Fórum dos leitores

GOVERNO DILMA

O Estado de S. Paulo

11 Agosto 2015 | 03h00

Vale-tudo

Em cerimônia de entrega de casas do populista programa Minha Casa, Minha Vida, ontem, a presidente Dilma Rousseff disse ser contra o “vale-tudo” para atingir o seu governo. Também sou e acho que ela deve cair se aplicando a lei, diante de evidências comprovadas de irregularidades. Causou-me estranheza tal discurso, afinal, não valeu tudo para ganhar a eleição? Não foi ela mesma que disse que faria “o diabo” (e fez) para ser reeleita? Haja paciência!

SÉRGIO KOCINAS

sergio.koc@hotmail.com

São Paulo

Ditado popular

Nossa ilustre presidente condenou o vale-tudo contra o governo. Mas, para se reeleger, escolheu o vale-tudo, com “o diabo”, contra a oposição e até contra o povo brasileiro, com mentiras e falsas promessas. Passou um verdadeiro cheque sem fundos. Aqui se faz, aqui se paga, diz o ditado. Agora, que aguente ou peça para sair.

BASILIO JOSÉ BERNAL

bernal@roloflex.com.br

São Paulo

Cavaleira errática

A situação de Dilma Rousseff me traz à mente o herói da época medieval ibérica Rodrigo Díaz de Vivar, mais conhecido como El Cid, personagem sobre o qual certas lendas se mesclam a aspectos verídicos de sua vida, como, por exemplo, a de que, morto em combate, seu cadáver, devidamente paramentado para a guerra, teria sido posto sobre seu cavalo para liderar a batalha, como se vivo fosse, tais eram a admiração e a confiança que infundia em seus comandados e o respeito que inspirava nos inimigos. No nosso Brasil, ao contrário, o que se tem é uma presidente – ou um cadáver político – cavalgando errática, sem nenhuma credibilidade seja na sociedade, seja no seu próprio partido. Este, se antes já não constituía uma unanimidade em relação a ela, agora escancarou de vez sua rejeição e a humilha ao conceber a ideia de incorporar o ex-presidente Lula ao atual Ministério, fato inaudito em nossa história, salvo engano. Seria cômico, se não fosse trágico! Dilma, ao martelar obsessivamente, como o náufrago que se agarra à boia salvadora, a questão de sua vitória eleitoral – obtida, aliás, à custa de mentiras –, claramente finge ignorar que esse direito democrático, contudo, deslegitima governos incompetentes e corruptos, que levem o País à desmoralização e ao caos, enfim, à situação que estamos enfrentando.

CLÁUDIA SAMPAIO RONI

claroni@uol.com.br

São Paulo

Um ministério para Lula

O Partido dos Trabalhadores (PT) pretende colocar Lula em algum ministério. Seria, por acaso, o da Justiça, onde o titular, José Eduardo Cardozo, além de ser desafeto de Lula, não tem feito a “lição de casa” de impedir as investigações de corrupção pela Polícia Federal? Se isso ocorresse, Dilma ficaria na vitrine, enquanto Lula continuaria dando as cartas no Planalto. O PT só sairá do poder à força.

EDVALDO ANGELO MILANO

e_milano@msn.com

Limeira

Blindagem

Ocupar um ministério no desastroso e combalido governo de Dilma Rousseff pode ser a mais recente manobra do governo petista para que Lula ganhe foro privilegiado diante dos avanços da Operação Lava Jato. Não é preciso ser Sherlock Holmes ou o inspetor Maigret para perceber isso, porque são as coincidências que chamam a atenção. Bastou o antigo “companheiro” José Dirceu ser preso – e agora, sim, o ex-ministro da Casa Civil está realmente em apuros – para que essa possibilidade de blindar Lula viesse a ser cogitada.

FABIO DE ARAUJO

fanderaos@gmail.com

São Paulo

OPERAÇÃO LAVA JATO

Mesada

O sr. Luiz Eduardo Oliveira e Silva, irmão do mensaleiro e agora petroleiro José Dirceu, disse em depoimento à Operação Lava Jato que, sem pedir nada, recebia cerca de R$ 30 mil por mês, pagos pelo lobista Milton Pascowitch, “a título de ajuda para despesas variadas”. Gostaria de saber se este lobista não poderia pagar-me “apenas” R$ 10 mil por mês. Prometo declarar o fato fielmente à Receita Federal.

LUIZ ROBERTO SAVOLDELLI

savoldelli@uol.com.br

São Bernardo do Campo

‘Espontânea’?

Tenho dó dos ouvidos do juiz Sérgio Moro, porque ouvir do irmão de Dirceu que ele julgava ser uma contribuição “espontânea” a que recebia mensalmente nos faz chegar no mínimo a duas conclusões: ou o fulano é louco ou julga que 200 milhões de brasileiros são otários.

CARLOS E. CABRAL DE MELLO

cabral.porto@uol.com.br

Jundiaí

Alma santa

Também tenho “despesas variadas” e nem precisaria ser R$ 30 mil por mês. Dou recibo.

MANOEL BRAGA

manoelbraga@mecpar.com

Matão

Tradição

Quando criança, pela tradição espanhola, eu esperava ansioso o dia 5 de janeiro. Ia para a cama cedo e antes deixava meu calçado ao lado da cama, porque nessa noite os reis magos me deixariam o presente que lhes tinha pedido por carta. Que pena que hoje, já idoso, celetista aposentado com o salário-teto do INSS, não continuei com essa credulidade e enviei uma carta, como certamente o fez o irmão de José Dirceu, para Baltazar Pascowitch, que, com sua bondade cristã, ajuda os necessitados com mesadas de R$ 30 mil para despesas de sobrevivência.

OSVALDO RAUL GALINDEZ

osragal@gmail.com

São Paulo

Em família

Parece que é particularidade familiar. Aconteceu duas vezes com José Dirceu de Oliveira e Silva e agora se passa com seu irmão, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva. Ambos, apurou-se, tiraram vantagens dos cofres públicos – que, ao fim, são a origem do dinheiro que lhes foi dado. No caso do irmão, ele não poderia perder a chance de tirar uma casquinha de sua condição de irmão de ministro lobista, e recebeu, como confessou, uma substancial mesada. Diz ele que não pediu o dinheiro. Mas não foi do céu que lhe entrou no bolso a pensão mensal em espécie de R$ 30 mil, da qual certamente nunca prestou contas à Receita. Pelo precedente do sobrenome, talvez seja hora de fazer uma profunda análise do patrimônio, das declarações de renda, das prestações de contas à Justiça Eleitoral, etc., do deputado José Carlos Becker de Oliveira e Silva, ou Zeca Dirceu, filho do ex-ministro José Dirceu.

PEDRO L. DE CAMPOS VERGUEIRO pedrover@matrix.com.br

São Paulo

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadão.com

O PIOR DO BRASIL

Soberanamente apelativa e ridícula até para o raciocínio "dilmês" a idéia de um ministério para alguém prestes a ser denunciado pelo Ministério Público (MP)! Com a soberba e a ignorância transbordando, Lula evidencia o que há de pior no Brasil: o PT e seus asseclas. Considerá-lo para o Ministério das Relações Exteriores ultrapassa todos os limites, é de uma irresponsabilidade lesa-pátria, demonstrando quão desastrosas e visionárias são as políticas de Dilma Rousseff, exigindo de qualquer brasileiro ético uma atitude imediata para terminar essa bandalheira no governo federal de uma vez por todas. Fora Dilma! Fora Lula! Fora PT!

Antonio Carlos de Souza Queiroz Cardoso acardoso@acardoso.com

São Paulo 

*

MINISTÉRIO PARA LULA 

PT sonda Lula para ministério de Dilma... Esquisito, não é mesmo? Estaria Lula interessado em gozar do forum privilegiado, caso seja indiciado? 

Arnaldo de Almeida Dotoli arnaldodotoli@hotmail.com

São Paulo

*

SEGURANÇA MÁXIMA

Sobre a notícia de que o PT sonda ex-presidente Lula para ocupar um dos ministérios do governo Dilma, só se for para o Ministério do Presídio de Segurança Máxima de Presidente Venceslau.  

Cláudio Moschella arquiteto@claudiomoschella.net

São Paulo 

 *

MINISTRO LULA

Um excelente Artur Topgian ministério para  Lula, é o da corrupção.

topgian.advogados@terra.com.br

São Paulo

*

NOVO MINISTRO

Convidado, Ali Babá recusou para não sujar sua biografia...

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

*

LULA NA DEFESA

Está sendo levantada a possibilidade de Lula vir a ser ministro da Defesa, indo Wagner - que abomina como declarou publicamente, tudo o que se relaciona à segurança nacional - para o lugar de Mercadante. Há vantagens para Lula: foro privilegiado que o protegeria das garras do Moro e aviões para viagens privadas, a salvo de vaias constrangedoras. Fica também mais fácil de  localizá-lo e detê-lo, quando houver ordem de prisão contra ele. Seja bem-vindo, Lula!

Roberto Viana Santos rovisa681@gmail.com

Salvador (BA)

*

IDEIA DE JERICO

Na realidade, não me surpreende!  Essa idéia do PT de acomodar Lula em algum ministério de Dilma só pode ser ideia de jerico! Este governo, desprezado pela opinião pública, como se fosse cachorro morto, o que mais precisa é de um nome que agregue credibilidade e eficiência a esta gestão, diga-se, perdulária. E o que de bom poderá oferecer a este governo, que cai pelas tabelas, se, quando como mandatário da Nação, o ex-presidente apenas conseguiu apoio do Congresso porque permitiu que petistas e aliados montassem nas nossas estatais? Isto posto é bom lembrar que o mandato da Dilma está por um fio! E Lula, se tomar assento numa cadeira de ministro pode dar o empurrãozinho decisivo para o fim do PT, no poder desta República. E é exatamente o que deseja o povo brasileiro.     

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

GOLPE BAIXO

Se o PT chama de golpe qualquer manifestação de rua, panelaço ou alusão ao impeachment como manifestação contra o governo, o partido agora dá um descomunal exemplo de golpe baixo ao almejar Lula para um eventual ministério. Ou seja, reconduzí-lo ao poder para assumir um governo inviável e, de quebra, adquirir foro privilegiado em caso de decreto de sua prisão. Um partido em curso de implosão, prestes a virar pó, parece querer entrar deliberadamente para o lixo da história. 

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo  

*

O CERCO SE FECHA

Com o cerco se fechando a cada dia, resultado das delações premiadas que não poupam ninguém, a única saída possível para Lula escapar de ser condenado e detido pela Polícia Federal é virar ministro de qualquer pasta do governo Dilma, para gozar de foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF). Ao aceitar um ministério, estará assinando o recibo de seu envolvimento direto como corrupto-mor do mensalão, petrolão e eletrolão. A ver...

J.S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

*

DELAÇÃO PREMIADA

Estou pensando seriamente em fazer uma delação premiada. Ainda não fiz a formalização processual no Ministério Público, mas vou adiantar para os amigos: trabalho e pago impostos há 40 anos, acontece que nos últimos 13 anos estou repassando todos os meus tributos para manter uma quadrilha.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

*

VALE TUDO

Em notícia no portal IG, nossa presidente pede repúdio ao vale tudo na política, ora, pois. Só para lembrar, nas eleições mais recentes, a propaganda eleitoral do PT nas palavras de nossa presidente era o que, senão um vale tudo?

Manuel José Falcão Pires manuel-falcao@ig.com.br

São Paulo

*

ESQUECIMENTO

A ex-mãe do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Dona Dilmandioca Sapiens, desabafou se dizendo contra o vale tudo na política. Mas não foi ela mesma que enfatizou em meados de 2014 que "vale fazer o Diabo" para ganhar a eleição? Prometeu mundos e fundos e depois de eleita fez tudo ao contrário, fazendo justamente o que ela pregou que a oposição iria fazer! Ou seja, mentiu. Será que Dona Dilmandioca Sapiens pensa que o eleitorado é idiota, que não lê ou que não tem memória? Só falta ela dizer que a culpa da crise brasileira é da oposição, certificando que esta totalmente perdida!

Antônio Carelli Filho    palestrino1949@hotmail.com

Taubaté

*

DISCURSO DE DILMA

Ouvi e li na reportagem do Estadão (8/7), o discurso da presidente, quando da entrega das casas em Rio Branco, e fiquei pasmo quando notei que os srs. repórteres desse conceituado jornal não fizeram nenhum reparo ao conteúdo, quando ela diz com todas as letras que trabalhará diuturnamente e noturnamente pela estabilidade da nossa economia. Juntando isso com a notícia de que o PT quer que Lula seja ministro, faz-me lembrar daquele personagem do Jô Soares, o "Exilado Político". Quanta mediocridade!

Luiz Antonio Belnuovo atocirurgicolab@gmail.com

São Paulo

*

SEM PUDOR

O nobre professor Ricardo Rodriguez que me perdoe. O preço que a sociedade brasileira está pagando pelo seu despertar é muito caro, não só do ponto de vista monetário, como também do ético. Por um lado, o dinheiro já foi e pelo que já se viu neste país jamais retornará, exceto aquele da delação premiada. Por outro lado, é deplorável e degradante que aqueles discursos que se presumiam honestos, mesmo que eivados de uma ideologia fracassada, tenham sido elaborados com uma desfaçatez tanto ou maior que próprio escândalo. E o líder mor, que só falta deitar para ser considerado um cadáver, continua empunhando, sem nenhum pudor, sua bandeira vermelha e não cora de vergonha.

Éden A. Santos  edensantos@uol.com.br

São Paulo

*

Presidenta Dilma, tenha um ato de grandeza: se ainda tem um pouco de amor pelo Brasil, pelos brasileiros e a dignidade de uma mulher forte: renuncie já! 

Wilson Lino wiolino@yahoo.com.br

São Paulo 

*

PANELAÇO

Acabei com a minha panela de tanto bater nela, no último panelaço. Mais um prejuízo causado por esse governo.

Marcelo de Lima Araújo marcelodelimaaraujo@yahoo.com.br

Mogi das Cruzes 

DAQUI NÃO SAIO, DAQUI NINGUÉM ME TIRA 

Todos os índices piorando, todo mundo reclamando, o País afundando e a presidente? Pedalando, pedalando, pedalando...

Eduardo Augusto Delgado Filho e.delgadofilho@gmail.com

Campinas

*

CENÁRIO SOMBRIO

Na contramão da propaganda do PT, com direito aos atores Dillma, Lulla e o decadente ator Zé de Abreu mostrando um país maravilhoso, melhor do que o anterior de FHC, que na história já virou carcaça óssea de tão velha. Demitidos de São Paulo - locomotiva do Brasil - esperam até três meses para receber homologação da rescisão de contrato, com documentos necessários para receber seguro-desemprego e FGTS! Conforme os sindicatos, a procura pela homologação "cresceu 700%" em julho, em relação ao mesmo período de 2014. Os únicos empregos gerados ultimamente são nos sindicatos, que estão aumentando funcionários para acelerar essas desonerações, as quais no Ministério do Trabalho estão demorando até seis meses. Este é o cenário da propaganda do PT!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

ESCOLHAS

Não sei o que incomoda mais: a presidente Dilma andando de bicicleta ou o prefeito Haddad andando de helicóptero.

Luíz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo 

*

FABIO PORCHAT

Sr. Fábio Porchat, sou médico e fiquei indignado com sua coluna deste domingo (9/8). Em muitas ocasiões me deparei com essa visão equivocada dos pacientes, quando recebem um diagnóstico de virose. Espero que o senhor saiba que há incontáveis espécies de vírus que podem provocar doenças em seres humanos. Conhecemos muitos, mas estamos longe de identificar todos. Até porque eles são capazes de sofrer mutações, criando novas doenças ou sendo capazes de infectar o ser humano, quando antes só o faziam em outras espécies de hospedeiros. O que quero dizer é que as viroses são doenças extremamente comuns e uma enorme parte delas é de evolução auto limitada, não têm tratamento específico e não deixam sequela no paciente. Estes fatos batem de frente com a expectativa que muitos indivíduos têm de receber medicamentos que lhes retirem, magicamente, o mal de que padecem, sem compreender que os médicos não possuem remédios para todas as doenças e que o nosso maravilhoso organismo é capaz de se autocurar muitas vezes com a produção de anticorpos contra os tais vírus          (a consolidação de uma fratura óssea ou a cicatrização de uma ferida, por exemplo, também são processos autocurativos). É uma questão de tempo e nos nossos tempos muitos se acham sem tempo para dar tempo ao tempo, mesmo quando orientados por um profissional habilitado, informando que é esse o melhor remédio disponível. Dada a elevada frequência com que tais eventos ocorrem, como muitos pacientes mal informados, o senhor desqualifica a profissão médica como um todo de forma injusta e desrespeitosa. Que pena, pois a enorme visibilidade do espaço que o senhor tem no jornal merecia um enfoque mais inteligente e menos preconceituoso. Em tempo: Na mesma coluna, o senhor se refere a um medicamento, citando a marca registrada por um laboratório multinacional, o Tylenol. Não faça mais isso, o senhor está difundindo uma marca num espaço não adequado para fazê-lo. É antiético, levanta suspeita de que o autor possa estar “levando algum”. Use o nome do princípio ativo, no caso Paracetamol ou Acetaminofen.

Walter Labonia Filho walterlaboniawp@uol.com.br

São Paulo

*

ARTIGO SOBRE SAÚDE

Como pode um jornal desse nível publicar um artigo medíocre (Fabio Porchat) sobre um problema tão sério como a Saúde? Ridiculariza o leitor, o paciente e o médico.

Laerte Noznica noznica@me.com

São Paulo

*

REUNIÃO FESTIVA 

Recente pesquisa afirma que 81% dos brasileiros, a partir dos 16 anos, temem ser assassinados. A situação política, econômica e social do País, em meio a uma corrupção jamais vista, equilibra-se à beira do precipício. Diante desse panorama, vemos estampada no Estadão, a linda foto colorida da "presidenta-sapiens" reunida com seus ministros e governadores, todos francamente risonhos... Estariam rindo de que mesmo? 

Edméa Ramos da Silva paulameia@terra.com.br

Santos 

*

MEDIDAS NECESSÁRIAS

Convoca o Planalto líderes partidários da base aliada, além do vice Michel Temer, para tratar de temas importantes para a governabilidade da Nação. Entretanto, são muitas as reuniões e poucas as ações, tais como as referentes à diminuição dos ministérios, diminuição da máquina administrativa e O fechamento dos ralos por onde fluem montantes enormes de numerário público. Na realidade, o povo quer ver medidas sendo postas em prática, porque a hora de conversas e reuniões já aconteceu. O povo quer ver para crer, da mesma forma que os empresários e os investidores.

José Carlos de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

*

PATRIOTISMO

A presidente se elegeu por meio de embuste e, provavelmente, do dinheiro da corrupção. Tais atitudes, para quem não tem ética e moral, são válidas. Mas o povo já mostrou que não concorda. Se sobrou algum resquício de vergonha e patriotismo, renuncie.

André C. Frohnknecht caxumba888@gmail.com

São Paulo

*

PEDALADAS

É simplesmente ultrajante a foto publicada (10/8, A4) em que certa senhora aparece com um sorriso insano e equipamentos caríssimos dando pedaladas em Brasília. Alheia ao horror que produziu, parece gostar de afrontar o Tribunal de Contas da União (TCU), que julga as pedaladas que infelicitaram a Nação. 

Nelson Penteado de Castro pentecas@uol.com.br

São Paulo

*

LEGITIMIDADE DO VOTO

Precisamos lembrar à mulher Sapiens Dilma que Collor também tinha legitimidade do voto e deu no que deu!

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

*

*

REJEIÇÃO À DILMA

A nossa super rejeitada “presidenta”, repudiada pela grande maioria do povo, ainda se julga legítima para governar?

Sergio Diamanty Lobo   diamanty18@gmail.com

São Paulo

*

NUNCA ANTES

O Brasil já teve presidente suicida, louco, megalômano e até analfabeto: Getúlio, Jânio, Collor e Lula. Mas pela primeira vez se instala a incapacidade na Presidência. 

Júlio Cruz Lima Neto

São Paulo

*

DISCURSO VAZIO

Lula, Dilma e o PT desconhecem que dignidade e moralidade públicas não se discursam, mas se praticam!

Francisco José Sidoti fransidoti@gmail.com

São Paulo 

*

MORTE DE TRAFICANTE

É surpreendente a família do traficante Playboy, morto pela polícia na última semana, alegar que se tratou de uma execução. Sem nenhuma defesa da polícia, até por já terem cometido atos por demais condenáveis, será que a família do traficante achava que ele usava anestesia, quando executava as suas vítimas ou recebia a polícia a balas?

M. Mendes de Brito  voni.brito@gmail.com

Bertioga

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.