Fórum dos Leitores

O 9 DE JULHO

O Estado de S.Paulo

09 Julho 2013 | 02h05

Respeito à Constituição

Acredito que sempre nesta data nós, os paulistas, ao lembrarmos nossos antepassados e todos os voluntários que tombaram lutando corajosamente por uma Constituição para o País, nos sentíamos meio envergonhados com a omissão e a passividade do povo brasileiro. Hoje, não só os paulistas, mas todos os brasileiros têm um motivo de orgulho para engrossar este bonito movimento social que clama não por mudanças eleitorais - como a gestão petista tenta nos fazer acreditar -, mas para que a Constituição vigente seja seguida em seus princípios democráticos (que por um acaso formam a sigla Limpe): Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência para todos os atos públicos. Nossa Constituição há muito não está sendo cumprida pelos que se autoproclamam nossos representantes! Exemplos como a liberdade de imprensa negada ao Estadão no caso da família Sarney, o uso abusivo dos aviões da FAB, o mensalão, a corrupção, a impunidade, o nepotismo, os cartões corporativos, a "bolsa Copa", os salários abusivos, a injusta e incompetente gestão dos recursos públicos na educação, na saúde e na segurança falam tão alto quanto os clamores das ruas. Como é possível que a presidenta, com os seus 39 ministérios, e seu partido não consigam enxergar nem ouvir esses protestos dirigidos especialmente à sua incompetente gestão e à herança maldita deixada pelo mentor Lula?

M. TOLEDO ARRUDA G. DE FRANÇA

mariatagalvao@gmail.com

Jaú

*

Mudanças já!

O Brasil acorda diante de seus problemas antigos, como saúde, educação e outros. Lá pelos anos 1930 a Revolução Constitucionalista (de 1932) já exigia a mudança de modelos ruralistas para um Brasil que via nascer a indústria e a vida urbana. Hoje temos o problema do descrédito da classe política e uma certa mídia que apela para o consumismo vendendo baixarias. As manifestações diversas traduzem sentimentos que dizem não estar bem uma sociedade sem valores superiores de amor ao próximo e com os mesmos problemas, que pioram na ausência de valores humanos. Ainda não sabemos as consequências dessas manifestações, mas ao menos sabemos que mudanças para o bem devem vir, e com urgência.

PAULO ROBERTO GIRÃO LESSA

paulinhogirao@uol.com.br

Fortaleza

*

ESPIONAGEM

Inadmissível

A confirmação de que setores especializados do governo americano promovem espionagem de telefonemas e de e-mails de cidadãos e empresas é inadmissível. Isso fere todo o conceito de ética e comportamento sério que deve prevalecer nas relações internacionais. O governo brasileiro está tomando as providências a esse respeito. Mas causam surpresa o silêncio e a omissão constrangedora de potências europeias. A tecnologia pode e deve ser usada em circunstâncias especiais, não como rotina.

URIEL VILLAS BOAS

urielvillasboas@yahoo.com.br

Santos

*

Contrainteligência

O Planalto reage à espionagem... Vergonha mesmo é o Brasil não ter um serviço de inteligência minimamente capaz de detectar espionagem ou qualquer coisa que diga respeito aos interesses nacionais. Não jogar o jogo é, em nome de uma falsa moral, pôr em risco o País e os interesses de todos os brasileiros.

ARTURO ALCORTA

arturoalcorta@uol.com.br

São Paulo

*

Big Brother global

A espionagem das comunicações eletrônicas virtuais, agora denunciada, já era há anos conhecida pelos internautas europeus e americanos - com o nome de Sistema Echelon -, que reclamavam da dita interferência em sua privacidade. É claro que, com o tempo, o aperfeiçoamento de tais interceptações deve ter sido aumentado e nada leva a crer que possa ser interrompido. Resta, desse modo, à humanidade conviver com a realidade do Big Brother globalizado e a ela se adaptar, posto que o comando de tal sistema dificilmente sairá das mãos de seus atuais comandantes. Vida que segue e assim caminha a humanidade...

JOSÉ DE ANCHIETA N. DE ALMEIDA

josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

*

Aqui e lá

Se o governo quer a Polícia Federal (PF) nas investigações sobre espionagem dos EUA, nós, brasileiros, queremos a PF investigando a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) por espionagem que nós, brasileiros, sofremos há dez anos da petezada, seja pela internet, seja por grampo nos telefones. Se convocar todo mundo que já sofreu algum tipo de coação apenas porque ousa ser contra o PT, vai lotar todas as arenas do País e ainda sobra. Se é para investigar, vamos remexer na lixeira toda!

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

De crimes

Espionagem no Brasil não deve ser crime... Crime, seguramente, é o que vamos encontrar com a espionagem.

LUIZ CARLOS CUNHA

luiz.cunha@terra.com.br

São Paulo

*

Acesso às gravações

Presidente Barack Obama, poderíamos ter acesso às gravações de nossos políticos, em especial da presidente Dilma com os governos do "socialismo do século 21" (sic Chávez, ora mumificado)? Gostaríamos de ouvir o que foi combinado quanto ao próximo Foro de São Paulo, voltado para a nova ordem revolucionária na América do Sul, graças a bolivianos, venezuelanos, cubanos, argentinos - países extremamente desenvolvidos, incluída a economia. Sem querer abusar, Mr. Obama, envie-nos também gravações de Renan Calheiros e Henrique Alves, presidente do Senado e da Câmara dos Deputados, respectivamente, para que os jovens possam ouvir o que há de exemplar em matéria de decência no interesse público. Quanto às ligações de Sarney, não serão necessárias, uma vez que já são bem conhecidas.

MARIO COBUCCI JUNIOR

maritocobucci@uol.com.br

São Paulo

*

'Spy x Spy'

Pena que não sejam mais publicadas as tiras de história em quadrinhos Spy x Spy, criadas na década de 1960 pelo cubano radicado nos EUA Antonio Prohias. Estariam mais atuais que nunca.

LUIZ HENRIQUE PENCHIARI

luiz_penchiari@hotmail.com

Vinhedo

*

POLÍTICA ECONÔMICA

Tesouro Nacional

Já que o secretário defende a redução dos gastos, aqui vai uma sugestão: tire o PT do governo.

ARIOVALDO BATISTA

arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

DILMA E A ESPIONAGEM

Que o governo brasileiro deve pedir uma explicação à Casa Branca sobre a suposta ação de espionagem da Agência Nacional de Segurança dos EUA, vasculhando a vida de brasileiros, conforme publicação do jornal O Globo, tudo bem, e com a devida prudência. Mas é de esperar que o governo petista não transforme esse caso como parte de seu jogo antiamericano. Tampouco de forma oportunista, como tentou a realização de uma fracassada Constituinte e um plebiscito para reforma política, só para pôr uma neblina nos olhos da sociedade,  distraindo-a para não perceber os rumos perigosos a que sua gestão conduz a nossa economia. É bom lembrar também que nenhum governo, incluindo o nosso, é santo quando o assunto é espionagem. E Dilma tem experiência nesse quesito, porque durante sua gestão como ministra da Casa Civil de Lula até dossiês falsos foram produzidos contra a família de Fernando Henrique Cardoso e de José Serra. E ainda recentemente a imprensa divulgou  também uma denúncia contra agentes da Abin que supostamente estavam no Porto de Suape (PE) para espionar o governador Eduardo Campos, possível adversário de Dilma na corrida presidencial de 2014. Ou seja, a presidente, que tem enfiado os pés pelas mãos em assuntos de relevância,  que deixe essa incumbência diplomática com o Itamaraty, porque não está em jogo a vida do PT, mas a  privacidade dos brasileiros. Ainda que mal pergunte: e com relação aos nossos telefones fixos e celulares, alguém pode garantir que não são espionados?!  Talvez o problema maior esteja debaixo do nosso nariz...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

GOVERNO PREOCUPADO

O governo parece muito preocupado com as declarações de Edward Snowden, desertor da CIA, de que Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) possui várias informações ligadas a políticos e ao governo brasileiro, entre outras. Com tantos problemas a serem resolvidos neste momento delicado que o País atravessa, com manifestações de indignação de norte a sul do País, pergunto: essa mudança repentina de foco do governo Dilma serve como uma cortina de fumaça para desviar as atenções dos problemas domésticos? Ou é o temor de que todos os aparelhos celulares encomendados e em uso desde 2003 pela cúpula do governo, todos criptografados e à prova de grampo, não estejam a salvo de escutas do Tio Sam, que, além de ser o fabricante dos aparelhos, mantém 120 satélites exclusivos para colher informações, como dados de e-mails e ligações telefônicas, ao redor do planeta? É compreensível a preocupação do governo quanto à possibilidade de conversas entre Dilma, Lula, José Dirceu, Gilberto Carvalho e Marco Aurélio Garcia possam chagar aos ouvidos do grande público.

 

Peter Cazale pcazale@uol.com.br

São Paulo

*

REVOLTA NA CORTE

As notícias sobre espionagem no Brasil causaram revolta na corte. Alguém nesta terra se surpreendeu  com essa informação? A turma de Brasília não sabia? Todo o alarido e revolta está no script. Quando a “chapa” esquenta, surge um “fato novo” para desviar o foco dos problemas e das lambanças. Portanto, muita calma nessa hora!

 

J. Perin Garcia jperin@uol.com.br

São Paulo

*

OPERAÇÃO ‘SOS DILMA’?

O domingo terminaria em sua normalidade, com o Massa mais uma vez fora de um GP, o Timão ganhando um joguinho sem-vergonha na Bahia e um incêndio numa das várias favelas existentes em São Paulo... não fosse a Rede Globo entrevistar no “Fantástico” um jornalista americano que “revelou” ser o Brasil  o país latino-americano mais espionado pelos EUA. O jornalista disse ter recebido informações do americano Snowden, que  denunciou os EUA por espionar todos os países do mundo e incluiu  nesses o Brasil, via espiões lotados como funcionários comuns na embaixada em Brasília. Na entrevista, em momento algum o jornalista mostrou provas da veracidade de sua denúncia, mas de imediato o governo da presidente Criatura saiu fazendo barulho contra os americanos. O que pode existir de verdade nessa entrevista? Que os americanos podem ter espiões aqui não seria novidade alguma, visto o Brasil ser a maior via usada pelos traficantes da cocaína que entra em território americano, mas não causaria espanto algum porque é feita em conjunto com o governo  brasileiro. Sinceramente, tirando esse motivo,  quais outros levaria os americanos a espionarem nosso país? Não é novidade os americanos terem aumentado sua rede espionagem visando a prevenir-se contra um novo 11 de Setembro, mas só acredito nesse jornalista, que mais parece buscar  sair do anonimato, se mostrar  provas indiscutíveis de que brasileiros são espionados em suas comunicações telefônicas ou na internet. De minha parte,  duvido que andem de olho em meus e-mail trocados com outros internautas e menos ainda espionar meus telefonemas. Sei, não, mas essa entrevista parece ter vindo a calhar para desviar os brasileiros dos motivos das manifestações, o que preocupou o governo brasileiro. Cheira mais uma “Operação SOS Dilma”.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça   

*

GUERRA FRIA CHEGOU AO BRASIL.

A presidente Dilma Rousseff está feliz, os Estados Unidos da América estão espionando o Brasil. Primeiro: a CIA e a NSA colocaram o Brasil no mesmo patamar das grandes potências da Ásia e da Europa, instalando até base de espionagem. Enfim chegamos ao Primeiro Mundo. Segundo: o governo, o PT e o Lula vão culpar os EUA pelo mensalão, pela corrupção, pelo caos na saúde e na educação, tudo culpa do imperialismo norte-americano. Dilma já se esqueceu do plebiscito. Lula não conta mais com o ufanismo do Eike Batista, mas agora tem Edward Snowden, a versão 2013 do espião trapalhão Maxwell Smart, o Agente 86.

 

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

*

OPERAÇÃO CONDOR

Estranha a coincidência da denúncia de espionagem  por parte do governo dos Estados Unidos no Brasil, feita por Snowden, com a série de manifestações “espontâneas” contra nosso governo que vêm ocorrendo ultimamente. Vale lembrar a Marcha com Deus pela Liberdade, organizada em São Paulo pelos sobrinhos de Tio Sam para destruir nossa democracia em 1964, no contexto da Operação Condor. Esperamos que a Polícia Federal apure os fatos para que a história não se repita, nem como farsa, nem como tragédia.

 

Arsonval Mazzucco Muniz arsonval.muniz@superig.com.br

São Paulo

*

ESTADOS BISBILHOTEIROS DA AMÉRICA

A melhor resposta para a ciberinvasão americana seria darmos asilo ao Snowden.  Não há recíproca entre o respeito que nós demonstramos aos EUA no incidente com aquele cidadão.  Enquanto, em respeito ao EUA, lhe negamos asilo, os gringos, sem respeito e cerimônia alguma, violam nossa soberania e ficam bisbilhotando nossa vida, nossos negócios, etc. O Brasil não pode fazer papel de bobo nem de subserviente! A tese americana de que todo mundo faz isso e que o assunto será tratado reservadamente só entre órgãos estatais por eles escolhidos é balela, pois não há notícias de espionagem nossa  e a liberdade de muitos brasileiros foi violada,  merecendo, todos satisfação.

Obs: Será que  este e-mail está sendo monitorado pela (des)inteligência americana?   

Sérgio Aranha  da Silva Filho filhoaranha@adv.oabsp.org.br

Garça

*

SANTA INGENUIDADE!

Você sai de casa, entra no elevador: está sendo filmado! Sai na portaria, contorna seu prédio, o prédio vizinho e vai para a rua: está sendo filmado! Caminha na rua, entra no ônibus ou no metrô e está sendo filmado! Vai fazer uma compra ou entra no seu ambiente de trabalho, você continua sendo filmado! Se o seu aparelho móvel está ligado, e por certo ele está, e possui algum programa de localização, você está sendo acompanhado! Comunicou-se com alguém por qualquer razão ou motivo, você foi monitorado, assim como se você acessou algum programa de mensagens ou rede social! Para sua sorte, você é uma pessoa de bem e não tem nada a temer, embora possa estranhar receber mensagens de pessoas e instituições que você nem imagina quem sejam, nem como obtiveram seus dados! Agora, querer imaginar que os governos, em todos os níveis, as empresas, as instituições não façam monitoramento da vida dos outros é suprema inocência! Ou santa ingenuidade!

Marco Antonio Esteves Balbi mbalbi69@globo.com

Rio de Janeiro

*

ALUNA APLICADA

A presidente Dilma parece ter aprendido com seu finado fã e admirador Hugo Chávez a arte do ilusionismo. Quando a situação muitas vezes na Venezuela beirava o caos, com falta de alimentos, de liberdade e de segurança e a alta da criminalidade e da inflação, o ditador sempre culpava o “império” pelos infortúnios que o país sob o domínio do “socialismo do século 21” amargava. No Brasil, com uma multidão de insatisfeitos gritando nas ruas “fora PT, Dilma e Lula”, adivinhem quem será o provável bode expiatório escolhido pelo governo? Sim, de novo o “império”, agora com o reforço de um desertor com status de traidor de sua pátria, Edward Snowden, que em breve será elevado à condição de herói, com direito a asilo em qualquer país bolivariano, como já se cogita, e quiçá no Brasil do PT, onde o antiamericanismo é recebido com honras por um governo que, acuado pelo grito de desaprovação das ruas, acabará culpando a espionagem americana por dez anos de incompetência administrativa promovida pelo PT, ao estilo Chávez.

Paul Forest paulforest@uol.com.br

São Paulo

*

RETRATE-SE, SENADOR!

Lamentável a atitude do senador Álvaro Dias (PSDB-PR), que defendeu a concessão de asilo ao ex-agente da CIA Edward Snowden. S. Exa. deve prestar mais atenção ao que diz. Snowden, assim como Julian Assange (WikiLeaks), vende-se como “paladino da justiça” e defensor da igualdade; porém é um arregimentador da implantação sistemática do caos, com claras intenções de desestabilizar os EUA - que, como qualquer nação, têm o direito de fiscalizar pessoas em busca de sinais sobre complôs ou atividades terroristas -, enquanto protege/omite informações sobre a China e a Rússia, países autoritários, sociocomunistas, cujos governos oprimem a liberdade de expressão, acobertam seus crimes de guerra e amplos esquemas de corrupção. É mais um ataque – velado - ao capitalismo e à democracia. Portanto, antes de tomar partido, o senador leia mais e informe-se, para mais tarde não ter de se retratar pelas besteiras que diz!

 

Sérgio Eckermann Passos sepassos@yahoo.com.br    

Porto Feliz

*

UNASUL, SNOWDEN E ASILO

Em relação ao caso Snowden, seria interessante se a Unasul fosse além das declarações inconsequentes e instituísse novo mecanismo jurídico de “asilo político compartilhado” no âmbito regional, pelo qual dois ou mais países poderiam oferecer asilo conjuntamente e assim diluiriam as consequências políticas do ato. Vários países da região estão dispostos a oferecer asilo a Snowden, mas temem arcar com as consequências isoladamente. É justamente para isso que serve o multilateralismo.

Daniel Vasconcelos daniel.de.vasconcelos@gmail.com

Brasília

*

UFC

Na luta da madrugada de domingo, o campeão do UFC, peso médio, Anderson Silva, foi nocauteado pelo americano Chris Weidman, no UFC 162. Desde o início da luta o brasileiro pedia para ser atacado, socado, chutado. Como na lei da física, toda ação tem uma reação. E o americano, atendendo ao pedido do brasileiro, bateu no primeiro round e nocauteou no início do segundo! Após a derrota, os torcedores estão bravos com a atitude do Anderson, que fez muita graça, dançando e deixando o rosto exposto. É estranha tanta crítica nessa derrota, afinal, ele fez sucesso lutando dessa forma, exibindo-se, brincando ou menosprezando os adversários.  Evidente que mais cedo ou mais tarde isso ia acontecer mesmo! Lembrando que esse esporte envolve muito dinheiro e em “muitos” momentos os interesses sobressaem! Enfim, demorou.

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

    

*

DÁDIVA

Para quem aprecia essa aberração de confronto pessoal  chamada MMA ou UFC, a derrota do brasileiro caiu como uma dádiva, para pôr fim, entre nós, a um pseudoesporte que só mostra pancadaria e selvageria, pinçadas numa modernidade de falsos heróis e exemplos tacanhos. Nada contra Anderson Silva, mas seu exemplo de lutador profissional não faz bem à nossa juventude  e muito menos ao orgulho tupiniquim.  

Aloisio A. De Lucca aloisiodelucca@yahoo.com.br

Limeira

*

ANDERSON ‘ALI’ SILVA

Eu nem gosto de UFC, prefiro o boxe. Mas como a Globo fez tanto estardalhaço, resolvi assistir à luta do Anderson Silva. Confesso que já fui com um pé atrás, pois desde o “Araquém, o Showman” de 1986, considero a Globo pé-frio. E não deu outra! Encheram tanto a bola do moço que ele entrou naquele tablado pensando que era uma reencarnação de Muhammad Ali.  Aí, a falta da ginga própria dos pugilistas, aliada a um queixo de vidro, fez com que ele sofresse um nocaute perigoso, pois caiu duro no chão. Que fique a lição: num país onde trocar soco é até parte da cultura popular, não se deve oferecer a cara ao adversário.

Nestor Rodrigues Pereira Filho rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo

    

*

DORMIU NO CHÃO

O tal Anderson Silva achou que era o Cassius Clay tupiniquim e, achando-se acima de todos os lutadores do MMA, começou a dar uma de dançarino e tirar um barato do americano. Não deu outra: foi dormir no chão, e ainda deu sorte que o juiz segurou o cara, senão ia virar paçoca! Bem feito, tem de respeitar os outros, mesmo se achando o “BÃO”, senão toma cacete mesmo. No Brasil tudo esta mudando, até o tal Spider da teia caída sentiu isso na pele.

Antonio Jose G. Marques a.jose@uol.com.br

São Paulo

*

O SPIDER CAIU NA PRÓPRIA TEIA

Estou indignado com a postura adotada por nosso ex-maior campeão da história do UFC, Anderson Silva. Não pela derrota, e sim como ela aconteceu. Justamente no momento em que o povo foi às ruas clamar por melhorias, exigir respeito e ética, nosso maior esportista da atualidade no UFC fez o que fez, um papelão ao vivo e em cores mostrado para todo o mundo. O Spider Anderson Silva, traindo seus fãs e admiradores, resolveu nos dar uma aula de desrespeito, Comportando-se como um verdadeiro cafajeste ao humilhar seu adversário, sem respeito ao público que o assistia no octógono, nem ao adversário, o americano Chris Weidman. Silva não o cumprimentou antes de iniciar o combate, passou todo o duelo com a guarda baixa, rebolou, dançou, provocou exageradamente, deu um beijo debochado no rosto de seu adversário, que o nocauteou sem dó com um cruzado de esquerda no queixo E o Spider apagou. A repercussão nas redes sociais foi imediata, provocando uma chuva de críticas entre lutadores de todo o mundo, um fato abominável. Mas pior que isso é saber que estamos sendo espionados pelos americanos nas conversas telefônicas e eletrônicas, sem que nossas autoridades tomassem conhecimento, pois no Brasil é proibido grampear telefones e e-mails sem mandato judicial. Meus pêsames, sr. Anderson Silva, mostrou sua verdadeira cara, seu caráter, que não é o do nosso povo. Quanta decepção por um dia ter sido seu fã!        

Turíbio Liberatto www.turibioliberatto.nafoto.net

São Caetano do Sul    

*

ESPORTES

Final de semana melancólico para o esporte brasileiro, a derrocada de Massa na Fórmula 1, nas duplas masculinas e mistas do torneio em Londres, de Silva na luta... É melhor esquecer de vez, para que não nos sintamos subemergentes.

 

Yvette Kfouri Abrão abraoc@uol.com.br

São Paulo

*

PRIORIDADE

Fernando Haddad segue  a recomendação da FIA e a Prefeitura de São Paulo gastará na reforma e ampliação do autódromo de Interlagos, R$ 160 milhões. Não seria mais apropriado gastar esse dinheiro na construção de creches, já que o déficit delas é enorme na capital? Ou a saúde e o amparo de nossas crianças é menos importante do que corridas de automóvel?

      

Francisco Zardetto fzardetto@uol.com.br

São Paulo

*

A CASA CAIU

Com todo respeito, em face dos últimos acontecimentos, a  presidenta Dilma e a classe política como um todo estão mais perdidos do que  cão que caiu da mudança, como se diz!

 

José Marques seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

*

PLEBISCITO

Estou completamente de acordo com o plebiscito sugerido pela “subpresidente” Dilma. Porém sugiro que a pergunta a ser feita, e que é o desejo de pelo menos 80% da população, seja a seguinte:

os políticos envolvidos em casos de corrupção deverão ser condenados à guilhotina ou a  forca? Sugiro essas duas opções por serem as mais econômicas. Não gastam energia nem munição.

Idilio Vallini marielconst@globo.com

São Paulo

*

SILÊNCIO CONVENIENTE

O jornal “O Estado de S. Paulo”, na edição de 5/7, traz na capa a seguinte notícia: “Senado aprovou projeto que pune e responsabiliza empresas por corrupção. O texto fixa multa às empresas que pode chegar a R$ 60 milhões, além de prever o ressarcimento aos cofres públicos”. Para esse tipo de ação que envolve – pelo menos não cita – políticos, não há nada em andamento. Até a sentença aos envolvidos no mensalão, tudo permanece em silêncio. Ô, raça!

 

Tanay Jim Bacellar tanay.jim@gmail.com

São Caetano do Sul

*

COMBATE À CORRUPÇÃO

O dia da prisão do José Dirceu deveria ser consagrado como o Dia do Combate à Corrupção! Certamente vai ser uma homenagem que o tornará imortal!

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

*

IMPORTAÇÃO DE MÉDICOS

Pelo visto, os tais médicos estrangeiros que o ministro Padilha diz serem essenciais para a saúde pública do Brasil, que deverão ocupar postos de saúde onde os médicos brasileiros se recusam a exercer sua profissão, serão 6.000 médicos “suicidas”. São normalmente áreas de conflito urbano, onde o Estado não entra, a bandidagem comanda e cujo medico será um sobrevivente se durar um ano. São suicidas ou não são?

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo  

*

UMA SUGESTÃO

 

A título de sugestão, que tal se realmente importarmos os seis mil médicos e exportarmos uns 12 mil políticos? Por pouco que aumente em eficiência na saúde, o outro lado economizará muito com inúteis e/ou corruptos.

 

Mario Cobucci Junior maritocobucci@uol.com.br

São Paulo

*

POSTES COMETEM ERROS

O segundo poste que Lula quer plantar aqui quer contratar milhares de médicos, de preferência cubanos, para internar Brasil afora e “catequizar” a população humilde e não instruída. Algo como “elle” fez com a Reserva Raposa Serra do Sol em Roraima, abrindo a fronteira com a Venezuela! O SUS do “segundo poste” reduziu os leitos hospitalares em 12%. Esse poste quer treinar os novos cubanos em três semanas! Nesse tempo, eles terão que aprender como empilhar doentes em corredores de hospitais! Isso serve para ser governador de São Paulo?

Martim Afonso de Souza mas_1942@hotmail.com

Indaiatubas

*

POLÍTICOS SUECOS

Não seria melhor o governo Dilma importar primeiramente políticos da Suécia e depois pensar em importar médicos estrangeiros?

Edgard Gobbi  edgardgobbi@gmail.com    

Campinas

*

IMPORTANTES QUESTÕES

Seria mais fácil aceitar a vinda de médicos cubanos sem revalidação do diploma se nos respondessem duas questões básicas e muito importantes:

1) A presidente Dilma se trataria em Cuba ?

2) O ministro Padilha concluiu sua especialização quando residente médico ?

Mário Issa drmarioissa@yahoo.com.br

Sumaré

*

MÉDICOS EM BANHEIROS

 

Tenho 64 anos e há dois anos faço tratamento coronário na AMA Especialidades Jardim Tietê II – São Mateus –. Lá também sentimos a falta de médicos em algumas especialidades. Porém de há muito tempo o problema maior não é esse, e sim a “falta de espaço físico”. Além da AMA, funciona também no mesmo local a UBS II, e aí é que o problema de espaço se torna insuperável. Alocar novos médicos, estrangeiros ou não, só se for nos banheiros masculino e feminino e em dias de tempo bom, no estacionamento de veículos.

Waldevir Bernardo waldevir@gmail.com

São Paulo

*

UMA PROPOSTA

Se realmente o governo importar médicos cubanos, proponho o seguinte: Durante os primeiros dois anos, esses médicos poderão atender apenas os políticos e seus familiares, os quais, em contrapartida, só poderão se consultar com os médicos cubanos. Após este período de experiência, os médicos estarão liberados para atender o resto da população.

Waldemar Kogos waldemarkogos@globo.com

São Paulo

*

A SOLUÇÃO

Com a Venezuela em crise, o dinheiro bolivariano não está mais chegando a Cuba com a mesma intensidade de antes. Então o nosso governo está se vendo na obrigação de ajudar os companheiros da ilha. Como mandar dinheiro pegaria muito mal, a solução encontrada foi contratar médicos cubanos.

 

Jorge Mano jrmano@yahoo.com

São Bernardo do Campo

*

ECONOMIA

Quando Mantega diz "nova matriz macroeconômica", não pode estar falando sério.

Ricardo C. T. Martins rctmartins@gmail.com

São Paulo

*

A INVENTARIANTE

 

Quis os fatos que a verdadeira herança maldita de que tanto Lula falava que recebera do Fernando Henrique tenha sido deixada pelo próprio PT. E agora a dona Dilma foi nomeada pelo povo como inventariante. O Brasil está acordando.

Carlos Benedito Pereira da Silva advcpereira@hotmail.com

Rio Claro

*

TSUNAMI

Acabou a marolinha, o tsunami invadiu, alagou o País inteiro e está afogando os beócios e capadócios.

Paulo Busko paulobusko@terra.com.br

São Paulo

*

TRANSPARÊNCIA JÁ

Se tivermos transparência de todos os atos e transações dos governos (municipal, estadual e federal), o povo se encarregará da fiscalização. Essa é a melhor forma de reduzir os desvios e a corrupção a um nível tolerável. Os países mais desenvolvidos já fazem isso.

Renzo Orlando renzoorlando@netpartners.com.br

São Paulo

*

CAMINHO TORTUOSO

Tendo em vista o longo e tortuoso caminho a ser percorrido pelos royalties do petróleo até chegar, em forma de benefícios, ao usuário dos serviços públicos de saúde e educação, alguém pode garantir que os 100% chegarão integralmente ao seu destino?  

Odilon Otávio dos Santos

Marília

*

UM ENGANO

Enganou-se quem disse que o segundo melhor negócio do mundo é uma empresa de petróleo mal administrada. Ou então, não conhecia a Petrobrás.

Alexandru Solomon alex101243@gmail.com

São Paulo

*

OS ALTOS E BAIXOS DE EIKE

Para o grupo EBX de Eike Batista, que se formou e cresceu ficticiamente na base de contratos, papéis, ações e grandes empréstimos, não é de se estranhar o fato de ter chegado ao ponto crítico que chegou, inviabilizando sua continuidade sem se associar a outros grupos face à sua falta de estrutura, organização e comando.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

CPIX

Que tal Eike Batista dizer quem de fato “ficou rico com sua riqueza”? E que tal uma CPI sobre a riqueza de Eike?

 

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

SONHOS E PESADELOS

Grupo EBX (em baixa) “irrever$ível”. O “$onho,oo” acabou em “pesadelo,oo”. Eike uma vez...

 

J. S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

*

X-CRISE

 

Sugiro ao megaempresário Eike Batista criar uma nova empresa para administrar a crise financeira do grupo X: FLX (“FalênXia”) e, para presidente do conselho administrativo da nova empresa, chame o “Lulinha”, outro administrador de sucesso da era Lula. Com certeza, o BNDES vai emprestar bilhões para o novo projeto, e com falsos fatos relevantes publicados na mídia, as ações da nova empresa irão bombar na bolsa de valores. E não se preocupe com crime financeiro, pois no Brasil apenas pobre vai para a cadeia. Apenas de vez em quando, um peixe graúdo passa alguns dias na cadeia, como aconteceu com Lalau, Maluf, Cachoeira e o caso mais recente, Donadon, mas muito em breve ele será solto.

 

Maria Carmen Del Bel Tunes carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

*

PRAGA DE VIÚVA

Pior do que “negócios” com governos petistas só praga de viúva de atropelado.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

VEM PRA CAIXA VOCÊ TAMBÉM

As bizarrices diárias que esse desgoverno fornece às manchetes dos jornais, aliadas às situações “sui generis” da estrutura governamental dão ao Brasil e seu povo situações controversas quanto à situação que o povo atravessa. Os jornais informam que a Caixa Econômica Federal obteve no mês de junho uma captação recorde de R$ 9,451 bilhões, superando um recorde de 1995. A captação líquida no semestre de 2013 atingiu R$ 28,3 bilhões. Tendo em vista a situação por que passa a economia brasileira, diante do brado das ruas contra inflação, custo de vida, transportes obsoletos e caros, salários que não cabem nos 30 dias do mês, seria de bom alvitre que a Caixa informasse o perfil sócio econômico dos poupadores porque, a princípio, acredita-se que na sua seleta maioria trata-se não de uma classe de poupadores, mas de uma classe de nababos, de apaniguados de boca colada nas tetas do governo, ou quem sabe produto das vergonhosas licitações, essa praga que infesta a política brasileira. Dos aposentados tenho certeza que não é. O povo quer saber. Fala Caixa.

Jair Gomes Coelho

Vassouras (RJ)

*

TREM DA HISTÓRIA

“Se houver denúncias de maus tratos, o fiscal pode entrar sem autorização na casa do empregador", disse Romero Jucá. Este senhor perdeu o trem da história ou é demagogo para falar uma besteira destas. Jamais e em tempo algum um fiscal do trabalho poderia adentrar à minha residência sem uma ordem judicial, meu lar é inviolável de acordo com a Constituição. Mesmo que autorizemos esse absurdo, onde irão arranjar fiscais para fazer este trabalho, senhor Senador? Veja o caso daquela empreiteira que está construindo o anel viário de Piracicaba: foi autuada mais de 40 vezes e esperaram acontecer a tragédia com o desabamento de parte da ponte e de um guindaste, causando a morte de três pessoas, o desaparecimento de mais duas e ferindo mais cinco, não fizeram nada. Uma tragédia que só o poder público não via, afinal, 40 multas não é para qualquer um. Ninguém foi preso, estão avaliando se houve erro humano. Diga-me, senador, quando um acidente dessas proporções é causado pelas mãos divinas? Claro que houve falha humana, mas será descartada e tudo irá continuar na mesma. Chega de demagogia, essa lei das empregadas domésticas já deu o que tinha de dar, está virando um Frankenstein de Mary Shelley, pior, sem pé e nem cabeça... O único resultado colhido até agora, sr. Senador, é o desemprego campeando a classe. Dê a mão à palmatória e corrija as falhas, será o melhor caminho.



Milton Bassi milton.bassi@uol.com.br

Campinas

*

CAIU A MÁSCARA

Em vez de cuidar da poderia casa, o PT mira as planilhas do Metrô e da CPTM para lançar cortina de fumaça sobre a Prefeitura. Qual é a novidade?  Na CPI dos atos secretos, o PT protegeu seu maior aliado de maneira vergonhosa: Ideli Salvatti votou constrangida e Mercadante revogou o irrevogável. Na CPI do Cachoeira, o alvo era Marconi Perilo (PSDB), enquanto Agnelo Queiroz (PT), era poupado. Nessa, vimos a cena patética de acusados serem aplaudidos pelos seus comparsas durante depoimento. Que moral o PT tem para investigar quem quer que seja?    

Sérgio Aparecido Nardelli sergio9@ig.com.br

São Paulo

*

SOMOS TODOS VIRIATOS

A história do senhor Viriato é salpicada de muita tristeza e abandono. Ele tinha como âncora financeira uma única filha trabalhadora, formada em odontologia, orgulho da família dele e de todos nós. A pouca sorte dessa jovem, queimada viva por bandidos selvagens e viciados, colocou à mostra a insegurança a que todos os brasileiros estão submetidos. Os bandidos ficarão soltos para praticarem novos delitos. Aquele senhor de 70 anos perdeu o amparo da filha e não encontra meios de trabalhar para o seu sustento. Quanta covardia, quanta mesquinharia para com os desvalidos! Vale lembrar os bilhões de reais pagos para milhares de cidadãos privilegiados que empunharam a bandeira da “perseguição política” nos tempos dos governos militares. Quem não for da politicagem e da corriola dos atuais poderosos da República, sentem-se como Viriatos, clamando por justiça e igualdade no reconhecimento de seus direitos de cidadão.

José Batista Pinheiro batistapinheiro30@gmail.com

Fortaleza

Mais conteúdo sobre:
Fórum dos Leitores

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.