Fórum dos Leitores

Cartas selecionadas para a edição impressa e portal estadao.com.br

O Estado de S.Paulo

03 Agosto 2018 | 03h00

ELEIÇÕES 2018

Ciro e Lula

PT tira neta de Arraes da eleição para isolar Ciro (Estado, 2/8). Ciro Gomes se diz amigo de Lula há 30 anos. Nada mais trágico, e às vezes cômico, que uma amizade e um amor não correspondidos. Ciro não se cansa de ser maltratado por Lula, e continua a procurar seu apoio com o comportamento de um sabujo. Há alguns anos, para se livrar dele, convenceu Ciro a aceitar a manobra eleitoreira ridícula de transferir seu título de eleitor para São Paulo. Marta Suplicy, na época no PT, teve a clarividência e a coragem de dizer que Ciro, apesar de paulista de nascimento, não tinha nada que ver com São Paulo, que, aliás, por mais de uma vez destratou nas suas costumeiras declarações destemperadas. Logo depois se viu obrigado a voltar para seu Ceará – que, aliás, o tenha para sempre. Mas não desiste: viu na inelegibilidade de Lula sua chance de ouro de ser ungido o candidato de união das esquerdas, com o PT na cabeça, herdando os votos de Lula – embora tenha buscado desviar a atenção desta oportunidade que parecia ter-lhe caído no colo quando manifestava, com cautela (o que não é do seu estilo), seu pesar e tristeza pela prisão de Lula. Doce ilusão! Lula cuidou pessoalmente, mesmo na prisão, de articular a rasteira que deixa Ciro sozinho no meio da avenida, sem nenhuma aliança na campanha, contando só com os segundos do PDT no programa eleitoral gratuito. A bem dizer, nestes 30 anos Ciro já deveria ter aprendido que Lula não é amigo de ninguém, a não ser de si mesmo. Nunca foi visitar José Dirceu (outro sabujo de Lula) na cadeia, por exemplo, nem outros petistas presos, provavelmente com medo de se prejudicar.

PAULO A. DE SAMPAIO AMARAL

drpaulo@uol.com.br

São Paulo

O ‘capo’

Talvez agora Ciro Gomes se tenha convencido de que o PT, como uma ECPO (entidade criminosa politicamente organizada), comandada com mão de ferro por Lula, não exige apenas fidelidade, mas absoluta submissão. Ninguém pode querer brilhar e ofuscar o chefe.

ULF HERMANN MONDL

ermannxx@yahoo.com.br

São José (SC)

Pedido de liberdade

Supremo deve julgar logo o caso de Lula (Estado, 2/8). Dia após dia somos inundados por notícias a respeito da incerta candidatura do prisioneiro-mor de Curitiba – já esmiuçada pela procuradora-geral, Raquel Dodge, e pelo ministro Luiz Fux, que concluem que o tal (prefiro nem dizer o nome) é ficha-suja e, portanto, inelegível. O PT já não sabe mais o que fazer para tentar manter a candidatura dele, mesmo sabendo ser um tiro no escuro. Só falta libertarem o bandido e, ainda por cima, nós termos de aguentar o PT se vangloriando para novamente roubar o Brasil. Aí, sim, será o fim da picada.

ORÉLIO ANDREAZZI

orelio@andreazzi.com.br

Suzano 

O princípio básico da lógica é de que contra os fatos não prevalecem os argumentos. Isso porque o raciocínio só se aplica para chegar a uma conclusão. Existindo o fato, a lógica dá lugar à prova. Em outras palavras, provada a culpa, desaparece a presunção de inocência. Portanto, para tirar Lula da prisão, o Supremo Tribunal Federal terá de inverter a lógica e fazer a presunção prevalecer contra a prova.

ADHEMAR JOÃO DE BARROS

adhemarjbarros@gmail.com

São Paulo

Sem plano B

A situação do PT nestas eleições se parece com aquela do sujeito caindo do 50.º andar de um prédio e que, quando passa pelo 10.º, diz que até ali está tudo bem. Com ironia, por favor!

MARIA ELISA AMARAL

marilisa.amaral@bol.com.br

São Paulo

MATEMÁTICA

Medalha furtada

O furto da medalha de ouro conferida ao iraniano Caucher Birkar, no Rio de Janeiro, é mais uma vergonha para o Brasil. A Medalha Fields é a mais importante premiação mundial da Matemática, foi criada em 1936 e pela primeira vez a cerimônia ocorre no Hemisfério Sul. Pois depois de apenas meia hora da entrega do prêmio, a medalha simplesmente sumiu. Não havia controle de acesso de pessoas ao local, câmeras de segurança, etc. Ou será que algum dos envolvidos no mensalão ou no petrolão que andam soltos por aí participou do evento? Ironias à parte, espero que a organização providencie com urgência outra medalha para Birkar, com um pedido de um milhão de desculpas.

LUIZ ROBERTO SAVOLDELLI

savoldelli@uol.com.br

São Bernardo do Campo

SAÚDE

Planos reajustados

O reajuste dos planos de saúde individuais foi de 10%, mais de três vezes a inflação oficial, e nos planos coletivos o reajuste chegou a ser acima do dobro, em alguns casos. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) já deu seu recado sobre de qual lado atua, quando seu diretor disse que a agência não é um órgão de defesa do consumidor. Acabar com o teto para o aumento dos planos individuais, sinônimo inequívoco da desregulamentação do setor, é o bilhete premiado dado de mão beijada às operadoras, que jogaram seus clientes indesejáveis no SUS, a quem devem quase R$ 2 bilhões.

ABEL PIRES RODRIGUES

abel@knn.com.br 

Rio de Janeiro

Ao contrário do que parece, quem contrata um plano de saúde no Brasil dá adeus à vitalidade. Basta consultar o valor do boleto para ter a certeza de que você precisa de um médico.

RICARDO C. SIQUEIRA

ricardocsiqueira@globo.com

Niterói (RJ)

SÃO PAULO

Projeto para o centro

Sobre o editorial Outro plano para o centro (1/8, A3), o Projeto de Intervenção Urbana (PIU) Setor Central, quando apresentado, outorgou só três dias úteis (o que restava do “mês de julho” citado na apresentação) para a manifestação via internet na consulta pública. Bondosamente, a Prefeitura estendeu o prazo em sete dias para tal participação, mal promovida e acessível a poucos. A Prefeitura ignorou a Constituição estadual (art. 180), e o único setor que participou no plano foi o mercado imobiliário, presenteando a Prefeitura com o incógnito projeto do arquiteto Jaime Lerner, já integrado. Às demais entidades paulistanas, nada. Ainda um arremedo de participação popular é centralizado em conselhos participativos, eleitos com cerca de mil votos só de moradores para opinar em assuntos de interesse de mais de 500 mil moradores, trabalhadores, comerciantes, prestadores de serviços e fornecedores do centro. Brincadeiras com os direitos dos magnânimos paulistanos!

SUELY MANDELBAUM, urbanista 

suely.m@terra.com.br

São Paulo

A NÃO CANDIDATURA

O PT impugnou (proibiu) a candidatura de Marília Arraes (PT-PE) ao governo de Pernambuco para prejudicar a candidatura de Ciro Ferreira Gomes (PDT-CE) e para ajudar a reeleição do atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB-PE). Ou seja, o esquerdista PT prejudica a sua candidata para prejudicar o também esquerdista Ciro do PDT e para ajudar outro esquerdista, Câmara, do PSB. O PSDB e a direita fizeram coisa semelhante - embora ao contrário- ao coligar-se com o centrão. A direita está dividida e a esquerda, também. Espera-se que antes da falência geral do Brasil haja uma "Geringonça Tropical". Direita com direita e esquerda com esquerda. Ou vice versa. Coligação nacional vertical obrigatória. E todos os partidos seriam obrigados a lançar candidatos à Presidência da República. E os que não obtivessem ao menos 5% dos votos nacionais seriam automaticamente... Proscritos.

Ney José Pereira neyjosepereira@yahoo.com.br 

São Paulo

*

SACRIFÍCIOS

Costura prevê sacrifício de candidatura de neta de Arraes, em Pernambuco e de ex-prefeito de Belo Horizonte, em Minas. A neutralidade dos pessebistas pode isolar. Exemplo típico da democracia petralha-bolivariana.

José Roberto Niero jrniero@yahoo.com.br  

São Caetano do Sul

*

SURPRESA DE CIRO

Ciro Gomes esperava o apoio do PT, principalmente a bênção de Lula e ficou sem nada, uma atitude absolutamente previsível. Lula é uma "ideia", uma lenda viva e não emprestaria a sua aura para um simples mortal.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br 

São Paulo

*

QUEM COMPRA?

Como se sabe, ao longo de sua trajetória política, Ciro Gomes, filiado e candidato do PDT, passou pelos partidos PDS, PMDB, PSDB, PSB e PPS. Diante da variada sopa de letrinhas e ideologias distintas, cabe perguntar se alguém em sã consciência compraria dele um carro usado?

J.S. Decol decoljs@gmail.com   

São Paulo 

*

PSIQUE DE CIRO

Átila, o Huno ou Gengiskhan? Ando me perguntando qual figura descreve a mente de Ciro Gomes de maneira mais explícita...

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br  

Porto Feliz 

*

ENTREVISTAS

Os pré-candidatos vão se desgastando nas entrevistas: demonstram autoritarismo, superficialidade, incompetência, continuísmo seja de esquerda - PT - seja de interesses - centrão. Precisamos de uma quebra de paradigmas, de um salto cultural e de qualidade. Uma argumentação neste sentido só surgirá depois da apresentação dos candidatos do partido Novo.

Harald Hellmuth hhellmuth@uol.com.br 

São Paulo

*

MINAS GERAIS ENTRE DILMA E AÉCIO 

Minas Gerais, que deu ao Brasil seu herói maior, o alferes Joaquim José da Silva Xavier, nosso Tiradentes e sua divisa "Libertas Quae Sera Tamen" (Liberdade ainda que tardia), agora vai reencenar Dilma x Aécio, provando que a farsa tem lugar em nossa ópera bufa. Outra opção seria o suicídio coletivo. Será uma espécie de ensaio do que vamos encenar em relação a eleição presidencial, em que tentaremos escolher o menos pior. Brasil, onde a História se repete como farsa e "tudo precisa mudar sempre, para que tudo permaneça igual", como já disse o sobrinho do "Leopardo", de Lampedusa e Visconti.

Paulo Arisi paulo.arisi@gmail.com 

Porto Alegre

*

LULA PRESIDENTE

Se Lula for eleito presidente, mesmo preso, ele terá algumas facilidades no trato com autoridades estrangeiras, isso garantido por lei. Se for receber o papa pode fazê-lo nas segundas-feiras, dia de apoio espiritual, se o visitante estrangeiro for advogado pode fazer parte da defesa do preso e aí visitá-lo a qualquer momento. Para os demais basta marcar as visitas para as quintas, dois por vez. A maior restrição que pode chatear o candidato, caso eleito, é a de não poder receber os tradicionais e caros presentes das autoridades estrangeiras.

Marcos Rothen marcosrothen@hotmail.com   

Goiânia

*

DESAFIO

O PT insiste na candidatura do presidiário Lula da Silva e, para tanto, usa os mais estapafúrdios estratagemas, além de desafiar a justiça com uma enxurrada de habeas corpus, inclusive ameaçando colocar propaganda eleitoral com aparições do dono do partido. Causar tumulto e apostar no quanto pior é melhor são marcas registradas do partido que tinha tudo para fazer bons governos, mas acabou sucumbindo pelo projeto de poder e enriquecimento ilícito de seus militantes. Para o Brasil voltar a ser feliz, o melhor é manter Lula da Silva encarcerado e inelegível.

José Alcides Muller josealcidesmuller@hotmail.com 

Avaré 

*

AINDA LULA

Parece que as viúvas de Lula só pensam naquilo. Que se dane o Brasil e o futuro da Nação, desde que o seu deus esteja fora da cadeia. Seus adeptos chegaram a terceirizar a greve de fome nas portas do Supremo Tribunal Federal (STF), mandando seis membros do exército de Stédile para fazer às vezes do ex-presidente. João Stédile, assim como os chefões do partido de Lula, não se prestou a isso. Pior que conta com apoios de certos setores da igreja, alguns artistas e pseudointelectuais. Agora o PT rifa até companheiros para que possa obter apoios de outros partidos visando tirar seu ídolo do cárcere. Pura lavagem cerebral.

Éllis A. Oliveira elliscnh@hotmail.com 

Cunha 

*

INELEGÍVEL

A iminente impugnação da candidatura Lula pelo STF, confirmando sua inelegibilidade, é a garantia de que a importante Lei da Ficha Limpa não será manchada. Fora, Lula, basta!

J.S. Decol decoljs@gmail.com  

São Paulo 

*

CARISMA

Aliados extremados, na tentativa de libertar Lula na marra e atropelar as leis do País propõem demonstrações patéticas como, por exemplo, uma greve de fome e, conforme rumores que correm nas redes sociais, até ações mais radicais, típicas de levantes populares. Esquecem-se, porém, que o antigo carisma e a esperança que seu ídolo outrora carregava, feneceram em face da frustração gerada ao longo dos governos petistas por ele controlados, responsáveis, não se deve esquecer, pelo preocupante índice desemprego e pelo baixo crescimento econômico que afligem exatamente o povo trabalhador do qual o hoje condenado por corrupção se dizia lídimo representante. 

Paulo Roberto Gotaç pgotac@gmail.com

Rio de Janeiro

*

'LULA LÁ' NA CADEIA 'LULA LÁ'

Quanto mais escuto as histerias dos petistas (parte de cima) sob a batuta de Gleisi "Narizinho" Hoffmann, presidente do PT, que se mostra uma mulher que tem uma forte tendência para manipular a realidade e teatralizar os conflitos, para que soltem Lula, mas tenho a certeza de que o anseio deles, na realidade, é que com a soltura de Lula a eleição seja mais uma vez manipulada colocando "Lula lá" e eles continuem com o firme propósito e com seu corporativismo bandido, afundar de vez esta Nação.

Jatiacy Francisco da Silva jatiacy@hotmail.com   

Guarulhos 

*

ISSO É O MELHOR DO PT

A tigrada petista disse que mesmo se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibir Lula da Silva de se apresentar na TV como candidato, "elle" o fará. Entendem que o heptarréu está sub judice, mas, novamente erram. Na verdade, esqueceram que o chefão já foi condenado pela segunda instância, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, portanto é um político preso. Desrespeito ao Judiciário é o que o PT sabe fazer de melhor. Fora "ficha-imunda" e sua trupe! 

Júlio Roberto Ayres Brisola jrobrisola@uol.com.br 

São Paulo

*

REVOGAÇÃO

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, devido à insatisfação do seu partido, vai propor a revogação da reforma trabalhista (está implícita a volta da contribuição sindical obrigatória, fonte inesgotável de recursos). É mais fácil, para o bem do Brasil, devido aos 13 anos desestruturando o País e quase quebrando a Petrobrás, o TSE precisa cortar o mal pela raiz, extinguir o PT.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br  

Vila Velha (ES)

*

POBRE BRASIL

Observe, os petistas só apoiam Lula porque não querem perder a mamata (viver sem trabalhar). Vejam que só vivem das bolsas (das mais variadas possíveis), trabalhar que é bom, nada. É fácil não fazer nada e receber neste país onde tal condição, depois do PT, estava se tornando comum e aumentavam cada vez mais. Pobre Brasil!

Laert Pinto Barbosa laert_barbosa@globo.com 

São Paulo

*

REGIME 

Nada mal a greve de fome para os lulopetistas, porque merecem perder a gordura ganha, comendo, por anos, no erário público. 

José Carlos de Carvalho Carneiro carneiro.jcc@uol.com.br 

Rio Claro

*

GREVE DE FOME

A tal greve de fome não acabará em pizza. No mínimo, os grevistas sentirão o que sentem 13 milhões de desempregados. E "Lulla" continuará com a "quentinha" garantida.

Ademir Fernandes standyball@hotmail.com 

São Paulo

*

VALE TUDO

Como se já não bastasse a enorme dificuldade de ler as reais intenções dos vulneráveis candidatos, parte da imprensa resolveu tomar partido, e em número significativo. Sobrou, mais uma vez, para o eleitor, que tenta agora se virar no emaranhado de fake news, alianças espúrias, parcialidades, ideologias baratas e suspeições eleitorais. Hoje, no Brasil, podemos dizer que a verdade tem muitas versões, mas nenhuma parece verdadeira.

Ricardo Siqueira ricardocsiqueira@globo.com 

Niterói (RJ)

*

REAL SITUAÇÃO

Insistem em nos burlar e iludir afirmando termos 13 milhões de pessoas desempregadas no Brasil, porém se considerarmos todos os fatores que causaram tal fato como os que não trabalham, os que não estão em busca e os que desistiram, o montante atinge o assustador, inacreditável e desastroso número de 66 milhões de pessoas.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br 

São Paulo 

*

MEDALHA FURTADA 

A notícia "Rio: 'Nobel' de Matemática tem prêmio furtado" (2/8, A15) faz nos supor que o público lá presente seria de pessoas de algum modo ligadas ao meio, sem a presença de ladrões. Todavia, a medalha do iraniano agraciado sumiu uma ocorrência que prejudicará muito a imagem internacional do País por muito tempo. Quando uma das maiores autoridades do Estado do Rio de Janeiro, como o ex-governador Sérgio Cabral, um comprovado larápio de casaca, nasce a hipótese de que o tecido ético da sociedade estaria muito mais contaminado do que se supõe, sendo a autoridade infratora talvez apenas a ponta de um iceberg. Estas reflexões me enchem de profunda tristeza em supor que o buraco é muito mais fundo, pois também existe um ex-presidente condenado por corrupção, que como todo bom criminoso alega inocência e "falta de provas", etc., apesar das robustas provas presentes no processo judicial que o condenou. "The hole is deeper", traduzindo Nelson Rodrigues para o idioma de Shakespeare!

Ulf Hermann Mondl hermannxx@yahoo.com.br 

São José (SC)

*

MEDALHA DE OURO

Só para lembrar aos que pretendem criticar a organização do Congresso Internacional de Matemática pelo furto da medalha de ouro do iraniano Cauacher Birakar, vencedor do prêmio mais importante da área: logo após a cerimônia de entrega do Oscar 2018, a norte-americana Frances McDormand teve a estatueta de melhor atriz roubada durante a festa comemorativa. Este tipo de gatunagem sofisticada não é apanágio nosso. Estamos apenas aprendendo com os outros...

Luciano Harary lharary@hotmail.com 

São Paulo

*

CORINTHIANS PRECISA DE UM TÉCNICO

Fosse presidente do Corinthians, depois dessa porcaria de vitória por 1 X 0 sobre uma combalida Chapecoense, para não demitir, mandava Loss de volta para os juvenis e buscaria um técnico profissional. Irrita o torcedor sua teimosia com Mateus Vital, boleiro mais inútil do time. Acredito que só deve jogar por talvez ser sobrinho de algum diretor. Também não consegue ficar sem colocar Marquinhos Gabriel, que deveria ter ido embora há muito tempo. Nesta partida, o Corinthians marcou 1 X 0 muito rápido e passou o resto do jogo de forma modorrenta e correndo o risco de tomar um gol por meio de algum chute milionário, coisa normal no futebol. Dá pena ver Gabriel esbofelando-se sozinho na marcação de meio campo. Poderia ter feito mais de três gols, mas a dormideira do time não dá confiança para seguir em frente... 

Laércio Zanini spettro@uol.com.br  

Garça 

*

RENATO GAÚCHO

Após o apito final no clássico ente Grêmio e Flamengo, em que o Flamengo conseguiu o merecido empate já nos acréscimos, o técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, se retirou rapidamente e contrariado para o vestiário, sem cumprimentar ninguém, inclusive seus jogadores, que, pelo segundo tempo jogado pelo adversário, conseguiram um bom resultado. Uma vez perguntado se não sentia a necessidade de buscar uma formação mais profissional para sua iniciante carreira, Renato disse: "Quem não sabe precisa estudar e quem sabe vai para praia". É notório que Renato Gaúcho não se avaliou bem neste contesto e foi para a praia.

Abel Pires Rodrigues abel@knn.com.br  

Rio de Janeiro 

*

'RODA MORTA'

Parabéns a Augusto Nunes, que comandou o "Roda Viva" por tanto tempo, pela coragem de se manifestar sobre a desastrosa apresentação do programa na última segunda-feira (30/7).

Sergio Salgado de Oliveira ssoliveiramsm@gmail.com 

Monte Santo de Minas (MG)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.