Fórum dos Leitores

CORRUPÇÃO

O Estado de S.Paulo

16 Dezembro 2011 | 03h05

'Justiça' brasileira

O sr. Marcos Valério, que já deveria estar cumprindo pena, foi preso novamente pela polícia - desta vez por grilagem de terras na Bahia - e solto pela Justiça por meio de liminar. O sr. Jader Barbalho, que renunciou para não ser cassado, acaba de ser presenteado pelo voto "duplo" decisivo do ministro Cezar Peluso, do STF, favorável à reintegração do político paraense ao Senado. Estranhamente, o mesmo juiz se reuniu com a bancada do PMDB antes da decisão e talvez tenha recebido a promessa deles de voto favorável ao aumento do Judiciário. Charles de Gaulle, dizem, já advertiu anos atrás que este país não é sério. E eu acho que essa turma toda é farinha do mesmo saco.

HENRIQUE SCHNAIDER

hschnaider@terra.com.br

São Paulo

*

Estranha reunião

O Estadão publicou notícia sobre o julgamento do STF autorizando o retorno de Jader Barbalho ao Senado. Se já é discutível, por si só, o mérito da decisão, deve certamente causar estranheza o fato de, na véspera de proferir seus dois votos, o ministro Cezar Peluso ter-se reunido com membros da cúpula do PMDB, partido de Jader, entre os quais se encontrava Renan Calheiros.

CAIUBY LUCIANO GOMES

caiubylgomes@yahoo.com.br

Botucatu

*

Em terra de cego...

A entressafra de bons políticos deve ser a provável razão por que o Supremo Tribunal Federal garantiu a posse de Jader Barbalho (PMDB-PA), mesmo com sua conhecida ficha suja por desvios de verba pública. Nos tempos atuais, em que a corrupção gera desvios que alcançam a estratosférica cifra de R$ 46 bilhões, os R$ 16,7 milhões desviados pelo nobre senador são migalhas, coisa pequena, merecedora de reconhecimento e perdão. E assim o Brasil vai solidificando sua imagem de paraíso dos transgressores.

PETER CAZALE

pcazale@uol.com.br

São Paulo

*

Vitória de Jader

Não chegou a ser surpresa o desfecho do processo contra a posse do senador com ficha suja. Um empate prorrogou por longo tempo o resultado. Não nos esqueçamos de quem ajudou Lula a encarar o segundo turno na reeleição. Ele estava bastante preocupado e, então, foi "alertado" pelo amigo Jader: "Diga que se o paulista ganhar a eleição a Petrobrás, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e tudo mais serão imediatamente privatizados". Pronto, Lula seguiu o conselho, o povo ouviu (carisma como o dele é difícil encontrar) e foi vitorioso. A primeira recompensa foi imediata e a segunda veio agora. No Brasil, mesmo com a participação de milhões de cidadãos, reformar a política com introdução da ética parece coisa impossível mesmo. Uma pena!

PLÍNIO ZABEU

pzabeu@uol.com.br

Americana

*

'PRIVATARIA'

Livro polêmico

O livro de Amaury Ribeiro Jr. sobre a privatização na era FHC está causando polêmica e os petralhas, alvoroçados, ficam invadindo nossa caixa postal sem o menor constrangimento na tentativa de mostrar que o governo dos tucanos é igual ao atual. Causa-me estranheza que Amaury só tenha publicado esse livro agora, nove anos depois do governo FHC. Por que apenas agora? Não era para já ter sido feita uma CPI, visto que o PT está no poder há nove anos? Fora que nestes nove anos, se houve tanto roubo, como declaram, era para a tucanagem ter dado indícios de enriquecimento ilícito, como vemos nos petralhas, que de sindicalistas hoje ostentam casas de milhões, aviões, lanchas e só fazem suas compras básicas no exterior. Uma das marcas da corrupção é que o corrupto não aguenta não ostentar seu roubo e sai gastando como "nunca antes neste país"! Toda vez que sai uma reportagem mostrando a forma rasteira e estelionatária como os petralhas trabalham, em seguida tentam colar na oposição que todos são iguais na corrupção. Alguma coisa não está fechando nessa história. Nove anos? Esperaram o crime prescrever para denunciar, é isso?

BEATRIZ CAMPOS

beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

Ataques eleitoreiros

É curioso ver a insistência do PT em querer a todo custo manchar o governo FHC com as privatizações. Governos controladores têm a tendência a estatizar a economia para poderem distribuir cargos e manter o controle da população, assim foi com o social-nacionalista Getúlio Vargas e os governos militares. A Embraer e a Vale deslancharam após as privatizações e a telefonia passou de fato a existir no País depois de deixar o controle do Estado. Estes, sim, são fatos, o resto parece que são meros ataques em vésperas de eleições.

FRANCISCO DA COSTA OLIVEIRA

fco.paco@uol.com.br

São Paulo

*

ECONOMIA

Recessão técnica

IBGE aponta queda do PIB pelo segundo trimestre consecutivo. A isso os economistas chamam recessão técnica. Qual a explicação oficial? Culpa de quem, de FHC? Do governo Lula? Crise externa? Qualquer que seja, desta vez o disparate da "herança maldita" não mais pode ser usado, pois o que Lula recebeu foi bendito e na "empresa Brasil" houve tão só a promoção da gerenta a presidenta.

LUIZ NUSBAUM

lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

*

Etanol

Tá sobrando álcool? Baixa o preço! Ou guarda que vai faltar.

GUSTAVO GUIMARÃES DA VEIGA

gjgveiga@hotmail.com

São Paulo

*

BOAS-FESTAS

O Estado agradece e retribui os votos de feliz Natal e próspero ano-novo de Acontece Comunicação e Notícias, Admilson Cesar dos Anjos, Amauri Mascaro Nascimento e Sonia Mascaro Advogados, Associação Paulista de Medicina, Bobby Cohen Cinematography, Célio Franco de Godoy Júnior, Cia. de Teatro Contemporâneo, Conrado de Paulo, De León Comunicações, Dinâmica Desenvolvimento Humano, Domingos de Souza Medeiros, Editora A Partilha, Elisa Baccaro Martins - Agenda Dia a Dia dos Noivos, Equipe da GT Marketing e Comunicação, Equipe do Projeto Ronda da Cidadania na Comarca de Pelotas (RS), Equipe da Vera Moreira Comunicação, Equipe Globalis, Equipe Wak Editora, Evanise Moreira, Flower Gallery, Grão de Bico Produtos Naturais, Ingrid e Alexandru Solomon, Marly N. Peres e Paulo Panossian.

*

PALMADAS OU AUSÊNCIA DO ESTADO?

Até quando esse ranço pós-ditadura militar irá nos acompanhar? Temos há mais de 20 anos visto a total leniência de nossos dirigentes que insistem em considerar bandidos comuns como vítimas da sociedade e, no entanto, estão preocupados com “palmadas”? O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) até hoje jamais saiu do papel e barbaridades acontecem diariamente dentro dos lares brasileiros como estupros e aliciadores de crianças. Crianças abandonadas ao vicio sem nenhuma assistência. Crianças que já nascem com armas nas mãos. Mães assassinadas pelos companheiros deixando órfãos ao Deus dará. Mal e porcamente, o Estado fiscaliza a evasão escolar. Verbas escolares que não chegam às salas de aula trazendo desinteresse aos alunos, caminho fácil para a bandidagem. 98% dos crimes bárbaros que matam cerca de 50 mil brasileiros por ano, na maior ia jovens de até 25 anos e que um dia foram crianças abandonadas. Com todos esses males e nossos nobres deputados preocupados com pequenas palmadas corretivas? Serão as palmadas causa de todas essas mazelas que descrevi, ou a falta de um Estado que faça cumprir as leis já existentes defendendo a população de bem, a que mais sofre com esse ranço leniente pós-ditadura? 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

LEI DA PALMADA

O Legislativo brasileiro precisa se conscientizar de que a aprovação de um cipoal imenso de leis inúteis e de difícil aplicação, como a chamada "Das Palmadas", só vai estimular o desrespeito civil que, muitas vezes pelos exemplos dados pelos próprios políticos, acostumou-se a fazer uso da denominada "Lei do Gerson", cujo texto define que o certo é levar vantagem em tudo.

Oscar Rolim Júnior rolimadvogado@ibest.com.br

Itapeva

*

LUVA DE PELICA

A tal "lei da palmada" é um tapa com luva de pelica do Estado nos pais. É uma provocação. Não acredito que a palmada seja necessária e odeio qualquer tipo de espancamento, mas a lei promove, na visão de mundo infantil, que o Estado é bom, já os pais precisam se comportar bem com os filhos ou... apanham do governo. Que Estado simpático, esse do PT, aos olhos dos meninos de 8, 9, 10 anos...

Sueli Caramello Uliano scaramellu@terra.com.br

São Paulo

*

LIMITES E RESPEITO

Quando era menino apanhei de meu pai três vezes. Foram repreensões merecidas porque eu estava impossível, sem limites e sem punições para as minhas desobediências. Minha mãe não conseguia me dar limites, pela sua candura, seu amor de mãe e sua força física inferior à minha. Não foi por isto que deixei de amar meus pais. Aqueles eventos foram de extrema importância para manter a disciplina no seio da família. Parecia que eu estava pedindo um limite. Acredito que uma grande parte da falta de compostura e de educação que se vê claramente nas ruas de hoje, a falta de respeito pelos mais velhos, o desleixo às leis, as agressões gratuitas entre cidadãos, o descarte do lixo em qualquer lugar, a cultura de que os fins justificam os meios, as agressões dos alunos frente aos professores e outros muitos exemplos, devem ser em grande parte devido a este excesso de liberdade que se deseja dar aos menores, excluindo da autoridade dos pais a forma de educar seus filhos. Às vezes uma palmada significa uma marca importante para indicar o caminho do bem ao futuro cidadão.

Mario Negrão Borgonovi marionegrao.borgonovi@gmail.com

Rio de Janeiro

 

*

PALMADA NOS POLÍTICOS

Mãe! Pai!  Abençoados sejam pelos limites educativos que me impuseram quando eu era criança, pois vocês me criaram para me tornar uma cidadã. Hoje o que vigora é o que nos impõe o ECA, Estatuto da Criança e do Adolescente, que defende para o menor abandonado tanto pelos pais como pelo Estado o direito de ir e vir...num perene abandono... Estão querendo até legalizar o uso de drogas talvez para facilitar-lhes adquirir o vício, e depois os hipócritas se queixam das cacrolândias, quando se sabe que o Estado só agora, em vésperas de ano eleitoral resolveu investir na área da Saúde em prol dos drogados. Hoje os deputados aprovam uma tal lei contra a palmada  educativa, em vez de enrijecerem a lei dos abusos físicos e morais contra menores submetidos à espancamento e morte por quem deveria deles cuidar; e os ridículos e inócuos conselhos tutelares – formados por pessoas absolutamente despreparadas – já por várias vezes decretaram a pena de morte para algumas crianças ao ignorarem seus apelos contra a violência dos pais , mandando-as de volta para o martírio do lar. Hoje existe até uma lei não escrita do sexo e ventre livre, pois as mulheres engravidam de forma irresponsável apesar da pílula, apesar do preservativo, e depois se livram do "incômodo" nas caçambas e nos córregos... Pai! Mãe! Obrigada pelos castigos e pelas palmadas que só o amor de verdadeiros pais sabe aplicar. E que Deus nos proteja destes políticos e ideólogos partidários dos quais, mais do que vergonha, sinto  é asco.

 

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

*

RESPONSABILIDADE DOS PAIS

Gostaria muito de saber as qualificações da nobre deputada Tereza, do PMDB, se tem algum Prêmio Nobel, algum Ph.D em educação infantil ou se a ideia dessa ridícula e desqualificada Lei da Palmada foi um sonho que ela criou ou uma bronca de quando era criança? Obrigar os pais a responderem por uma simples palmada é no mínimo ridículo e falta do que fazer. Ninguém controla nada nem ninguém no Brasil, muito menos o que deveria ser controlado, como o crack. Essa senhora deveria procurar o que fazer pelo seu paupérrimo e acabado Estado, antes de querer aparecer por aparecer. Pais são os únicos responsáveis pela educação dos filhos e sabem onde aperta o calo e nenhum sapo de fora tem esse direito, seja quem for e de onde vier.

Jani Baruki janibaruki@bol.com.br

Belo Horizonte

*

EDUCAÇÃO DA CRIANÇA

Não consigo ver nenhum sinal de interesse do Estado na educação da criança e do adolescente. Essa lei da palmada é a demonstração clara de abandono da tradicional educação às crianças brasileiras. Ninguém pode negar que as famílias mais idosas sempre conseguiram educar melhor seus filhos do que hoje estamos observando claramente entre a maioria. Sou de família mais antiga, nunca fiquei sabendo que utilizassem métodos de espancamento para educar as crianças, salvo algumas exceções de desequilibrados que sempre existiu e até hoje continua existindo. Hoje, publicamente vemos a maior participação das crianças nas drogas, assaltos, roubos e outros diversos delitos conduzidos e incentivado por maiores bandidos, com o Estado fazendo vista grossa, tudo indicando que entraremos num período de deformação completa das famílias. Pois, mesmo sem o funcionamento dessa demagógica lei, os pais já estão praticamente sem o controle das crianças e adolescentes. Estamos caminhando rapidamente para a deformação das famílias com interferência do Estado e omissão total da igreja.

Benone Augusto de Paiva benonepaiva@yahoo.com.br

São Paulo

*

PALMADA NÃO FAZ MAL

Quando era criança apanhei de meus pais quando merecia. Minha mãe tinha uma escova de cabelo que ela aplicava seu verso com sabedoria nos traseiros meu e de meus irmãos. Era a nossa orientação psicológica. Tanto meus irmãos como eu nos formamos em cursos superiores. Fomos bem sucedidos em nossa vida profissional. Nenhum teve qualquer problema de conduta. Nenhum teve nenhum vício. Meus filhos eu os eduquei dando-lhes algumas palmadas quando necessário. Todos estão formados e bem-sucedidos em sua vida profissional. Nenhum tem nenhum vício. Em que está errado este sistema? Por que a lei das palmadas? Acho que os senhores deputados sentem necessidade de aumentar o número de marginais ou desajustados.

Ronald Martins da Cunha ronald.cunha@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

ESPANCAR, NÃO

No Brasil, os nossos políticos visam a mídia e a média. Temos imensos e enormes problemas do tamanho do nosso país, mas mesmo assim os nobres deputados viram as costas ou fingem que não veem. Além dos famigerados dimenores matando a rodo, a saúde péssima, a insegurança em locais como o Morumbi, em São Paulo, ao lado do Palácio do governo, agora vem uma deputada chamada Tereza, do pujante Estado de Rondônia, com uma lei que mais parece um coisa da ditadura: obrigar os pais a fazerem o que o Estado quer. Dar uma palmada no filho é algo mais do que comum, e eficiente, independentemente da ignorância dessa deputada. O que não pode, e isso nenhuma lei precisa dizer, é espancar nem filho nem ninguém. Deputada, com todo respeito, vá cuidar da sua casa e dos seus filhos como quiser.

Anibal Vilari anibalvilari@bol.com.br

São Paulo

*

PALMADAS E CORRUPÇÃO

 

As famílias, na atualidade, já não educam satisfatoriamente seus filhos, em decorrência de ambos os cônjuges trabalharem em vastos horários diuturnos. Por sua vez, as escolas omitem-se no cumprimento de muitos deveres de formar os jovens, porque, se atreverem muito, os mestres poderão ser agredidos ou até mortos. Agora, teremos a aplicação da Lei da Palmada, que impede, na realidade, uma manifestação corretiva por parte dos pais. Como ninguém gosta de ser processado, teremos muitas falhas educacionais de competência exclusiva da família. E, então, muitos irão para a convivência social com formação incompleta ou até inadequada. Não se pode descartar a hipótese de que o número de corruptos aumentará e a sociedade arcará com os custos de leis exaradas com finalidades duvidosas e questionáveis e que representam, na verdade, pensamentos ideologicamente inaplicáveis. O tempo dirá, ainda, o que a mídia fará com as nossas crianças e jovens. Nunca a luta dentro do lar foi satisfatória.  Quem, hoje vencedor na vida, que não levou umas palmadas dos pais?

José Carlos de Carvalho Carneiro carneirojc@ig.com.br

Rio Claro

*

UMA PALHAÇADA

Só mesmo em nosso país para que aprovem essa aberração.  A lei da palmada, de autoria da deputada Teresa Surita (PMDB-RR), cujo projeto prevê que pais que maltratarem os filhos sejam encaminhados a programa oficial de proteção à família e a cursos de orientação, tratamento psicológico ou psiquiátrico, além de receberem advertência, é uma grande palhaçada! Será que a excelência pensa que vivemos na Dinamarca, na Suécia? O que essa deputada está querendo impor já é coberto pelo Código Penal, então não precisamos dessa  lei estúpida e equivocada. Até parece que no Congresso, as excelências  não   tem o que fazer , o país está uma maravilha, vivemos na mais perfeita ordem e a  democracia vive sua plenitude, todos cumprem a lei, ninguém rouba, não existem corruptos e corruptores, e o Congresso virou um convento, de tantos beatos que lá existem. Poupem-nos!  Já que quem merece muitas palmadas são os senhores congressistas, os integrantes das Câmaras Municipais e das Assembleias Legislativas que andam cometendo barbaridades contra o povo brasileiro. Fora a mais alta corte do País, o STF, que anda fazendo julgamentos que se tornaram verdadeiras afrontas à sociedade brasileira, a última foi o voto de minerva do ministro Peluso, que reconduziu o reincidente e transgressor Jader Barbalho, a imoralidade em pessoa, de volta  ao Senado Federal, a casa das virtudes. E vai daqui uns meses, dar um presentão de Natal atrasado, aos réus do mensalão, conforme entrevista dada pelo ministro do STF Ricardo Lewandowski, que disse bem claro  que muitos dos crimes que os respectivos réus (38 envolvidos) cometeram estarão prescritos. Viva a zorra que virou o Brasil, país da impunidade e da imoralidade!

Agnes Eckermann agneseck@yahoo.com.br

Porto Feliz

*

DEUS FEZ O BUMBUM

Toda mãe sabe que Deus fez o bumbum para as mães terem um lugar seguro para dar palmadas e que crianças, às vezes, só escuta por ali. Esta moda de não poder dar palmadas na hora em que a criança sai dos limites está criando verdadeiros monstrinhos.

 

M. Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

*

DESESPERANÇA

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) desta semana, liberando a posse do famigerado Jader Barbalho, a decisão da presidenta Dilma em liberar o depoimento no Congresso do suspeitíssimo ministro Fernando Pimentel (claro, é do PT) e, finalmente (por hoje), o projeto aprovado pela Câmara regulando a atividade de pai e mãe nos fazem desacreditar, definitivamente, nos Poderes constituídos do País, restando-nos somente a esperança de que a imprensa (escrita e falada) não seja impedida (como pretende o PT) de divulgar as falcatruas de nosso políticos, pois nem mais no Judiciário podemos confiar.

Roberto Luiz Pinto e Silva rlpsadv@terra.com.br

São Paulo

*

ELE VOLTARÁ

Numa decisão "equivocada", o STF autorizou um dos mais corruptos políticos brasileiros a tomar posse.  Que vergonha eu sinto disso tudo. Em que entidade do Brasil se pode confiar? Pensei que o STF iria manter essa figura afastada do Senado Federal. Ledo engano. Para que serve a chamada Lei "ficha limpa", se ela não é levada a sério?

Carlos E. Barros Rodrigues carlosedleiloes@terra.com.br

São Paulo

*

JADER BARBALHO

Ficha suja só se aplica às pessoas de ficha limpa.

 

Ariovaldo J. Geraissate ari.bebidas@terra.com.br

São Paulo

*

ONDE O CRIME COMPENSA

Impressionante... Em Israel, onde as leis são iguais para todos, o ex presidente Kasaf foi julgado e condenado por estupro e pegou sete (7) anos de prisão em regime fechado. Já no Brasil...

Mauricio Tarandach mautaran@gmail.com

São Paulo

*

QUALIDADES

E no fim Jader Barbalho é reconduzido ao Senado pelo "Voto de Qualidade" do presidente do STF. É realmente incrível a diferença entre o que o Supremo e a sociedade entendem por "qualidade".

Lazar Krym lkrym@terra.com.br

São Paulo

*

IMPUNES

Quero cumprimentar o Sr. Jader Barbalho (PMDB-PA) pela sua "vitória" no Supremo Tribunal Federal (STF), que, apesar de ser portador de ficha suja, pelo voto de qualidade do seu presidente, Cezar Peluso, poderá tomar posse como senador, juntando-se a Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e João Capiberibe (PSB-AP). Infeliz ficha limpa, a política é mais forte que ti. Que "barbalhiedade"!

Antonio Brandileone abrandileone@uol.com.br

Assis

*

FICHA SUJA

Parabéns, Supremo! Parabéns, Jader Barbalho! Parabéns, povo brasileiro!

Rubens Tarcisio da Luz Stelmachuk rtls@bol.com.br

Curitiba

*

CAPACHO

 

Como poderia se esperar, o Sr Jader Barbalho está de volta! Isto é uma demonstração de que os "fichas-sujas" estão dando a volta por cima. Depois de uma prévia visita dos crápulas do PMDB ao ministro Cezar Peluzo, que antecedeu a decisão do Supremo, para o seu retorno, não temos mais dúvidas: o STF é mesmo capacho dos políticos. O mesmo vai acontecer com os mensaleiros, que deverão ser inocentados, e por que não, homenageados pelos seus pares? Espere só pra ver.

 

José Pedro Zanetti zanettao@yahoo.com.br

Rio Claro

*

VALE TUDO?

 

Votar duas vezes a favor de Jader Barbalho... Almoçar duas vezes para não jantar, votar no primeiro turno já para o segundo. É o Brasil deformado, com as raízes podres mostrando os galhos retorcidos. Para! Isso não é democracia, é deboche!

 

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

*

QUE SEJA PARA TODOS

Sou um ardoroso defensor da Lei da Ficha Limpa e da sua aplicação sem restrições em todos os níveis da política brasileira.

Apesar disso, enquanto a Lei não estiver sendo aplicada com a seriedade que merece, não vejo porque discriminar apenas alguns dos políticos fichas sujas que temos no Brasil. Se Sarney, Renan, Collor, Jucá, Agnelo e tantos outros podem ser senadores, por que o pobre do Jader Barbalho não poderia? Como diria o Barão de Itararé, ou restaura-se a moralidade ou nos locupletemos todos.

Ronaldo Gomes Ferraz ronferraz@globo.com

Rio de Janeiro

*

NOVA DIVISÃO

Um final de ano no mínimo desapontador, com Jader Barbalho, de novo, senador. É outra divisão no Pará.

 

José Piacsek Neto bubapiacsek@yahoo.com.br

Avanhandava

*

ABSURDOS EM COMUM!

 

A Corte máxima do País, o STF, guardiã da República, autoriza Jader Barbalho (eleito em 2010) a tomar posse do seu cargo no Senado, antes barrado pela Lei da Ficha Limpa. Num outro cenário, por ordem do STJ, Marcos Valério, suspeito de ser o operador de mensalão, mas preso por outro motivo, deixa  cárcere  em Salvador (BA), onde estava  há 12 dias. Ministro do STF afirmou que réus do mensalão (ocorrido em 2005) terão as penas prescritas antes que o julgamento esteja concluído. Mulher com sérios sinais de esquizofrenia é suspeita de furto em São Paulo, encontra-se algemada ao leito de um hospital há 51 dias. A vítima, consternada, quis retirar a queixa, porém a polícia informou que não era possível, posto que o caso já está na justiça. Precisa falar mais alguma coisa?  Apenas, feliz Natal, Brasil!

José Marques seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

*

SUBJETIVO

Independentemente do mérito ético da questão, a decisão do STF ao dar posse a Jader Barbalho foi absolutamente correta. A Corte já decidiu que a Lei da Ficha Limpa não se aplica às últimas eleições. Logo, não poderia ser aplicada exclusivamente em relação ao mencionado candidato. No dia em que o direito for aplicado subjetivamente, é dizer, segundo a condição pessoal dos sujeitos, e não os fatos e a lei, estará soterrado.

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

*

*

ALTAS CORTES

Recentemente temos visto opiniões contra decisões da Justiça que deixam a sociedade estarrecida, mas vamos analisar o seguinte: quem nomeia os juízes das cortes superiores, STF e STJ? O presidente da república, em suma, o governo. Quem aprova a indicação? O Senado. Gente, então querem o quê? Eles vão votar contra quem os indicou? Agora mesmo temos o retorno do Jader Barbalho ao Senado pelo voto do ministro Cezar Peluso. Faze o quê? O sistema é esse. Enquanto não mudar vamos ficar nos esgoelando, que nem pregadores no deserto, e ninguém vai nos ouvir. O sistema tem que mudar. Por que as vagas nas cortes superiores não são ocupadas pelo critério de antiguidade e atuação em juizados? Ocuparia a vaga o primeiro da fila. O presidente só teria que assinar a nomeação e mais nada. Alguém viu o histórico ou a bagagem como jurista do ministro Toffoli, indicado pelo ex-presidente Lula? Simplesmente ridícula, e, no entanto, está lá na corte suprema, com cargo vitalício.

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Rio de Janeiro

*

MUNDIAL DE CLUBES DE FUTEBOL

Mesmo sem jogar bem e dependendo do talento individual de Neymar, Borges e Ganso, o Santos fez o seu dever de casa e meteu 3x1 no Kashima Reysol na semifinal do Mundial Interclubes, no Japão. Agora, é jogar tudo contra o Barcelona na final e trazer mais um título mundial para o futebol brasileiro. Mesmo quem não é torcedor santista, irá torcer pelo 'Peixe' no Japão.

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

*

SANTOS

  

Alguma dúvida de quem deveria ter sido o campeão brasileiro de 2011?

Roberto Castro roberto458@gmail.com

São Paulo

*

SANTOS E BARCELONA

Santos F.C. na final do Mundial contra o Barça; a diretoria já pode mandar bordar meia estrela no uniforme. Tri Peixe!

 

J. S. Decol decoljs@globo.com

São Paulo

*

AS CHUVAS DE VERÃO CHEGARAM ANTES DO TEMPO

Fim de ano, período de festas e alegria entre as famílias. Porém também é época de apreensão para a população que mora em áreas de risco e de alagamentos, por causa das chuvas de verão que pelo jeito chegou com uma certa antecedência. Na madrugada de quarta para quinta-feira a capital e regiões metropolitana foi pega de surpresa pelo temporal que deixou debaixo da água várias ruas, avenidas e bairros da cidade. Na região do abc não foi diferente, nossa querida São Caetano foi a mais castigada, amanheceu ilhada, os bairros São José, Prosperidade e Cerâmica, famílias perderam quase tudo que tinham em casa, até veículos ficaram submersos pelas águas sujas que cobriam as ruas. Ano após ano a situação vem se repetindo. Chove forte e as águas invadem as vias, casas, lojas e industrias, provocam deslizamentos perdas de materiais e até vida. O prefeito de São Caetano José Auricchio Júnior em parceria com o governo do Estado e a prefeitura da capital tem feito o que podem para tentar resolver esse que é o maior problema da cidade exemplo de prosperidade para todo o país em quase tudo, mas de tempos em tempos convive com esse drama de ficar isolada pelo fato de quase todas suas saídas ficarem em pontos de enchentes e alagamentos. Por mais investimentos que os governos tenham feito em obras para evitar enchentes, como os piscinões, muretas e levantamento de pontes, nada adianta, pois a cada pancada mais forte como foi a da última madrugada o cenário caótico se repete para as famílias que moram nessas áreas. Não dá para imaginar o sentimento de impotência das famílias ao ver o pouco que tem ser levado pelas águas, só quem já viveu esse drama sabe do que falo. O medo é uma constante, pois em um segundo podem perder tudo o que juntaram na vida e infelizmente, apesar do perigo eminente de contrair alguma doença transmitida pelas águas sujas, não têm condições de conseguir morada em lugar seguro. Quanto ás enchentes em alguns locais, não são apenas as administrações as responsáveis pela situação pois, toda vez que alguém joga um papel pela janela do carro ou despeja lixo em lugar impróprio está contribuindo para que ocorram alagamentos. Um exemplo foi o rio Tiete amanheceu coberto por garrafas peti e sacos de lixo boiando em suas águas. As pessoas só se dão conta dessa irresponsabilidade do seu dia a dia quando a água está batendo na porta. Essa é uma questão de falta de educação e consciência do nosso povo que ainda não se deu conta que temos que cuidar mais do nosso meio ambiente...

Turíbio Liberatto Gasparetto turibioliberatto@hotmail.com

São Bernardo do Campo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.