Fórum dos Leitores

.

O Estado de S.Paulo

10 Julho 2017 | 03h00

CRISE E CORRUPÇÃO

‘Parenti Serpenti’

No momento em que a plutocracia de Brasília, buscando salvar a própria pele, parece ter decidido imolar Michel Temer, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a quem caberia assumir a Presidência, emite sinais desencontrados sobre sua posição, no seu jeito atabalhoado de ser. Ou alguém se esqueceu de quando ele lançou a candidatura de Temer à reeleição em 2018, ainda antes de este ser confirmado na cadeira presidencial? Hoje, o até ontem ferrenho aliado jura lealdade ao presidente, enquanto articula apoio ao próprio nome com o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), o arauto da debandada tucana. E não é que justo agora Rodrigo Maia entendeu de revelar que o ministro Moreira Franco não é seu sogro, como sempre deixou imaginarem, mas tão somente o atual marido da sua sogra?

SERGIO RIDEL

sergiosridel@yahoo.com.br

São Paulo

Precisa desenhar?

Tucanos que não querem a permanência de Michel Temer no governo, objetivando simplesmente as eleições de 2018 (o Brasil que se exploda!): Fernando Henrique Cardoso, Ricardo Tripoli, Carlos Sampaio, Tasso Jereissati, Cássio Cunha Lima, Ricardo Ferraço, Nelson Marchezan Jr. e Orlando Morando. Nenhum deles percebeu que o momento não é de ser a favor ou contra Temer. O momento é de salvar o Brasil e o melhor, agora, é a permanência de Temer.

ARNALDO DE ALMEIDA DOTOLI

arnaldodotoli@uol.com.br

São Paulo

Anátema

O PSDB, meu partido, não se pode apequenar justo neste momento, o destino da Nação depende de uma posição firme. É inadmissível agora abandonar o governo Temer, dificultar as reformas necessárias e facilitar a vida do Lula e do PT. Essa atitude seria pusilânime, covarde. Os interesses da Nação precisam ser postos acima de interesses pessoais e políticos.

JOSÉ PAULO CIPULLO

j.cipullo@terra.com.br

São José do Rio Preto

Tomada de consciência

Se esse é o preço a pagar para que finalmente, neste país, uma proposta de reforma seja percebida como agenda de recuperação econômica, e não mero jogo de poder, valeu a crise política iniciada com o impedimento de Dilma Rousseff e prestes a terminar. Oxalá seja o começo da mudança de paradigma que os brasileiros tanto anseiam.

SANDRA MARIA GONÇALVES

sandgon@terra.com.br

São Paulo

Outra do Santander

O economista-chefe do Banco Santander, Maurício Molon, disse que a saída do presidente Temer do governo poderia gerar benefícios para a economia brasileira. Será que esse pronunciamento visa a beneficiar o País ou o banco está apenas atendendo, mais uma vez, a um pedido do Lula? Não podemos esquecer que em julho de 2014 o Santander dispensou a funcionária Sinara Polycarpo depois de ela ter enviado um informe aos clientes alertando sobre os riscos da reeleição da Dilma – a pedido do Lula, conforme foi amplamente divulgado na época. Ou será que o Santander está pedindo “fora Temer” porque deseja a volta do Lula...?

MARIA CARMEN DEL BEL TUNES

carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

EDUCAÇÃO

Cotas na USP

Menos mau que as cotas estabelecidas pela USP tenham o prazo de dez anos para então serem reavaliadas. Mas não é preciso esperar dez anos para saber que só servirão para fazer a USP despencar no ranking das melhores universidades do mundo e que a qualidade de seus formandos também decairá. Como sempre, no Brasil, atacam-se as consequências, não as causas. As cotas funcionariam se nesses dez anos fossem adotadas medidas para melhorar substancialmente o ensino público. Formei-me pela USP há 44 anos. Grande parte dos meus colegas de turma veio de escolas públicas, que na época ofereciam ensino de qualidade. Lembro-me de um professor, que também lecionava numa faculdade de quinta categoria, dizendo que nessa outra faculdade não podia ensinar o mesmo que nos ensinava, porque simplesmente esses outros alunos não tinham igual capacidade de compreender o que ele explicava. O que faz da USP uma universidade de ponta (ainda) é a qualidade de seus alunos. 

MÁRIO CORRÊA DA FONSECA FILHO

mario@mariofonseca.com.br

São Paulo

Para além das discussões em torno da aprovação do uso de cotas sociais como critério para o ingresso na USP está a necessidade de questionarmos os governos sobre mudanças estruturais, a começar pelo ensino básico/fundamental. Tornou-se recorrente o discurso sobre melhoria da qualidade da educação somente em épocas de campanha eleitoral. Ou se muda essa prática, ou medidas paliativas, como as cotas, serão subterfúgios ainda necessários.

RICARDO ALEXANDRE CORRÊA

arcadatextual@gmail.com

Suzano

Ignorância & má-fé

Como não conseguem – ou não querem! – melhorar o ensino médio... A cota-despreparo é a Bolsa Família da ignorância acadêmica brasileira.

A. FERNANDES

standyball@hotmail.com

São Paulo

Barrados no baile

A classe média – aquela que Marilena Chaui odeia – faz enorme esforço para educar os seus filhos. Paga mensalidades salgadas, não dedutíveis do Imposto de Renda, a escolas particulares, tudo com vista a uma universidade gratuita de excelência, a USP. Agora vêm as cotas e ela é barrada no baile. Essa mesma classe média é quem paga os impostos estaduais que financiam a USP, cujas vagas agora são generosamente oferecidas ao Brasil inteiro via Enem e Sisu. Perguntaram ao contribuinte paulista o que ele acha disso tudo?

LUIS CLAUDIO MANFIO

lmanfio@gmail.com

São Paulo

GESTÃO DORIA

Conflito de interesses

É evidente que, ao utilizar recursos arrecadados com as multas para pagamento de seus funcionários – leia-se: os próprios marronzinhos que aplicam tais multas –, a CET opera com absurdo e ilegal conflito de interesses. No fim do dia, quanto mais multas houver, maior a segurança de que esses operosos vigilantes do trânsito terão o seu salário garantido. E podem ter certeza que as instruções que recebem – se é que também não são comissionados para tanto – são exatamente estas: multem, senão não tem pagamento! Uma vergonha.

DOMINGOS FERNANDO REFINETTI

drefinetti@stoccheforbes.com.br

São Paulo

TRIBUTOS

Um dos pilares do sistema tributário de qualquer país civilizado consiste na confiança do tributado de que seu suado dinheiro será corretamente aplicado. No Brasil, é o próprio corrupto elefantino Poder Executivo, o faustoso e nababesco Judiciário e o apodrecido e fétido Legislativo dão o mau exemplo, desestimulando o exercício do honesto cidadão produtivo que, justificadamente desconfiado, reluta em declarar ao sistema. E tome tributos! O Brasil é caro e pobre e, enquanto estes três podres poderes não se emendarem, assim, pobre e caro continuará a ser...

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

Taquaritinga

 

MANCADA

O governo, ao invés de tirar os benefícios exagerados que concede aos políticos, vem sacrificar os assalariados projetando tirar os abonos dos trabalhadores (povo). Tal atitude é mais simples, pois vai mexer com o povo que não tem voz. Se fosse mexer com os políticos, estes deixariam a situação complicada, pois infelizmente mexer com políticos neste país é quase impossível. Querem colocar o povo, que vive na miséria, no buraco. Neste momento tal procedimento é uma mancada deste governo que ia tão bem.

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@globo.com

São Paulo

 

PREVIDÊNCIA

Graças a Deus no dia 11 começa a libertação de patrões e empregados. Avante, Brasil, rumo ao século 21 livre de impostos obrigatórios de sindicatos, acordos livres, muitas vagas de emprego, coragem de abrir empresas e contratar, o Brasil tem a primeira chance de virar um país do mundo livre! Patrões sem medo de contratar. E, por incrível que pareça no governo do vice-presidente do pior partido e após os piores anos, onde o Brasil regrediu a patamares de Congo, Coreia. Viva as reformas que finalmente começam!

Roberto Moreira da Silva rrobertoms@uol.com.br

São Paulo

 

PDV DE HOJE

Antigamente PDV era Ponto de Vendas, hoje PDV é Plano de Demissão Voluntária, graças ao famigerado Lulopetismo.

Leandro Ferreira leandroferreoradasolva@gmail.com

Guarulhos

BRECHA NA LEI

O governo, ao alterar a lei do Sigilo Bancário, permitirá que forneçam seus dados e o seu crédito na praça, a fim de atender aos questionáveis bancos de dados. Abre uma "brecha" para o surgimento dos espertalhões, que, com invejável sutileza, vão convencer ou surrupiar os inocentes idosos, a movimentarem as suas poupanças numa esperança de dias melhores. Fazemos votos para que os órgãos de defesa do consumidor digam um não a essa pretensiosa lei.

José Millei millei.jose@gmail.com

São Paulo

INDADIMPLÊNCIA

Para se ter a exata dimensão do gigantesco e inacreditável número de consumidores brasileiros ora inadimplentes - 61 milhões, quase um terço da população do País (!), segundo a Serasa Experian -,basta verificar que esse número equivale a todo o Reino Unido ou à Itália! Essa é a herança maldita do legado lulopetista, que ameaça o País e quer se candidatar novamente em 2018. Vade retro!

J.S. Decol decoljs@gmail.com

São Paulo

 

INADIMPLÊNCIA

O problema crucial da realidade econômico-financeira das famílias brasileiras neste exato momento, muito bem explicitado pelo Estadão de 4/7 (Notas & Informações), deixa claro e bem esmiuçado os reais sintomas e as necessárias tomadas de posição, tanto das pessoas físicas e jurídicas, como também dos responsáveis pelo imbróglio. Como pode uma família desestruturada, devido ao desemprego, à diminuição muitas vezes insuportável de rendimentos e também às dificuldades impostas pelos bancos-senhores do nosso destino-, nas tratativas para reconstituição e remanejamento de dívidas contraídas com os mesmos? A Serasa e os cartórios de protestos estão aí ávidos para apertar o nó na corda dos enforcados. Simples assim.

Aloisio De Lucca aloisiodelucca@yahoo.com.br

Limeira

 

CONTAS GOVERNAMENTAIS

E praxe no Brasil, a feitura de leis inócuas, as tais que não pegam. Nem o próprio governo, está imune a elas. Estou falando da lei que regula o teto de gastos. Brechas não faltam na referida. Creio ser uma forte candidata a cair no rol das que não pegaram. A conferir!

Benedito Antonio Turssi turssi@ecoxim.com.br

Ibaté

 

FIM DO IMPOSTO SINDICAL

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), está pedindo urgência para a votação da Reforma Trabalhista no plenário da Casa. O que causa apreensão mesmo é a possibilidade de o governo Temer recuar sobre o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical, que só existe no Brasil. Sem o imposto sindical, os sindicatos passariam a depender exclusivamente das cotas pagas pelos associados, o que causa calafrios nos sindicalistas. Sindicalismo é sinônimo de PT e vice- versa, e o Brasil é o país com mais sindicatos no mundo: são 15.007 (no Reino Unido, 168; Dinamarca, 164, Argentina, 91). Conforme os especialistas na área trabalhista, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) com 73 anos já cumpriu o seu papel histórico de dar aos trabalhadores um mínimo de proteção legal contra os abusos dos empregadores, mas hoje ela se presta a reservar aos dirigentes sindicais tutelados pelo PT uma posição privilegiada para sabotar esforços de modernização do trabalho. Os sindicatos prestam conta para alguém?  Tomara que se acabe de vez com essa vergonha do imposto sindical, que contraria o princípio da liberdade sindical estabelecida pela Organização Internacional do Trabalho.

Edgard  Gobbi edgardgobbi@gmail.com

Campinas

 

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Os políticos deveriam pensar muito antes de prejudicar mais de 30 milhões de votantes aposentados, para manter os gordos benefícios de apenas três milhões de funcionários públicos (inclusive os deles), que somos nós que pagamos. Olhem para 2018!

Jair Nisio jair@smartwood.com.br

Curitiba

 

LIVRE CONCORRÊNCIA?

Liberdade para preços (5/7, A3) é adequada em geral, mas há que verificar dissonâncias em casos específicos, em conluios e outras mazelas. Por exemplo, a inflação no período foi entre 1% e 5%, conforme o índice, e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) define reajuste de planos de saúde individuais em até 13,55%. Mas os planos por adesão a entidades, ainda abertos aos brasileiros, aumentam até 27% no ano, como no caso do campeão Sindicato dos Engenheiros de São Paulo. E os bilionários do setor de saúde se permitem dizer que o negócio não dá dinheiro! As discrepâncias de aumentos injustificados indicam que pode haver conluio entre a entidade administradora e a operadora de saúde. Cadê o Cadê, a ANS e por que não o Ministério Público Federal?

Suely Mandelbaum suely.m@terra.com.br

São Paulo

PREJUÍZO AO BNDES

Li estarrecido a notícia (6/7, B7) sobre o  enorme prejuízo causado pela quadrilha Mantega, Coutinho e Joesley ao BNDES. O que mais me espantou não foi o prejuízo calculado pelo TCU, apenas R$126 milhões, uma quirera. O que me deixou estupefato foi a foto de Joesley, bandido mor, usando um indecente bonezinho juvenil. Parece estar querendo dizer que está se lixando para as instituições brasileiras. Pior ainda foi a autoridade que o deixou fazer essa afronta ao povo brasileiro. Uma vergonha total!

Nelson Penteado de Castro pentecas@uol.com.br

São Paulo

 

CASO TEMER

O deputado advogado e relator do caso Temer redime a classe, prometendo agir como advogado-magistrado. Mas o Mariz! Pelas declarações aos jornais parece um duelista, melhor (ou pior), parece um moleque de rua chamando Janot para a briga. O sujeito se acha o maioral e se trai ao declarar falso respeito pela PGR. Lembra muito o Kakay: esperto, arrogante e bem relacionado. Melhor figura fazia o Márcio Tomas Bastos: discreto e, infelizmente, eficiente. Em tempo: a OAB que andou hibernando por mais de dez anos acordou com tudo!

Paulo Roberto Santos prsantos1952@bol.com.br

Niterói

 

DESMONTE DA LAVA JATO

Aquilo que já há algum tempo vinha se prevendo, o desmonte da Lava Jato pelo corte de verbas à Polícia Federal, infelizmente se materializa. O grupo de trabalho da Lava Jato foi pulverizado, passando a integrar a Delegacia de Combate à Corrupção e Desvio de Verbas Públicas (Delecor). A Polícia Federal oficialmente anunciou que encerrará as investigações da operação em Curitiba, por determinação do diretor-geral da PF, Leandro Daiello. Resta enfatizar que, se o Ministério Público é um órgão independente, a Polícia Federal se reporta diretamente ao poder Executivo, no caso, a Temer. E com muita preocupação eu concluo que, como o presidente Temer e muitos políticos da base aliada e também da oposição são alvos da operação Lava Jato, restou a eles desmantelá-la da maneira mais fácil: negando dinheiro à Polícia Federal. A Lava Jato é a única esperança que temos de virar esta página cheia de vergonha na história de nosso país!

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

A DEPENDÊNCIA ENTRE OS PODERES

Aécio Neves confessou o recebimento de milhões de reais em dinheiro de corrupção, entregue ao primo, em espécie, com intermediação da irmã e ainda tentou por a culpa na própria mãe. Se isso não constitui quebra de decoro parlamentar, é melhor fechar o Parlamento e entregar o País à anarquia. No Brasil os bandidos dormem tranquilos, Aécio não terá mais que se preocupar com o assunto, já foi completamente inocentado pelo Conselho de Falta de Ética do Senado. O Brasil apenas começou a engatinhar na luta contra a corrupção, a operação Lava Jato será comparável em importância à Lei do Ventre Livre, na época em que o Brasil engatinhava na luta para acabar com a escravidão.

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

DE VOLTA PRA CASA

Ao retornar ao Congresso Nacional a oratória do senador Aécio Neves foi simplesmente constrangedora. Se ele tivesse ficado calado, seria bem melhor, até por que ficou pior a emenda do que o soneto ou será que ele pensa que nós, brasileiros, somos otários?

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

SOGRO TAMBÉM É PARENTE

Revelação graciosa, cheia de ternura e bonitinha da Folha de S. Paulo, de que uma das empresas da família de Joesley Batista, a JBS, é dirigida pelo sogro da filha do ministro do STF, Edson Fachin, relator da Lava Jato e responsável por homologar o acordo de delação premiada de Joesley Batista. A vida é bela., Forte evidência de que sogro também é parente.  Pelo menos para a família do carrancudo e fofinho ministro Fachin.

Vicente Limongi Netto limonginetto@hotmail.com

Brasília

OS CORRUPTOS E OS CARRAPATOS

Sabe-se que o carrapato causa um prejuízo de aproximadamente R$ 8 bilhões por ano aos pecuaristas brasileiros. São resistentes aos tratamentos e aumentam com facilidade.  O aracnídeo vive do sangue dos vertebrados. Antes da Lava Jato, ele era considerado a pior praga do mundo, mas, hoje, está evidente que a pior praga do mundo são os corruptos brasileiros, principalmente os da classe política, que sugam os cofres públicos e deixam a sociedade à mercê da sorte.  Ainda não foi encontrado um carrapaticida capaz de eliminar o parasita bovino, mas para combater os corruptos do nosso país já temos um remédio que vem dando bons resultados: Sergio Moro.    

Jeovah Batista jeovahbf@yahoo.com.br

Taquari (DF)

JÁ BASTA!

Nesta quarta-feira (5/7) a CCJ do Senado Federal aprovou proposta que modifica a escolha e o mandato de ministro do STF. Não basta! O sistema precisa de reformulação em todos os níveis. A começar pela extinção do quinto constitucional, liquidando de vez o peleguismo e a ingerência política.

Arnaldo Ravacci arnaldoravacci05@gmail.com

Sorocaba

ENCONTROS EXTRA-AGENDA

Presidente: cuidado com estes encontros fora da agenda! Todos reconhecem que reforma política é ainda mais importante do que proteína animal, mas, como o senhor sabe às vezes as pessoas gravam. Se tiver pizza no cardápio, nem pensar.

Jorge A. Nurkinjorge.nurkin jorge.nurkin@gmail.com

São Paulo

GUERRA É GUERRA!

É impressionante a maneira que o governo brasileiro se utiliza para atingir seus objetivos, seja lá para o que for bom ou ruim vantajoso ou desvantajoso para a população, desde que preencha suas necessidades, vale tudo! Por exemplo, hoje o objetivo é alcançar o maior número de votos favoráveis ao não prosseguimento do caso do presidente Michel Temer na CCJ da Câmara. Para tanto, mesmo na situação caótica em que nos encontramos o governo já liberou mais de R$ 1,8 bilhão em emendas e está acenando com a possibilidade de liberar mais R$ 4 bilhões de precatórios para os Ministérios. Ou seja, tudo pela causa, né não?

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

JOGO DE INTERESSES!

Nenhuma pessoa em sã consciência iria acreditar que os parlamentares que defendem o impeachment do presidente Temer o fazem por defender a moralidade e a ética na administração pública! Todos, sem exceção, têm interesses nada republicanos para que Temer deixe a presidência!

Lauro Fujihara laurofujihara@gmail.com

Araçatuba

AS URNAS PUNIRÃO!

A vida toda achei que o PT fosse o pior e mais corrupto partido que existia. Estava errado, o PMDB é muito pior.  Mas, agora, correndo por fora, querendo passar os dois, está o PSDB.  Não importa, 2018 está aí e com a ajuda massiva das mídias sociais e da grande e boa imprensa, Estadão à frente, puniremos exemplarmente todos estes políticos corruptos!

Paulo Sérgio Pecchio Gonçalves ppecchio@terra.com.br

São Paulo

AINDA LULA

Lula continua vociferando pelas entranhas... Está faltando no País um líder de coragem capaz de gritar, alto e em bom som, em nome deste povo cansado e desempregado por culpa dele, "cala a boca, Lula!"

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo

O VERDADEIRO CHEFE

Sr. Rodrigo Janot, quando o senhor vai condenar o verdadeiro chefe da organização criminosa e sua cúmplice, Lula e Dilma?

Lourdes Migliavacca lourdesmigliavacca@yahoo.com

São Paulo - SP

SIMULACROS

A corrupção transformou os paradigmas do PT em simulacros.

Eugênio José Alati eugenioalati13@gmail.com

Campinas

SEM VOTO PARA 2018

Sr.Alckmin, o senhor quer mesmo ser presidente do Brasil? Metrô: contratos não cumpridos, obras atrasadas, inaugurações sempre adiadas. Funcionários aposentados: há quatro anos sem reajuste. Pedágios: sempre aumentando. Confiar, como? De nossas famílias o senhor não terá um único voto.

Ney A. Teixeira ledact@gmail.com

São Paulo

DROGAS, VIOLÊNCIA E SOLUÇÃO

Na atual batalha de violência urbana que vive a maioria das médias e grandes cidades brasileiras, uma das principais causas é o poderoso e marginal tráfico de drogas. Por isso expertises globais afirmam com dados comprovados que a atual política de criminalização do uso de drogas é uma guerra perdida no mundo todo. Está mais do que na hora, a exemplo do que já ocorreu em várias nações com sucesso, que adotarmos a descriminalização do uso de tais substâncias, enfraquecendo financeiramente os criminosos cartéis de drogas, para que possamos dar combate efetivo à criminalidade de modo geral, que ditas quadrilhas produzem em nossa sociedade.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

 

TRUMP E A COREIA

Esse cara parece outra maritaca, como Obama. Ao invés de latir feito cão de rua, por que não "destruiu" o foguete Coreano, e estaria tudo bem na Terra? Não está com armamento de guerra ao lado da Coreia? Ou é tudo rastapé mentiroso para inglês ver?

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

PERIGO MUNDIAL

A sucessão de lançamentos de bombas atômicas pela Coreia do Norte, um país falido, é uma mentira. Como um país, sem tecnologia e sem dinheiro, poderia lançar tantas bombas e ser essa "bomba" no noticiário? Acho que combinaram com os russos para serem os heróis do disfarce e da mentira no lugar deles.

Mário A. Dente eticototal@gmail.com

São Paulo

ACORDA, BRASIL!

Inconcebível a atitude da nossa “Justiça”, mandando para casa o médico monstro Roger Abdelmassih, estuprador de mais de 40 mulheres. Só porque o patife tem mais de 70 anos? E daí? Ele deixou de tomar remédios para conseguir prisão domiciliar. É um crápula. A autorização concedida foi mais um tapa na cara não só das suas vítimas, mas de todos os brasileiros que têm vergonha na cara. Não merece respeito pelos cabelos brancos que tem. Os canalhas também envelhecem. Se a Constituição de 88 lhe dá esse direito, então precisamos de outra Constituição. Ele já fugiu quando o Gilmar Mendes mandou soltá-lo. Se fugir novamente, seus advogados e juízes que o soltaram deveriam cumprir pena em seu lugar. Afinal, dançam em privilégios que pagamos, não temos e ainda nos afrontam dessa maneira? Sem dúvida, O Brasil com a “democracia” que tem é de fato o paraíso dos safados, corruptos e vagabundos.  ACORDA, BRASIL!

Nilson Altran nilson.altran@hotmail.com

São Caetano do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.