Fórum dos Leitores

CORRUPÇÃO

O Estado de S.Paulo

24 Julho 2016 | 03h06

Lula e Dilma acuados

Por tentativa de obstruir a Justiça, a Procuradoria do Distrito Federal reafirmou denúncia contra Lula. Denúncia essa que já havia sido oferecida ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas a presença de Ricardo Lewandowski na presidência desse tribunal tem sido garantia de impunidade para o ex-presidente. Enquanto isso, Dilma Rousseff é denunciada por seu marqueteiro, João Santana, que alegou não tê-lo feito antes para “não destruir a presidente”. Jamais pensaram que a casa iria cair dessa forma.

JAIR GOMES COELHO

jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

Santana e o caixa 2

Após finalmente confessar parte do rosário de crimes que cometeu em campanhas eleitorais, o publicitário João Santana, como exímio vendedor de ilusões, buscou sensibilizar o juiz Sergio Moro com verdadeiras pérolas. Sem nenhum pudor, desfiou algumas de suas teses sobre a prática de caixa 2 e lavagem de dinheiro. Mostrando destreza em se desviar da realidade e edulcorar os crimes, alegou tratar-se de prática comum em qualquer campanha eleitoral e nas mais variadas atividades econômicas; logo, não seria justo que ele e sua esposa fossem os únicos presos e responsabilizados por tais delitos. Também se mostrou irresignado com a destruição de sua imagem profissional, ressaltando: tanto no âmbito nacional como internacional. Como se fosse um gesto de grandeza, adiantou que não pedia clemência, muito menos piedade. Apenas esperava do magistrado um tratamento parcimonioso e equânime – tudo indica, em relação aos demais infratores que não são cobrados pela Justiça. Não consta que o juiz Sergio Moro lhe tenha respondido à altura; apenas questionou se o réu desconhecia a prática do ilícito, o que de pronto foi negada pela vaidade e sabedoria do publicitário. Enfim, Santana e sua mulher, Mônica Moura, não só confessaram a prática de crimes, mas ainda apontaram a presidente petista como favorecida pela trama criminosa.

NOEL GONÇALVES CERQUEIRA

noelcerqueira@gmail.com

Jacarezinho (PR)

Deboche

Quando foram presos pela Polícia Federal – acusados de receber dinheiro no exterior, desviado da Petrobrás, como pagamento pelas campanhas eleitorais de 2010 e 2014 da presidente afastada, cada vez mais encrencada –, João Santana e Mônica Moura exibiam largos sorrisos, ela mascando chiclete. Depois de alguns meses presos, disseram ter mentido sobre os milhões, na época da prisão, porque não queriam incriminar Dilma Rousseff e piorar a situação do País. Ou seja, primeiro debocharam da Justiça e do povo brasileiro e agora debocham da nossa inteligência.

ABEL PIRES RODRIGUES

abel@knn.com.br

Rio de Janeiro

Sabe de nada, inocente...

“Se houve pagamento (de caixa 2) na campanha (de 2010) não foi com meu conhecimento”, afirmou a quase ex-presidente Dilma Rousseff. Parece que ela também nunca sabe de nada. Para se safar de punição, agora lança a culpa em seus vassalos.

LUIGI VERCESI

luigiapvercesi@gmail.com

Botucatu

Impeachment

Dilma Rousseff disse reiteradas vezes que não sabia de nada dos ilícitos graves envolvendo seu nome, suas campanhas políticas e seu governo. Revelou desídia indesculpável para quem tinha o destino de uma nação em suas mãos. Então, se Dilma não sabia de nada, é justo que o Brasil não queira mais saber de Dilma.

TÚLLIO MARCO S. CARVALHO

tulliocarvalho.advocacia@gmail.com

Belo Horizonte

A sra. Dilma Rousseff já deveria ter saído de cena há muito tempo. Mas sua soberba e sua falta de senso de oportunidade, de inteligência e de clareza não permitem que ela tenha pena do Brasil. A baderna que se vê no País em todas as áreas é monumental. Na economia, na segurança, na educação, na saúde, etc., etc., tudo despencou tanto que está difícil ver o fim do túnel. Mas, apesar de tudo, Dilma ainda se diz honesta, impoluta. Não sabia de nada na Petrobrás, da roubalheira institucionalizada, mesmo tendo sido presidente do conselho da estatal. Sobre a Refinaria de Pasadena, tampouco tinha conhecimento de nada. Será que agora ela sabe do (mau) uso do dinheiro público para pagar segurança de chefe de Estado para sua filha, seu genro e seus netos? E saberá ela que houve dinheiro de caixa 2, de propina, dinheiro sujo, nas suas campanhas eleitorais? Continua afirmando que não... Qualquer que seja sua resposta, ficou mais que claro que Dilma Rousseff não tem a menor qualificação para ser presidente do Brasil.

MARIA TEREZA MURRAY

terezamurray@hotmail.com

São Paulo

Pingos nos is

Sra. Dilma e todos os outros petistas: não é caixa 2, é propina roubada da Petrobrás, isto é, do Brasil, de todos os brasileiros!

LOURDES MIGLIAVACCA

lourdesmigliavacca@yahoo.com

São Paulo

JUSTIÇA

Moro no STF

Tomara que Michel Temer ou um próximo ocupante do Planalto, em sintonia com os verdadeiros sentimentos de integridade e valores que inspiram o povo brasileiro, tenha a clarividência de alçar o jovem, honrado e competente juiz Sergio Moro à nossa mais alta Corte. O jornalista Paulo Sotero foi iluminado ao escrever sobre Moro como candidato a “juizão” (20/7, A2).

NILSON OTÁVIO DE OLIVEIRA

noo@uol.com.br

Valinhos

GOVERNO INTERINO

Temer, o pródigo

Quer dizer que nosso constitucionalista dr. Temer pede aperto, mas dá aumento para todo o Judiciário e mais 14 categorias de funcionários públicos? Brasileiros idiotas, trabalhem!

JONAS DE MATOS

jonas@jonasdematos.com.br

São Paulo

Velhinhos pagam o pato

O governo federal vem dando sucessivos aumentos de salário a várias categorias da administração pública. Ora, se há dinheiro para tantas benesses, por que mudar a Previdência? Ou esse montante nada modesto será pago com aumento de impostos, depois de aprovado o impeachment da presidente afastada?

SERGIO HOLL LARA

jrmholl.idt@terra.com.br

Indaiatuba

Isto é Brasil!

Todos sabem que o Brasil precisa mudar. Mas ninguém quer perder a boquinha...

MILTON BULACH

mbulach@gmail.com

Campinas

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

 

DESPREPARO

Lamentável o despreparo e atabalhoamento do ministro da Justiça do governo interino, Alexandre Moraes, que causou medo e pânico ao falar sobre a prisão de supostos terroristas ligados ao Estado Islâmico (EI) no Brasil, gerando o cancelamento de cerca de 20 mil reservas de turistas que viriam para a Olimpíada do Rio-2016. Mais uma vez Moraes perdeu uma boa chance de ficar calado. Confuso, mal informado e precipitado, sua entrevista coletiva só fez causar danos e insegurança. Muito ajuda quem não atrapalha. É mais um triste retrato do governo interino de Michel Temer (PMDB), com pessoas despreparadas e incompetentes que caíram de paraquedas na chefia de Ministérios e Secretarias, metendo os pés pelas mãos, assim como faz o próprio Temer.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

*

CORTINA DE FUMAÇA?

O grupo preso por suspeita de terrorismo é, segundo autoridades, amador, sem nenhuma estrutura. O perigo está em esse grupo amador, como dizem, ser uma cortina de fumaça e os verdadeiros profissionais estarem soltos. Estão preocupados com terrorismo? E quem não está? Agora foi em Munique. Tiroteio num shopping. O terrorismo no Brasil, por enquanto, não é bélico, é dos governos, dos políticos e, particularmente, no Estado do Rio, a população está acostumada desde o dia que o sr. Sérgio Cabral Filho assumiu como governador, em seu 1.º mandato. Então, com terrorismo, estamos calejados.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

*

DESESPERO

É incrível como tão pouca gente pela imprevisibilidade e com o desejo de matar aleatoriamente consegue  desestabilizar praticamente o mundo civilizado. Será que não haverá formas de estancar o terrorismo?

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

TERRORISMO NA OLIMPÍADA

Não sabemos quem é mais incompetente/inexperiente: a operação Hastag ou os terroristas brasileiros. Felizmente o EI não tem o mínimo de interesse no País, caso contrário, estaríamos perdidos.

Laert Pinto Barbosa  laert_barbosa@globo.com

São Paulo

*

SEGURANÇA PÚBLICA

Se as ações do governo para prevenir um possível ataque terrorista nos Jogos Olímpicos do Rio estão sendo eficazes, não sabemos ao certo. Tomara que sim. O que é certo é que, se as autoridades agissem com o mesmo empenho, preocupação e esmero para combater o crime comum e o organizado, a criminalidade em todo o País seria menor e, consequentemente, a população se sentiria mais segura. Segurança Pública adequada passa necessariamente por vontade política.

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo 

*

FALTAM ALGUNS 

Já pegaram 10 terroristas e estão na captura de mais dois. Só falta uma terceira pessoa que vem aterrorizando o País, parece que está no Rio Grande do Sul. 

José Rubens Macedo Soares joserubens@federmacedoadv.com.br

São Paulo 

*

COMBATE À IGNORÂNCIA

Sejam quais forem as reais intenções das pessoas que foram presas por supostamente conversarem sobre atentados durante a Olimpíada, elas merecem passar uma temporada na prisão. Isso porque apoiam atos como o ocorrido na França, onde pessoas do povo, incluindo mulheres e crianças, foram massacradas. Essas filiações a movimentos do tipo EI não  podem ser explicadas somente pelo desejo de ser "diferentes" - tem de haver muita burrice e ignorância, o que, aliás, está sobrando no Brasil atual. Então cabe mesmo às autoridades policiais porem um pouco de juízo nessas cabeças ocas.

Nestor Rodrigues Pereira Filhorodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo - SP 

*

TERRORISMO NO BRASIL

Diversos jornalistas resolveram criticar o governo pela prisão dos suspeitos de planejarem ações terroristas durante a Olimpíada. Se o governo não age e algo ocorre, caem matando. Se age e prende quem precisa, criticam também. É lamentável a hipocrisia de parte da classe jornalística.

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz 

*

RUSSOS FORA DA OLIMPÍADA

Sem a presença do atletismo russo nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que terão início em menos de duas semanas, banidos pela Federação Internacional da modalidade, pela acusação de envolvimento em programa de doping coordenado pelo Ministério dos Esportes, a maior competição esportiva do planeta sofre, por um lado, expressiva e contundente baixa pela ausência da segunda maior potência olímpica das pistas, mas ganha, por outro, com a louvável e corajosa atitude de impedir que as drogas concorram deslealmente aos louros das vitórias. Por oportuno, cabe perguntar ao Comitê Olímpico Internacional (COI) quantas medalhas, especialmente as douradas, já foram conquistadas até hoje pela ex-União Soviética e atual Rússia sob efeito de doping? É imperioso que daqui por diante o mote da competição internacional de mais alto nível do mundo tenha por princípio a divisa "jogos limpos, atletas limpos."Citius, Altius, Fortius".

J.S. Decol decoljs@gmail.com

São Paulo

*

SANTANA E O CAIXA DOIS DE CAMPANHA!

Depois de o marqueteiro João Santana em delação premiada declarar ter recebido "caixa dois" na campanha da presidente afastada Dilma Rousseff, esta, surpresa,  afirmou "nunca ter assinado nada autorizando caixa dois de campanha". Baseada nas pérolas desconexas ditas nesses cinco anos de governo, que vai da mandioca à pasta de dentes, fica até estranho não haver assinado nenhuma autorização. Quem sabe a Polícia Federal (PF) não encontra assinatura dela autorizando nas "nuvens"? Depois de tantas pérolas ditas e do histórico centralizador de Dilma, com certeza existem provas contundentes que confirmem o caixa dois de campanha. Basta procurar.

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

CAIXA 2

Cinicamente Dillma afirma que não autorizou que os marqueteiros Santana e Mônica fossem pagos com recursos de caixa 2, mas, que ella usou a verba, isso usou e é verdade que até se refestelou, nada mais!

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

ABRINDO O BICO

Enfim, parece que bandalheira começa a aparecer na própria cozinha de Dilma, que, como seu chefe, vai jurar que nem conhece Santana e sua cara metade, não viu, não ouviu nem falou nem fez nada, etc. etc., e os idiotas petistas acreditam. E Santana deve estar contando só "coisinhas miúdas", daqui um pouco vai surgir alguma "continha de Dilma" em alguma paraíso, como também do seu chefe o Pixuleco.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

Ô JOÃO...Ô JOÃO

Caríssimo João Santana, inteligente como és vem a publico nos dizer que recebestes no exterior, em moeda estrangeira, não declarastes à Receita Federal, não emitites nota fiscal de serviço, tão pouco passastes recibo, e dizes que não sabias da procedência da grana, conselheiro da Dilma, frequentador do Palácio que eras? Joãozinho, Joãozinho... ficastes muito tempo à sombra do PT e te fizestes muito mal. Em algum momento, com certeza, tu ou tua esposa dissestes "não me importa da onde venha a grana o que importa é receber e ponto final". Ou não dissestes?

Manoel Braga manoelbraga@mecpar.com

São Paulo

*

DELÍRIO

Segundo um dos advogados do Lula, o juiz Sergio Moro é um acusador parcial no julgamento do homem mais sério do Brasil, quiçá do mundo. O que permite deduzir de que todas as improbidades, incluídas gatunagens, em que o nome do ilustre petista se mostra envolvido são tudo mentira. Só faltou o manjado chavão: "está tudo declarado na Justiça Eleitoral". Julgando-nos idiotas, se torna o douto defensor, no mínimo, mais um sério candidato ao hospício.

Mario Cobucci Junior maritocobucci@gmail.com

São Paulo

*

CHICLETE

Após a delação de Mônica Moura, ela tem direito a ganhar chiclete. 

Moises Goldstein mgoldstein@bol.com.br

São Paulo

*

LULA E DILMA

 

Lula, ao assumir a Presidência em 2003, uma das escolhas erradas foi Dilma Rousseff para o Ministério de Minas e Energia, ao preterir o renomado técnico Luiz Pinguelli Rosa, virtual ocupante do cargo. Deu que no que deu e o poste virou presidenta. Outro erro grosseiro de Lula foi demitir por telefone Cristovam Buarque, o então ministro da Educação, de férias em Portugal. Veja como o mundo dá voltas. Hoje, para angariar o voto do senador Cristovam Buarque e livrar Dilma do eminente impeachment, Lula e Dilma estão a assediá-lo, quando outrora o menosprezaram. 

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES) 

*

TURQUIA

Em abril de 2002, um contragolpe desferido por militares fiéis a Chávez na Venezuela o recolocaram no poder e hoje massas enormes de cidadãos venezuelanos atravessam as fronteiras para comprar alimentos. A Turquia que se cuide!

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo

*

GOLPE NA TURQUIA 

A tentativa de golpe - ou autogolpe? - na Turquia revelou a verdadeira face do presidente Erdogan: um ditador que se transveste de democrata, mas acintosamente despreza a democracia e as liberdades individuais e de expressão. 

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

*

BRASIL, VENEZUELA E TURQUIA

Erdogan, Maduro e Lullarápio são todos ervas daninha da mesma estirpe em diferentes momentos históricos. Mas aqui o jato de limpeza já se aproxima de São Bernardo do Campo...

Ricardo C T Martins rctmartins@gmail.com

São Paulo

*

DONALD TRUMP NO PODER

O mundo inteiro pode estar certo de que uma possível chegada do magnata Trump ao poder nos Estados Unidos da América representa uma ameaça não só ao país, mas também a todo o planeta. As eleições de lá são tão importantes para mundo e em tantos aspectos que não seria absurdo pensar que todos os eleitores de outros países poderiam ter o direito de votar para escolher o dirigente mais importante do mundo.

Abel Pires Rodrigues      abel@knn.com.br

Rio de Janeiro

*

ELEIÇÕES NOS EUA

Quem tem medo de Donald Trump? Eu tenho medo é do retorno de Lulla à Presidência do Brasil. Sempre ouvi dizer que nos EUA com ou sem presidente o país funciona, pois têm um Congresso sério e forte, que trabalha para o bem de todos. Aqui nossos partidos trabalham para se fortalecer e tirar proveito para si e uma corriola de seguidores Que venha Trump; Ronald Regam também causou frisson quando eleito, e ao que me parece, foi aprovado o seu governo, nunca li ou ouvi dizer que lá funciona o: "Rouba, mas faz"!

José Roberto Iglesias rzeiglesias@gmail.com

São Paulo

*

CAOS SEM VOLTA

Selecionei algumas manchetes de jornais e as posto numa ordem lógica: "Temer sanciona sem vetos reajuste de 41,5% do Judiciário"; "Copom mantém juros de 14,25% já sob novo governo"; "Crise anunciada e recorrente?"; "equipe econômica sem apoio não conseguirá fazer nada". Lembram do naufrágio do Costa Concordia na Itália, quando o comandante se divertia e foi o primeiro a abandonar o barco. É o Brasil atual sob Temer. E a bolsa está subindo. Sabem o que significa? Muita roubalheira em outro front, este, porém, super sofisticado. O Brasil só tem uma saída: os aeroportos internacionais.

Paulo Henrique Coimbra de Oliveira ph.coimbraoliveira@gmail.com

Rio de Janeiro

*

LEANDRO KARNAL

O conhecimento liberta e nos  livra das amarras sociais. Parabéns ao Estado pela iniciativa de convidar Leandro Karnal, um dos maiores pensadores do Brasil contemporâneo, para ser colunista do Caderno 2. 

Maria Lúcia R. Jorge mlucia.rjorge@gmail.com

Piracicaba 

*

JUSTIÇA

Então ficou assim: a lei é igual para todos, menos para quem tem foro privilegiado. Parece estranho...

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

AGROTÓXICOS

Na página A2 do Estadão de 19/7 foi publicado um artigo louvando os pesticidas, fungicidas e herbicidas. Convido os autores a visitarem o Sacolão de Santo Amaro, em São Paulo, que eu frequento, para ver as mangas que são lá expostas: brancas de inseticidas, a ponto de eu brincar com outros clientes dizendo "esqueceram de pôr manga no inseticida", indicando que foram pulverizadas pouco antes da colheita, o que é proibido. Os autores parecem estar em outro país. Todos sabemos que há pouquíssimos fiscais, e muitos certamente são venais, afinal, a corrupção generalizada é praga que resiste a qualquer inseticida neste país, as mangas que o digam. Finalmente, é uma lástima que os autores não louvem a agricultura orgânica. Ainda bem que os consumidores sabem mais e estão optando por produtos menos bonitos, mas mais saudáveis.

Valdemar W. Setzer vwsetzer@ime.usp.br

São Paulo

*

ALIMENTOS ORGÂNICOS E VITALIDADE

Caros senhores Jose Otavio Menten, Ciro Rosolem e Luiz Carlos Correa Carvalho, gostaria de agradecer vosso posicionamento sobre tal assunto! Escrevo como consumidora: sou fisioterapeuta formada em Piracicaba há 30 anos e admiro e respeito muito a Esalq e como consumidora preciso relatar o que já vivenciei por meio de meus sentidos. Fazia feira semanalmente aqui em São Paulo e por duas vezes tive a desagradável experiência de preparar vagem na água fervendo (desprezada depois) para ingerir um alimento com sabor de remédio! Tive de cuspir fora, tamanho era o horror! E o feirante não deu a mínima importância para minha queixa! Tenho amigos agricultores (de empresa renomada no mercado) que não comem o que plantam! E fazia tempos que comiam comida orgânica. Só me convenci, quando provei o desagradável! Que tal? As frutas que consumo descobri que têm sabor depois que comecei a comprá-las na feira orgânica. Antes não sentia o mínimo sabor! Fora a falta de vitalidade e disposição física que percebo hoje, mesmo estando mais velha (tenho 49 anos).  É ...eu não queria estar em seu lugar, mas há muitos problemas com nossos alimentos, e não é só por causa deles que há muitas pessoas doentes à nossa volta. Porém o que ingerimos faz muita diferença sim em nossa vitalidade Desejo muita humildade e sabedoria para poder ver o que está rolando e continuar cuidando da segurança e saúde da população brasileira. É muita responsabilidade mesmo!

Ana Maria Peres Cardoso anamariaperescardoso@gmail.com

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.