Fórum dos Leitores

.

O Estado de S.Paulo, O Estado de S.Paulo

27 Agosto 2017 | 06h34

CORRUPÇÃO PREMIADA

O governo, encurralado por denúncias de corrupção por todos os lados, está aprovando qualquer coisa que garanta mais alguns votos quando a próxima denúncia for apresentada. O presidente Michel Temer já deixou claro que, se a Amazônia tiver que ser destruída para agradar a bancada da vez, ele não vai hesitar, deixará que destruam todas as árvores e os rios com projetos de mineração nos moldes do Rio Doce, para pior! O Brasil vive o pesadelo perfeito de ter todos os líderes de todos os principais partidos políticos envolvidos até a alma em esquemas de desvio de dinheiro público, um chantageando o outro, ninguém será julgado e muito menos preso por um Judiciário de cooptação que sabe que se prender um terá de prender todos, então não prende ninguém. A ruína completa é o que se apresenta para um país refém da corrupção.

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

*

GALINHA DE OVOS DE OURO CHAMADA BRASIL

Inconstitucional, imoral e ilegal as propostas do presidente Temer, do Congresso Nacional e do Senado Federal visando a privatizar as empresas públicas, diminuir o salário mínimo, eliminar o funcionalismo, desmatar a Amazônia, liberar agrotóxicos banidos no exterior, entre outras afrontas aos direitos fundamentais. Todos os países diminuem impostos, aumentam salários, desburocratizam processos empresarias e assim criam empregos, fortalecem a economia e aumentam a arrecadação. Mas, mesmo cientes disso, o Brasil segue na contramão. Impossível entender a ganância imediatista de nossos governantes, que não conseguem aguardar o aquecimento econômico para voltar a extorquir os cofres públicos e até eles serão prejudicados ao desvalorizar a moeda e inflacionar os preços e custos. Nem sequer notam que os créditos de carbono e todos os recursos provenientes da conservação da Amazônia a longo prazo corresponderão ao triplo do que ganharão na atual exploração, ignoram o valor estratégico de nossas estatais e contaminam seus filhos e netos com venenos que os países desenvolvidos não aceitam nem como lixo. Lamentavelmente, nossos governantes agem como os donos da galinha dos ovos de ouro que a matou imaginando que assim pegariam todo o ouro que havia dentro dela.

Daniel Marques danielmarquesvgp@gmail.com

Virginópolis (MG)


*

TEMER NÃO TEME DELAÇÃO

Isso enquanto puder comprar deputados, senadores, juízes etc. É uma vergonha!

Ariovaldo Batista  arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

OPORTUNISTAS

Como mudar o Brasil, se temos no comando oportunistas e venais? É desanimador ver que não possuímos uma oposição nem forte nem atuante. O que temos são senhores pendurados em cordas, tentando salvar seus mandatos e articulando para se reeleger. O governo Temer tenta a travessia recebendo balas de todos os lados. É a imprensa marrom e chapa branca que destroem o discurso do governo, além de parlamentares preocupados com seus mundinhos. A oposição hoje está torcendo para: quanto pior melhor, mesmo sabendo que o povo já acordou daquele sono de 13 anos, que fez com que as pessoas acreditassem que seus empregos estavam garantidos e que tinham conseguido chegar ao céu. De uma hora para outra o ponteiro do relógio virou e os brasileiros foram assistindo à derrocada nas suas vidas. A crise chegou, pegou todos, principalmente os mais pobres, que são os que mais sofrem as consequências. Temer se arrisca a fazer o que o PT em mais de 13 anos não teve coragem de fazer, na outra ponta um bando de oportunistas e imorais torce para dar tudo errado. Vamos de mal a pior. E pensar que ninguém se salva nessa arena de feras que se transformaram os Três Poderes da República. Pobre Brasil!

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com

São Paulo

*

PROPAGANDA ELEITORAL

O Psol é o que tem de pior exemplo ao Brasil. Estamos tentando nos livrar de gente que prega ódio de classes, que separam: nós e eles, ricos e pobres. O último que tentou se aproveitar do ódio entre as pessoas para tirar vantagem do ódio foi o ex-presidente Lula, hoje infelizmente vi propaganda eleitoral do Psol que, ao invés de ideias de prosperidade para todos, inventa patrões nojentos e empregados tontos.  Lamentável!

Roberto Moreira da Silva rrobertoms@uol.com.br

São Paulo

*

CIRO E A BOQUINHA DO PT

Ciro Gomes só conseguirá controlar a fome insaciável de poder do PT e se diferenciar desse partido, se adotar o estilo inteligente de Brizola. Lembro-me  da  primeira vez   que Brizola  chamou o PT  de "o partido da  boquinha' - foi em 1988, em um ato político no restaurante da extraordinária  Alice Tamborindeguy, em Roseira, no Vale do Paraíba.  Brizola foi ovacionado. Mas, se for impedido  de disputar a Presidência,  Lula pode apoiar Ciro.  Dificilmente  o ex-presidente Lula ficará fora do páreo em 2018. Caso não concorra,  não abrirá jamais mão  de lançar um petista em seu lugar.

Devanir Amâncio devaniramancio@hotmail.com

São Paulo

*

‘VALE-CANA’

Chegamos a tal ponto que só falta os congressistas incluírem em seus gordos subsídios a verba de reclusão, o auxílio-cadeia.

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

*

FINANCIAMENTO ELEITORAL

Não sei por que os congressistas cismam de cafetinar o País. Recebem mensalmente para arcar com as suas despesas, entre salários e outras rubricas, algo em torno de R$ 150 mil por mês. Será que não podem economizar algo em torno de 20% do que ganham para financiar suas campanhas? Acho totalmente desnecessário que tanto empresas como governo deem qualquer tipo de verba para esses parasitas.

Paulo Henrique Coimbra de Oliveira ph.coimbraoliveira@gmail.com

São Paulo

*

REFORMA POLÍTICA

Os partidos querendo mudar o nome para não serem reconhecidos nas próximas eleições me lembra uma piada antiga. O cidadão chamava-se Manuel Nádegas (estou usando um sinônimo). Cansado das gozações, resolveu mudar de nome. Feito o pedido no Cartório, taxas e emolumentos pagos, o processo tramitou na burocracia total, chegando até ao Supremo Tribunal Federal (STF). Depois de uma seção especial para análise de tão complexa solicitação, o pedido foi aprovado por 6 a 5, com desempate pela presidente do Supremo. De volta ao Cartório para registrar o novo nome, o escrevente solicitou ao sr. Manuel Nádegas o novo nome. Sem titubear, informou: Joaquim Nádegas. Resumindo, não muda nada nesse circo!

Carlos Alberto Roxo roxo.sete@gmail.com

São Paulo

*

REFORMA POLÍTICA

A reforma política preparada pelos politiqueiros que infestam o Congresso Nacional vergonhosamente está sendo discutida como se estivessem preparando a própria mesa para um lauto jantar. Um eleitorado que elegeu Lula e Dilma duas vezes cada não tem como entender essa  reforma, que deverá gerar algo parecido com um Polifemo ou um Quasímodo. Há indiscutível vantagem nessas medidas que é a redução do cabide de empregos do governo e, com isso, das despesas.

Jair Gomes Coelho Jair Coelho jairgcoelho@gmail.com  

Vassouras (RJ)

*

BAGUNÇA NA POLÍTICA

A democracia brasileira tornou-se uma jabuticaba. Políticos legislam para si próprios buscando a manutenção de um status quo impopular. O STF julga até briga de marido e mulher, após processos passarem por todas as instâncias e atos legais protelatórios. Passam por suas mãos milhares de processos, enquanto deveriam se circunscrever aos efetivamente relevantes. O Executivo tem atitudes de poder imperial com muita pompa e circunstância e baixa popularidade. Ao povo é solicitado referendar nos anos de eleição e pagar a conta. Seríamos  mais felizes se o equilíbrio preponderasse.

Sergio Holl Lara jrmholl.idt@terra.com.br

Indaiatuba

*

BRASIL LTDA.

Num país moderno, deve ser da competência do Estado zelar pelas áreas tidas como estratégicas e fundamentais, tais como segurança, saúde, educação, Justiça, saneamento básico, desenvolvimento cientifico e tecnológico e a promoção internacional dos seus interesses. No Brasil, é preciso despolitizar e desaparelhar a inchadíssima e obesa rede estatal obsoleta, ineficiente e atrasada. Um programa efetivo de privatizações e concessões é a única alternativa para a reorganização e regeneração econômica do País que, a despeito de sua extraordinária potencialidade, ainda não conseguiu sai do "terceiro mundo" para ocupar seu merecido destaque no cenário mundial. É preciso, pois, que o Brasil S/A dê lugar ao Brasil Ltda. Privatizações já!

J.S. Decol decoljs@gmail.com

São Paulo

*

TEMER EM BUSCA DE OURO!

Sem grana, governo Temer vende Casa da Moeda, que não vale nada e vai à busca de ouro, na Amazônia!       

Paulo Sérgio Arisi paulo.arisi@gmail.com

Porto Alegre

*

PATRIMÔNIO À VENDA

Com a crise econômica que se instalou em nosso país, as privatizações de portos, aeroportos e até da Casa da Moeda são necessárias, porém mais importante do que as privatizações é saber o que governo fará com dinheiro que conseguir arrecadar com elas.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

É PRECISO CUIDADO

Privatizar cabides de emprego, inchados, mal geridos, deficitários e possíveis focos de corrupção faz sentido, desde que não se entregue patrimônio abaixo do valor. Devia até ter ocorrido antes. O que não faz sentido é deixar que todos os muitos recursos assim arrecadados escorram pelo ralo do desequilíbrio das contas públicas, postergando os ajustes tão necessários e dando a falsa sensação de que nada está errado. A doce ilusão de que fôssemos ter estas entradas eternamente.

Jorge Alberto Nurkin jorge.nurkin@gmail.com

São Paulo

*

REFORMA POLÍTICA

A boa notícia é que o Planalto resolveu mesmo privatizar 57 empresas estatais. A Eletrobrás, berço do sindicalismo e central de acertos políticos, irá render por volta de R$ 30 bilhões ao erário público, além de poder tornar-se uma empresa competitiva, como a Vale e a CSN. A má é que o STF poderá resolver os impasses não dirimidos pelo Poder Legislativo quanto à Reforma Política. Daí surge também o questionamento: com um Legislativo como o nosso, poderíamos realmente pensar na implantação do Parlamentarismo?

José Carlos de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

*

SUPREMO

Apenas para lembrar Rui Barbosa: "a pior ditadura é a do Judiciário". Não é mesmo, Gilmar Mendes?

Luiz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

O QUE PODEMOS ESPERAR?

O ministro Gilmar Mendes está mandando soltar seus apadrinhados da cadeia, preparando o terreno para Lula. 

Se Lula não for condenado em 2ª Instância, será candidato. E com Gilmar Mendes como presidente do Supremo Tribunal Eleitoral (STE), o que podemos esperar?  Se o povo brasileiro não acordar, logo, num belo dia, vamos despertar “venezuelanos”.

Waldir Cassapula waldir.cassapula@uol.com.br

São Paulo

*

DEFENDENDO BANDIDOS

Afinal, pagamos sr. Gilmar Mendes para defender os cidadãos brasileiros dos bandidos ou para defender os bandidos?   

Milton Bonassi mbonassi@uol.com.br

São Paulo

*

ILIBADA REPUTAÇÃO

O ministro do Supremo Tribunal da Justiça (STJ) Gilmar Mendes parece mesmo um justiceiro de primeira linha, quando ordena a soltura de corruptos de todos os matizes. Gilmar contraria o que já foi decidido pela Suprema Corte. Não entendemos essas atitudes do ministro Gilmar Mendes, a menos que queira aparecer sempre na mídia.

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

*

PRISÃO DOMICILIAR

Absurda a observação do ministro Celso de Mello. Não entendeu bem (ou seria excesso de ingenuidade), a questão já decidida pelo STF, sobre a prisão depois da condenação em segunda instância. Não se trata apenas de prejudicar ou não a Lava Jato, mas sim de evitar que criminosos, assassinos, estupradores, sequestradores, etc. continuem soltos representando ameaça para a já tão desprotegida sociedade. Esta, sim, é que hoje se encontra desde a “zero instância” em prisão domiciliar.

Ulysses Fernandes Nunes Jr. Jr ulyssesfn@terra.com.br

São Paulo

*

HABEAS CORPUS

Ao mesmo tempo em que a Procuradoria-Geral da República (PGR) pede a suspeição do ministro Gilmar Mendes perante o STF, o ministro determinou a soltura de mais três investigados da Operação Ponto Final. Alega o ministro que “as regras de impedimento, previstas no artigo 252 do Código de Processo Penal, não se aplicam ao caso”. Dada a particularidade que envolve esse caso, aparentemente o ministro toma decisões também em função das críticas que recebe. Engenheiro, eu não tenho nenhuma condição de contradizer o ministro. Entretanto, a lógica nos leva a pensar que no caso em tela, não é bem assim. Cumpre lembrar o fato de que o ministro foi padrinho de casamento da filha do réu. Aliás, um dos membros do STF ao ser indagado por um jornalista sobre o que faria se estivesse em lugar do ministro Mendes, a resposta foi que considerava não poder julgar o caso. E essa, para mim, foi uma atitude lógica.

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

*

VAMOS FESTEJAR

Estamos a cada dia mais abandonados e jogados à nossa própria sorte no quesito "segurança”, inexistente em todos os sentidos. O pior é sermos obrigados a ouvir do governo, com a maior cara de pau, cinismo e debochando da população, que está tudo “sob controle”.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

HONORIS CAUSA

Brasil, pioneiro em títulos  "honoris causa maléfica".

Wilson Lino wiolino@yahoo.com.br

São Paulo

*

UM ALENTO AO POVO

O Tribunal Regional Federal (TRF) da 4.ª Região, em Porto Alegre, que recebeu a apelação de Lula, deu um tratamento diferenciado ao processo condenatório, talvez até por ser eletrônico. Na verdade, o impulso se deve ao temor que todos os brasileiros têm da possibilidade de o arrogante e corrupto ex-presidente atrapalhar as eleições de 2018, juntamente com sua tigrada. De qualquer forma, percebendo a agilidade desse tribunal, o País agradece e pede Justiça!

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

PROCESSO DE LULLA NO TRF-4!

Se o processo contra o ex-presidente Lulla, condenado a nove anos e meio de prisão por corrupção, chegou em tempo recorde ao TRF-4, isso mostra que nossa Justiça está no caminho certo. Lulla com sua cara de pau de sempre vem fazendo propaganda antecipada, percorrendo todo o nordeste, onde se encontra seu curral eleitoral mais fértil para uma provável eleição. São os Estados mais pobres, carentes e que ele jurou ajudar, mas que apenas comprou votos entregues mensalmente com cartão magnético (Bolsa Família). Porque nada de bom aconteceu nesses 13 anos de PT no poder que os tirasse da miséria.  Por isso esperamos que o processo de Lulla seja julgado rapidamente para enterrar politicamente de vez esse “encantador de pobres”. Em vez de subir a rampa do Palácio, que Lulla vá pagar por seus crimes na prisão. Chega de enganação!

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

TETO CONSTITUCIONAL

O jornal “O Estado de S. Paulo”, em 24/8, divulgou que a Advocacia Geral da União recebe mais que o teto constitucional. Não é verdade: os advogados judiciais que conseguem chegar à classe especial, já em fim de carreira, recebem muito menos que o limite. O único direito, além das férias e o 13.º, são os honorários, que somados ao valor bruto mensal dão R$ 29 mil. As remunerações estão dentro das regras de mercado dos profissionais da AGU, haja vista a disputa de 400 advogados para uma vaga nesta instituição, o que demonstra o alto nível de especialização requerido para ingresso nos quadros; quem ingressa, recebe cerca de R$ 14 mil em salário líquido.

Mário Negrão Borgonovi marionegrao.borgonovi@gmail.com

Santos

 

Mais conteúdo sobre:
O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.