Fórum dos Leitores

MERCOSUL

O Estado de S.Paulo

04 Julho 2012 | 03h06

Pressão

A notícia de que o Brasil fez pressão para que a Venezuela fosse aceita como membro pleno do Mercosul, conforme afirma o chanceler uruguaio, Luis Almagro (3/7, A11), pode render novas discussões sobre a política na região. Marco Aurélio Garcia, o "assessor" de Dilma Rousseff para assuntos internacionais, diz que não houve pressão, mas quem acredita nele? Entre um e outro, prefiro acreditar em Almagro.

ALVARO SALVI

alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

A orquestra é de Cristina

Era visível o constrangimento do presidente do Uruguai, José Mujica, e até da presidente Dilma Rousseff, diante da hilária e tragicômica encenação, muito ao estilo da "presidenta" Cristina Kirchner - cópia fiel do modus operandi do coronel Chávez -, no anúncio orquestrado e pouco democrático da incorporação da Venezuela como membro pleno do Mercosul. A "chefa" argentina arrastou o resto dos seus congêneres a aprovar essa controvertida inclusão, sem a menor reação dos assessores diplomáticos de Brasília, comandados pelo tristemente célebre Marco Aurélio Garcia. Os caprichos e o populismo retrógrados da titular argentina têm piorado sensivelmente as relações entre os sócios do Mercosul. Faltou a Dilma coragem para repetir a pergunta do rei da Espanha ao falastrão da Venezuela: "¿Por qué no te callas, Cristina?!".

HUMBERTO BOH

hubose@gmail.com

São Paulo

'Inquestionável'?

Como a presidência do Mercosul está com a Argentina, em 31 de julho, se o Uruguai não voltar atrás, veremos uma candidata a ditadora recebendo um ditador no grupo. Seria engraçado, se não fosse trágico. A diplomacia do Brasil - como ocorre desde a assunção de Luiz Inácio I - se curva à vontade do bolivariano e ajuda na tomada da ridícula decisão de incorporar a Venezuela. Pior é Dilma dizer que a decisão é "inquestionável". Apesar de constar nos nossos passaportes, o Mercosul nunca existiu de fato. Com essa decisão, morre de vez!

JOSÉ ALFREDO ANDRADE

tolosajaa@uol.com.br

Santos

Capítulo vergonhoso

A entrada da Venezuela no Mercosul é um capítulo da História que nos irá envergonhar como nação por longos anos. O país jamais deveria entrar no bloco simplesmente porque Chávez não cumpre preceitos democráticos. No mais, para os pragmáticos que veem no nosso superávit comercial com a Venezuela a justificativa para qualquer absurdo, digo que esse comércio se fez mesmo sem que o país fosse membro do Mercosul. Não há, pois, nenhuma razão que justifique o disparate de admitir Chávez no grupo.

RODRIGO B. DE CAMPOS NETTO

rodrigonetto@rudah.com.br

Brasília

COMÉRCIO EXTERIOR

Passou da hora

Tendo em vista a notícia de que o saldo comercial deste semestre foi o pior em dez anos (3/7, B1), acho que já passou da hora de o Brasil, ou seja, a presidenta Dilma Rousseff, tomar medidas efetivas para incrementar nossas exportações de mercadorias, serviços, equipamentos, produtos agrícolas, etc. Sem dúvida, já passou da hora de termos um Eximbank brasileiro, nos moldes dos asiáticos; conselhos de promoção de exportação setoriais; e agências estaduais de fomento ao comércio exterior. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e as federações industriais estaduais, principalmente as de São Paulo (Fiesp) e Rio de Janeiro (Firjan), também deveriam se engajar neste processo.

ROBERTO NÓBREGA, diretor da Federação das Câmaras de Comércio Exterior do Rio de Janeiro

nobrega.marketing@terra.com.br

Rio de Janeiro

PETROBRÁS

Estagnou

De acordo com reportagem de Sergio Torres e Sabrina Valle (1/7, B1), "a produção nacional de petróleo está estagnada há três anos e desde 2003 a Petrobrás fracassa em atingir as suas metas de extração de petróleo e gás. A origem do problema está na queda de eficiência operacional da Bacia de Campos, a principal do País, responsável pela produção de até 85% do petróleo consumido internamente". Será que foi necessário mudar a presidência da estatal para que essa realidade aparecesse? Porque, na ilusão que nos vendeu o governo Lula, já teríamos atingido a "autossuficiência" nessa estratégica área há tempos. Agora, sobre toda essa ineficiência estão querendo um reajuste de 15% no preço da gasolina? Acho que, em vez de aumentar o preço, devem melhorar a eficiência operacional nos tais 15%, acabando com o aparelhamento político e deixando a empresa menos inchada e mais produtiva. O brasileiro cansou de pagar caro por um péssimo combustível, enquanto a Petrobrás gasta muito em benesses internas e investe pouco em produção e qualidade.

SILVANO CORRÊA

scorrea@uol.com.br

São Paulo

Negócio da China ao avesso

E quer dizer que o Brasil vai entregar as refinarias de petróleo a estrangeiros? Não há dinheiro para construí-las! Mas há dinheiro para construir 12 estádios para a Copa do Mundo, que, depois de meia dúzia de jogos, vão ficar ociosos, sem render um tostão; e dinheiro, também, para a construção de um trem-bala entre Rio de Janeiro, São Paulo e Viracopos que só vai transportar passageiros e cuja rentabilidade é tão duvidosa que espanta os concorrentes estrangeiros. Se "o petróleo é nosso", a Petrobrás era nossa...

ROLDÃO SIMAS FILHO

rsimas@aos2.com.br

Brasília

ELEIÇÃO 2012

O PT no Recife

Com a escolha de João Paulo - o deputado federal mais votado do PT em nível nacional e prefeito do Recife por oito anos - para ocupar a vaga de vice-prefeito na chapa protagonizada por Humberto Costa na disputa pela prefeitura do Recife, os "donos" do PT deixam claro duas coisas: primeiro, que não confiam em João Paulo. Tanto que, mesmo ele sendo o único nome do PT capaz de abalar o favoritismo do candidato lançado pelo governador Eduardo Campos (PSB), preferiram continuar com Humberto na cabeça da chapa, a despeito de sua visível fragilidade eleitoral. Segundo, ao "obrigar" João Paulo a aceitar a posição de vice de Humberto Costa, que sempre foi seu visceral adversário nas lutas internas do PT pernambucano, a Direção Nacional do partido parece desejar punir João Paulo, obrigando-o a cumprir nesta campanha uma função análoga à das dançarinas de programa de auditório, que rebolam com o propósito de "enfeitiçar" o público, enquanto o animador fala abobrinhas. É um triste fim para alguém que sonhou tão alto. Será praga do seu ex-pupilo e atual prefeito, João da Costa?

JÚLIO FERREIRA

julioferreira.net@gmail.com

Recife

Cartas selecionadas para o Fórum dos Leitores do portal estadao.com.br

DEMÓSTENES TORRES

Em discurso no plenário do Senado, na segunda-feira, o senador Demóstenes Torres afirmou ser inocente e que não usou o seu mandato para beneficiar o Carlinhos Cachoeira. Pediu perdão a todos os senadores pelos constrangimentos e pelos erros cometidos, mas afirmou também que foi injustiçado e pede a compreensão dos senadores, para impedir que a injustiça se torne irreparável. Disse também que não lhe pesa a consciência e que nada fez para desmerecer a construção da sua honra, reafirmou que apenas era amigo de Cachoeira, mas que as conversas frequentes com o contraventor por telefone, não o haviam comprometido e que absolutamente não colocou o seu mandato a serviço do bicheiro. Enfim, a Polícia Federal não gravou o que gravou, nós não ouvimos o que ouvimos e todo mundo não entendeu o que entendeu. Apesar do prefixo do nome, o senador é um anjo...

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

*

PEDINDO PERDÃO

O senador Demóstenes Torres veio a público pedir perdão aos seus companheiros de Senado. Creio que, ao invés de ele ter pedido perdão aos colegas de trabalho, deveria ter pedido perdão aos milhares de eleitores que acreditaram nele, teria sido bem mais coerente.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

ABSOLVIÇÃO DE DEMÓSTENES TORRES

Alguém ainda tem dúvidas de que o senador Demóstenes Torres vai ser absolvido pelos seus pares no Senado Federal mesmo depois de dizer: "A estratégia do vazamento em pílulas surtiu um efeito devastador, até quem confiava em mim ficou cético?". Eu não. Depois de assistir por um bom tempo, às terças-feiras, quartas-feiras e quintas-feiras por meio da TV Senado a rasgação de seda que acontece entre os senadores, cheguei a conclusão que a maioria naquela Casa é refém da falta de moral e de ética, assim sendo, mesmo diante de tantas denúncias, Demóstenes vai ser absolvido. Certamente vem por aí mais uma lambança do Senado Federal. Acorda Brasil!

Leônidas Marques leo_vr@terra.com.br

Volta Redonda (RJ)

*

CPMI

Na CPMI do Cachoeira, quatro convocados, quatro faltas.Sem depoentes para a manhã da terça-feira. Tudo nos conformes, será que essa CPMI acabará em pizza?

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

PARLAMENTO SEM MORAL

Que Pais é este que ninguém mais respeita o Congresso! Que decadência institucional! Dos quatro depoentes convocados para a CPMI do Cachoeira (3/7/12) nenhum compareceu e tampouco deram satisfação! E os parlamentares como idiotas (aliás, é o mesmo que costumeiramente fazem com a população) ficaram às moscas... Este é infelizmente o real cenário da inutilidade nestes últimos anos do nosso Parlamento, que por vocação usa esta Casa para suas negociatas excrescentes, livrar colegas vis da cassação, e ainda vergonhosamente impedir a convocação dos principais suspeitos neste vexatório Conselho de Ética, como Sérgio Cabral, Fernando Cavendish, e outros. Como se fosse a "Casa de Ninguém"! Meu total desprezo a esses 594 congressistas.

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

ALGUÉM SABE A RESPOSTA?

Uma coisa me envolve de dúvidas, Gostaria de saber por que o advogado Marco Thomaz Bastos, ex-ministro da Justiça no governo Lula, defende tanto o Cachoeira?

Antonio Rochael Jr antoniorochael@gmail.com

Iguape

*

VALE TUDO

Lula, no poder, instituiu o seguinte sistema: o que vale para nós, não vale para o resto do Brasil. Pelo visto, aprenderam a lição direitinho. Ou negam a falcatrua ou passam a bola para outro assumir a culpa. Portanto, "nobre" sr. Demóstenes, "nobres" srs. mensaleiros, não se apoquentem. Vocês poderão, quase com certeza, saírem ilesos dessa pendenga. Sorriam... A fila já começou a andar com o Cesare Battisti e com os "fichas sujas". E o resto do povo brasileiro que se dane...

Tânia Pinotti tkita@uol.com.br

São Paulo

*

MENSALÃO

Em uma boiada contaminada, querer jogar um só boi para as piranhas é covardia. Já que estão querendo jogar a culpa em um só boi, por que não o boi sinoeiro ?

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

O BOBO DA CORTE

Núcleo central do mensalão combina e Delúbio deve assumir culpa pelo mensalão (A7-3/7). Trata-se de uma quadrilha composta por um grupo de covardes espertalhões, sem coragem para assumir as suas responsabilidades pelo "malfeito" e um "bobo da corte", que se presta a qualquer tipo de arranjo. A quadrilha está fazendo como os criminosos normalmente fazem, ao imputar a culpa por um delito a um menor de idade, na tentativa de não serem indiciados e o menor safar-se também. No caso em questão, o idiota concorda. Que será que lhe prometeram em troca? Enfim, como essa gente sem escrúpulos fazem qualquer negócio, não é de se estranhar esse tipo de atitude, afinal, para eles os fins justificam os meios.

Alvaro Salvi alvarosalvi@hotmail.com

Santo André

*

NINGUÉM LEMBRA?

Retiro a incompreensível omissão, ao não se levar em conta a clara declaração do sr. José Dirceu, de que nada fazia sem conhecimento do chefe. Basta recorrer às gravações da mídia, na época. Lula, o totem brasileiro?

André C. Frohnknecht anchar.fro@hotmail.com

São Paulo

*

QUARENTENA DE PALOCCI

Palocci ficou em quarentena para não falar o que sabia sobre o governo. A dita lei diz que a autoridade fica impossibilitada de trabalhar em determinadas áreas. No entanto, Palocci enriqueceu ao dar consultorias revelando seu saber governamental, não foi punido e continua levando a vida na boa . Nesse país de desiguais, a Comissão de Ética Pública da Presidência da República autorizou o pagamento de quatro meses de salário ao ex-ministro. Nada demais num país em que seu povo morre nas filas de hospitais, nas balas perdidas da insegurança, morre de fome, seus jovens se viciam cada vez mais, os idosos vivem de esmolas mesmo tendo dado o sangue para ter uma aposentadoria decente. São R$ 106.892,52 o montante a que Palocci receberá. Mal comparando, qualquer cidadão que tenha um valor irrisório a receber do governo fica anos na fila e a maioria morre sem ver a cor do dinheiro. Se a lei da quarentena é legal, fica imoral diante das dificuldades a que todo brasileiro é submetido. País rico se faz sem corrupção.

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com

São Paulo

*

PARA QUE SERVEM OS POLÍTICOS?

Afinal perguntamos para que servem os políticos eleitos, para servir ao povo ou para se aproveitar do povo? Presidente da República, governadores, prefeitos, senadores, deputados e vereadores e suas falanges de servidores deveriam receber um salário simbólico, pois dão tão pouco tempo de seu dia para trabalhar aos cidadãos, seus patrões, e ainda assim burlam suas presenças nos plenários. Quarenta horas semanais seria o mínimo a ser trabalhado para justificar seus altos proventos e suas injustificadas mordomias, e assim se igualar e dar exemplo ao povo que é obrigados a cumprir as leis trabalhistas impostas às quais os astutos não se enquadram. Um político no Brasil atualmente serve tanto quanto o tempo que dedica ao seu mister, portanto...

Leila E. Leitão

São Paulo

*

MERCOSUL - "Mensaleros"

Entre lullopetistas, o feito com o Paraguai foi só uma "trairagem não-contabilizada".

A.Fernandes standyball@hotmail.com

São Paulo

*

QUEM SE HABILITA?

Os brasileiros contestam as atitudes que o ex-presidente Lula tomava alegando ser de vontade da maioria dos brasileiros; como a entrega da Petrobrás para a Bolívia e a quebra de contrato de Itaipu. A atual presidente, Dilma Rousseff também vem tomando atitudes contrárias a vontade do que expressam grande parte dos brasileiros, atitudes muito parecidas com as nazistas costumeiramente tomadas pelo tirano Adolf Hitler: - Afastamento arbitrário do Paraguai do Mercosul, inclusão também arbitrárias da Venezuela nessa entidade. É muito cômodo estar no governo e amparado por toda blindagem possível, falar em nome dos brasileiros sem que isto signifique suas vontades, impondo métodos de silêncio a imprensa para que não venham a tona a verdadeira vontade do que expressam os brasileiros. Se tanto o Lula como a Dilma Rousseff julgam estar falando em nome da maioria, por que se escondem de uma confrontação pública? Terão coragem de se expor em um programa televisivo e ser livremente interrogado pelos brasileiros que se dizem representar? Duvido. Quem deve teme.

Benone Augusto de Paiva benone2006@bol.com.br

São Paulo

*

URUGUAI NÃO QUERIA CARACAS NO MERCOSUL

Não queria, mas não teve colhões para vetar? Êta,paiseco de décima terceira categoria!

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

MERCOSUL

Ganha o Paraguai com sua suspensão deste grupo de união aduaneira dos países latino-americanos do Sul. A burocracia é tão grande entre fronteiras estaduais, só dentro deste nosso imenso Brasil. Basta viajar de carro para se ver as filas de caminhões em balanças e fiscalizações estaduais. Como se pode pretender que dê certo em trocas internacionais, entre países que não se entendem e movem-se paquidermicamente entre planos populistas e execução de intenções que nem saem do papel, ou, quando saem, não liberam os "permisos" ou pagamentos das mercadorias.

Irene Sandke irene@frettes.com.br

Curitiba

*

INDÚSTRIA EM RECESSÃO

Más notícias! Tecnicamente, a indústria brasileira está em recessão após nove meses de queda e Mantega continua contente e "viajando na margarina". Até quando Dilma irá insistir nos mesmos pontos que não estão dando bons resultados? Existem ainda muitos economistas brilhantes no País que poderiam mudar os rumos desse ciclo decadente.

Leila E. Leitão

São Paulo

*

IMPORTA OU NÃO IMPORTA?

Na minha opinião, importa. Se o governo não se importar com a importação, quem vai se importar? Os importadores que estão registrando lucros excessivos não vão se importar, mas a indústria nacional, com certeza sim. Para combater os negócios da China, não há outro recurso senão a desoneração do produto brasileiro para torná-lo mais competitivo, diversificando nossa pauta de exportação, hoje com 70% concentrada em matérias primas. Abro exceção para as bíblias importadas, bem baratinhas, que, com certeza ajudarão os brasileiros a rezar por um resultado melhor na nossa balança comercial em 2012, como vaticinou o José Augusto de Castro, vice-presidente da AEB.

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

IMPOSTÔMETRO

No país dos impostos, terminado o primeiro semestre, já foi arrecadado de tributos mais de R$ 750 Bilhões, o desgoverno continua afirmando que estamos em "crise", só se for pela falta de honestidade no controle do dinheiro público. A continuar no mesmo ritmo, chegaremos ao final do ano em pouco mais de R$ 1,5 trilhão, enquanto os direitos dos cidadãos brasileiros continuam muito piores, o povo que o diga!

Maria Teresa Amaral mteresaamaral@uol.com.br

São Paulo

*

LUZ AMARELA

Li no Estadão de terça-feira, no caderno de Economia, um destaque na primeira página: "Saldo comercial é o pior em 10 anos e acende a luz amarela no governo". Ora, sabemos, quem conhece um pouco de economia, que isto já era esperado. A "marolinha" atingiu o Brasil por todos os lados. Importação e exportação, indústria, comércio e até a Petrobrás estagnou sua produção nos últimos anos, embora a demanda tivesse aumentado. Má administração, cabides de empregos, obras

superfaturadas, corrupção generalizada, mais as crises externas, só poderiam fazer, finalmente, essa luz acender (até que demorou). Nossa dívida, após Lula, é 135% maior do que a que ele encontrou, e que era contornável. Hoje um grande porcentual do nosso PIB se destina ao pagamento de juros dessa dívida. Já passou da hora do povo brasileiro se tocar e exigir dos que governam esse país mais seriedade e competência, e destituir os que muito ganham e nada fazem, começando pelo Palácio do Planalto, que tinha 1.100 funcionários e hoje tem 3.300, mais 52 assessores especiais. Chega desse tipo de governo.

Carlos e. Barros Rodrigues ceb.rodrigues@hotmail.com

São Paulo

*

PLANO REAL

Comemoram-se os 18 anos do plano real, enaltecendo-o como obra-prima do pensamento econômico brasileiro. Claro, presumidamente capitaneado por FHC e seus amigos salvadores de bancos privados (se fossem do PT, seriam chamados de quadrilheiros). Mas, como vivemos em uma cultura fulanizadora, é sempre importante ter os nomes das pessoas tampando o baú dos interesses telúricos e dando um lustro de intelectualidade a uma estratégia mais que necessária, mas que poderia perfeitamente ser planejada por muitas pessoas que conheço, pobres em diplomas, mas ricas em sabedoria e saberes. Chamar de plano econômico um conjunto mais que primário de medidas que envolvem basicamente não se gastar mais do que se arrecada, e não imprimir papel moeda para pagar o custeio do estado, é no mínimo uma temeridade intelectual, daquelas que costumo classificar como delinquência intelectual. Não, não vou incluir aqui a desindexação, pois não houve testosterona suficiente a FHC e seu grupo para completar o serviço pelo seu detalhe mais fundamental. Mas digo tudo isso por uma razão: Desmistificar. A criação da mitologia intelectual do plano real tem como único objetivo a obnubilação de uma verdade: O problema da inflação não era e nunca foi econômico. E nem financeiro. Era um problema político. E que tomou a decisão correta - a decisão política - de terminar com a roleta russa da administração pública brasileira foi o presidente Itamar Franco, o maior injustiçado da história política recente do Brasil (foi o único a enfrentar ACM).

Nelson Nisenbaum nelsongn@gmail.com

São Paulo

*

HADDAD E SCHNEIDER

Fernando Haddad responde com ironia à crítica que lhe fez o vice de José Serra, Alexandre Schneider, de que a Secretaria Municipal de Educação não recebeu recursos do MEC quando Haddad estava à frente da pasta: "Se prefeitos de uma cidade com 50 mil habitantes não tiveram dificuldades em preencher um formulário, por que São Paulo, com 11 milhões de habitantes, não consegue? É uma dificuldade de tecnologia de informação, simples de resolver com um curso de capacitação", É evidente que não foi um problema de formulários, porém, na falta de uma explicação que não o desabonasse além do que já está desprestigiado, Haddad fugiu pelo caminho do sarcasmo. Não vai longe assim.

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

*

AUTORRECICLÁVEL

O disentérico-verbal ameaça voltar em agosto para morder a canela de Serra. Deixará de ser a metamorfose-ambulante para se tornar a metamorfose-rastejante . O lixo reciclamos. Já esta praga é autorreciclável.

Renato Otto Ortlepp renatotto@hotmail.com

São Paulo

*

FLAGRANTE

Rua? Não. Cadeia é para onde deveriam ir os vereadores flagrados pelo Estadão adulterando painel de presença da Câmara Municipal de São Paulo. E que sejam investigados eventuais possíveis comparsas. Não passam de vagabundos e nojentos sanguessugas dos sofridos contribuintes paulistanos.

Roberto Twiaschor rtwiaschor@uol.com.br

São Paulo

*

QUE VERGONHA!

A notícia de que após denúncia de fraude na Câmara dos vereadores de São Paulo, a própria Câmara tratou de adulterar a prova para dificultar investigação é caso de polícia! Porque só bandidos profissionais apelam para tais expedientes. Gostaria de saber quais vereadores mais costumavam se ausentar quando o funcionário José Luiz dos Santos, o Zé Careca, "carcava" seu dedo na maquineta atestando suas presenças. Zé Careca, aliás, deu chá de sumiço, para não ter que se explicar correndo o risco de complicar ainda mais os ilustres edis faltosos. Não por acaso eu tenho um impresso colado no vidro traseiro de meu carro com a seguinte frase: eu tenho vergonha dos políticos do Brasil. E tenho mesmo!

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

*

PILOTOS DA FAB

Parabéns aos pilotos de caça da FAB que não provocaram maiores danos.

Alberto Nunes albertonunes77@hotmail.com

Itapevi

*

VIDRAÇA E FX

Imagine se o super atrasado caça FX já estivesse em operação!

Haja vidraça no Planalto!

Ulysses Fernandes Nunes Junior ulyssesfn@terra.com.br

São Paulo

*

COMISSÃO DA VERDADE

Será que tal comissão colocará em seus relatórios, testemunhos sobre as barbáries cometidas por esta camarilha que tomou o poder através de bolsas? Do voto despreparado? Das orientações do grande ator Mário Lago (comunista) de que deveriam declarar repetidamente "fui barbaramente torturado" ou o que eles fizeram será esquecido? Tudo que falam é verdade? E as mortes, sequestros, torturas, assaltos a mão armada a bancos e outros, invasões a órgãos públicos? É o mínimo a esperar. Estão indo longe demais em tentarem ser vítimas, sacripantas é o que são, os excessos deploráveis cometidos a vocês devem ser debitados, inclusive as indenizações pagas pelo estado.

Julio Jose de Melo julinho1952@hotmail.com

Sete Lagoas (MG)

*

BIKES

Meu Deus! Até quando vidas serão ceifadas pelos acidentes com bicicletas? Não seria mais sensato proibir o uso de bicicletas em avenidas movimentadas e estradas até que se providenciem pistas especiais para bicicletas do que penalizar motoristas por trafegar nas mesmas vias que as bicicletas? Já temos os motoboys dirigindo perigosamente, com excesso de velocidade. Um acidente por dia. Os ciclistas se esquecem de que devem usar roupas claras, brancas de preferência, tênis com luz de alerta e obedecer ao sinal de trânsito. Leis que penalizem os ciclistas já! Antes que mais pessoas morram em nome de uma luta para salvar a natureza, que já se comprovou não ser a adequada, uma vez que o governo retira o IPI para colocar mais carros nas ruas. É preciso encontrar uma saída para que o ciclista saia com vida e não rumo a uma cova do cemitério.

Ecilla Bezerra ecillabezerra@gmail.com

Peruíbe

*

DESAFIO SÃO PAULO

Muito boas as reportagens e excelente a crônica de Ignácio de Loyola Brandão no Caderno Desafio São Paulo - Eleições 2012, porém, as repostas dos candidatos são as mesmas de sempre de eleições e candidatos passados, muito blábláblá, oba-oba, lero-lero, conversa mole pra boi dormir etc. e tal e coisa e loisa e nada de como fazer, com o que fazer e com quem fazer.

Jorge Sá de Miranda Netto jorgesamiranda@hotmail.com

São Paulo

 

*

FATOR PREVIDENCIARIO E REPARO EM APOSENTADORIA

Sou uma professora de 65 anos, aposentada e com câncer. Depois de me aposentar, continuei trabalhando, pois o salário não dava e porque acho que tinha que continuar lutando para melhorar o nosso Brasil. Continuei pagando INSS, mas aí, a vida vai correndo e o gás diminuindo. Recorri a um advogado para ver se seria possível incorporar à minha aposentadoria, o período que paguei INSS.Mas , foi negado. Os argumentos jurídicos fundamentam-se na possibilidade de renúncia da aposentadoria atual, por outra em melhores condições, tendo em vista a continuidade do trabalho após a primeira aposentadoria. Outrossim, já existem casos semelhantes, nos quais a sentença foi procedente, inclusive transitado em julgado, na qual o requerente já está recebendo a nova aposentadoria. Sei que não terei direito aos atrasados. Acho indigno, um país que tem duas medidas diferentes para os mesmos cidadãos. Acredito que o sr. pensa como eu. Não vou fazer aqui, um libelo contra senadores e deputados que ganham aposentadorias, depois de 2 mandatos. Peço só justiça.Obrigada por sua atenção.

Alice Aguiar de Barros afontes@estadao.com.br

São Paulo

*

CÂNCER DE MAMA E GRAVIDEZ

Parabéns ao Estadão pela excelente reportagem a respeito dessa mãe maravilhosa (Simone Calixto) que decidiu levar adiante a gravidez apesar do câncer de mama. O nosso País necessita de pessoas assim, convictas e que não negociam quando não se pode negociar. Exemplo para muitos, principalmente para os nossos governantes.

Marcelo M F Saba marcelosaba@gmail.com

São José dos Campos

*

CENSO DAS IGREJAS

"Igreja católica perde fiéis. O total de católicos só deixaria de cair se a igreja fosse flexível em questões de moral, sexual, aborto, contracepção, divórcio e segunda união". (pág. a024-36/2012- Estadão/José Maria Mayrink) Existe, por acaso igreja mais dividida que a evangélica? Somente nos EUA existem mais de 13 mil denominações diferentes. E no Brasil, quantas há? "Por que o senso não se preocupou em apurar a divisão entre os evangélicos?" (pesquisadora Silvia Fernandes). Desde quando divisão é soma? Quantas comunidades evangélicas existem no Brasil com denominações diferentes? Quando o articulista José Maria Mayrink, faz suas afirmações implicitamente está afirmando que os evangélicos estão abertos nessas questões. Em sendo verdade, os princípios da doutrina cristã foram relegados, ou reduzidos ao dízimo. Confidenciou-me um amigo, melhor ser ateu do que falso Cristão. A igreja de Cristo é de Cristo, não possui proprietários diversificados e a sua doutrina é de Jesus Cristo. Ninguém está autorizado a modificá-la, a menos, que já tenha perdido a sua autenticidade.

Paulo Maia Costa Júnior paulomaiacjr@hotmail.com

São José dos Campos

*

AGRADECIMENTO

Grupo Estado, muito obrigado, pelas reportagens sobre a seleção e Copa de 1982. A cada dia vocês provam que são excelentes amigos dos leitores.

Rogerio Marino rg.marino@gmail.com

São Paulo

*

CORINTIANS NA LIBERTADORES

Cada brasileiro se sente um "técnico", e dar conselho é gratuito, além de que pouco seguido. Então, vai aí para o Tite. Esta semana, ao time americano de vôlei derrotou o Brasil e a China, e tinha três altonas e três baixinhas, todas bobas de bola. As altonas cuidavam da rede, e a baixinhas, do resto da quadra. No futebol, não deve ser nada diferente. Estrategicamente, cada jogador tem uma tendência natural para ser bom numa determinada posição, essa de multiuso como pregam estratégias "modernas", não cola, e a velha estratégia natural é cada macaco no se galho. Taticamente, contudo, o gol é como a rede no vôlei, há que ter grandalhões disponíveis, e no resto do campo, os "baixinhos" bons de bolas. É isso aí, caro Tite, e, além disso, a motivação de uma guerra que a torcida ajuda a construir, apesar de que o Boca tem uma vasta torcida no Brasil, os contra-conrintians! Claro que "perna de pau" sempre será perna de pau, presume-se que o Corinthians ainda que não seja nenhum "Barça", mas também não é um perna de pau.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

ROMARINHO, ESTRELA OU METEORITO?

Minha idade, a paixão pelo Corinthians e ser um "futebólatra" (existe o termo ?) de primeira, permitiu-me de ter visto muitos boleiros aparecerem já considerados craques e em seguida resultar em nada. Digo isso, porque o garoto Romarinho que marcou três gols em duas partidas, principalmente aquele na Argentina , mostrou uma qualidade rara que só costuma ter aqueles que podem chegar lá, a frieza frente a um goleiro e quando em vez de disparar um petardo, deu um toque simples matando qualquer reação. Sua atuação na Bombonera está levando torcedores e a mídia esportiva dar ao garoto um status repentino de estrela, que muitas vezes pode não passar de um meteorito cruzando os céu e desaparecer. Há que ter muito cuidado para não criar uma expectativa muito grande para o garoto e este se perder nessa, porque só a seqüência de jogos mostrando brilho em sua carreira pode lhe conceder o status de estrela, porque essas não se pagam num repente, como uma faísca meteórica.

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

*

POLUIÇÃO SONORA

Por que jogos de futebol no Estado de São Paulo não acontecem às 20 horas?

Cláudio Silva claudiojrdasilva@gmail.com

São Paulo

*

FUTEBOL

Então, futebol vende jornal, dá mídia, rende votos. No entanto, pasme, mundo, tem gente, e não é pouca, que não se interessa por futebol!. Isso sem falar do terror que sentem os animais (esclarecendo, animais da natureza, não aqueles que mordem canelas dos adversários para se eleger). E humanos e animais são obrigados a aturar manifestações, cada vez mais frequentes, de legítimo furor uterino, expressas por gritos histéricos e bombas. Chegamos ao ponto: as bombas. Porque a mídia, que atormentou a todos por causa de sacolas de supermercado e fumantes, não fala sobre os danos causados ao meio ambiente pelas execráveis bombas e queimas de fogos? Será que, diante do considerado esplendor refulgente desse esporte - e sua consequente grandiosa manifestação institucional de imbecilidade -, a saúde do planeta (e de nossos tímpanos), torna-se irrelevante? Como fica o direito dos não apreciadores de futebol de não serem obrigados a aturar a ruidosa idiotice dos torcedores? Ficam aqui sugestões para slogans: Torcida silenciosa: torça, mas não mate! (parodiando aquele famoso "estupra, mas não mata", proferido pelo internacionalmente caçado bandido, agora amigo dos mordedores de canelas.

Maria Elisa Bifano melisabifano@uol.com.br

São Paulo

*

SILÊNCIO!

Assistindo ao jogo Espanha x Itália ouvi um festival de besteirol, começou aos dois minutos de jogo: a Itália dominava totalmente a partida. Aos nove minutos uma discussão sobre quantas horas a Espanha ficou sem tomar gols se estendeu até os doze com a brilhante conclusão de que já eram nove jogos sem tomar nenhum gol, e sem perder... Aí, perdi a paciência e desliguei a TV!

Luiz Ress Erdei gzero@zipmail.com.br

Osasco

*

EURO 2012

Que imagem maravilhosa dos jogadores da Seleção Espanhola, comemorando o título no campo, com seus filhos, tão pequenininhos com a camisa de sua seleção, muito difícil de não se emocionar. A torcida das duas seleções dando exemplo de civilidade, que isso sirva de exemplo, para que vândalos idiotas tenham vergonha cada vez mais de suas pancadarias e quebra-quebras, quando estão comemorando ou lamentando a derrota de seu time. Parabéns à Itália pela campanha, mais parabéns mais ainda para Espanha, pelo título e pela linda iniciativa.

Alessandro Lucchesi timtim.lucchesi@hotmail.com

Casa Branca

*

CHOCOLATE COM PIMENTA

Pelo chocolate com pimenta malagueta que os italianos tiveram que tomar dos espanhóis, ficou mais ou menos claro o que poderá acontecer no Brasil em 2014 na Copa do Mundo. A Itália perdeu de 4 e a esquadra Azurra só conseguiu "zero" porque "zero" não precisa marcar. Se nossa seleção ficar como museu, vivendo de passado, em 2014 já podemos até imaginar a seleção amarelinha "Amarelando" mais uma vez.

Manoel José Rodrigues manoel.poeta@hotmail.com

Alvorada do Sul (PR)

*

FUTEBOL

Senhores CBF´s gostaram da aula espanhola desta tarde do último domingo? As equipes brasileiras poderiam ser contaminadas com esta nova "gripe espanhola",futebol corrido,jogo que anda de verdade ao seu intento,falta desnecessária de craques,o objetivo coletivo sendo cumprido! Craques individuais sempre serão necessários, devem participar com suas virtuoses, mas sem sua total dependência,instáveis ao extremo,qualquer DNA exigido afeta tremendamente sua estrutura cerebral,fato logo transmitido às pernas! O futebol também mudou senhores!

Mauricio Villela mauricio@dialdata.com.br

São Paulo

*

CAMPEÃ

Nós, brasileiro, africanos, argentinos e outros tantos, ensinamos os espanhóis a jogar futebol e eles aprenderam direitinho e o resultado esta aí.

Ivan Bertazzo bertazzo@nusa.com.br

São Paulo

*

LA FURIA CAMPEÃ

Muito legal ver o futebol apresentado pela Espanha, campeã da Eurocopa. Um futebol de qualidade e toque de bola, o time é entrosado e se movimenta muito bem, é rápido e objetivo, não há estrelismo, lá o jogador joga e pensa em prol do coletivo, diferentemente da seleção brasileira, que há tempos apresenta um futebol sem brilho e com muitos jogadores irresponsáveis que vão lá apenas para se exibir individualmente, são exemplos, o pulha do Ronaldinho Gaúcho, Robinho e mais recentemente o Neymar. Mas não é de se estranhar, pois a seleção apenas traduz em campo o que é de praxe na conduta do brasileiro, que se diz humilde e solidário, mas na realidade é hipócrita, negligente e individualista

Thiago Hinata thiagohinata@hotmail.com

São Paulo

*

'SEEDORF & BOTAFOGO'

Acredito que o grande jogador Seedorf se encaixará como luva no time do Botafogo, até porque ele é craque, coisa que nós não tínhamos. Porém nada de ilusão, pois Seedorf não jogará sozinho, e nem tem mais 10 iguais a ele. Nosso time é apenas de fraco a razoável, haja vista que, nas primeiras rodadas, fomos vergonhosamente derrotados por timecos inexpressivos, oriundos da Segunda Divisão, como Ponte Preta e Náutico. Vamos aguardar para ver o campeoníssimo holandês em campo, vestindo a camisa gloriosa do Botafogo, e conferirmos se nosso time corresponderá com vitórias e títulos nesses dois anos em que ele estará conosco. Seja muito bem vindo Seedorf! A massa preta e branca da estrela solitária espera muito de você! Agradecemos penhoradamente e esposa dele, Luviana, carioca e torcedora apaixonada do Botafogo, por ter se empenhado decisivamente na vinda do seu marido, o cracaço Clarence Seedorf, para abrilhantar ainda mais o nosso Clube, trazendo mais fama e, consequentemente, excelentes patrocínios, evidentemente também alguns títulos, pois nossa imensa torcida está bastante carente. Saudações Alvinegras.

Fernando Faruk Hamza botafogorio@bol.com.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.