Fórum dos Leitores

ELEIÇÃO NOS EUA

O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2012 | 02h08

Vitória de Obama

Mais uma vez Barack Obama ganhou porque a esperança resiste a sucumbir. Esperança de mais conciliação, união e solidariedade, mas agora com a indispensável noção da dura realidade que o cerca, nos EUA e no mundo. Por exemplo, no Congresso terá de ter a habilidade de negociar com a maioria republicana e, no campo externo, amenizar os impasses palestino-israelense e iraniano. Que as lições de seu primeiro mandato lhe deem mais sabedoria para transformar a esperança em fatos concretos para todos.

JOSÉ EDUARDO ZAMBON ELIAS

zambonelias@estadao.com.br

Marília

O cara!

Barack Obama certa vez referiu-se ao ex-presidente Lula com a frase: "Este é o cara". Hoje nós, brasileiros, nos referimos a Obama com um sonoro "você é o cara!". Parabéns!

ROSÂNGELA LOPES

rolopes20012@hotmail.com

Sarapuí

Parabéns

Parabéns ao presidente Obama por sua vitória. Pudemos aprender como se faz democracia, com campanha limpa, de alto nível e povo ordeiro. É por isso que os EUA continuam sendo a maior potência mundial.

MARIA JOSÉ DA FONSECA

fonsecamj@ig.com.br

São Paulo

Voto racional

A vitória de Obama é a forma democrática de o povo americano dizer ao mundo que a paz é essencial para todos. Devemos a cada eleição aprender com a democracia americana a votar com a razão, e não com o coração (e alguns casos, com a corrupção). Devemos ser convocados eleitoralmente a ditar os rumos desta Nação, desde a escolha dos nossos mandatários às questões que norteiam o nosso dia a dia. Assim aprenderemos a ser mais responsáveis pelas nossas escolhas e a cobrar mais de quem elegemos.

WALTER FRANCISCO BARROS

walterfbarros@yahoo.com.br

Araçatuba

Além-fronteiras

O eleitor dos EUA teve de optar entre o risco de retrocesso (Mitt Romney) e o risco de estagnação (Obama). Foi mais uma trégua do que uma solução. Permaneceu o sentimento de que algo deve mudar, de que falta alguém capaz de reduzir a desigualdade sem assistencialismo, de aumentar a produtividade com o aumento da capacitação de todos. Alguém capaz de entender e explorar o potencial de um melting pot que não é o mesmo de cem anos atrás, num mundo muito diferente do que era. Mutatis mutandis, um problema que transcende fronteiras.

LEONARDO GIANNINI

leogann930@terra.com.br

São Paulo

Bom senso

O Céu está com Obama! A vitória foi do furacão Sandy, o camicase americano. Esperamos que o pior tenha sido superado. Vida longa a Obama e ao bom senso na Terra!

KOJI FUJITA

fujitagarden@gmail.com

São Paulo

Conservadores

O mundo todo festeja a reeleição de Barack Obama, exceto metade da população americana. São os conservadores - e criticados por isso. O que eles querem conservar? Uma cultura que transformou os EUA no país mais rico, organizado, poderoso, inovador, invejado e desejado da História? Por que não se alegram com a perspectiva de seu país mudar e aos poucos se tornar igual aos outros? Mania de grandeza...

GILBERTO DIB

gilberto@dib.com.br

São Paulo

CORRUPÇÃO

Mensalão, parte 2

Parabéns ao PPS, o único partido de oposição existente no Brasil atualmente, por ter apresentado à Procuradoria-Geral da República pedido para investigar as mais recentes revelações feitas por Marcos Valério, já condenado no processo do mensalão. Com certeza o PPS terá o apoio de todos os brasileiros que acompanham o caso e querem realmente conhecer toda a verdade e todos os corruptos - e ver todos eles na cadeia, que é o lugar certo para bandidos, pois só Papai Noel ainda acredita na inocência do Lula. Quanto mais for apurado, mais a Justiça poderá encontrar o dinheiro extraviado e trazê-lo de volta aos cofres públicos, para que tenha o destino correto: melhorar a saúde, a educação e a segurança do povo brasileiro, principalmente dos menos favorecidos.

MARIA CARMEN DEL BEL TUNES

carmen_tunes@yahoo.com.br

Americana

Roberto Freire

Quero fazer uso do Fórum, que muito bem representa a nós, leitores, para agradecer ao deputado federal Roberto Freire (PPS-SP) por estar honrando o voto que lhe dei. Vejo luz no fim do túnel...

BERNADETE JORDANI BARBOSA

detejordani@hotmail.com

São Paulo

Irrecuperáveis

O objetivo principal da punição é promover a recuperação do indivíduo. Há etapas intermediárias, que vão do arrependimento à aceitação do castigo. Dos integrantes do chamado núcleo político do mensalão, só vemos algum tipo de arrependimento em Marcos Valério, que mudou sua rotina e atualmente passa a maior parte do tempo com a família. Todos os outros, em especial o "capitão do time", José Dirceu, ainda perambulam por aí destilando arrogância, prepotência, truculência e insubordinação às leis do País. Estarão eles a contar com o indulto de Dilma Rousseff ou simplesmente serão casos irrecuperáveis de políticos corruptos?

JULIUS BOROS

Cotia

Redução de pena

Se diminuírem alguns anos de Marcos Valério, por que não acrescentá-los a José Dirceu?

ROBERT HALLER

robelisa1@terra.com.br

São Paulo

Regulação da mídia

Dirceu pode se expressar livremente, como ao defender a regulação da mídia como prioridade do PT em 2013. Mas, porquanto cometeu vários crimes e por isso está condenado pelo STF, deve fazê-lo da cadeia, que é o seu lugar!

SAULO VIEIRA TORTELLI

saulo_tortelli@msn.com

São Paulo

Imprensa livre

Um partido que teve parte de suas lideranças históricas condenada por corrupção e outras ilicitudes, vendo-se na iminência de mais algumas de suas figuras exponenciais serem chamadas a prestar esclarecimentos à Justiça, haverá sempre de tentar jogar para debaixo do tapete tais detritos, no caso, cerceando a imprensa...

CAIO AUGUSTO BASTOS LUCCHESI

cblucchesi@yahoo.com.br

São Paulo

BARACK OBAMA REELEITO

O mais carismático e inteligente presidente dos Estados Unidos venceu uma duríssima refrega eleitoral contra um adversário milionário e impulsionado por bilhões de um empresariado tosco e dissonante daqueles empreendedores que compreenderam os esforços do presidente e a necessidade de consolidar a vitória sobre a segunda mais avassaladora crise econômica que abalou o país e o mundo. Com certeza, esse protagonista da coragem já inscreveu seu nome de modo indelével no livro da história da humanidade.

 

Amadeu R. Garrido de Paula amadeugarridoadv@uol.com.br

São Paulo

*

A DEMOCRACIA NORTE-AMERICANA

Que bela vitória de Barack Obama. Reeleito presidente da maior nação, Obama soube agradecer com seu discurso envolvente e carismático. Disse que o melhor está por vir, tomara que ele esteja certo e que o melhor venha a este povo que merece o país que tem, pois conhece a democracia como ninguém. Obama não se humilhou para a plateia nem se fez de vítima aos seus eleitores. Mostrou coragem, força e determinação para governar por mais quatro anos os Estados Unidos. Numa festa azul, os americanos comemoram outra vitória com alegria e entusiasmo. Diferente do Brasil, onde um ex-presidente se humilha para a plateia a fim de conseguir votos dos eleitores tão simplórios como ele. Só que a velha raposa é pobre apenas de espírito, porque mesmo sendo ex, não larga o osso. Alguém ouve dizer que ex-presidentes nos Estados Unidos dão palpites no governo de lá? Claro que não, os ex-presidentes respeitam a alternância no cargo e respeitosamente apoiam o governo atual. Afinal, torcer contra é torcer para o pior, e no Brasil a velha tática do PT é do quanto pior para o povo, melhor para eles. E o homem continua dando as cartas.

Izabel Avallone izabelavallone@gmail.com

São Paulo

*

ALÍVIO

A disputa era apertada e o que mais chamou a atenção foi a rapidez com que apuração foi realizada. Acostumados com morosidades e dúvidas quanto ao resultado, os norte-americanos surpreenderam com a notícia já no início da madrugada da reeleição de Obama, confirmada pela declaração de seu oponente, Mitt Romney. Um bom resultado para o mundo, que respirará um pouco mais aliviado quanto às ingerências hegemônicas do grande país. Não que elas deixarão de acontecer, mas o ímpeto será menor.

Adilson Roberto Gonçalves prodomoarg@gmail.com

Lorena

*

SE É OPOSIÇÃO, SOU CONTRA!

Neste ano, durante a campanha eleitoral no Brasil, a presidente Dillma afirmou que governa para todos. Quem acompanha medidas tomadas pelo governo federal sabe não ser verdadeira essa afirmação, porque São Paulo mesmo é testemunha viva dessas diferenças. Fora as inúmeras benfeitorias aprovadas no País nos anos anteriores ao governo Lulla, das quais o PT se aproveitou, mas sempre votou contra, vemos agora Aloizio Mercadante apoiar a iniciativa para que os royalties do petróleo do pré-sal sejam totalmente direcionados à educação, já que hoje ele comanda a pasta. No entanto, como senador, há três anos encabeçou junto da base coligada votação contrária a isso, só porque a ideia partiu da oposição. Como poderia estar melhor a educação no Brasil nesses três anos? No PT sempre foi assim: se a iniciativa não parte deles, “somos contra”, não importa o bem ou atraso que traria ao País. 

Beatriz Campos beatriz.campos@uol.com.br

São Paulo

*

ROYALTIES DA DISCÓRDIA

Segundo a Constituição federal, no seu Artigo 20, são bens da União IX – “os recursos minerais inclusive do subsolo”. Logo se deduz que a concessão de royalties na produção de petróleo não deixa de ser um arranjo político para beneficiar Estados e municípios produtores e até mesmo aqueles que nada têm que ver com a prospecção, refino e transporte do produto. A Câmara dos Deputados aprovou um projeto que tira royalties do Rio de Janeiro e aumenta o repasse para os Estados não produtores. A bancada fluminense aposta no veto da presidente Dilma. Interessante notar que os Estados falam em receitas do petróleo até nas áreas já licitadas. Reivindicam royalties de um petróleo que nem foi extraído ainda, como é o caso do pré-sal. Uma pergunta que pode calar, mas não deve: Quanto foi repassado, somente no ano de 2011, a Estados e municípios e em que esses milhões de reais se transformaram em benefício do povo? Na saúde, educação, transporte, segurança, saneamento, habitação é que não foram. Penso que os Estados produtores nada fizeram para ter as jazidas e, de acordo com a Constituição, esses recursos são bens da União e, portanto, é justo que os royalties sejam distribuídos em todo o território nacional e que essa verba seja carimbada para evitar os desvios próprios dos políticos brasileiros. O petróleo não é dádiva do Rio, do Espírito Santo ou da Bahia. Ele é dádiva do Brasil.

 

Jair Gomes Coelho jairgcoelho@gmail.com

Vassouras (RJ)

*

AUTONOMIA FAJUTA

Algumas regiões do País estão sob ameaça de ficar sem combustível no fim deste ano. As regiões mais ameaçadas são Norte, Nordeste e Centro-Oeste, além de Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Essa notícia vem confirmar mais uma enganação do governo Lula, quando falava de boca cheia da autonomia do petróleo no Brasil, mostrando aquela mão suja de óleo por várias vezes. Já estamos importando gasolina, que pode chegar a 20% da demanda. Aos poucos vamos desvendado o quanto fomos e continuamos a ser embromados pelos petistas bons de bico.

Leila E. Leitão

São Paulo

*

PLANEJAMENTO

Para evitar o desabastecimento, ou atenuá-lo, o governo federal já começou a traçar um plano de emergência, que envolve a ampliação da capacidade de transporte e de armazenamento. As reuniões tiveram início em outubro, com técnicos do Ministério de Minas e Energia, Agência Nacional do Petróleo (ANP), Petrobrás e representantes das distribuidoras e dos produtores de etanol. Após os apagões em série, ou seja, um blackout generalizado, agora vamos ter falta de combustível, isso para manter a inflação dentro dos números do governo, algo que é normal nos governos petistas: mentir é melhor do que falar a verdade, e eles continuam achando que estão enganando o povão otário, que vota neles. Infelizmente, esse é o nosso ético governo petista.

Antonio Jose G. Marques a.jose@uol.com.br

São Paulo

*

POR QUE SÓ AGORA?

E Lula conseguiu – porque nem me digam que o pacote de bondades foi iniciativa de Dilma – mais uma vez “tirar o sarro” da cara de São Paulo e de seu governador, “oferecendo ajuda” federal ao combalido Estado, que está perdendo a guerra contra o crime organizado. Geraldo Alckmin anteontem parecia um coelho assustado diante do ministro José Eduardo Cardozo, mesmo sabendo que as medidas anunciadas para a segurança pública são comuns e qualquer governo sério já as teria colocado em prática há muito tempo, e não só agora, depois que o PT “abocanhou” a prefeitura da maior cidade brasileira.

Geraldo Alaécio Galo ggalo10@terra.com.br

Guarulhos

*

APOIO TOTAL

A iniciativa de criar uma agência integrada da União com o Estado para combater o crime organizado no Estado de São Paulo merece todo o apoio. Está provado que o crime organizado está cada vez mais sofisticado e atua em todas as frentes que geram altos lucros com atividades ilícitas (tráfico de drogas, de armas e de pessoas; contrabando; descaminho; comércio ilegal de produtos falsos e piratas) e alimentam a corrupção. As ações do Gabinete de Gestão Integrada de Segurança na cidade de São Paulo e o Conselho Nacional de Combate à Pirataria no Ministério da Justiça (formados por diversos órgãos públicos e com representação da sociedade civil) demonstram que este não é o melhor caminho, mas o único para aperfeiçoar a ação do poder público no enfrentamento do crime. Deve também ser estimulada a atuação integrada com os países fronteiriços do Brasil, pois a atuação do crime organizado não reconhece fronteiras. Em verdade, o objetivo é termos o poder do Estado integrando ações, se afastando da ideia de repartições e independente de coloração partidária. Parabéns aos servidores públicos que assumem essa proposta. Com certeza, não é fácil superar antigos dogmas, mas é absolutamente necessário inovar.

Edson Vismona, presidente do Fórum Nacional Contra a Pirataria e Ilegalidade e do Instituto Brasil Legal presidente@fncp.org.br

São Paulo

*

PARCERIA

Não adianta essa “parceria” feita através da mídia para nos impressionar – para acabar com a “criminalidade” agora chamada “violência” –, parceria que está sendo feita com o apoio do governo federal. É sabido por todos que a falta de segurança é um problema nacional e, para ser resolvido, são necessárias mudanças nas leis – que podem ser feitas através de medida provisória. Pergunta: por que não fazer medidas provisórias? Ou essas medidas só são feitas quando há interesses do governo? Precisamos dar uma basta a esse tal direitos humanos, que só estabelece direitos para a bandidagem – e não deixa a polícia fazer o seu trabalho.

Benedito Raimundo Moreira br_moreira@terra.com.br

Guarulhos

*

ESCOLHA O SEU LADO

O número de homicídios dolosos caiu 3,7% no Estado de São Paulo, passando de 4.321 em 2010 para 4.194 em 2011, o que representou uma queda de 10,5 para 10,1 assassinatos por grupo de 100 mil habitantes, a taxa mais baixa entre os Estados. São Paulo investiu em 2011 R$ 7,2 bilhões na área, contra R$ 5,7 bilhões do governo federal – 26,31% a mais. Claro está que os ataques do PCC que São Paulo vem sofrendo têm também um óbvio alcance político-eleitoral. Criminosos organizados numa espécie de partido político, de inspiração claramente leninista, surgiram com o Comando Vermelho (CV), em 1979. Foram os comunistas que passaram instruções de organização aos bandidos comuns com os quais dividiam cela no presídio Cândido Mendes, na Ilha Grande. Isto é História, senhores! O PCC nunca escondeu sua antipatia pelos governos tucanos e devem ter lá os seus motivos. Entrar na conversa de quem tem óbvios interesses eleitorais e planta notícias sempre desfavoráveis ao Governo de São Paulo, é fazer o jogo dessa gente. Cabe a nós, leitores e cidadãos, escolhermos ao lado de quem nos alinharemos.

Maria Cristina Rocha Azevedo crisrochazevedo@hotmail.com

Florianópolis

*

DE SOLA NO GOVERNO DO ESTADO

É estranho, pois todos os últimos períodos de eleições no País, 2006, 2008, 2010 e 2012, se deu esta onda de ataques do PCC, agora junto com o CV. Tem gente por trás disso, percebe-se que é só na cidade de São Paulo. Com a vitória de Fernando Haddad para a Prefeitura de São Paulo, o PT já entrou de sola no governo do Sr. Alckmin, ditando ordens. Calma, PT, vocês ainda não pegaram e, se for por minha vontade, jamais vocês vão entrar.

 

Maria José da Fonseca fonsecamj@ig.com.br

São Paulo

*

DADOS IGNORADOS

A grande preocupação com a segurança pública é real e natural. O que está acontecendo em São Paulo com mortes de muitas pessoas e policiais preocupa. Vê-se claramente ação do crime organizado para proteger seus negócios: o tráfico de drogas e de armas. Num Estado que tem o menor índice de mortes por 100 mil habitantes (10,1) e que está no último lugar na lista dos Estados brasileiros, compreende-se a avidez dos criminosos, mas não a falta de objetividade de toda a imprensa. Estados como Rio, Bahia, Alagoas (basta consultar o Anuário da Violência 2012) e muitos outros têm uma situação muito pior, mas não se vê ninguém da imprensa escrita ou falada e muito menos as autoridades federais dizer ou fazer alguma coisa para atacar esta situação. No Ceará o índice é o triplo do de São Paulo, só para exemplificar (30,7 mortes por 100 mil). Que aqui, em São Paulo, estamos vivendo um aumento dos crimes é fato, mas os dados divulgados anteontem pelo Forum Brasileiro de Segurança Pública estão sendo ignorados, como por exemplo o corte de verba de R$ 1,5 bilhão (21%) feito pelo governo federal, enquanto em São Paulo o gasto com segurança aumentou. Portanto, merecem destaque estes dados, pois para quem não sabe parece que o caos está instalado aqui, em São Paulo. Que haja cooperação entre governos é o óbvio e mais óbvio ainda é o que disse o ministro da Justiça, que a Receita Federal deve apontar empresas fantasmas de traficantes e que se deve sufocá-los, constrangendo seus ganhos. Para mim isso já estava sendo feito há muito, mas pelo que ele disse isso só foi inventado agora.

 

Maria Tereza Murray terezamurray@hotmail.com

São Paulo

 

*

ESCOLAS DE CRIMINALIDADE

 

Somente dois secretários do governo paulista não sabem quem comanda a violência em São Paulo: o da Segurança Pública e o maior responsável, o secretário de Administração Penitenciária, cuja desordem no sistema prisional teve inicio na gestão de Nagashi Furakawa, a mais desastrosa de todas que já passaram pela referida Secretaria. Ele é o pai da pior organização criminosa da história do Brasil, e o Sr. governador insiste em nomear para esses postos importantes gente boa, mas leiga no assunto. A única coisa que sabem abordar é a construção de novos presídios, escolas de criminalidade.

Paulo Maia Costa Júnior paulomaiacjr@hotmail.com

São José dos Campos

*

VIOLÊNCIA PLANEJADA

 

A onda de violência que assola São Paulo e suas características de ação organizada são coisa de bandidos com noções de política, porque sabem usar muito bem os meios para atingir um fim desejado. Não sabemos qual é esse fim, que até pode ser desestabilizar o governo estadual, mas percebe-se não ser obra de bandido “pé de chinelo”.

 

Laércio Zannini arsene@uol.com.br

São Paulo

*

PM X BANDIDOS

Analisando o número de policiais militares (PMs) mortos em São Paulo, em que os criminosos sabem os endereços  dos PMs, acho que isso decorre de inside information – só policiais sabem os endereços. A legislação que permite o prende-e-solta, saídas nos dias dos pais, mães (até para órfãos), Natal, etc., quando muitos não voltam à prisão. É um sistema irracional, para não dizer burro. E os celulares – e outras coisas – que entram nos presídios, pela leniência de quem deveria impedir? Nos períodos de eleição, isso vira uma avalanche. Em benefício de quem? Não adianta fazer parceria com ministros do PT, que deveriam impedir a entrada de drogas e armas pelas fronteiras do País, que vão abastecer bandidos.

Mário A. Dente dente28@gmail.com

São Paulo

*

CRIME ORGANIZADO

Até agora não consegui entender, apesar de ser pessoa instruída, o que vem a ser o tão propalado termo “crime organizado”. Será que o senhor secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo pode dar uma explicação à altura, para que o cidadão entenda melhor o que vem a ser o termo utilizado? Será que a polícia também não consegue se organizar na mesma condição?

 

Arnaldo Luiz de Oliveira Filho arluolf@hotmail.com

Itapeva

*

SOBRE A GREVE DOS JUÍZES FEDERAIS

De acordo com o Relatório sobre a Eficiência e Qualidade da Justiça, publicado pela Comissão Europeia de Eficiência do Poder Judiciário da União Europeia (disponível em http://www.coe.int/t/dghl/cooperation/cepej/evaluation/2012/Rapport_en.pdf), o salário anual líquido de um magistrado federal substituto (nível inicial da carreira da magistratura federal ) no Brasil seria equivalente ao segundo maior salário entre os magistrados da Europa. Apenas na Suíça os magistrados em início de carreira ganham mais que no Brasil. Em números: o salário anual líquido de um juiz federal substituto, em Euros, é de, em média, € 81 mil. Na França, é de € 31.599. Em Mônaco, é de € 41.020 e na Noruega é de € 62.035. A média na Europa é de € 25.348 e o máximo é de € 100.965 (Suíça). O valor do salário de um magistrado federal substituto é, aliás, superior a maior parte dos salários de um juiz de Suprema Corte. Na Finlândia, o salário mais alto é de € 73.800, na Holanda é de € 67 mil. Noutras palavras, os ganhos de um juiz brasileiro é muito superior ao que ganham seus pares em qualquer dos grandes países do mundo. Por que deveriam receber mais?

Roberto Machado bobmachado@gmail.com

Brasília

*

PRIVILÉGIOS ABUSIVOS

É um absurdo a greve dos juízes federais, que irão paralisar as atividades da Justiça Federal. Sou 100% favorável ao direito de greve, mas não ao abuso de direito, como nesse caso. Os juízes federais já recebem altos salários, têm privilégios como 60 dias de férias anuais, auxílio alimentação, aposentadoria integral, etc., e, ainda assim, se sentem no direito de prejudicar toda a população fazendo greve por aumento de salário. Não tem o menor cabimento. Há outras formas de protesto e de luta para reivindicar melhorias salariais. O certo seria que os nossos juízes trabalhassem mais, prestassem um melhor serviço jurisdicional à população e que perdessem esses privilégios abusivos e indevidos que tem.

 

Renato Khair renatokhair@uol.com.br

São Paulo

*

INCOERÊNCIAS

Enquanto prevalecer no meio Judiciário único e exclusivamente interesses pessoais visando a benefícios e vantagens para si, e houver falta de bom senso, critério, honestidade, imparcialidade para julgarem e determinarem sentenças para quem delas dependem as vezes aguardando uma vida para obtê-las, a Justiça brasileira viverá nesse marasmo e a população que dela depende continuará sofrendo as injustiças, como as cometidas com os planos Collor e os miseráveis aposentados que esperam seus reajustes, etc. Porém, para defenderem seus reajustes salariais, os juízes paralisam suas atividades por dois dias em todo o País, rejeitando o aumento oferecido de 15%.

Angelo Tonelli angelotonelli@yahoo.com.br

São Paulo

*

OS CÉUS CONTRA JOSÉ DIRCEU

Primeiro, Lula e Dilma resolvem voltar atrás na ideia do PT de logo após a eleição soltar um manifesto em defesa de José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares e contra o que eles consideram uma politização do julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Em paralelo, há quatro meses Dirceu fez um pedido aos estudantes no sentido de que eles fossem às ruas para defendê-lo, caso fosse condenado no julgamento, e já foi. Por isso, estava pronto para promover um levante popular em sua defesa, até que o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Daniel Iliescu, jogou uma pá de cal nas suas esperanças  ao  declarar que: “Não está em nossa pauta realizar qualquer manifestação neste sentido” (...) “O Dirceu é uma figura polêmica, uns amam, outros odeiam. Mas a UNE nem ama nem odeia, mas reivindica respeito por sua história”. Ah, qual o maior temor de Asterix e Obelix na Gália? Que os céus caíssem sobre suas cabeças! Pois foi o que aconteceu com Dirceu... ele se deu conta de que envelheceu, não agita mais o sangue dos estudantes da UNE. Ele simplesmente passou para a história e, pior do que tudo, com a pecha de condenado pelo maior crime de corrupção política da história brasileira!

Mara Montezuma Assaf montezuma.scriba@gmail.com

São Paulo

*

INFELICIDADE

Que tristeza! O presidente atual da UNE declara que, apesar do pedido formulado pessoalmente por José Dirceu, nenhuma manifestação será feita em seu desagravo e que a entidade não tem qualquer preocupação a respeito do futuro do Dirceu, pois “A UNE nem ama nem odeia Dirceu” (O Estado de S. Paulo, 6/11/2012). Que infelicidade!

Pedro Luís de Campos Vergueiro pedrover@matrix.com.br

São Paulo

*

VOCAÇÃO

A UNE há muito tempo deixou de ser uma entidade representativa dos interesses dos estudantes para atuar como uma extensão partidária governista. Leio várias declarações políticas dos representantes da UNE, a última em defesa de Zé Dirceu, mas nunca li qualquer declaração destes representantes em defesa de qualquer causa estudantil. O Brasil está na 88.ª posição no índice internacional de educação. Os médicos estrangeiros, principalmente cubanos, estão atuando no Brasil com péssima qualidade de serviço médico. Qual é a atuação da UNE nestes assuntos? A UNE deve refletir qual é sua verdadeira vocação na sociedade brasileira. Partido político já existe em demasia. José Dirceu teve grandes oportunidades de prestar bons serviços ao Brasil, porem na primeira juntou-se a guerrilha para instaurar o terror, e na segunda chefiou o maior esquema de corrupção de parlamentares. Quais são os bons serviços prestados ao Brasil?

Vagner Ricciardi vbricci@estadao.com.br

São Vicente

*

AMOR E ÓDIO

Afinal, a tal UNE dá as caras, não para protestar pelo País, mas para defender seus “militantes”, que agora têm vergonha de pintar a cara, o vermelho definitivamente não pega mais bem e o preto nunca foi a cor predileta da cambada. Verde e amarelo só funciona em campeonato de futebol.

 

Ariovaldo Batista arioba06@hotmail.com

São Bernardo do Campo

*

AMOR

A UNE não ama nem odeia o ex-presidente Lula. Ela gosta mesmo é do dinheiro público que recebeu e que a manteve e mantém apática perante o deplorável estado da educação no país, perante a gestão caótica de Haddad no MEC e, sobretudo, perante a explosão dos níveis de corrupção durante os governos petistas.

José Benedito Napoleone Silveira nenosilveira@aim.com

Campinas

*

DIRCEU BATE PALMAS

No seu blog, José Dirceu bate palmas para Rui Falcão, por ele defender a regulamentação da mídia. Por que tanta preocupação com essa salutar liberdade da mídia? Só porque falam as verdades sobre o partido dos trabalhadores (minúsculo).

João Ricardo Silveira Jaluks jr.jaluks@hotmail.com

São José dos Campos

*

BOM SUJEITO NÃO É

José Dirceu de Oliveira Silva, o popular mensaleiro “Zé Dirceu”, menino irreverente desde os tempos de colégio, sua arrogância engastada ao seu DNA, submete sua consciência e não o permite adotar um comportamento normal de cidadão que se submete às leis e regras de seu país. Ele quer fazer suas próprias regras, desde os tempos em que não se conformava em levantar-se quando entrava o professor em sala de aula ou declarar sua religião no ato da matrícula de sua escola. Aluno rebelde, bad boy, que sentava-se nas últimas carteiras da sala de aula, perturbando os colegas com algazarras perturbadoras. Seu DNA não muda, apesar dos disfarces instalados em seu rosto, na época da clandestinidade no Brasil. Seus maiores inimigos, a imprensa livre e a justiça brasileira, perturbam seu espírito maligno. Seu objetivo neste momento é regular a mídia e desmoralizar o Supremo Tribunal Federal. Parece que um dos principais líderes do PT está descontrolado: ou “não gosta de samba ou é doente do pé”.

Mário Negrão Borgonovi marionegrao.borgonovi@gmail.com

Rio de Janeiro

*

A PRIORIDADE DE 2013

“O partido faz bem em eleger esta regulação (da mídia) como uma das principais metas em 2013, e a luta para desconstruir a farsa do mensalão”, palavras do mensaleiro José Dirceu. Em resposta, digo que a população brasileira, em grande parte honesta e trabalhadora e cansada de tantos desmandos e corrupção, prioriza que pessoas como o senhor e outros mensaleiros sejam presos e devolvam os milhões de reais roubados do povo brasileiro. Lutaremos também para que a imprensa continue livre e alerta para que outros escândalos como o mensalão venham à tona.

Fábio Zatz fzatz@uol.com.br

São Paulo

*

O PT CONTRA O ESTADO DE DIREITO

As reações dos petistas contra as instituições das quais se valeram para eleger dois presidentes levam a crer que são um perigo ao Estado de Direito! Ou seja, objetivam a implantação de um regime no qual as decisões jurídicas serão tomadas por eles, para eles e em favor deles mesmos! E pior, os seus sectários estão de tal maneira convencidos de que são os donos da verdade que sequer admitem opiniões contrárias! Em resumo, pretendem implantar uma ditadura censurando a imprensa para que versões falsas prevaleçam sobre fatos: vide Lula, que mentiu sobre o mensalão, e Rui Falcão, que defende corruptos como José Dirceu!

Eugênio José Alati eugeniojosealati@yahoo.com.br

Campinas

*

O PARTIDO COMPROMETIDO

Não expulsando os mensaleiros do partido, o PT está assumindo o mensalão! Deixam claro que todo o partido está comprometido, sabem do crime que cometeram, daí não ter como expulsar apenas alguns... Incrível, querem estar acima da lei, na base do “comigo ninguém pode”! Pior ainda, Zé Dirceu pleiteia a “regulação da mídia”, quer dizer, a culpa é da mídia, pode?

 

João Pedro da Veiga Pacheco Junior pacheco-jr@uol.com.br

Campinas

*

A NOSSA ESPERANÇA

A conduta do STF, no caso mensalão, enche de orgulho os verdadeiros brasileiros.  Nossos ministros têm  honrando a toga que vestem (com duas exceções).  Uma foto, feita de propósito,  mostra o relator Joaquim Barbosa, de costas, lembrando a figura de um herói. Aliás, todos são heróis  nesse  combate do Supremo contra um mal que já graça há nove anos. É a luta titânica do Supremo contra esses párias que usam o dinheiro público para nos impor um regime autoritário, com poder perpétuo e uma imprensa oficial. Penso que ainda há muito para ser apurado.  Devemos levar  a sério (mesmo com reservas) as últimas declarações  de Marcos Valério. Com meias palavras, ele faz revelações lógicas, ao incluir  outros personagens: Antonio Palocci e Gilberto Carvalho, etc., e cita conhecimento na trama de extermínio de Celso Daniel. Deve-se também, considerar as declarações da ex-mulher de José Dirceu, ao afirmar: “Ele fazia o que Lula mandava”. Cabe ao Ministério Público continuar apurando tudo. Faço duas perguntas aos brasileiros justos: 1) Lula deve ficar  fora desse  imbróglio? 2) O assassinato de Celso Daniel foi um crime de rotina, sem sombra de dúvida?

Roberto Ianelli Kirsten rkirsten@uol.com.br

Amparo

*

O POVÃO SABE DISSO?

Segundo propalou o agente Brucutu, que até hoje se relaciona cordialmente com o “condenado/ministro” (Estadão, 4/11/2012), Zé Dirceu foi gentilmente acolhido pelas autoridades que o prenderam em Ibiúna, no final de 1968. De acordo com o que relatou à revista Veja o ex-juiz Silvio Mota, que compartilhou o exílio em Cuba, Dirceu é “preguiçoso e egoísta”, porém hábil, tanto assim que manteve excelente relacionamento com os poderosos da turma do Fidel. A ex-mulher Clara Becker, em recente entrevista ao Estadão, confessou que cuidou do Zé à “pão de ló” durante o período em que ele viveu camuflado na Paraná, ressaltando que seu herói é muito “bom de garfo”. Será que o “guerreiro do povo brasileiro” (assim dizia o refrão entoado pelos “cupinchas guarda-costas” nos dias de eleição) continuará recebendo tratamento VIP durante sua estada no cárcere, cumprindo punição a ser imposta pelo STF? Dona Clara já se prontificou a fornecer a boa comida e o bom vinho que o apetece (será o Romanée-Conti, tal qual Lula?) colocando-se à disposição para cumprir essa patriótica missão.

Ulisses Nutti Moreira ulissesnutti@uol.com.br

Jundiaí

*

MUITO ‘CLARA’

As declarações de “temor” da ex-mulher de José Dirceu deixa claríssimo o intuito de chantagear o Poder Judiciário. Já pensou se o cara se suicida de desgosto ou arrependimento?

 

José Luiz Tedesco wpalha@terra.com.br

Presidente Epitácio

*

CORAGEM SEM LIMITES

É inusitada a coragem de mentir dos petralhas, veja só o ministro Gilberto Carvalho declarou que nunca esteve ou conheceu o Marcos Valério, o Lula falou que o mensalão nunca existiu, e o Delúbio disse que o mensalão não passava de uma piada de salão. Quando será que elles nos tratarão com um mínimo de seriedade e respeito, sem deixar transparecer que eles achem que somos palhaços?

Ivan Bertazzo bertazzo@nusa.com.br

São Paulo

*

POLÊMICA

Lula pode não estar ciente, porque, segundo ele próprio, não lê jornais, que sente azia, porém correm notícias de que será investigado, juntamente com seu ex-secretário. Ora, sabemos que a melhor defesa é o ataque. Daí a pergunta: por que ele não vem a público e fala sobre o  assunto, e autoriza tal investigação?  Assim, acabaria com  a polêmica, antes de começar.

Jasminor Mariano Teixeira jasminormariano@gmail.com

São Paulo

*

SEM ENROLAÇÃO NEM MEDO

Seguindo o próprio raciocínio do STF, faltou apontar o verdadeiro mandante com poder de decisão que autorizou a prática do Maior Crime Político da nossa História através de seus subordinados. O julgamento do mensalão só será 100% transparente e democrático se o ex-presidente Lula for envolvido no processo, sem enrolação, sem falso constrangimento, sem rabo-preso, sem medo.

João Paulo Haddad Ribas jpribas@terra.com.br

São Paulo

*

TÁ FALTANDO UM!

“Ô zum-zum-zum tá faltado um!” O cara pegou a grana e se escondeu! Lá se vai a grana que o Brasil perdeu!

                                                                                                                           Luiz Fernando D’Ávila lfd_avila@hotmail.com

Rio de Janeiro

*

STF E PSDB

A possível revisão de penas pelo STF impostas ao Sr. Marcos Valério, nesse momento em que ele faz ameaças de denúncia contra o Sr. Lula e o Sr. Gilberto Carvalho, caracterizara uma anuência aos desvios seguida de omissão, bem maior que o PSDB fez quando ignorou o mensalão a favor da governabilidade deste país.

 

Jose Guilherme Santinho msantinho@uol.com.br

Campinas

*

ENEM IDEOLÓGICO

Interessante o Estadão revelar o frenesi politicamente correto do sistema educacional brasileiro, no brilhante editorial Estudante guiado (6/11, A3). Mas os duvidosos “direitos humanos” da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) são apenas a pontinha do iceberg! Eu, concluinte do ensino médio, já estou bem familiarizado com o proselitismo ideológico que marca a educação brasileira. Com a lamentável inclusão de Filosofia e Sociologia, nos últimos três anos fui bombardeado com pérolas como “exploração do proletariado pela burguesia”, “capital selvagem”, “o socialismo do Marx”, e muito mais. Deixei de estudar Matemática e Português para ouvir essa lenga-lenga! Leitores, vejam como a escola brasileira é o Jurassic Park dos dinossauros ideológicos!

Daniel Arjona de Andrade Hara haradaniel734@gmail.com

Cotia

*

TRAPALHADA

Estamos tão acostumados com as trapalhadas, para não dizer incompetência, do MEC que não percebemos que o que eles queriam propor como tema era “Os movimentos de ‘migração’ no Brasil do século 21”, e não de “imigração”, pois praticamente não existiu.

 

José Gilberto Silvestrini jsivestrini@hotmail.com

Pirassununga

*

ENEM, O CAMINHO MAIS JUSTO?

Para quem terminou o ensino médio recentemente ou fez cursinhos preparatórios, creio que a prova do Enem foi razoável. Eu participei, e achei difícil por estar longe dos estudos há mais de 3 décadas.  As respostas das provas tinham 5 opções: a, b, c, d, e. Para quem é bom de “chute” a sorte pode fazer a diferença. Já a redação que foi criticada por muitos tinha o tema: “O movimento imigratório para o Brasil no século 21”.  O tópico é interessante, para quem acompanhou o processo político desde os anos 90 (Itamar Franco e Fernando H. Cardoso) devido ao Plano Real, que deu estabilidade à nova moeda e propiciou a queda da inflação. O poder de compra aumentou e as indústrias cresceram. O Brasil hoje é a 6.ª economia mundial. Enfim, o Enem é um caminho, mas com certeza não é o mais justo!

Alex Tanner alextanner.sss@hotmail.com

Sumaré

*

AMIGO DA ONÇA

Entre os petistas é comum que, um queira comer o outro! Agora é o Aloizio Mercadante, que como ministro da Educação, eufórico afirmou: “Não tivemos nenhuma fraude, nenhum indício que pudesse arranhar a seriedade do Enem”. Ou seja, o Mercadante, não quis saber se seu antecessor no MEC era o petista Fernando Haddad, porque na gestão do hoje candidato eleito a prefeitura de São Paulo, exatamente faltou seriedade, competência para administrar essa prova, porque ocorreram fraudes e outras ilicitudes, jamais vistas na história do Enem... Só no do governo Lula!   Aliás, é bom lembrar, que este importante exame que avalia o estudante do ensino médio, foi, e em boa hora, criado em 1998 por FHC, sem que na sua gestão tivesse ocorrido qualquer lambança como o  Mercadante se refere veladamente ao do seu companheiro de partido, o Fernando Haddad. O próximo prefeito da Capital deve estar se matutando agora: um amigo igual ao Mercadante é melhor não ter...

Paulo Panossian paulopanossian@hotmail.com

São Carlos

*

ABSTENÇÕES

Abster-se de suas obrigações parece típico do brasileiro.  Os dois últimos exemplos mostram bem isto.  Durante a   última eleição municipal, 19% não compareceram às urnas. No último fim de semana, 28% dos inscritos para o Enem simplesmente não deram as caras. Falar mais o quê?

José Marques seuqram.esoj@bol.com.br

São Paulo

*

PALMEIRAS

A Sociedade Esportiva Palmeiras tem ainda alguma chance de escapar da segunda divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol? Lamento dizer, mas acredito que não. E, por incrível que possa parecer, tem ainda torcedor que quer o Felipão na Seleção Brasileira.

Wilson A. Tartaro cálculos@tartaro.com.br

São Paulo

*

JULGAMENTO

Neste momento de sofrimento palmeirense, convido a todos os companheiros para fazermos uma corrente para que o Joaquim Barbosa enquadre toda a zaga do time por formação de... (nada), condene o nosso meio de campo por excesso de passividade e o ataque, por tamanha inatividade. E que se o Lewandowski não concordar e quiser absolver alguém, que absolva só o Conceição e o Barcos. P.S.: E não esqueça de condenar o Tirone.

Mario Bezerra mario.bezerra@ig.com.br

Santa Fé do Sul

*

E A POLÍCIA?

O noticiário recente sobre o time do Palmeiras pouco se relaciona com esporte e, sim, com as ameaças, que uma pequena e violenta parte de sua torcida dirige contra os jogadores e membros da diretoria. Torcedores (sic) invadiram em 14/10 o hotel, no qual a delegação estava hospedada no Recife; ao final do jogo contra o Corinthians, em 16/9, alguns desses trogloditas depredaram instalações do estádio do Pacaembu. Nessas duas situações nenhum desses violentos “cidadãos” foi preso ou interrogado. Ao contrário do clube, que justamente foi punido, nenhuma autoridade da Justiça tomou a iniciativa de responsabilizar os baderneiros. A Inglaterra, há vários anos, coíbe tais manifestações de violência com rigorosa punibilidade. Por que não fazemos a lição de casa?

 

Renato Consolmagno consolmagno@terra.com.br

Belo Horizonte

*

QUE GOVERNO É ESTE QUE TEMOS?

Impressionante o descaso das autoridades em relação à ocupação de vias públicas por desocupados e drogados, no túnel do Pacaembu. Num local absolutamente perigoso, essas pessoas se localizam no ponto da curva que caminha para o estádio, bem como trafegam pelas finas calçadas e pelas beiras da via, quase todos drogados e inconscientes de seus atos. É notória a situação de risco que essas pessoas impõem, tanto para si próprias como também para os motoristas que ali trafegam. Pior é constatar o notório descaso das autoridades. As mesmas que nos multam à larga por pequenas infrações, muitas vezes se sustentando no argumento da preservação e da valorização da vida de motoristas e pedestres, quando se trata de cobrar uma postura exemplar dos motoristas e proprietários de veiculas essas autoridades, são as primeiras em se arvorar no sentido de valorizar os melhores princípios e condenar a todos por seus erros. De outro lado, quando a exigência de um adequado comportamento recai sobre essas mesmas autoridades a leniência e o descaso é sempre justificado.

Luciano N. P. Moraes lupmoraes@terra.com.br

São Paulo

  

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.