Fórum dos Leitores

PESQUISA IBOPE

O Estado de S.Paulo

20 Julho 2013 | 02h12

Eleição de 2014

Vejam o poder da lavagem cerebral: apesar de tudo o que acontece hoje no Brasil - abandono, corrupção, lavagem de dinheiro, desvios do erário, segurança, saúde e educação no fundo do poço -, o ex-presidente Lula supera Dilma Rousseff em intenção de voto, segundo o Ibope. Ele diz que não vai disputar, mas, conhecendo-lhe o caráter e sabedor que sou de suas habilidades eleitoreiras, com certeza lá por meados do ano que vem Lula "fritará" a presidente e aparecerá como salvador da Pátria. E o povo "esclarecido" o levará de volta ao comando do País.

ARNALDO DE ALMEIDA DOTOLI

arnaldodotoli@hotmail.com

São Paulo

A volta do lulismo

Com a desculpa de que o governo da presidente Dilma está na "fritura", queiram ou não, já iniciamos a campanha para 2014. Lula, recauchutado, já está testando sua popularidade, tendo a seu favor a realização da Copa e as pesquisas recentes, só faltando um empurrãozinho do povo para se candidatar novamente. Quanto aos candidatos da oposição, parece que ainda não despertaram dos últimos acontecimentos das ruas para os anseios da população e não partem para a luta. É uma lástima ver a oposição adormecida, dando chance à continuidade do PT no poder.

JOSÉ MILLEI

j.millei@hotmail.com

São Paulo

Incapacidade eleitoral

Apesar da comprovada decadência da conjuntura econômico-social do País, comentada até internacionalmente, as intenções de voto da pesquisa Ibope indicam favoritismo de Lula. Isso comprova uma vez mais que a massa eleitoral representa uma população incapacitada para o histórico ato de votar. Incapacitada pela flagrante incompetência da administração pública na educação, agravada pelo fato de o Brasil ser um dos poucos países que ainda mantêm o arcaico sistema de voto obrigatório, inibindo a produtividade e até a moralidade nos três Poderes. Lulismo, o produtor de um País de "desordem e retrocesso"!

PABLO L. MAINZER

plmainzer@hotmail.com

São Paulo

Deus nos proteja

Vamos passar sebo nas chuteiras para podermos chutar com os dois pés a possibilidade de Lula vir a se candidatar à Presidência em 2014. Pois, segundo a pesquisa Ibope, ele já supera Dilma em intenção de voto - além do que ela caiu, na mesma pesquisa, de 58% para 30%. Que Deus nos ajude e guarde, né não?

ANGELO TONELLI

angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

Fio de bigode

Para os amantes da alternância de poder, o que preocupa não é a queda no Ibope do nome de Dilma na disputa pela Presidência, mas a repentina popularidade daquele que, embora tenha prometido não se candidatar de novo, se autointitula uma metamorfose ambulante. Na atual conjuntura, tudo o que os brasileiros desejam ver no futuro presidente é alguém com aversão à corrupção e aos compadrios e cuja palavra seja valiosa o suficiente para cumprir, como fazem os homens honrados, tudo o que promete - ou, como se dizia antigamente, uma palavra tão respeitada como o fio do bigode.

PAUL FOREST

paulforest@uol.com.br

São Paulo

MANIFESTAÇÕES

Queremos mais

Sou um jovem nascido em favela da periferia, sem poder fazer as três refeições diárias, mas, a partir do governo do PT, que deu início à História brasileira, cursei universidade, passei à classe média e tenho emprego razoável. O mesmo se deu com toda a minha família. Mas quero mais, quero enriquecer, o que é glorioso. Nosso salvador interpretou como ninguém as jornadas de junho, no New York Times. Nossas bandeiras é que precisam indicar com mais precisão os nossos objetivos: queremos mais!

AMADEU R. GARRIDO DE PAULA

amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

PACOTE DE MALDADES

A última do Feliciano

O lamentável deputado federal racista e homofóbico, o pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP), não se cansa de nos brindar com seu pacote de maldades e vilanias. Depois da "cura gay", agora ele quer vetar o projeto de lei que prevê o atendimento imediato em hospitais às vítimas de estupro. Haja paciência! Como pode um camarada desses presidir a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados? É um escárnio que alguém que não tem o menor respeito pelos direitos humanos ocupe tal cargo. As manifestações de protesto populares não podem parar enquanto ele lá permanecer, tripudiando e zombando de nós. O pior é saber que há no País inúmeros Felicianos que votam e elegem esse tipo de gente como nossos representantes.

RENATO KHAIR

renatokhair@uol.com.br

São Paulo

Dilma, não lhe dê ouvidos

Uma mulher é vítima de um crime repulsivo cometido por um covarde execrável, indigno de qualquer sentimento que não seja a repulsa, que lhe deixará cicatrizes físicas e emocionais. Seu direito constitucional e humanitário de evitar males maiores como doenças venéreas e uma gravidez indesejável está ameaçado por fundamentalismo, fanatismo, intolerância, reacionarismo de um grupo de moralistas desalmados que se consideram donos da verdade. Cale-se, Feliciano. Você não me representa.

LUIZ NUSBAUM, médico

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

Religiões e Estado laico

Sempre que ouço falar em religiões, penso que, ao lado dos inegáveis benefícios que trouxeram à humanidade, elas também contribuíram e ainda contribuem com uma série de malefícios: guerras, perseguições, preconceitos e a mania dos religiosos de quererem que todos sigam os seus credos. Exemplo disso é essa tentativa de lideranças religiosas de interferir no projeto de lei que obriga hospitais ligados ao Sistema Único de Saúde (SUS) a atenderem mulheres vítimas de violência sexual. É preciso explicar a essas pessoas a natureza laica do governo e do Estado. Se a religião delas é contra esse tipo de assistência, particularmente contra a "pílula do dia seguinte", então, basta recomendar às suas fiéis que não a tomem. Não há por que estender a proibição ao restante da população feminina, o que configuraria um atentado à liberdade religiosa. E por falar em assuntos religiosos, será que, depois do quebra-quebra na noite desta quarta-feira na cidade do Rio de Janeiro, o ministro Gilberto Carvalho continua achando que "a principal segurança do papa é a tradição de paz do povo brasileiro"?

NESTOR R. PEREIRA FILHO

rodrigues-nestor@ig.com.br

São Paulo 

PESQUISA ELEIÇÕES 2014

Ontem pela manhã ouvi na Rádio Estadão uma notícia estarrecedora: pesquisa efetuada entre quinta-feira e domingo passados aponta que Lula voltaria a ser presidente da Republica nas eleições do próximo ano em quaisquer cenários com outras candidaturas. Sem Lula, Dilma seria a vencedora com resultado mais apertado. A primeira coisa que me veio à mente: e o resultado das manifestações contra a incompetência e a corrupção? Como sempre pensei, "não foram para valer". Aí me lembrei de Francisco Alves e comecei a cantar "Criança feliz" (canção dos anos 50, quando o Brasil menino achava que iria ser um adulto responsável): Brincando, marcha o menino de hoje./ Lutando, marchará o menino de amanhã./ Crianças despreocupadas desse Brasil-Menino,/ cujas glórias hão de colher os homens grandes/ que dominarão o Brasil-Gigante/ esse Brasil grandioso que eu canto,/ que as crianças da Casa de Lázaro/ felizes cantarão, numa esperança/ de vitórias e alegrias./ Criança feliz, que vive a cantar/ alegre embalar seu sonho infantil/ ó meu bom Jesus, que a todos conduz/ olhai as crianças do nosso Brasil!/ Crianças com alegria/ qual um bando de andorinhas/ viram Jesus que dizia:/ Vinde a mim as criancinhas!/ Hoje dos céus num aceno/ os anjos dizem amém/ porque Jesus Nazareno/ foi criancinha também!

José Rosa jrosa1945@yahoo.com

São Paulo

*

CRIADOR SUPERA A CRIATURA

Ontem o "Estadão" apresentou uma pesquisa do Ibope sobre a intenção de votos para presidente da República, mostrando que Lula está 37% na frente de Dilma com 37%. Não sei em quem acreditar, afinal, o povo brasileiro não está aceitando as coisas como parecem. Haja vista o que aconteceu nas últimas manifestações. Não acredito que a volta do Lula possa melhorar as coisas, pois sabemos que a atual situação foi plantada pelo próprio Lula enquanto trabalhador na Presidência, e que após a sua saída continuou a assessorá-la até as manifestações e depois sumiu. Como sindicalista teve uma brilhante carreira, não sei como, mas teve. Como presidente não foi o que o povo esperava. É fácil dar peixes às pessoas e obter resultados bons nas pesquisas, mas trabalhar seriamente por um país jovem como o nosso e promissor, não teríamos tantas falcatruas e lambanças. O povo brasileiro sabe muito bem que não adiantam cestas básicas, Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e tantos outros benefícios temporários. O povo quer saber por que tantas arrecadações com os impostos e o País não ter hospitais dignos, escolas com estruturas boas e o professores mai bem assistidos, ou seja, educação de qualidade, segurança, habitação. Enfim, tudo o que um país precisa ter para melhor crescer. Não queremos mais esmolas, queremos uma vida digna onde possamos ter um sonho para a próxima geração, e não para a próxima eleição. O povo está aguardando a Copa do Mundo, já que não se pode mais chorar o leite derramado. Mas que os nossos governantes podem aguardar! Teremos um país passado a limpo. Se tivemos dinheiro para construir monumentais estádios, tenho certeza que também teremos para construir, principalmente, grandes hospitais, grandes presídios, financiar habitações para o povo, segurança para todos e uma melhor educação para o nosso país. Fazer com que a justiça seja feita para acomodarmos todos os que pegaram o nosso dinheiro público e que trabalhem para se sustentar. Vamos parar com essa fantasia de pesquisa e pensar em alguém que possa dar aos brasileiros um lugar merecido. Todos os que já passaram tiveram a chance, agora temos de renovar. Alguém que pense nas próximas gerações, e não mais nas próximas eleições. Acorda. BRASIL!!!

Elisiário dos Santos Filho elisantosfilho@uol.com.br

São Paulo

*

NINGUÉM MERECE!

Li, indignada, que o sempre oportunista PT e seus "aliados" estão articulando para que seja Lula, e não Dilma, o candidato do PT nas próximas eleições. Dilma, em sua primeira prova de fogo, perdeu completamente o rumo, mostrando total despreparo para o cargo que ocupa. Lula, de quem não se esperava outra coisa, fugiu acovardado para a Etiópia durante as manifestações públicas. Deve ter ido ensinar ao governo daquele país como fez o truque que usou para enganar alguns brasileiros ingênuos e o resto do mundo (que não sabe o que acontece aqui dentro), que foi ele que acabou com a fome e a miséria no País. Se tivesse usado o dinheiro do mensalão para esse fim, talvez tivesse realmente conseguido esse nobre ato. O povo não pode mais continuar caindo em armadilhas. NEM DILMA, NEM LULA! Façamos do Brasil um país melhor!

Iara Moraes iaramoraes1@hotmail.com

Bragança Paulista

*

O JULGAMENTO DO EX

Declara Lula à imprensa que "não vê ninguém melhor que Dilma para o posto". Julgamento precipitado, falso e medíocre, porque o País possui inteligências raras, competências quase incomparáveis, líderes natos e com trabalhos demonstrados à saciedade. Aliás, é o tipo de julgamento político para escusar-se de pretensões ocultas, como seria o seu desejo íntimo de se colocar como candidato novamente. Entretanto, o castelo vem ruindo. São seis candidatos à presidência do PT. As pesquisas demonstram uma queda nunca vista de dona Dilma e todos os olhares estão voltados para o segundo turno das eleições de 2014. O lulopetismo plantou muito, à custa do Estado, em proveito próprio. Agora chegou a hora da colheita, e ela não pode ser boa, porque toda a problemática nacional não se resume a Bolsa Família e assemelhados. Eis que o povo já fez o balanço e deu nota de reprovação aos camaradas e companheiros do lulopetismo!

José Carlos de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

*

LULINHA E LULÃO

É insuportável escutar as falas do ex-presidente. "Elle" diz que não existe hoje no Brasil ninguém mais preparado que a presidente Dilma para governar o País. Pode ser que realmente não haja no partido dos petralhas, mas tenha certeza, sr. Lula, que existem mais de 50 pessoas neste país mais preparadas que vocês dois, e inclusive muito mais bem-intencionadas. Exceto o exímio economês Lulinha, que fez o milagre em dez anos de se tornar bilionário! Esse, sim, mostraria o espetáculo do crescimento! Não o pai dele, que desestruturou o País inteiro.

Washington Botella wa.botella@me.com

São Paulo

*

NA MOSCA

O ex-presidente Lula acertou na mosca: nós, brasileiros, não temos medo da reeleição da presidente Dilma. Temos pavor! Pior que ela somente Renan Calheiros, José Dirceu, José Genoino e ele próprio, o chefe da "quadrilha".

Arnaldo de Almeida Dotoli arnaldodotoli@hotmail.com

São Paulo

*

MARINA E DILMA EMPATADAS

É sintomático que a única candidata que ingressa no campo do empate técnico com a presidente Dilma Rousseff seja Marina Silva, sem partido. Circunstância que ecoa as vozes populares. É certo que em nosso Estado democrático constitucional o tema deverá ser objeto de solução jurídica e Marina Silva deve concorrer no interior de uma agremiação partidária. Não obstante, a decadência da presidente e o ritmo de ascensão da opositora são fatores altamente indicativos do cruzamento da linha de chegada por quem veicula os anseios expostos ao ar livre.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

*

CONFORME O COMBINADO

Não será de estranhar se em algum momento entre hoje e a véspera das eleições de 2014 a presidente Dilma desistir de sua candidatura à Presidência, alegando motivos pessoais, de saúde ou algo que o valha, recomendando ao povo um velho conhecido...

Amâncio Lobo amanciolobo@uol.com.br

São Paulo

*

CACIQUE

Com esses números do Ibope, o negócio é chamar o cacique Cobra Coral. O negócio está indo para o brejo! Cadê a sineta? Já foi?

José Piacsek Neto bubanetopiacsek@gmail.com

Avanhandava

*

ÍNDICES PARTICULARES

Com o índice da presidente Dilma caindo nas pesquisas, o Ibope já começou a aparecer e aplicar "os seus índices"...

Artur Topgian topgian.advogados@terra.com.br

São Paulo

*

INSTITUTOS DE PESQUISA

Esperamos que desta vez, em sua manifestação nas urnas, a sociedade brasileira não fique refém da influência dos institutos de pesquisa, que na última década têm levado esta Nação à bancarrota dos valores morais, em suas escolhas eleitorais.

Francisco José Sidoti fransidoti@gmail.com

São Paulo

*

INCOMPETÊNCIA OU TEIMOSIA?

Segundo o editorial "A crise maior é de confiança" (17/7, A3), a economia nacional poderia acertar seu rumo, se a presidente e sua equipe demonstrassem mais seriedade e competência na administração do País. Aí eu pergunto: será que a presidente é apenas teimosa ou é incompetente para o cargo que exerce? Enquanto Dilma estiver à frente do Executivo, não visualizo melhoras no cenário econômico do País. O que pode acontecer é ficar ainda pior, com taxa básica de juros alta e inflação também alta, o que acarretaria um baixíssimo crescimento da economia.

Maria Carmen Del Bel Tunes carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

*

GOVERNO AGONIZANTE

Dora Kramer (19/7 A6) acertou no alvo. Esse "conselhão" é de uma ineficácia gigantesca e só tem uma serventia: lotar o salão de figurões sentadinhos, caladinhos, para ficar ouvindo aquele cansativo e interminável blá, blá, blá do petismo. Antes era o Lula (pelo menos era engraçado), agora é com a enfadonha Dilma. Será que esses senhores já perceberam que esse governo está agonizando?

Ademar Monteiro de Moraes ammoraes57@hotmail.com

São Paulo

*

MEU BRASIL

É, infelizmente o meu Brasil está na mão do PT, que para mim é o Partido dos Trambiqueiros, porque de trabalhadores não é. Vejam o ex-presidente que foi eleito e reeleito, governou por oito anos o nosso Brasil, com cara de humilde e jurando matar a fome dos pobres, pagar as dívida externa, construir a nossa casa, acabar com a pobreza neste país e em outros países, como no Congo, na Venezuela, na Bolívia, etc. Ele, imaginem, é um mágico e capaz de outras invenções mais! E ainda não conseguindo ficar mais tempo, colocou a sua presidenta Dilma, que afundou ainda mais o meu Brasil! Como pode o Lula ser presidente, se é aposentado por invalidez, porque perdeu um dedo numa máquina, até hoje recebe o salário do INSS e muitos que necessitam não conseguem esse benefício. Estes dias ele falou aos jornalistas estrangeiros justamente que os jovens que estão na passeata não sabem de nada, pois não existe desemprego no País. MENTIRA! Meu neto que é formado em Administração de Empresas, após sair do Exercito Brasileiro, onde trabalhou por cinco anos e tem até atestados de boa conduta, sempre muito elogiado, não consegue nova colocação e está em dificuldades! E o sr. Lula bate no peito e diz que tudo está maravilhoso. Precisamos informar ao mundo que o nosso Brasil está na pior, com alta na inflação, que eles dizem que está controlada. MENTIRA! Os preços cada vez mais altos, mais os assaltos com morte e cada vez mais desemprego, só há umas poucas ofertas para subempregos, o salário está em baixa, muitos são despedidos para dar emprego o outros com a metade dos salários, o desespero é grande! O preço dos imóveis é alto e os aluguéis, cada vez maiores. Uma loucura inimaginável! O Lula gastou dezenas de bilhões em diversas viagens, hoje ele e sua família estão milionários, seu filho comprou um jato recentemente, tem fazendas de gado, possui grandes extensões de terras, usinas de álcool no Panamá e em outros lugares, em São Bernardo existem torres construídas por sua família... Como pode? O pior é que ninguém faz nada! Mas eu peço em nome de todo o povo brasileiro que seja feita uma auditoria nas contas do sr. Lula e de seus companheiros, da dona Dilma inclusive, e de seus filhos, assim vão verificar que tudo isso que está escrito é verdade!

Nilza Pereira Ierizzi nilpereiraierizzi@bol.com.br

Santos

*

DISCURSO NO ABC

Com um linguajar de sindicalista e presidente de grêmio desportivo, daqueles que ficam com um palito de dente no canto da boca, nosso excelentíssimo-salve-salve-ex-presidente chamou de "idiotas e imbecis" aqueles que noticiaram sua doença. Era preferível que ele ficasse quieto, afinal, não pode falar muito. Primeiro, por continuar falando besteiras, segundo, por querer negar a realidade. "Lula I" e último, você tem câncer ou não?!

Renato Amaral Camargo natuscamargo@yahoo.com.br

São Paulo

*

O OMISSO

Ao negar que estaria novamente com câncer, o ex-presidente Lula nos deixou aliviados. Nosso receio era que, de novo, ele dissesse que não sabia de nada.

João Manuel Carvalho Maio clinicamaio@terra.com.br

São José dos Campos

*

MUY AMIGO

Achei muito legal o Lula dizer que canalhas estão inventando que ele esta com câncer. Infelizmente, isso deve ser verdade. Mas, por outro lado, gostaria muito que ele defendesse com o mesmo fervor a prisão dos mensaleiros amigos dele. Isso, sim, seria uma demonstração de amor ao País e apego à verdade e contra a corrupção que ele alimentou e deixou crescer como nunca antes neste país. Além disso, ainda deixou diversas heranças malditas para a sua indicação. Muy amigo.

Antonio Jose G. Marques a.jose@uol.com.br

São Paulo

*

CRIMINOSOS E CANALHAS

O ex-presidente Lula ficou furioso, e com razão, ao saber que pela internet corria um boato do retorno do seu câncer. E como pessoa pública, sentindo-se poderoso, esquecendo até de que teve por oito anos e democraticamente o cargo mais honroso da nossa República, e ainda que qualquer adjetivo lhe é permitido para espernear, solta o verbo, chamando de imbecis e canalhas os supostos insensíveis com à doença alheia. O que preocupa neste episódio é que, recentemente, Dilma também qualificou de criminoso o boato do fim do Bolsa Família, lembram? Quando, na realidade, nasceu dentro da Caixa Econômica, com a liberação antecipada dos benefícios... E a Polícia Federal depois de longa investigação não denunciou ninguém, como se nada tivesse acontecido. Mas ficou claro pelas evidências que o governo, mal das pernas nas pesquisas, queria com isso tirar uma casquinha, digamos, criminosa também contra a oposição, culpando-a pelo boato. E agora, também não dá para desconfiar? Porque Lula, pela derrocada administrativa da Dilma, é o único no PT com potencial para disputar a próxima eleição! E a esta altura ficar exposto, com grande espaço na grande mídia, com esse possível boato sobre o reaparecimento de sua doença mexe com a sensibilidade do brasileiro. Por essa razão seria oportuno, e com a devida responsabilidade, que a PF, investigasse esses tais imbecis ou canalhas, que podem estar escondidos atrás de um marqueteiro qualquer a serviço do Planalto... Porque nesta era petista vimos que tudo de excrescente é possível ocorrer!

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

INCOMPETÊNCIA CRIMINOSA

Dona Dilma disse que ninguém sabe o que aconteceu por ocasião dos boatos do fim do programa Bolsa Família em 18 e 19 de maio deste ano. Eu sei: foi uma incompetência criminosa...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

*

AINDA LULA NO 'NYT'

Em seu comovente texto sobre as manifestações de rua e seu pedido aos jovens para que "não neguem a política", o ex-presidente Lula quase acertou. O que está sendo pedido nas ruas não é o fim da política, e sim o fim da corrupção na política. O que se pede é o fim da incompetência generalizada na política. Só política não resolve nada, sr. ex-presidente, e isso se torna cristalinamente claro num governo que tem 39 ministérios ocupados exclusivamente por políticos. Só política não resolve, é isso que a rua está gritando cada vez mais alto, até que alguém finalmente ouça.

Mário Barilá Filho mariobarila@yahoo.com.br

São Paulo

*

ESPERANÇA VÃ

No artigo de Lula para o "New York Times", em que faz uma análise do cenário atual do Brasil em razão das manifestações, o ex-presidente escreve: "A legitimidade dessas demandas não pode ser negada, mesmo sendo difícil atendê-las rapidamente". Qualquer cidadão mais atento pode ver que ele não entendeu a demanda, pois ela se baseia na transparência e no combate à corrupção. Se essa demanda precisa ser maturada, a esperança é vã.

Jaci Manoel de Oliveira jaci.oliveira@terra.com.br

São Paulo

*

ANTIESTALINISMO

O sr. Markus Sokol faz parte do Diretório Nacional do PT que, para mim, é formado por "vacas de presépio" ou coniventes com a "quadrilha", que tanto mal trouxe ao País. Mais ainda, como reconhecer, depois de 40 anos, o que jogou fora ideologicamente?

André C. Frohnknecht anchar.fro@hotmail.com

São Paulo

*

ESTRANHA MATEMÁTICA

Enquanto os EUA, a mais rica e única potência mundial, têm apenas 17 ministérios e dois partidos oficiais, o Brasil se dá ao luxo de ter 39 (!) pastas e mais de 30 (!) partidos. Como é que pode?!

J. S. Decol devoljs@uol.com.br

São Paulo

*

RATOS

Os políticos brasileiros são tão privilegiados que, quando o partido de que fazem parte começa a dar sinais de que vai afundar, eles se mudam para outro. Perdoem-me a comparação, mas essas mudanças lembram muito os ratos quando navegam numa canoa furada: quando passa outra canoa, eles pegam carona, independentemente de sua bandeira.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

DOMÍNIO DO FATO

Conforme o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, o esquema do chamado mensalão mineiro ("test drive" de Marcos Valério), durante a campanha à reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB-MG) ao governo mineiro em 1998, já está nas mãos do Supremo. Torço para que o julgamento termine antes das eleições de 2014, pois os ministros do STF já estão bem experientes na aplicação da teoria do domínio do fato, que pegou de surpresa os petistas e os advogados de defesa.

Edgard Gobbi edgardgobbi@gmail.com

Campinas

*

VANDALISMO NO LEBLON

Fiquei chocado e triste ao ver as cenas de vandalismo e caos no Leblon, no Rio de Janeiro. Chamou-me a atenção a omissão criminosa da polícia, que cruzou os braços e permitiu que os bandidos quebrassem, depredassem e furtassem o que quisessem, como se o Leblon fosse a casa da mãe Joana, terra de ninguém, jogada à própria sorte. Essas pessoas são bandidos, e não os verdadeiros manifestantes, que são pacíficos. Sendo bandidos, devem ser tratados como tal, com o rigor da lei e punição dura. É muito estranho que esses bandidos encapuzados possam agir assim impunemente e a polícia fique de braços cruzados e permita que eles ajam livremente. O governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes e o Comando-Geral da polícia do Rio devem explicações e desculpas à população carioca. Tem algo bem errado aí".

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

*

RENÚNCIA

Quando uma autoridade policial vem a público e diz que a tropa não está preparada para combater o vandalismo resultante das grandes concentrações populares, como vem acontecendo regularmente em algumas capitais do País, especialmente no Rio de Janeiro, não seria o caso do governador Sérgio Cabral renunciar ao seu mandato por total incompetência? Ou será que para as pessoas de bem não restará alternativa a não ser se armar para autodefesa? A segurança pública em nosso país está falida e nada se faz para reverter esta situação.

ROBERTO LUIZ PINTO E SILVA robertolpsilva@hotmail.com

São Paulo

*

'GOOD BYE FOR EVER'

Sou totalmente favorável às passeatas, mas radicalmente contra o vandalismo e o quebra-quebra. Mas de uma coisa temos de ter consciência: de tanto ver triunfar as nulidades e o mete-a-mão do Cabral, com helicópteros, aviões eikianos, aniversários em Paris da Delta e outros, o povo não aguenta mais e não tem mais paciência. Não são só vândalos, não, são pessoas normais que cansaram de tanta impunidade e nada acontecer aos políticos, condenados ou não, ficarem livres leves e soltos tirando um sarro da nossa cara. Ou seja, a coisa extrapolou tudo e por isso essa explosão indistinta e sem controle. Só falta agora o Cabral tomar vergonha na cara e sumir, pois incompetência já mostrou muita, e sem o parasita do Lula a situação dele está insustentável.

Mustafa Baruki mustafa-baruki@bol.com.br

São Paulo

*

CABRAL E OS PROTESTOS

Como sempre, o governador Sérgio Cabral aparece atrasado. Assim foi em 2010, com as chuvas que castigaram Angra dos Reis, e no ano seguinte, com as chuvas que causaram estragos na Serra Fluminense, particularmente em Nova Friburgo. Nas duas ocasiões, estava em Paris e pôs o vice-governador na linha de frente, surgindo depois, de fininho, como se nada tivesse acontecido. Agora, nas manifestações diante de sua residência, estava em outro lugar. Dizem que por medidas de segurança. Bom ser governador, não? E o povão? Bem o povão fica para levar bala de borracha, spray de pimenta ou gás lacrimogêneo. Nesses acontecimentos, ficou confirmado, para mim, que há um problema maior na segurança pública: a polícia, o que não me surpreende. Que segurança pública esperar em face disso? Nenhuma.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

*

MANIFESTAÇÕES E APROVEITADORES

O povo, cansado de assistir passivamente por décadas aos malfeitos dos governantes, começou no mês de junho a sair às ruas para protestar, tudo de maneira passiva e ordeira. Mas de repente tiveram início as cenas de vandalismos, diferentemente da proposta inicial. Engraçado é que sempre estão com máscaras, capuzes, coisas assim, artefatos usados por bandidos. A meu ver, o policiamento, vendo essas peças ali, já deveriam detê-los, sabidamente vão para quebrar o patrimônio público e agora o privado, sem explicações. Deveriam, sim, procurar o abrigo das pessoas responsáveis pelas leis e pelos gastos indecentes. Seria mais lógico, e não depredar bens de inocentes donos de bancas de jornal e lojas. O uso de máscaras é prova inconteste de sua finalidade: fazer medo a quem por direito reclama. São pessoas infiltradas por quem está sendo rechaçado nesses movimentos, para confundir a cabeça dos ordeiros manifestantes. Passou da hora de a PM prender esses já conhecidos vândalos a serviço dos reais culpados.

Julio Jose de Melo julinho1952@hotmail.com

Sete Lagoas (MG)

*

QUEBRA-QUEBRA NO RIO

Será que os srs. Lindbergh Farias (PT), Marcelo Crivella (PRB), Luiz Fernando Pezão (PMDB), Antony Garotinho (PR), César Maia (DEM), Francisco Dornelles (PP) e Romário (PSB), prováveis candidatos ao governo do Estado, não sabem mesmo de onde vieram os mascarados que, infiltrados no meio das passeatas do sofrido povão, provocam o quebra-quebra no Rio? Empregados de quem eles são? O povo não é bobo.

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

*

PENSE NISSO

Será que já ocorreu a alguém que aqueles protestos indignados contra as ações da polícia nas primeiras manifestações acabaram retirando-lhes a sua função de conter a violência e proteger a sociedade de vândalos? Será que já ocorreu a alguém que a ação desses vândalos tem a finalidade de desqualificar as causas que originam as manifestações pacíficas e ordeiras, pelo medo, impedi-las de ocorrer? As cenas recentes ocorridas no Rio de Janeiro são uma prova disso. Será que já ocorreu a alguém que esses vândalos arruaceiros e violentos podem estar a serviço de a quem não interessa que as manifestações continuem, pois elas são, ao mesmo tempo, indicativas e causadoras das grandes mudanças que queremos para criar um Brasil melhor? Pense nisso e não desista nem tema, estamos no caminho certo!

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

*

CONTO DO VIGÁRIO

Venho acompanhando pela televisão a propaganda política partidária. Dá gosto ouvir os governistas falando sobre as manifestações das ruas. Nunca antes na História deste país o povo teve tanta razão. Os marqueteiros que orientam esses populistas devem achar que o povo é idiota e que continuará caindo no conto do vigário. Pelo o andar da carruagem, é muito provável que nas próximas manifestações o governo determine que seja dado apoio logístico aos manifestantes. Poderemos ver distribuição de marmitex, banheiros químicos instalados nas ruas e avenidas e pontos para descanso e planejamento dos próximos atos. Srs. politiqueiros, a Nação acordou e dará uma resposta condizente nas eleições de 2014. O tempo do tapinha nas costas ficou para trás. Juventude brasileira, dentro da lei e da ordem, leve avante as reivindicações por um Brasil melhor.

Jeovah Batista jeovahbf@yahoo.com.br

Taquari (DF)

*

JÁ ASSISTIMOS A ESSE FILME

Durante o regime militar por diversas vezes fomos surpreendidos com ações de vandalismo praticado pelos grupos de que participava a sra. Dilma Rousseff e outros políticos que hoje se dizem heróis da democracia. Nada mudou, só que hoje os alunos são mais preparados e superaram seus professores do passado. Quebra-quebra, assalto a instituições financeiras, saque em supermercados e lojas comerciais, incêndio em transporte público como, por exemplo, bondes, ônibus e lotações, sequestros e assassinatos eram ações corriqueiras de que participavam os pseudo-heróis da democracia. Não me venham com a churumela de dizer que os baderneiros de hoje não tinham idade na época para ser alunos. Fica claro que o os pseudo-heróis da democracia cansaram de mostrar em filmes e reportagens suas ações de vandalismo como troféus da falsa luta pela democracia. Pelo que assisti na televisão, a reação da polícia deveria ser vigorosa. Ficou comprovado que os bandidos que atuaram nessa ação são preparados para qualquer tipo de guerrilha e são elementos nocivos para a sociedade, que devem ser tratados com o mesmo rigor que foram tratados os traficantes do Complexo do Alemão. Anistia Internacional, Comissões de Direitos Humanos, OAB e outras instituição que vivem se pronunciando a favor dos criminosos com toda certeza silenciam diante da evidências dos crimes praticados pelos bandidos que defendem. Nunca vi nenhum comentário dessas instituições a favor das vítimas. Quando o crime é praticado por menores, aparecem logo seus protetores para garantir sua integridade física, mas nunca, nunca mesmo, se pronunciam a favor das vítimas. Para baderneiros do tipo dos que agiram em Ipanema e no Leblon, nada de bala de borracha ou bombas de efeito moral, esses devem ser tratados é com armas letais mesmo. Parabéns aos ditos falsos heróis da democracia, pois os alunos superaram seus mestres.

Antonio Ranauro Soares antonioranauro@bol.com.br

Sete Lagoas (MG)

*

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

Tomara Deus que na missa do papa Francisco não chova. Poucos sabem, pouco foi falado na imprensa, mas o local com milhões de metros quadrados era uma área de manguezal que foi desmatada e aterrada para receber 2 milhões de fiéis para o evento, terminada às pressas pelos organizadores. Não podemos alegar um castigo de Deus, porque Sua Santidade estará lá, mas, se chover, pode virar uma areia movediça e o tumulto pode ser grande, porque naquele local o homem colocou sua mão e a motosserra na derrubada da vegetação, que era o hábitat da biodiversidade. São Pedro que nos proteja: sem chuvas no local.

Jose Pedro Naisser jpnaisser@hotmail.com

Curitiba

*

A IGREJA E A HISTÓRIA

Os palcos onde o papa se apresentará no Rio de Janeiro estão muito bonitos, mas isso de nada adianta se a Igreja Católica não procura modernizar sua doutrina para adaptá-la aos tempos atuais. Os palcos podem ser ultramodernos, mas a doutrina é ultrapassada. Em especial, a posição da Igreja quanto ao sexo precisa ser reformulada, de modo a passar a considerar o sexo não um pecado, mas uma bênção de Deus. Em termos práticos, é preciso acabar com a condenação da homossexualidade, da masturbação, dos anticoncepcionais e do sexo antes do casamento. Sob pena de a Igreja ser ultrapassada pela História e simplesmente se extinguir por falta de adeptos. Tudo na vida evolui: por que isso seria diferente quanto à Igreja Católica?

Erico Tachizawa ericotachizawa@ig.com.br

Rio de Janeiro

*

PECADOS

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, ao formalizar seu papel de anfitrião da visita do papa Francisco, e temendo interferência de manifestações de rua no bom andamento do evento, declarou que o Sumo Pontífice não tem relação alguma com os pecados dos homens públicos brasileiros, exceto com o fato de vir eventualmente a perdoá-los. É bom lembrar, no entanto, que o perdão do Santo Padre só será concedido mediante a confissão, conforme prevê a sequência sacramental do catolicismo. Até onde se sabe, porém, os referidos políticos pecadores não se dignaram, nem pensam, arrogantes que são, em assumir uma atitude humilde diante dos desmandos, das mentiras de campanha, da corrupção, da demagogia, do poder a qualquer custo, da falta de ética, do clientelismo, do abandono do interesse público, da esperteza, entre outras heresias pecaminosas. No que diz respeito às manifestações, estão concentrados somente em encontrar com quem negociar, o que provavelmente aumentará o peso de seus sacrilégios, pois são bons de lábia. Além do mais, nem cogitam de fazer penitências, ou seja, tomar atitudes que envolvam certa dose de sacrifício e renúncia, prova convincente de que estão arrependidos. Se o papa assumir a posição de confessor, desejando ouvir deles os pecados cometidos contra seu rebanho, então, ao contrário do que pensa o prefeito, a visita terá muita relação com as manifestações, sim, e provavelmente o pontífice, simples e direto como está mostrando ser até agora, verá nelas um instrumento importante para obter a confissão da pecaminosa classe política, aproveitando a ocasião para impor algumas penitências. Prezado alcaide, dê o exemplo, faça um exame de consciência, se confesse e comece a cumprir as penitências associadas.

Paulo Roberto Gotaç prgotac@hotmail.com

Rio de Janeiro

*

ASSIM FICA FÁCIL!

O ministro da Secretaria Especial da Presidência, sr. Gilberto Carvalho, declarou à imprensa que "a segurança do papa é o povo brasileiro". Ora, sr. Gilberto, estão querendo tirar o corpo fora, como se diz, e transferir a responsabilidade do Estado para a população? Só faltava essa! Não conte comigo.

José Marques seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

*

FARRA FINANCEIRA

Imaginar que foi um avião da Força Aérea Brasileira buscar o tal papamóvel, com altos custos para o contribuinte, e de repente o papa dizer que não vai usá-lo... Por que não informaram antes a FAB dessa desnecessidade? Dinheiro público brasileiro é mesmo uma farra!

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

São Paulo

*

AVIÕES E POLÍTICOS

Os políticos brasileiros poderiam seguir o exemplo de SS o papa Francisco, que dispensou as mordomias, regalias, privilégios, e exigiu embarcar junto com os outros mortais. O papa voando em avião de carreira, tal como dona Dilma, o presidente da Câmara e o presidente do Senado fazem habitualmente...

Carlos Roberto Gomes Fernandes crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

*

PAPA ESPERTO

O ministro Gilberto Carvalho (sempre ele) esteve em abril no Vaticano para convencer o papa a ir a Brasília, onde seria recebido pela presidente Dilma. Mas Francisco não quis recebê-lo! Tentaram politizar a visita do papa Francisco e se deram muito mal. Que bom, ao menos o papa Francisco sabe das coisas!

Edivelton Tadeu Mendes etm_mblm@ig.com.br

São Paulo

*

VISITA FRUSTRADA

O papa Francisco não recebeu o ex-seminarista, ministro e notório Gilberto Carvalho em abril no Vaticano. A Santa Sé deve ter um serviço de informação eficiente. Não teria cabimento o papa Francisco dar atenção a um sujeito que está envolvido em inumeráveis maracutaias com seu amo, Luiz Inácio Lula da Silva. Inclusive nos obscuro desaparecimento do prefeito de Santo André Celso Daniel e outras pessoas, como queima de arquivo.

José Francisco Peres França josefranciscof@uol.com.br

Espírito Santo do Pinhal

*

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Hoje se sabe que quem frequenta os cursos de medicina é oriundo de famílias abastadas. É preciso quebrar esse paradigma e promover a inserção dos alunos pobres nestes cursos. Dessa forma teremos excedentes de médicos que trabalharão por muito menos que os R$ 10 mil oferecidos pelo governo. Abaixo o corporativismo da classe médica insatisfeita!

Ricardo A. S. Corrêa eafranchin@uol.com.br

São Paulo

*

SERVIÇOS COMPULSÓRIOS

Em relação ao trabalho civil compulsório a ser imputado aos novos médicos, gostaria que a presidente da República e o ministro da Saúde informassem à população como será a adequação ao serviço médico militar, que já existe, também compulsório, com período mínimo de um ano. Dever-se-ão cumprir os dois serviços compulsórios?

Elton Esposito elton.esposito@globo.com

São Paulo

*

ESCRAVIDÃO

Para ajudar a pobre Dilma e o incompetente ministro Padilha, sugiro que no lugar de médicos de Cuba contratem a polícia política cubana para escravizar os médicos.

José Antônio Garbino garbino.blv@terra.com.br

São Paulo

*

DÚVIDA

Encaminho questão que circula na internet. Se a saúde no Brasil é péssima por falta de médicos, por que a educação é ainda pior quando existe excesso de professores? Vamos importar escolas? Há que fazê-lo antes que o dólar encareça ainda mais. Talvez devamos importar da China, de onde já vêm nossas cuecas (leiam a etiqueta de vossas para confirmar), nosso peixe (viva o "bispo" Crivella) e feijão. Importando de Cuba, teríamos a vantagem da sintonia ideológica com nossos "líderes". Com a Venezuela, poderíamos trocar por papel higiênico (rápido, antes que acabe por aqui também).

Eldo Franchin rascorrea@hotmail.com

São Paulo

*

LIMPOS DE CORAÇÃO

Kirchner declarou guerra à Grã-Bretanha pelas Falklands, Evo pretende declarar guerra à União Européia pela afronta do veto à sua entrada em alguns países, Chávez morreu pouco antes de declarar guerra aos EUA, Dilma "et caterva" vociferam contra os EUA pela bisbilhotice secreta, e por aí vai. Que doce mistério existe na estratosfera, onde os líderes esquerdistas vivem, que lhes confere tanta auto-importância e crença em seu poderio? Na contramão, os povos governados por eles sentem-se cada vez mais desprotegidos e impotentes. Então, que venham as evangélicas, o papa, e todos os limpos de coração. Estamos precisando.

Carmela Tassi Chaves tassichaves@yahoo.com.br

São Paulo

*

DILMA DEFENDE EVO

O brado retumbante de nossa presidenta em defesa do coleguinha conhecido por diversas travessuras, Evo - vulgo senhor dos gases - deve ter ecoado nos EUA. Dizem as más línguas que, atordoados pelo impacto das declarações, os Estados Unidos chamaram para consultas seu embaixador em... Buenos Aires.

Alexandru Solomon alex101243@gmail.com

São Paulo

*

QUESTÕES INCÔMODAS

São duas as perguntas que estão me apoquentando. Primeira: quando será que os membros do Judiciário brasileiro de todos os níveis, graus e instâncias vão vestir as suas calças e tomar atitudes de homens? Segunda: quem não sabe desde criança que os Estados Unidos investigam as atividades de outros países? Enfiam-se em qualquer lugar de qualquer forma.

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

*

PETROBRÁS

A Petrobrás parece se inspirar nas mais profissionais periguetes para moldar seu estilo de vida atual: faz propaganda ao estilo "dentes brancos, hálito fresco", quando não está lá essas coisas. Gruda no colo dos fornecedores, prometendo amor eterno, experiências inesquecíveis e sucesso sem limites. Suga tudo que puder transformar em dinheiro. Faz mais dívidas do que pode saldar e só quita as dívidas com os amigos mais legais (no caso, o governo). Larga o fornecedor prostrado (às vezes, morto). E volta a fazer propaganda, atrás da próxima vítima... Parabéns pelos 60 anos! O corpinho parece de 20.

Ana Rita Fernandes Meirelles anarita.meirelles@gmail.com

São Paulo

*

PEGADINHA

Fernando Haddad, prefeito de São Paulo até o presente momento, nada fez pela cidade, embora tenha feito inúmeras promessas. Agora faz mais uma, promete ônibus 24 horas em 2014. É bem provável que ele esteja se referindo à criação de uma nova empresa com o nome "Viação 24 Horas", e não de serviços.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

MOBILIDADE URBANA

O jornalista Washington Novaes (19/7, A2) conseguiu colocar em economês os 13 anos de administração petista, mais os oito anos de administração socialista de FHC, completando o ciclo socialista da Constituiçãozinha de 88, socialista coronelista.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

HIERARQUIA FUTEBOLÍSTICA

Acho que o São Paulo não deveria mudar de técnico de novo. Afinal, perder para o Corinthians é perder para o atual campeão do mundo. Trata-se de uma hierarquia no futebol, digamos assim.

Arcangelo Sforcin Filho arcangelosforcin@gmail.com

São Paulo

*

ABL

Num país que não lê, diga-se, a Academia Brasileira de Letras elege como imortais grandes escritores, e o maior exemplo deles é José Sarney. O Prêmio Machado de Assis para Silviano Santiago é um alento para esse gigante desconhecido escritor, no país onde mais de 50% da população é de analfabetos funcionais.

Marcos Barbosa micabarbosa@gmail.com

Casa Branca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.