Fórum dos Leitores

Cartas selecionadas para a edição impressa e portal estadao.com.br

O Estado de S.Paulo

20 Julho 2018 | 03h00

SAÚDE

Contribuição

“Saúde não é mercadoria, vida não é negócio, dignidade não é lucro”, escreveu a ministra Cármen Lúcia em decisão que suspendeu uma resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) sobre o sistema de cobrança dos planos de saúde. Frase linda, mas sem verdade nenhuma e que não diz nada. Se o Supremo Tribunal Federal (STF) que ela preside quer mesmo contribuir para melhorar a saúde dos brasileiros, deveria acabar com o auxílio-moradia de R$ 4.500,00 pago indiscriminadamente a todos os juízes do Brasil; tomar providências para que o Judiciário como um todo consuma parcela menor dos impostos recolhidos com enorme sacrifício por todos nós; e ser mais produtivo, mais rápido e mais severo na punição de políticos e administradores corruptos. Estamos cansados de ser explorados por quem legisla e por quem interpreta as leis em benefício próprio neste país.

MILTON BONASSI 

mbonassi@uol.com.br

São Paulo

Se a ANS fosse imparcial, ao determinar a coparticipação dos usuários de plano de saúde mediante o pagamento de 40% de cada procedimento – como se fosse a franquia num seguro de automóvel –, teria determinado, em contrapartida, que o usuário do plano gozasse de um bônus (desconto na mensalidade seguinte ao mês em que não utilizou o plano), como ocorre anualmente com o seguro automotivo – que, cá entre nós, deve ter sido a inspiração da ANS em sua nefasta resolução, sabiamente abortada por Cármen Lúcia no STF esta semana.

ROBERTO TWIASCHOR 

rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

Estão confundindo seguro-saúde com seguro de automóvel, estabelecendo franquias. O carro pode esperar, uma pessoa doente, não. É claro que é necessário equacionar a viabilidade econômica, mas a maneira encontrada pela ANS deve ser a pior forma.

LUIZ FRID

luiz.frid@globomail.com 

São Paulo

As operadoras de planos de saúde conseguiram em 2018 aumentos que variaram de 10%, para os planos individuais ou familiares, a 19%, para os planos coletivos. Faturam muito e sempre à custa dos usuários, que nem sempre estão satisfeitos com o atendimento. Entre as operadoras e usuários está a classe médica. Alguém já se interessou por saber quanto os planos de saúde pagam aos médicos e o nível de satisfação desses profissionais? Está na hora de se discutir abertamente essa questão.

MARA MONTEZUMA ASSAF

montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

INSS

Pela internet

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passou esta semana a prestar pela internet serviços que antes só estavam disponíveis em seus postos de atendimento. Seria bom, se funcionasse. Ao contrário, o INSS exige, por exemplo, que idosos de 90 anos ou mais compareçam anualmente a agências bancárias superlotadas para provarem que estão vivos. Ninguém é contra esse controle e o combate a fraudes. Mas isso no mínimo é uma falta de respeito pelos idosos e ilegal, por confrontar o Estatuto do Idoso. O que vemos são velhinhos comparecendo às agências em cadeiras de rodas para não terem sua minguada pensão ou aposentadoria suspensa. A alternativa oferecida é a confecção de procurações que custam no mínimo R$ 200 e que têm de ser “refrescadas” anualmente. Imbecilidade! Muito, para quem ganha um salário mínimo. Bastaria ao INSS exigir uma declaração médica de que o idoso está vivo. O resto é burocracia idiota, imoral e ilegal. Incomoda ver a omissão do governo federal, do Ministério Público e do Legislativo em mais este desrespeito ao idoso e ao povo brasileiro. Os donos de cartórios e os burocratas felizes riem de nós...

HELIO CAMPAGNUCIO

hcampagnucio@hotmail.com

Brasília

DESEMPREGO

Fila no Anhangabaú

Na segunda-feira, uma fila de 6 mil pessoas à procura de emprego tomou conta do Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo. Vendo aquela multidão enfileirada em busca de uma das 1,8 mil vagas oferecidas num mutirão de empregos, confesso que fiquei comovido. Que desgoverno é este e que país é este, onde o povo quer produzir, quer trabalhar, mas a bandidagem que nos representa não deixa?

ARNALDO DE ALMEIDA DOTOLI

arnaldodotoli@uol.com.br

São Paulo

A fila de milhares em busca de emprego foi uma triste imagem numa linda paisagem vista de cima, o Vale do Anhangabaú.

JOSÉ MARQUES

seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

Em busca de trabalho, milhares de pessoas formaram a fila da tristeza. Enquanto isso, os pré-candidatos só pensam naquilo: em ser presidente!

FAUSTO FERRAZ FILHO

faustoferraz15@gmail.com

São Paulo

A PRISÃO DE LULA

Radicalização

Num site do famigerado Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), o ex-ministro Gilberto Carvalho disse, com todas as letras, que “só há uma forma de tirar Lula da cadeia: um levante popular, uma mobilização muito forte, uma radicalização do processo, seja de que forma for, que faça com que eles sintam que está ameaçada a estabilidade do País, e aí, por uma razão de força maior, libertem o Lula”. Diante disso, cabe apenas enquadrar na lei o falastrão por incitação à desobediência, à violência e à baderna. A que ponto chegamos!

J. S. DECOL

decoljs@gmail.com

São Paulo

O editorial O povo como problema (19/7, A3) adverte sobre os riscos advindos do Foro de São Paulo, reunido este ano em Havana, e cita declaração do ex-ministro Gilberto Carvalho a um site do MST. O que ele diz é passível de séria punição, como crime de lesa-pátria, pois está insuflando a militância dos sem-terra a promoverem um levante popular em favor da liberdade de Lula. As consequências para o País, na opinião dele, não importam, seu objetivo maior é ameaçar a estabilidade democrática. Ora, Lula está onde está pelos crimes cometidos e foi devidamente condenado em 2.ª instância. Os petistas, ao não aceitarem essa situação, demonstram mais uma vez que a democracia como eles entendem é resultante de uma mentalidade autoritária, já por nós tão bem conhecida.

JOSÉ OLINTO OLIVOTTO SOARES

jolintoos@gmail.com

Bragança Paulista

BOLSONARO REJEITADO?

Divulgou o "Estadão" (19/7, A4) que o pré-candidato do PSL à Presidência da República, deputado Jair Bolsonaro, afirmou que "jamais" se comprometeu com os partidos que rejeitaram alianças com ele nos últimos dias. Bolsonaro enfrenta dificuldades para compor a chapa desde que assumiu a disposição de concorrer ao Planalto na eleição de 2018. Eu noto que essa questão de composição de sua chapa é bem diferente do anunciado. Bolsonaro foi rejeitado ou ele rejeitou as condições desses partidos numa negociata do "toma lá, da cá"? Por que não anunciam qual é o motivo principal da sua aceitação pelos eleitores? Quem pretende votar nele são fiéis ao seu princípio de não fazer as costumeiras negociatas espúrias políticas partidárias usadas na atualidade. E a prova está visível, sem outros apoios e com a má vontade da mídia ainda se mantém no topo da preferência eleitoral.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@gmail.com 

São Paulo 

*

O CERCO A BOLSONARO

A ordem em certa imprensa hoje é, parafraseando os ingleses, "afundem o Bolsonaro"! Alguns bons jornalistas entraram no coral e, tentando fazer uma ligação direta entre o candidato e os militares, mostram somente marcas econômicas negativas relativas ao ciclo militar e umas poucas obras abandonadas por governos posteriores. Itaipu, Ponte Rio - Niterói, metrôs do Rio de Janeiro e São Paulo, nada. Eletrobrás, Telebrás, Construção Naval, Funrural, nada! Sobre o crescimento econômico em níveis nunca repetidos "O Brasil apenas pegou a onda mundial", dizem. Restou uma inflação e uma dívida elevada, é verdade, fruto de dois choques do petróleo. A administração JK (que desencadeou um processo permanente de inflação elevada) e que construiu este monumento à indecência que é Brasília, não merece menção. A corrupção citada por Simonsen, um gozador, que se ombreou com Roberto Campos e Hélio Beltrão não foi generalizada! Os governos depois de 1985 foram lastimáveis, a exceção de Fernando Henrique Cardoso, sobre o qual se mantém um véu propiciado pelo sucesso do Plano Real, mas o futuro dirá melhor. Os governos petistas surfaram na onda... Da corrupção. Enquanto o mundo foi à frente, o Brics perdeu o B (e restou o Rics, no dizer de Mussum), e a grana do BNDES internamente foi para os maganos dos partidos e, no o exterior, para empréstimos à Venezuela, Cuba, e outros amigões do Foro de São Paulo, pagos por cada um de nós. Quem fará o melhor para o Brasil? Vote neste.

Roberto Viana Santos rovisa681@gmail.com 

Salvador 

*

BOLSONARO E GENERAL HELENO

Quando não existem possibilidades de alianças parte-se para chapa pura, entendendo-se as propostas de Bolsonaro para restaurar a capacidade de investimento do Estado entre outros. O legado de 30 mil quilômetros de estradas asfaltadas, universidades novas, portos, telecomunicações, energia, habitação e saneamento com o Banco Nacional da Habitação e outros, além de um Estado pouco inchado de funcionários em Brasília no período militar, sempre são fonte de inspiração. Claro que houve equívocos, mas os sucessos da época, sempre foram negados pelas esquerdas, que nunca perdoaram aos militares por terem frustrado, a instalação da ditadura do proletariado no Brasil. Como posteriormente as esquerdas fracassaram enquanto em governos, continuam com seus mesmos discursos que levaram ao fracasso. Quem sabe com novas propostas, se conseguirá iniciar o desmonte da hidrocefalia funcional do Estado, que como um câncer consome os recursos necessários na segurança, educação, saúde e outros. Errar é humano, mas persistir no erro esquerdista é burrice.

Ulf Hermann Mondl hermannxx@yahoo.com.br 

São José (SC)

*

CNI

As manifestações de alguns dirigentes da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em relação ao pré-candidato Bolsonaro chamam a atenção por algumas questões. A primeira, por certo, reflete o conservadorismo, que não é incomum nesse segmento social. Mas outra questão tem a ver com a necessidade de uma ação mais incisiva do empresariado em busca de políticas que não fiquem limitadas ao corporativismo deste ou daquele setor. E que se avalie como um país de dimensões continentais como o nosso não tenha investimentos suficientes para as pesquisas e formação profissional, de modo a usar todo o nosso potencial, não nos limitando a exportações de matérias primas.

Uriel Villas Boas urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos 

*

PREOCUPANTE

Qual o futuro deste país que tem entre seus candidatos à Presidência - e está entre os mais votados nas pesquisas - alguém que disse um palavrão como resposta a um comentário de uma juíza? Aliás, tal atitude reflete realmente quem ele é, além de mal educado não tem um mínimo de senso e respeito.

Laert Pinto laert_brbosa@globo.com

São Paulo 

*

CIRO GOMES

O xingamento de Ciro contra promotora é "completamente inapropriado", diz Ministério Público de São Paulo. Não tem postura para se candidatar a nem síndico de prédio, quanto mais à Presidência da República. Parece Collor, só que ano/modelo 2018/2019...

José Roberto Niero jrniero@yahoo.com.br 

São Caetano do Sul

*

ATENÇÃO AS FUTURAS ELEIÇÕES

Passada a Copa do Mundo de Futebol, voltamos a dar maior atenção à nossa realidade com seus problemas do cotidiano. As próximas eleições estão na ordem do dia e os candidatos aos cargos eletivos começam a se apresentar com seus planos futuros. Cabe a nós eleitores, nesse momento crítico da vida nacional, termos o discernimento para após analisarmos o passado e os projetos dos que agora se apresentam, no sentido de permitir a renovação do atual quadro político, que tanto estamos a necessitar, para sairmos dessa grande crise que vive o País.

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro 

*

DEPUTADOS VÃO DA PAPUDA À CÂMARA!

Dois deputados vão da Papuda à Câmara. Se todos os Deputados corruptos fossem presos, 200 deputados iriam da Câmara à Papuda. 

Paulo Arisi paulo.arisi@gmail.com

São Paulo 

*

PT SURPREENDIDO

A cúpula da tigrada petista está indignada e surpresa com as palavras do próximo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Como sinalizou a discussão sobre o cumprimento de pena após a segunda instância, deverá ser analisada somente em 2019. Na verdade, apesar de petista, o ministro deve estar incomodado com o flagrante desrespeito da tigrada às leis do País. Ora, se for verdade, Toffoli surpreenderá, isso sim, o honesto povo brasileiro de bem!

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br

São Paulo

*

TOFFOLI DESAGRADA PETISTAS?

De repente o leitor vê num canto de jornal a informação de que os petistas estão contrariados com o ministro Toffoli, que assumirá a Presidência do STF a partir de setembro. Segundo a nota, corre no meio petista que Toffoli quando no cargo, não colocará para discussão a prisão após condenação em segunda instância na tentativa de anular a decisão anterior e poder libertar Lula! Demais leitores, creram nesse boato? Eu não penso tratar-se de uma forma dele assumir o cargo sem quaisquer resistências da sociedade civil, militares, juristas ou meio político. No cargo atual ele já contrariou muitas pessoas de bem, imagine com o poder em suas mãos.

Laércio Zanini spettro@uol.com.br 

Garça 

*

CREDIBILIDADE

Dias Toffoli afirmou que não colocará em pauta a prisão após condenação em segunda instância antes das eleições. E um habeas corpus para livrar Lula, vai? Com sua interpretação subjetiva da Constituição não sei se dá para confiar. 

Luiz Frid luiz.frid@globomail.com

São Paulo

*

'COMO DESTRUIR A ECONOMIA'

Cara Mônica (18/7, B2), não seja injusta com Dilma Rousseff. Afinal de contas, ela não passou de mais uma, ou mais um, que sucederia inexoravelmente Lula, para dar continuidade ao programa estabelecido, a priori, pelo Foro de São Paulo. Isolar Dilma de Lula não deixou de ser muita condescendência.

Sergio Salgado de Oliveira ssoliveiramsm@gmail.com

Monte Santo de Minas (MG)

*

PRISÃO DOMICILIAR PARA LULA

Lula recusa prisão domiciliar, pois seu caso não é justiça, é política. Na justiça atual sem chance, pois está contaminada pela partidarização. Mas na política cresce com o tempo. Prisão domiciliar é armadilha. Mentira, pois de casa pode comandar a eleição. Não há lei, não há Constituição e tudo pode ser proibido. Lula recusa concessão, pois é inocente. Os golpistas criaram o problema e tem um adversário que os enfrenta, com apoio popular, diferente de Getúlio e Jango. A direita ainda tem chance, mas o tempo corre contra ela.

Antonio Negrão de Sá negraosa1@uol.com.br

Rio de Janeiro

#LULANACADEIA

Contra a absurda e patética declaração oficial "Lula livre! Lula inocente! Lula presidente!" dada ao final da recém-encerrada 24.ª reunião do Foro de São Paulo, em Cuba, o Brasil clama em alto e bom som: Lula na cadeia! Lula culpado! Lula presidiário!

J.S. Decol decoljs@gmail.com 

São Paulo

*

LULA PRECISA DE COMPANHIA

A justiça brasileira precisa agilizar os processos, a roubalheira generalizada na Petrobrás comandada por Dilma a mando de Lula precisa chegar a alguma conclusão. Os esquemas de propina nas obras públicas levaram para a cadeia quase todos os donos de empreiteiras, mas não puniram quase nenhum político. Existe uma avalanche de provas incontestáveis contra muitos políticos, inclusive a rainha das provas: a confissão de Aécio Neves, que admitiu ter pedido e recebido propina de Joesley Batista. Michel Temer nunca deu qualquer explicação sobre as malas de dinheiro apreendidas com seus assessores, Geddel, Yunes e Rocha Loures. O Brasil não vai sair do atoleiro de corrupção só com Lula na cadeia e o resto da tigrada roubando à vontade. 

Mário Barilá mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo 

*

BOQUINHA PARA AMIGO

Comenta-se a boca pequena que Franklin Martins, ex-terrorista, braço direito, esquerdo, pés e cabeça do governo Lula, agora no ostracismo, voltará a ser protagonista quando o ministro Toffoli assumir a Presidência do STF. Amigos para sempre!

José Alcides Muller josealcidesmuller@hotmail.com

Avaré

*

FORO DE SÃO PAULO E LULA LIVRE

É muita pretensão "levante popular" em um país "deitado eternamente"...

Ademir Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo 

*

'O POVO COMO PROBLEMA'

A respeito do editorial "O povo como problema" (19/7, A3): o que o PT não quer entender é que o povo vê o PT como o problema que causou todos estes problemas para o País! Queremos o PT bem longe, agora! E queremos parar de ouvir esse lero-lero de Lula na cadeia! É lá o seu lugar!

Elisabeth Migliavacca 

São Paulo 

*

EMBRAER

Conforme noticiado pelo "Estadão", com a venda recente de 25 jatos modelo E175 para a United Airlines, a Embraer vai faturar US$ 1,1 bilhão. Em 15 de julho último, a Embraer anunciou um potencial de venda de 300 aviões no valor de US$ 15 bilhões para oito de seus clientes, já com cartas de intenções. Isso comparado com o valor de US$ 4,75 bilhões (80% da Boeing e 20% da Embraer) do investimento na nova empresa que vai ser constituída para a produção e comercialização de jatos comerciais denota certa dissintonia. Salvo engano, em breve a Boeing poderá ter que elevar o capital face ao nível elevadíssimo de negócios, obrigando a Embraer a buscar capital para acompanhá-la caso não queira ter sua participação ainda mais reduzida na nova empresa.

Ademir Valezi valezi@uol.com.br

São Paulo

*

FARRA DE ATESTADOS NA EBC

A Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) é mais um triste legado de Lula. Inaugurado em 2008, teve neste ano orçamento de R$ 726 milhões! Como sinônimo de avacalhação, esta inútil empresa estatal, que tem 2.307 funcionários que trabalham na estação de TV, rádio e agência online de notícias, em seis meses contabiliza a farra de 2.845 atestados médicos e pedidos de afastamento. Ou, 16 atestados por dia, como informa a "Coluna do Estadão" (18/7, A4). Uma vergonha e despropósito com os recursos dos contribuintes. Se Lula descaradamente criou esta empresa de comunicação só para promover seu governo, digno seria se Michel Temer cerrasse as portas desta inútil EBC... 

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com 

São Carlos

*

'O SUS CONTRA A CIÊNCIA'

Lamentável a limitação de alguns cientistas em relação às Práticas Integrativas e Complementares (PIC), falam do que desconhecem arrotando o tão "cacarejado" método científico! Tratam o ser humano como uma mera máquina. Esquecem-se de que cada ser é individual e único; não podendo ser tratado em parte, sistemas, tecidos, etc. Cada um de nós responderá a um tratamento ou medicamento (seja este alopático ou não) de maneira única e particular. Somos muito mais do que é captado pelos cinco sentidos. Creio que estas pessoas que opinaram (17/7, A2) de maneira tão feroz estão realmente necessitando experimentar qualquer um destes tratamentos integrativos para, quem sabe, alcançarem um pouco de suas integralidades, pois parecem mal de saúde por se venderem a interesses escusos, por não perceberem os malefícios à população ao denegrirem tratamentos que trazem qualidade de vida e por só enxergarem o pequeno mundo teórico acadêmico.

Adilson Serafim adilsonserafim@gmail.com

São Paulo

*

MAIS RESPEITO

Quero apoiar as práticas de saúde utilizadas no SUS com base em evidências científicas por este motivo também rechaço a classificação de acupuntura como prática de saúde complementar sem evidências científicas. Esta prática é uma especialidade médica, fundamentada em princípios científicos apesar de sua origem milenar, há inúmeros estudos comprovando a neuromodulação do tratamento por meio da dosagem de diferentes neurotransmissores, a corroboração científica é inquestionável. As autoras esqueceram-se de informar é que praticamente todas as grandes indústrias farmacêuticas já fizeram acordo de leniência nos Estados Unidos por processo envolvendo fraude, quem produz remédios que podem ser usados em estudos mais confiáveis que são o duplo cego matem os estudos como segredos industriais indisponíveis. O limite do que é ciência e o que é manipulação é muito sutil, a acupuntura está aí há mais de 4.000 anos, muitos pacientes tentaram primeiro o tratamento convencional antes da acupuntura, não é indicada para todos os problemas de saúde, mas até a OMS indica a acupuntura para determinados tratamentos, então um pouco mais de respeito e menos preconceito neste artigo seria muito bom.

Eduardo Da Silva Neto dusneto@gmail.com

São Paulo

*

ACUPUNTURA

Contesto amplamente o artigo publicado por esse jornal (17/7, A2) em que Natália Taschner e Alicia Kowaltowski, lamentavelmente tentam burlar a opinião pública com pareceres totalmente inadequados a prática da acupuntura. Tenho exercido essa medicina milenar há 20 anos justamente procurando com essa especialidade médica somar com as demais no sentido de ajudar nossos pacientes contra os males que assolam suas vidas. Assim como milhares de colegas médicos, deixamos de exercer nossas outras especialidades da alopatia, justamente porque nela encontramos deveras soluções que promovem efeitos contrários aos das doenças em causa. 

Eduardo Cancela eduardoagcancela@me.com

São Paulo

*

BENEFÍCIOS COMPROVADOS

Sou médico de família, homeopata e acupunturiatra e fiquei chocado com tamanha falta de informação no artigo sobre homeopatia e acupuntura. Ambas são especialidades médicas há muitos anos e seus benefícios já foram demonstrados ao longo das décadas. Recentemente o Cremesp publicou evidências da prática homeopática e quanto à acupuntura, existe um grande número de artigos publicados em diversas revistas científicas internacionais. No mínimo o jornal deveria conceder ao CMBA e a AMHB o direito de esclarecer a população e pedir retratação da colunista publicamente.

Luiz Fernando Nicolodi luizfnicolodi@gmail.com 

Curitiba 

*

PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES

Discordamos do artigo que afirma que nossas opiniões são inverdades. As PICS, entre elas a medicina tradicional chinesa/acupuntura são recomendadas pela Organização Mundial da Saúde. Que esse jornal de amplo alcance possa proporcionar ao seu leitor, o entendimento sobre as PIC's, que têm registro e aprovação no Ministério da Saúde e na OMS.

Luiz Alberto Pimentel Martins o.luizalberto@gmail.com 

Brasília 

*

ACUPUNTURA MÉDICA

Estamos profundamente pasmos e revoltados com o pronunciamento dessas duas profissionais em relação à prática da acupuntura médica. Elas demonstram total despreparo sobre o assunto. A acupuntura já está inserida nas melhores universidades de Medicina do Brasil, inclusive na Escola Paulista de Medicina, onde fiz minha especialização nesta área já há mais de 20 anos. Esperamos que haja uma retratação da publicação em questão.

Carlos Alberto Ikeda ikeda.acp@gmail.com

São Paulo

*

CONCEITO SOBRE CIÊNCIA

A título de defender o seu conceito sobre Ciência, as articulistas investem contra terapias alternativas centenárias ou milenares como homeopatia, acupuntura, fisioterapia entre outras. Simulam total ignorância sobre essas terapias alternativas, que funcionam não para milhões, mas para bilhões de pessoas. Pinçaram a dedo países que são contra essas terapias esquecendo de que a maioria dos países de primeiro mundo as aceita e estimula. A Alemanha é um exemplo. Insatisfação talvez movida pelo fato de não terem laboratórios patrocinando congressos "científicos" em resorts 5 estrelas. 

Luiz Gonzaga Junqueira de Aquino Filho luizaquinof@gmail.com 

São Paulo 

*

INDIGNAÇÃO

Gostaria de manifestar a minha indignação pelo artigo postado neste magnífico jornal a respeito da acupuntura. Essas duas senhoras deveriam aprender primeiro para depois julgar, pois opinar sem conhecimento é a maior prova da ignorância. 

Josias Ribeiro Dos Santos jss.rbr@gmail.com

São Paulo 

*

ESCLARECIMENTO E EVIDÊNCIAS

Sobre o artigo "O SUS contra a ciência", esclarecemos que as comprovações de credibilidade científica e alta resolubilidade terapêutica da acupuntura são muitas na literatura mundial; como em todas as outras especialidades médicas há trabalhos em todos os níveis de "evidências". Quanto à colocação "O silêncio e a omissão da comunidade científica poderá ceifar vidas", isso não se aplica à acupunturiatria, especialidade médica alicerçada no SUS há 30 anos. A ignorância científica e a imprudência nas palavras é que podem prejudicar vidas, obscurecendo e limitando o acesso à assistência acupunturiátrica e a seus benefícios.

Fernando Genschow

São Paulo 

*

LIBERDADE

Como é bom viver em liberdade. Imagina que práticas milenares de "medicina alternativa" podem ser chamadas de bobagens por alguém que dificilmente viverá 100 anos. Beleza, a liberdade é tão fabulosa que permite alguém de se expor tanto.

Sérgio Barbosa sergiobarbosa19@gmail.com

Batatais  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.