Fórum dos Leitores

GOVERNO DILMA

O Estado de S.Paulo

10 Novembro 2013 | 02h11

Política econômica

A inflação deste ano, segundo analistas, não vai estourar o teto da meta (6,5%) graças aos malabarismos usados pela presidente Dilma Rousseff e por seu ministro da Fazenda, Guido Mantega, como, por exemplo, o "desconto" dado aos setores de energia e transporte público, a desoneração da cesta básica e a redução de IPI. Essas manipulações estão afetando a política fiscal e aumentado a desconfiança dos investidores, o que está levando à alta do dólar. A crise econômica está virando uma bola de neve. Será que o governo federal vai conseguir maquiar essa bola de neve para reeleger Dilma, ou ela vai rolar ladeira abaixo e atingir os brasileiros antes da próxima eleição? Vejo nuvens negras no horizonte.

MARIA CARMEN DEL BEL TUNES

carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

O vilão agora é o IPI

O Brasil está contaminado pela filosofia bolivariana e de "fazer o diabo" pela reeleição em 2014. Mantega está virando margarina com tanto malabarismo fiscal (trapaça contábil) para tentar atingir a meta do superávit primário, visto que as contas governamentais não fecham por causa do crescimento dos gastos e da queda prevista na arrecadação. A desculpa não é mais a herança de Fernando Henrique Cardoso, mas a redução do IPI dos automóveis. Então, que se solucione o problema dobrando ou triplicando o IPI - o que será até benéfico, porque as cidades e rodovias estão entulhadas de veículos, num único engarrafamento. Enquanto isso, "tia Dilma" não quer saber se a mula é manca, o que ela quer é gastar para ser reeleita.

HUMBERTO SCHUWARTZ SOARES

hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

Engodo

O governo Dilma e seu mordomo de castelo Guido Mantega não admitem a análise imparcial, profunda e competente do Financial Times. Preferem maquiar e enganar a opinião pública quanto à real situação econômica, financeira e social do Brasil. Querem enganar quem, caras-pálidas?

EDWARD BRUNIERI

patricia@epimaster.com.br

São Paulo

Intranquilidade

Causa-nos intranquilidade o modo irresponsável do atual governo de conduzir as crises que o País apresenta em áreas cruciais. Acompanhando o noticiário vemos que coisas impensadas pelo bom senso estão ocorrendo nesta administração de maquiagens, improvisos, destemperos constantes e inconsequentes. Em nome de possíveis cortes, Dilma, em vez de conter despesas desnecessárias - como suas viagens constantes e propagandas caras -, manda ao Congresso Nacional uma proposta de emenda à Constituição (?) para diminuir as despesas com a saúde. E se isso não bastasse, por falta de verbas manda diminuir as fiscalizações da Controladoria-Geral da União (CGU) nas prefeituras que recebem dinheiro do Tesouro Nacional. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) também teve corte de gastos, que forçará a paralisação das fiscalizações nos Estados, e terá de dispensar funcionários. Entretanto, ela distribui dinheiro pelos países "companheiros", em empréstimos que, sabemos, jamais serão pagos, pois foram feitos em acordos por debaixo dos panos - o mais recente, para a Venezuela. São tantos os descalabros que nos assustam. Como criticar o Tribunal de Contas da União (TCU) pelo fato de este ter apontado graves irregularidades encontradas durante fiscalização em obras importantes e dispendiosas, recomendando a sua paralisação. Tudo isso enquanto o nosso Legislativo age mansamente, dirigido pelo governo, em nome do corte de gastos. A única coisa que aparece como prioritária neste momento é a exposição constante da candidata à reeleição, que está com sua aceitação abalada, demonstrada nas pesquisas. Tudo pelo poder, o resto que "se exploda", porque quem paga são os cidadãos.

LEILA E. LEITÃO

São Paulo

Obras irregulares

É a verdadeira inversão de valores: em vez de achar um absurdo as irregularidades verificadas pelo TCU nas obras (do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC) com problemas nos contratos e indícios de superfaturamento, Dilma achou um absurdo a paralisação dessas obras! Por isso é que o seu governo bate recordes históricos de corrupção, sempre com a solução mais fácil de jogar o lixo para debaixo do tapete.

RONALDO GOMES FERRAZ

ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

Pensando alto

Dilma deve estar pensando: "PAC que parou!".

ALESSANDRO LUCCHESI

timtim.lucchesi@hotmail.com

Casa Branca

O tostão pelo milhão

Excelente o editorial Tesouradas às cegas (8/11, A3), que mostra mais uma vez a incomPeTência desse (des)governo. Eu não sei se é mais incomPeTência ou desonestidade, mais sei que é muito pouco-caso com o dinheiro do povo. Alegando falta de recursos para vistoriar as prefeituras que receberam dinheiro do governo federal, a CGU diminuiu drasticamente a fiscalização e com isso a roubalheira corre solta por aí. Como entender o critério de economizar tostão e deixar roubar milhão? Será que já faz parte do acordo para a reeleição da "presidenta"?

SERGIO LUIS DOS SANTOS

sersan@netpoint.com.br

São Paulo

Discurso contraditório

Parabéns pelo editorial Tesouradas às cegas, que esclarece muito bem a contradição do discurso presidencial: combate à corrupção sucateando a CGU!

ÍCARO TEIXEIRA

ikaroteixeira@hotmail.com

São Paulo

Suspeição

O PT é um partido sob suspeita. Episódios de corrupção marcaram o seu passado - vide o mensalão -, assim como demonstrações de incompetência que pairam no presente - vide o produto interno bruto, a inflação - permitem supor qual será o seu comportamento no futuro!

EUGÊNIO JOSÉ ALATI

alatieugenio@gmail.com

Campinas

AGÊNCIAS REGULADORAS

Para quê?

São um desperdício de dinheiro jogado fora, essas agências não regulam nada. Pelo que se tem visto, elas servem apenas para dar emprego aos afilhados políticos de senadores e deputados. É leite falsificado, azeite que não é extravirgem, é remédio ineficaz... Tudo sempre contra o consumidor. Ninguém regula ou fiscaliza nada. Uma vergonha!

SEBASTIÃO PASCHOAL

s_paschoal@hotmail.com

Rio de Janeiro

 

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

 

INSENSATEZ OU PURA BURRICE

Um governo que arde em chamas pela incapacidade de administrar o Brasil, como esse de Dilma Rousseff, ainda corta verbas da Controladoria-Geral da União (CGU), que tem a responsabilidade de fiscalizar Estados e municípios que recebem verbas federais. Ora, qual administrador desta terra tupiniquim seria capaz de cortar 20%, ou a merreca de R$ 16,8 milhões de um orçamento de R$ 84 milhões (anual da CGU), em detrimento de fazer um pente fino nos Estados municípios que recebem bilhões de reais do governo federal para realização de importantes obras? É uma insensatez, ou pura burrice! Porque, se em 2003, na gestão Lula, dos R$ 28,1 bilhões liberados à CGU, constatou-se que R$ 4 bilhões faziam parte de irregularidades, como até de desvios de recursos públicos, como informou o "Estadão", e sabendo que as verbas liberadas hoje são bem mais vultosas, quantos bilhões de reais não estão fazendo a alegria vil dos governantes? A impressão que fica é de que, para os petistas do Palácio do Planalto, é muito mais importante economizar os míseros R$ 16,8 milhões que foram retirados do orçamento da CGU do que impedir que bilhões de reais dos contribuintes sejam desperdiçados. E para comprovar essa indiferença de Dilma pelo zelo das verbas federais, se em 2004 400 cidades foram investigadas pelo órgão citado, para nossa indignação em 2013 passarão pelo pente fino da CGU apenas 60 municípios. Não é uma vergonha?

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

 

*

 

O GOVERNO TOLERA TUDO

A virgindade do azeite é falsa; o leite, responsável pela saúde de novas gerações, está contaminado por água oxigenada; produtos da cesta básica contribuem para a hipertensão pela quantidade excessiva de sódio. Tribunal de Contas da União (TCU) manda paralisar obras do PAC por irregularidades e é criticado por Dilma Rousseff na sua arremetida célere para a reeleição. Os sistemas fiscalizadores não funcionam e, quando o fazem, acontece como na Prefeitura da cidade de São Paulo, onde agentes fiscalizadores deram um rombo de meio bilhão de reais nos cofres da Prefeitura. O governo está determinado a sustentação do poder e tudo o que se fizer que não arranhe a campanha política é tolerado. O Partido dos Trabalhadores (PT) e seus aliados estão levando o País à insolvência econômica e política. Tudo é projetado para fazer o Brasil ingressar definitivamente no espúrio clube marxista/castrista/bolivariano, que vivem em concubinato nada disfarçado. Enquanto isso, os candidatos de oposição se digladiam num jogo que só favorece o governo. Só um candidato único numa coligação patriótica pode evitar a vitória de Dilma no primeiro turno em 2014.

Jair Gomes mailto:Coelhojaircoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

 

*

 

SEM OPOSIÇÃO

Nossa oposição a tudo isso que está aí é de causar desespero. Na situação em que o País está, os Aécios, Serras, Marinas e Campos querem todos concorrer à Presidência, mesmo sabendo que isolados não vão ganhar nada. Mas e a vaidade de ter sido candidato a presidente? E todo o dinheiro que se pode arrecadar nessas campanhas? Impressionante que Serra, Alckmin, Aécio e até Fernando Henrique nunca estejam do mesmo lado. Fora que nenhum desses na campanha vai ousar falar de toda essa podridão que está acontecendo Brasil afora. Falar do Lula ou da Dilma, nem pensar! Nem precisa falar mal, é só falar que por si só já está falando mal. Ih, mas dá um trabalho fazer isso! E eles são muito elitistas para fazer isso, vão fazer o mesmo discurso vazio de sempre. Dão nojo esses petistas, dá nojo essa oposição. Dá nojo essa polícia corrupta que impede a ação dos baderneiros, que, por sua vez, impedem as manifestações.

Ricardo Nobrega cnc.eng@terra.com.br

São Paulo

 

*

 

O BRASIL MARAVILHA DO PT

Dilma Rousseff não recupera popularidade perdida na esteira dos protestos de junho, como seu marqueteiro João Santana previa. A verdade é que os fatos começam a se impor e a ineficiência do governo petista, aliada à incompetência crônica de seus membros, alerta os cidadãos brasileiros para a fraude do Brasil Maravilha, existente apenas nas ricas propagandas. A realidade e o cotidiano de transtornos causados pela ausência de ações concretas de melhorias, prometidas e longe de se serem cumpridas por Dilma, sem falar dos incessantes escândalos de corrupção em seu governo, finalmente começam a ser enxergados pela população.

Myrian Macedo myrian.macedo@uol.com.br

São Paulo

 

*

 

PROPAGANDA FORA DE HORA

Diante da propaganda do PT, nitidamente fora de hora, o que nos chama a atenção não é tanto o descumprimento da lei eleitoral, mas o amontoado de inverdades proferidas pela chefe da Nação e seu mentor. Até das pessoas mais simples do povo se ouvem argumentos sobre os problemas graves em várias áreas deste desgoverno no País e a descomunal distância em relação àquele Brasil que Dilma fala e vive na mídia. Em destaque, Dilma, discorre com tamanha desenvoltura, estudada e compassada achando que está convencendo ao publico pagante, sem ao menos enrubescer.

Leila E. Leitão

São Paulo

 

*

 

CAMPANHA

Lula não saía do exterior. Já Dilma não sai de São Paulo. A caçamba só vai até onde alcança a corda...

A.Fernandes standyball@hotmail.com

 

São Paulo

 

*

 

ERRADO ESTOU EU?

Lendo os noticiários me sinto morando em um país de Primeiro Mundo, com a economia de vento em popa, dinheiro jorrando para as obras necessárias para o nosso bem-estar, como saneamento básico, estradas, hospitais, segurança do cidadão total a qualquer hora do dia ou da noite e escolas maravilhosas de tempo integral. O que me leva a pensar assim é a quantidade que se rouba, o que é desviado pela máquina pública. Vendo os fiscais de São Paulo roubarem R$ 500 milhões, quase R$ 1 bilhão na Receita Federal, 20% A 30% em todas as obras federais, sou induzido a crer que o Brasil deu certo, a economia está uma maravilha, errado estou eu tentando fechar o mês sem dever nada aos bancos. Então, viva o Brasil, o país da Copa, do bilhão que virou tostão.

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

 

*

 

ROMBO NA PREFEITURA PAULISTANA

O posicionamento do Ilmo. sr. prefeito sobre a roubalheira descoberta e seu consequente desfalque, já sabemos, uma grotesca tentativa de aumento no IPTU. Resta saber, qual será a posição da Receita Federal diante do enriquecimento destes fanfarrões.

Everson Rogério Pavani roger.advog@gmail.com

São Paulo

 

*

 

FRAUDE NO ISS DE SÃO PAULO

Na confissão de ignorância dos fatos, se não faltou tato, sobrou má-fé...

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

 

*

 

AUMENTO DO IPTU

Muito boa a iniciativa da Justiça de bloquear o aumento extorsivo do IPTU em São Paulo, até pela maneira vergonhosa como aconteceu. E, como sempre, o PT vem com aquela conversa fiada de que isso vai "prejudicar os pobres", "que esse aumento é justiça social" e outras baboseiras, além do velho discurso contra "as elites" ou, como disse um jornalista simpatizante do partido, que tudo não passa de chilique da classe média. Ao que parece, a Justiça não entendeu assim.

Alexandre Fontana alexfontana70@yahoo.com.br

São Paulo

 

*

 

DESCRENTE

Que ninguém se engane. Esse veto da justiça contra o aumento de IPTU é coisa para inglês ver, como se diz. Prepare o bolso. Não demora nada vem aí a confirmação.

José Marques seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

 

*

 

DOIS MOTIVOS

Essa luta insana do prefeito Fernando Haddad para sancionar a sua proposta absurda de aumento do IPTU da cidade pode ter duas razões: Haddad é um poste de Lula plantado aqui para arrecadar fundos visando às campanhas que estão por vir no ano que vem e a sua carreira política acaba com seu mandato de prefeito, ou a incompetência demonstrada durante os anos em que esteve à frente do Ministério da Educação permanece no caso da administração da cidade de São Paulo.

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

 

*

 

GESTÃO HADDAD

Não estou entendendo as reclamações da população de São Paulo sobre o abusivo aumento do IPTU. Quando votaram no sr. Haddad não sabiam que ele era do PT?

Mauro Roberto Ziglio mrziglio@hotmail.com

Ourinhos

 

*

 

A LISTA

É bom que guardemos com bastante cuidado os nomes dos vereadores que votaram a favor do aumento escorchante do IPTU. São eles: Ricardo Teixeira (PV), Conte Lopes (PTB), Marquito (PTB), Paulo Frange (PTB), Alessandro Guerra dos Santos (PT), Alfredinho (PT), Arselino Tatto (PT), Jair Tatto (PT). José Americo (PT), Juliana Cardoso (PT), Nabi Bonduki (PT), Paulo Fioriloo (PT), Paulo Batista dos Reis (PT), Senival Moura (PT), Vavá dos Transportes (PT), Ari Friedenbach (PROS), Noemi Nonato (PROS), Dr. Calvo (PMDB), George Hato (PMDB), Ricardo Nunes (PMDB), Ndelo Rodolfo (PMDB), Abilio Francisco (PRB), Jean Madeira (PRB), Souza Santos (PSD), Milton Leite (DEM), Pastor Edemilson Chaves (PP), Wadih Mutran (PP), Laércio Benko (PHS) e Orlando Silva (PC do B). Não podemos esquecer seus nomes em futuras

votações.

Adilson Lucca Sabia adilsonsabia@ig.com.br

São Paulo

 

*

 

MAIS RESPEITO, PREFEITO

Primeiro o prefeito Ferrando Haddad tirou férias antes mesmo de completar um ano na Prefeitura, depois pintou faixas de ônibus mais para multar carros do que resolver o transporte público. Isso sem mencionar a extinção de várias linhas sem aviso prévio. Tirou a Formula Indy do calendário. Aumentou de forma abrupta o IPTU, nomeou secretario ficha-suja e não está respeitando a Lei Cidade Limpa. É preciso mais respeito, sem mais impostos, e mais competência e gerenciamento.

Luiz Henrique Chaves Davila luiz_davila@terra.com.br

São Paulo

 

*

 

FALTA DE RESPEITO

Tardiamente a população acordou para a bagunça que a Prefeitura fez nos transportes. As linhas de ônibus foram sumindo, os pontos de parada, idem, sem contar que na Avenida Santo Amaro há pontos que estão a 1 km do outro de distância. Imagine o quanto o passageiro terá de andar. Uma total falta de respeito! Se o prefeito Malddad está suprimindo as linhas de ônibus, por que quer ressuscitar a CMTC? Será mesmo necessária a criação de uma companhia de ônibus para chamar de sua, quando tantas linhas estão sendo extintas? Tirando as linhas de ônibus de circulação, vai parecer que o trânsito melhorou em São Paulo e será que o cidadão paulistano vai responder à pesquisa dizendo que o transporte público melhorou e por isso ninguém perde o ônibus nem chega atrasado ao emprego? Como o prefeito Malddad traiu a confiança daqueles que nele depositaram o voto.

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com

São Paulo

 

*

 

DEVOLUÇÃO DE R$ 1 BILHÃO

É brincadeira que Lalau, Luiz Estevão e outros terão que devolver R$ 1 bilhão aos cofres públicos - segundo decisão da Procuradoria Regional da 3.ª Região (SP). Quando entrarem com recurso nos tribunais superiores, de Brasília, vai rolar muita grana, e serão absolvidos. Vocês querem apostar?

Conrado de Paulo conrado.paulo@uol.com.br

Bragança Paulista

 

*

 

SOB AS ASAS DO GOVERNO

Aos amigos, tudo; aos inimigos, a lei. É o que parece do protecionismo federal oferecido à OSX, para o grande amigo Eike Batista. O financiamento com a Caixa Econômica Federal, de R$ 461,4 milhões, já foi prorrogado por 12 (doze) meses; a prorrogação do empréstimo de R$ 518 milhões com o BNDES, até o dia 15/11, deverá seguir o mesmo caminho, afinal, é "companheiro" ligado ao PT, precisa de mais alguma referência? Quanto ao empréstimo com o Santander Brasil, a garantia foi estendida também por 12 (doze) meses. A dívida total da OSX passa de R$ 5 bilhões. Toda essa dinheirama foi para a implantação da Unidade de Construção Naval do Açu (UCN do Açu), em São João da Barra (RJ), que pode sair do papel. Por via das dúvidas, já foi solicitada a recuperação judicial da petroleira OGX, na semana passada, e será o mesmo destino para OSX, talvez de todos os "XX". Amigo pode, não é, dona Dilma e Lula?

Luiz Dias lfd.silva@2me.com.br

São Paulo

 

*

 

AMIGO DE LULA

O Brasil deveria se chamar Crapulândia, pois, quando um cara está bem na parada, com grana e moral, todos querem se sentar no poleiro dele. Agora, que o tal Eike Batista está mais apagado que balão em queda, ninguém o conhece ("Estadão", 8/11, A2). E onde está Lula, que criou esta monstruosidade e queria transformá-lo na galinha dos ovos de ouro do PT, visando, claro, ao bem do povão otário e dos descamisados? Lula deveria estar agora ao lado dele em todas as fotos, claro, mostrando o que o BNDES perdeu e vai perder com tanta maracutaia, inflada pelo PT, o mais ético dos partidos políticos, criador do mensalão, a vergonha brasileira do século.

Asdrubal Gobenati asdrubal.gobenati@bol.com.br

Rio de Janeiro

 

*

 

FUSÃO

Grupo de Eike Batista estuda fusão entre OGX e OSX, que sugiro chamar "OGOSX". Considerando que a OSX tem apenas um cliente, a OGX, portanto desta forma o que vier a ocorrer com qualquer uma delas as duas ruirão, né não?

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

 

*

 

CAIU DE MADURO

O pensamento político do governo Dilma, melhor dizendo, do governo do PT, leia-se Lula, está a cada dia se aprimorando na hipocrisia suicida, que está a passos largos, levando esta Nação para um ponto no espaço, ao qual se dá o nome de Buraco Negro. Buraco este, que draga tudo e todos, até pensamentos utópicos medíocres bolorentos. Esta Nação, este gigante, este nosso Brasil, matematicamente, não se sustenta em médio prazo e, muito menos, em longo prazo. Mais dez anos deste governo, ou até antes, será o suficiente para nos transformarmos numa Argentina, Venezuela, Bolívia, ou mesmo Cuba. Culpa de Cuba, foi se tornar um país como se fosse um drogado, viciado em crack, que só sobrevive por misericórdia de terceiros. Em cada edição do "Estadão" surgem sinais do começo do fim. O assessor especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia, quando diz que o governo da Venezuela, de Nicolás Maduro e sua equipe, "têm consciência dos problemas de curto, médio e longo prazo do país" ("Estadão", 7/11, A3), é um disparate, ainda vinda de uma pessoa letrada, instruída. Esta afirmação, vinda de pessoas, com menos escolaridade, digamos da massa do programa Bolsa Família, do curral eleitoral que governos ditatoriais se utilizam, é até compreensivo, devido a curta visão, a necessidade momentânea da massa, de manobra, útil. Agora, o que leva a pessoa que teve a oportunidade de ir à escola, aprender, desenvolver o intelecto, aumentar a visão crítica, chegar à maior desfaçatez e, simplesmente mentir, sobre o que ocorre a sua frente. O simplório Maduro dizer o que diz é compreensível. Mas quando a utopia de pessoas cultas, concordando com a burrice, é suicídio intelectual que, por fim, leva um país a cair de maduro.

Moacir de Vasconcelos Buffo moacirbuffo@gmail.com

Campinas

 

*

 

OUVINDO PASSARINHOS

Dificuldades históricas da economia venezuelana? Será que o assessor especial da Presidência, Marco Aurélio Garcia, também anda ouvindo passarinhos? E mais uma vez somos nós quem vamos pagar a conta da incompetência de seus colegas bolivarianos?

Evelina Holender eveholender@hotmail.com

São Paulo

 

*

 

O SOCORRO BRASILEIRO

É muito pertinente a ajuda que o Brasil está dando à Venezuela chavista. Afinal, somos latino-americanos e, como habitamos a única região da Terra onde o comunismo, devidamente tropicalizado, prospera e como a filosofia lulopetista nos conduzirá inexoravelmente ao universo bolivariano, devemos dividir o que temos com outros países onde ocorre "la revolución". Ao presidente Maduro não falta capacidade para conduzir o povo venezuelano, afinal era motorista de ônibus. Como ele tem contatos frequentes com o presidente Chávez, logo será por ele iluminado e resolverá esta crise de abastecimento, certamente provocada pelos terríveis imperialistas. Aproveito o ensejo para oferecer a minha modesta ajuda para amenizar o problema: as crônicas antigas contam que o nosso caipira, antes do advento do papel higiênico, se servia do sabugo de milho, de maneira bastante eficaz. Ora, como a tortilha de milho é o alimento básico da Venezuela, o uso do sabugo seria um meio barato e eficiente para solucionar pelo menos um item da carência bolivariana.

Affonso Maria Lima Morel affonso.m.morel@hotmail.com

São Paulo

 

*

 

A VENEZUELA DE MADURO

O comunismo no mundo está "Maduro" como a URSS, mas já podre antes até de amadurecer. O fim da guerra fria criou o "assistencialismo socialista", toda nação comunista ou pseudocomunista "tem o direito da ajuda das outras" sem o mínimo dever recíproco por absolutamente nada. A ONU virou palanque demagógico dessas nações que exigem tudo, sem contrapartida alguma em nada, até mesmo têm diretorias e presidência sob o comando deste rabotalho de nações que infestam o mundo. A América Latina virou palco dos caudilhozinhos idiotas que estão pululando pelo mundo, "exigindo" esmolas para que seu próprio povo não morra de fome. A Constituição de 1988, brasileira, uma peça tragicômica inacabada, introduziu o Brasil como "República Socialista Coronelista", talvez a única no mundo, cuja função maior é "ajudar as nações pobres transferindo dinheiro aos seus ricos" à custa dos pobres do Brasil, porque rico não paga impostos. Era com isso que Lula se imaginava tornar um "padinho Ciço" ou um Antonio Conselheiro internacional, pensando que mais tarde pudesse ser até um Hitler ou Stalin, claro que com o dinheiro dos imbecis que o elegeram.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

 

*

 

NÃO É PIADA

Nem de bom gosto, nem de mau gosto, ou seja, não é piada. É a nossa realidade, aliás, a realidade da trupe que nos governa. Foi publicado no "Diário Oficial" da União que acabam de chegar oficialmente ao Brasil duas obscuras figuras: Jorge Caridad Peres Gonzales e Alícia Marlene Montesino, enviadas pelo mais ilustre defensor dos direitos humanos em toda a América Latina e Caribe, o democrata Raul Castro. Seus pupilos terão a nobre missão de contribuir com os trabalhos da nossa valorosa "Comissão da Verdade". Eu sempre acreditei no Brasil e jamais poderia imaginar que um dia meu país ofereceria ao mundo espetáculo mais ridículo.

Humberto de Luna Freire Filho hlffilho@gmail.com

São Paulo

 

*

 

CESARE BATTISTI

Felizmente e graças às manifestações contrárias, a palestra do terrorista Cesare Battisti na Universidade Federal de Santa Catarina foi cancelada e o Brasil livrou-se de mais uma vez aparecer na mídia mundial como o país que dá guarita a criminosos e trata cordialmente foragidos da Justiça de seus países de origem. Tenho certeza de que a grande maioria da população brasileira é contrária à permanência desse assassino cruel em nosso solo, que só não foi extraditado para a Itália por decisão pessoal e de cunho ideológico do ex-presidente Lula.

Como essa decisão pode ser revista a qualquer momento pelo presidente da República, sugiro aos postulantes ao cargo em 2014 que coloquem como um dos itens de suas plataformas de campanha a extradição imediata de Battisti para a Itália, para que cumpra a pena a que foi condenado. Isso vai lhes render um enorme número de votos, a começar pelo meu.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

 

*

 

ESPIONAGEM INTERNACIONAL

O saudoso Sérgio Mota, ex-ministro do governo FHC, costumava dizer que conversa segura entre políticos teria de ser dentro de uma sauna e com todo mundo pelado. Esse caso de espionagem que envolve o governo americano acabou virando uma novela com cada dia com um fato novo. O que ninguém é capaz de negar é a capacidade tecnológica dos Estados Unidos de vigiar todo mundo, inclusive o Brasil. A informação vem de fontes abertas: TV, jornal, internet, redes sociais e de e-mails corporativos ou particulares, telefonemas, etc. Nada é seguro. Não adianta mudar para um sistema de segurança adotado pelo Serpro para comunicação pessoal do governo, isso tudo é um paliativo que não leva a nada, porém o que é salutar e que devemos enaltecer. É de se criar uma cultura de segurança cibernética ou da informação. Dilma estrebuchou na ONU, fez beicinho no encontro do G-8 e chegou até a radicalizar e cancelar uma oportunidade única de fazer uma visita de chefe de Estado aos Estados Unidos. E avisou que só irá se Barack Obama pedir desculpas. Oh, Dilma! Menos. Não adianta reclamar, os Estados Unidos são os guardiões do planeta, eles monitoram todo mundo por uma questão de Estado e de segurança nacional. Eles têm capacidade tecnológica para isso. O que devemos fazer é relaxar e gozar, como dizia aquela ministra, Marta Suplicy, pois os Estados Unidos são um país parceiro e amigo com quem devemos ter boas relações, caso contrário, os investimentos externos desaparecem. Dilma, se eu fosse você, diria o seguinte: "O meu governo não tem nada o que esconder, se quiserem bisbilhotar, fiquem à vontade, temos uma administração aberta e transparente". Relaxa, Dilma!

Edilson Ricardo rs311068@gmail.com

Taguatinga Norte (DF)

 

*

 

CENSURA

Em pleno Estado Democrático de Direito, conquistado a duras penas, o "Estadão" nosso de cada dia acaba de ultrapassar a inacreditável e condenável marca de 1.500 dias sob censura (7/11)!

Até quando?!

J. S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

 

*

 

INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO E SAÚDE

Li um artigo escrito pela senadora petista Ângela Portela em que ela defende que, para deixarmos as últimas posições das avaliações internacionais em educação, devemos passar dos atuais 5% para 10% em investimentos, como prevê o Plano Nacional de Educação (PNE) em discussão no Senado. Entretanto, ela não explica o motivo de países altamente evoluídos gastarem o que o Brasil gasta - em torno de 5% - com excelentes resultados. Exemplo (em % do PIB do site do IBGE/países): Coreia do Sul, 5%; Japão, 3,8%; Itália, 4,7%; EUA, 5,4%; Reino Unido, 5,6%. Por que com o mesmo orçamento eles conseguem excelentes resultados e nós, vergonhosos? Isso ninguém explica. Já sabemos que não é só uma questão de mais dinheiro, tem muito que ver com eficiência do seu gasto; e daí o que o Ministério da Educação (MEC) fez quanto a isso? Nada! Apenas pedem mais dinheiro. Claro que educação é importante, como também é a saúde, onde em 2010 gastamos 4,2% do PIB e a média dos países desenvolvidos foi de 8%, ou, eles gastam em saúde bem mais que em educação. Por quê? Não é a relação idosos/jovens porque os americanos inovadores, onde se discute o aumento do gasto em saúde, gastam 9,5% em saúde e 4,2% na educação. Os países evoluídos não gastam adequadamente e nem se dedicam à inovação? Ao desenvolvimento? Pedir mais dinheiro sem explicações lógicas e respaldadas em exemplos positivos é "virtude" de nossos políticos, que na última década têm se especializado em aumentar a carga tributária e retornar à sociedade serviços muitas vezes inferiores ao gasto.

Artur Larangeira Filho artur_larangeira@uol.com.br

Rio de Janeiro

 

*

 

CRISE NA USP

Como alguns alunos da Universidade de São Paulo (USP) querem eleições diretas para reitor, nada mais oportuno do que o povo também votar, pois é o povo que mantém a USP (povo paulistano). Eu também quero votar, mas, na impossibilidade de todo o povo participar, deixamos o governador escolher, pois ele é nosso representante. Pergunto: estes alunos acampados na USP representam todos os alunos ou é um grupo de radicais esquerdistas querendo acuar o governo?

Everardo Miquelin everardo.miquelin@ig.com.br

São Paulo

 

*

 

SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL

O técnico Felipão declarou que tem visto os jogos do Milan, para avaliar Kaká. Seria oportuno se Felipão também fizesse o mesmo com o jogador do São Paulo Paulo Henrique Ganso. Parodiando Nelson Rodrigues, até as pedras das ruas sabem que Ganso tem jogado muito. Sabe o perfume que a bola gosta. Merece nova chance na seleção.

Vicente Limongi Netto limonginetto@hotmail.com

Brasília

 

*

 

DIEGO COSTA

Batizado com o nome de Diego, o jovem paraibano deixou o Brasil muito cedo e se mandou para a Europa para jogar futebol. Atualmente, está sendo acusado de ter rasgado a Bandeira Nacional, de ter cuspido nas Armas da República e de ter cantado o Hino Nacional no andamento flamenco, só porque não quis aceitar a convocação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), veiculada através do brado retumbante do técnico Felipão, em cujas mãos estará depositado o destino da Nação em 2014. Na minha opinião, Diego mereceu o castigo de ser convocado para jogar na seleção da Espanha.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.