Fórum dos Leitores

.

O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2016 | 04h01

CORRUPÇÃO

Cunha preso

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha foi preso no âmbito da Operação Lava Jato. E daí? Ora, daí que, depois da delação premiada dele, terá de ser usado um Maracanã para pôr todos os políticos ladrões e corruptos lá dentro.

EUGENIO DE ARAUJO SILVA

eugenio-araujo@uol.com.br

Canela (RS)

O mais honesto

Aguardamos, agora, a prisão da cereja do bolo. Imediatamente!

TANIA TAVARES

taniatma@hotmail.com

São Paulo

Lula x Moro

A Justiça brasileira está entre a cruz e a espada. Lula pretende mostrar-se como vítima de perseguição pela Justiça. É uma forma de constranger o juiz Sergio Moro e os demais juízes que aceitaram ou vierem a aceitar denúncias contra o ex-presidente, já réu em três processos. A politização de um caso que se refere principalmente à derrocada da Petrobrás, dentre outros crimes, é um absurdo que deve ser resolvido urgentemente. Se tudo se mantiver assim, sem solução rápida, haverá uma desmoralização da ação da Lava Jato. E o trabalho insistente de Renan Calheiros para melar a força-tarefa prosperará. O cidadão honesto espera que não se apague a chama da esperança de liquidar a força dos corruptos e a ideia de impunidade que se espalhou pela sociedade brasileira.

MÁRIO NEGRÃO BORGONOVI

marionegrao.borgonovi@gmail.com

Rio de Janeiro

Em decisão final, a Justiça suíça autorizou o envio de dados da Odebrecht à Lava Jato. Sugestão ao ex-presidente: entre com petição na Corte Internacional de Haia para impugnar essa remessa de documentos, alegando que a Justiça da Suíça é “íntima” do juiz Sergio Moro...

JOSÉ ROBERTO NIERO

jrniero@yahoo.com.br

São Caetano do Sul

Delação de Odebrecht

Sinceramente, não dá para entender como é que o sr. Marcelo Odebrecht quer fazer delação premiada se, ao mesmo tempo, quer impedir que os dados bancários das contas na Suíça sejam enviados para Curitiba. Aliás, depois de tanto tempo encarcerado, eu e milhões de brasileiros gostaríamos de saber os reais motivos que vêm impedindo essa delação!

LUIZ ROBERTO SAVOLDELLI

savoldelli@uol.com.br

São Bernardo do Campo

Tentando escapar

Lula quer que o relator da Lava Jato, desembargador João Pedro Gebran Neto, seja afastado da Lava Jato. Até quando tentarás, ó Lula, manipular a Justiça brasileira? Lembra Catilina, não?

CANDIDA BARROS

candy.barr@uol.com.br

São Paulo

Abuso de autoridade

Em tempos de Operação Lava Jato, é vergonhoso ver o senador Renan Calheiros – 12 inquéritos no Supremo Tribunal Federal – ter a cara de pau de pôr em pauta a limitação das investigações contra ele e outros acusados de corrupção. Renan nomeou até outro investigado, o senador Romero Jucá, para a presidência da comissão que vai analisar o projeto sobre abuso de autoridade. Toda a população apoia essa operação de higienização do Congresso e purificação dos nossos políticos. Esta é mais uma ação para conter o corajoso Robin Hood do povo e ídolo dos fracos e oprimidos, Sergio Moro. As votações mais importantes seguem paradas, como as dez medidas contra a corrupção e as ações para acabar com essa vergonha que é o foro privilegiado. Infelizmente, os nossos políticos só legislam em causa própria e apenas trabalham visando seus próprios bolsos. Política é uma função séria e bela, o que não presta são nossos atuais politiqueiros. Até quando a nossa pobre população vai suportar tantos desmandos?

JOÃO COELHO VÍTOLA

jvitola@globo.com

Brasília

Senadores, abuso de autoridade é o foro privilegiado!

CÁSSIO CAMARGOS

cassiocam@terra.com.br

São Paulo

Denúncias consolidadas

O presidente Michel Temer disse que denúncias envolvendo nomes como Leonardo Picciani, Moreira Franco, Geddel Vieira ou Romero Jucá precisam ser “consolidadas” para, a partir daí, haver resposta do Planalto. Ora, as acusações existem, processos estão em andamento. O que significa denúncia consolidada? Seria sentença judicial transitada em julgado? Quando isso acontecer, se acontecer, o presidente não estará mais vivo. Nem eu.

HUMBERTO DE L. FREIRE FILHO

lunafreire@falandodebrasil.com.br

São Paulo

Vacas superfaturadas

Quem frequenta os leilões milionários de gado sabe que animais PO (puros de origem) e embriões são “vendidos” por 10, 50 ou 100 vezes mais do que valem. Uma verdadeira lavanderia!

LUIZ E. MAGALHÃES

lemaga@gmail.com

São Paulo

Aforismo

Para o atual estágio da corrupção, como “nunca antes”, cabe bem o dito por Disraeli: para as pessoas puras as leis são desnecessárias, mas para as pessoas corruptas as leis são inúteis.

NILSON SOARES DA SILVA

nilson.ssilva@uol.com.br

Conchas

PREFEITURA PAULISTANA

Conselho (?) de ex-prefeitos

Parece que o prefeito eleito João Doria não entendeu o recado dos paulistanos nas urnas, quando venceu em primeiro turno. Quer formar um conselho de ex-prefeitos, entre eles os que foram fragorosamente derrotados. Olhando os votos que tiveram nesta última eleição, já dá para notar que São Paulo quer essa turma longe da Prefeitura, e de qualquer cargo. O que lhe pode aconselhar Erundina? A fechar túneis e não continuar obras? E Marta? A aumentar taxas e mandar o povo relaxar? E Maluf? A fazer turismo interno, já que não pode sair do País, senão vai preso? E Haddad, então? Ele nem sequer limpa o Vale do Anhangabaú, bem embaixo de sua janela, e ainda fajuta sua agenda! Os demais, sem comentários. Isso sem contar que todos eles são ou foram do PT ou já apoiaram o partido que está sendo execrado por todos. Lembro ainda que nenhum foi reeleito. Esperamos que o sr. Doria reveja essa posição. E se quiser formar um conselho de verdade, una-se a pessoas que possam realmente dar-lhe auxílio no governo que esperamos. Afinal, foi para isso que votamos em Doria, e não neles. Quer que traduza?

JOSE PEDRO VILARDI

vilardijp@ig.com.br

São Paulo

“A dupla Renan e Jucá não ‘se tocou’ que os tempos são outros. A sociedade mobilizada não vai aceitar medidas que tolham a ação da Justiça, especialmente a Lava Jato, em que os dois estão envolvidos até a raiz dos cabelos”

PAULO DE TARSO ABRÃO / SÃO PAULO, SOBRE O PROJETO DE ABUSO DE AUTORIDADE

ptabrao@uol.com.br

“Antes era a judicialização da política, depois a politização do Judiciário, agora é a judicialização do futebol, que também virou um Fla-Flu”

LUIZ ROBERTO DA COSTA JR. / CAMPINAS, SOBRE O STJD

lrcostajr@uol.com.br

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

FINALMENTE

Para felicidade do povo brasileiro e pelo bem da Nação, o ex-deputado federal Eduardo Cunha foi preso por ordem da Operação Lava Jato.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

*

A PRISÃO DE EDUARDO CUNHA

Eduardo Cunha foi preso ontem no Distrito Federal? Brasília não deve ter dormido, porque ele sabe que as provas contra ele são fortes, envolvendo inclusive sua família. Mas, como macaco velho que é, deve saber tudo o que sempre aconteceu no submundo da República petista e vai entregar todo mundo. Nós, brasileiros, não vemos a hora, porque o Brasil tem pressa de recomeçar sem esta lama toda que nos envolveu nestes 13 anos do PT no poder. Conte, Cunha. Mas conte tudo!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

AC/DC

Coincidência ou não, em Portugal, "cunha" significa uma pessoa influente. Já o verbo "cunhar" quer dizer amoedar. Por aqui, "cunha" é uma peça que vai diminuindo de grossura até terminar em corte. Só que, então, graças à sua face afiada, esta é usada para rachar lenha e fender pedras. Cunha na poesia é exatamente o que falta para completar a medida do verso. Não é por menos que "à cunha" é algo completo. Em sentido figurado, cunha é o que torna saliente e notável aquilo que estava desapercebido. A Operação Lava Jato, suspeitam muitos, se dividirá em duas fases: AC e DC, antes e depois de Cunha. 

Jorge A. Nurkin jorge.nurkin@gmail.com

São Paulo

*

USUFRUTO

Eduardo Cunha, o mais novo "usufrutário" de uma cela da Polícia Federal em Curitiba.

 

José Roberto Niero jrniero@yahoo.com.br

São Caetano do Sul 

*

PERGUNTA CRUCIAL

Ao ser preso, será que Eduardo Cunha levou consigo talões de cheques das contas que ele diz "não" ter no exterior? Se ele esqueceu, como será que vai pagar os advogados "top de linha" contratados para defendê-lo? Ou será que alguma empreiteira bondosa vai assumir esse custo?

 

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo 

*

COMBUSTÍVEL

Acompanhando os preparativos para a decolagem do avião que levou o ex-deputado para Curitiba, observei: o avião da Polícia Federal foi abastecido pela Petrobrás... Até nesta hora os políticos são ajudados pela Petrobrás. Isso tem um custo muito alto, que deveria ser bancado pelo réu. Ainda bem que o próximo vai a pé...

João B. Vieira joaobvieira@yahoo.com.br

Sertãozinho

*

DOIS PASSOS À FRENTE

Ontem a Lava Jato deu dois importantes passos para que se amplie o campo das suas investigações. Primeiro foi a prisão preventiva de Eduardo Cunha, que tem muitas contas a prestar à Justiça, mas que, justiça seja feita, a ele também devemos, em parte, a cassação de Dilma Rousseff. Que ele vá para Curitiba pagar o que deve, que ele resolva abrir a boca e passe muitas informações aos promotores que os ajudem a alinhavar este difícil trabalho e que, com isso, ele colabore também para o bem do Brasil. 

O segundo passo foi o fato de a Justiça suíça ter anunciado a autorização do envio ao Brasil de 2 mil páginas de extratos bancários, dados de contas e ordens de pagamento envolvendo a Odebrecht, a fim de que possam seu usadas nas investigações da Lava Jato. Brasília está passando por um terremoto político que causa frio na barriga dos congressistas. 

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

*

PINTURA NOVA

Após a prisão de Eduardo Cunha, numa eventual leniência da empreiteira Odebrecht, poderia incluir a construção de novas celas na Polícia Federal de Curitiba, uma delas pintada de vermelho.

Guto Pacheco jam.pacheco@uol.com.br

São Paulo 

*

CUNHA ESCRITOR

Todo escritor costuma se isolar para escrever um novo livro. Eduardo Cunha nem teve tempo, já foi isolado.

Moises Goldstein mgoldstein@bol.com.br

São Paulo

*

SALVAÇÃO NACIONAL

Sérgio Moro prendeu Eduardo Cunha. A honra nacional está salva. Vai acabar com a inflação, o povo terá mais emprego, transporte decente e mais segurança. Moro lavou a alma dos delinquentes petistas. Não perdoam Cunha por ter sido o maior responsável pelo afastamento de Dilma Rousseff, acabando com a farsa do PT que arruinava o Brasil. O destemido Moro "Robin Hood" virou manchete em todo o planeta. 

Vicente Limongi Netto limonginetto@hotmail.com

Brasília

*

VOLTA APRESSADA

Inesperadamente, o presidente Michel Temer resolveu interromper suas atividades de negociações no Japão e retornar imediatamente ao Brasil. Temer alegou que o seu imprevisto regresso nada tem que ver com a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha. Será verdade? Quem sabe?

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@gmail.com

São Paulo

*

SURPRESA

Com a prisão do ex-deputado Eduardo Cunha e sua ida para Curitiba para falar com o juiz Sergio Moro, muitos "peixes graúdos" da política brasileira vão passar a dormir de sapado bem amarrado, inclusive lá, em São Bernardo do Campo.

Antônio Carelli Filho palestrino1949@hotmail.com

Taubaté

*

TIQUE NERVOSO

Com a prisão de Eduardo Cunha, alguém já deve estar roendo as unhas.

Eduardo A. Delgado Filho e.delgadofilho@gmail.com

Campinas

*

PERSEGUIÇÃO

Ao prender Eduardo Cunha, Sérgio Moro encerra a conversa fiada do PT de que o juiz persegue só o coitado do Lula. Não, mandou prender Eduardo Cunha, que é "pinto" perto de Lula e de José Dirceu. Enfim, agora, com Cunha preso, além de tremerem os políticos, não resta dúvida de que o chefe da gangue será o primeiro da lista.

Roberto Moreira da Silva rrobertoms@uol.com.br

São Paulo 

*

SOLIDARIEDADE

O Instituto Lula e o ex-presidente Lula não irão se solidarizar com o ex-deputado Eduardo Cunha, que foi preso coercitivamente ontem, por ordem do juiz Sergio Moro? Como Lula alega que Sérgio Moro é suspeito, espera que se solidarize com Eduardo Cunha, afinal, a Justiça é uma só.

Claudio Juchem cjuchem@gmail.com

São Paulo

*

E A SELETIVIDADE?

A prisão do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decretada por Sérgio Moro a pedido do Ministério Público Federal (MPF), é a melhor resposta possível aos que apontam certa seletividade na Operação Lava Jato. Evidente que não foi este o motivo que orientou a decisão de Moro, mas acabou se tornando uma das consequências. O PT só está no centro das investigações e lidera o número de prisões pelo simples fato de que é a organização criminosa que mais se beneficiou dos assaltos à Petrobrás. 

Elias Menezes elias.natal@hotmail.com

Belo Horizonte

*

O PT E O CRIME

Em artigo publicado no jornal "Folha de S.Paulo" (18/10), o ex-presidente Lula alegou que jamais encontraram um ato desonesto de sua parte, e criticou a mídia por classificar o Partido dos Trabalhadores (PT) como uma organização criminosa. Se não é a maior organização criminosa do País, como explicar que três ex-tesoureiros do PT - Delúbio Soares (2000-2005), Paulo Ferreira (2005-2010) e João Vaccari Neto (2010-2014) - já estão presos? O PT, como Lula, nunca sabe de nada nem admite falar em culpa, bem como não consegue saber onde está o crime. Eles acham que a safadeza cometida é normal. A verdade, mesmo, é que o Brasil de 2016 não é mais o de 2002, quando o PT se elegeu para a Presidência mais de três vezes. 

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com

Campinas

*

PROTESTO JUSTO

Lula tem razão de protestar em sua carta no jornal, afinal, se ele é de fato o chefe da quadrilha criminosa que vem assaltando os cofres do País há décadas, como afirmam seus algozes, ele já deveria estar preso. A Justiça brasileira deve, sim, explicações sobre o fato de Lula ainda estar em liberdade depois do show pirotécnico dos promotores. Não existe mais dúvidas sobre as ações criminosas na Petrobrás, já houve confissões e devoluções do dinheiro roubado, resta saber o que as autoridades competentes estão esperando para finalizar este caso. 

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

*

BOATO E VIGÍLIA

Algumas dezenas de correligionários de Lula fizeram vigília na segunda-feira na frente de seu prédio, em São Bernardo do Campo (SP), prestando- lhe apoio caso fosse preso pela Polícia Federal. O boato sobre a prisão, com base em notícias que circularam nas redes sociais, feliz ou infelizmente, não se concretizou. Mas ficou claro para todos nós que, pelo número reduzido de manifestantes presentes na vigília, Lula, além de desmoralizado, também está abandonado pela sua base. Na verdade, quem faz vigília permanente é a própria sociedade brasileira, para que nosso Judiciário puna exemplarmente estes corruptos da era petista.

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

ELE NÃO VAI AGUENTAR

Quanto mais boataria sobre uma iminente prisão, melhor.

Sergio S. de Oliveira ssoliveiramsm@gmail.com

Monte Santo de Minas (MG)

*

LULA NA CADEIA

Quem a Justiça deve ouvir: aquela minoria que pede para Lula não ser preso, alegando que sua prisão é "golpe", ou a maioria que quer ver Lula na cadeia? Nem um grupo nem outro, pois cabe ao Poder Judiciário apenas cumprir a lei, e, segundo a nossa Constituição, todos são iguais perante a lei. 

Maria C. Del Bel Tunes carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

*

ENGANAÇÃO

Lula e o PT são o exemplo vivo de que Abraham Lincoln estava certo: "Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo".

Ely Weinstein elyw@terra.com.br

São Paulo

*

HORÁRIO DE VERÃO - ECONOMIA

Em 2014, o governo da ex-presidente da República Dilma Rousseff estimou uma economia de R$ 278 milhões em razão da adoção do horário de verão. Em 2015, o Ministério de Minas e Energia informou que iria economizar R$ 7 bilhões, pois nesse valor estavam incluídos investimentos que não seriam realizados no sistema elétrico brasileiro. O governo petista não investiu de forma correta em novas linhas de transmissão e modernização das antigas subestações e usinas hidrelétricas. O problema será escondido debaixo do tapete e a solução será cada vez mais cara no futuro, pois a demanda cresce a cada dia.  Recentemente, o governo Temer anunciou que a economia de energia com a edição do atual horário de verão será de R$ 147 milhões. A economia de dinheiro seria muito mais efetiva, se não houvesse esquemas de corrupção instalados no Brasil, há décadas, que já sangraram bilhões de reais dos cofres públicos.

José Carlos Saraiva da Costa jcsdc@uol.com.br

Belo Horizonte

*

FERROVIA TRANSNORDESTINA

Na edição de domingo (16/10), o "Estadão" publicou reportagem sobre a Ferrovia Transnordestina, uma empresa com capital do poder público (50,98%) e da siderúrgica CSN (49,02%), que atualmente a controla ("Transnordestina, após 10 anos, ainda está pela metade"). Até agora, o projeto foi bancado basicamente por recursos federais: 79% dos R$ 6,3 bilhões. Trata-se de mais um absurdo perpetrado pelo governo petista, porque, após 10 anos em obras, ela ainda está pela metade. Nos últimos dias, além de limitar novos aportes no empreendimento - que deveria ligar a cidade de Eliseu Martins, no interior do Piauí, aos Portos de Pecém, no Ceará, e Suape, em Pernambuco -, o governo já levantou a hipótese de intervenção na ferrovia. Ora, como engenheiro, dou razão àqueles que deram o seu parecer à reportagem apontando uma série de falhas e equívocos que são inaceitáveis para um engenheiro que faz jus ao seu diploma. Fica evidente, em vista dos absurdos apontados, que realmente não houve um projeto correto para a construção da ferrovia, como um estudo prévio da geografia e do solo das regiões por onde ela passaria e um cronograma correto das obras e respectivos aportes de capital. Também deveria contemplar o transporte de passageiros em cargas comuns, pois passa por 80 cidades e três Estados, sendo simplesmente ridículo que o nosso país, de dimensão continental, tenha uma malha ferroviária tão insignificante. É mais uma obra que envergonha a engenharia nacional e pode ser considerada como irmã gêmea da Linha de Transmissão de Energia de Manaus (AM) a Boa Vista (RR), outro atestado de incompetência do governo federal, relatado recentemente em reportagem do "Estadão". E o fato de a escolha de ministros e diretores responsáveis pelos empreendimentos federais ser feita apenas por critérios políticos, em busca de uma falsa governabilidade, não é mera coincidência. Eu já trabalhei em empresa privada de grande porte e em administração pública e, em ambos os casos, participei de projetos para aquisição de equipamentos e serviços com a finalidade de apresentar aos eventuais fornecedores as condições prévias a que deveriam atender para poder ofertar ao que se pretendia adquirir ou contratar. Não tem o mínimo cabimento, seja uma administração direta, ou uma estatal, que implique verba pública, que não se faça antes um estudo detalhado daquilo que se pretende adquirir ou construir. E, para tanto, deveria dispor de um setor de engenharia com profissionais competentes, concursados e capacitados, sujeitos a severas penalidades em caso de qualquer ato ilícito. A economia aos cofres públicos seria enorme. Por todos os exemplos publicados pela imprensa, o que se percebe é que tanto o planejamento inicial quanto o detalhamento daquilo que a administração pública pretende é realizado por empresas contratadas, deixando a administração pública totalmente à mercê de terceiros. Este tem sido, em minha opinião, o principal motivo de tantos desperdícios de tempo e de verba pública, fato que mereceria atenção especial do atual governo, para estancar a sangria dos cofres públicos. 

 

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

*

VERGONHA NACIONAL

O acesso à rede de esgoto sanitário é considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) um direito humano fundamental. No Brasil, porém, o tema vem sendo relegado a plano secundário pelos governos, com desumana indiferença. Para quem não sabe, 60% dos recursos federais autorizados para o saneamento básico nos últimos 16 anos não foram investido na área. Dos R$ 50,5 bilhões para aplicações tanto no saneamento básico urbano quanto no saneamento básico rural, somente R$ 19 bilhões foram efetivamente gastos, o que representa menos de 37,7% do valor autorizado. O desleixo do poder público é mais que evidente quando se olham os fatos. Segundo recente diagnóstico, mais de 42% da população urbana brasileira não é atendida por redes coletoras de esgoto. Infelizmente, para nossa tristeza, as prioridades de nossos governos que se sucedem sempre foram obras que dão votos. Já com quase 70 anos, nunca soube de nem compareci a alguma inauguração de galeria de esgoto, mas de creches e avenidas sempre vejo acontecer.

Arnaldo de Almeida Dotoli arnaldodotoli@uol.com.br

São Paulo

*

SANEAMENTO BÁSICO

 

O Brasil subscreve declaração da ONU no sentido do saneamento básico universal (abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais urbanas), descumpre seu próprio Plano Nacional de Saneamento Básico e 42% da população carece destes serviços ("O Estado", editorial de 15/10/2016). Estado Democrático de Direito e do Aedes aegypti. Democracia de papel, Carta Magna que é um simples livrinho verde promulgado, emendado e remendado. "Quo usque tandem" (até quando)? 

 

Amadeu Roberto G. de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

*

CORRUPÇÃO NA MERENDA

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Fernando Capez (PSDB), teve seu sigilo bancário quebrado em face da delação de fraude e desvio de merenda escolar. Como promotor público, ele deveria saber que esse crime é considerado hediondo, ou será que faltou a essa aula? Agora, os estudantes é que, "com os dedos", estão torcendo para que ele se torne réu nessa tramoia.

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo                                                             

*

POBREZA EXTREMA

 

Cientistas renomados como Rodolfo Teófilo e homens santos como Padre Cícero denunciaram a miséria no Ceará. Podemos ver hoje um Ceará na linha da pobreza, com mais de metade de sua população ganhando pouco mais de R$ 100 por mês e passando por necessidades. Muitos dos municípios nordestinos estão entre os mais pobres do Brasil. Como na época do Padre Cícero, ainda existe uma elite privilegiada que é insensível ao sofrimento do povo e come seus fartos banquetes em casas luxuosas de praia e de serra. Não é motivo de revolta, no meu ponto de vista, mas de indignação! Estamos no século 21 e muitos preconceitos estão sendo quebrados. Cabe a nós quebrarmos as desigualdades culturais, educacionais, socioeconômicas e outras mais no Brasil. Os caminhos passam por educação de qualidade dada por quem ama o povo. A saúde é universal e todos somos responsáveis pelo irmão doente. A educação para o trabalho certamente minimizará as desigualdades e a pobreza. A pobreza extrema é uma mancha que pode e deve ser apagada da história do povo brasileiro.

 

Paulo Roberto G. Lessa paulinhogirao@uol.com.br

Fortaleza

*

VENEZUELANOS NO BRASIL

Depois que constataram que existem 22,7 milhões sem "empregos" no Brasil, de acordo com o índice fornecido pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), gostaríamos de saber se a leva de "hermanos" venezuelanos que está chegando ao País está incluída neste número ou não.

Arthur de Lucca arthurcaiolucca@gmail.com

São Paulo

*

BOLIVARIANISMO

Segundo Nicolás Maduro, a Venezuela está neste momento trágico por causa de "el imperialismo yankee". E, agora, milhares de venezuelanos estão fugindo para o Brasil, aquele país que "sofreu um golpe de Estado". Seria cômico, não fosse trágico.

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.