Fórum dos Leitores

CORRUPÇÃO

O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2018 | 03h00

Gleisi na Al-Jazira

Gleisi Hoffmann, que se intitula “presidenta” do PT, afirmou em patética declaração à TV Al-Jazira que Lula é preso político, que o atual governo quer entregar o nosso petróleo a nações estrangeiras e que o impeachment da estroina Dilma Rousseff foi um golpe, entre outras patacoadas risíveis e grotescas. A senadora pelo Paraná critica a falta de democracia no Brasil e apela pelo apoio de países cujo entendimento de democracia é absolutamente nulo – no Oriente Médio a única nação que segue princípios democráticos é Israel. É notória e sobejamente conhecida a falta de visão e de raciocínio lógico da senadora, mas ela deveria ter um pouco mais de compostura ao alardear levianamente questões internas graves para órgãos da imprensa estrangeira. Porém creio que seja demais pedir a essa lamentável parlamentar que aja com um mínimo de honestidade intelectual.

LEÃO MACHADO NETO

lneto@uol.com.br

São Paulo

Decadência e picaretagem

Esse vídeo de Gleisi entregue pelo PT à Al-Jazira para ser divulgado nos países árabes é o fundo do poço da decadência que vive a tigrada lulista. Investigada na Lava Jato, a senadora ofende a nossa Suprema Corte, dizendo que ela afrontou a Constituição ao decretar a prisão do demiurgo de Garanhuns por pressão da Rede Globo. Não satisfeita, em seu glossário de mentiras ao povo árabe diz que a prisão de Lula “contraria a vontade do povo brasileiro”. Ora, na verdade, essa prisão foi muito festejada Brasil afora! Exportar picaretagem faz parte da vocação petista.

PAULO PANOSSIAN

paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

Calúnias

As declarações de Gleisi Hoffmann à Al-Jazira ofenderam o Legislativo, o Judiciário e a imprensa brasileira em geral. A senadora tenta envergonhar os brasileiros que se orgulham de ver nosso Estado de Direito funcionar democraticamente para punir criminosos, sem distinção de importância ou carisma. Já é insuportável esse discurso reiterado em nosso território, mas fazê-lo em palco internacional é inadmissível falta de decoro parlamentar e de respeito ao País.

ALBERTO DWEK

aldwek@gmail.com

São Paulo

‘Presos políticos’

O pronunciamento de Gleisi à TV Al-Jazira “para denunciar que o ex-presidente Lula é um preso político” e pedir o apoio do mundo árabe contra o “golpe” não é de causar espanto. Não é a troco de nada que a senadora intensifica essa ladainha: Gleisi e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, são réus em processos por crimes no âmbito da Operação Lava Jato. Paulo Bernardo só está em liberdade graças a um habeas corpus concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli. Agora que a prisão de Lula mostrou que a lei é para todos e instalou um clima de salve-se quem puder nas hostes petistas, a ênfase nesse discurso de “golpe” pode representar um passaporte para o asilo político em algum país “amigo”...

SERGIO RIDEL

sergiosridel@yahoo.com.br

São Paulo

Vem mais...

A senadora Gleisi entendeu errado. O “cara” não é preso político, mas mero político preso. E vêm por aí mais condenações – se a Justiça no Brasil funcionar.

M. MENDES DE BRITO

mdebritovoni@gmail.com

Bertioga

STF

Prevaricação

Brilhante e estarrecedor o editorial Inépcia (19/4, A3). Talvez a única observação que se possa fazer se refere ao seu título, que mais apropriado seria Prevaricação, visto não ser concebível que um membro do STF, com longa experiência e decano do tribunal, possa delongar sua decisão por mais de nove anos. Lastimável a conduta do agente público.

GILBERTO DE LIMA GARÓFALO

gilgarofalo@uol.com.br

Vinhedo

Dupla injustiça

Caro ministro decano do STF, Celso de Mello, e sua assessoria de notáveis: depois de dez anos concluíram que a denúncia contra o deputado Flaviano Melo era simplesmente inepta, apesar de os demais envolvidos no escândalo terem sidos julgados e condenados em instâncias inferiores há tempo?!

ARNALDO RAVACCI

arnaldoravacci05@gmail.com

Sorocaba

‘Há juízes em Berlim’

Ó céus, como eu gostaria de dizer que há juízes em Brasília, referindo-me ao STF, onde se encontram, há anos, milhares de ações de repercussão geral aguardando julgamento, enquanto o sofrido povo brasileiro vê a mais alta Corte de Justiça do País gastando – literalmente gastando – seu caro e precioso tempo com questões envolvendo bandidos que já deveriam estar na cadeia. Veja-se o Recurso Extraordinário 630.852, que trata do aumento abusivo dos planos de saúde para quem completa 60 anos. Ó céus, ajudem os juízes de Brasília!

ARNO HOFFMANN

arno@uai.com.br

Belo Horizonte

PLANOS DE SAÚDE

Corrida ao SUS

Pobre segurado que paga regularmente seu plano de saúde para não ter de pagar despesas de internação, etc., de um golpe só. O governo, que não boicotou a franquia nos convênios, se prepare: muitos conveniados vão acabar tendo de usar os péssimos serviços públicos por falta de recursos e de alternativa.

JORGE A. NURKIN

jorge.nurkin@gmail.com

São Paulo

DESTINO DO BRASIL

Futuro em jogo

Depois de ler os artigos de ontem Por que o Brasil não muda? e Por que o Brasil ficou para trás (A2), fiquei profundamente triste, melancólico, desanimado. Não sei o que fazer diante da nossa atual situação de descalabro social, ético, moral, financeiro, político e tudo o mais que se queira. É de doer ver como estamos e que ninguém quer mudar nada – eventualmente, os que queremos mudar somos tão poucos... O Congresso Nacional aposta sempre no pior para o Brasil, a Justiça, com suas infindáveis instâncias, passa uma imagem tendenciosa de que os ricos e poderosos nunca são realmente alcançados... Fica difícil! Penso que para começar a mudar algo é imperativo elegermos um Congresso que aplique as mudanças liberais que permitam conduzir o nosso país a um destino diferente de uma “ditadura armada”. Os cidadãos que abram os olhos, nosso destino estará em jogo em outubro!

JORGE EDUARDO GONELLA

jorgegonella@hotmail.com

São Paulo

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br


GLEISI E AL-JAZIRA


“Lula foi condenado por juízes parciais num processo ilegal. Não há nenhuma prova de culpa, apenas acusações falsas”, afirma Gleisi Hoffmann (PT-PR). A petista termina convocando “todos e todas (do mundo árabe) a se juntarem na luta para libertar Lula”. Até onde a senadora quer chegar? Mentir, inventar, injuriar nosso país vai ajudar Lula a sair da cadeia sem pagar pelos crimes que cometeu? Será que ela imagina mesmo que nestes países do mundo árabe não há jornalistas bem informados sobre todo o longo processo no qual Lula teve o mais amplo e irrestrito direito de defesa? Pensa ela que o juiz que o condenou não tem o reconhecimento internacional pela sua integridade e competência? Tanto é assim que o apresentador da TV Al-Jazira mencionou que o ex-presidente foi preso por corrupção pela Justiça brasileira após longo julgamento em que provas foram apresentadas o que resultou na sua prisão e que a própria senadora é ré em ações por improbidade e poderá ser presa por corrupção até o final do ano. Acrescentou que o Brasil está levando a cabo uma grande operação para investigar e punir corruptos. Ou seja, desclassificou toda o discurso da senadora que, aliás, deveria ser lembrada que nestes países árabes a punição para o roubo é muito severa. Conta-se até que ladrões costumam ter as mãos cortadas. E ademais convocar “todos e todas” para se juntarem nessa luta para livrar Lula significaria extremamente o quê? Que ela está convocando terroristas para se juntarem ao bando que promove banditismo a mando e possível soldo do PT? Ah, senadora! Que coisa ridícula! Nós que pagamos seu salário, não estamos dispostos a desperdiçar nosso dinheiro com tanta sandice. Alguém precisa impor limites a Gleisi Hoffmann até para protegê-la dela mesma, pois suas ações estão mais assemelhadas a de uma tresloucada.



Eliana França Leme efleme@gmail.com

Campinas


*

GLEISI HOFFMANN


Indiciada pela Polícia Federal (PF) em março de 2016 por corrupção passiva, denunciada pelo Ministério Público Federal (MPF) em maio de 2016 acusada de envolvimento em propinas e ré em ações no Supremo Tribunal Federal (STF) em setembro de 2016, envolvida na Operação Lava Jato, esta criatura, com toda esta ficha corrida, poderia estar solta insuflando o ódio e a revolta dos petistas contra a população? E como se não bastasse, agora apelando para os terroristas muçulmanos? Com este rabo mais do que preso, não deveria estar calada? Está louca? Vem-me à cabeça um velho ditado popular que diz “macaco que muito pula quer chumbo”. Vai ficar tudo por isso mesmo?


Lucia Mendonça luciamendonca@terra.com.br

São Paulo


*

O PT E O MAQUIAVELISMO


Ao ler o artigo sobre a fala da senadora Gleisi em TV árabe, em vídeo amplamente circulado nas redes sociais, confirma-se que o vídeo não era uma “fake news”, como cogitei que fosse tamanho absurdo e afronta ao povo brasileiro, que é essencialmente pacífico, salvo exceções, claro! Já não basta dividirem a população entre “nós e eles”, agora querem incitar uma briga entre “extremistas islâmicos e brasileiros”? Isso comprova a gravidade do extremismo por trás da ideologia petista, maquiavélica, em que os fins justificam os meios, mesmo que apelando para a violência, roubo e derramamento de sangue para atingirem o seu objetivo de poder e riquezas! Lamentável isso tudo! A senadora não tem espírito público, apenas demonstra seu desejo por mais “poder”, e para destruição, diga-se de passagem. Gleisi tem adotado o mesmo mecanismo de seu padrinho Lula, torcendo palavras, ou seja, mentindo, para acusar “Deus e o mundo”, como estratégia perversa de defesa!


Silvia R. Pereira de Almeida silvia_almeida7@hotmail.com

São Paulo


*

TV ERRADA


A senadora Gleisi Hoffmann disse tudo o que quis sobra a prisão de Lula, mas para a TV errada. O único país árabe que vive plena democracia é a Tunísia. Os mandatários dos demais países, incluindo o Catar, sede da TV Al-Jazira, para quem a senadora deu a entrevista, não têm o mínimo apreço pela democracia ou pelas liberdades políticas e seus respectivos povos infelizmente mal sabem o que isto significa. Não há com que se preocupar: a fala de Gleisi caiu no vazio.


Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo


*

LOIRA O QUÊ?


A senadora Gleisi ultrapassou todos os limites da paciência do povo brasileiro, a quem de direito cabe cortar já as asinhas dessa tresloucada.



Lydia L. Ebide lebide@vivointernetdiscada.com.br

São Paulo


*

TRAIDORA DA NAÇÃO


Em qualquer país onde polícia e Justiça funcionam, a senadora Gleisi Hoffmann já teria sido detida e acusada por traição à Nação!


Sandra Gonçalves sandgon@terra.com.br

São Paulo


*

AL-JAZIRA É PORTA-VOZ DO ISIS


O Estado Islâmico assume seus atentados exclusivamente pela Al-Jazira. Considera essa emissora como sua porta-voz! Gleisi sabe disso.


Eugênio José Alati eugenioalati13@gmail.com

Campinas


*

O INCONFORMISMO DE GLEISI HOFFMANN


Após o vídeo para a Al-Jazira, esta na hora de começarem a preparar para ela uma cela em Curitiba.


Robert Haller robelisa1@terra.com.br

São Paulo



*

AL-JAZIRA


Se a TV Al-Jazira soubesse a vida pregressa da senadora Gleisi Hoffmann, e baseados como o mundo árabe que assiste aquele canal de TV tratam as mulheres, se ela fosse gravar pessoalmente seu manifesto, em vez de apoiada, seria apedrejada em praça pública. É assim que tratam por lá, mulheres com o histórico de vida da senadora.


Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo


*

GLEISI HOFFMANN QUER GUERRA NUCLEAR


Essa mulher, Gleisi Hoffmann está precisando ser tratada com urgência, será que amigos, familiares não veem que ela está muito doida? Agora ela vai à Al-Jazira convocar uma intifada, uma guerra Santa dizendo que Lula foi bom com árabes e está sendo perseguido, “kkkkkkk”­­, misturando causa religiosa de milênios, com um político corrupto, Gardenal com Rivotril, no mínimo.


Roberto Moreira Da Silva rrobertoms@uol.com.br 

São Paulo


*

PENSANDO EM VIAJAR, PRESIDENTE?


A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, relatou em entrevista coletiva que objetos pessoais de Lula – entre eles um talão de cheques e o passaporte – foram furtados no centro da capital paranaense do carro de um assessor que os trouxera de São Paulo para entregar ao ex-presidente, mas que uma denúncia já fora registrada na Polícia Civil para apurar a ocorrência. A informação de Gleisi é de causar preocupação: aos seus apoiadores, com a sanidade mental de Lula, porque parece remota a hipótese de que ele venha a precisar do passaporte para fazer alguma viagem internacional nos próximos 12 anos e 1 mês; aos seus adversários, porque leva ao temor de que o ex-presidente esteja planejando uma fuga e asilo no exterior; e àqueles que o conhecem bem, porque faz supor que na hipótese de vir a obter transferência para prisão domiciliar terá um álibi para não entregar o passaporte – medida cautelar rotineira quando da concessão desse benefício. Em se tratando de Lula nada é o que parece.


Sergio Saraiva Ridel sergiosridel@yahoo.com.br

São Paulo


*

LULA E AS MORDOMIAS AOS EX-PRESIDENTES


A notícia de que documentos, inclusive o passaporte, do ex-presidente Lula foi furtado no Paraná, de dentro do veículo utilizado por um assessor, é muito estranha. Todos sabem que os ex-presidentes da República têm à sua disposição dois veículos de luxo e oito funcionários pagos pelo governo, e não há como impedir, pois se trata de uma determinação legal (Lei n.° 7.474/1986 e decreto n.° 6.831/2008). Mas no caso do petista, há uma particularidade não prevista na criação da lei foi criada: a do beneficiário encarcerado. Não há razão para os assessores o terem acompanhado Lula a Curitiba, já que nem acesso a ele podem ter. O que estariam esses servidores fazendo na capital paranaense ou a quem hoje servem? E por que andar com passaporte de alguém condenado a tanto tempo de prisão? O mais correto seria a Presidência da República ter recolhido os carros e os oito servidores hoje desnecessários para as necessidades do beneficiário, só os restituindo no dia em que ele recuperar a liberdade. É preciso, também, atualizar a lei, pois, além de Lula, existem outros beneficiários que poderão, um dia, perder a necessidade de transporte, assessoria e segurança...


Dirceu Cardoso Gonçalves aspomilpm@terra.com.br

São Paulo


*

PRISÃO ‘RAZOÁVEL’


Um cômodo de 15m² com TV, banho privativo, mesa e cadeira é realmente lugar apenas “razoável” para Lula se comparado com o “luxo” típico das prisões brasileiras onde entre 10 e 15 pessoas ficam “acomodadas” em celas de 5m². Estes parlamentares não têm vergonha na cara?



Omar El Seoud elseoud.usp@gmail.com 

São Paulo



*

REGRAS PARA AS VISITAS


Como tem muito deputado, senador, artista, etc. querendo visitar o réu petista em Curitiba, e está gerando muita controversa, sugiro o seguinte: toda figura que quiser visitar o heptarréu petista, antes terá que passar seis horas visitando o presídio de Pedrinhas no Maranhão e mais 6 horas no Pará, pois tenho certeza que depois desta experiência caso ainda tenham vontade e disposição para visitar “Lulla”, vão concluir que ele está numa mansão com inúmeras mordomias...


Luiz Roberto Savoldelli savoldelli@uol.com.br

São Bernardo do Campo



*

FISCALIZAÇÃO


Quantos mais vão “fiscalizar” a cela (especialíssima!) de Lula? Onze senadores, dez deputados, o prêmio Nobel da Paz de 1980, Afonso Esquivel... Alguém mais? Engraçado! Ninguém se oferece para visitar Pedrinhas. Por que será?


Edmea Ramos da Silva paulameia@terra.com.br 

Santos


*

PERGUNTAR NÃO OFENDE


O contrato de aluguel do terreno onde integrantes dos ditos movimentos sociais acamparam em Curitiba, à espera da soltura do “messias”, ou do retorno de Dom Sebastião, foi assinado por pessoa física ou jurídica? Qual a garantia que o proprietário do imóvel tem de que receberá o que lhe é devido? Alguns movimentos sociais alegam não ser pessoa jurídica, com isso evitando ser responsabilizado por qualquer ato, dos muitos vandalismos que promovem por todo o Brasil, no campo e na cidade! Algum jornalista investigativo se interessa em desvendar o mistério?


Marco Antônio Esteves Balbi mbalbi69@globo.com 

Rio de Janeiro


*

LULA, UMA IDEIA CRIMINOSA!


Lula, refugiado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, arrostando o Poder Judiciário, resistiu à prisão por mais de 30 horas, proporcionando um espetáculo midiático grotesco. Naquela oportunidade, discursando aparentemente bêbado, o criminoso mais corrupto do mundo, se descaracterizou como pessoa e afirmou que passaria a ser uma ideia. Realmente, uma ideia que foi descoberta em tempo hábil e devidamente enterrada, superada e descartada pelo povo brasileiro. Consistia na distribuição de Bolsa Família a troco de votos, aparelhamento das instituições nacionais, locupletamento pessoal e familiar ilícito, projeto criminoso de poder perpétuo e “comunização” da América Latina, por meio do Foro de São Paulo. Considerando que o maior demagogo da história política nacional, ainda deve responder a mais seis processos judiciais penais, esperamos que jamais volte a respirar o ar da liberdade.


Roberto Delalibera rdelalibera@gmail.com

Londrina (PR)


*

CARTA


Em carta aos militantes do PT, o ex-presidente Lula diz que “por vocês valeu a pena nascer e por vocês valerá a pena morrer”. Parece uma pura declaração de amor, porém é uma grande simples bravata, ou melhor, é um verdadeiro abraço de afogado, um apelo emotivo e sub-reptício na esperança que outros chorem por ele, se desesperem por ele, lutem por ele e morram por ele. Se Lula dá a vida pelos simpatizantes, então deveria será adorado como um mito, um santo, um mártir, se realmente assim o fosse. Porém, se amasse tanto assim o próximo não se imiscuiria com as corrupções desfavoráveis aos próximos, pois quem ama preserva, protege e cuida o que, convenhamos, Lula fez muito bem, mas não com todos os “próximos”, mas sim apenas com aqueles seus.



Marcelo G. Jorge Feres marcelo.gomes.jorge.feres@gmail.com 

Rio de Janeiro


*

CHEGA DE LULA!


Antes o assunto era quando Lula iria pra cadeia. Agora é quando ele vai sair da cadeia! Será possível? Esqueçam o condenado!


Elisabeth Migliavacca

São Paulo


*

OS INTERMINÁVEIS RECURSOS


A impressão que fica para o cidadão brasileiro sério é de que a Constituição foi feita por advogados de bandidos poderosos, porque a dificuldade para se trancafiar um delinquente rico é tão grande, que chega a irritar o mais pacífico dos habitantes desta nação. São recursos intermináveis, embargos dos embargos, dos embargos, um vai e vem de processos que causa nojo e revolta da indignada população deste país. Não é possível que, após comprovado o crime, tenhamos que assistir a um verdadeiro circo jurídico, com palhaços togados ou não, vomitando leis, regulamentos, jurisprudências, entendimentos convenientes e réus gastando fortunas com uma elite do direito que se enriquece a cada dia defendendo criminosos convictos e pressionando juízes na busca da impunidade. A vergonha, a ética e a decência parece que não fazem parte do cotidiano desta gente.


Elias Skaf eskaf@hotmail.com 

São Paulo



*


JUÍZES E PENDURICALHOS


Emocionante um Estado rico como o Rio Grande do Norte, ter concedido e cancelado aos seus memoráveis juízes, desembargadores, familiares de mortos e tudo mais possível o direito a penduricalhos “licença-prêmio”. Afinal, eles são o suprassumo do Estado potiguar e o povo trabalha.


Adilson Pelegrino gumerci@terra.com.br

São Paulo


*

O POSITIVO DA SITUAÇÃO


O positivo da situação é que até os ouvintes de rádio estão comentando as interpretações errôneas que o STF está dando para certas expressões constitucionais como “trânsito em julgado”. O País está acordando para a inacreditável realidade de que os problemas da Nação começam onde deveriam terminar: na Justiça!


Gilberto Dib gilberto@dib.com.br

São Paulo



*

DEPENDE DO LADO QUE SE OLHA




O Supremo Tribunal Federal sempre disse que nas decisões do Congresso Nacional não se mexe. Todavia, agora no caso Demóstenes Torres, cassado por corrupção, vem o Supremo, do nada, e devolve-lhe o direito de disputar as próximas eleições – a condenação era até 2027. Conclui-se que, como diferente não poderia ser, que os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, julgam conforme o “lado que olham”, mais parecendo aquele programa humorístico: “cassa e descassa”. Vamos aguardar a posição do Legislativo!


Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo


*

ABERRAÇÃO INFRINGENTE


Já imaginaram como que seria se juízes que apitam os campeonatos de futebol pelo País, adotassem o mesmo critério usado pelos juízes do STF? Ao final de uma partida, o time perdedor poderia entrar com embargos infringentes questionando o resultado de uma vitória apertada, determinando um empate pró-perdedor?



Paulo R Kherlakian paulokherlakian@uol.com.br 

São Paulo


*

DECANO OU ‘DEU O CANO’?


O mais antigo integrante do STF, ministro Celso de Mello está envergonhando a simpática Tatuí, cidade do interior paulista, ao se posicionar contra a prisão em segundo grau, consequentemente favorecendo a impunidade. Um processo de responsabilidade do decano já vai ser prescrito por decorrência de prazo e o réu sairá ileso. Mais um condenado livre por inépcia do STF.


José Alcides Muller josealcidesmuller@hotmail.com

Avaré



*

CELSO DE MELLO SEGURA AÇÃO HÁ 10 ANOS


Um ministro do STF que segura no seu gabinete por 10 anos uma ação contra político com foro privilegiado, prestes a prescrever, merece continuar como ministro, merece confiança, a instituição em suas mãos funciona? A acusação é contra o deputado federal Flaviano Melo (MDB-AC), por esquema de gestão fraudulenta para desviar recursos públicos do Banco do Brasil, à época governador do Acre entre 1988 e 1990. O ministro Celso de Mello foi instado para dar prioridade ao processo, pelos três últimos procuradores-gerais da República, em 2010, 2013 e em dezembro de 2017 pela dra. Raquel Dodge, alertando-o que o acusado sairia impune; da pena mínima de dois anos o acusado já escapou. O gabinete do ministro em dezembro de 2017, prometeu o julgamento para março de 2018, que não ocorreu, a prescrição penal ocorrerá no final de junho de 2018. Vale lembrar que se trata de um político acusado de desvio de recursos públicos, agraciado pelo ministro do STF por 10 anos; convenhamos é muito tempo de benefício para um acusado, isso sim é foro privilegiado. Alguém precisa fazer alguma coisa, o STF não pode continuar assim, sem cumprir com a jurisdição, beneficiando, involuntariamente, acusados de desvios de recursos públicos contra o Brasil.


Alpoim S. Botelho alpoim.orienta@uol.com.br

Pirituba


*

SERÁ QUE SÃO PARENTES?


O ministro Celso de Mello “melou” o processo do ex-governador Flaviano Melo. Conforme o “Estadão” noticiou. Nove anos, 10 meses e vinte e um dias para analisar o referido processo! Os dois são Melo. O juiz assina o nome com grafia de duas letras “l”, o processado com apena uma... Será que são parentes?


Sansão José da Silva sansaojsilva@gmail.com

Uberlândia (MG)


*

ESPÍRITO DE CORPO


Por que será que os demais ministros do STF não cobraram do ministro, Celso de Mello, a reapresentação de uma ação na qual a Procuradoria-Geral da República (PGR) pedia a condenação de um deputado federal do MDB do Acre que, segundo a imprensa, estava sob pedido de vista há quase 10 anos, e que recentemente acabou sendo arquivada monocraticamente pelo próprio ministro decano?


Sergio Salgado de Oliveira ssoliveiramsm@gmail.com 

Monte Santo de Minas (MG)


*

PROJETO DE LEI CONTRA A JUSTIÇA


A presidente da Associação de Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), dra. Vera Lúcia De Boni, denunciou em artigo na imprensa gaúcha, um nefasto Projeto de Lei de n.º 7.488/2017 da Câmara dos Deputados, originária do PL n.º 349/205 do Senado, enviado para sanção presidencial, cuja finalidade é evitar a punição dos crimes de corrupção que dominam a nação. Entre outras artimanhas, proíbe um juiz de proferir decisões que anulem atos ilegais, sem antes medir as consequências práticas que daí resultarão. Uma nada sutil iniciativa de acabar com os processos de operações como a Lava Jato. É mais uma tentativa de salvar os corruptos e manter as “licitações” de fachada e a roubalheira do conluio político-empresarial vigente no País. “Diante de uma licitação ilegal, dolosa e lesiva, que resultou em obra pública já em andamento, deverão pós juízes sopesar o fato de que, se concluírem pela anulação do ato, a obra será interrompida e a empreiteira provavelmente demitira alguns empregados, o que não seria, na expressão da lei, de “interesse geral”. Explica a presidente da Associação dos juízes gaúchos. Mais uma vergonhosa iniciativa dos nossos congressistas para manter o sistema criminoso que deixou os brasileiros perplexos e clamando por Justiça.


Paulo Arisi paulo.arisi@gmail.com

Porto Alegre


*

‘EMPODERAMENTO’



Gilmar Mendes afirma que estaria havendo um “empoderamento” de juízes e promotores nas últimas decisões judiciais. Lula, por exemplo, foi condenado em três instâncias por unanimidade dos votos e no STF por maioria. Então a julgar pelas suas palavras quem tenta usar o poder para subverter decisões é ele pois viu suas teses e de outros ministros vassalos (felizmente minoria) serem desmontadas por fortes argumentos e tenta de todas as formas derrubá-las. Protótipo de ditador mal sucedido.



Paulo H. Coimbra de Oliveira ph.coimbraoliveira@gmail.com 

Rio de Janeiro


*

STF E A IMPUNIDADE


Por que nossos políticos nos roubam desde sempre? Porque não são punidos. Conhecemos a história de Maluf e o caso mais recente de impunidade é o do deputado Flaviano Melo (MDB-AC), cujo processo ficou guardado na gaveta do ministro Celso de Mello por aproximadamente 10 anos e quando estava para prescrever, em um breve despacho, o ministro mandou arquivar o processo. Enquanto os demais envolvidos no caso, sem foro privilegiado, foram julgados e condenados, o “nobre” deputado continua ficha limpa e com certeza, com um belo patrimônio. Enfim, para que serve o STF? Apenas para assegurar a impunidade aos políticos corruptos e a corrupção desenfreada nas administrações públicas. Serve apenas para nos envergonhar e destruir a nossa Pátria, que não é a mesma Pátria dos ministros do STF, pois eles gostam mesmo é de Portugal, França, EUA...


Maria Carmen Del Bel Tunes G.carmen_tunes@yahoo.com.br 

Americana


*

MALUF, O MORIBUNDO DA FERRARI


“A prisão domiciliar salvou a vida de Maluf”, diz advogado de defesa ao STF! Pergunto ao advogado de Maluf e aos membros do STF que lhe concederam prisão domiciliar: quantas pessoas morreram devido aos assaltos de Maluf aos cofres públicos? Dezenas, centenas, milhares? Por que tanta benevolência para com os poderosos que se tratam no Sírio-libanês e nenhuma benevolência para o povo que morre na fila do SUS! O laudo foi emitido por doutores e PHD’s do hospital Sírio-libanês (nossos políticos adoram o Sírio, afinal o dinheiro do SUS, esses parasitas enviaram para paraísos fiscais, para sustentar as futuras gerações de seus clãs por anos afim)! E mais, srs. doutores e PHD’s, vocês se esqueceram, diante desse laudo médico apresentado no STF que literalmente enterra Maluf, de perguntar a esse senhor moribundo de 86 anos, como foi que ele pousou de playboy em uma Ferrari há bem pouco tempo, esbanjando enorme saúde e vitalidade, uma vez que seu quadro já era de um cadáver ambulante? Quem acredita nisso tudo? Triste!


Armando Favoretto Junior armandofavoretto@gmail.com 

São José do Rio Pardo


*

AÉCIO, CUNHA, GEDDEL E CIA.


O Brasil espera que Geraldo Alckmin, FHC e o PSDB tomem uma atitude em relação à situação do réu Aécio Neves. Aécio já confessou que pediu e recebeu dinheiro de Joesley Batista, isso, só isso e mais nada, deveria ser suficiente para que Aécio Neves fosse expulso do partido. O Brasil já cansou de esperar que o PT tome uma atitude em relação a Lula e que o MDB de Temer tome uma atitude em relação à Cunha, Geddel e cia.


Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo



*

POR GENTILEZA


Após se tornar réu por corrupção e obstrução de Justiça no STF, em decisão unânime, alvo ainda de outras oito investigações, Aécio Neves rebate no tempo futuro: “provarei de forma clara e definitiva a absoluta correção dos meus atos”. Está certo, mas até lá, o senhor poderia entregar o cargo de senador da República?



Ricardo Siqueira ricardocsiqueira@globo.com

Niterói (RJ)


*

HOMBRIDADE


Tivesse um mínimo de hombridade, tivesse respeito por seu Estado, por seu partido e por seu país, o réu Aécio Neves, há muito já teria se afastado das lides político-partidárias evitando contaminar com sua perniciosa presença os ambientes em que atua. Esperar melhor sorte no “coletivo” mineiro é hipótese que pessoas de bem nem de longe ousariam vislumbrar.


Mário Rubens Costa costamar31@terra.com.br 

Campinas


*

AÉCIO TAMBÉM NÃO SABIA


Na escola de Lula, o cara também não recebeu nada, não sabe de nada, etc. O Brasil com a Constituição de 88 foi assaltado por tudo quanto é vagabundagem na política.


Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo



*

BARBOSA


O sr. Joaquim Barbosa, merecidamente, recebeu aplausos por sua atenção no STF. Fico estupefato com a possibilidade de um ex-ministro vir ser candidato a um posto que exige, no mínimo, experiência administrativa e trânsito político. Se para o cargo pretendido basta ser honesto, estamos literalmente perdidos.



Andre Frohnknecht caxumba888@gmail.com

São Paulo


*

MUDANÇAS EM OUTUBRO



Os eleitores em outubro devem mudar a maioria dos deputados e senadores, alguns já atingidos pela Lava Jato, que prejudicaram o País neste período que estão exercendo os seus poderes, São responsáveis pela crise que estamos passando, não votando reformas importantes, como a da Previdência e não deixando o governo colocar em prática a agenda governamental, obrigando-o a fechar acordos e cobranças espúrios para atingir os seus objetivos nada republicanos. Qualquer dos presidenciáveis que se eleger não vai conseguir governar com este quadro indesejável e não aprovar, com urgência, uma reforma política para por fim neste sistema presidencialista de coalizão, que tanto atraso traz para o Brasil.



José Wilson de Lima Costa jwlcosta@bol.com.br 

São Paulo



*

DOIS REGIMES


Tenho 55 anos e passei parte de minha vida entre o regime militar e o governo civil. Não chamarei o governo militar de ditadura nem o civil de democracia. Acho que houve coisas boas no regime militar e também coisas ruins. No regime civil idem. E a principal das coisas ruins dos dois regimes foi a falta de formação de líderes políticos para os anos seguintes. Com o fim do regime militar, fomos governados pela velha guarda política (Sarney, Collor) e pelas esquerdas ditas progressistas que nada mais são do que corrupção e vaidade. Nesse período, de 1985 para cá, dois exemplos de mediocridade aguda e burrice como Sarney e Dilma que deixaram triste legado. Duas figuras poderiam ter dado rumo melhor ao País: FHC pelo seu conhecimento da realidade e sua cultura se perdeu na velha política e Lula com seu carisma se vendeu à corrupção. Hoje, a única democracia que temos é a bandalheira generalizada nas três esferas de governo (federal, estadual e municipal) e em todas as empresas estatais e órgãos públicos. Para mim, o Brasil só piorou. Nos anos 80, vivíamos sob a expectativa de que um governo civil levaria ao progresso e Justiça social. Mas hoje, temo que não tenhamos mais perspectiva nenhuma.


André Luis Coutinho arcouti@uol.com.br 

Campinas


*

SIMULACROS DE ARMAS


Uma vez que comprovadamente simulacros de armas estão sendo utilizadas em 40% dos roubos no Rio, como pistolas, revolveres e até fuzis fabricados para prática esportiva, que são praticamente idênticos a armas de fogo, com uma única diferença tendo na ponta a alça de mira na cor laranja, a qual é facilmente camuflada pela bandidagem. Por que não obrigar determinando que sejam fabricadas totalmente na cor laranja, vermelha ou verde, que para fins esportivos em nada implicará? Ou até proibir sua fabricação, pois tal diversão pode induzir e estimular a prática de violência na vida real?


Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br 

São Paulo



*

‘ARMAS FALSAS’


Falsificar é crime. Logo, quem falsifica armas é criminoso. A desculpa que são apenas brinquedos deveria ser agravante.


Fausto Ferraz faustoferraz15@gmail.com

São Paulo



*

POR QUE O BRASIL NÃO MUDA?


Bom o artigo (19/4, A2) de ontem com o nome acima, fala das castas de nosso Brasil medieval atual. Lembrou-me do livro do Jorge Caldeira “História da Riqueza no Brasil” quando ele fala das Ordenações do Reino portuguesas (em vigor no Brasil até o Código Civil de 1910) que dividiam a população em castas, os privilegiados e os outros, nós. Acho que herdamos essa ideia, inclusive pelo menos um bom juiz de nossa Suprema Corte o decano, a mostrar erudição, até hoje frequentemente usa as ordenações como fonte de Direito!


Antonio Ferreira acferre@terra.com.br 

Jandira


*

NÃO SE ALTERA A AMAZÔNIA IMPUNEMENTE



A reportagem do “Estadão” sobre as consequências da construção da Usina de Belo Monte sobre o bioma da Floresta Amazônica, aborda desta vez o risco de que espécies de peixes endêmicos serem extintas no Rio Xingu, a partir do ano que vem, quando a usina entrar completamente em operação. São peixes raros que só vivem na Volta Grande daquele rio, que alterará a cadeia alimentar daquela floresta. É fato comprovado por cientistas que estudaram aquele bioma, que a Floresta Amazônica, pelo seu gigantismo, tem influência direta no clima do nosso planeta. Também existem estudos que comprovam que a importância fundamental do Rio Xingu no regime de chuvas das Regiões Sudeste e Centro Oeste do nosso território, onde se encontram a maiores produções agrícolas. E, se a produção de energia elétrica é importante para o Brasil, não acredito que seja maior do que o nosso tesouro de água potável. Quando o processo de enchimento da barragem começou transformando em lago o que antes era uma corredeira, de uma só tacada morreram 16,2 toneladas de peixes, a Norte Energia recebeu uma multa de R$ 35,3 milhões por crime ambiental. Ocorre que o dano é irreversível, pois a usina irá continuar a fazer estragos. Empresários e dirigentes do governo federal alteram o bioma da maior floresta tropical do planeta, e não têm a mínima ideia das consequências de suas decisões catastróficas, pois uns visam apenas o lucro de suas empresas e outros as suas sobrevivências políticas. A Usina de Belo Monte custou até agora mais de R$ 30 bilhões para a sua construção, além de mais R$ 5 bilhões; na sua linha de transmissão. Paralelamente estão deixando de lado as denominadas energias limpas, a eólica e solar, que podem gerar energia mais próxima das regiões de consumo, sem destruir e inundar as florestas, e alterar nosso clima, além de exigirem menos desapropriações.



Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo


*

PAULO GUEDES


Parabéns a Paulo Guedes pela entrevista dada ao “Estadão” (15/4, B5). Deu uma aula de economia contemporânea da mais realista que já é li e demonstra que o sistema político e diplomático é arcaico e viciado.


Jaime E. Sanches jaime@carboroil.com.br 

São Paulo


*

PAZ NAS COREIAS


Quem diria que a atitude belicosa de Trump contra a Coreia do Norte seria capaz de gerar o iminente acordo de paz com a Coreia do Sul, após intermináveis 65 anos do armistício firmado em 1953?! Se a sonhada paz for finalmente firmada, o presidente americano fará jus ao Nobel da Paz de 2018. Merece!


J.S. Decol decoljs@gmail.com

São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.