

O FENÔMENO LULA

Para mim, Lula é Chance, o personagem de Peter Sellers no filme de 1979 ''Muito Além do Jardim'' (Being There), cujo roteiro se baseia no livro ''O Vidiota'', do escritor polonês Jerzy Kosinski. Para os que não viram o filme, segue um resumo.

Tendo passado seus 50 anos de vida cuidando do jardim de uma mansão, sem nunca sair da casa, analfabeto e sem documentos, tudo o que Chance sabia se baseava no jardim e no que via acontecer pela TV. Com a morte do patrão, vestiu seu único terno e chapéu coco, apanhou um guarda-chuva e saiu às ruas pela primeira vez. Atraído por uma TV na vitrine de uma loja, cruzou distraidamente uma rua e foi atropelado pelo veículo de um magnata influente que, vendo-o elegantemente vestido levou-o para casa, onde cuidou dos seus ferimentos. Após alguns dias, ao tentar descobrir a identidade de seu agora intrigante hóspede, o magnata concluiu, pelas simplórias respostas baseadas apenas no conhecimento que Chance tinha das plantas, do jardim e da TV, que ele deveria ser um cavalheiro de grande fortuna e possuidor de uma sabedoria quase mística, passando até a pedir-lhe conselhos para seus negócios. Preocupado com os conflitos mundiais e com a falta de rumos da diplomacia do seu país, o magnata acaba apresentando o agora Chauncey ao presidente da República, que ouve impressionado as sábias sugestões de seu novo conselheiro, que continuava a responder com seus parcos conhecimentos da natureza e da TV.

Lula, para mim, é isso, um ignorante quase analfabeto, que detesta ler e cujos conhecimentos foram adquiridos exclusivamente de suas experiências do chão de fábrica e do que ouviu falar, com boa memória e dono de uma linguagem chula pontilhada por frases feitas do anedotário popular. Mas também um homem emotivo e intuitivo que se comunica muito bem com seus iguais, que formam a maioria do povo brasileiro, e que como Chance na história do filme acabou sendo ''atropelado'' pelas circunstâncias nacionais favoráveis a uma experiência de mudança desejada pela população, e foi eleito em 2002. A partir daí a semelhança com o personagem se acentua, com Lula mantendo praticamente tudo o que havia sido adotado no País anteriormente, mas visto mundialmente pelas frases que fala como um homem sábio, ''o cara'', e passando a se aventurar no cenário mundial como Chance no filme. Talvez já mereça ser chamado Mr. Loollay, com ocorreu com Mr. Chauncey.

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo

_______________________________________

LULA E O IRÃ

Há grande possibilidade de que o presidente Lula consiga algum acordo importante com Ahmadinejad, sendo a seguir admirado pelo mundo. Agora, o que Lula talvez não saiba - e se souber, então, o assunto tem algum interesse estratégico - é que a estrutura dogmática da religião muçulmana prevê a quebra de tratado anulando a palavra empenhada. Tal como aconteceu nos primórdios com o tratado de Hudaybia, que foi elaborado no ano de 628 d.C., com vigência de dez anos, sendo quebrado dois anos após, no ano 630 d.C. Eis a base doutrinária subjacente que o Itamaraty talvez desconheça.

James C. Martins martins.jamesc@gmail.com

São Bernardo do Campo

_______________________________________

SOLIDARIEDADE

Através do jornal o Estado de S. Paulo, que também é vítima, quero me solidarizar com todos os que fazem o Diário do Grande ABC no episódio da censura prévia que lá chegou. Não resta a menor dúvida de que Hugo Chávez está fazendo escola entre nós e o sr. Luiz Inácio Lula da Silva, pretenso líder regional, hoje não passa de mero papagaio de pirata de, imaginem, um coronel venezuelano. O outrora respeitado Itamaraty foi transformado em escritório internacional de advocacia para defender o que há de mais podre e ultrapassado no Terceiro Mundo. Mas não poderia ser diferente, não podemos esperar muito do ideólogo, Samuel Pinheiro Guimarães, do megalomaníaco Celso Amorim e muito menos de Marco Aurélio Garcia, que mostrou seu desrespeito à sociedade e às famílias das vítimas, por ocasião do acidente aéreo com o avião da TAM. Aliás, este último, fisgado pelo Palácio do Planalto nos porões da Unicamp, foi transformado em moleque de recados com passaporte diplomático para fazer a ponte aérea Brasília-Caracas e eventuais visitas a Havana, onde dá notícias do Foro de São Paulo e lambe as botas de Fidel Castro.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

_______________________________________

A CENSURA JUDICIAL À IMPRENSA

As restrições à liberdade de imprensa impostas pelo Judiciário brasileiro têm sido caracterizadas por esdruxularias jurídicas. Depois de o Estado de S. Paulo haver sofrido os efeitos de liminar concedida por juiz incompetente e suspeito, efeitos que, incompreensivelmente, continuam a produzir seus efeitos natimortos e miasmáticos até a presente data, foi a hora do Diário do Grande ABC. A pedido do prefeito Luiz Marinho, o juiz Jairo Oliveira Júnior, da 1.ª Vara Cível de Santo André (comarca onde se encontra domiciliado o jornal), concedeu ao alcaide o direito imediato de inibir o jornal de publicar pontos relacionados à doação ilegal de bens municipais. Imediato porquanto concedido em sede de antecipação da tutela jurisdicional. Ora, essa tutela, em geral indeferida aos litigantes comuns por meio de carimbagem estereotipada, somente pode ser concedida, entres outros requisitos, quando presente o aspecto da reversibilidade do provimento. Em outras palavras, quando o juiz, ou o tribunal, possa revogar ou cassar a antecipação do direito, sem nenhum prejuízo àquele que foi compelido a cumprir uma obrigação posteriormente considerada indevida. Se não há possibilidade de restabelecer o estando anterior à concessão da tutela, esta somente pode ser indeferida. Ora, como restaurar o direito de informar do jornal, depois de dias ou meses, quanto o caráter atual do noticiário perdeu seu sentido e, consequentemente, o interesse do leitor? O direito, no Brasil, tem sido uma torre de Babel; é certo que os juízes de instância inferior não estão subordinados a seguir a orientação dos tribunais superiores (salvo no caso de provimentos vinculantes), mas a segurança jurídica reclama um mínimo de harmonia entre as manifestações dos diversos órgãos judicantes, sob pena de os jurisdicionados passarem a crer que devam se conduzir não por atos sérios e presumidamente corretos de juízes, mas por diatribes de poetas.

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

BUTANTÃ, FATALIDADE OU PRECARIEDADE?

Realmente é lamentável que um acervo histórico, com mais de cem anos de estudos e pesquisa, tenha virado cinzas. Poderíamos supor que mais uma vez a "fatalidade" destruiu preciosidades científicas na história do Brasil, mas parece não ser o caso. Um local de tamanha importância para cientistas, pesquisadores, na verdade vivia à míngua. Algumas espécies só existiam em todo o mundo em um reduzidíssimo número, de apenas um dígito, e com certeza fora do Brasil estão preservadas e muito bem guardadas, mas aqui, na pátria amada, foram vítimas do pouco caso, do abandono, e da falta de direção na condução de cuidados básicos de segurança e preservação. Espécies da década de 10,20,30, e que contavam a história não só do Instituto Butantã, mas também contavam um pouco da história do Brasil , foram aniquiladas, viraram pó, como também virou pó o trabalho de anos de cientistas e pesquisadores. E assim a ciência perde, e a ciência perdendo, perde também a natureza, e perde o ser humano uma preciosa dádiva que é o conhecimento. Inacreditável supor que com escândalos(arquivados) da ordem de R$ 30 milhões de reais,verbas para manutenção e outros tantos recursos financeiros, nada foi feito com o "Acervo Histórico" de mais de cem anos. Infelizmente a verdade dos fatos não será exigida, mas com certeza será mascarada atrás de algum problema ligado aos fios e postes externos ao Butantã. Tomara sirva de exemplo, e mais que isso sirva para uma renovação, para que finalmente o ranço e o bolor que acomete determinadas instituições públicas brasileiras, sejam definitivamente eliminados. A sociedade comum e a científica agradecem!

Pedro Paulo Moraes papacupim@yahoo.com.br

São Paulo

_______________________________________

CADA UM COM SEUS RÉPTEIS

A população de São Paulo repudia a ideia de transferir o CONGRESSO NACIONAL para a área do Butantã, onde ocorreu o incêndio que destruiu a coleção de espécimes de cobras, aranhas, escorpiões e outros répteis que já estavam mortos. Esse espaço será utilizado para refazer as instalações dos répteis (animais) vivos do acervo do instituto que não foram atingidos pelo fogo, e que têm uma melhor relação de custo-benefício social.

Jorge Alves jorgersalves@estadao.com.br

Jaú

_______________________________________

O BRASIL SEM LIVROS

Li, indignado, no artigo escrito por Quartim de Moraes (14/5, A2), que o negócio agora é jogar no lixo os livros não vendidos, conservando-se apenas as capas e as fichas cartográficas. Isso é o reflexo de um país onde pouco se lê, e o exemplo maior vem do nosso presidente Lula, que já afirmou que não gosta de ler. É por isso que no programa eleitoral ele disse que a sua candidata, Dilma Rousseff, é comparada com Nelson Mandela. Gente, só mesmo uma pessoa que não lê é que pode afirmar algo tão estarrecedor. Comparar um Homem de paz, que lutou pela liberdade verbalmente, com uma moça que se mostra rancorosa e lutou portando armas, que roubou cofre, participou de assaltos a bancos e seqüestrou autoridades internacionais? Como pode Dilma ser comparada a Nelson Mandela? Só na cabeça do nosso presidente abstinente de leitura.

Mário Lopomo mlopomo@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

DISPARATE ASSUSTADOR?

O descarte de livros não vendidos pelas livrarias não é um disparate tão assustador assim, como quer fazer crer o artigo do A.P. Quartin de Moraes. Lucram o livreiro, que pode vendê-los a quilo para reciclagem, e a editora, nas despesas pela devolução. Há um bom tempo acontecia o mesmo com as revistas. Só se devolviam as capas. Costumava adquirir os miolos a um preço bem acessível das bancas.

Shigueyuki Yoshikuni yoshikumi@ig.com.br

Lins

_______________________________________

JOSÉ DE BARROS MARTINS

Irretorquível o artigo de A. P. Quartim de Moraes. Apenas parece-me necessário acrescentar o nome de José de Barros Martins à ''plêiade de editores idealistas e visionários'', para que não se lhe faça injustiça. Não se pode ignorar sua determinação de, praticamente, somente publicar autores basileiros, sem falar na iniciativa de convidar os maiores artistas plásticos da época para ilustrar as respectivas edições. Amigo desta casa, não pode ser esquecido.

Sergio Paula Souza Caiuby Sergio.Caiuby@bakermckenzie.com

São Paulo

_______________________________________

LIXO RECICLÁVEL

A manchete do caderno Metrópole de 15/5 foi um verdadeiro balde de água fria para os paulistanos que se preocupam em separar o lixo reciclável e levá-lo até os postos de coleta. Dez por cento desse lixo é encaminhado para o aterro comum por falta de infraestrutura para a sua manipulação. Parece pouco, mas muito pelo contrário é um absurdo inadmissível. Recordo-me de que na década de 70 a Prefeitura realizava o recolhimento do lixo com frota própria, que era composta de 650 caminhões, a grande maioria compactadores. A cidade tinha também cinco fornos incineradores e os aterros sanitários, que iam sendo substituídos à medida que esgotavam a sua capacidade. Os fornos foram desativados e três deles hoje servem apenas de transbordo. Posteriormente a frota oficial de veículos foi substituída por frota terceirizada. Durante todos aqueles anos, se existisse a conscientização de hoje, a cidade teria economizado uma soma incomensurável se tivesse reciclado parte do que foi aterrado e incinerado, além das áreas desperdiçadas por serem transformadas em lixões. Hoje sabemos do seu valor e temos uma ideia da fortuna que a cidade possui em forma de lixo. Então, não tem cabimento desperdiçar ainda 10% cento do lixo reciclável, não só pela sua importância, como também pelo indiscutível desestímulo da população em continuar reciclando e, inclusive, aumentando a coleta seletiva. Já passa da hora de a Prefeitura realizar um estudo sério sobre o valor do lixo e verificar da possibilidade de inverter a contratação da sua coleta. Em vez de pagar pela coleta, e que não é pouco, eventualmente poderia cobrar pela mesma, ainda que por módica quantia, ficando a empresa coletora com lixo para a seleção de seus elementos e posterior venda às indústrias de reciclagem. Afinal de contas, a riqueza desse lixo não é nada desprezível. Nessa hipótese caberia a essa empresa estimular a população a fazer uma seleção prévia do seu lixo.

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

_______________________________________

LIXO RECICLADO

O lixo no Brasil é reciclado pelos catadores de papel, usando as modernas Brasílias detonadas e destruídas.

No meu prédio faz mais de UM ano que ninguém recicla nada, pois os catadores, devido ao baixo preço das latas e outros, deixaram o negócio de lado, e aí misturamos tudo.

Por isso no Brasil nada se planeja, é tudo no quebra-galho.

A ECO URBIS, empresa especializada no setor, não tem contêineres para se guardar o lixo a reciclar por ter já atingido a META, ou seja, se alguém precisar de um contêiner, entra na fila, ao invés de ser atendido para a coisa melhorar.

No Brasil a propaganda é a alma do negócio, mas o negócio é a alma de tudo.

Antonio Jose G. Marques

São Paulo

_______________________________________

POLUIÇÃO SEVERA EM AMERICANA

Estamos nos tempos em que os termos cidadania, preservação ambiental, efeito estufa, poluição e outros estão nas mídias, pois já nos conscientizamos de que preservar o meio ambiente é não só um dever dos cidadãos como das empresas e instituições do governo.

Estive em Americana SP) em visita a amigos e me surpreendeu o cheiro de fumaça que grassa por toda a cidade. Chega a arder os olhos e a causar muito mal-estar. Segundo as pessoas que visitei, são comuns os problemas respiratórios que causam.

Pergunto se é correto fazer queimadas em regiões tão populosas como Americana. Não deveriam o poder público e os órgãos de preservação do meio ambiente intervir severamente contra esta prática?

As queimadas se fazem porque é mais barato do que usar métodos mais civilizados, mas não se pode mais atuar hoje como se fazia a anos atrás, quando as populações distavam muito das fazendas. Hoje todos estamos muito mais envolvidos uns com os outros e medidas precisam ser

tomadas quando à poluição do ar, como se faz em Americana.

Porphirio Gomes de Oliveira pgoliveira@gmail.com

Atibaia

_______________________________________

AINDA O MINHOCÃO

Apesar da opinião unânime de técnicos da área de urbanismo, gorjeta maior deverá falar mais alto e será a única explicação para construírem túneis, com a derrubada do Minhocão, cuja obra ficaria pronta só em 2025, e custaria cinco vezes mais que construir uma rodovia paralela à linha férrea. Para tanto bastaria reorganizar as rotas de trânsito, reformando o sistema de ônibus e metrô. Enquanto na Coreia, em caso similar, optaram por rodovia paralela, sem necessidade de túneis, e gastaram R$ 5 bilhões, em 5 anos, nos Estados Unidos (em Boston), com túneis, gastaram R$ 25 bilhões e levaram 15 anos para concluírem a obra. Claro que com os túneis haveria em jogo um volume muito maior de gorjeta. Será que teremos que ser, mais uma vez, testemunhas de mãos atadas de mais uma desatinada sangria dos cofres públicos? Essa mesma motivação, que é a de praxe, deverá definir a escolha dos 37 caças franceses, mais caros que os suecos e os americanos.

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

_______________________________________

PELÉ

Pelé continua o mesmo camarada sem personalidade de sempre.

Depois de defender a convocação de Ronaldinho e Ganso, muda repentinamente de opinião, concordando com a desastrosa convocação da seleção.

Para Pelé, estar de bem com a CBF é o que mais importa, talvez em função de seus patrocínios e outros interesses pessoais.

E o insucesso da seleção brasileira pouco importa, já que ele não estará em campo para ser a vitrine da Copa do Mundo, como desejaria.

Quem demonstrou muita personalidade foi Ganso, que provou a todos que não foi reserva na Sub-20, como alegara Dunga, numa mentira para justificar a ausência do jogador.

Habib Saguiah Neto saguiah@mtznet.com.br

Marataízes (ES)

_______________________________________

CARTA AO DUNGA

Interessante a matéria de Marcos Caetano no caderno de Esportes de sábado, 15/5.

Sobre os elogios ao treinador, prefiro não me manifestar, mas com respeito às críticas, tenho algo a acrescentar.

Tão ruim (ou pior) do que a não-convocação do Ganso, decisão agravada pela má forma de Kaká, é a mediocridade dos outros meio-campistas convocados, o mais limitado meio-campo (a zona do raciocínio do time) com que a seleção já atuou desde que a acompanho (de perto), a partir de 1970.

Afirmo, com convicção, que se nada mudar, e é o que acontecerá com o teimoso Dunga e o nebuloso Teixeira no comando, o Brasil não chega à final.

Outro aspecto negativo é o do movimento, agora já público, de pessoas que dizem preferir torcer pela Itália, Argentina ou Portugal (leia-se contra Dunfa) a tentar se "emocionar" com as jogadas de Felipe Melo, Elano & Cia.!

Eduardo Nuno Ferreira de Sousa eduardonuno@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

SELEÇÃO BRASILEIRA

Nós, brasileiros, deveríamos exigir que esse DUNGA fosse cuidar da BRANCA DE NEVE e de seus seis irmãozinhos...

Aurelio da Silva Braga branco.braga033@gmail.com

Bauru

_______________________________________

CARTA AO TÉCNICO DA SELEÇÃO

Querido Dunga, não fique Zangado comigo, mas estou apreensiva com a escalação da seleção. Sei que você é Mestre em futebol, mas, por favor, desde que você divulgou a lista não consigo tirar uma Soneca. Sei que o Robinho é Dengoso, mas não esqueça do Neimar e do Ganso.

Lembre-se que quando você dava aquele sonoro Atchim era eu que cuidava de você. Não custa ouvir uma velha amiga. Me deixe Feliz e escale os meninos da Vila.

Com carinho, Branca de Neve.

Vanessa Campos Ratton Ferreira vanessaratton@globo.com

Guarujá

_______________________________________

A FALTA DE EXPERIÊNCIA DO DUNGA

Em 2006, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, convidou o ex-jogador Dunga para ser o técnico da seleção brasileira. Esta decisão foi muito criticada na época, haja vista que seria a primeira experiência de Dunga como treinador de futebol. Seus críticos argumentaram que um treinador inexperiente poderia a qualquer momento cometer um grave erro. Cometeu!

José Carlos Degaspare degaspare@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

DUNGA FALA SOBRE DITADURA E ESCRAVIDÃO

O técnico da seleção brasileira, Dunga, revelou-se ignorante e pobre de espírito ao afirmar que não poderia dizer se a ditadura militar e a escravidão seriam boas ou ruins, por não ter vivido sob as mesmas. Um treinador de seleção brasileira de futebol deveria ter um mínimo de formação cultural, intelectual e de conteúdo para não falar bobagens como essas. Dunga não sabe convocar os melhores jogadores para a Copa como também não sabe nada de História e do mundo em que vive. Um técnico "brucutu" como é Dunga só poderia mesmo montar uma seleção à sua imagem e semelhança.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

LISTA DE SCHINDLER

A exemplo de Schindler, Dunga procura "salvar" um montão de jogadores na sua lista.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

_______________________________________

POR QUE NÃO TE CALAS?

Paulo Henrique Ganso é, sem dúvida alguma, a maior revelação do futebol brasileiro. Mas isso não o autoriza a ficar concedendo entrevistas (14/5) reclamando da sua não-convocação para a seleção, e muito menos exaltar suas próprias qualidades. Soa muito mal. Ele não foi o único a ter ficado de fora. Alguns outros craques foram até preteridos por jogadores que são reservas em seus respectivos clubes, como Doni, Julio Baptista e Kleberson. Ninguém chiou, nem mesmo os consagrados Ronaldinho Gaúcho e Adriano.

Ganso, por que não te calas?

Adolfo Zatz dolfizatz@terra.com.br

São Paulo

_______________________________________

PAULO GANSO

Ao reclamar da não-convocação do Paulo Henrique, ninguém se lembrou da sua indisciplina ao rejeitar uma ordem de substituição do seu técnico. O Dunga lembrou! Já pensaram se ele faz uma coisa dessas na Copa?

Roberto Hollnagel rollnagel@terra.com.br

São Paulo

_______________________________________

RECORDANDO FUTEBOL

Em 1938, nos campos da França, o centroavante italiano Piola provocou o raçudo zagueiro Domingos da Guia e o árbitro alemão consignou um pênalti, alijando o Brasil como campeão do mundo. No ano de 1960, em pleno Maracanã, Giglia (escrevi certo?) fugiu pela direita e marcou o gol que deu a Copa ao Uruguai. Os torcedores culparam o goleiro Barbosa, em vez de notarem a covardia do técnico Flávio Costa por não mandar travar o armador Obdulio Varela. O que vamos falar do gracioso (no sentido lato) Paolo Rossi nos dois gols ante a boquiaberta defesa de nossa seleção? Em 1982 Toninho Cerezo

perdeu a bola na intermediária e num contra-ataque fulminante a Itália saiu campeã. Para o bem do povo e felicidade geral da nação, fomos campeões com os muito jovens Pelé e Garrincha. O técnico Dunga recusa-se a convocar os jovens atacantes do Santos. ''A Copa do Mundo é nossa!'' Com brasileiro não há quem possa? Logo veremos...

Fernando Averbach reginalili@yahoo.com

São Paulo

_______________________________________

NOSSOS GUERREIROS SÃO ANALFABETOS.

Como milhões de brasileiros às vésperas de mais uma Copa, estou ansioso por ver a seleção brasileira, a elite dos melhores jogadores do esporte bretão. Entretanto, a invejável posição conquistada por nossos atletas tem um alto preço e merece uma atenção especial.

O sucesso destes meninos que cada vez mais cedo viram ídolos milionários do futebol tem uma raiz preocupante: o fracasso do sistema escolar brasileiro. Criar um jogador famoso, é um sonho de milhões de famílias pobres no Brasil.. Basta uma bola nos pés e a cabeça bem longe das escolas. Esta foi a conclusão do jogador Henry, da seleção francesa, ao certificar que a vantagem dos jogadores brasileiros é que, desde garotinhos, não fazem nada senão jogar bola, na rua, nas praias ou em qualquer terreno baldio - vale tudo para se "bater uma bolinha" - enquanto os europeus se ocupam em estudar.

O assunto carece da atenção à altura de sua gravidade. Afinal, a base do desenvolvimento de um povo é a educação e, sabemos que a infância e a juventude dos meninos brasileiros há tempos são poupadas de qualquer estímulo ao ensino, criando um sonho utópico de se gerar um produto exportação, capaz de suprir os devaneios consumistas de pais, filhos, cunhados e agregados em geral. Para isso, não é preciso saber ler ou escrever.

O brasileiro já nasce de olho no futebol. È uma herança genética. Nas Copas exigimos a perfeição como a antiga Grécia, de seus guerreiros. Entretanto, há um placar que mostra que há 87 países no mundo onde o ensino é mais valorizado do que aqui - que no ranking das aplicações em educação estamos perdendo de goleada - mas isso, infelizmente, não faz a menor diferença. Nem aos nossos gestores, nem à população que sequer toma conhecimento do fato.

José Maria Cancelliero,rank@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

AGORA VAI...

O novo preparador físico corintiano chegou revolucionando. Agora vai.

E para começar o Fenômeno já "descansa" contra o Grêmio.

Ninguém merece mesmo jogar lá no Sul, tremendo frio, torcida contra, enfrentar o jogo "pegado" do Grêmio. Fala sério!

Luiz Henrique Penchiari luiz.penchiari@bericap.com

Vinhedo

_______________________________________

SIM À PROPAGANDA

Se a fabricação e a venda de cigarros e bebidas alcoólicas destiladas ou fermentadas são permitidas, portanto, são atividades legais, e divulgar os produtos por meio de propaganda é perfeitamente lícito. Proibi-la é pura hipocrisia.

Bob Sharp bobsharp@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

CERVEJA, CERVEJA!

O professor Ronaldo Laranjeira (Abaixo-assinado,15/5) é uma grande autoridade, gabaritado para falar de cerveja e outra bebidas alcoólicas. O que acontece com viciados é trágico. Estraçalha a pessoa, mas, pior que isso, acaba com a família. Brigas, mortes, assassinatos são devidos à ingestão de bebidas alcoólicas. E o poder econômico das cervejarias, que tudo compra? A Lei Seca já era!

Maria de Mello nina.7mello@uol.com.br

São Paulo

_______________________________________

ALCOOLISMO

As estatísticas determinam que cresce mais perigo entre as mulheres que bebem. Elas não podem se aprofundar no álcool, mesmo porque, se grávidas, o perigo está em ofender o feto. A criança nasce fora do peso normal, mais ainda quando a mãe fuma, portanto, deve-se procurar prevenir a doença mesmo sem cortar a bebida, mas, se pensarmos bem, melhor mesmo é não fumar nem beber.

As consequências do álcool são muitas. Quem bebe transtorna toda a família, mais ainda quando está no trânsito. Quase todos os acidentes são causados pelo excesso de álcool. O homem que bebe não tem juízo, mais ainda a mulher.

A família é muito importante na educação dos filhos. Precisamos estar sempre em dia com os nossos bons costumes, para passarmos aos nossos filhos. O álcool prejudica os nossos órgãos, com o tempo as pessoas ficam sofrendo dos rins e do fígado.

Devemos aconselhar os adolescentes a não fumar nem beber, muito menos aceitar droga.

Depois que se entra, é difícil sair do vício.

Áurea de Araújo Oliveira, aureabau@uol.com.br

Bauru

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.