Fórum dos Leitores

.

O Estado de S.Paulo

12 Julho 2018 | 04h00

CONTA DE LUZ

‘Gatos’ premiados

Lamentável que os nobres deputados federais tenham aprovado lei para que os consumidores paguem os custos decorrentes dos furtos de energia, conhecidos como “gatos”. Em vez de aumentarem as penas para que esse tipo de roubo tenha punições mais duras, em conluio com o lobby das distribuidoras vão aumentar em mais 5% a conta de luz de quem paga em dia...?! Na próxima eleição não reeleja ninguém!

EDUARDO KUBRIC

ekubric@terra.com.br

São Paulo

Furto liberado

Pois é, nossos “queridos” deputados, que têm gasolina, carro, passagens aéreas, plano de saúde, etc., pagos por nós e “trabalham duro” quase dois dias por semana, acabaram de decretar que o furto de energia não é crime!

JOSÉ ROBERTO NIERO

jrniero@yahoo.com.br

São Caetano do Sul

Na conta deles

Que tal descontar dos altíssimos salários, acrescidos de penduricalhos, dos deputados os custos das distribuidoras da Eletrobrás na Região Norte com os “gatos”, em vez de os jogarem para os consumidores de todo o País?

ARNALDO DE ALMEIDA DOTOLI

arnaldodotoli@uol.com.br

São Paulo

Aceitável?!

“A Aneel calcula um índice de furtos considerado aceitável...”. Está oficializada a permissão de furto. É mais fácil que coibi-lo. E o cidadão de bem que o suporte.

OTTFRIED KELBERT

okelbert@outlook.com

Capão Bonito

Pagando o pato

A Eletrobrás já deveria ter sido privatizada. Mas garantem os deputados que o tema não estará em votação no Congresso Nacional este ano. Já pensaram se os bancos resolverem repassar para seus clientes os prejuízos com os assaltos a suas agências? Não quero um “país do futuro” onde o crime compensa.

JAIR GOMES COELHO

jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

PREFEITURA PAULISTANA

O salário-esposa

Com relação ao editorial sob o título Salário-esposa (10/7, A3), quero deixar o meu testemunho de que é um privilégio dos servidores municipais de São Paulo realmente sem sentido. Atualmente o salário-esposa no Executivo municipal é de R$ 4,84, que não representa nenhum porcentual significativo para os servidores e no total onera desnecessariamente a folha de pagamentos do Município.

GILBERTO PACINI

benetazzos@bol.com.br

São Paulo

CORRUPÇÃO

‘Simplesmente vergonhoso’

Definindo a tentativa de libertar o ex-presidente Lula da Silva como “grave atentado contra o País e contra a moralidade pública”, o Estado (11/7, A3) faz severa crítica à desavergonhada defesa que as lideranças do PT têm feito da artimanha engendrada por três de seus deputados. E comenta que “lideranças petistas têm defendido a estapafúrdia ideia de que um magistrado, manifestamente incompetente para atuar no caso e manifestamente ligado ao partido, pudesse expedir alvará de soltura para o seu líder, que cumpre pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro”, lembrando ainda que o desembargador Rogério Favreto foi nomeado para o TRF-4 pela deposta presidente Dilma. Às vésperas de substituir a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) em três oportunidades neste mês de julho, quando responderá pelo plantão da Casa, é essencial que o ministro Dias Toffoli, tal como Favreto manifestamente ligado ao PT, redobre a cautela e declare a própria suspeição em casos que envolvam Lula – que o nomeou e com quem mantém relações próximas –, evitando assim incorrer em igual irresponsabilidade.

SERGIO RIDEL

sergiosridel@yahoo.com.br

São Paulo

Parque de diversões

O habeas corpus para soltar Lula que três deputados do PT solicitaram ao TRF-4 bateu nas mãos do desembargador plantonista do fim de semana, Rogério Favreto, que tem relações umbilicais também com o PT e decidiu imediatamente conforme combinado e de forma inusitada e teratológica, em favor do acusado, como bem se expressou a presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz. Em outra frente, um estudante morador em Rolândia (PR) fez uma representação à Justiça contra os juízes Sergio Moro e Gebran Neto, por não terem permitido a libertação do condenado Lula. A nossa Justiça às vezes parece um parque de diversões onde qualquer um entra e pede um brinquedo para se divertir.

ABEL PIRES RODRIGUES

abel@knn.com.br

Rio de Janeiro

Justiça atenta

Do gravíssimo episódio do último domingo sobressai um fato ainda mais alarmante, preocupante e merecedor de sanção punitiva: um agente público deixar-se corromper ou, como tudo indica, arquitetar, com a participação dos políticos petistas, tamanha desfaçatez, numa delituosa afronta às leis e às instituições do País. Por sorte, temos guardiões atentos e vigilantes que impediram que o ato criminoso e inconsequente fosse consumado. Que esse fato seja um aviso cristalino a certos ministros do STF e um alento para a sociedade, ávida de justiça plena, absolutamente irretocável e digna, como desejam todos os brasileiros. Fora da lei não há salvação, já disse o grande Ruy Barbosa.

MOACYR RODRIGUES NOGUEIRA

moaca14@hotmail.com

Salvador

Punição já

Diante da lamentável tentativa do desembargador (?) Rogério Favreto de atropelar decisões pretéritas emanadas do TRF-4, do STJ e do STF, o mínimo que o corregedor do Conselho Nacional de Justiça, ministro João Otávio Nogueira, devia fazer, em nome da preservação e da austeridade da Justiça nacional, é afastar preventivamente o aloprado petista de suas atividades como juiz. Como ficam as partes que têm processos sob a relatoria dessa excrescência? E seus votos que foram decisivos para a definição de uma causa, quando, em demonstração pública, afastou a imparcialidade que deve nortear as decisões judiciais? A insistência com que se conduziu no erro sustenta, com certeza, a decisão do afastamento prévio.

CARLOS BENEDITO P. DA SILVA

carlosbpsilva@gmail.com

Rio Claro

Favreto já foi punido ao ser desmoralizado perante a opinião pública pela ministra Laurita Vaz. Parabéns à presidente do STJ!

ARIOVALDO J. GERAISSATE

ari.bebidas@terra.com.br

São Paulo

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

 

FURTO DE ENERGIA: JUSTIÇA SOCIAL POR LINHAS TORTAS

O projeto de lei aprovado na Câmara (11/7, B1), que transfere para os consumidores de todo o País os custos que as distribuidoras da Eletrobrás na Região Norte tiveram com os furtos de energia, pode ser analisado sob uma ótica social muito interessante: os mais abastecidos pagarão mais pela energia utilizada, enquanto os menos favorecidos – os donos dos “gatos” – ficarão livres deste custo. Sem querer, o Brasil acaba fazendo justiça social por linhas tortas!

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

*

SOBRE FURTO DE ENERGIA

Fiquei estarrecido com notícia de hoje na primeira página do “Estadão”. Um imbecil colocou uma emenda que transfere para nós consumidores a responsabilidade de ressarcir as perdas causadas pelos “gatos” de energia. A conta deverá subir 5% em 2019! “Gato” é ladrão e assim deve ser tratado e o problema não é nosso, consumidores bons pagadores. Esta lei precisa passar no Senado e ainda ser sancionada pela Presidência.

João B Vieira joaobvieira@yahoo.com.br

Sertãozinho

*

REPASSE DA CONTA

Deputados repassam para a conta de luz os gastos com furto de energia. Foras da lei perdoando comparsas.

José Roberto Niero jrniero@yahoo.com.br

São Caetano do Sul

*

PERITOS

“Câmara passa a consumidor custo do furto de energia”. Claro! Eles são peritos em furto.

Luiz C. Vago lcvago@gmail.com

São Paulo

*

CONGRESSO NACIONAL & TARIFA DE ENERGIA

Roubam e são anistiados e isentos pelos nobres parlamentares. Só aqui ratos ajudam gatos...

Ademir Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

*

TAILÂNDIA, EXEMPLO DE SOLIDARIEDADE

A Tailândia deu ao mundo um exemplo de solidariedade, por 18 dias sofreram com os familiares dos 12 meninos e seu treinador, enquanto que aqui, até a merenda escolar dos nossos alunos é roubada pelos políticos canalhas e “roubadores” que compõem as assembleias e Congresso Nacional.

Arnaldo de Almeida Dotoli arnaldodotoli@uol.com.br

São Paulo

*

OREM POR NÓS

O resgate na Tailândia tinha tudo para dar errado, e deu certo. Já o Brasil, com mais lama do que caverna tinha tudo para dar certo, e deu errado.

Ricardo Siqueira ricardocsiqueira@globo.com

Niterói (RJ)

*

POLÍTICOS BRASILEIROS NAS CAVERNAS DA TAILÂNDIA!

Eleitores estão organizando uma excursão para políticos brasileiros irem conhecer as cavernas da Tailândia, na temporada de cheias. Elas são imensas e cabem todos os nossos políticos. Mudarão de nome para “Cavernas de Ali Babá e os 40 mil ladrões”. Sem “abre-te Sésamo”! Encavernados forever! Estrela da Copa? Umtiti e nenhum Tite!

Paulo Arisi paulo.arisi@gmail.com

Porto Alegre

*

BRASIL NA CAVERNA

Somente o voto dos eleitores nas eleições de outubro próximo poderá resgatar o País da caverna inundada em que está preso há tantos anos. Vota certo, Brasil!

J.S. Decol decoljs@gmail.com

São Paulo

*

RESGATE AÉREO

A tigrada petista “quase” conseguiu soltar o cacique Lula da Silva, por meio do plantonista, também petista, no último domingo. O perigo é que, com as viagens de Michel Temer entre os dias 17 e 27, assumirá o cargo Cármen Lúcia e, para o seu, Dias Toffoli. Assim, a tigrada já está preparada para pedir a soltura do heptarréu, no plantão de Toffoli, no Supremo Tribunal Federal (STF). Todavia, caso Cármen Lúcia resolva acumular as duas Presidências – do Planalto e do STF –, já disse Gleisi Hoffmann: “se tudo der errado, haverá resgate aéreo” do demiurgo!

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

SIMPLESMENTE VERGONHOSO

O que presenciamos no último domingo foi vergonhoso e extremamente grave, e o pior é que o lulopetismo tem justificativas para toda a barbárie praticada em nome de uma pseudo justiça, que justifica atos “fora da lei”. O pior ainda poderá estar por vir se o ministro Dias Toffoli, ao substituir a ministra Cármen Lúcia na Presidência do STF, em setembro, resolver soltar mesmo o Lula, para ajudar a eleger algum candidato do PT nas próximas eleições, a exemplo do ano de 2014, em que o Lula, simplesmente, elegeu a Dilma, sua afilhada! Se isso acontecer, o País será novamente tomado pelas quadrilhas no poder e nós brasileiros, precisaremos decidir o que fazer diante desse golpe iminente! A quadrilha funciona como uma espécie de Herodes, que mata crianças, jovens, adultos e idosos com a ausência de serviços de saúde e segurança pública dignos, escolas públicas que mais doutrinam na ideologia de esquerda do que ensinam e preparam para a vida, para uma profissão, enfim, um verdadeiro “país sem lei, sem liberdade e sem ordem ou progresso”, sem o verde da liberdade e esperança, que oxigenam o nosso dia a dia e sem o céu da verdadeira justiça, a que tem compromisso com a ética, amor ao próximo (verdadeiro bem-estar social) e a verdade, próprio de regimes totalitários de extrema esquerda. Que Deus nos ajude!

Silvia Pereira de Almeida silvia_almeida7@hotmail.com

São Paulo

*

SOLTURA DE LULA

Imagino a vergonha dos familiares do desembargador Rogério Favreto ao conceder a liberdade ao Lula e sua decisão meramente política ter sido revista. Devem ficar muito tempo sem sair de casa, sorte dos filhos que saíram férias.

Antonio Marcos Fernandes amfadvogado@uol.com.br

São Paulo

*

A IMPRENSA PROMOVE LULA!

O que mais contribui para Lula ainda liderar pesquisas para presidente é a imprensa vista, falada e escrita, que não deixa passar um só dia sem noticiar qualquer idiotice boquejada pelo ogro de Garanhuns. Parem de tratar um réu julgado e condenado a 12 anos de cadeia como se ele tivesse direitos absurdos como ainda concorrer em uma eleição. Acabem com essa duplicidade suspeita. Cansa, esqueçam essa triste figura!

Laércio Zanini spettro@uol.com.br

São Paulo

*

DEIXE O HOMEM LÁ

A Procuradoria-Geral da República, vendo que os desocupados do Partido dos “Trabalhadores” estão por conta de ficar inventando maneiras de tirar Lula da prisão, pediu para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) que determine à Polícia Federal (PF) que não execute nenhuma decisão sobre a soltura do encarcerado, que não tenha passado pela Corte. Valeu. Essa turma acha que todo mundo é idiota e fica por aí com conversa fiada, quando deveria estar escondida debaixo da cama, envergonhada por ter aprontado tanta canalhice no período em que governou o Brasil. Deixe o homem lá. Ele precisa fazer uma reflexão. Colocá-lo na rua agora, pode atrapalhar a regeneração.

Jeovah Batista jeovahbf@yahoo.com.br

Taquari (DF)

*

O PODER DA PALAVRA

Sugiro que se pare de usar a expressão “desembargador plantonista”, pois isso enlameia as demais categorias que trabalham na modalidade, como saúde, segurança e tantas outras. O desembargador fez o que fez não por ser plantonista, faria em qualquer outra oportunidade que aparecesse, ele fez o que fez porque é petista. Vamos dar às coisas o nome que as coisas têm, certo?

Marcia Meirelles marciambm@yahoo.com.br

São Paulo

*

FAVRETO

Antes, o preso não podia se candidatar. Agora, quem se candidata não pode ficar preso. O Exmo. sr. desembargador Favreto mudou o sentido da Lei da Ficha Limpa.

Geraldo Silva silvag34@yahoo.com.br

Belo Horizonte

*

MANOBRA PARA TIRAR LULA DA PRISÃO

Sr. plantonista Rogério Favreto, desde quando “a notória condição” de Lula como pré-candidato é argumento para soltar alguém da prisão?! Se for assim muitos presidiários vão querer se candidatar.

José Gilberto Silvestrini. jgsilvestrini@gmail.com

Pirassununga

*

EXEMPLO A SER SEGUIDO

Ainda bem que temos juízes do quilate destes que se puseram na frente e barraram uma irresponsabilidade e não soltaram bandido. Foi um verdadeiro exemplo de jurisprudência, cautela e aplicação do Direito, este dado pelos srs. desembargadores e agentes federais ao bloquear uma decisão estúpida de um plantonista petista do TRF-4. Sugiro que este exemplo seja seguido pelos demais integrantes do STF, barrando decisões de Gilmar Mendes, Lewandowski e Marco Aurélio quando estes soltam bandidos notórios ou seus apadrinhados. Ficando calados, os demais ministros, tornam-se coniventes, aceitando pacificamente as canetadas. E denigrem o STF incentivando este notório plantonista petistas a agir desta forma. “Êta, Brasil”, os meninos corajosos do sul estão ensinando os “catedráticos” da Corte, como se deve agir com quem não presta.

José Pedro Vilardi vilardijp@ig.com.br

São Paulo

*

CONDUTOR DESASTRADO

Aproveitando-se da ausência do condutor titular, o desembargador oportunista, sem habilitação e incentivado pelos amigos que gostam de ver manobras arriscadas, tomou o volante do veículo judicial na tentativa de socorrer o “injustiçado” correligionário, andando em caminhos livres de trânsito pelo dia feriado, em alta velocidade e passando por todos os semáforos vermelhos. Felizmente, havia atentos guardas da lei que impediram o desfecho trágico dessa corrida irresponsável.

Paulo Eduardo Grimaldi pgrimaldi@uol.com.br

Cotia

*

QUANDO O JUS SPERNIANDI É UMA ÓPERA-BUFA

No Direito, o termo jus sperniandi, explica o direito, reconhecido e aceito, de o réu impetrar recursos de forma abusiva, contra o resultado de decisões judiciais que lhe não são favoráveis. E pelo que eu entendi, não sendo advogado, não existe nenhuma limitação legal para isso. Pois bem, o pedido de habeas corpus solicitado por três deputados petistas, para o ex-presidente Lula neste último domingo, foi o 79.° recurso apresentado a favor do réu. Aproveitaram que um desembargador ligado ao PT de longa data estaria de plantão nesse dia, no TRF-4, durante o recesso do Judiciário. O desembargador no caso, Rogério Favreto, determinou de imediato a soltura do ex-presidente, armando uma confusão que perdurou durante 10 horas e meia, movimentando todo o Poder Judiciário e a imprensa, que acompanhou o imbróglio par a passo, até o desembargador presidente do TRF-4, determinar o afastamento do desembargador Favreto do caso, como um aria final dessa verdadeira ópera-bufa. A PGR também acionou o STJ para que os recursos do petista passem a ser julgados somente por aquela Corte. Mais tarde li, no site da Band, que já existem representações contra o desembargador Favreto no Conselho Nacional de Justiça. E o que me causou espanto foi o fato de que a pena mais grave que ele poderá sofrer no referido conselho será a aposentadoria compulsória. Ora, com tal perspectiva, é fácil para o desembargador tomar tal decisão. A consequência pior chega a ser risível, com todo o respeito, uma vez que sendo importante para o desembargador em questão, as consequências serão pífias. Para o PT foi uma grande jogada política, pois agora já dizem que uma decisão judicial não foi cumprida e que irão recorrer ao STJ. Será 80.° recurso do réu. Ao mesmo tempo sabemos que 40% dos presos não foram julgados ainda em segunda instância, alguns nem mesmo na primeira instância, além de outros que já cumpriram as suas penas, mas continuam presos. E a pergunta que não quer calar é a de que serve uma Justiça que é lerda e permite tantos questionamentos para aqueles que possuem recursos e prestígio para recorrer indefinidamente?

Gilberto Pacini benetazzos@bol.com.br

São Paulo

*

CÔMICO, NÃO FOSSE TRÁGICO

O Conselheiro Acácio, ainda se recuperando do estado de coma decorrente do espanto que lhe provocou a tragicomédia de domingo passado, não se cansa de perguntar aos seus botões se os planejadores, realmente, acreditaram que tudo iria acontecer como pretendiam? Em caso afirmativo, certamente devem passar suas horas de lazer brincando de esconde com duendes, pulando corda com o saci Pererê, jogando amarelinha com os sete anões, contando piadas para o gato de botas e por aí vai... Ninguém merece!

Arlete Pacheco arlpach@uol.com.br

Itanhaém

*

STF EM CHEQUE

Todos os dias lemos na imprensa decisões repentinas e surpreendentes pela rapidez e prioridade que alguns ministros do STF dão em defesa dos direitos dos condenados, investigados ou presos pela Lava Jato. Os defensores destes conseguem em dias ou até mesmo horas, ou mesmo sem petição – quando o ministro Toffoli proibiu que o cidadão José Dirceu utilizasse tornozeleira eletrônica –, o que os simples mortais não conseguem em anos. A cada dia, a sociedade se vê incrédula com a demonstração de poderes individuais, manifestada por alguns ministros, que abertamente enfrentam outras instâncias inferiores da justiça, em velocidade ímpar, desmoralizando a própria Justiça com decisões que carecem de justificativas e sabedorias perceptíveis. O que percebemos é uma disputa de poder, no mais perverso estilo Taylorista, em que alguém manda, controla e os demais obedecem sem respeito ao pensamento dos que trabalham e labutam por um país mais justo. Acabou o tempo do “manda quem pode cumpre quem tem juízo”. Mesmo a alta Corte do Brasil tem responsabilidade com as consequências e repercussões de suas decisões. Independentemente do poder que se tenha, a respeitabilidade germina fertilizada por decisões pautadas na lei, na coerência e no bom senso. É bom sempre lembrar que o cargo vitalício destes poderosos foi aprovado pelos representantes do povo e a prática continuada da exacerbação do poder significa despreparo para o cargo que ocupa. Esta proteção e autonomia descabida de um dos Poderes da República desequilibra o tripé democrático, desmoraliza o próprio Poder Judiciário e alimenta hipóteses de crise institucional não desejada pela sociedade. Por enquanto, só nos resta sonhar com um “mea culpa.”

Manoel Sebastião de Araújo Pedrosa link.pedrosa@gmail.com

São Paulo

*

PRESIDÊNCIA DO SUPREMO

Com a cassação da decisão do juiz Moro pelo ministro Toffoli com relação à obrigação do José Dirceu de utilizar tornozeleira eletrônica, referido ministro já ditou a sua postura quanto à tônica do próximo presidente do Supremo...

Artur Topgian topgian.advogados@terra.com.br

São Paulo

*

DIRCEU TOFFOLI E O IMBRÓGLIO

Estive pensando ao ver os vídeos que correm nas redes sociais de Zé Dirceu (já deu tempo do botox) feliz da vida com a soltura do “Lulla”, que ele foi o mentor da aventura, tanta a certeza demonstrada. Penso que isso foi feito em agradecimento a Toffoli, que se livraria assim, da missão de soltar o criminoso. Atenção, o maior perigo não está em “Lulla” livre, mas sim no Zé Maquiavélico Dirceu livre! É um grande manipulador! Todos os envolvidos Damous, os dois Paulos, Favreto e Toffoli foram subalternos a ele sempre!

Cecilia Centurion ceciliacenturion.g@gmail.com

São Paulo

*

JOSÉ DIRCEU

O “cumpanhero” Zé Dirceu apareceu em vídeo na internet, todo feliz, pela soltura da jararaca. Estava todo “esticadinho”. Foi Botox ou óleo de peroba?

Marcio Roberto Ferraz marciorobertoferraz@yahoo.com.br

São Paulo

*

‘O PLANTONISTA AMIGO’

A data de 8/7/18 será lembrada com tristeza e indignação pelo povo brasileiro honrado e trabalhador, pois na calada da noite o desembargador petista Rogério Favreto, plantonista do TRF-4, com a ajuda dos deputados petistas Paulo Teixeira, Wadih Damous e Paulo Pimenta rasgou a Constituição Federal ao determinar a soltura do pior inimigo do Brasil: o demagogo, analfabeto e criminoso Lula, responsável pela pior crise econômica brasileira de todos os tempos, com 13 milhões de desempregados, milhares de empresas encerrando suas atividades e 60% da população endividada. A decisão do desembargador plantonista não pode anular a decisão do colegiado do TRF-4 e tampouco possui embasamento jurídico para tal. Esta tentativa de golpe jurídico foi anulada graças a coragem do juiz Sérgio Moro e do competente desembargador Gebran Neto. Estamos chegando ao limite da tolerância com tantos desmandos, roubos aos cofres públicos, mentiras, demagogias e inversão de valores executados pela quadrilha do PT! Chegou o momento de dar um basta, pois a maior vítima é a população honesta brasileira. Constata-se que o objetivo da esquerda brasileira chefiada pelo PT era se capitalizar com o produto do roubo aos cofres públicos durante os 14 anos de desgoverno e implantar no Brasil um regime bolivariano (que destruiu a Venezuela), usando como mantra a defesa dos pobres, oprimidos e trabalhadores, uma autêntica contradição para uma pessoa que não trabalha há mais de 45 anos e que gerou 13 milhões de desempregados. Em 9 de julho, São Paulo orgulhosamente comemorou 86 anos da Revolução Constitucionalista de 1932, a maior batalha armada brasileira do século XX, quando 30.000 heróis da Força Pública, Exército e voluntários combateram heroicamente durante 87 dias 200 mil soldados do ditador Getúlio Vargas. Embora derrotados militarmente, foram vitoriosos com a promulgação da Constituição de 1934. Em respeito aos nossos heróis de 32 seria prudente que as Forças Armadas, pelo seu patriotismo e respeito à lei e à ordem, cumprissem o artigo 142 da Constituição Federal assumindo a governança do Brasil e evitando que populistas e demagogos coloquem fogo na Constituição e no País, pois precisamos de segurança jurídica, respeito às leis, paz, liberdade e, acima de tudo, patriotismo para reconstruir um País de futuro do qual todo brasileiro tenha orgulho e prazer em morar!

José Guilherme Levenstein guilherme.levenstein@jlbrasil.com

São Paulo

*

‘FALTA MAIS ATENÇÃO ÀS MOTOS’

Muito oportuno e importante este texto (11/7, A3). Segundo artigo recente no “Estado”, as motos mataram duas pessoas por dia em 2017, o que as torna a pior epidemia da cidade, superando qualquer outra doença na qual o governo gasta fortunas em vacinação, atendimento e socorro esta “epidemia” deveria ser combatida com a mesma ênfase e atenção que dedicamos ao sarampo, a gripe, a pólio ou a qualquer outra doença. Encareço ao “Estadão” que continue apontando esta gravíssima situação

Breno Lerner blerner@uol.com.br

São Paulo

*

PLANOS E PLANOS

Existem alguns planos de saúde que pensam muito mais na saúde de seus planos que na saúde de seus associados.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

HERANÇA MALDITA

Hoje na mídia noticia-se a remoção de parte de acervo do Museu Paulista/USP, para imóveis locados para início das obras no museu no ano que vem e término em 2022, acredite numa coisa desta. Nunca zelaram pelo museu e agora transformam em notícia bombástica, como se estivessem fazendo uma reforma sensacional. O “Estado de S. Paulo”, paga o preço pela incompetência administrativa o caos em tudo que aí está. Cuidado o nocivo está nas paradas.

Edmar Augusto Monteiro eamonteiroea@hotmail.com

Mirandópolis

*

LINHA 13- JADE DA CPTM

Demanda atual: 7 mil passageiros/dia. Os ônibus do mesmo percurso transportam em média 6,7 mil passageiros/dia. A expectativa do governador de São Paulo, Márcio França é atingir 120 mil passageiros/dia. Se tivessem feito um “puxadinho” do metrô de Tucuruvi à Vila Galvão como sugeri, a demanda seria bem superior ao esperado. Mas o valor da obra seria bem menor, o que tornou a empreitada sem interesse.

Jatiacy Francisco da Silva jatiacy@hotmail.com

Guarulhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.