Fórum dos Leitores

.

O Estado de S.Paulo

14 Julho 2017 | 03h16

REFORMA TRABALHISTA

Um grande avanço

Sem dúvida, a reforma trabalhista aprovada pelo Congresso é um avanço e tanto para pôr o Brasil na trilha do desenvolvimento. Finalmente “caiu a ficha” dos parlamentares, graças ao presidente Michel Temer, é bom não esquecer, que a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), de 1943, já havia cumprido seu papel e precisava de modernização, haja vista os 2,5 milhões de processos – o Brasil é campeão mundial – em tramitação na Justiça do Trabalho. Agora só nos resta torcer para que na reunião que está sendo programada para a próxima semana com as lideranças sindicais o presidente Temer não aceite formular nenhuma medida provisória para amenizar o fim da contribuição sindical compulsória, que passaria ser uma opção do trabalhador. Enfim, as entidades sindicais brasileiras (de 15 mil a 18 mil) precisam caminhar com as próprias pernas, como nos países desenvolvidos.

EDGARD GOBBI

edgardgobbi@gmail.com

Campinas

Os trabalhadores esperam, sim, que, com a reforma trabalhista, acabe de vez a obrigatoriedade do tal imposto sindical. Esse será um benefício para os trabalhadores e obrigará os sindicatos se manterem com as mensalidades dos seus associados. Parabéns ao Congresso pela aprovação, esse é o seu papel, o de beneficiar os brasileiros.

ALVAREZ ARANTES

arantes1932@hotmail.com

São Paulo

Só a pelegada queria

Não se deve aos legisladores a extinção do imposto sindical, mas à quase unanimidade do povo brasileiro, que é contra.

SERGIO S. DE OLIVEIRA

ssoliveiramsm@gmail.com

Monte Santo de Minas (MG)

Em prol do trabalhador

A maioria das propostas da reforma é em prol do empregado. Os descontentes são somente os sindicatos, que perderão a “boquinha” que morde os salários dos hipossuficientes obreiros. No mais, os pontos constitucionais permanecem intocáveis. Agora só falta a reforma da Previdência. Para a frente, Brasil!

JÚLIO ROBERTO AYRES BRISOLA

jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

CORRUPÇÃO

Demorou

Nada é novo em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a “alma mais honesta do Brasil”, a não ser essa condenação tardia. Ele devia ter sido condenado e sofrido impeachment já no primeiro mandato, por causa do mensalão. A oposição, fraca e incompetente, deixou-o livre, apostando que sangraria até a eleição, mas ele se fortaleceu e não só se reelegeu, como fez sua sucessora, imposta por ele duas vezes, com dinheiro de corrupção. O que chama a atenção é como o ex-presidente chegou tão longe, na cara de todos os órgãos de fiscalização da Nação. Essa primeira sentença é apenas uma correção de rota. Lula não inventou a corrupção no País, mas com ele a coisa piorou muito. Ele tem de ser preso, sim, para mostrarmos que no Brasil ninguém está acima da lei.

LUIZ THADEU NUNES E SILVA

luiz.thadeu@uol.com.br

São Luís (MA)

Limpeza geral

Com essa primeira condenação, a moralização da política no Brasil teve enorme avanço. Que venham outras condenações, independentemente de partidos. Nas eleições de 2018 faremos a segunda etapa da limpeza geral, nas urnas.

JOSÉ CARLOS ALVES

jcalves@jcalves.net

São Paulo

Judiciário ‘acovardado’?

Para quem até anteontem se vangloriava da falta de coragem do Poder Judiciário, diríamos que o cenário mudou completamente com a condenação decidida pelo juiz Sergio Moro. Doravante o comitê de advogados que defende Lula terá mais trabalho para limpar a imagem dele. O sonho do metalúrgico presidente acabou. Prevalece agora a imagem do chefe da quadrilha que assaltou os cofres públicos e derrubou a Petrobrás. Se continuar na política, poderá copiar o lema “rouba, mas faz”, de antigo desafeto e depois correligionário. Pena, os brasileiros não precisavam passar por mais esse constrangimento.

SERGIO HOLL LARA

jrmholl.idt@terra.com.br

Indaiatuba

Lula lá

A defesa de Lula adotou a tática suicida de confrontar o juiz Sergio Moro. E deu no que deu. Repetiu a arrogância de Marcelo Odebrecht, que está “curtindo” um longo período na prisão. Lula continuará posando de vítima, com o coro das suas carpideiras no Senado. Mas, inexoravelmente, acabará onde merece estar: lá, na cadeia.

HÉLIO DE LIMA CARVALHO

hlc.consult@uol.com.br

São Paulo

Mão no fogo

Os petistas confiam na desinformação popular, especialmente no Nordeste, alardeando que a condenação se baseia tão somente em delação, o que não é verdade. A extensa sentença expõe as provas contundentes em que se baseou o juiz Moro. E aí me pergunto: quem poria a mão no fogo pelo sr. Lula? Talvez o sr. Roberto Teixeira...?

ANDRE FROHNKNECHT

caxumba888@gmail.com

São Paulo

Inelegível

Em 7/12/2016 o Supremo Tribunal Federal decidiu, na ADPF n.º 402, que a Constituição brasileira proíbe réus de estarem na linha sucessória da Presidência da República, em atenção ao comando do artigo 86, § 1.º, inciso I. Ora, diz o brocardo latino que ubi eadem ratio ibi eadem legis dispositio (onde existe a mesma razão, aí se aplica o mesmo dispositivo legal). Lula é réu em cinco processos e já está condenado num deles. Portanto, enquanto ele for réu, estará inelegível para o cargo de presidente da República, sendo desnecessária uma condenação em segunda instância para a materialização dessa inelegibilidade.

MILTON CÓRDOVA JÚNIOR

milton.cordova@gmail.com

Vicente Pires (DF)

Sempre em cima do muro

O ex-governador de São Paulo Alberto Goldman (PSDB-SP) criticou a reação de João Doria, do seu partido, à condenação do ex-presidente, dizendo que o prefeito “parece um papagaio” ao falar de Lulla. Pelo menos o prefeito Doria teve a coragem de agir como um verdadeiro líder da oposição a Lulla e seus asseclas, não ficou em cima do muro esperando sabe-se lá o quê, como ficaram os demais caciques tucanos.

JOSÉ CARLOS DEGASPARE

degaspare@uol.com.br

São Paulo

“Lula ameaça Moro:‘Eu estou no jogo’. Só se for como gandula”

VIDAL DOS SANTOS / GUARUJÁ, SOBRE O INCONFORMADO RÉU CONDENADO POR CORRUPÇÃO

vidal.santos@yahoo.com.br

“Joseph Goebbels, sobre Hitler: ‘Este homem é perigoso, ele acredita no que diz’”

MANOEL BRAGA / MATÃO, IDEM

manoelbraga@mecpar.com

“Agora, nem o ‘Bessias’ salva...”

LUCIANO HARARY / SÃO PAULO, IDEM

lharary@hotmail.com

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

LULA A CAMINHO DAS GRADES

Mais um fato desabonador e devastador para o currículo e a carreira política de Lula!  O juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal, de Curitiba, finalmente condena o ex-presidente a 9 anos e 6 meses de prisão, por crime de corrupção e lavagem de dinheiro, como comprovado na compra e reforma do luxuoso apartamento tríplex de frente para o mar no Guarujá (SP). Eu só não entendi bem porque que o juiz Moro não decretou sua prisão, quando diz que é para "evitar certos traumas"... De qualquer forma, Lula, que gosta de se vangloriar por insignificâncias, agora poderá dizer em alto e bom som que é o primeiro ex-presidente na história desta maltratada República a ser condenado à prisão!  E se os advogados de Lula, como afirma o magistrado, sempre se utilizaram da tática da intimidação, a decisão de Moro, está calcada por provas robustas fornecidas pela delação de Léo Pinheiro, ex-dirigente da empreiteira OAS, que também está preso!  Porém, o Lula, que se cuide, porque nos próximos meses poderá amargar mais quatro condenações...  Um fato a ser comemorado é que, se hoje vivemos uma crise política com reflexos danosos para a nossa economia, com seus quase 14 milhões de desempregados (legados do PT), nos conforta a condenação de mais um corrupto que desviou recursos dos contribuintes, como fez o Lula da Silva...  

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos 

*

E VEM MAIS!

 

É só a primeira ainda e ele não consegue contar por meio dedo!

Alessandro Lucchesi timtim.lucchesi@hotmail.com

São Paulo

*

E AGORA?

O homem mais honesto do Brasil, vulgo Lula, foi condenado a 9,5 anos? Prepare-se, pois é só o começo. Grade nele!

Tania Tavares taniatma@hotmail.com

São Paulo

*

CONDENAÇÃO DE LULA

Acabou a Lava Jato. Moro cumpriu seu papel, condenando o presidente que mais combateu a corrupção em todos os tempos. Lula respeitou o Ministério Público (MP), nomeando sempre o mais votado, sancionou leis que permitiram operações como a Lava Jato, equipou a Polícia Federal (PF) como nunca antes, criou a Controladoria-Geral da União (CGU), fez o Brasil crescer, gerou milhões de empregos, combateu a miséria, coisas que os doutores nunca souberam fazer. Lula está sendo condenado por inveja dos lenientes com os crimes tucanos. Lula livre talvez perdesse em 2018, preso elege qualquer poste, quem viver verá!

Wilson Ronaldo de Oliveira wilsoncidadaocuritibano@gmail.com

Curitiba

  

*

LULA E O IBOVESPA

É muita falta de imaginação dos jornalistas que ficam perguntando para Lula e/ou para o seu advogado sobre a sentença do juiz Sérgio Moro. Será que algum jornalista pode perguntar ao corrupto Lula o que ele achou da disparada do Ibovespa e da queda do dólar, após o anúncio da sentença de Moro, condenando-o à prisão por nove anos e alguns meses? É, acho que Lula precisa providenciar aquele pijama que ele sugeriu a FHC usar, após a sua saída do governo. Não sei como era o pijama do FHC, mas o de Lula será listrado, das cores do seu time: preto e branco. 

Maria Carmen Del Bel Tunes carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

*

CAI O VELHO REGIME DO PT

Luiz XVI é condenado à guilhotina. Cai o velho regime corrupto do PT.

Eugenio Jose Alati eugenioalati13@gmail.com

Campinas 

*

DESTINO DO BRASIL 

         

Terra arrasada, Dilma afastada. Temer denunciado. Lula condenado. Ministros e parlamentares investigados.

"Tá danado"!

Nivaldo Ribeiro Santos nivasan1928@gmail.com

São Paulo

*

SERGIO MORO

Muito pior do que um corrupto é um juiz que condena sem provas.

Marcelo Lellis lellis@uol.com.br

São Paulo

 *

FINALMENTE O FIM

Essa primeira condenação do mais "honesto brasileiro" é o começo do fim, isso mesmo, esse dito político esperto precisa e deve ser preso!

 

Marieta Barugombarugo@bol.com.br 

São Paulo

*

LULA, O HONESTO

Lula condenado nada mais natural, afinal, ele foi sim o 'capo' da organização criminosa que afundou o Brasil e arrombou a Petrobrás.

Zureia Baruch zureiabaruchjr@bol.com.br

São Paulo

*

A VERDADEIRA FRAUDE

Fraude são eleições usando as altamente fraudáveis urnas eletrônicas venezuelanas, que não permitem auditoria, e não eleições sem Lula, como afirmam os petistas.

Cândida Almeida almeida.candida@gmail.com

São Paulo                     

                            

*

CADÊ O DECORO PARLAMENTAR

As senadoras da oposição Gleisi Hoffmann, Vanessa Grazziotin, Katia Abreu, Fátima Bezerra, dentre outras abusaram do direito de se opor à reforma trabalhista. Tomaram a mesa da presidência por quase sete horas. Mesmo num ambiente com a luz desligada e microfones cortados conseguiram, além de tudo, fazer suas refeições de marmitas na mesa presidencial. Com certeza, essas senadoras deverão responder pela falta de decoro Parlamentar.

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

                                                               

*

LES ENFANTS TERRIBLLES DO SENADO

Numa atitude que lembra a do movimento da Via Campesina, as "guerrilheiras" Fátima Bezerra (PT/RN), Gleisi Hoffmann (PT/PR) e Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM), com o apoio do carnavalesco Lindbergh Farias, ocuparam durante 6 horas a Mesa do Senado para atrapalhar a votação da (modesta) reforma trabalhista. Embora fosse atitude ridícula, pode dar uma ideia sobre o que Lula entende por construir "um bloco de esquerda progressista". Atenção, olhe o exemplo venezuelano!

Omar El Seoud ElSeoud.USP@gmail.com

São Paulo

*

ATITUDE ANTIDEMOCRÁTICA

A atitude da senadora Gleisi Hoffmann e das demais oposicionistas, ao ocuparem a mesa diretora do Senado, demonstram o viés autoritário e antidemocrático dos integrantes desses partidos que se dizem donos da verdade, os quais já destruíram o Brasil e que, se pudessem, instalariam um regime totalitário em nosso País, nos moldes já existentes em Cuba e na Venezuela.

José Wilson de Lima Costa  jwlcosta@bol.com.br

São Paulo 

                                          

*

VOLÚPIA PELO PODER

A prepotência da atual presidente do PT, Gleisi Hoffmann, mostrou que ela é mesmo de uma arrogância sem limites. A vontade aguerrida do PT para voltar ao poder está claramente percebida, em razão dos últimos acontecimentos na política de nosso país.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

*

ZONA

A palavra zona tem muitos significados, tais como: zona eleitoral, zona urbana, zona franca, etc. e, claro, a mais famosa ou popular é a zona que se refere à prostituição. É o caso do Jardim Itatinga, em Campinas.  O bairro inteiro tem casas com mulheres que "alugam" o corpo para o deleite masculino. Porém a maior zona do mundo é o Congresso Nacional. Onde tudo funciona na base dos interesses ou acordos umbilicais ($). Na votação da reforma trabalhista no dia 11, algumas senadoras socialistas ou de esquerda invadiram a mesa diretora do Senado, para impedir a votação das reformas. E dentre as senadoras rebeldes estava Gleisi Hoffmann (PT), outra devotada do maior mentiroso deste país, Lula. Vale lembrar que Lula e os alienados defendiam diversas reformas, em especial a da Previdência Social, onde ele justificava a necessidade de mudança! É só pesquisar no Google. Por isso, leitor e usuários das redes sociais, cuidado para não serem usados e fazer propaganda gratuita e mentirosa desses (as) quadrilheiros (as). Reflexão: as prostitutas alugam o corpo, já certos políticos vendem a alma/honra/dignidade pelo poder ($$$$$). 

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré 

*

DESSERVIÇO

Lamentáveis as senadoras Fátima Bezerra, Gleisi Hoffmann e Vanessa Grazziotin. Já disse e repito: prestam um desserviço ao nosso País. São ridículas!

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br

Porto Feliz 

*

VERGONHA

Fiquei envergonhada com as senadoras, que usaram o gênero para tumultuar uma sessão, em que se votaria um tema absolutamente necessário para milhares de desempregados. Triste país o nosso! 

Cecilia Centurion ceciliacenturion.g@gmail.com

São Paulo

*

SENADORAS SEM COMPOSTURA

Espetáculo triste o da ocupação indevida das cadeiras da mesa do Senado pelas quatro senhoras senadoras. Exemplo de má educação e de espírito antidemocrático, desrespeito à Instituição. Molecagem!

Fernando Versiani fernandoeteresaversiani@gmail.com

Belo Horizonte 

*

OCUPAÇÃO DA MESA DO SENADO

Degradante, no mínimo, ver a postura das nobres senadoras, comandadas por S. Excelência Narizinho - me recuso a citar o nome dessa senhora. Ela e as outras 'companheiras', ao tomarem de assalto a mesa do Senado para protestar contra a tão necessária reforma trabalhista, deixam claro o nível a que chegaram.  Será que merece respeito e consideração (como exigem os petistas) quem denigre o ambiente de trabalho e achincalha a instituição a que pertence?  Será que os 'trabalhadores', que as 'tias ensandecidas' defendem, não seriam aqueles que vivem à sombra da República, sugando os fartos úberes do Erário e não o exército de desempregados, muitos dos quais não conseguem nem uma 'quentinha' para sua família?  Felizmente o bom senso venceu e a reforma trabalhista avança, apesar delas!

Aparecida Dileide Gaziolla aparecidagaziolla@gmail.com

São Caetano do Sul 

*

'PRESSÃO SOCIAL'

Vera Magalhães (Pressão Social, 9/7) afirma que o presidente Temer está bastante desconectado da realidade e que vai legar ao Brasil uma chaga social que será difícil cicatrizar. Discordo totalmente. Se o Brasil tiver crescimento zero no segundo semestre, será uma retumbante vitória do presidente, a jornalista não deve ignorar que o país herdado por ele estava arruinado, com 3% em média de queda no crescimento nos anos anteriores. A competente equipe econômica não surgiu do nada, foi montada pelo presidente, que paga um preço altíssimo pela política econômica séria implantada e que mostra resultados após um ano apenas. É preciso entender que não há milagres na Economia e na Matemática, existe um tempo para dar resultado. Além disso, propôs reformas fundamentais e inadiáveis para o Brasil, acabando com privilégios na Previdência e a reforma trabalhista, destruindo as mamatas sindicalistas, como o absurdo imposto sindical e leis trabalhistas sem sentido na época atual, sem esquecer a já aprovada reforma que impede a gastança irresponsável. É isto que a jornalista chama de deixar um legado de chaga social? Se os bons políticos do Congresso derem a ele a necessária sustentação contra a anarquia jurídica que se instalou em Brasília, onde as leis e o Estado Democrático de Direito são apenas palavras, o Brasil em 31/12/2018 será muito melhor. 

Milton Lara t.lara@terra.com.br

São Paulo

*

REFORMA TRABALHISTA OU ESCRAVIDÃO?

O trabalho intermitente que a reforma trabalhista aprovada é semelhante à escravidão. O bico está institucionalizado! O neoliberalismo quer um exército de desempregados que forma uma reserva de pessoas sujeita a receber um salário indigno e condições de qualidade de vida escrava. Uma assistente social que ganhava 4000 reais no serviço público passou a ganhar salário mínimo, quando terceirizada. Brasileiros, não devemos aceitar uma reforma trabalhista que aceita mulheres grávidas a trabalhar em condições insalubres de trabalho. Desde a revolução industrial não vemos tantos direitos serem suprimidos por interesses mesquinhos. Nossa pátria não pertence aos usurpadores da democracia!

Paulo Roberto Girão Lessa paulinhogirao@uol.com.br

Fortaleza

*

BRASIL TENTANDO UM RUMO

Nos anos 80, o transatlântico Brasil seguia ao sabor do vento. Sarney e Collor tentaram corrigir a rota por meio de vários remendos ineficazes. Itamar e FHC realizaram uma reforma profunda e radical, que finalmente nos recolocou na rota correta. Como todas as reformas exigem sacrifícios, o povão não entendeu e caiu na lábia do gênio da malandragem, que prometeu mundos e fundos aos carentes, sem explicar a origem desses custos e as inevitáveis consequências. Mas, devido ao Plano Real, a economia ainda funcionava e frutificava. Porém, nas instalações reais, os velhos batedores de carteira foram sendo trocados por assaltantes de banco. As farras ganharam volume. Sobravam milhões para quem participava e milhares para quem se calava, mas ninguém as desconhecia. Com tripulantes festeiros e populistas e uma "comandanta incompetente", o navio perdeu o rumo, passando a sacudir em estranhas, inseguras e tormentosas águas. Entretanto, muitos "vigilantes da lei" pareciam dopados e cochilantes, até que um juiz curitibano resolveu dar um soco na mesa. Avessos a pequenas salas com trancas e sem as tradicionais mordomias, os "farreiros" começaram um festival de caguetagens. Acusando-se uns aos outros e preocupados com seus delicados pescoços, a maioria não se importa com o rumo do navio. Felizmente alguns deles tiveram a coragem de assumir o leme e, mesmo não sendo santos, tentam colocar o destino do navio acima das desavenças. Sendo assim, espero que aguentem as bordoadas e se mantenham firmes nas reformas e na correção do rumo do Brasil, pelo menos até as eleições de 2018.

João Carlos A. Melo 

São Paulo

*

REFORMA TRABALHISTA

Com uma votação expressiva por 50 votos favoráveis, 26 contra e uma abstenção, foi aprovado em plenário do Senado o texto-base do PLC 38/27 sobre a Reforma Trabalhista proposta pelo governo Michel Temer, que vai tentando corrigir as enormes mazelas existentes ainda em vigor no Brasil prejudicial aos trabalhadores e só beneficiando os chupins sindicalistas e alguns dos seus partidos apoiadores, acostumados sobreviver com recursos tirados à força dos trabalhadores brasileiros. Com isso, é o fim do nefasto Imposto Sindical que tanto vem preocupando os políticos, sindicalistas e partidos acostumados ter seus recursos impostos por descontos obrigatórios, mediante o Imposto Sindical, como vem sobrevivendo o Solidariedade, o Psol, o PCdoB, o PT, etc. Com essa mudança, será o fim dessa exploração injusta aos trabalhadores, que só benéfica aos inoperantes sindicalistas que não apresentam aos trabalhadores os benefícios correspondentes a essa fortuna anualmente jogada fora, em prejuízo dos que produzem, os trabalhadores. É o fim justo e feliz do canceroso Imposto Sindical.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@gmail.com

São Paulo

*

CCJ E MALUF

 

Na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Paulo Maluf, ao apregoar a honestidade de Temer, afirmou que 'não dá para a gente se enganar'. Então, pergunto: e sobre a honestidade (ou não) do próprio Maluf há possibilidade de engano?

ROBERTO TWIASCHOR rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

 

*

BRASIL, UM PAÍS DESORIENTADO 

O Brasil lembra um navegante perdido em oceano tempestuoso, sob céu nublado sem bússola e  estrelas para se orientar! 

Laércio Zanini        spettro@uol.com.br

Garça 

*

CRISE ÉTICA E MORAL

Em meio a nossa grande crise ética, moral e econômica, grupos privilegiados no setor da gestão pública procuram aprovar leis que privilegiam financeiramente os vencimentos dessas categorias elitizadas dos servidores públicos. Contando com um estranho silêncio da grande mídia a esses privilégios, urge que a opinião pública procure tomar conhecimento de tais projetos escandalosos, que criam marajás no setor, e procurem pelos meios disponíveis como a rede virtual protestar contra esse aberrante privilégio de ditas categorias de servidores públicos.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

*

À DERIVA

O Brasil está à deriva, não sabe onde vai parar. Que situação que estamos nesta Terra de Santa Cruz!

Antonio Marcos Campanhã marcoscam57@gmail.com

Avaré 

*

MUDA, BRASIL!

Verdades que precisamos repetir sempre, até que todos brasileiros tomem conhecimento, verdades essas que alguém já disse antes e que poucos deram atenção: "Se não mudarmos, o Brasil não muda". Convivemos com uma política corrupta, que há anos confunde democracia com libertinagem. Somos testemunha da devassa que estão fazendo em nosso País. Está tudo errado no Brasil. Precisamos deixar de ser ingênuos e principalmente de sermos corruptos. O que existe são organizações criminosas disfarçadas de partidos, por isso é urgente uma reforma política, que seja eficiente para prevenir a corrupção. Não adianta tirar um político para colocar outro corrupto em seu lugar... Precisamos de gente nova e consciente, não basta mais mexer as peças, precisamos trocar o tabuleiro. O que existe e sempre existiu é um grupo único extremamente organizado que já opera neste País há décadas, sem um plano de governo, sem vontade de governar, mas com muita fome de poder, dinheiro e ostentação. Reiteradas vezes colocamos no poder pessoas que de geração em geração sugam o nosso País, apodrecem toda e qualquer possibilidade de crescimento, nos tiram a qualidade de cidadãos e principalmente a nossa moral, o resultado disso é a falta de infraestrutura, saúde e educação de qualidade. E o que os brasileiros recebem são mentiras e absurdas cargas tributárias. Chegou a hora de mudar tudo isso, mas, para mudar, temos de mudar primeiro. Temos de nos redimir dos pequenos atos de corrupção que cometemos em nossas ações diárias. Somos famosos pelos jeitinhos, e não é à toa. Aqui pode furar filas? Pode furtar? Pode tirar vantagens dos menos favorecidos? Pode avançar o sinal vermelho? Pode deixar de pagar o estacionamento? Pode pagar propina, subornar e falsificar? Pode estacionar em vagas reservadas para cadeirantes? Pode parar o carro na frente da garagem dos outros? Pode comprar meia-entrada, fingindo ser estudante? Temos de botar para fora toda essa política suja e adotar uma só política, de ordem, moral, ética e progresso para todos nós. Quer mudança? Mude você primeiro!

Leônidas Marques leo.marquesvr@gmail.com

Volta Redonda (RJ)

*

ACABOU A JUSTIÇA VERDADEIRA

No nosso País não mais existe um poder chamado Justiça. Esse poder se submete aos mais fortes do que os demais, que são os bandidos. Estes arrasaram o Executivo (com a parceria dos dois presidentes) e sua base principal, o Congresso Nacional, completamente tomada por parlamentares bandidos, mas que não é a maioria, e dos quais alguns poucos estão na cadeia e serão certamente liberados pela Justiça. Esta é a verdadeira situação e o atual presidente da República está, pelo poder dos bandidos e da Justiça, sendo defenestrado de seu posto. O futuro? Provavelmente os bandidos e a Justiça corrupta continuarão governando. 

Fabio Figueiredo fafig3@terra.com.br

São Paulo

 

Mais conteúdo sobre:
Fórum dos Leitores Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.