Fórum dos Leitores

.

O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2017 | 03h10

RECONSTRUÇÃO NACIONAL

Novas vagas, renda maior

A Pnad Contínua, do IBGE, segue trazendo boas notícias para o trabalhador brasileiro. Se em janeiro o índice de desemprego era de 13,7%, no trimestre encerrado em agosto caiu para 12,6%. Nesse período 1,374 milhão de vagas foram criadas e a renda média do trabalhador cresceu 1,9%, ficando em R$ 2.105. O emprego sem carteira assinada cresceu 5,4% e 612 mil pessoas passaram a trabalhar por conta própria. Apesar dos números positivos, em 12 meses o País perdeu 765 mil vagas com carteira assinada. Mas esse déficit de vagas pode ser bem menor até dezembro, confirmando a retomada da atividade econômica. Bem diferente do 1,542 milhão de postos de trabalho fechados em 2015 e 1,32 milhão em 2016... 

PAULO PANOSSIAN

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos 

Devagar e sempre

Em que pese a melhora dos índices da economia brasileira, ainda temos de trabalhar muito para reduzir o enorme contingente de 13,5 milhões de desempregados. A herança deixada pelo PT nos últimos anos continua pesando demais. É preciso muito esforço para diminuir essa chaga que martiriza boa parte dos brasileiros. Aos poucos, porém, a corrupção deslavada nos governos petistas está sendo corrigida, o que melhora as expectativas de redução deste indignante déficit de empregos.

FRANCISCO ZARDETTO

fzardetto@uol.com.br

São Paulo

Droga populista

O populismo é como uma droga, dá prazer no presente, mas causa sofrimento no futuro. Ele atua com certo delay em relação à realidade e brota bem nos períodos de insatisfação popular decorrentes de medidas amargas, mas necessárias para consertar os estragos econômicos causados pelo período do “estelionato caridoso”. O Plano Real exigiu sacrifícios para consertar o caos econômico dos anos 1990. O voto popular puniu os autores e premiou o populista malandro que, mirando os frutos, empolgou o povão com as dádivas do trabalho alheio. Ao esfomeado não interessa saber quem fez o pão, de que foi feito ou se lhe vai dar dor de barriga. Já diziam os antigos que a cavalo dado não se olha o dente. Por outro lado, ao “caridoso” só interessa o voto de gratidão e a perpetuação no poder. Mas como até a caridade tem preço, as consequências nefastas do populismo não tardam e sobram para quem tiver coragem e competência para enfrentá-las depois, mesmo contando com incompreensível, mas possível rejeição. Pesquisas recentes estão provando essa teoria, ou seja, o populismo petista destruiu a árvore, mas grande parte da população está punindo quem se atreveu a consertar os estragos. A árvore está sendo regenerada e tudo indica que começou a florir. Se as reformas fluírem, a frutificação se concretizará. Os políticos sérios precisam abrir os olhos dessa parte da população carente, desinformada e ingênua que só enxerga os frutos, porque o gênio da malandragem populista já está querendo se lambuzar novamente com o trabalho dos outros. 

JOÃO CARLOS A. MELO

jca.melo@yahoo.com.br

São Paulo

Nó cego

O Brasil, na verdade, não sai do lugar, está engatinhando quando deveria estar a toda marcha, como uma grande locomotiva. Isso porque decisões de alto risco devem ser tomadas e as consequências são previsíveis. É preciso sepultar definitivamente os 13 anos do governo petista, o que obriga a Justiça a decretar a prisão dos envolvidos nos crimes apurados, entre eles o ex-presidente Lula, uma vez definitivamente comprovada sua ligação com o petrolão, as empreiteiras, a J&F, etc. Mas é aí que mora o perigo. Porque dos movimentos sociais ainda custeados por um “fantasma” - pois não se pode imaginar que grupos como MST, MTST e outros afins se mantenham ativos sem muito dinheiro - se espera uma reação violenta, já cantada em verso e prosa. O País está amarrado com um nó cego. Se fizer justiça, causará a revolta da esquerda; se não fizer, será cobrado pela massa restante da população, tão castigada pelo desemprego e pela estagnação econômica. Crescer 3% depois de tanta recessão não é nada, é retrocesso.

LUIZ RESS ERDEI

gzero@zipmail.com.br

Osasco

Alternativa independente

Parabéns ao eminente advogado Modesto Carvalhosa por sua corajosa decisão de se candidatar à Presidência da República, de forma independente (25/9, A4). É disso que o Brasil precisa, ter representantes isentos dos vícios partidários que tantos malefícios têm trazido ao nosso amado e sofrido Brasil. Oxalá possa vir a ser um Konrad Adenauer brasileiro.

LUCIANO DÉCOURT

decourtluciano@gmail.com

São Paulo

CRISE INSTITUCIONAL

Eleitores ofendidos

Com referência ao artigo Uma decisão surpreendente (29/9, A2), e sem quebra da reverência e do respeito ao ínclito advogado Carlos Velloso, seu autor, entre outros títulos, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, lamento também a decisão da Alta Corte em relação ao senador Aécio Neves. Penso que talvez fosse mais apropriado se ele tivesse sido preso por surpreendente desrespeito aos seus eleitores no último pleito, em que concorreu ao cargo de presidente da República.

JOSÉ SEBASTIÃO DE PAIVA

jpaiva1@terra.com.br

São Paulo

Observância da lei

Qualquer estudante de Direito aprende, em Teoria Geral do Estado, que o Supremo Tribunal Federal é o órgão máximo da hierarquia do Poder Judiciário, responsável por defender a Constituição, constituído por brasileiros natos com mais de 35 anos de idade, notável saber jurídico e reputação ilibada, recomendada a proibição de nomeações pelo presidente da República de ocupantes de cargos de confiança do governo ou que tenham ligação político-partidária com aquele que nomeia. Hoje, contudo, a composição do Supremo deixa muito a desejar, quando se observa que certos ministros vêm adotando posições políticas, em vez de se deterem na observância da lei, motivo que vem colaborando para a atual crise institucional.

JOSÉ WILSON DE LIMA COSTA

jwlcosta@bol.com.br

São Paulo

Estado de Direito

Todo o processo institucional que estamos vivendo é parte do que teríamos de pagar pelos anos de lulopetismo e suas pretensões popularescas e ditatoriais. Haverá um tempo, próximo, em que os Poderes da República terão respeito pelo Estado de Direito e equilíbrio jurídico no seu inter-relacionamento!

FRANCISCO JOSÉ SIDOTI

fransidoti@gmail.com

São Paulo

 

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

O DUELO ENTRE MENTIRA E A VERDADE

 

Quem conta uma mentira terá de inventar outras sete para sustentar a primeira. Assim é o antigo dito popular, que se torna cada vez mais contemporâneo no Brasil em crise e tomado pelo descrédito dos governos e da classe política. As novas denúncias contra o presidente da República, o segundo afastamento de Aécio Neves e a saída traumática e Antonio Palocci do PT são provas disso e nos levam obrigatoriamente a especular sobre o que dirão Rodrigo Rocha Loures e Geddel Viera Lima sobre a mala dos R$ 500 mil descoberta com o primeiro e os R$ 51 milhões encontrados no apartamento do segundo. Será que mentirão ou dirão a verdade? Também há o caso dos recibos apresentados pelo ex-presidente Lula, nos quais aparecem os dias 31 de junho e de novembro, inexistentes no calendário. Outras coisas a observar são as delações ainda por vir. Nunca na história deste país tivemos um período de tamanho confronto entre a verdade e a mentira. Pior é que hoje os confrontados são os altos escalões nacionais e ainda poderão rolar pela mesma ribanceira os estaduais e até os municipais. Pobre Brasil, precisa encontrar o caminho da verdade e definir a mentira e o embuste como coisas de um passado infeliz. Por mais grave que seja, a verdade tem de prevalecer, até como mecanismo para depurar o meio e dar oportunidade para a renovação ética, moral e política de que tanto necessitamos.

 

Dirceu Cardoso Gonçalves aspomilpm@terra.com.br

São Paulo               

*

RECIBOS SUSPEITOS 

Quando li a notícia de que a defesa do ex-presidente Lula tinha apresentado os recibos que comprovariam o pagamento do aluguel do apartamento de São Bernardo do Campo sob suspeita de se tratar de propina, logo pensei que nesta a turma da Lava Jato, do juiz Sergio Moro, tinha se dado mal, pois não é possível imaginar que, com a avançada tecnologia, hoje à disposição dos peritos, alguém ainda tenha a ingenuidade e a coragem de apresentar documentos falsos. Mas os erros grotescos e sinais contundentes de que são fajutos os tais recibos, que fariam corar o mais incompetente trambiqueiro, logo me avivaram sobre quem estava escrevendo. Mesmo assessorados por um advogado atento, questionador e com ares de competência, essa trupe petista é mesmo imbatível na arte de fazer trapalhadas.

Abel Pires Rodrigues abel@knn.com.br

Rio de Janeiro 

*

ESTE É O HOMEM MAIS HONESTO

Que ninguém acredita nas explicações mentirosas do ex-presidente Lula não há duvidas, mas creditar suas falcatruas à falecida ex-primeira-dama Marisa Letícia já é demais. Ora, os "falsos" recibos da locação do apartamento, recebido como propina da Odebrecht, em São Bernardo do Campo, além dos idênticos erros de digitação e das datas inexistentes, agora foram desqualificados pelo "laranja" Glauco da Costamarques, que confirmou a assinatura, em todos eles, de uma única vez, quando estava internado no hospital. Com as reiteradas mentiras deslavadas, o homem mais honesto terá dificuldades, até mesmo, para provar que Lula é o seu nome. Papuda "nelle"!

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

LARANJA PODRE

Noticia-se que Glaucos Costamarques - o laranja de Lula - nunca teve renda para comprar a cobertura de São Bernardo, muito menos o prédio do Instituto Lula. Responde por 14 ações na Justiça por dívidas de R$ 1,2 milhão. Sofre, ainda, execução pela Receita Federal no valor de R$ 120 mil por dívida de Imposto de Renda. Nada mais lógico que a cobertura de São Bernardo seja executada para cobrir parte das dívidas. Não correrá o risco de sofrer objeção mediúnica por parte de dona Marisa, visto que era apenas locadora. Quem ficará no prejuízo mesmo será Lula, afinal é nisso que dá não saber escolher "laranjas".

Claudio Juchem cjuchem@gmail.com

São Paulo

*

DO ALÉM

A pífia defesa de Lula, ao continuar a jogar quase tudo sobre dona Marisa nesta pobre estratégia cheia de furos e contradições, ainda obrigará o juiz Moro a enviar a ela uma intimação psicografada e ir a um centro espírita para ouvir a falecida! No caso de uma negação de seu envolvimento vinda do além, nesta terra, Lula sempre poderá dizer "não sei nem conheço esta mulher...".

Paulo Boccato pofboccato@yahoo.com.br

Taquaritinga

*

CRIME PERFEITO?

A perícia nos recibos de aluguel apresentados pela defesa de Lula poderá corroborar com a tese de que não existe crime perfeito.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

*

PROVAS CONTRÁRIAS

Os recibos são muito mais provas contrárias do que a favor de Lula. Por que foram assinados no mesmo dia, muito posteriormente aos eventuais pagamentos?

Eugênio José Alati eugenioalati13@gmail.com

Campinas

*

LULA, O PERSEGUIDO

"A responsabilidade é de quem assina o documento." Com essa afirmação, referindo-se à suspeita de que Lula falsificou os recibos de pagamento de alugueres da cobertura utilizada por sua família, o advogado do ex-presidente continua a sugerir a noção de que seu cliente é o homem mais honesto do Brasil. De acordo com essa visão de mundo que se quer pintar, o apedeuta certamente segue sendo vitimizado por todos, inclusive por sua falecida mulher. Já pensaram se dona Marisa Letícia fosse ex-mulher? Tadinho...

Oscar Thompson oscarthompson@hotmail.com

Santana de Parnaíba

*

RECIBOS DE DONA MARISA

Os "grandes" e "famosos" advogados de Lula cometeram erros primários!

  

Robert Haller robelisa1@terra.com.br

São Paulo

*

31 DE FEVEREIRO...

Com efeito, só faltou mesmo a defesa de Lula entregar a Sergio Moro um recibo de pagamento do aluguel de seu apartamento datado em 31 de fevereiro às 25 horas! Como se vê, o ex-presidente não é o único a faltar com a verdade. Cada um tem os advogados que merece, pois não?

J. S. Decol decoljs@gmail.com

São Paulo

*

DATAS

Pelo jeitão da coisa, Lula deve lançar sua candidatura dia 30 de fevereiro! Oops!

Elisabeth Migliavacca

São Paulo

*

O ANO DE 368 DIAS

Lula compensa três dos dez dias que o papa Gregório VIII tirou do calendário em 1582! Para ajustar o Calendário Juliano aos tempos modernos, o papa Gregório VIII suprimiu dez dias: de 5 de outubro a 14 de outubro de 1582 saíram do calendário. Lula, agora, devolve três dias ao nosso calendário brasileiro, passando nosso ano de 365 para 368 dias!

Paulo Sérgio Arisi paulo.arisi@gmail.com

Porto Alegre

*

A URGÊNCIA E O ERRO

Advogados regiamente pagos são muito criativos, e não deveriam cometer erros. O de Lula teve de criar recibos urgentemente. Perícias vão indicar se foram impressos sequencialmente na mesma impressora. Lula terá seu destino, em que pese a imensa sensibilidade da Justiça com aqueles que ainda admiram o condenado como o homem "mais honesto do Brasil".

Ottfried Kelbert okelbert@outlook.com

Capão Bonito 

*

CIDADANIA & JUSTIÇA

Sem advogado não se faz justiça; consulte sempre um. Confira todos os recibos que emitir ou receber. E muito cuidado com os idos de março, isto é, junho, principalmente no dia 31...

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

*

TRAPALHADA

Se Lula bobear, além de recibos fajutos, é capaz de seu advogado, nas alegações finais, pedir "por engano" a sua condenação!

Jose E. Bandeira de Mello josedumello@gmail.com

Itu

*

A ORIGEM DO DINHEIRO

O advogado de Lula reafirmou que os pagamentos dos aluguéis foram feitos, e foi mais longe, disse que bastaria o último recibo com a ressalva de não existirem débitos anteriores para considerar tudo pago. Provavelmente, o advogado se distraiu, ou cochilou, ou certamente não sabe que todo pagamento precisa ser provado, não basta o recibo, como ele pensa, também precisa ter a origem do dinheiro. O recibo não é um fim nele mesmo, como pensa o advogado. Se assim fosse, ele teria resolvido todos os problemas de inadimplência do mundo, bastaria produzir um recibo. E, se foi pago em dinheiro vivo, precisa ser provada sua origem, por exemplo, o saque no banco, etc., e o consequente depósito na conta do senhorio. Não bastassem as trapalhadas comprobatórias da defesa, o senhorio contraditou-a disse em juízo e depois na imprensa que não recebeu. E agora, "honoris causa"?

Alpoim da Silva Botelho alpoim.orienta@uol.com.br

São Paulo

*

HOMENAGEM

Em homenagem a Lula e a seus advogados apressados todos os anos será comemorado o dia do PT 31 de Junho, mesmo não existindo esse dia no calendário. O PT sempre inovando e inventando em seu favor.

Marieta Barugo

São Paulo

*

LULA OU COSTAMARQUES?

Com a confirmação feita pelo próprio testa de ferro de Lula o engenheiro Glaucos da Costamarques, de que não recebeu nenhum valor a título de aluguel do ex-presidente e que os recibos apresentados pelo advogado de Lula foram forjados, cabe à Justiça: ou prender Lula, por fraude processual, ou Glaucos Costamarques, por falso testemunho. Se ninguém for para a cadeia, a Lava Jato ficará desmoralizada.

Paulo R. Kherlakian paulokherlakian@uol.com.br

São Paulo

*

AINDA DÁ TEMPO

Se Lula for realista, já deve estar pensando em alguma embaixada. Existem países que ainda acreditam em suas mentiras.

Luiz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

A 'SEITA' EXPOSTA

Após Antonio Palocci comparar o PT a uma "seita" e atacar Lula, dirigentes petistas falam em "traição". A seita traiu 13 milhões de desempregados, incontáveis empresas, que quebraram, a Petrobrás, todos os eleitores da seita, traiu o País. E, como sempre, fazendo uso de uma das maiores regras da seita, pratica ato ilícito e culpa os outros.

 

José Roberto Niero jrniero@yahoo.com.br

São Caetano do Sul 

*

COMO FORAM TÃO LONGE?

A carta de Antonio Palocci Filho, um dos fundares do PT e conhecedor profundo de como funcionava a azeitada máquina petista, pedindo sua desfiliação ao partido, é uma verdadeira aula de como é o caráter de seus dirigentes, notadamente da "pretensa divindade", senhor supremo, líder máximo da seita, Luiz Inácio da Silva, o Lula, e do poste, Dilma Rousseff, imposta por Lula para dar continuidade à ardilosa, nociva e perversa maneira de tapear incautos, de nos governar. Palocci sabe bem do que fala, pois foi ao longo dos anos pessoa de confiança máximo do líder-mor da seita. O que emerge das palavras do ex-homem de confiança de Lula não é nenhuma novidade para aqueles que o conhecem bem, ou já leram bastante sobre sua trajetória. Com sua carta, Palocci desnuda uma Dilma Rousseff que, sem noção do que sempre falou, bradava a plenos pulmões de que não havia provas contra ela. Dilma, além de conivente, é cúmplice de todos os desmandos, foi artífice de todas as maracutaias e safadezas praticadas, tanto nos oito anos do governo de Lula, primeiro como ministra de Minas e Energia e, depois, na superpasta da Casa Civil, e, principalmente, como presidente do Brasil. Que havíamos sido governados por larápios todos nós sabíamos, mas o "modus operandi" descrito pelo seu amigo e homem forte chega a ser chocante. Os dois dirigentes petistas são casos para seres estudados, a fundo, por psiquiatras, pois seus comportamentos são patológicos. A pergunta que não quer calar é como estes dois seres ignóbeis e amorais foram tão longe? A carta de Palocci é a versão petista do discurso de Kruschev que denunciou os crimes do stalinismo...

Luiz Thadeu Nunes e Silva luiz.thadeu@uol.com.br

São Luis

*

É MENTIRA!

Se Cabral (Pedro Álvares) fosse filiado ao PT e em delação premiada dissesse que na verdade não havia sido ele o descobridor do Brasil, a direção nacional do partido imediatamente emitiria uma nota acusando-o de mentir em busca de vantagens pessoais. Aproveitando a mudança de nomes que os partidos políticos vêm fazendo tentando se descolar de suas velhas imagens, o PT bem poderia mudar o nome para "Honestos", "Seita" ou "Divindades".

Ely Weinstein elyw@terra.com.br

São Paulo

*

NA MIRA DA LEI

O ex-ministro Antonio Palocci disparou sua metralhadora para todos os lados. Lamentamos que durante anos em que mamava nas tetas do governo, talvez por conveniência, nunca tenha dito absolutamente nada. Aliás, o que fazia era elogiar o ex-presidente Lula e o PT.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

MUITO ALÉM

O pior de saber de toda a corrupção e roubalheira que existe no governo, no Legislativo e no Judiciário é constatar a conivência da Receita Federal e dos Tribunais de Contas (da União e estaduais) com tudo isso. A corrupção vai muito além do que imaginamos.

  

André Luis Coutinho arcouti@uol.com.br

Campinas 

*

ACUADOS

Sem novidades, as declarações do criminoso preso Antonio Palocci, quem nunca se deixou enganar pelo falso brilho do profeta analfabeto nordestino que iria acabar com a fome e a miséria no mundo já sabia que a água molha, o fogo queima e Lula é corrupto. Aécio Neves, finalmente, começa a receber algum tipo de punição por ter pedido e recebido dinheiro do crime organizado. Michel Temer é denunciado por corrupção, organização criminosa e obstrução à Justiça. O Brasil será um país melhor quando Lula, Aécio e Temer estiverem dividindo uma cela na cadeia, e esse dia já não está tão longe. 

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

*

O AFASTAMENTO DE AÉCIO

São patéticas, beirando o ridículo, as cenas promovidas por vários nobres senadores da República se unindo, como se formassem uma família de sangue, para defender o senador tucano Aécio Neves. O senador petista Humberto Costa, aquele da voz fanhosa e irritante, foi o exemplo mais contundente desse teatro parlamentar, ao afirmar que a questão era a defesa do respeito à Constituição e às prerrogativas do mandato parlamentar. Mas acho que ninguém tem dúvida, os petistas e seus companheiros de ideologia e envolvidos na Lava Jato não estão lá defendendo o mandato do senador Aécio e muito menos a instituição do Congresso ou a Constituição, mas, sim, seus próprios pescoços.

Abel Pires Rodrigues abel@knn.com.br

Rio de Janeiro 

*

POBRES PETISTAS

Estamos presenciando uma situação inusitada. A bancada do PT defendendo Aécio Neves, evidentemente temerosos de que alguns deles também possam ser afastados, e, ao mesmo tempo, malhando um de seus fundadores, Antonio Palocci. A que situação chegaram os pobres "petralhas"...

Carlos E. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

*

JULGAR AS LEIS?

O senador Randolfe Rodrigues, da Rede, defendendo o cumprimento da "prisão noturna" determinada ao senador Aécio pela 1.ª turma do Supremo, erra ao declarar que o papel do Legislativo é elaborar as leis, não lhe cabendo julgar as leis, e que decisão judicial baseada nas leis não se questiona, se cumpre. O erro é comum em vários casos, inclusive em decisões do STF por interpretação ambígua da Constituição. O fato é que, se a letra da lei não basta para esclarecer e aplicar, e as interpretações são duvidosas ou antagônicas, somente a Casa Legislativa, com o histórico registrado das discussões havidas na elaboração das leis, pode atribuir-lhes o espírito que o povo ali representado atribuiu àquela lei, na formulação e aprovação. Portanto, senador, consulte aos seus eleitores e os represente como determina a democracia representativa.

Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo

*

REFUNDAÇÃO NECESSÁRIA

O senador Aécio Neves é, decididamente, mais igual que os outros. Todos (quase, felizmente) acham que ele não fez nada e interpretam as leis como interessa a cada argumentação, para livrá-lo de culpa. Só que não. Só faltou "batom na cueca". Não larga nenhum osso. Nem a presidência do quase morto PSDB ele quer largar. Por isso o PSDB está neste estado necrosado, e ainda se acha um partido. Nem FHC percebeu ainda que o partido precisa ser refundado, com gente decente, é claro, para se diferenciar do PT.

M. Mendes de Brito mdebritovoni@gmail.com

Bertioga

*

LÁSTIMA

Se a decisão do STF sobre o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi correta ou não é o que os brasileiros irão saber. Por outro lado, se nos lembrarmos de que apenas uma gotinha de sangue pode ser suficiente para avaliar o estado de saúde do organismo humano, a picaretagem do senador Aécio sobre os R$ 2 milhões, comprovada pelos meios de comunicação, é um fato que não deixa dúvida alguma. E pensar que o senhor Aécio foi candidato à Presidência da República! Uma lástima!

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com

Campinas 

*

DE VOLTA AO MOBRAL?

Pela lambança que os três juízes do STF protagonizaram na suspensão das funções parlamentares do senador Aécio Neves, há quem sugira as correções das lentes de seus óculos, ou o retorno, urgente, à escolinha primária para melhorar a leitura e a compreensão de determinados textos. Da Constituição, por exemplo.   

Luís Lago luis_lago1990@outlook.com

São Paulo

*

VERGONHA ALHEIA!

Enquanto os políticos brasileiros bajulam-se entre si, defendendo uns aos outros na tentativa espúria de se safarem das acusações do Ministério Público, há duas posturas que saltam a nossos olhos. A postura daqueles que procuram desmoralizar as instituições da Justiça, inclusive com apoio até de próprias autoridades do Judiciário, que chegam a sugerir que seus pares calcem as sandálias da humildade quando estes justamente procuram estabelecer a ética na vida pública. E a postura daqueles que entendem que é urgente "mudar a realidade no Brasil. Criar um tempo em que não seja normal nomear diretores de estatais para desviar dinheiro. Que não seja normal fraudar licitações. Que não seja normal sair carregando mala de dinheiro", usando palavras do ministro Luís Roberto Barroso. Já sabemos que "banditus banditum fricat", mas esse comportamento de cumplicidade, de ajuda mútua, que de tão escancarado, de tão vil, merece aquilo que já está tendo: esculacho da sociedade! Vergonha alheia!

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

*

AS SANDÁLIAS DA HUMILDADE

Gilmar Mendes afirmou que o STF deve calçar as sandálias da humildade. Só por curiosidade, ministro: que número o senhor calça?

 

Luciano Nogueira Marmontel automatmg@gmail.com

Pouso Alegre (MG)

*

HUMILDADE

Quem deveria usar a sandália da humildade é quem o diz.

Moisés Goldstein mgoldstein@bol.com.br

São Paulo

*

PRISÃO NOTURNA

Mais uma dúvida do STF: Aécio cumprirá prisão noturna no horário de verão?

Wilson Lino wiolino@yahoo.com.br

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.