Fórum dos Leitores

MERCOSUL

O Estado de S.Paulo

07 Julho 2012 | 03h05

Perigo à vista

Estou perplexo por testemunhar até que ponto a ideologia afeta o bom senso e o patriotismo de nossa governante, que por dever de ofício deveria ser a primeira guardiã dos interesses da Nação. A escolha da Venezuela de Hugo Chávez como membro pleno do Mercosul, decidida pela dupla Dilma Rousseff-Cristina Kirchner, comprova que nosso país não é governado com patriotismo nem bom senso, mas pela ideologia. Antes de aprovar o antidemocrático vizinho como sócio no Mercosul, a presidente deveria lembrar-se de que a invasão da Petrobrás na Bolívia, levada a cabo por Evo Morales em 2006, foi aconselhada pelo novo sócio. Em resposta ao ataque contra nossa estatal, Lula liberou pouco depois uma linha de crédito de US$ 350 milhões via BNDES para financiar uma estrada que facilitaria o escoamento da produção de folhas de coca na região de Chapare. Não bastasse, em 2008, após o ataque do Exército colombiano a um acampamento das Farc na selva equatoriana, foram encontradas no laptop do chefe do bando informações que revelaram a ligação umbilical de Chávez com o líder da organização terrorista. Mais do que uma imagem denegrida, eu me pergunto: como se comportaria a nossa presidente se amanhã o sócio bolivariano propusesse uma mudança na Constituição brasileira que favorecesse o início de uma ditadura de esquerda, em nome da fraternal amizade entre a ex-militante e o déspota? Ousaria desapontar o "grande democrata"? Não, se o amigo for de esquerda, mude-se a Carta Magna!

PETER CAZALE

pcazale@uol.com.br

São Paulo

O Uruguai e o golpe

Perfeitos os editoriais de domingo e de quarta-feira (A3). Fica muito claro que quem comandou o golpe foi o "assessor do governo brasileiro para Assuntos Internacionais", que vem conduzindo a diplomacia brasileira, procurando fazer o Brasil ficar afinado com países "com valores democráticos incontestáveis", como Bolívia, Equador, Venezuela, Irã, Síria e todos os outros que seguem a mesma linha. Esse assessor é também fundador e membro efetivo do Foro de São Paulo e todos sabem o que essa organização prega. É muito fácil entender o tabuleiro da democracia do sr. Marco Aurélio Garcia.

JOSÉ CARLOS CASTALDO

jcastaldo@uol.com.br

São Paulo

Indústria brasileira

O Mercosul é de vital importância para a economia brasileira, um dos principais mercados da indústria nacional. Como principal economia do bloco, o Brasil deveria buscar maior integração econômica com os países-membros (Venezuela incluída). O primeiro passo é a criação de uma infraestrutura comum: rodovias, ferrovias e hidrovias, geração e transmissão de energia (a exemplo de Itaipu), entre outros grandes projetos. O Mercosul é bom para o Brasil, mas deve ser bom para todos os outros também. Não se deve pensar nele como uma união política, e sim como a união de economias de países sul-americanos, tornando-os capazes de competir com os gigantes do comércio internacional. O fim do bloco poderia representar o tiro de misericórdia na indústria nacional!

ANDRÉ MITIDIERI

mitidieri@gmail.com

Rio de Janeiro

CIÊNCIA E PESQUISA

Lentidão

O diretor-geral do Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear (Cern), Rolf Heuer, pensa que a demora do Brasil a aderir àquela instituição científica vem ocorrendo porque os brasileiros são lentos. Ele não sabe que a culpa não é dos brasileiros, mas do governo do PT, que só é rápido para safadeza e propaganda, como, por exemplo, aquela de gastar milhões de dólares para mandar um brasileiro fazer turismo espacial numa nave russa.

EUCLIDES ROSSIGNOLI

euros@ig.com.br

Itatinga

Cern acusa o Brasil

Acho que não é a primeira vez que o nosso governo petista negligencia a participação brasileira no campo científico mundial. Aconteceu quando o diretor-geral do Observatório Europeu do Sul, Tim de Zeeuw, afirmou que a construção do mais avançado telescópio espacial do mundo, em solo chileno, estava atrasada por causa do Brasil - o governo brasileiro, por intermédio do ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, alegou falta de verba - e está acontecendo agora diante da cobrança do diretor-geral do Cern, Rolf Heuer, de que somos "muito lentos" para confirmar a nossa adesão ao principal centro de pesquisas físicas do mundo por míseros US$ 10 milhões anuais. Segundo ele, o Cern está pronto para aceitar o nosso país, mas nossas autoridades não se movem. Que vergonha!

SERGIO S. DE OLIVEIRA

ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

PASSAPORTE DIPLOMÁTICO

Enfim, cancelado

Demorou, mas a Justiça cancelou o passaporte diplomático de Luís Cláudio Lulla da Silva, que nos últimos dias do reinado do pai foi agraciado pelo então ministro puxa-saco Celso Amorim, num ato de vassalagem pura.

CARLOS ROBERTO G. FERNANDES

crgfernandes@uol.com.br

Ourinhos

O juiz que se cuide...

Aposto com quem quiser que o ex-presidente já anotou no seu caderninho de futuras maldades o nome do juiz que mandou suspender o passaporte diplomático do ex-primeiro-filho. Se Lula voltar, esse corajoso magistrado - Jamil Oliveira, da 14.ª Vara Federal de Brasília - que se cuide!

REGINA HELENA DE PAIVA RAMOS

reginahpaiva@uol.com.br

São Paulo

ELEIÇÕES MUNICIPAIS

A ficha caiu

O deputado federal Maurício Rands, que era ferrenho petista, acaba de pedir a sua desfiliação do partido (por causa da intervenção da Executiva Nacional no Recife). Pouco a pouco as fichas estão caindo dentro do PT.

JOSÉ MARQUES

seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

MANIFESTAÇÕES

Na Avenida Paulista

Às 3 horas da madrugada de quinta-feira 5 de julho a polícia dispersou, com uso de gás lacrimogêneo, uma manifestação de torcedores que celebravam a vitória do Corinthians na Copa Libertadores da América e, com isso, interrompiam a livre circulação de veículos no cruzamento da Paulista com a Rua Augusta, entre outros pontos. A polícia estava certíssima: não se pode interromper o sagrado direito de ir e vir onde quer que seja, mesmo às 3 da madrugada. Só não entendo por que o mesmo critério não é usado para manifestações dos chamados "movimentos populares", do que quer que sejam, realizadas às 3 horas da tarde na mesma esquina da Paulista com a Augusta em pleno dia útil de trabalho, de preferência nas sextas-feiras.

ROBERTO ALIBERTI

robertoaliberti@uol.com.br

São Paulo

 

 ‘A PETROBRÁS ENGASGADA’

No fundo, o petróleo como o ferro foi um sonho varguista, criado sob a égide ditatorial, e que os "milicos" procuraram dar "forma empresarial" na ditadura. Os comunistas com os coronelistas, que assumiram o poder na constituição de 88, transformaram tudo em aparelho político, e aí está o resultado. A Petrobrás caminhando para se esfrangalhar, o aço começando a apodrecer, e vamos por aí afora. Alguns caudilhos podem pensar alto, milicos podem fazer coisas mais altas, mas comunistas só podem destruir que os outros fizeram. É a essência do socialismo marxista.

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

ROBERTO MACEDO

Os desmandos dos presidentes da Petrobrás da era Luiz Inácio Lula da Silva, José Eduardo Dutra (Jan-2003/Jul-2005) e Sergio Gabrielli (Jul-2005/Fev-2012), relatados por Roberto Macedo, não são suficientes para a instalação de um CPMI? Onde está a bancada da coligação oposicionista ao governo da dona Dilma? Brincando de esconde-esconde com a bancada da coligação situacionista?

Sergio S. de Oliveira ssoliveira@netsite.com.br

Monte Santo de Minas (MG)

*

HERANÇA DE LULA

Sabedor de tudo, mas alardeando não saber de nada, quando acontecia um malfeito (o que era freqüente e, quem sabe até sob sua orientação) ou um vácuo em seus passeios internacionais, Lula pedia socorro à Petrobrás e, Sérgio Gabrielli o socorria convocando a imprensa e se deslocavam para mais uma descoberta recordista em produção no pré-sal numa plataforma e a mídia e Lula aparecia sorridente, loquaz e com mãos sujas de petróleo. Tudo isto induziu centenas de milhares de acionistas da Petrobras a subscreverem ações em setembro de 2010 a R$ 26,30 e desde então seu preço despencou até hoje, só durante poucos dias de fevereiro e março de 2011 superou tal valor. Gabrielli, calado, foi conivente com as bazófias de Lula sobre a produção petrolífera que Graças Foster desmentiu quase tudo.

Humberto Schuwartz Soares hs-soares@uol.com.br

Vila Velha (ES)

*

PIB ZERADO

Continuando dessa forma, com o mercado reduzindo o "PIB", como o fez pela 8.ª semana, conforme pesquisa divulgada pelo Banco Central, é provável que até o fim do ano, continuando em queda, o conseguiremos zerar ou até negativar, não é?

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

DE PORCAS E LEITÕES

A crise que se abate sobre a suinocultura brasileira, atinge situação dramática ameaçando fechar centenas de granjas, atingindo um milhão de brasileiros e a economia de mil municípios. O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Suínos afirma que essa crise era anunciada porque não é admissível que 60% da exportação de carne suína seja destinada a apenas dois países, Rússia e Hong Kong. Essa situação levaria em pouco tempo a condição de refém dos compradores. Ao governo cabe abrir novos mercados, que possa fechar parcerias com outros países, para se livrar dessa dependência. A Comissão de Agricultura da Câmara, diante da importância sócio econômica da crise precisa acionar o Ministério da Agricultura, pertinente a sua pasta. A crise atinge de forma direta a Região Sul e está consumindo mais de 60 mil granjas, 240 mil membros de famílias produtoras no campo, 230 mil empregos, 150 mil empregos na indústria de insumos, 120 mil na indústria de transformação e 160 mil no setor de comercialização. Segundo estudo da FAO e da OCDE, a demanda por alimentos deve crescer até 2020. Uma oportunidade imperdível para o Brasil atender a demanda. É preciso que o governo desperte para essa realidade e tome providências para debelar essa crise e livrar milhares de famílias da miséria absoluta.

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

*

DESASTRES NOS GOVERNOS PETISTAS

“Nem ainda saíram do poder e já começam a aparecer os desastres petistas, basta lerem as matérias do Estadão de quinta-feira. Na matéria "Fragilidade da Siderurgia" (fizeram lobby para demitir um presidente da Vale (empresa privada) que se negou a ser incompetente), na matéria "Petrobrás Engasgada" vejam a incompetência e irresponsabilidade do presidente anterior, que foi visto por aí em hotel como se fosse office-boy do Zé. O resultado disto tudo podemos ver nas matérias "Atraso nos Investimentos”, “Fantasia de Mantega" e "Bala na Agulha". Mantenham os olhos abertos Paulistas e bem longe dos petistas."

Nelson Pereira Bizerra nepebizerra@hotmail.com

São Paulo

*

PREÇO DA DEMAGOGIA

Assim como fez o Lula, a Dilma também arrotou caviar tentando transferir para zona do Euro e os EUA, pelos nossos problemas do cambio, e do derrame de recursos sem seus mercados para enfrentamento da crise que atravessam. Mas, bem abaixo do seu nariz não enxergou problemas, que há muito analistas apontam sobre o desaquecimento em curso da nossa economia! As poucas ações da presidente foram pontuais, mas paliativas, beneficiando alguns setores amigos com a redução temporária de impostos para estimular o consumo interno! E o resultado mais do que previsível é aquele que a cada dia vemos estampado nas páginas nossa imprensa: previsões para o PIB para menos de 2% em 2012, produção industrial cai 4,3%, balança comercial de mal a pior, inadimplência cresce, investimentos em infraestrutura não avançam, o Denit que o diga, Petrobrás bem longe de sua outrora eficiência, refinarias em construção no Maranhão, Ceará, Pernambuco e o Complexo Petroquímico de Rio (Comperj), praticamente estagnadas, e com seus orçamentos astronomicamente inflados devido a atrasos no cronograma, etc. etc. E tem mais: greves nas universidades federais há meses, e atendimento a saúde uma calamidade! O único avanço extraordinário que mercê ser citado da era Lula e agora com Dilma, é a corrupção e desmandos que se afloram a cada dia pelos camaradas e aliados do Planalto...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

DÁ ÂNSIA

Durante anos, os governos brasileiro e argentino forçaram a inclusão do bufão venezuelano entre os dirigentes do bloco. Imaginem o que deve correr de grana com esse mimo em relações internacionais. O Mercosul de hoje só atende às fantasias de duas comadres inconsequentes e,depois dessa violação, poderá acontecer qualquer coisa no âmbito do Mercosul, até as instituições se enfraquecerem a ponto de se tornarem inúteis. Só chamando o Hugo.

Flavio Marcus Juliano opegapulhas@terra.com.br

Santos

*

O PERIGO RONDA O BRASIL

Se a admissão da Venezuela como membro pleno no Mercosul foi resolvida a portas fechadas entre Dilma Rousseff e Cristina Kirchner sem a presença e o consentimento do outros membros do Mercosul como o Uruguai , então essa decisão entre as duas chefes de estado é ilegal , é um golpe da sra. Kirchner para fazer média com Hugo Chávez , seu maior credor que comprou US$ 5,6 bilhões em títulos da dívida argentina. Mas e Dilma Rousseff? , que razão teria para pressionar pela entrada do coronel Chávez no Mercosul? Será que foi o beijinho que o déspota lhe enviou pela sua vitória ao se tornar presidente? Ou é um caso de ideologia mesmo. Se essa ultima alternativa estiver correta , nossa nau esta sob comando pirata e inspira cuidados urgentes!

Amâncio Lobo lobo@uol.com.br

São Paulo

*

SERÁ QUE FOI BLEFE?

Hugo Chávez tratou um temível câncer em Cuba. Foram-lhe feitas várias aplicações (?) para cura do maligno. Será que é vero? Não caiu nenhum cabelo do nego. Tá cabeludo como antes, e olha lá, bem robusto e gorducho. Tá parecendo golpe eleitoral. Haja vista o que ocorreu na Argentina com "la hermana", Presidenta.

Felizmente pra ela.

Rubens Costa rubensquintao@hotmail.com

Santos

*

PARAGUAI

Se revisitarmos as diversas Constituições brasileiras, de 1824 a atual, constataremos quão belas foram na forma e no conteúdo, mas de pouca aplicação ao seu principal interessado: o povo. Na América Latina, a Constituição representa, há anos, mais do que a garantia de direitos e deveres, sem dúvida importante, mas a manutenção de certa “ordem”, de grande interesse de uma minoria dominante. Serviu bem a esse propósito, por vezes interrompido pela ascensão de propostas “esquerdizantes” ou “populistas”. Fernando Lugo cai, sem a ação brutal de Pinochets e Castelos. Para muitos, um exemplo de novos tempos, de uma nova democracia. Ao povo paraguaio, minhas condolências.

Diego Ceballos ceballos_diego@yahoo.com

São José dos Campos

*

BRASIL, O TROUXA DO MERCOSUL

Depois de ver o Brasil sempre fazer papel de idiota no Mercosul, que parece mais uma província argentina e um Chávez a palpitar antes até de ser sócio, o que já não prestava ficará pior ainda com a entrada oficial da Venezuela. Melhor mudar a sigla para "Mierdasul".

Laércio Zanini arsene@uol.com.br

Garça

*

GRÉCIA

O governo da Grécia quer convencer a população que as medidas de austeridade levam a um futuro melhor. Enquanto a União Europeia não percebe que deve suavizar as medidas de austeridade para criar espaço para crescimento econômico e criação de emprego. A Grécia quer permanecer no euro, mas sua economia não suporta a aplicação de medidas de austeridade que apenas servem para aprofundar ainda mais tanto a recessão como o desemprego. A União Europeia não quer que o país saia da moeda única, pois isso poderia provocar contágio nas demais economias da zona do euro. O terceiro ato desta tragédia grega, isto é a terceira eleição, pode finalmente encerrar as contradições entre a Grécia e a União Europeia e, finalmente, provocar a saída do euro.

Luiz Roberto da Costa lrcostajr@uol.com.br

Campinas

*

MAIS AUMENTO ONDE NÃO PRECISA

Logo veremos no Brasil, digo Brasília, mais gente comissionada, assessores e funcionários do Legislativo do que professores. A diferença hoje, já é no salário e seus consecutivos aumentos.

Brasil - um país sem miséria. - para elles!

Flávio Cesar Pigari flavio.pigari@gmail.com

Jales

*

NADA A ESTRANHAR

Maluf, “filhote da Ditadura" beija a mão de Dilma sorridente em cerimônia junto com Lula. Paradoxos da real politicagem. Nada a estranhar.

Leila E. Leitão

São Paulo

*

CNI/IBOPE - CONTESTAÇÃO

Os leitores srs. José Saez e Roberto C. Leite estranharam o resultado do IBOPE de 77% de aprovação de dona Dilma e 59% deram o seu OK. Também eu duvido dos meios e dos locais onde foram obtidos esses índices. Tenho 79 anos, sempre vivi em São Paulo, sempre tive uma ocupação de destaque, mas nunca tive ou não me deram oportunidade de opinar. Muito estranho não?

Paulo Corrêa Leite paulocleite@bol.com.br

São Bernardo do Campo

*

CAMPOS VERDEJANTES

Diante das fortes seca que vem assolando todo Nordeste, gostaria de perguntar a "presidenta" Dilma, como andam o sistema de irrigação naquela região;,até por que,com os bilhões de reais que foram gastos com a transposição do rio São Francisco,aquela região deveriam estar verdejante ,porém o que estamos vendo , são pessoas carregando latas com água na cabeça..."Presidenta" será que o término daquelas obras irão demorar.

Virgílio Melhado Passoni mmpassoni@gmail.com

Jandaia do Sul (PR)

*

VIDROS QUEBRADOS NO STF

Para que querem supersônicos novos se ainda não aprenderam a pilotar os velhos?

Victor Germano Pereira victorgermano@uol.com.br

São Paulo

*

CAMPOS SALLES E A POLITICAGEM

Rever a história, em especial Campos Salles, poderia melhor servir à população, já exausta de acordos políticos, inclusive na troca de cargos por tempo de TV. “...consagrar o meu governo a uma obra puramente de administração, separando-o dos interesses e paixões partidárias, para só cuidar da solução dos complicados problemas que constituem o legado de um longo passado.”

Mario Cobucci Junior maritocobucci@uol.com.br

São Paulo

*

TAXA DE CARTÃO DE CRÉDITO

Não faz sentido o governo permitir que lojistas voltem a cobrar um porcentual sobre a venda de produtos por cartão de crédito. A abolição desta prática foi justamente um dos motivos que proporcionaram a expansão do consumo, na medida em que facultava ao comprador a escolha desta modalidade de pagamento sem ônus. O retorno desta sobretaxa fatalmente inibirá o cliente que não possui liquidez no momento da compra. Ademais, a tão propalada redução dos juros, motivo alegado pelo governo para justificar tal cobrança, ainda não aconteceu no cheque especial para pessoa física em alguns bancos que ainda cobram de 7 a 8% ao mês.

Luciano Harary lharary@hotmail.com

São Paulo

*

BANCO ITAÚ PODE ESTAR DE MÁ-FÉ

Será que o banco Itaú está querendo aplicar o mesmo golpe ao contribuinte brasileiro que está sendo aplicado na Europa e nos EUA? O banco acaba de acusar uma inadimplência de R$ 18 bilhões. Inadimplência pode ser gestão incompetente e ganância misturadas de banqueiros. Usam de má-fé por serem depositários de clientes e tornam os governantes reféns. Que vendam seu patrimônio pessoal e do banco para quitar débitos. Só socializam o prejuízo. O povo quando fica devedor arca com seus prejuízos.

Antonio Negrão de Sá negraosa1@uol.com.br

Rio de Janeiro

*

AFRONTA À NOSSA DIGNIDADE!

Faculdades federais em greve, professores em São Paulo sempre de chapéu na mão, procurando justiça, e os "senhores Parlamentares", sem o menor escrúpulo, da noite para o dia aumentam seus salários, (com fins eleitorais). É um verdadeiro desplante e vergonha nacional! Até quando aguentaremos?

Ruth de Souza Lima e Hellmeister rutellme@terra.com.br

São Paulo

*

SUS – SISTEMA ÚNICO DE SOFRIMENTO

O Ministério da Saúde retarda pagamento de verbas aos hospitais universitários. Nega este atraso usando como argumento que estas verbas, que são pagas em duas parcelas, (semestrais?), podem ser pagas quase que simultaneamente - sic. Com isso além do risco de transformar o que era eletivo (não urgente), em urgência ou até mesmo emergência médica (risco de vida) aumentando sem dúvida o desconforto dos pacientes, certamente vai contribuir para engrossar as já enormes filas de espera para estes procedimentos. A isso chamam de competência de gestão? Um sistema que beira a perfeição?

Luiz Nusbaum lnusbaum@uol.com.br

São Paulo

*

INSTALAÇÕES INADEQUADAS

No Hospital Universitário Pedro Ernesto, onde ocorreu um incêndio, não tinha brigada de incêndio, que deveria ter, de acordo com a lei, além das instalações precárias. E não é só o hospital que tem instalações precárias não. Apontem-me um órgão do governo que tem as instalações de acordo coma lei e as normas ABNT. Secretarias instaladas em prédios caindo aos pedaços. Outro dia houve um principio de incêndio no antigo prédio do Banerj, onde estão várias secretarias. Alguém já entrou lá para ver as condições do prédio? Belo exemplo que o Estado dá. Também, com o governador que o Estado tem, querem o quê?

Panayotis Poulis ppoulis46@gmail.com

Vila Isabel (RJ)

*

HOSPITAL SÃO PAULO

O Hospital São Paulo, um dos maiores e mais movimentado do País em atendimento público conveniado com o Sistema Único de Saúde (SUS), cancelou todas as cirurgias programadas para o mês de Julho por falta única e exclusiva do repasse de verbas que o Ministério da Saúde deveria normalmente fazer. Infelizmente é assim que caminha atualmente o nosso país na área de assistência a saúde pública. Nada de perfeição ao seu atendimento dispensado a população mais necessitada. Os políticos dizem que dinheiro para isto não há, mas na realidade o que falta é a 'honestidade'. Pois, dinheiro em abundância somente existe para os superfaturamentos e as corrupções bem programadas. A solução só virá quando o povo entender que somente seu voto poderá mudar todo esse mau panorama administrativo público existente no Brasil.

Benone Augusto de Paiva benone2006@bol.com.br

São Paulo

*

SER FELIZ

Como posso ser feliz, se ao me levantar, uma senhorinha de mais de 50 anos, que para me por o café na mesa e me trazer o jornal às 7h15, teve que se levantar às 4h30/5h, enfrentar entre 2h e 3h, espremida nas estações e dentro de ônibus e trens, enquanto vereadores gazeteiros burlam a marcação do ponto de entrada, tendo até 4 horas após o horário de saída para marcar o ponto de entrada nos seus "empregos" na Câmara Municipal de São Paulo?

Aí fico pensando, isso acontece somente em São Paulo? Quando aquela senhora que poderia sair mais cedo, mas fica até mais tarde fazendo hora para não pegar o mesmo trânsito de volta para casa.

Mas ainda, antes vai direto para a igreja, onde fica mais algumas horas. Na semana passada uma funcionária, cuja sina não é diferente, teve o braço e o pé, luxados por ter sido empurrada e derrubada ao entrar no trem, indo parar no hospital. Enquanto isso convivemos com políticos gazeteiros (sem falar dos mensaleiros e cascateiros) de toda ordem, que concluo não ser reserva de mercado de somente da cidade de São Paulo. E dependemos da “justiça" e seus regimes especiais e privilegiados para suas majestades os políticos debochados e malfeitores, e deles próprios para a sua punição. Até quando, e "por que o povo não participa destas punições?" Para cumprir suas leis são drásticos, implacáveis, intransigentes. Impõem multas abusivas e extorsivas com prazos apertados e irreversíveis. Seria o caso de se perguntar: com que moral? Por que não adotar de imediato a política moralizadora dos países de primeiro mundo para coibir tais abusos?

Sebastião Pereira jardins@oadministrador.com.br

São Paulo

*

GOL DO EMERSON

1 - Na América ou na Europa o coice de uma vaca incendiou a cidade inteira. Emerson aproveitou o coice do Danilo e incendiou o Pacaembu inteiro. 2 - Num passe errado de Cerezo, Paulo Rossi fez um golaço contra o Brasil no passado. Agora o passe errado de Schiavo, Emerson, de novo, fez o segundo gol contra o Boca.

Edilberto de Oliveira Melo losmaya@gmail.com

São Paulo

*

MAU EXEMPLO

Lula, o imperador, é um poço de mau exemplo para sociedade. Depois que falou para o Brasil que iria "morder as canelas do PSBD" para impedi-lo eleger o prefeito de São Paulo, o sr. Emerson Sheik, herói do Corinthians na conquista da Libertadores, não titubeou, quando teve oportunidade, de morder a mão do seu implacável marcador. Foi isso que televisão mostrou. Bons exemplos o seu Lula e seu feudo petista não dão, mas os maus ..., mensalão, dólares nas cuecas, compra de minutos no programa eleitoral, enfim é um repertório de maus exemplos. Acorda Brasil!

Carlos Benedito Pereira da Silva advcpereira@ig.com.

Rio Claro

*

CARTAS COM DESEJOS INCONTIDOS

As cartas neste Fórum estamparam muita ironia, falsidade, despeito, raiva e desejos incontidos, em contraposição à alegria, satisfação e libertação do principal motivo para desprestigiar o Corinthians. Desde que continue com uma gestão profissional, sem confundir razão com coração, o Corinthians ainda vai dar muitas tristezas para os seus detratores, pois, será respeitado e comparável aos grandes clubes do Mundo. Vai, Corinthians!

Alberto Bastos Cardoso de Carvalho albcc@ig.com.br

São Paulo

*

CORINTHIANS

De tanto rojão e bomba acordei com otite.

Antonio Jose Gomes Marques a.jose@uol.com.br

São Paulo

*

FOGOS DE ARTIFÍCIO

Os homens protegem bem os animais? O homem fala tanto em proteger a natureza, o ambiente e os animais, mas não atentou que eles mesmos provocam uma situação de medo e pavor contra todos os animais, quando comemora qualquer evento com fortes fogos de artifícios. Ninguém fala nada sobre isso, mas o sofrimento dos animais não é sequer lembrado. Que bicho malvado é o homem!

Patrícia Sayumi de Oliveira suaveprimavera@hotmail.com

São Paulo

*

ERROS PRIMÁRIOS

Uma das coisas que eu gosto de fazer é assistir esportes pela TV. Já compareci a campos de futebol, a quadras e a autódromos. Já pratiquei futebol na várzea quando era mais novo. O tempo vai nos permitindo adquirir uma visão bastante apurada, sobretudo no futebol, e chega um momento em que a gente começa a ficar sem entender porque se insiste tanto nos mesmos erros.

Vou citar aqui dois erros que acontecem sistematicamente no futebol e os técnicos parecem ignorar. Espero que a maioria leia jornais ou pelo menos que alguém lhes levem as minha impressões: 1ª} Sendo que o goleiro disputa a bola com a vantagem de poder erguer os braços e pegá-las bem acima da cabeça dos atacantes, por que mais que oitenta por cento dos escanteios são batidos na pequena área, justamente nas mãos do goleiro? 2ª) Por que um técnico mantém em seu time um goleiro que não sai jogando com um companheiro, seja na reposição de uma bola em que ele pegou, seja através de um tiro de meta? Dar chutão pra frente incorre em pegar o time adversário de frente e com maior capacidade de pegar a bola do que o time que está dando a saída de bola.

Nei Silveira de Almeida neizao1@yahoo.com.br

Belo Horizonte

*

OS 30 ANOS DA TRAGÉDIA DE 82

Em 5 de julho de 2012, fez 30 anos da segunda maior tragédia do futebol brasileiro: a derrota da seleção para a Itália (3x2) na Copa da Espanha, no Estádio Sarriá. Com os meus quase sessenta e quatro anos de vida e mais de cinquenta de torcedor de futebol, integrante da nação rubro-negra -o time da Gávea pratica hoje o antifutebol- não tendo, portanto, recordação da tragédia na derrota para o Uruguai (2x1), que calou o Maracanã, na Copa de 50, fui, no entanto, com os olhos incrédulos na TV, como milhões de brasileiros, testemunha ocular da tragédia de Sarriá onde, injustamente, o futebol-arte deu lugar ao futebol defensivista dos brucutus e dos cabeças-de-bagre onde, contrariando a lógica do futebol, defender é mais importante do que marcar gol no adversário. Zico, Sócrates, Falcão, Cerezo, Leandro, Junior, integrantes daquele timaço (que saudades.), discípulos da célebre geração da Copa de 70 e representantes de uma inesquecível geração do futebol-arte, que praticava, sob a batuta do técnico Telê Santana, o mais refinado estilo do futebol ofensivo, foram castigados naquela fatídica tarde de 5 de julho. Quiseram os "Deuses do Futebol" que o futebol-eficiência, a garra do time italiano e, sobretudo a sorte do atacante Paolo Rossi (três gols) falassem mais alto. Nem o "Sobrenatural de Almeida", personagem criado pelo saudoso Nelson Rodrigues, talvez seja capaz de explicar até hoje tamanha tragédia. Jamais havia sentido tanto o dissabor de uma derrota no futebol, nem nos 3x0 do Botafogo sobre o meu Mengão, na decisão do campeonato carioca de 1962, onde o endiabrado Garrincha, como em tantas vezes, brilhou intensamente. Se alguns de nossos talentosos jogadores falharam naquele 5 de julho, onde na manhã do dia seguinte o país, de luto, permanecia mudo e incrédulo, não é digno e ético que se procurem eternamente os culpados. No futebol association todos perdem, empatam ou ganham juntos. Ainda que um ou outro jogador se destaque mais numa equipe ou durante uma partida, ele sozinho não ganha o jogo. Tampouco perde. Falhas nas quatro linhas são próprias de seres humanos que não são infalíveis e são partes integrantes de uma equipe. O mais importante é que a história da justiça com o futebol-arte tarda mais não falha. Quiseram os "Deuses do Futebol" que o futebol-talento, hoje mais aperfeiçoado (técnica e competitividade), ressurgisse novamente com a seleção da Espanha e com o time do Barcelona, justamente no país onde o futebol-talento havia sido enterrado há 30 anos. Dá gosto ver Xavi, Iniesta, o genial Messi, Xabi Alonso e outros talentosos craques mostrarem ao mundo e aos adeptos do futebol-retranca, a maravilha de uma nova escola de futebol, praticado numa época em que os espaços nos gramados foram encurtados pelo avanço da preparação tática e física, provando que a tarde de 5 de julho de 1982 não quebrou paradigmas do futebol bem jogado. Não há dúvida que o futebol ofensivo e talentoso, tão bem defendido por Telê Santana, tem um indiscutível favorito para a Copa de 2014 no Brasil e candidata ao bi-campeonato: a seleção espanhola. O futebol-arte jamais morrerá e o Brasil corre o sério risco, mesmo com o talento de Neymar, de preparar uma Copa para que a taça e a festa sejam entregues aos espanhóis. Tomem conhecimento os técnicos retranqueiros do futebol brasileiro. Parabéns ao Corinthians pela Copa Libertadores da América. A técnica e a competitividade da meia Alex e a modernidade do técnico Tite me enchem os olhos. Os talentos e a competência na arte do futebol jamais morrerão.

Milton Corrêa da Costa milton.correa@globomail.com

Rio de Janeiro

*

O LULLA NÃO TEM CARÁTER

O Professor emérito da USP e sociólogo, Chico de Oliveira, um dos fundadores do PT, do qual se desligou em 2003, no programa Roda Viva da TV Cultura, no dia 2 de julho, disse com todas as letras. “O Lulla é mais esperto do que vocês da imprensa pensam.

O LULLA não tem caráter, ele é um oportunista. O LULLA é uma vocação de caudilho, a ante-sala do ditador. Recomendo que assistam ao programa muito interessante e importante. Parabéns ao professor Chico de Oliveira, pela coragem e contribuição para o País que vem passando por uma cegueira coletiva, onde o povo, diante de um milionário serviço de marketing, tem sido induzido ao erro”.

Heloisa A. Martinez heloisa_martinez@hotmail.com

Mogi das Cruzes

*

E ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE

A comprovação da existência da "partícula de Deus", que permitiu a existência do universo, é um marco nas concepções científicas e filosóficas. Embora tal denominação não agrade tanto os cientistas, a realidade é que tal descoberta muda a física e abre caminho no sentido da evolução do processo civilizatório da humanidade que, para os teólogos mais antenados, reforça a Fé na Transcendência. E assim caminha a humanidade

José de Anchieta Nobre de Almeida josedalmeida@globo.com

Rio de Janeiro

*

OS NÚMEROS DA LEITURA NO BRASIL

Segundo recente pesquisa do Instituto Pró-Livro (IPL) e do Ibope Inteligência, a média atual de leitura no Brasil é de 4 livros por ano. O índice é muito pequeno e vem caindo a cada ano. O da Argentina, por exemplo, é de 4,6 livros por ano, por habitante. A leitura não anda bem no Brasil, apesar do incentivo das políticas de acesso ao livro. No Brasil, temos 333 livrarias, distribuídas em 3481 unidades e cerca de 2500 sebos (onde se vendem livros seminovos e usados). A maior livraria brasileira é a Nobel, com 143 lojas. A Saraiva ocupa o segundo lugar, com 102 unidades. E a La selva, vem em terceiro, com 69 lojas. Assim, entre sebos e livrarias, temos quase 6.000 lojas. Para construirmos um país sólido e avançado é imprescindível o acesso da população aos livros. É verdade que o brasileiro tem lido cada vez menos, mas precisamos reverter esta tendência e tornar o Brasil um país de destaque no cenário da literatura. Passar em um concurso, fazer vestibular ou promover-se social e economicamente depende exclusivamente da dedicação à leitura e aos estudos. Lembremos da frase de Monteiro Lobato: "Um país de faz com homens e livros"!

Adriano Henrique adriano.ah@bol.com.br

Caruaru (PE)

*

RIO

Ao ser declarada Patrimônio Cultural da Humanidade, a cidade do Rio de Janeiro exulta-se de contentamento. Será mesmo? É preciso que o prefeito desça do trono do ufanismo e veja como estão as calçadas do centro da cidade. Um horror! É muito buraco. Nos bairros o que se encontra de moradores de rua, não está no gibi. Calçadas horrorosas que maltratam pedestres idosos e cadeirantes. Hospitais que mais parecem abrigos da morte. Colégios sem aulas pela falta de professores. Enfim, como compôs Tom Jobim: o samba do avião de cima é uma maravilha, mormente, a zona sul. Pois a zona norte pouco tem merecido atenção, a não ser em obras que favorecerão quem mora, entra e sai da Barra da Tijuca (zona oeste).

Sebastião Paschoal s_paschoal@hotmail.com

Rio de Janeiro

*

CENSO E IGREJA

A edição de 30/6, página A24 relata a perda de fiéis pela Igreja Católica. Logo vem a pergunta: Quem vai embora: o que tem compromisso com sua fé ou o que, sequer, participa? No contexto evangélico, percebe-se, claramente, que Jesus valoriza quem é, ou procura ser, autêntico. Não cabe na Igreja criada por Jesus a figura do "faz-de-conta" que crê. Em Mt.16, Cristo delineia toda a solidez de sua Igreja, cuja estrutura visível traz a marca da perenidade. Por isso que é uma entidade com 2.000 anos, e goza de credibilidade. A Igreja Católica é divina porque veio diretamente de Jesus e humana,porque é constituída por seres humanos, susceptíveis de virtudes e defeitos. Quem entende isso não vai embora, participa.

Alyrio J. Rosatti alyriorosatti@aasp.org.br

São Paulo

*

ÊXODO CATÓLICO

A fuga de 1,7 milhão de católicos nos últimos dez anos (Vida &, A24, 30/6) é facilmente reconhecida. As igrejas são fechadas com cadeados e algumas circundadas por cerca elétrica, além de seguirem horários rígidos para seus fiéis fazerem orações, como se fossem repartições públicas. Preservam o antinatural celibato, tão oposto à divina exortação do "crescei e multiplicai-vos". Mulheres não têm o mesmo direito de ministrar todos os Sacramentos da Igreja Católica, mas podem ser contempladas com a canonização. Santa Inquisição!

Rodolfo Jesus Fuciji fucijirepresentacao@ig.com.br

São Paulo

*

DE VOLTA AO PASSADO

Com refinada ironia, Rolf Kuntz, ridiculariza os estrategistas (sic) do desgoverno petista em seu artigo A estratégia do atraso (B6,4/7), mostrando, com números e dados incontestáveis, como o Brasil tem retrocedido no âmbito do comércio exterior ao desprezar os mercados que interessam à nossa indústria – caso dos EUA e União Europeia – enquanto prioriza laços com parceiros ditos “estratégicos” aos quais, todavia, só interessam nossas commodities. Lula não cogitou de construir uma política industrial e sua pupila ‘presidenta’ tampouco. Assim, a indústria brasileira perde participação nos mercados - a começar pelo interno - , embora o consumo seja ascendente (cresce de 5 a 6% ao ano) importando para suprir a defasagem. Sempre verberando o “império”, e acomodado com o “bônus” advindo da expressiva alta das matérias-primas ocorrida entre 2003 e 2008, o Brasil, ao invés de mirar o mundo desenvolvido, passou a cortejar o 3º mundo sem perceber que, enquanto mostrávamos a língua aos “gringos”, estávamos nos tornando colônia da China. A “estratégia” de sino-dependência, até agora exitosa, parece ser a de resgatar nosso glorioso passado colonial de fornecedor de commodities e importador de produtos industrializados.

Silvio Natal silvionatal49@yahoo.com.br

São Paulo

*

ARRASTÃO NO PLANALTO

Na tarde de ontem o Palácio do Planalto sofreu um arrastão com 10 bandidos fortemente armados. Sob violenta ameaça, altos funcionários foram obrigados a entregar dinheiro, cartões de banco e de crédito, notebooks, jóias e peças de valor. Por sorte a Presidente, devido a uma viagem oficial, não estava na ocasião.Tentaram até sequestrar um dos 30 ministros que lá se encontrava negociando alguma coisa mas desistiram por interferência do ex-presidente que lá estava também para um café de rotina. Claro que todas as forças policiais do país foram mobilizadas para encontrar os criminosos dos quais apenas 5 foram presos, 2 deles já com passagem pela policia por assalto à mão armada, 2 menores e um deles cumprindo pena em liberdade. Após esse incidente a Presidente percebeu enfim que a coisa está feia e decidiu declarar guerra ao crime que domina o país e que violenta e mata milhares de cidadãos brasileiros. Assim lança um plano nacional de segurança pública com a execução imediata das seguintes ações: a) liberar recursos substanciais para os Estados aumentarem os salários dos policiais, para equipar a policia com viaturas, armas e tecnologia, para aumentar o contingente e colocar a policia nas ruas de todo o país em caráter preventivo para proteger a sociedade conforme a Constituição; b) incluir no código penal jovens a partir dos 16 anos (já que podem votar também podem ser condenados); c) ampliar o saturado e desumano sistema penitenciário e construir colônias penais agrícolas na Amazônia para que os criminosos possam plantar e colher da sua própria comida; d) aumentar a segurança nas fronteiras para coibir a entrada de armas e drogas e e) fazer a Justiça ser mais rigorosa com os criminosos, incluindo também o fim do indulto de Natal. Mas tudo isso foi um sonho, acordei!

Ari Giorgi arigiorgi@hotmail.com

São Paulo

*

APENAS COINCIDÊNCIA

Outro dia Lula & PT ressuscitaram o Maluf. Agora, Dias Toffoli, provável participante do julgamento do Mensalão, salvou os fichas-sujas. São assuntos tão díspares, que devo estar me confundindo. Deixa para lá...

Guto Pacheco daniguto@uol.com.br

São Paulo

*

TSE CONSAGRA OS FORA DA LEI

A cada eleição há sempre confusão na interpretação das leis, as regras eleitorais mudam o tempo todo. E como a lei nem sempre é detalhada o suficiente para que todos tenham o mesmo entendimento, sempre deixa em todos um pontinho de preocupação e desconfiança do que está certo ou errado, é uma bagunça total. E quem decide tudo são os tribunais que quase sempre estão em atraso. O mais polêmico em tudo isso é que até os tribunais mudam de idéia sem aviso prévio. Foi o que aconteceu a menos de cem dias das eleições o que deixou a todos uma frustração de impunidade. Tudo feito dentro da lógica do jeitinho brasileiro de beneficiar a partidos e a pessoas, em que seus direitos sempre são diferenciados dos demais cidadãos, o que é uma grande sacanagem, o que fazer para mudar esse vício crônico de nossas justiças? É mesmo inacreditável a decisão tomada a pouco mais de 120 dias pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acredito que tenha sido por pressões de partidos e de políticos influentes. Os ministros da Corte que rege as eleições brasileiras deu uma pisada feia na bola, ao definirem que políticos que tiveram suas contas de campanhas anteriores reprovadas, os conhecidos como fichas sujas, podem livremente se candidatar. O certo seria verificar caso a caso, e não liberar geral como foi feito. Se antes as autoridades eram discretas ao debochar da cara do povo, alguns viraram um esculacho. O que precisamos saber é a quem os ministros que votaram favoravelmente querem favorecer para que os mesmos não fiquem fora da próxima eleição. Na política como também nos tribunais sabemos que é dando que se recebe, que não tem almoço ou jantares de graça, quando, em marco último, o mesmo TSE havia baixado resolução determinando que aqueles que tivessem suas contas anteriores reprovadas estariam inaptos para se candidatar novamente, então o que fez com que viesse essa mudança repentina, os únicos queixosos foram os mais de 20 mil "contas-sujas", beneficiados que foram, que talvez por saber da impunidade que grassa no país, deitaram e rolaram nas fortunas do submundo do crime, e dos caixas de campanha e queriam continuar na pajelança. É lamentável o que fez o "TSE", a amplíssima maioria da população, democraticamente, que presa pela honestidade e a ética, que sempre exigiu a transparência, tinha festejado a decisão, fiando suas esperanças num possível processo de depuração do imundo universo político brasileiro acabou caindo por terra o que é lamentável. Comemoração inútil, um ditado popular diz "que quando a esmola é demais, até o santo desconfia". Menos de três meses depois da decisão, o próprio TSE ter voltado atrás, aí tem coisa? Ou seja, temos hoje 0,01% de seres que mandam e desmandam no Brasil, a despeito da maioria. Isso é sim um forte esquema vicioso de malandragem e pilantragem, confortavelmente instalado no comando do país que só Deus para mudar. Basta dizer que o voto de misericórdia foi dado aos bandidos pelo ministro Dias Toffoli, cuja indicação ao Supremo Tribunal Federal foi feita pelo ex-presidente Lula da Silva. Toffoli foi advogado do PT e amigo pessoal de Lula. Precisa dizer alguma coisa?

Turíbio Liberatto Gasparetto turibioliberatto@hotmail.com

São Caetano do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.