Fórum dos Leitores

.

O Estado de S. Paulo

28 Janeiro 2017 | 03h04

CORRUPÇÃO

Ligações perigosas

Em 2009 o empresário Eike Batista foi considerado o homem mais rico do Brasil e oitavo do mundo, segundo a revista Forbes. Não podemos esquecer que as suas empresas foram alavancadas nos governos petistas de Lula e Dilma Rousseff. Por enquanto, só Sérgio Cabral se encontra preso e chegou o momento de a Operação Eficiência fazer jus ao seu nome. A história está apenas começando, vamos em frente e construir um novo Brasil, que seja motivo de orgulho para todos nós.

LUIZ FELIPE SCHITTINI

fschittini@gmail.com

Rio de Janeiro

Eike a caminho das grades

Eike Batista, para muitos um gênio, agora com a Operação Eficiência no seu encalço, já é considerado foragido da Justiça e dos mais procurados do mundo. Esse empresário, que encontrou todas as facilidades durante a corrupta gestão petista, quase conseguiu realizar seu sonho de ser o homem mais rico do planeta, enquanto pagava gordas propinas. Dos US$ 100 milhões que a Polícia Federal e a Procuradoria da República descobriram em contas do encarcerado ex-governador do Rio Sérgio Cabral no exterior, US$ 16,5 milhões ele recebeu de Eike em bancos no Panamá e no Uruguai. O foragido está no exterior, mas seu advogado diz que ele vai se entregar. Se assim for, será um potencial novo delator-bomba, porque não vai querer apodrecer na cadeia. Lula e seus camaradas corruptos que se cuidem, pois foi durante a sua gestão no Planalto que Eike conseguiu empréstimos de pai para filho no BNDES, além de outras facilidades...

PAULO PANOSSIAN

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

BNDES

E agora, finalmente, os holofotes vão para Luciano Coutinho. Já não era sem tempo.

CECILIA CENTURION

ceciliacenturion.g@gmail.com

São Paulo

INDICAÇÃO AO STF

Ives Gandra Filho

Não procedem as críticas ao ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, publicadas na edição de 26/1 pela colunista Sonia Racy. Eu o afirmo com o conhecimento adquirido em 12 anos de convivência quase diária. Além de colega, fui seu presidente no Tribunal Superior do Trabalho, o que me permitiu aferir suas qualidades. O depoimento do advogado Sérgio Bermudes exala, por motivo que desconheço, certa dose de antipatia que o impede de julgá-lo de maneira isenta. O ministro Ives é homem simples, culto, de refinada educação, preocupado com a realização concreta do Direito. Dotado de ilibada reputação e de notável saber jurídico, satisfaz os requisitos constitucionais para exercer o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

ALMIR PAZZIANOTTO PINTO

pazzianottopinto@hotmail.com

São Paulo

Nos últimos três dias assistimos com pesar aos ataques veiculados pela imprensa ao ministro Ives Gandra Martins Filho. Frases distorcidas, descontextualizadas, acinzentam a reputação de uma das personalidades mais éticas deste país. Palavras empregadas em tons deformados e nunca pretendidos pelo ministro fazem injúrias à sua reputação, uma das poucas ilibadas neste país. Na quinta-feira, texto intitulado Indicação para o STF é questionada, de Sonia Racy, diz que a coluna Direto da Fonte teria recebido inúmeros telefonemas contrários à indicação do ministro Ives Gandra Filho. Identificado há só um. É triste que as acusações sejam anônimas ou de pessoas de reputação controversa e questionável. Dou meu testemunho pessoal sobre a seriedade e ética do ministro Ives Gandra Filho, acerca do qual são também falsas as imputações violentas de homofóbico e xenofóbico.

FABIANA RIBEIRO BASTOS

fabianacrbastos@hotmail.com

São Paulo

EM SÃO PAULO

Pichações e pichadores

Delito de baixo teor ofensivo?! Matar a pancadas um jovem profissional da odontologia e ferir gravemente seu pai idoso, simplesmente porque saíram do interior de sua casa durante a madrugada para verificar o que acontecia, já que um grupo de desocupados alcoolizados insistia em emporcalhar a fachada do imóvel construído com amor e sacrifício? Danificar e invadir patrimônio particular e público, causando prejuízos materiais e até psicológicos, pergunto: até quando? Pichadores são apenas seres invejosos e problemáticos que não têm competência para ser grafiteiros e insistem, de forma covarde, em agredir a cidade onde vivem. Punição e tratamento é o que se faz necessário. Respeitar se aprende respeitando.

VERA A. VAILATI BERTOLUCCI

veravailati@uol.com.br

São Paulo

Crime ambiental

Grafite ou pichação em paredes alheias, sem prévia autorização, é crime! Não há o que discutir. E nenhum “artista” pode impor sua obra a quem quer que seja. Lugar de arte é museu ou galeria. Ou a casa de quem a aprecia.

LUCIA MENDONÇA

luciamendonca@terraCom.br

São Paulo

Cidade feia

Avenida Paulista emporcalhada, Monumento às Bandeiras e estátua de São Paulo pichadas de vermelho, bonito e artístico grafite pichado na 23 de Maio... Desrespeito dos que odeiam São Paulo. Em tempo: os que se dizem despossuídos podem gastar o que não têm comprando latas de tinta spray para “protestar”?

RICARDO HANNA

ricardohanna@bol.com.br

São Paulo

Torcida contra

Para os petistas o que importa é ser do contra. São contra a velocidade máxima nas marginais, contra limpar a cidade das pichações e o serão sempre em qualquer feito que não seja do PT. Tanto na Prefeitura de São Paulo quanto no governo federal, cujo presidente fez parte da chapa de Dilma e eles o elegeram, os petistas torcem para dar tudo errado, só para depois alegarem: eu não falei? O Brasil não importa. Só o que importa é o partido.

ANGELA MARIA DE SOUZA BICHI

angela_bichi@hotmail.com

Santo André

Museu de arte de rua

Barulho demais com algo de simples solução: visitem o site thewinwoodwalls.com e vejam uma atração imperdível de Miami, um espaço público exclusivo revitalizado, gratuito, com diversas opções de gastronomia e lojas descoladas de arte e decoração ao redor. São obras de arte legítimas, muito visitadas e apreciadas por habitantes locais e por turistas do mundo todo. Por que não criar algo semelhante por aqui? Bastaria pôr à disposição paredes e muros para a exibição dos trabalhos ao ar livre.

MEIER STRENGEROWSKI

mauro@opeco.com.br

São Paulo

“O mapa da mina: dize-me com quem andas e te direi quem és...”

ROBERTO TWIASCHOR / SÃO PAULO, SOBRE NECESSÁRIA INVESTIGAÇÃO DA OPERAÇÃO LAVA JATO RELACIONADA 

À ESTREITA AMIZADE ENTRE LULA E EIKE BATISTA

rtwiaschor@uol.com.br

“Na equação da corrupção, Eike é o xis da propina”

A. FERNANDES / SÃO PAULO, IDEM

standyball@hotmail.com

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

CORRUPÇÃO NO BRASIL

No recém-divulgado relatório da ONG Transparência Internacional sobre corrupção, abrangendo 176 países, o Brasil aparece num vexatório e humilhante 79.º lugar no ranking da perpecpção mundial da corrupção (empatado com China, Índia e Belarus), apontado entre os que mais perderam posições nos últimos cinco anos. Cabe, pois, ao presidente Michel Temer agir com a máxima celeridade e seriedade necessária para que o País deixe de figurar entre os mais corruptos do mundo. Que o lema da bandeira nacional seja aplicado: ordem política e progresso social. Muda, Brasil!

J. S. Decol decoljs@gmail.com

São Paulo

*

A NAU DE CABRAL FOI A PIQUE

Para começar, é uma alentadora notícia a Justiça conseguir repatriar R$ 265 milhões em diamantes e barras de ouro de Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, que correspondem a US$ 80 milhões dos US$ 100 milhões que a Operação Calicute encontrou em contas no exterior. Sem dúvida que a calamidade financeira do Rio de Janeiro tem dois "sócios" autênticos: o ex-governador Sérgio Cabral e o "habituê" das páginas da revista "Forbes", o empresário Eike Batista. Disse o procurador da República Leonardo Cardoso de Freitas que o patrimônio dos membros da organização chefiada por Sérgio Cabral é "um oceano ainda não completamente mapeado". Quanto tempo Cabral passará atrás das grades? A pena máxima no Brasil é de 30 anos. O ex-presidente da Eletronuclear, que desviou R$ 12 milhões, foi condenado no ano passado a 43 anos de prisão. José Dirceu, por muito menos, foi condenado por Sérgio Moro, na Lava Jato, a 23 anos de prisão. Tendo em vista que ainda há muito mais relativo e esta roubalheira no Rio, podemos estar certos de que Sérgio Cabral terá um contrato de locação no presídio de Bangu por longo tempo, convivendo com quentinhas e banho frio. Está escrito em "Gálatas" 6:7: "Aquilo que o homem semear isso também ceifará".

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

*

PRISÃO DOMICILIAR

Só falta depois de todas estas descobertas pela Polícia Federal sobre o ex-governador Sergio Cabral e sua quadrilha instalada para saquear o governo do Estado do Rio de Janeiro ele ficar em prisão domiciliar com tornozeleira. Ah, e se ficar preso, pois com este nosso Judiciário... Vai ser um tapa na nossa cara.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

*

EIKE BATISTA

Era uma vez um grupo empresarial de um senhor que foi apoiado e financiado ricamente pelo ex-presidente Lula e seu governo. Era considerado um gênio dos negócios e fazia parte de projeto megalomaníaco para formar os chamados "campeões nacionais". Tratava-se do Wunderkind Eike Batista e seu Grupo EBX. Faziam parte desse grupo setores chamados MPX, OGX, MMX, OSX, LLX e CCX. E suas promessas de grandes lucros, com o aval do governo Lula, causaram mesmo foram grandes prejuízos a muitos agentes financeiros. Hoje, o sr. Batista está foragido e procurado pela Interpol por golpe internacional. Era tanta megalomania, tanta incompetência, havia tantos "X" que só podia dar uma coisa: "xabu". Mais uma mancha negra nos negócios brasileiros no exterior que nossos filhos e netos terão de limpar. Mais uma triste herança de Lula.

 

Silvano Corrêa scorrea@uol.com.br

São Paulo 

   

*

EIKE FORAGIDO

Com certeza estaria na casa de algum "colega político" aqui ou em algum paraíso fiscal, onde "a polícia não tem acesso".

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

COMPANHEIRO EIKE

Lula já tem um companheiro ideal de cela: Eike Batista. Ambos são megalomaníacos, arrogantes, mentirosos e não têm diploma de curso superior.

Carlos Alberto Roxo roxo_7@terra.com.br

São Paulo

*

DIPLOMA

Agora, sem diploma universitário, Eike Batista não terá cela especial. Verá a falta que ele faz.

Moisés Goldstein mgoldstein@bol.com.br

São Paulo

*

O ADVOGADO DO EMPRESÁRIO

Se Eike Batista fugiu do País pouco antes de sua prisão; se seu atual advogado trabalhou na Polícia Federal de 2004 a 2015, quando se desligou e passou a servir como advogado ao empresário; não seria o caso de ele ser preso também? Numa provável delação, mataria dois com uma cajadada só. Contaria o destino do empresário para facilitar a vida da Interpol e denunciaria quem o ajudou dentro da PF. Precisamos passar o País a limpo de cabo a rabo, e funcionário público que vende informações também é corrupto. Rua!  

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

INDIGNAÇÃO

O Rio de Janeiro continua lindo, mesmo com a divulgação de notícias envolvendo figuras conhecidas e que ao longo de muitos anos ocuparam cargos de destaque na vida pública ou empresarial. As ações policiais detiveram um ex-governador e é procurado um grande empresário. Cabe a indagação, ou seja, até quando pessoas desse nível se julgarão no direito de desviar verbas públicas, praticando falcatruas que são inaceitáveis?

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

*

OPERAÇÕES SANEADORAS

A continuidade das operações judiciais que apuram o assustador volume de corrução entre gestores públicos e setores do empresariado brasileiro, que esta semana tentava localizar e prender uma notória figura dessa triste realidade, deixa toda a opinião pública perplexa. Urge, assim, que tais ações sejam incrementadas, objetivando a sanar a vida pública nacional dessas irregularidades, que prejudicam uma imensa parcela de nossa humilde e trabalhadora população.

José de A. Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

*

MOMENTO DELICADO

Ainda não há consenso sobre o melhor critério para escolha do nome que irá substituir o ministro Teori Zavascki na relatoria da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Realmente, todo cuidado é pouco, o momento exige agilidade, habilidade e prudência. O primeiro passo para que a Operação Lava Jato não pare já foi dado. A presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, autorizou que os 77 delatores da Odebrecht sejam ouvidos novamente, por juízes auxiliares, com isso ganha um precioso tempo até a escolha do novo relator. Aí é que são elas!  Sorteio entre os quatro da segunda turma da Corte, da qual Teori fazia parte; ou entre os nove do plenário; ou, ainda, passar o legado de imediato ao ministro revisor, no caso, o decano Celso de Mello? São as três possibilidades mais prováveis de acontecer. Se pudesse apostar, jogaria todas as fichas na terceira hipótese. Por quê?  Ora! O Brasil em peso assiste de camarote a essa decisão, e a ministra presidente, que é ágil, hábil e prudente, sabe que, se o placar eletrônico parar num dos ministros sobejamente criticados pela opinião pública, a imagem do Supremo, que não anda lá essas coisas, ficará ainda mais desgastada. Aí, sabem como é, né? Recaia em quem recair, comentários do tipo "muito cômodo para a ministra", "o placar está viciado", "aí tem coisa" e outras dúvidas pertinentes relacionadas a sorteios irão lotar as redes sociais.  Então, para que arriscar?

 

Sérgio Dafré sergio_dafre@hotmail.com

Jundiaí

    

*

SORTEIO NÃO

A ministra Cármen Lúcia cometerá um grande equívoco se submeter por sorteio o novo ministro relator da Lava Jato no STF. A maior parte do povo que foi às ruas acha que os ministros Lewandowski e Dias Toffoli soltariam todo mundo e ainda mandariam prender quem acusou, como muito acertadamente afirmou Fernando Gabeira em seu artigo no "Estadão" (27/1, A2). Ela deve assumir a homologação e tocar adiante o processo no que lhe cabe.

Michel A. Khouri michelkhouri99@gmail.com

Curitiba

*

QUE PAÍS É ESTE?

Renan Calheiros faz parte das conversas para escolha do novo ministro do Supremo Tribunal Federal? Não existe mais sentimento de indignação neste país?

Luiz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

O DESTINO DO BRASIL

O País perde com a morte do ministro Teori Zavascki, ex-relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Agora vem a indicação do presidente Michel Temer, envolvido em crime eleitoral no Tribunal Superior Eleitoral. Ele recebeu em 2014 R$ 10 milhões, propina da Petrobrás. A nomeação do novo membro desse egrégio colegiado tem de passar pela sabatina no Senado, onde há 13 parlamentares envolvidos e indiciados pela Justiça por esquema de corrupção. Fico pensando qual será o destino do Brasil. É um absurdo ter de conviver atualmente com tantas sujeiras podres. O dinheiro roubado faz falta à saúde e à educação.

Manoel Limoeiro Manoel manoeljs127773997@hotmail.com

Recife

*

ACREDITE QUEM QUISER

A Aeronáutica indica desorientação do piloto como causa do acidente que vitimou o ministro Teori Zavascki no mar de Paraty (RJ). Ora, cá entre nós, a Aeronáutica pode falar o que ela bem entender, até porque o único que poderia contestá-la é o piloto, que está morto. Pano rápido!

Maria Elisa Amaral marilisa.amaral@bol.com.br

São Paulo 

*

SUPREMO EQUÍVOCO

Rodrigo Janot, procurador-geral da República, pediu ao Supremo Tribunal Federal o arquivamento do processo por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Lava Jato atribuídos ao senador Lindbergh Farias. Cá entre nós, agora aguente o "lindinho" na tribuna do Senado posando de imaculado. Sem ironia, por favor!

 

Eleonora Samara eleonorsamara@bol.com.br

São Paulo

*

OS ELEFANTES BRANCOS DA COPA 2014

Somente agora a imprensa esportiva brasileira atentou-se para os elefantes brancos da Copa do Mundo de Futebol de 2014, que não se limitam apenas às 12 arenas de futebol, mas consistem nas centenas de obras inacabadas por todo o Brasil, utilizadas apenas para desviar dinheiro público para empresários, corruptos, governantes, partidos e políticos inescrupulosos. As consequências são irrefutáveis: Estados e cidades falidas, sem dinheiro para honrar as despesas mandatórias (pagamento dos servidores ativos e inativos, para citar apenas uma vergonha). Quanto às arenas de futebol, todas estão deficitárias e abandonadas, com exceção do Estádio do Corinthians, que dizem ser particular, mas que foi construído com dinheiro público com benefício fiscal, portanto, dinheiro público. Questões que nenhum jornalista esportivo ousa investigar e esclarecer para o contribuinte brasileiro: 1) o terreno foi doado pela Petrobrás? 2) O que foi feito da tubulação de combustível da Petrobrás que estava (ou ainda está) no terreno? O estádio comporta apenas 41 mil lugares, qual foi a barganha que possibilitou a aprovação do estádio para a abertura da Copa 2014, se a Fifa exige o mínimo de 65 mil lugares? O que foi feito dos "puxadinhos" de arquibancadas para aumentar a capacidade do estádio de forma enganosa, apenas para receber os benefícios de financiamento do BNDES? Muitas perguntas sem respostas ou que nunca serão respondidas. Conclusão: o Brasil perdeu muito mais que os 7 a 1 da Alemanha, mas o Corinthians foi beneficiado com um "presentinho" da Odebrecht e da Petrobrás para Lula, com os devidos benefícios fiscais e financiamento do BNDES.

Vagner Ricciardi vb.ricciardi@gmail.com

São Vicente 

*

FINALIDADE

É conhecida, clara e evidente a situação caótica em que se encontram os estádios de futebol (elefantes brancos) no Brasil. Foram construídos, reformados e ampliados desnecessariamente e até em número maior do que o exigido pela própria Fifa para realizar a Copa 2014 no Brasil. Infelizmente, chegamos a uma única conclusão: tudo isso só serviu para encher com o nosso dinheiro os bolsos dos envolvidos (políticos, construtoras, aliados e agregados) corruptos, né, não?

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

JURO EXTORSIVO

Lemos no "Estadão" de quinta-feira que o juro do rotativo do cartão de crédito hoje é de 484,6%. Mas pera aí, o governo meses atrás não convocou entrevista coletiva com os principais meios de comunicação e os "cabeças pensantes" da economia para dizer que iria baixar os quetais? O que aconteceu que ainda não funcionou? Os banqueiros não concordaram? Não tinham combinado com eles antes? Assim não dá!

Arthur de Lucca arthurcaiolucca@gmail.com

Goiânia

*

O RIO DE JANEIRO CONTINUA FALIDO...

Escolha equivocada de local para o Jogo da Amizade, entre Brasil e Colômbia, na quarta-feira, atrai pouco público pagante.

Sergio S. de Oliveira ssoliveiramsm@gmail.com

Monte Santo de Minas (MG)

*

O MURO DE DONALD TRUMP

Será que o muro que Donald Trump pretende construir na fronteira entre EUA e México é mais nocivo do que aquele que os soviéticos construíram em Berlim, que, ao invés de proibir e entrada de imigrantes à procura de liberdade, proibia o povo de deixar o inferno comunista? 

Paulo R. Kherlakian Paulokherlakian@uol.com.br

São Paulo 

*

SOLUÇÃO

Se um muro pode impedir ou dificultar o tráfico de drogas, podemos pensar nessa solução para o Brasil. 

Nagib Anderáos Neto neto.nagib@gmail.com

São Paulo

*

O BRASIL E O MURO

O Itamaraty "se preocupa" com o muro entre EUA e México. O que foi, sr. Michel Temer, virou esquerda Coca-Cola? Parece Dilma Rousseff! É problema entre dois países soberanos. Quem chamou o Brasil para dar palpite? Será que nossos problemas são poucos para você criar outro? E com os EUA ainda. A troco de quê?

Milan Trsic cra612@gmail.com

Ribeirão Preto 

*

COM A FACA NOS DENTES

Pela velocidade no andar da carruagem, o presidente dos EUA, Donald Trump, deveria agir com mais calma e tirar a "faca dos dentes". Não pode esquecer que seus imóveis, especialmente o Tower Trump, poderão ser alvos fáceis de terroristas da laia do Estado Islâmico, da mesma maneira como ocorreu na tragédia das Torres Gêmeas. Portanto, é necessária muita calma nessa hora. 

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

CAMINHOS EQUIVOCADOS

Dilma Rousseff, quem diria, fez escola! O novo presidente dos Estados Unidos pensa como ela: Dilma sempre falou que o meio ambiente era um obstáculo para o desenvolvimento do País; Trump também pensa assim. O novo líder do mundo livre já anunciou que vai acabar com as agências reguladoras que disciplinam ações que possam prejudicar o meio ambiente, uma atitude que Dilma assinaria embaixo. Trump anunciou também que não vai mais estimular as energias limpas e vai incentivar o uso cada vez maior de petróleo, uma atitude que levaria Dilma Rousseff às lágrimas de alegria. É um pena ver a maior economia do planeta seguir por caminhos tão equivocados. Só nos resta torcer para que Donald Trump tenha o mesmo destino que sua mentora, Dilma Rousseff. 

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

*

NOSSO PEQUENO TRUMP

Os paulistanos, como eu, não se tinham dado conta de que elegeram para prefeito de nossa cidade um "pequeno Trump". Como primeira semelhança, o novo prefeito, João Doria Jr., também é empresário de sucesso. É extremamente vaidoso e gosta de aparecer na mídia. Mas a semelhança não para aí. Se observarmos suas primeiras ações, veremos que ele segue os mesmos passos do presidente americano, utilizando, como o artigo do colunista Leonid Bershidsky publicado na quinta-feira no "Estadão" menciona, táticas conhecidas como "conflito diversionista". Ou seja, ele faz um tremendo carnaval com medidas pouco importantes, como a velocidade nas Marginais e a ação de pichadores, desviando a atenção da população para os reais problemas da cidade, como saúde, educação e segurança. Vamos ao que interessa, prefeito! Não adianta ficar se fantasiando de gari, de inspetor de trânsito, etc.

José Claudio Marmo Rizzo jcmrizzo@uol.com.br

São Paulo

*

LIMITES NAS MARGINAIS

O juiz Manoel Fonseca Pires, que barrou o retorno das velocidades nas Marginais para aquelas que sempre foram utilizadas, demonstra claramente a desconexão do Judiciário para com a realidade da população. Para quem vive com mais de R$ 30 mil de salário, carro oficial com motorista, duas gordas férias forenses por ano, salário integral ao se aposentar, além de outros "penduricalhos" apensados ao holerite, 20 km/h a mais ou a menos não é o que fará diferença.

 

Frederico d'Avila fredericobdavila@hotmail.com

São Paulo

*

SOSSEGA LEÃO

Sou favorável à redução dos limites de velocidade nas Marginais. Uma coisa que muito chamou minha atenção é que, com a redução dos limites, o tráfego em São Paulo tomou um "sossega leão" e ficou mais regular, comportado e menos agressivo - muito melhor para a cidade. Isso melhora o fluxo, aumenta a capacidade da via, reduz o consumo de combustível, o ruído urbano, as emissões de poluentes, melhora a segurança do tráfego, reduz o estresse dos motoristas e da população exposta nas ruas, minora as colisões e os acidentes em geral e suas fatalidades. Quem não concorda com essas obviedades, provavelmente, é um chipanzé enlatado.

   

Olimpio Alvares olimpioa@uol.com.br

Cotia

*

MONUMENTO PICHADO

João Doria é realmente inocente. Tirou foto em praça pública com o cardeal e falou que lugar de pichador não é em São Paulo. Então, ele também é preconceituoso? Está enchendo um prato para os anarcoterroristas que há 13 anos assumiram o poder. 

Flávio Prada flavioprada39@gmail.com

São Paulo

*

XADREZ PARA VÂNDALOS

A tinta vermelha atirada por um jornalista (sic) de nome Pedro do Amaral Souza, sobre a estátua do apóstolo Paulo na Praça da Sé, no exato dia em que a cidade de São Paulo completava 463 anos, é mais um triste episódio que bem retrata a insanidade de quem faz da ruína urbana a razão de sua vida. No mesmo dia em que a cor vermelha - sempre o vermelho! - era lançada sobre a estátua na Sé, vândalos se compraziam em destruir um mural do renomado grafiteiro Eduardo Kobra, na Avenida 23 de Maio - um dos artistas urbanos mais conceituados do mundo e de quem o prefeito João Dória declarou-se fã - o que parece ter sido a senha para os agressores destruírem o seu mural. Acredite quem quiser, esse delito é tido como "sem gravidade", e, por conseguinte, não há norma eficaz para inibir a ação antissocial como a desse "jornalista", que, detido em flagrante delito, foi liberado logo após. Os bens municipais ora danificados (ou destruídos) juntam-se a outros recentemente vandalizados, como o Monumento às Bandeiras, no Ibirapuera, e a estátua do Borba Gato, no Alto da Boa Vista - apenas para citar alguns. Senhores, às favas o politicamente correto: esses infames só entendem a linguagem da força. Cabe ao Estado pôr ordem na casa. Tolerância zero, "cassetete democrático" e um longo xadrez para esta malta de desocupados!

 

Silvio Natal silvionatal49@gmail.com

São Paulo

*

PICHAÇÃO X ARTE

A propósito da espantosa polêmica que se estabeleceu sobre ser a pichação arte ou não, defendo que essa conceituação é irrelevante e está correto o prefeito Dória nas intervenções que promove na cidade a fim de conter a degradação urbana de que têm sido vítimas não apenas a cidade de São Paulo, mas milhares de cidades brasileiras. A pichação, o grafite e outras formas pictóricas cuja manifestação ocorre nas paredes das edificações públicas e privadas das cidades, são exemplos de expressão artística são manifestações subjetivas e, na maioria, das vezes, representam preferências estéticas peculiares que não são compartilhadas por todo o corpus social. Quando essas intervenções ocorrem sem autorização em edificações privadas são em geral motivo de conflitos, que já resultaram em mortes na cidade de São Paulo. Logo, não é admissível que a autoridade máxima municipal seja conivente com formas de expressão que resultem em violência ou danos ao patrimônio público e privado, sendo necessária a firme intervenção para prevenir conflitos e prejuízos materiais. Em locais públicos o ideal seriam esculturas ou grafites de artistas consagrados, escolhidos mediante edital público. Além disso, o município pode realizar cursos para formação dos jovens que queiram aprimorar a sua forma de expressão artística. Diante dessa obviedade, é curioso que ainda reste a mínima dúvida sobre o que fazer em linhas gerais com as pichações: é lógico que as pichações precisam ser apagadas e que os pichadores coibidos, na forma da Lei. Não obstante, nada impede que um mecenas promova dentro da sua propriedade, desde que não imponha uma estética subjetiva a todos, uma exposição das "melhores pichações", sem patrocínio da Lei Rouanet. Afinal, se é arte como dizem alguns, certamente esses apreciadores se disporiam a pagar ingresso para ver as tais obras, mas, para a cidade a pichação sempre será degradação e, nesse caso, será melhor a neutralidade do cinza ou do verde ou do azul.

Airton Reis Júnior areisjr@uol.com.br

Guarulhos 

*

REMÉDIOS PARA QUÊ?

Impressionante como, entra governo e sai governo, o povo continua descendo ladeira abaixo. Humilhado, roubado, espoliado, e os donos do poder distribuindo saúde, sorrisos, dinheiro (para os amigos), tapinha nas costas, aparentando a riqueza que roubaram dos cidadãos. E ninguém faz nada. Nem pensem em STF. Lá também são os donos do poder. Faltava o golpe de misericórdia para acabar com os pobres. Agora já não falta mais. Há seis meses não existem mais na rede pública (nos três níveis) remédios essenciais para garantir a sobrevivência de pessoas com sérios problemas de saúde e que, por ironia do Criador, são pobres. Se fossem ricos ou poderosos, certamente não teriam tantos problemas. Para quem devemos reclamar? Para o bispo? Para o presidente, o governador, o prefeito, vereadores, deputados, senadores, ministros do governo ou do Judiciário? Já repararam que eles aparentam uma fisionomia de saúde, felicidade e riqueza que há muito não se vê no povo? Pobre Brasil. Seu povo está ameaçado de extinção. A não ser que eliminemos os predadores, não vai sobrar ninguém para contar a história. 

Aparecida Bernadete Mascaro bernadetemascaro@gmail.com

Diadema

*

VIDA LONGA

Em 2009, Lula afirmou que o nosso SUS era um exemplo para o mundo e sugeriu ao então presidente Barack Obama que o implantasse no seu país. Depois, passou por um grave câncer, do qual escapou e hoje está ativo, bradando, para perplexidade da sociedade, que, caso necessário, será candidato à Presidência da República em 2018. Agora é sua esposa que tenta recuperar-se de um AVC. Será que ambos foram assistidos no SUS, como poderia supor, por exemplo, um astronauta lançado ao espaço naquele ano, isolado de toda a comunicação com a Terra, que tenha regressado hoje e esteja se atualizando com os acontecimentos por aqui? Para sua surpresa, verificaria que não. Descobriria que os dois foram atendidos num hospital caro e top de linha. A propósito, vida longa a ambos.

Paulo Roberto Gotaç  prgotac@hotmail.com

Rio de Janeiro

*

MARISA LETÍCIA

Espero que Dona Marisa se recupere bem, sem sequelas, e venha a ter consciência das acusações de associação criminosa ao PT que pesarão sobre ela, aproveitando-se da roubalheira vigente. E passe bons anos no xadrez, sabendo do que se passa.

Carlos A. A. Borges Carlos borges49@hotmail.com

São Paulo

*

BREXIT

A suprema corte britânica deu mais uma chance àqueles que lutam contra os malucos do Brexit ao exigir que todo o processo seja votado pelo parlamento britânico. Theresa May, que não apoiou o Brexit, mas que se comprometeu com a causa para assumir a cadeira de primeira-ministra, secretamente, adorou.

Oscar Thompson OscarThompson@hotmail.com

Santana de Parnaíba

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.