Cartas

COPA DO MUNDO

, O Estado de S.Paulo

27 Junho 2010 | 00h00

Oitavas de final

A classificação de todos os países sul-americanos para a segunda fase permite concluir que se trata de uma Copa especial. Nem parece disputada no sul da África, mas sul-americana, na qual Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai passaram para as oitavas de final, demonstrando sua superioridade em relação aos demais. Muito bom seria uma final sul-americana, que motivaria ainda mais a Copa de 2014, no Brasil.

CARLOS HENRIQUE ABRÃO

abraoc@uol.com.br

São Paulo

________________________________________

Seleção brasileira

Terminou a primeira fase da Copa, com 48 partidas jogadas. A média de gols foi de 2,1, o que significa que continua muito fraca. Agora quem perder o jogo sai da Copa. O Brasil passou para a segunda fase e suas chances, com um pouco de sorte, continuam muito grandes. Vamos torcer amanhã e vencer o Chile.

OLYMPIO F. A. CINTRA NETTO

ofacnt@yahoo.com.br

São Paulo

________________________________________

Só com muita sorte...

O time que merece ganhar a Copa tem de ter um futebol espetáculo. Daqueles que enchem nossos olhos de admiração, não medíocre, com tiradas de bola previsíveis e sem arte. A seleção brasileira é hoje a cara do seu técnico: um chuchu. Sem graça. Faltam energia e vontade de vencer. A seleção parece ter preguiça até para correr. Será sorte se não voltar nas oitavas de final. Muita sorte!

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

________________________________________

Amuletos

Portugal, capitaneado por Pedro Álvares Cabral, descobriu o Brasil. E o Brasil, capitaneado por Dunga, pelo que se viu na bisonha partida contra Portugal, apesar da classificação, ainda não descobriu o que é jogar futebol. Haja figa, fita do Senhor do Bonfim, pé de coelho, patuá, trevo de quatro folhas e galho de arruda para trazer sorte a esta seleção. Pelo feio futebol visto, talvez o melhor amuleto seja a ferradura. Por via das dúvidas, que a torcida proclame em uníssono: "Pé de pato, mangalô, três vezes!"

TÚLLIO MARCO S. CARVALHO

http://www.tulhadotullio.blogspot.com

Belo Horizonte

________________________________________

Muito ruim

Se o Brasil ganhar esta Copa com isso que está jogando, o resto do mundo, de tanta ruindade, tem de abandonar o futebol.

GILBERTO LIMA JUNQUEIRA

glima@keynet.com.br

Ribeirão Preto

________________________________________

Péssimo exemplo

Convém registrar que estou longe de morrer de amores por oligopólio televisivo, mas não esqueço que enterrei minha mãe vítima de Alzheimer, doença cruel, e nem por isso me dei o direito de sair por aí dizendo impropérios a Deus e ao mundo. Entretanto, os fatos mostram que homens públicos brasileiros se dão o direito, além da prepotência e arrogância, de falar palavrões, fazer gestos, agredir jornalistas, etc. O último exemplar dessa espécie de homem público escolheu entrevista coletiva de caráter internacional para se manifestar. De que adiantam as desculpas depois do péssimo exemplo dado?

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@terra.com.br

São Paulo

________________________________________

ELEIÇÃO

Pesquisas dizem tudo

As últimas pesquisas eleitorais para a Presidência nos levam à apatia e agridem os observadores atentos. Candidatos dependem de fatores convincentes: imagem, postura, ideias, iniciativa e plano de governo, às vezes ousadia (vassouradas no serviço público, construção de Brasília, etc.). Dilma Rousseff prima pela iniciativa sem sentido prático, mas inventa, acontece (Nova York, Paris, quem sabe África do Sul...), não tem plano de governo, seu plano é o continuísmo, que agrada à maioria dos brasileiros. José Serra nem projeto tem, seu plano é ser contra Dilma. Sem iniciativa e novidades na campanha, aguarda, como sempre. Vai perder. O plano de Serra é ele. Marina Silva tenta o argumento ecológico junto aos jovens, sem novidades, com toda a sua racionalidade, certíssima, mas vai perder. Mas quem está perdendo mesmo somos nós, os brasileiros. Estamos carentes de líderes criativos, com ideias originais e atitudes combativas. O candidato precisa ter propostas, mesmo utópicas, mas que nos façam pensar, refletir e identificar. Do jeito que está, o populismo presente e insistente vai nadar de braçada neste mar morto de originalidade.

NEILTON G. PRADO

ngprado@triang.com.br

Uberlândia (MG)

________________________________________

Brasileiros famintos

Se mais de 35% da população brasileira não vive com quantidade adequada de alimentos, como pode ser que mais de 85% achem Lula uma maravilha? Será que passar fome oblitera o pensamento das pessoas?

MARIA TEREZA MURRAY

terezamurray@hotmail.com

São Paulo

________________________________________

Lula

Parece incrível! Quanto mais escrevem falando dele (e-mails, blogs, colunistas, etc.), tanto mais ele cresce no conceito popular. Sendo assim, não restam dúvidas de que vai eleger sua sucessora.

REINOR CAETANO PEREZ

reinorcaetano@uol.com.br

Lins

________________________________________

Vice de Serra

Novelinha chata essa. Do jeito que as coisas estão, o vice é o que menos importa, especialmente depois de terem chegado até a considerar o nome de Francisco Dornelles (PP-RJ), aquele mesmo da mexidinha matreira na Lei Ficha Limpa. Com essa campanha confusa, insossa e sem coragem de encarar o real adversário, que é Lula, o PSDB não vai a lugar algum. Se é para perder, coloquem qualquer um e acabem logo com essa perda de tempo.

RONALDO GOMES FERRAZ

ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

________________________________________

O senhor dos pedágios

Moro em Botucatu, precisei ir a Bauru e, pasmem, paguei três pedágios na ida e os mesmos três na volta. Ao retornar, constatei que gastei mais em pedágios do que com combustível. E são só 90 km. Não preciso mais que essa constatação para saber que tenho um péssimo governo. Governar assim fica muito fácil.

LOURIVAL G. MOREIRA

logmoreira@yahoo.com.br

Botucatu

________________________________________

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR

PSDB convida senador Alvaro Dias; informação vaza e abre crise com o DEM, que deseja a vaga

TEMA DO DIA

Vice gera polêmica na campanha de Serra

"O DEM foi o maior aliado dos tucanos por 16 anos. Agora foi chutado por não render mais votos. Isso que é ser fiel, hein?!"

JÚLIO LOPES

"Admiro José Serra, mas receio que a escolha do vice possa gerar uma crise que só favorece ao adversário."

RAIMUNDO CAZÉ

"Precisamos de homens de definição. Este paranaense é político de ficha limpa como o Serra."

LUIZ DE LIMA GARCIA

________________________________________

918

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL:

"Seleção(zinha) brasileira..."

J. S. DECOL / SÃO PAULO, SOBRE O BRASIL 0 X 0 PORTUGAL

decoljs@globo.com

"Depois do vexame no caso Irã, Lula ficou com vergonha de se expor junto a seus pares no G-20?"

EDGARD MARQUES FILHO / BARUERI, SOBRE A REUNIÃO EM TORONTO

ed.marques@terra.com.br

"Nunca antes o governo esteve tão despreparado para acudir catástrofes. Foi mal no Sul e no Sudeste, não será diferente no Nordeste"

SERGIO S. DE OLIVEIRA / MONTE SANTO DE MINAS (MG), SOBRE A TRAGÉDIA DAS ENCHENTES

ssoliveira@netsite.com.br

________________________________________

Cartas enviadas ao Fórum dos Leitores, selecionadas para o Estadão.com.br

DIFÍCIL DECISÃO

Uma união de partidos políticos que não têm competência de escolher um vice não tem competência nem para formar um Ministério, tamanhas são suas indecisões. Lamentavelmente, é muito difícil a decisão do eleitor para saber em quem votar.

JOSÉ PIACSEK NETO bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

________________________________________

Vice chorado

Álvaro Dias é um bom vice para José Serra! Político probo, experiente e ótimo discurso como opositor.

Mas será que resolveria e agregaria mais alguns milhões de votos de que o tucano tanto precisa? Não acredito! Este senador e ex-governador tem importante crédito eleitoral no Sul do País, exatamente onde Serra leva vantagem nas pesquisas.

Provavelmente um Roberto Freire, José Agripino, representando o Norte/Nordeste seriam mais produtivos no desempenho eleitoral, ajudando eleger o tucano.

Na realidade, está faltando alma e mobilização de vencedor nesta campanha dos opositores à candidata Dilma Rousseff. A criatividade está em baixa.

E mesmo o PSDB, disputando um pleito contra uma representante de um governo com "ficha sujíssima", não tem sido capaz de convencer o grande eleitorado. Assim não dá...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

________________________________________

Bela lição

Tanta demora na escolha do vice de José Serra... Álvaro Dias reúne o que de melhor o PSDB tem em seus quadros. O senador paranaense é combativo, destemido e sabe rebater as críticas sem ficar em cima do muro. O Brasil só tem a ganhar se for confirmada a escolha de Álvaro Dias. E daria uma bela lição ao vaidoso Aécio Neves, que anda em busca de fama, prestígio e holofotes.

Izabel Avallone izabelavallone@yahoo.com.br

São Paulo

________________________________________

SOB O IMPACTO DO IBOPE

Já que se tem falado numa mulher para vice de Serra, por que não a senadora Kátia Abreu?

Sergio S. de Oliveira marisanatali@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

________________________________________

Vice-versa

Será que Aècio Neves não aceitou ser vice de Serra para ser vice de Lula em 2014?

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Praia Grande

________________________________________

Serra cai nas pesquisas

Desde o começo da intenção de Serra para a Presidência, é fugir da verdade não ver a má vontade do Traírécio Neves e Troço Jereissati para com um paulista. Repetindo 2002 e 2006, a dupla trabalhou para murchar essa intenção e conseguiu. Jogar toda a culpa na imensa propaganda feita pelo presidente Burla em cima de sua possível substituta Dilma Rousseff, o avatar perfeito, é tirar da reta a responsabilidade pela queda de Serra nas pesquisas e a consequente fuga dos ratos pestilentos do navio paulista, que começa a fazer água. Esperar alguma reação nas pesquisas contando com ''amigos'' desse naipe é perder a eleição já no primeiro turno e o Serra tem que definir já seu substituto, não importando quem, e sair pro pau.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

________________________________________

Chapa tucana

O PSDB faz de tudo para aniquilar o Serra. A escolha de Álvaro Dias é um erro e cada vez mais o PT vai se distanciar para ganhar a eleição.

Gilberto Lima Junqueira glima@keynet.com.br

Ribeirão Preto

________________________________________

Candidato a Vice e Reforma Politica

Vejo candidato à Presidência da República que não completou sua chapa de disputa, pois está com dificuldade de se compor com candidato a vice. Os demais nomes em outras chapas já são do conhecimento do eleitorado ou pelo menos uma grande parte.

Verificando nossa história, no capitulo de vice, podemos lembrar que muitos Presidentes da República eram candidatos à vice e nós brasileiros passamos a ter um Presidente que não era muito conhecido (isso é verdade, o vice não é muito conhecido). Agora na nossa realidade atual, quanto mais demorar em se conhecer esse vice que não aparece e que por ventura, por motivos que não podemos prever (ou por motivos semelhantes de casos anteriores) e esse vice vir a ser Presidente, teremos outra vez um novo Presidente que não é muito conhecido.

Por essa razão, minha sugestão para Reforma Politica (entre outros itens) é que fosse extinto o candidato a vice na chapa, isto é: o vice iria aparecer após o resultado das eleições, e como critério o vice poderia ser o segundo colocado nas disputas ao cargo de Presidente da República. E se caso fosse possível fazer uma alteração dessa natureza ,em havendo tempo hábil e exempleficando com os nomes dos candidatos de hoje,podemos contar com o seguinte exemplo de resultado: Se Dilma ficar em primeiro lugar, Marina em segundo e José Serra em terceiro (são hipóteses,) seguindo esse critério que coloquei acima, teríamos Dilma como Presidente e Marina como Vice, ou vice versa, conforme for o resultado da eleição.

Sei que essa proposta esbarra na questão das coligações, nas diferenciações partidárias, etc.

Mas, entretanto acredito que iríamos vivenciar a verdadeira coligação para se governar com ganho da somatória de diferentes vivências e idéias.

O que acontece hoje é que as coligações partidárias surgem somente para eleições e depois elas se desmancham, mesmo com o cumprimento de campanha. As coligações estão muito mais para eleições do que para governo. Então o quem acontece até hoje o candidato a vice existe na maioria das vezes, ou que conhecemos, somente para compor a chapa e ampliar as negociações políticas partidárias. É difícil acreditar em um vice atuante no governo após assumir o mandato.

Sei também que minha proposta pode ser uma das mais impossíveis de implementação ou até utópica. É que penso no projeto para uma grande Reforma Politica e esse item (vice na composição de chapa) como coligação e como dele vir a ser Presidente, merece um novo olhar.

E outro item para Reforma Politica seria para Campanha Eleitoral. Porque a Campanha Eleitoral é exercida da forma que conhecemos até agora?

José Carlos Jordan jc_jordan@uol.com.br

Bauru (SP).

________________________________________

Margem de erro

Segundo observação de um jornalista perspicaz, nós, os que não aprovamos Lula, ficamos reduzidos a meros 3% e podemos estar na margem de erro, para cima ou para baixo. Se for para baixo, eu não existo, tu não existes, só ele, Lula, existe. Nós não existimos, vós não existis, só eles, lulistas, existem. Foi por isso que, de repente, me olhei no espelho e não me vi.

ELIANA FRANÇA LEME efleme@terra.com.br

São Paulo

________________________________________

O País nivelado da média para baixo

Oportuno, consistente e elegante o artigo "A reeducação de Dilma Rousseff", do professor Rogério Werneck (25/6, B2). Porém, e não sendo elegante, tenho de acrescentar que os prolongados silêncios e a fuga aos debates da candidata Dilma apenas reafirmam uma capacidade bastante limitada, na realidade demonstram uma tentativa de ''reeducação'' impossível... Imaginem o nível de debates que nos espera caso as pesquisas atuais estejam corretas! É mais uma conquista da dupla Lula-Dilma: o País nivelado da média para baixo.

Antonio Carlos de Souza Queiroz Cardoso acardoso@acardoso.com

São Paulo

________________________________________

O que mostra as prévias

Um mínimo de democracia transparente ou o quê? Enquanto essa senhora (candidata a presidenta) estiver "cavalgando" o lombo desse governo corrupto, não se vai conseguir transparência nenhuma. Ou se a desmonta e se a coloca num nível para se ter um debate "olho no olho", ou vamos engolir goela abaixo a mentirada não só nos próximos oito anos, mas para o resto de nossa vidas. Para nossas perguntas não é possível que continuemos recebendo somente respostas mentirosas ou nenhuma. Se quisermos sobreviver, que nos permitam réplica, tréplica e outras coisas mais, para que apareçam as verdades que nos mostrem as perspectivas de uma democracia minimamente transparente, ou nos sentemos calados ao lado, observando a chamada "democracia da corrupção". A palavra está com os partidos de oposição.

Luiz Carlos Cunha luiz.cunha@terra.com.br

São Paulo

________________________________________

DINASTIA PSDB

A dinastia PSDB que por 16 anos perdura aqui, no Estado de Sao Paulo, serve de exemplo para o resto do Brasil do que é ser governado por integrantes desse partido: sucateamento da saúde, da educação e da segurança pública. Como se isso não bastasse, esses mesmos dirigentes não sabem administrar sem privatizações de estatais, haja vista a venda das empresas do setor elétrico, do Banespa e, mais recentemente, da Nossa Caixa, o último banco dos paulistas. Aliás, é público e notório que os governantes do PSDB são useiros e vezeiros em privatizações.

Arnaldo Luiz de Oliveira Filho arluolf@hotmail.com

Itapeva

________________________________________

TRASFERÊNCIA X COMPETÊNCIA

Os eleitores votam em Dilma não por suas qualidades, seu histórico e sua competência, mas por transferência da popularidade de seu babá Lula, que faz o mais corrupto e marqueteiro governo. Se ganharmos a Copa, vai dizer que é obra "delle". Dilma não ganhou nenhuma eleição e, como Lula, foge dos debates. "Noço" guia faz campanha antecipada aberta ou embutida na publicidade de órgãos do governo e estatais e "compra" apoio de partidos com cargos, tudo pago com dinheiro público. Nada fala de suas capacidades administrativas e foi lançado o PAC 2 porque o PAC é pobre de realizações concretas e rico de lançamentos de placas e pedras "afundamentais".

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

________________________________________

Síndrome da Ingratidão Compulsiva

Os petistas/lulistas padecem da Síndrome da Ingratidão Compulsiva (SIC). Criaram até a sigla PIG, Partido da Imprensa Golpista, para dizer que a mídia impressa é sempre crítica e desfavorável a Lula e ao PT... Injusta e parcial, tendenciosa e manipuladora, enfim, PIG nela!

Agora vamos à verdade: durante anos, quem foi o queridinho da mídia, o incensado ex-metalúrgico e sindicalista nordestino, pobre e inculto, mas ladino como quê, que com tanta benevolência foi compreendido pela ''intelectualidade jornalística'' em geral por seus escorregões idiomáticos e verborrágicos, perdoado e até incentivado no ''estilo''? Quem ajudou a construir o mito Lula, esse manto dourado, mas perecível, que tão bem hoje cobre o homem Lula? O que é encoberto por esse véu - que não se sabe ao certo, mas se pressente - é que me dá muito medo. Mas por este motivo parte da mídia até já ajudou o PT a execrar uma artista de fama...

A mídia ajudou a construí-lo e a verdade é que a mídia vem ajudando a mantê-lo. Mas pega muito bem para a esquerda em geral e petistas em particular alimentar a mentira de que são perseguidos pelos reacionários da imprensa... Representar um pouco mais o papel de vítimas não vai fazer mal nenhum! Afinal, isso deve ser norma do PAG, o Partido dos Aloprados Golpistas...

MARA MONTEZUMA ASSAF montezuma.fassa@gmail.com

São Paulo

________________________________________

Eleição Presidencial

Dilma, enfim, passa à frente de Serra. O que é óbvio, pelo que vimos ao confrontarmos os governos do PSDB e do PT.

Enquanto o PSDB fez governos medíocres com FHC na esferera federal e Covas, Alckmin e Serra na esfera estadual, em São Paulo, o PT simplesmente colocou o País nos trilhos, dando muita ênfase a grandes projetos nacionais.

Não dá para deixar de lado o carisma e o compromisso nacional do Lula, além da competência de sua equipe, incluindo a Dilma. Prova disso foi a crise de 2008, da qual o Brasil saiu intacto diante da catástrofe do Primeiro Mundo. Lula foi estadista ao ordenar, por exemplo, que na crise o Banco do Brasil aumentasse o crédito e baixasse os juros. Esse governo do PT está sabendo muito bem fazer com que as estatais mistas sejam empresas lucrativas, geradoras de empregos, dividendos e impostos, além da consciência de sua função social.

Esse governo criou o PAC, está criando a Banda Larga e o Minha Casa, Minha Vida, que, aliás, está sendo e será por muito tempo uma mola propulsora do desenvolvimento nacional, entre outras ações de grandes dimensões nacionais. O País cresceu e está crescento sem apagões e com a inserção de famílias pobres na linha do consumo.

Não podemos comparar a personalidade de Dilma com Serra, porque Dilma é séria e compromissada. Tem seu primeiro momento na política. Enquanto Serra é velho político que teve muito tempo para mostrar e não mostrou, é autoritario e falso. Ele só mostra seu sorriso em campanha política.

Otavio Lazario de Queiroz otavio.solaris@hotmail.com

São Paulo

________________________________________

INCONSISTÊNCIA

A imprensa noticia que "pesquisas" indicam Dilma com 40% de preferência, por outro lado, que a aprovação de Lula chega a 85% (mais do dobro de Dilma) e que um terço das famílias não têm alimento para o mês inteiro (por que será?). Portanto, alguma coisa está errada na pesquisa e no julgamento dos pesquisados - três respostas divergentes, incongruentes e inconsistentes. Mas como acreditar na análise de tais pesquisas se Churchill já dizia que só acreditava em pesquisas manipuladas por ele? Ou serão os brasileiros mais "honestos" que os ingleses?

João Roberto Gullino jrgullino@oi.com.br

Petrópolis, RJ

________________________________________

Assistencialismo petista

O aumento do peso do Estado brasileiro na renda das famílias é mais um revelador da política assistencialista do governo petista de Lula da Silva. Deixando de fora as aposentadorias, que pressupõem benefício para uma população que já trabalhou, embora existam os falsários, já se tem informação de que os beneficiários da Bolsa-Família - a "bolsa-esmola" de Lula antes de ser eleito presidente - estão se transformando numa população de gente que nunca trabalhou ou contribuiu para a aposentadoria, mas está viciada em álcool ou drogas, que compram com o dinheiro da bolsa.

Ana F. Campos ana-fcampos@hotmail.com

São Paulo

________________________________________

''Bolsa-esmola''

É um escândalo a informação de que os rendimentos das famílias brasileiras vindos do Estado subiram 36%, enquanto os ganhos com o trabalho, só 9%. O presidente Lula estava certíssimo quando chamou de "bolsa-esmola" os benefícios do governo FHC, apesar de eles terem contrapartida. Pena que a população que a recebe no seu governo não possa se rebelar contra tal "esmola". Não sabem que estão sendo cevados na ignorância e na preguiça em troca de votos.

José Carlos Cruz cruz.jc02@gmail.com

Osaco

________________________________________

Gol de braço

Para alguns, não importa que o gol seja de braço ou de Mão. Ética, cumprimento de regras são para os tolos, Dilma está na frente!

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

________________________________________

Estocolmo

Encontro de Dilma na casa de Abílio Diniz é síndrome de Estocolmo pura!

M. Cristina da Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

________________________________________

Um bom burguês?

Para quem já foi um dia sequestrado pelo chileno Movimiento de Izquierda Revolucionária (MIR) em terras brasileiras, torturado e encarcerado num buraco miserável em condições subumanas, o todo-poderoso (e contraditório, se não desmemoriado) empresário Abílio Diniz fica mesmo muito bem na foto ao ciceronear Dilma Rousseff, ela mesma uma ex-guerrilheira e sequestradora em outros tempos e hoje candidata de Lula a presidente e que como militante do PT frequenta essa sigla, cujos inúmeros dirigentes são compadres íntimos e de longa data do MIR. E ela, Dilma, igualmente membro e frequentadora assídua de um outro "salão social" onde também pode ser encontrada em alegre convescote com o esquerdismo latino-americano ainda mais radical... Refiro-me ao Foro de São Paulo, que reúne organizações de esquerda de toda a América Latina, incluindo as Farc, que aliás, continuam seqüestrando, matando e, ainda assim, gozando de grande simpatia de de Lula, Dilma, Marco Aurélio Garcia, entre tantos outros nomes petistas.

Ou é a síndrome de Estocolmo atacando a vítima e falando mais alto ou, então, o empresário Abílio Diniz bem que pode se encaixar perfeitamente no ditado que diz: dize-me com quem andas e eu ti direi quem és...

Ver socialites, ricos e famosos, a convite de um dos empresários mais ricos do Brasil, frequentando o mesmo salão com quem no passado de bom grado lhes surrupiaria as vestes, os colares e a liberdade, se não a própria vida burguesa, em nome da ''causa revolucionária'', não tem preço... Ou será que tem?

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

São Carlos

________________________________________

Culpa dos tucanos...

Absurda a atitude de Dilma Rousseff ao culpar os governos anteriores pela tragédia no Nordeste. Se acha que nos governos anteriores não foi feito nada, Lulla, o PT e ela própria como ministra tiveram estes últimos oito anos para corrigir eventuais erros do passado. É mais conveniente para gente sem escrúpulos tirar proveito de acontecimentos trágicos como esse (25/6, A7).

Daqui a pouco ela vai dizer que os tucanos também são responsáveis pelo terremoto no Haiti, pelo Katrina em Nova Orleáns, pelo que aconteceu em Santa Catarina... E que mais? Ora, faça-me o favor, dona Dilma, tenha desconfiômetro.

Alvaro Salvi alvarosalvi@yahoo.com

Santo André

________________________________________

De galocha

"Em clima de campanha Lula libera verba recorde para vítimas do Nordeste" (25/6, C1).Senhor presidente, não se trata apenas de ''meter o pau''. O seu passeio de ''galocha'' prometendo ajuda imediata aos castigados alagoanos e pernambucanos é humano, obrigado. Controle a verba recorde liberada para que não se dilua no caminho dos espertos. Os ''ministérios sociais'' talvez tenham acordado durante o passeio e calçado as ''galochas'' para o trabalho de reconstrução e preventivo.

Jürgen Detlev Vageler vatra_ind@yahoo.com.br

Campinas

________________________________________

Tragédia perpetuada

Partindo do principio de que é possível a previsão de certas catástrofes naturais, especialmente chuvas torrenciais, às vezes me passa pela cabeça um pensamento odioso. Que alguns mandatários são capazes de não agir preventivamente para surgirem como salvadores e santos e faturar eleitoralmente com as verbas pós-tragédias. Deus nos livre desse tipo de gente, se é que existe.

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

________________________________________

Pés no barro

A catástrofe que vem destruindo cidades e matando seus habitantes no Nordeste é um mal que vem para o bem... de certos aproveitadores inescrupulosos que sabem aproveitar dessas calamidades para conseguirem a realização dos seus desideratos. Uma afirmação estampada e servindo de cabeçalho para o caderno ''Cidades'' de 25/6 do Estadão comprova esta afirmação: '' Em clima de campanha, Lula libera verba recorde para vítimas do Nordeste''. Para isso não só libera verba como também, em caravana com oito ministros e dois governadores, visita a zona flagelada e, amassando lama, promete reconstruir as cidades destruídas. Ora, não se reconstroem cidades destruídas no pequeno espaço de tempo de fim de governo. Tudo não passa de mera propaganda eleitoral da candidata oficial Dilma - e ele, na sua sombra, exercerá o proibido terceiro mandato presidencial. Um lembrete ao candidato Serra: ponha os pés no barro para subir nas pesquisas eleitorais.

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

________________________________________

Morte e vida nordestina

Essa destruição em que estás, com evitável inundação acontecida, é o desprezo maior que recebeste em vida. É de tal modo tacanho, tão amargo e tão vagabundo o pedaço destruído que te coube neste politiqueiro mundo. Não é humilhação somente grande, é uma falta de prevenção homicida, é o esquecimento que não querias nesta sofrida vida. É uma tardia mobilização governamental e eleitoreiramente grande, para deixar qualquer um iracundo, mas continuarás valendo o pouco tanto que valias antes no mundo. É um dilúvio grande provocado por recurso ministerial parco, porém esqueceste que no mundo não se pode viver em letargo. É o fruto do assistencialismo grande para tua dignidade que foi pouca, pois diante da mera "Bolsa-Família" dada não se abriu para reclamar a tua contentada boca.

Túllio Marco Soares Carvalho http://www.tulhadotullio.blogspot.com/

Belo Horizonte

________________________________________

Primitivismo

As imagens televisivas das barragens que não impediram a tragédia em Alagoas, a uma primeira vista, demonstram sua precaridade. Não passam de poços abertos para represar as águas, na tentativa de impedir que atingissem as cidades destruídas. Qualquer leigo percebe que esses buracos primitivos estão a anos-luz da tecnologia do século 21. É mais um exemplo da desigualdade regional em nosso país e em todos os campos: econômico, social, tecnológico, etc. Vidas se foram e outras restaram destroçadas. E o PAC?

Amadeu Roberto Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

________________________________________

PAÍS SUI GENERIS

O Brasil é um país sui generis. Quem já ganha muito vai ganhar ainda mais. O sonho de todo brasileiro é ter o jegue na sombra, dormir tranquilo, desfrutar um belo salário e patrão que não pune nem demite. Os mais invejáveis cargos, devido à segurança empregatícia (onde ninguém é demitido) e salários, encontram-se no Senado e no Judiciário. Cargos mais cobiçados ainda com os reajustes médios, em fase final de aprovação, de 25% (Senado) e 56% (Judiciário), enquanto os aposentados da iniciativa privada, acima de um salário mínimo, amargam vencimentos cada vez mais achatados. Nós, pagadores de impostos, estamos ferrados com tamanha orgia de gastos, com máquinas que, comprovadamente, não funcionam.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

________________________________________

Doação

A Lei 12.271, de 24 de junho de 2010, aprovada pela Câmara dos Deputados, doa à República Paraguaia três aviões Tucanos modelo T-27 pertencentes à Força Áerea Brasileira. O translado fica por conta do país vizinho. A esse custo é provável que o Paraguai leve toda a Força Aérea.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

________________________________________

Multas de trânsito parceladas

O parcelamento das multas é bem-vindo, mas desde que, após o primeiro pagamento, o veículo seja licenciado e regularizado. Na cidade de São Paulo já há o parcelamento, mas o veículo somente será regularizado após o ultimo pagamento. Melhor seria se as regras de trânsito fossem mais claras, houvesse melhor sinalização, os agentes de trânsito fossem mais corretos, com a preocupação mais de instruir do que multar. Quanto ao IPVA, este deveria ser eliminado, um imposto injusto, oriundo da antiga TRU, que, de tão ilegal, fora extinta. O IPVA é um imposto que não retorna em nenhum beneficio aos proprietarios de veículos, um dinheirão que entra no caixa dos Estados e municípios como um todo, sem distinção. Ainda pesam sobre os veículos IPI, ICMS, imposto sobre os combustíveis, pedágios e taxas diversas.

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

________________________________________

COPA DO MUNDO

Na ''pátria de chuteiras'', não havendo vitória, o patriotismo acaba quando termina o jogo.

A. Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

________________________________________

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.